home

Mesmo com positivo para cocaína, Paolini pode voltar a competir pela Katusha

Diretor da equipe diz que Paolini é um grande atleta e pode voltar na próxima temporada, desde que ele se livre da acusação de doping


1 DEZ, 2015     Gustavo Figueiredo    



Durante o último Tour de France, o italiano Luca Paolini foi notificado que um de seus exames retornou positivo para cocaína. Com isso, o atleta foi imediatamente suspenso e teve que abandonar a competição. Além disso, seu contrato com a Katusha, que ia até o fim de 2016, foi imediatamente revogado.

imagem
Luca Paolini


Todavia, quase cinco meses depois, o resultado da amostra B de Paolini ainda não foi divulgado. Com isso, o dirigente geral da Katusha, Viatcheslav Ekimov acredita que o atleta pode ganhar uma nova possibilidade de correr pelo time Russo.

"Se ficar decidido que Luca pode competir, nós faremos uma reunião com ele e com seu empresário para ver se nós vamos nos envolver ou não. Se ficaremos juntos ou separados", disse."Luca é Luca. Ele é um grande ciclista e tem muita experiência, mas por outro lado sua reputação já foi manchada e nem sempre é fácil reconstruir sua imagem", continuou.

O dirigente também comentou que teve pouco contato com Paolini desde o incidente no Tour, e que na verdade não sabe como o atleta está reagindo a tudo o que aconteceu.

"Ciclismo é motivação. Talvez ele esteja pensando em não voltar ao esporte, nós não sabemos. Se Luca quer voltar a competir, ele deve manter seu treinamento. Se ele estiver treinando, é sinal que ele deseja voltar. A verdade é que ele precisa trabalhar sua imagem, sua reputação, ganhar motivação para pedalar de novo e se dedicar como profissional. Sem isso ele não tem chances", finalizou.


Comentários



Relacionados