| PEDAL | HOME | ARTIGOS | BIKES | CLASSIFICADOS | COMUNIDADE | FOTOS | VIDEOS | NOTICIAS | TRILHAS | CONTATO | + |
Fórum Início Fórum Início > Assuntos Gerais > Fórum Principal
  Tópicos recentes Tópicos recentes RSS Feed - Velocidade - alta -  e segurança
   [REGRAS]    Ajuda Ajuda  Procurar no fórum   Registrar Registrar  Entrar Entrar

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiencia no site. Ao continuar navegando voce concorda com a nossa politica de privacidade.


%>

Velocidade - alta - e segurança

 Responder Responder
Autor
Mensagem
  Tópico Procurar Tópico Procurar  Opções do Tópico Opções do Tópico
amdu Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Out 2015
Florianópolis
Desconectado
Mensagens:172
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de amdu Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Tópico: Velocidade - alta - e segurança
    Enviado: 13 Mai 2016 as 16:19
Pessoal,

Ultimamente tenho descido alguns morros de asfalto onde a velocidade chega a 70 km/h. A emoção do momento me impede de frear mas a consciência após o término da descida fica matutando sobre os riscos que estou correndo. Para evitar que algo de ruim aconteça gostaria de saber a opinião daqueles que também passam por situações semelhantes e quais as medidas de segurança que devemos tomar com a manutenção da bike, com o transito e quais os possíveis imprevistos que podem ocorrer.

Voltar para o topo
graxatur Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 07 Fev 2013
Rio Negro PR
Desconectado
Mensagens:262
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de graxatur Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 13 Mai 2016 as 16:26
Vai jogar xadrez...
Viver intensamente e de preferência em contato com a natureza.
Voltar para o topo
graxatur Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 07 Fev 2013
Rio Negro PR
Desconectado
Mensagens:262
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de graxatur Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 13 Mai 2016 as 16:31
Brincadeiras à parte.
Quando decido ripar a bike, entro num estado de alerta corporal/mental, isto é tomo uma postura bem junto à bike e aerodinâmica, pegando embaixo no guidão, e mantendo o assento leve no selim (maior peso nos pedais), minha visão mais à frente buscando me antecipar à possíveis obstáculos adiante e mutia cautela na velocidade em curvas sem visão.
Abraços
Viver intensamente e de preferência em contato com a natureza.
Voltar para o topo
amdu Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Out 2015
Florianópolis
Desconectado
Mensagens:172
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de amdu Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 13 Mai 2016 as 16:34
Originalmente Postado por graxatur graxatur Escreveu:

Brincadeiras à parte.
Quando decido ripar a bike, entro num estado de alerta corporal/mental, isto é tomo uma postura bem junto à bike e aerodinâmica, pegando embaixo no guidão, e mantendo o assento leve no selim (maior peso nos pedais), minha visão mais à frente buscando me antecipar à possíveis obstáculos adiante e mutia cautela na velocidade em curvas sem visão.
Abraços


kkkkk gostei da piada
Então, esse posicionamento eu também tenho.
A maior dúvida é em relação a bike. Tenho uma GT Karakoram, confio no equipamento mas sei que ele pode falhar. Andando nessa velocidade, em uma estrada de asfalto, corro o risco de uma quebra de quadro, guidão ou outra coisa semelhante?
Voltar para o topo
dagspina Ver Drop Down


Registrado: 25 Mar 2015
Jandira
Desconectado
Mensagens:722
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de dagspina Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 13 Mai 2016 as 17:13
Só faço isso quando conheço a ladeira, e se ela tiver cruzamentos, sem chance, tem que ter duas ou mais faixas e de asfalto muito bom, e sempre mantendo distancia segura dos carros, tenho muito a perder, manutenção é a mesma, nada especifico para isso, equipamentos a mesma coisa, luvas e capacetes.
Quando é estrada de terra, desço no máximo a 30 km/h,  se tiver cascalho solto, sem chance, desço segurando os freios revezando entre dianteiro e traseiro para nao aquecer e nao deixar a bike embalar, tenho muito medo para essas coisas, prezo pela minha vida e integridade rs Ouch
Voltar para o topo
Leo Amaral Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 04 Fev 2013
Brasilia
Desconectado
Mensagens:2858
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Leo Amaral Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 13 Mai 2016 as 18:35
Alguém aí já caiu e se machucou feio em subidas? Acho que não...

Então, descida tem que ser cpm consciência!

