home

Giro d'Italia 2017 #9 - Prévia - O que esperar na subida do Blockhaus?


12 MAI, 2017     Gustavo Figueiredo    
     


Com o Giro aproximando-se de sua segunda fase, o Blockhaus, posicionado ao fim da etapa 9 da competição, marcará o primeiro duelo real entre os favoritos na disputa pela classificação geral - e alguns fatores prometem injetar ainda mais combustível na mistura.

imagem
Imagem:br Giro da Itália / Divulgação

Segunda-feira é dia de descanso

A grande verdade é que, até o momento, este Giro vem acontecendo em baixa intensidade. Isso porque, apesar das emoções da chegada, até agora os grandes favoritos ainda não enfrentaram nenhum desafio capaz de cansar suas pernas.

Além disso, embora tenha duas subidas categorizadas e chegada com sprint em uma subida curta, a etapa 8 também não apresenta grandes desafios, assim como a longa e preguiçosa etapa 7, que acontece hoje. Com isso, é provável que as pernas de Vincenzo Nibali, Nairo Quintana e demais ciclistas que buscam a rosa estejam extremamente frescas e avidas por uma disputa.

Para completar, segunda-feira teremos o segundo dia de descanso - uma oportunidade de recuperar o corpo de qualquer exagero cometido na montanha.

Terce-feira teremos contra-relógio

Com um contra-relógio de 40km marcado para a terça-feira, é de se esperar que os escaladores natos tentem ganhar preciosos segundos, já que eles serão utilizados contra os passistas mais fortes como Tom Dumoulin (Team Sunweb).

Com um contra-relógio normalmente não muito eficiente, Nairo Quintana está sob pressão para ganhar segundos na etapa 9, mas o mesmo vale para Nibali, Adan Yates e todos os outros escaladores.

imagem
Imagem:br Giro da Itália / Divulgação

A Etapa é curta

Com apenas 149km e pequenas subidas que servem para preparar as pernas e peneirar o pelotão, a etapa 9 serve praticamente como um aquecimento para a disputa que se espera no Blockhaus.

Com cerca de 13km de subidas com média de 7.3%, a escalada é feita boa parte do tempo com mais de 9% de inclinação, com máxima de 14%. Existe uma pequena descida na marca de 500m para a chegada e os últimos 200m tem cerca de 8% de inclinação.

imagem
Imagem:br Giro da Itália / Divulgação


Comentários



Relacionados