MENU

Jolanda Neff tira três meses de licença para se recuperar de grave acidente

A atleta suiça ainda ficará nos Estados Unidos mais uma semana antes de retornar para seu país

     

Após sofrer um grave acidente durante um de seus treinos nos Estados Unidos, no qual ela acabou colidindo com uma pilha de toras, vindo a sofrer graves lesões, Jolanda Neff anunciou que irá se afastar por três meses dos treinamentos para se recuperar da melhor forma para a temporada 2020. A atleta declarou que irá voltar para a Suíça nas próximas semanas e traçar um plano de como progredir.

Foto 74115

"Não posso aumentar minha pressão arterial nos próximos três meses porque preciso ser muito gentil com o plugue da artéria", disse Neff. "A equipe médica aconselhou três meses de muito pouco movimento para garantir que minha pressão arterial permanecesse realmente baixa. Espero que, como atleta, eu possa me recuperar um pouco mais rápido e começar a andar de bicicleta em menos de três meses", comentou a Jolanda em um release enviado para a imprensa.

Segundo a atleta, durante a cirurgia de emergência realizada depois do tombo, a equipe medica realizou um procedimento chamamo embolização para evitar a retirada de seu baço, que havia se rompido. O órgão, porém, já não funciona mais.

"Meu baço ainda está no copro mas está morto. Depois da embolização eles tamparam a artéria com um plugue que parou o fluxo de sangue para o baço para estancar o sangramento. Ele é importante para o sistema imunológico mas dá para viver sem. Tenho que tomar muito cuidado para não romper o plugue na artéria, já que isso causaria uma hemorragia internar e seria preciso fazer uma cirurgia de emergência", complementou Neff.

"Não devo correr novamente até março e devo ir para a Suíça na semana que vem para fazer planos junto com o médico da equipe suíça, o Dr. Patrik Noack. Quanto mais eu descansar, mais rápido vou me recuperar", explicou.

Ainda não está claro o quanto estas lesões vão prejudicar a recuperação de Neff para a temporada, principalmente por conta dos jogos olímpicos que vão acontecer em Julho. Apesar disso, a atleta segue otimista quanto a sua recuperação.

"Recebi muito apoio e amor de todos, tem sido realmente legal demais. Acho que dei muita sorte em toda a situação, com todos reagindo rapidamente para me prover com o melhor cuidado possível. Esse é um nível diferente de lesão e tive muita sorte de não ser pior. Sou muito grada pelo apoio que meu namorado e seus pais deram para mim", finalizou.

     


Comentários