Já vi muito capacete rachado em descidas, felizmente todos se recuperaram.

Editado por ltadeu70 - 13 Mai 2016 as 18:35
------
"If you don't know where you are going, any road will get you there." The Cheshire Cat in Alice's Adventures in Wonderland, Lewis Carroll. Antigo ltadeu70.
Voltar para o topo
Empurra Bike Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 20 Jan 2016
DF
Desconectado
Mensagens:118
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Empurra Bike Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 13 Mai 2016 as 18:37
Originalmente Postado por amdu amdu Escreveu:

Originalmente Postado por graxatur graxatur Escreveu:

Brincadeiras à parte.
Quando decido ripar a bike, entro num estado de alerta corporal/mental, isto é tomo uma postura bem junto à bike e aerodinâmica, pegando embaixo no guidão, e mantendo o assento leve no selim (maior peso nos pedais), minha visão mais à frente buscando me antecipar à possíveis obstáculos adiante e mutia cautela na velocidade em curvas sem visão.
Abraços


kkkkk gostei da piada
Então, esse posicionamento eu também tenho.
A maior dúvida é em relação a bike. Tenho uma GT Karakoram, confio no equipamento mas sei que ele pode falhar. Andando nessa velocidade, em uma estrada de asfalto, corro o risco de uma quebra de quadro, guidão ou outra coisa semelhante?


Cara, quando se esta em velocidade tudo pode acontecer.
fazer uma curva cega pode te deixar frente a frente com um carro, moto, pessoas e nessa velociadade o freio não vai te fazer parar. Provavelmente vai derrapar e se não tiver experiencia para domar a traseira, vai para o chão.
Outra Situação: Pastilha de freio contaminada pode retardar e muito o seu tempo de frenagem.
Um pneu estourado(em que ele esvazia de imediato) pode te levar ao chão.
Qualquer umas dessas situações em que vc cair nessa velocidade(vai ta fodido)
Quedas são sempre perocupantes e perigosas.
Enfim... diversos fatores podem causar uma situação desastrosa no pedal.
Acho que pilotar com cautela será o maior diferencial.
Digo no sentindo de diminuir um pouco nas curvas, soltar nas retas, se tem cachorro a uma certa distancia tem que diminuir a velocidade etc...

Gosto de soltar os freios tambem nos pedais mais a única coisa que não penso quando estou descendo é se a bike vai aguentar ou não.

Voltar para o topo
TPSilva Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 23 Jul 2015
São Paulo
Desconectado
Mensagens:132
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TPSilva Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 13 Mai 2016 as 19:00
A Coisa mais radical que já fiz nesse sentido é descer uma serrinha em Mairiporã entre 50 e 60 km/h. Tem umas curvas meio tensas, as 3 vezes que fiz foi tranquilo.... mas já levei susto, teve uma vez que um casal de tios meu estavam no pedal, passei a minha tia igual bala, ouvi ela gritar "cuidado Tiago!!", na curva seguinte entrei com a tangência errada nela, a bike foi abrindo a curva, alinhei com a sarjeta onde no fim tinha um apedra enorme (uns 30 ~40 cm de altura), fiquei alinhado um tempo com ela, não podia frenar se não caia, então fui puxando de volta pra pista lentamente, passei raspando pela pedra a mais de 50 km/h. 

Culpa da minha tia hahahahahahahahaahaha.

Detalhe, no pedal seguinte em uma estrada de terra meu câmbio entrou na roda, minha sorte foi que era uma descida de terra e eu consegui controlar a bike até o câmbio terminar de espedaçar e a roda destravar. 
Voltar para o topo
DougFF Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 11 Jun 2015
Pará de Minas
Desconectado
Mensagens:393
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de DougFF Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 13 Mai 2016 as 21:04
É... eu já fiz das minhas loucuras.

Esses dias soltei as mãos em uma descida não tão íngreme, cheguei a uns 50km.. e pensei.. é.. se o pneu tivesse dado qualquer zica, eu estaria em apuros.

Foi uma das poucas vezes em que soltei as mãos nestas condições, geralmente eu faço isso em reta e andando de forma bem lenta.

Penso que nós ciclistas não podemos nos dar ao luxo de dar sopa ao azar, pq andar na cidade no trânsito hoje, já é um risco pela falta de educação das pessoas no trânsito, então quanto menos chance dermos ao azar, melhor.

