home

Guarujá proibe bicicleta na areia para previnir assaltos


27 DEZ, 2013     Péricles     2    



A prefeitura do Guarujá, litoral paulista, vai proibir a circulação de bicicletas na areia e no calçadão da cidade para impedir assaltos. A PM (Polícia Militar) e a Guarda Civil dizem que as bicicletas são utilizadas com frequência por bandidos que escapam com rapidez após os assaltos. “Estamos acompanhando os índices criminais e percebemos que, na faixa arenosa, geralmente a bicicleta é utilizada como ferramenta de fuga após eles cometerem os delitos. Então, aqueles pontos onde há maior incidência criminal são onde a gente vai aumentar esse trabalho, integrado com a PM”, disse, em entrevista à Rádio Bandeirantes, a coordenador do projeto, Valéria Amorim.

Ela afirma que os ciclistas só serão aceitos nas ciclovias e ciclofaixas da cidade. Por isso, nesta semana, os agentes da cidade irão fazer o trabalho de orientação. A partir da semana que vem, porém, as bicicletas flagradas na areia ou nas calçadas serão apreendidas. “É uma apreensão administrativa. Para retirar sua bicicleta, a pessoa paga uma multa. Mas o mais importante de tudo é a gente diminuir o risco para as pessoas que estão desfrutando das praias do Guarujá de que elas sejam alvo de roubo, de furto”, diz Valéria.

Segundo a coordenadora, o foco é a faixa arenosa, mas como o Código de Trânsito Brasileiro proíbe o trânsito de bicicletas nas calçadas, os calçadões também serão alvo da ação da prefeitura. “Então, em cima do código, nós vamos fazer a orientação. E, depois da orientação, será feita a apreensão”. A respeito das praias, as bicicletas não poderão nem ficar estacionadas na areia.

Valéria diz que as duas principais praias atingidas pela onda de roubos são Pitangueiras e Enseada. A coordenadora, porém, não apresenta dados das estatísticas.

“Não vai ser uma caça às bicicletas. A gente sabe que é o perfil do Guarujá as pessoas andarem de bicicleta. [As intervenções] serão naqueles pontos em que a gente sabe que as pessoas vão no intuito de cometer delito”, diz a coordenadora.


Comentários

  • avatar

    Jackson Vago   

    Jackson Vago   

    Isso é uma falta de respeito com o cidadão, quer dizer pagamos para ter segurança, compramos um veículo (bicicleta) para poder passear na praia e não temos direito à nenhum dos dois, não é a proibição do cidadão de andar de bicicleta na faixa de areia que vai resolver os assaltos e sim um melhor policiamento mostrar que a polícia esta trabalhando e não cada vez mais proibir as pessoas por causa da violência, e os assaltos à adolescentes no calçadão, como será inibido, proibindo de passearem à pé com seus celulares ? Implorar aos policiais que tomem providências ? Pois isso minha filha o fez o policial apenas disse Já erá e simplesmente ficou para onde estava, não se deu ao trabalho de ir atrás dos moleques que fugiram de bicicletas ou seja quem deveria inibir a violência, obriga os pagantes pelo serviço de segurança, através de suas leis a fazerem sua própria segurança..Onde iremos passar de bicicleta ? Não pode na praia , não pode no calçadão. nas ruas tem os carros, como uma criança de menso de 10 anos vai passear com sua bicicleta ou seja, não se pode mais ter bicicleta no Guarujá, por que a polícia não consegue manter a segurança do cidadão ?
    1 ano atrás - Denunciar




  • Relacionados