home

Milionário norte-americano pode ser salvação da Sky

Segundo matéria publicada no La Gazzetta dello Sport, novos patrocinadores podem salvar equipe na próxima temporada


10 JAN, 2019     Gustavo Figueiredo    
     


Há algumas semanas, a notícia de que a difusora Sky deixaria seu papel de patrocinador da equipe Sky colocou o mundo do ciclismo em alerta. Afinal, o time britânico tem o maior orçamento do pelotão e vários atletas importantes com contratos recentemente estendidos.

Foto 70680
   Giro d'Italia / Divulgação

Porém, segundo uma matéria recentemente publicada no jornal italiano La Gazzetta dello Spor, um milionário norte-americano estaria negociando a compra da Tour Racing Limited, empresa que gerencia a equipe de ciclismo liderada por Dave Brailsford. Segundo a mesma notícia, o britânico continuaria como "manda chuva" em um nova estrutura. Outro detalhe tratado na matéria é que a Sky, apesar de deixar seu papel de apoiador principal, estaria disposta a bancar até 70% do orçamento da equipe em 2020 e 2021.

A equipe Sky preferiu não falar sobre as especulações, não comentando também os rumores de que eles estariam em tratativas com o bilionário canadense Sylvan Adams para realizar uma fusão com a equipe Israel Cycling Academy team. Além dessas possibilidades, a mídia ainda especula sobre a criação de um novo time chines com a estrutura da Sky, uma proposta que seria discutida com Tim Kay conforme noticiou o site Cyclingnews.

Com a temporada 2019 começando, Dave Braisford sabe que o tempo para encontrar uma nova fonte de renda é curto e que fechar uma nova parceria pode ser mais complicado do que parece. "Não posso dar garantias, mas acho que existem boas possibilidades lá fora. Temos 12 meses pela frente e tenho certeza que iremos para frente no futuro", explicou.

Vale destacar que, recentemente, a revelação Egan Bernal estendeu seu contrato por cinco anos. Além disso, os contratos de Geraint Thomas e Chris Froome vão até o final de 2021 e 2020 respectivamente.


Comentários



Relacionados