home

Global Heatmaps do Strava pode ter revelado segredos militares


29 JAN, 2018     Gustavo Figueiredo    
     


Segundo uma matéria publicada no jornal The Gardian o Strava pode ter revelado inadvertidamente dados de localização de bases militares de exércitos do mundo inteiro. As informações teriam sido vistas no Heatmap Global 2017 do Strava, apresentado no fim do ano passado.

Foto 66448
Camp Lemonnier no topo da imagem com uma parte não mapeada visível na parte inferior esquerda da imagem   Strava Heatmap

A matéria afirma que, além de revelar detalhes de rotas e prédios de bases militares conhecidas, seria possível identificar inclusive algumas localizações não mapeadas, supostamente utilizadas para discutir estratégias e interrogar suspeitos.

"Se os soldados usam o aplicativo como pessoas normais, ligando sua localização enquanto eles vão fazer exercitórios, isso pode ser muito perigoso, principalmente se eles correm pela mesma rota todos os dias", explicou Nathan Ruser, analista do United Conflict Analysts que detectou o problema.

A matéria ainda exemplifica vários casos onde é possível ver bases como o Camp Lemonnier, única base militar Norte-Americana na África, responsável pelos ataques de drones realizados no Yemen e na Somália.

Segundo o Strava, o Heatmap não utilizou informações de atividades classificadas como particulares e nem os dados em zonas de privacidade, e por isso tudo o que apareceu no Heatmap já disponíveis na internet no momento da publicação da atividade.


Comentários



Relacionados