MENU

Hackers estariam pedindo 10 milhões de dólares para liberar dados da Garmin

Informação teria sido passada por funcionários da Garmin que confirmaram ataque virtual

Segundo esta reportagem do site BleepingComputer , a Garmin está sendo chantageada no valor de 10 milhões de dólares depois que um ataque de hackers tiraram do ar vários de seus serviços.


Foto 75663

A mesma matéria informa que, segundo funcionários, a empresa foi alvo de um ataque utilizando um novo ransomware chamado WastedLocker. O malware utilizado pelo grupo conhecido como Evil Corp evita que empresas tenham acesso aos seus próprios dados.

A matéria traz prints de tela com arquivos da Garmin encriptados pelo malware, com uma mensagem solicitando que a empresa entre em contato por um determinado email para "conseguir o preço por seus dados" - este valor seria de 10 milhões de dólares.

A Evil Corp é um grupo de cibercrime Russo que opera desde 2007. Mesmo que a Garmin resolva pagar o resgate, isso poderia gerar problemas de violação de leis nos Estados Unidos. Além dos serviços do Garmin Connect, a empresa ainda perdeu acesso a dados de ferramentas automotivas, marinhas e de aviação.

Vale destacar que a informação acima não é oficial, já que a Garmin ainda não se posicionou sobre o que está acontecendo - em suas mensagens, ainda pode-se ler que os servidores estão em manutenção.


Relacionados

Comentários

Nada que um bom restore do backup não resolva. Vai sair muito mais barato. Isso se.a empresa tiver backup de tudo.



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.