| PEDAL | HOME | ARTIGOS | BIKES | TESTES | COMUNIDADE | CLASSIFICADOS | FORUM | FOTOS | VIDEOS | NOTICIAS | TRILHAS | SERVICOS | CONTATO | + |
Fórum Início Fórum Início > Fórum Mountain Biking > Cross-Country / Maratona / Eliminator / Uphill
  Tópicos recentes Tópicos recentes RSS Feed - Conceitos de trilhas e estradões para iniciantes
   [REGRAS]    Ajuda Ajuda  Procurar no fórum   Registrar Registrar  Entrar Entrar

Conceitos de trilhas e estradões para iniciantes

 Responder Responder
Autor
Mensagem
  Tópico Procurar Tópico Procurar  Opções do Tópico Opções do Tópico
Jr-Infanti Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 06 Jan 2017
sao roque sp
Desconectado
Mensagens:78
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de Jr-Infanti Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Tópico: Conceitos de trilhas e estradões para iniciantes
    Enviado: 19 Jul 2018 as 06:58
Frequentemente vejo perguntas de iniciantes em relação a qual bike comprar para iniciar no mtb, o pessoal relata que vai pegar trilhas leves e estradões, sempre vejo respostas como: ahhh se for para estradão pode pegar uma bike um pouco mais simples e depois troca os componentes com o tempo, más caso vá pegar trilha de jeito nenhum, nem pense em uma bike mais simples e tal.
A minha dúvida é a seguinte, não tenho ideia de como a maioria aqui usa a bike nesses tipos de terreno, más na cidade que eu moro e da maneira que eu e uns 3 amigos mais próximos andam, posso dizer com certeza que os estradões detonam muito mais as nossas bikes do que as trilhas que andamos, já andei em trilhas fáceis e outras bem técnicas, digo isso baseado na maneira que ando nos dois, pego trilhas diferentes e quando faço a mesma trilha já passou bastante tempo da ultima vez que andei por ela, exatamente por esse motivo sempre pego leve em trechos mais técnicos e com erosões, não abuso pois nunca se sabe como estará a trilha, se mudou alguma coisa, se caiu alguma arvore, rolou alguma pedra grande, se aumentou o tamanho das erosões etc...Ouch

Já nos estradões aqui da minha cidade tem muitas valetas, costelas de vaca e buracos, normalmente em descidas desço a bota e fico entre 55 e 70 km/h, a trepidação extrema e a poeira são agentes que arrebentam qualquer componente mecânico, outro fator é a quilometragem que normalmente são bem maiores nos estradões.
Os reais perigos para os componentes que vejo nas trilhas são: o cara é muito experiente e conhece extremamente bem o percurso e desce a bota ou pancadas em valetas ou pedras grandes etc, más no caso de uma pancada desse tipo não vai fazer muita diferença estar montado num xtr ou em um alivio, os dois vão entortar do mesmo jeito, já perdi um xt simplesmente porque cai em uma valeta na lateral de um estradão.

Para maioria deve ser diferente más para mim não serve essa máxima: que estradões é tranquilo e trilhas leves e médias exigem uma bike muito melhor para um iniciante ou alguém com nível intermediário. 

Não posso ter certeza absoluta pois não sei e não fico fazendo testes de desgaste, más depois que você pega uma certa experiência você consegue sentir oque judia mais ou menos do equipamento que está usando.

Gostaria da opinião do pessoal quanto a isso, pois sempre vejo esse tipo de comentário em muitos tópicos e  fico na dúvida se é só o meu caso em específico ou se tem um pessoal que passa por isso também.  


Editado por Jr-Infanti - 19 Jul 2018 as 07:00
Viver é como andar de bicicleta: É preciso estar em constante movimento para manter o equilíbrio.
Voltar para o topo
azazel66 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 30 Mar 2016
Belo Horizonte
Desconectado
Mensagens:665
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de azazel66 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 19 Jul 2018 as 07:22
   Interessante relato... mas além da estrutura da bike (quadro e suspensão) o resto é mais exigido na trilha quê no estradão..

Pois veja, via de regra no estradão, podemos facilmente antecipar obstáculos e momentos de pedalada, subidas e descidas...

Na trilha, as vezes, temos que pedalar exigindo mais, pouca velocidade e muito torque, além de exigir mais em trocas de marchas e ângulos de pancadas na bike mais exigentes, ao invés de mais frequentes.

Eu reviso apertos após estradões, mas danos após trilhas na bike.... ao que me parece, nos estradões é mais frequente a necessidade de lubrificação (rolamentos e correntes) e nas trilhas o cuidado com danos físicos e desgastes de freios que são exigidos mais continuamente.

