home

Grupo Shimano XT 2020 (M8100) - Primeiras Impressões


31 MAI, 2019     Pedro Cury    
     


Tivemos a chance de pedalar o novo grupo Shimaon XT 2020, lançado mundialmente ontem, no evento de lançamento em Mairiporä (SP), por algumas horas em uma pista de teste.

Foto 72283
   Fernando Siqueira

Como esperado, os dois novos grupos herdam tecnologias e características da última versão do grupo topo da linha Shimano XTR, lançado no ano passado. Ou seja, ambos agora contam com 12 velocidades, novos cubos e opção de freios com 4 pistões, entre outras coisas. Você pode ver as especificações completas, com pesos e preços na matéria do Shimano XT 2020 e na do Shimano SLX 2020.

O Teste

A pista de teste era bem curtinha, com uma volta de menos de 5 minutos, pois era voltada para lojistas e jornalistas de qualquer nível técnico, além de também servir para testar outras bikes como a de gravel e as e-mtb.

Foto 72285
   Pedro Cury

Ainda assim, demos umas 10 voltas para poder experimentar um pouco mais do grupo e tentar aproveitar o máximo possível. Haviam duas bikes montadas com o grupo, uma rígida e uma full. Optamos pela segunda.

Vídeo - Primeiras impressões do grupo Shimano XT M8100

Confira no vídeo abaixo o que nosso editor Pedro Cury achou do novo grupo.



O que mais gostamos

Foto 72291
   Pedro Cury
Foto 72287
   Pedro Cury

Freios - Usamos a versão de 4 pistôes e realmente deu pra sentir boa modulação e também facilidade de travar as rodas. Gostamos mais do que o XTR que andamos em outra ocasiões. Porém, a pista era muito fácil e com uma descida muito curta e fica impossível saber se ele mantém a mesma eficiência quando aquecido ou situações ainda mais adversas como chuva.

Foto 72290
   Pedro Cury

Passador - A passagem de marcha é mais suave que no XT anterior e o toque emborrachado é realmente perceptível. Ponto positivo.

Mudança de marchas - Tentando forçar algumas situações adversas, como passar muitas marchas de uma vez e também sob esforço, não tivemos nenhuma surpresa desagradável. As mudanças foram precisas como esperado.

O que ainda queremos poder testar

Cubos - Avaliar se "rola mais" é muito difícil. Mas estamos curiosos em saber como vai ser o desgaste e manutenção do novo sistema.

Foto 72289
   Pedro Cury

Corrente - O novo sistema Hiperglide+ promete um engate mais preciso e menos quedas de corrente. Queremos saber se é seguro andar sem qualquer guia de corrente, em situações mais casca grossas, como no enduro.

Não deixem de conferir nossas matérias completas com especificações, pesos e preços. Tanto o grupo Shimano XT, quanto o SLX estarão disponíveis no início do segundo semestre.

Conheça também o site oficial da Shimano: https://bike.shimano.com/pt-BR/.


Comentários



Relacionados