MENU

Greg LeMond cobra punição em caso de Froome

O ciclista aposentado Greg LeMond, três vezes vencedor do Tour de France (1986, 1989 e 1990) e amplamente conhecido por sua críticas ao doping cobrou punição para Chris Froome. Dentre as justificativas, o ex-ciclista afirma que o Salbutamol, substância utilizada pelo líder da Sky, poderia inclusive ter efeitos anabolizantes.

Foto 66254

"A falácia que o Salbutamol não melhora o desempenho só é verdade se ele for utilizado como prescrito. Se ingerido de forma oral ou injetável, ele funciona como um esteroide anabólico similar ao Clembuterol, droga que provocou a suspensão de Alberto Contador", afirmou LeMond.

Vale lembrar que o Salbutamol é uma substância permitida pela WADA e que não requer nenhum tipo de autorização de uso. Todavia, existe uma dose máxima permitida e Froome foi flagrado com o dobro da concentração autorizada em um exame de urina durante a última Volta da Espanha.

LeMond ainda afirmou que Froome é o único responsável por todas as substâncias que entram em seu corpo, alegando que a defesa do atleta é ridícula. Froome afirma não ter ultrapassado a dose máxima permitida, por isso sua defesa deve ser focada na variação do tempo metabolização do Salbutamol, que muda de pessoa para pessoa.

Além disso, Froome deve afirmar ter tomado sua dose de Salbutamol no final da etapa 18 da Vuelta, logo antes da realização do exame e momento em que ele ainda estaria desidratado.

"É uma desculpa ridícula. Se isso é o que ele afirma, então é simples. Ele quebrou as regras e deve ser punido. Como a história nos mostrou, quando as coisas parecem boas demais para ser verdade, normalmente elas não são", finalizou.


Relacionados

Comentários

Outras notícias

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.