home

Giro d'Italia 2017 - Uma prova feita para Froome?

Com dois contra-relógios individuais e muitas montanhas, percurso do Giro é interessante para Froome


26 OUT, 2016     Gustavo Figueiredo     1    
     


O ano de 2016 ainda não terminou, mas a estas alturas do campeonato, as grandes estrelas do pelotão já estão de olho nos três pontos altos da temporada: Giro d'Italia, Tour de France e Vuelta a España. Com a rota das duas primeiras já reveladas, podemos traçar algumas tendências para a temporada que está por vir.

imagem

Giro e Tour em caminhos opostos

Ao que tudo indica, tanto Tour quanto Giro traçaram suas rotas com um nome em mente:: Chris Froome. Isso porque, apesar de toda a emoção da última edição da grande volta francesa, a verdade é que líder da Sky dominou.

Como de costume, sempre que era atacado e dispensado na subida, o britânico respondia mantendo o passo forte e o olho no medidor de potência para recobrar o contato com seus adversários mais à frente. Para isso, muitas vezes ele contou com o apoio da Sky. Como era de se esperar, uma grande fatia de tempo conquistada por Froome veio graças ao seu desempenho superior nas etapas contra o relógio.

Depois da apresentação da nova rota do Tour, ficou claro que a ASO está tentando balancear mais as coisas para garantir menos dominância. Por isso, o próximo Tour não terá chegadas ao alto em dias consecutivos. Além disso, a organização apostou em subidas mais explosivas, um cenário menos favorável a resposta "lenta" de Froome. Para completar, além de menos quilômetros de contra-relógio, ainda existe um pedido para que a UCI autorize a redução das equipes, o que dificultaria o controle da Sky.

imagem
Muitas subis e dois ITTs no Giro 2017

A rota vazada do Giro, por outro lado, mostra dois bons contra-relógios, um com 39.2km e outro com 28km no último dia, e nada menos do que seis chegadas ao alto, sendo muitas delas realizadas em dias consecutivos, um cenário que tente a favorecer Froome. Tanto é verdade que, logo depois do vazamento da rota oficial, o atleta mostrou-se animado em sua conta do Twitter.

"Eu olhando para o percurso do Giro 2017"



Mesmo assim, o ciclista ainda não confirmou sua presença na grande volta italiana. Afinal, certamente a defesa do título do Tour de France está nos planos de Froome, até por uma questão de interesse de seus patrocinadores.

Por outro lado, com uma rota tão favorável no Giro, existe a possibilidade do líder da Sky entrar na competição para tentar ganhar. Com isso, surge questão - será que Froome pode tentar uma dobradinha Giro / Tour na próxima temporada? Para o bem do show do ciclismos, estamos torcendo por isso.




Comentários

  • avatar

    New   

    New   

    Eu acho essa chance real, lembre-se daquela etapa do tour que o Froome deu uma sapatada e dispensou todo mundo, ele pode se sobressair com o percurso do TdF também. Porem, com tantas chegadas ao alto, se o Quintana souber aproveitar, dá pra complicar a vida do Froome, mas pra isso o colombiano teria que melhorar seu TT.
    3 ano(s) atrás - Denunciar




  • Relacionados