Mas é o tipo da coisa, mesmo sabendo o local onde se pedala, ainda podem ocorrer diversas coisas... um animal passar em frente da bike, um simples susto já te fode numa ocasião desse tipo.
Voltar para o topo
DougFF Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 11 Jun 2015
Pará de Minas
Desconectado
Mensagens:393
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de DougFF Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 13 Mai 2016 as 21:17
Só pra lembrar que um ciclista a 50km por hora pode ter um traumatismo craniano fácil, se pegar de rosto no chão um trauma de face severo, além também de outros tipos de fraturas, como fêmur, bacia, costela quebrada com ou sem pneumotórax.

Irmão, comece a pensar no que isso seria pra sua vida.

Eu não faço dessas mais.
Voltar para o topo
DougFF Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 11 Jun 2015
Pará de Minas
Desconectado
Mensagens:393
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de DougFF Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 13 Mai 2016 as 21:19
Além disso, os desdobramentos dos traumas podem ser gravíssimos.

Imagina uma lesão na cervical?

Tem tanta coisa que pode ocorrer...

Nosso corpo é muito frágil galera.
Não aguenta muita porrada não...

Juízo a todos.
Voltar para o topo
danielgcruz Ver Drop Down


Registrado: 02 Jul 2014
Belo Horizonte
Desconectado
Mensagens:465
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de danielgcruz Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 13 Mai 2016 as 22:01
Pois é, eu estava acompanhando o giro d'italia nessa semana e percebi uma porção de quedas no pelote. Todo dia, com várias quedas, e muitas vezes sem nada. São caras que pedalam uma quilometragem que eu nem imagino, com bikes e condicionamento técnico, fisico e mental mil vezes superior, e mesmo assim cometem deslizes, tem azar. Imagina eu, que já sou meio azarado? Quanto à alguma dica para o amdu, checar muito bem as blocagens sempre.
Voltar para o topo
caco55 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 29 Jun 2010
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:446
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de caco55 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 13 Mai 2016 as 23:25
Quando eu pedalava regularmente desci a estrada das Canoas aqui no Rio com um amigo ,na época eu tinha uma Caloi Black Widow que pesava em torno de 16kgs ,pra subir era um sofrimento e pra descer era só alegria.

Lembro como se fosse hoje ,soltei os freios e a frente da bike começou a tremer ,adrenalina a mil ,não conseguia nem piscar ,rs ,porém lembrei que não queria terminar o passeio no hospital e comecei a frear aos poucos até conseguir me sentir mais confortável ,isso foi quase no fim da descida e quando encontrei meu amigo lá embaixo ele estava todo contente porque tinha conseguido fazer 68 km de máxima .

Achei muita coisa mas a surpresa maior foi quando olhei no meu computador e vi que a minha máxima tinha sido de 74,2 !

Foi muito bacana ,uma sensação inesquecivel mas não pretendo repetir nunca mais ,meses depois descendo as Paineiras um colega do grupo caiu um tombo e fraturou bacia ,clavicula  e só não foi pior graças ao bendito capacete ,que rachou em três partes, depois de ver isso o máximo que eu faço é 25km , dá até vontade de andar mais ,mas não compensa os riscos de uma queda !
Voltar para o topo
Ligeirinho Ver Drop Down


Registrado: 23 Set 2006
-
Desconectado
Mensagens:2123
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Ligeirinho Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 14 Mai 2016 as 01:45
Originalmente Postado por DougFF DougFF Escreveu:

Além disso, os desdobramentos dos traumas podem ser gravíssimos.

Imagina uma lesão na cervical?

Tem tanta coisa que pode ocorrer...

Nosso corpo é muito frágil galera.
Não aguenta muita porrada não...

Juízo a todos.


Concordo totalmente . Dia 1 de Maio estava com minha filha na cadeirinha a 10 ou no máximo 15 km/h numa ruazinha plana em Brasília. Subitamente capotamos. E não pude fazer nada pra proteger minha filha. Descobri depois q ela muito provavelmente acionou o freio dianteiro. Resultado: para ela poucas escoriações (amém) e para mim suspeita de dois braços quebrados. Fiquei imobilizado os dois braços até ontem. Um braço quebrou na base do radio e continuo engessado. O outro braço está com contusão de moderada. Pra quem nao acredita no poder do v-brake ..
Voltar para o topo

 Responder Responder
  Compartilhar   

Ir para Permissões do Fórum Ver Drop Down

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd.

 
 
 
 
 
 

X