MENU

Lance Armstrong usava motor na bike - Acusa ex-diretor de agência anti-doping

Novas alegações trazem o tema novamente discussão, confira o vídeo e comente.

Novamente Lance Armstrong volta as manchetes dos jornais, não como o grande campeão que um dia foi, mas com mesma acusação de doping, dessa vez mecânico. Seria essa mais uma das trapaças de Lance ?

Não é de hoje que se especula sobre bikes com pequenos motores, isso já foi atribuído a vários ciclistas, mais recentemente a Fabian Cancelara após sua vitória na clássica das clássicas Paris-Roubaix e no Tour de Flanders 2010, alegações nunca comprovadas.

Publicidade


A UCI chegou a implementar vários testes para inspecionar as bikes do pelotão principal atrás de fraudes mecânicas até que em 2016, durante o Campeonato Mundial de Cyclocross foi descoberto um motor na bike da atleta belga Femke Van den Driessche, até então o único motor achada desde do o início dos rumores em 1998.

Mais recentemente, em 2018 após a publicação do livro de Philippe Brunel “Rouler, plus fite que la mort” (Girar, mais rápido que a morte) o tema voltou a tona com as acusações de Brunel a Armstrong sobre motores escondidos nas bicicleta, até então sem muitas provas .

Eis que agora, Jean Pierre Verdy, antigo diretor da agência de anti-dopagem francesa traz ainda mais luz sobre o delicado tópico com seu livro “Dopage: Ma Guerre Contre les Tricheurs”, que se traduz em "Doping: a Minha Guerra Contra os trapaceiros".
O mais recente livro sobre os escândalos de doping na França e Lance, de Jean-Pierre Verdy
O mais recente livro sobre os escândalos de doping na França e Lance, de Jean-Pierre Verdy


“Lance Armstrong era o maior golpista de todos, e encontra cumplicidade em todos os níveis. Sempre recebeu tratamento especial. Muitos disseram-me que não devia meter-me com as lendas, porque seria eu sozinho contra o mundo. Mas se as lendas são construídas em cima de algo… Também acredito que tinha um motor na bicicleta. Ainda tenho na cabeça as imagens de uma etapa de montanha em que arrasou por completo todos os adversários. No final, chamei todos os especialistas que conheço e eles assumiram que não entendem como a sua performance foi possível, mesmo com o uso da EPO. Algo estava errado e todos os especialistas disseram a mesma coisa. Não foi a EPO que fez a diferença”, comenta o antigo especialista em anti-doping francês em entrevista ao jornal Le Parisien.

Vídeo - Será que Lance trapaceou motores nas bicicletas ?


Relacionados

Comentários

Outras notícias

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.