home

Giro d'Italia 2018 #19 - Froome assume a rosa com ataque que vai entrar para a história


25 MAI, 2018     Gustavo Figueiredo     7    



A etapa rainha do Giro d'Italia foi palco de um das maiores apresentações da carreira de Chris Froome (Sky) e certamente um dos dias mais incríveis da história do ciclismo. Completamente desacreditado na competição na primeira e no começo da segunda semana, inclusive por quem escreve este texto, o britânico foi protagonista de uma virada espetacular ao atacar a 80km da chegada e partir sozinho em busca da liderança.

Foto 67964
   Giro d''Italia / Divulgação

A grande verdade é que mesmo depois de vencer no Zoncolan, Froome ainda andou bem no contra-relógio da etapa 16, mas seu desempenho não era nada se comparado com o que aconteceu hoje. Tanto é que no começo do dia ele estava apenas na quarta colocação na geral, devendo 3:22 para Simon Yates (Mitchelton-Scott) e 2:45 para Tom Dumoulin (Sunweb).

O jogo começou a mudar a cerca de 90km da chegada durante o Colle delle Finestre, uma dura subida de 18.5km onde o camisa rosa subitamente viu-se deslizando para a traseira do pelotão enquanto a Sky apertava o passo. Então, a 80km da meta e quase no topo da montanha, Froome fez o que parecia impossível e atacou.

Dai para frente, o britânico abriu distância pouco a pouco ao longo de três horas, com Dumoulin e Thibaut Pinot (Groupama-FDJ) em franca perseguição. Antes de vencer, ele ainda passou por duas grandes escaladas e muitos quilômetros pedalados em trechos mais planos.

Foto 67963
   Giro d''Italia / Divulgação

Além de obter a vitória, Froome ainda cruzou a meta três minutos antes do que o segundo colocado, Richard Carapaz (Movistar). O terceiro posto ficou para Pinot, com Miguel Angel Lopez (Astana) em quarto. Tendo trabalhado duramente na tentativa de recapturar Froome, Dumoulin ficou apenas com o quinto posto, chegando 03:23 depois do vencedor.

O resultado coloca o britânico da Sky na camisa rosa com 40 segundos de vantagem sobre Dumoulin. Pinot é terceiro com 4:17 para o líder. Yates, intocável até então na competição, precisou de mais de 40 minutos para cruzar a meta e agora é décimo oitavo na geral.

Melhores Momentos



Resultados - Etapa 19

1 Chris Froome (GBr) Team Sky 5:12:26
2 Richard Carapaz (Ecu) Movistar Team 0:03:00
3 Thibaut Pinot (Fra) Groupama-FDJ 0:03:07
4 Miguel Angel Lopez (Col) Astana Pro Team 0:03:12
5 Tom Dumoulin (Ned) Team Sunweb 0:03:23
6 Sébastien Reichenbach (Swi) Groupama-FDJ 0:06:13
7 Davide Formolo (Ita) Bora-Hansgrohe 0:08:22
8 Sam Oomen (Ned) Team Sunweb 0:08:23
9 Patrick Konrad (Aut) Bora-Hansgrohe
10 Pello Bilbao (Spa) Astana Pro Team

Classificação Geral - Etapa 19

1 Chris Froome (GBr) Team Sky 80:21:59
2 Tom Dumoulin (Ned) Team Sunweb 0:00:40
3 Thibaut Pinot (Fra) Groupama-FDJ 0:04:17
4 Miguel Angel Lopez (Col) Astana Pro Team 0:04:57
5 Richard Carapaz (Ecu) Movistar Team 0:05:44
6 Domenico Pozzovivo (Ita) Bahrain-Merida 0:08:03
7 Pello Bilbao (Spa) Astana Pro Team 0:11:08
8 Patrick Konrad (Aut) Bora-Hansgrohe 0:12:19
9 George Bennett (NZl) LottoNL-Jumbo 0:12:35
10 Sam Oomen (Ned) Team Sunweb 0:14:18


Comentários

  • avatar

    Elton   

    Elton   

    Ciclismo eh uma piada...
    5 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    paulo   

    paulo   

    Parabens ao foome mas nao e a fuga mais longa da historia no ciclismo em 94 claudio chiapuci abriu uma fuga com 120 km da meta.
    5 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    Alex   

    Alex   

    Foi espetacular a vitória do Froome, mas vale ressaltar que teve também todo um contexto que o ajudou, mas sem tirar os méritos do feito dele. Doumolan ficou em um grupo de 5 que em condições normais poderiam ter minimizado a perda de tempo, ou até neutralizado o Froome, mas apenas Doumolan fez força e ficou muitas vezes a esperar que tivesse um trabalho juntos. Quando o Pinot teve um problema na bike eles perderam quase 30 segundos do Froome, visto que Doumolan segurou para o Pinout voltar achando que ele ajudaria. Bem é isto, mas foi espetacular.
    6 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    José de Athayde   

    José de Athayde   

    Froome fez como faziam os ciclistas de uns tempos atrás (Merckx, Hinault, Indurain, tantos outros) que não se dando por vencido a 3, 4 minutos atrás do lider, colocaram a cara no vento e foram, solitários, tirar a diferença. É emocionante uma etapa assim, sem aquela lezera de que não mudou nada na Classificação Geral.
    6 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    Samuel    

    Samuel    

    O ciclismo atual é uma mentira é o Cristopher Froome não é mais que um Lance Armstrong. Só doping. Pesquisem e vão ver. É uma tristeza.
    6 mes(es) atrás - Denunciar




  • Relacionados