Minha opinião, achei o assunto interessante, vou acompanhar de perto.
199X - Sundown aro 24, 12v
200X - Caloi T-Type aluminium
2015 - B'twin RockRider 340
2016 - GT Karakoram Comp
2018 - Scott Spark 960
Voltar para o topo
Hugobh77 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 03 Jul 2015
Belo Horizonte
Desconectado
Mensagens:1844
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de Hugobh77 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 19 Jul 2018 as 09:20
Já vi esse assunto em algum tópico, mas ele surgiu de outra conversa, não era específico.
Além do seu relato devemos considerar também a técnica do ciclista, se é em estradão ou trilha e o sujeito fica o tempo todo sentado, o triângulo traseiro, roda traseira e canote vão trabalhar sobre estress o tempo todo. Se dá uma levantada mesmo que mínima, o mesmo estress vai ser divido nesses pontos e também no triângulo dianteiro, suspensão e roda dianteira. Aí vai o leigo compra a bike de má qualidade só pra estradão e ela abre o bico. Quanto as pancadas, qualquer bike é suscetível a quebra independente da qualidade e do piloto. Sem pensar em desempenho acredito que um par de boas rodas (extreme Vzan, cubos Shimano e raios inox), bons pneus (Pirelli scorpion Pro ou chaoyang victory) uma relação de 24V(Altus 310) aliado a um ciclista experiente aguenta muita coisa. Não é só a bike que precisa ser boa.
Voltar para o topo
Fabriciogc Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 15 Mai 2013
*
Desconectado
Mensagens:167
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de Fabriciogc Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 19 Jul 2018 as 10:40
Estradão: Estrada rural, de uso comum, via de locomoção pública, chão de terra batido (esse nem tanto rs), sem dificuldade técnica. 


Trilha: Dentro do mato, normalmente em em propriedades particulares (mesmo que de passagem livre), não passa carro, mas passa jipe, moto de trilha, etc. Um pouco mais de dificuldade. 


Single Track: Como o nome diz, caminho único. Passa um (bike) por vez. Mato fechado, normalmente mais técnico. Pedras, valas, valetas, raízes, pulos, acidentes, dor, fraturas, desespero fazem parte de um single track. 

https://pt.wikiloc.com/wikiloc/user.do?id=896107
Voltar para o topo
Ismah/Cabelo Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 26 Abr 2017
Bom Princípio/R
Desconectado
Mensagens:2424
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Ismah/Cabelo Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 20 Jul 2018 as 02:52
A questão é que o cidadão que nunca encarou um pedal na terra, no estradão vai se cagar umas vezes... Na trilha / single track ele vai se matar...

Se tu que é macaco velho cai no estradão, onde dá para antecipar tudo, o cara que não sabe se posicionar na bike vai tomar uma porrada...

Também tem trilhas e trilhas... Talvez as tuas sejam mais travadas, eu moro no pé da serra, não tem só trilha travada... Tem trilha que dá para "socar a bota", e vem com drop, rock garden, e tudo más que teria num bike park europeu...
Isso é trilha, mas tem também só como andar no mato... Eu volta e meia estou andando nas estradas dentro das plantações de eucalipto, que pode ser single track ou não, mas sempre liso que é um tapete...

Não sei se é a cultura européia ainda encrustada por aqui, o clima, o terreno, só coincidência, ou tudo isso junto... Os estradões são bem cuidados, só sei de um lugar com costela de vaca e erosão mais forte, mas não é nada absurdo... Tem cara pegando quase 80 km/h nas decidas, com bike de XC...


Sigam-me os bons
Strava -
Instagram
Prost!
Voltar para o topo
Paga Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 01 Mar 2017
Via Láctea
Desconectado
Mensagens:50
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de Paga Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 23 Jul 2018 as 14:43
Dá pra iniciante ir com bike mais barata de boa nas trilhas, tem que pensar que iniciante é iniciante, eles vão andar mais devagar nas descidas, não vão pular valetas e pedregulhos, vão empurrar bastante, então pra pegar o gosto dá pra ir de boa.

O iniciante vai prefetir aquele single track mais de chão batido do que uma trilha cheia de pedregulhos soltos e ainda assim vai devagar, aí não vai exigir tanto da bike.

Minha MTB com a qual comecei a pegar trilhas tinha um quadro venzo, suspa rst omega e era o alívio velho lá de 2014. No começo foi sussa, depois peguei gosto, fui aprendendo a andar e comecei a sentir a bike sendo moída, daí investi.

Mas o iniciante tem que ir com o que tem, esse papo de que tem que ser xt, x1 e o carvalho a quatro é pra quem é entusiasta, iniciante vai com o que tem e se pegar gosto, daí abre a carteira e pega coisa boa.
Voltar para o topo
azazel66 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 30 Mar 2016
Belo Horizonte
Desconectado
Mensagens:665
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de azazel66 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 23 Jul 2018 as 22:26
Originalmente Postado por Paga Paga Escreveu:

Dá pra iniciante ir com bike mais barata de boa nas trilhas, tem que pensar que iniciante é iniciante, eles vão andar mais devagar nas descidas, não vão pular valetas e pedregulhos, vão empurrar bastante, então pra pegar o gosto dá pra ir de boa.

