MENU

Groenewegen afirma ter recebido ameaças de morte depois de acidente com Jakobsen

Velocista afirma que, depois de causar a queda que colocou a vida de Fabio Jakobsen, várias ameaças foram feitas contra ele e sua família

Em uma recente entrevista à revista holandesa Helden, o velocista Dylan Groenewegen afirma ter recebido ameaças de morte depois de causar o terrível acidente que colocou em risco a vida de Fabio Jakobsen no Tour da Polônia.

Foto 77525

Segundo o atleta, uma embalagem foi enviada para sua casa contendo um laço para que ele e sua esposa enforcassem seu filho recém-nascido.

Groenewegen, recebeu uma punição de noves meses de suspensão e agora, com Jakobsen de volta para sua bike e recuperando-se bem, deu mais detalhes de como foram os últimos meses.

"Sofremos ameaças sérias e concretas, por isso chamamos a polícia nos primeiros dias depois da queda. Por algumas semanas eles precisaram ficar de guarda na porta de casa", revelou.

"Recebemos cartas escritas a mão pelo correio. Em uma delas colocaram um laço para nós enforcarmos nosso filho. Quando você lê a mensagem e vê o pedaço de corda, é assustador. Foi ai que decidimos que não poderíamos ficar assim. A polícia agiu assim que essas cartas foram apresentadas", comentou o atleta.

"É claro que isso afeta você. O que aconteceu aqui? Como isso é possível? Que mundo doente vivêmos? As coisas mais malucas passam por sua cabeça. Sair da cama naquele período realmente foi um grande desafio", afirmou o ciclista.

No acidente, Groenewegen moveu-se de sua linha e acabou empurrando Jakobsen sobre as barreiras. Infelizmente, o ciclista acabou derrubando as barreiras e colidindo com o pórtico em alta velocidade - para muitos, além do erro claro de Groenewegen, os itens de segurança na linha de chegada não eram satisfatórios.

A suspensão do atleta termina em maio e, ao menos em teoria, ele deve participar da Volta à Hungria, que começa no dia 12 daquele mês.


Relacionados

Comentários

Outras notícias

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.