O iniciante vai prefetir aquele single track mais de chão batido do que uma trilha cheia de pedregulhos soltos e ainda assim vai devagar, aí não vai exigir tanto da bike.

Minha MTB com a qual comecei a pegar trilhas tinha um quadro venzo, suspa rst omega e era o alívio velho lá de 2014. No começo foi sussa, depois peguei gosto, fui aprendendo a andar e comecei a sentir a bike sendo moída, daí investi.

Mas o iniciante tem que ir com o que tem, esse papo de que tem que ser xt, x1 e o carvalho a quatro é pra quem é entusiasta, iniciante vai com o que tem e se pegar gosto, daí abre a carteira e pega coisa boa.


Concordo, comecei recentemente com uma RR 340 aro 26 toda tourney tx 21v... depois que peguei gosto, e a bike moeu... bom... aí a coisa vicia igual droga!

Mas moeu muito rápido mesmo... e a trilha (off road e single) danificam muito mais os sistemas quê estradão (foi o que eu percebi na minha experiência).

Editado por azazel66 - 23 Jul 2018 as 22:28
199X - Sundown aro 24, 12v
200X - Caloi T-Type aluminium
2015 - B'twin RockRider 340
2016 - GT Karakoram Comp
2018 - Scott Spark 960
Voltar para o topo
Ismah/Cabelo Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 26 Abr 2017
Bom Princípio/R
Desconectado
Mensagens:2424
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Ismah/Cabelo Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 23 Jul 2018 as 23:29
O maior risco, é o iniciante forçar a amizade, se acidentar e parar de pedalar...

Eu trabalho com música, nessas volta e meia aparece alguém querendo ajuda para comprar um instrumento... Concordo que ninguém que está começando, vai notar diferenças de uma Gibson RR de 25 mil USD, ou de um Steinway & Sons para um teclado de churrascaria... 
Evidentemente, um bom instrumento, é incentivador! A coisa mais broxante, é um instrumento que desafina a cada meia duzia de notas... Até é possível melhorar coisas nesse aspecto, mas o problema nunca será sanado, até que se troque o instrumento completamente...

Existe também o caso de quem pense que o equipamento faz o artista... Já arrastei pessoas para uma loja com guitarras a preço de barras de ouro. Coloquei para tocar num puta equipamento... O som bosta do cara era igual! Na mão do dono da loja, e na minha soava fluído - e a diferença entre nós dois era bem evidente, pois somos de escolas diferentes...

Meu conselho? Compre o melhor que puder pagar!
Qual o melhor? Se não tem parâmetro NENHUM, é geralmente o mais caro. Nem por isso, que deva engolir tudo que for caro e que te empurrem. Me mostre instrumentos/bikes que tem interesse e posso te dar os prós e contras disso.
Sigam-me os bons
Strava -
Instagram
Prost!
Voltar para o topo
Jr-Infanti Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 06 Jan 2017
sao roque sp
Desconectado
Mensagens:78
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Jr-Infanti Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 25 Jul 2018 as 21:03
Na verdade o tópico é mais um comparativo no desgaste entre trilhas e estradões da vida mesmo, quanto aos componentes que seriam bons para começar tem vários tópicos, e a conclusão entre os ciclistas que tem pelo menos uns dois anos de bagagem é quase sempre a mesma, não adianta economizar muito que o custo vem dobrado com juros + a dor de cabeça.
A própria Shimano já específica o uso dos seus grupos e não foge muito do manual deles, não adianta comprar um gol para fazer rally porque ele não foi projetado para isso, em 8 meses ta batendo tudo.
Concordo com o amigo, ter o melhor que o seu dinheiro pode comprar ou que você está disposto a gastar, claro que pelo meio sempre tem os campeões do CxB, ai o cara pesa e vê o que é importante pra ele. Obs: tenho um cartão escondido da patroa só para umas comprinhas relacionados a bike, se ela descobre os reais valores eu durmo na casinha do cachorro.kkkkkk

Eu comecei com um acera a 11 anos atrás, acho que hoje estaria no nível de um tourney tx, me rendeu um ano de alegrias até começar o anda regula.kkkk
Voltando ao assunto, esqueci de mencionar no outro post, tem um pedal na minha cidade, da uns 88km ida e volta, uns 24 asfalto, 58 estradão, 6 trilha single, esse acho que é o pior estradão que conheço, toda vez à bike volta com algum nhec nhec.
Quem for de SP e estiver disposto a aencarar o interior é só avisar que passo o roteiro, o single é muito bacana, tem trechos de pedras onde começam o curso de uma cachoeira e vai descendo até chegar em um trecho que tem que empurrar, ai só curtir uma cachoeira muito legal.

Editado por Jr-Infanti - 25 Jul 2018 as 21:06
Viver é como andar de bicicleta: É preciso estar em constante movimento para manter o equilíbrio.
Voltar para o topo

 Responder Responder
  Compartilhar   


Ir para Permissões do Fórum Ver Drop Down

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd.