| PEDAL | HOME | ARTIGOS | BIKES | CLASSIFICADOS | FORUM | FOTOS | VIDEOS | NOTICIAS | TRILHAS | SERVICOS | CONTATO | + |
Fórum Início Fórum Início > Fórum Mountain Biking > Cross-Country / Maratona / Eliminator / Uphill
  Tópicos recentes Tópicos recentes RSS Feed - Review GT Avalanche Sport 2019
   [REGRAS]    Ajuda Ajuda  Procurar no fórum   Registrar Registrar  Entrar Entrar

Review GT Avalanche Sport 2019

 Responder Responder
Autor
Mensagem
  Tópico Procurar Tópico Procurar  Opções do Tópico Opções do Tópico
TheLittle Ver Drop Down


Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4635
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Tópico: Review GT Avalanche Sport 2019
    Enviado: 07 Jul 2020 as 16:41
Um parente me pediu pra comprar uma bicicleta no valor até 3 mil, para pedais casuais na cidade e estradas de terra. Depois de uma breve busca, acabei optando pela GT Avalanche, modelo Sport, modelo 2019. Optei pelo 2019 por que a geometria era mais interessante pro uso proposto da bike (pedais tranquilos em estradas de chão boas e asfalto), o cubo traseiro é padrão 135, muito mais fácil de achar caso precise trocar (a 2020 é boost qr 141mm), e o preço estava um pouco mais baixo que o modelo 2020. A desvantagem é que o grupo alivio era 3 coroas ao invés de 2 (mas acho que pra um iniciante acaba sendo até melhor 3 coroas) e o pneu DSI bem simples, que não ia fazer tanta diferença pro uso da bike.
Acho que comprei a última bike desse modelo 2019 do site BikePoint SC.
A bike demorou quase 20 dias pra chegar, pois a encomenda foi pro interior do MT, que já é demorado, e com essa pandemia a coisa piorou mais.

Chegando a bike, eu mesmo montei e peguei emprestada pra fazer uns testes.

TAMANHOS M, L, XL
CÓDIGO GLOBAL DO MODELO G274292_19
QUADRO 6061 T6 Aluminum Frame, w/ Triple Triangle™, Replaceable Derailleur Hanger, Disc Brake Mounts, and Zerostack tapered 1 1/8-1 1/2Head Tube, 27.5/29 Design
GARFO SR Suntour XCT-DS, 100mm, hydraulic lockout, Coil
CORRENTE KMC Z99, 9-speed
PEDIVELA All Terra, 44/32/22
MOVIMENTO CENTRAL Cartridge Sealed
PEDAL GT Slim Line Flat Pedal
CÂMBIO Shimano Altus, 3x9
CASSETE Shimano Alivio, 11-34, 9-speed
AROS WTB ST i19 double wall rim
PNEUS DSI 2.1
CUBO Formula QR front and rear
RAIOS Stainless Steel, 14g
FREIOS Tektro disc, 160/160mm
MANETE DE FREIO Tektro disc
GUIDÃO GT All Terra Alloy Riser, 25mm rise, 8° sweep, 6° rise, 720mm
MESA All Terra Alloy 1 1/8” Threadless, 4-Bolt W/ CNC Face Plate, 31.8, 8°, 80mm
MANOPLAS GT Statement logo grips
CAIXA DE DIREÇÃO Semi Integrated, Sealed Cartridge, Tapered
SELIM All Terra MTB
CANOTE DO SELIM All Terra Micro Adjust, 6061 Alloy, 30.9 x 350mm

Foto: Bike completa.

O modelo Avalanche foi concebido pra ser uma bike "pau pra toda obra", desde deslocamentos na cidade  (tem até suporte p bagageiro) até trilhas mais técnicas, tudo isso mantendo baixo custo.
Ela chama atenção pela geometria relativamente moderna, com reach longo, o que favorece bem a estabilidade nas trilhas.


Embalagem e montagem:

A bike veio semi-montada, bastando colocar o guidão, roda dianteira, disco dianteiro e pedais. A roda dianteira veio na caixa com os raios encaixados no pedivela, o que causou algumas marcas já na bike nova. Apesar disso, veio relativamente bem protegida com muitos "zip ties", espuma e papelão.

Foto: Pedivela Riscado. Detalhe para o pedal de plástico, mas com boa plataforma e cravos grandes.

Achei a montagem um tanto complicada para um leigo, especialmente montar o disco na roda dianteira e regular os freios. É recomendável, pra quem não entende de mecânica, levar numa oficina para melhor ajuste.
De cara já percebi um erro (relativamente comum nas bikes mais básicas) que é inverter o lado que entram os conduítes de marcha e freio. Do jeito que veio, acaba raspando no quadro e danificando a pintura com o tempo. Com um pouco de esforço eu inverti e deixei da maneira correta

Foto: Conduítes de marcha antes, roçando no head tube.

Foto: Conduite de marcha depois.

Achei também grosseiro o acabamento no corte dos "zip ties" que prendem os cabos no quadro, pois deixaram pontas afiadas que podem ferir as mãos na hora da manutenção ou limpeza da bike.

Foto: Zip ties com corte pontiagudo

Componentes:

A bike é o modelo mais básico da linha Avalanche, com os componentes descritos acima. Apesar do quadro ser Tapered a suspensão que vem é com espiga reta e o "race crown" é maior, adaptando pra caixa de direção Tapered. A mesa é bastante longa para o tamanho dado. A bike que peguei é S, e vem com uma mesa 80mm. Troquei por uma 60mm pra ficar mais adequada o tamanho, inclusive recomendo até usar mesa ainda menor (40 ou 50mm). Os pedais são bem simples, todo de plástico, mas o tamanho dele e os pinos provem uma plataforma boa pra quem está iniciando nos pedais. O pneu não é dos melhores, é bem pesado e os cravos grandes arrastam no asfalto. Mas o grip na terra achei adequado pra proposta da bike.

Foto: Mesa 60m absolute que encomendei junto (R$30,00). Recomendo até menor se possível.

Geometria:

Analisando os dados da geometria no site, achei a bike bastante  longa pelo tamanho proposto. Isso se dá por que o reach da bike é grande e o seat angle não é dos mais altos, tornando o top tube efetivo bastante longo, até mais longo que muitas bikes M que se vê por aí.
Pela tabela a bike tem uma geometria que fica entre a tradicional, com entreeixos e traseira curtos, e a moderna de XC, com head angle razoável de 69 graus, um front center avantajado, central baixo e reach longo. 

Pedalando com a bike:

No momento que sentei na bike, com a mesa 60mm montada, senti a natureza "trail" dela. A bike é bastante "na mão" usando mesa curta, por conta do top tube longo, como falei a cima. 
Porém senti que a bike não desenvolve tão bem no asfalto e estradão, principalmente comparando com outra bike que tenho aqui (TSW Pro elite, com susp Reba, bem leve).
A princípio atribuí aos pneus pesados DSI ou mesmo o peso do conjunto todo, que nem cheguei a aferir. Coloquei as rodas da TSW nela pra testar, e de fato melhorou um pouco, mas continou a impressão de ser uma bike não tão "esperta" na aceleração.



Então cheguei na trilha. Apesar de estar acostumado com canote dropper, resolvi andar com o canote alto mesmo. Me surpreendi com a estabilidade da bike, muito boa mesmo. Só não deu pra acelerar mais por que o freio TEKTRO é MUITO ruim. Acredito que melhore um pouco com o tempo assim que gastar um pouco os rotores, mas com ele novo deu medo de não conseguir reduzir a velocidade nos lugares mais íngremes. Além disso a suspensão é bem fraca, dá impressão que vai partir a qualquer momento nos trechos mais cascudos. Mas quando nova, apesar de muito simples, ela lê bem o terreno. Logo depois do primeiro pedal na trilha, ela já estava bem suja de graxa, com bastante terra grudada. Provavelmente esse garfo precisa de manutenções constantes (graxa) pra não ficar duro com o tempo.


Geometria parte 2:

Depois destes testes fiquei encucado, de como a bike parecia tão longa, até mais longa que uma bike  full tamanho M que tenho aqui. Aí resolvi pegar a trena e tirar as medidas do entreeixos, chainstay(pedivela até eixo traseiro), e front center (pedivela até eixo dianteiro). Aí veio a confirmação:
A BIKE É MUITO MAIOR NESTAS MEDIDAS DO QUE INDICA NA TABELA DE GEOMETRIA DO SITE.

Fiquei bem decepcionado com isso, pois apesar de ser uma boa pra quem vai fazer trilhas mais técnicas, isso torna a bike um pouco "lenta" pro uso no dia a dia.
Abri um ticket no site da GT imaginando que ia ser atendido pelos gringos, mas quem me atendeu foi alguém da Cannondalle (sim, eu sei, é tudo mesma empresa).
Depois que questionei a pessoa me respondeu com uma tabela de geometria da bike, que de fato batia com o que eu havia medido, mas totalmente diferente da apresentada no site. Ou seja, eles anunciam uma coisa e entregam outra.
Ainda estou no aguardo da resolução do caso, sinceramente não sei o que vão fazer, provavelmente vão me mandar um "é assim mesmo, passar bem". Inclusive eu estava esperando a posição deles pra postar esse review, mas como estão demorando demais resolvi fazer assim mesmo.

Foto: A tal tabela geometria teórica que a Caloi/Cannondale/GT me mandou...

Foto: A geometria q deveria ter vindo, do site oficial da GT.

Resumo:

É uma boa bike de entrada, tem uma boa geometria para trilhas quando ajustada com um avanço menor. Apresenta componentes razoáveis para uso em trilhas leves, mas pra quem quer levar mais a sério a suspensão é um dos primeiros items a serem trocados.

Pontos fortes:

- Geometria moderna, reach longo, bike estável
- relação de entrada porém bastante funcional.
- modificada, com dropper post, aros mais largos, suspensão maior, pode ser uma excelente trail bike rígida.

Pontos Fracos:
- suspensão aparenta ser muito frágil
- freios péssimos quando novos.
- pneus bem pesados com rolagem ruim.
- a geometria é diferente da anunciada no site.

---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down


Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4635
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 07 Jul 2020 as 16:49
tinha até desanimado de postar o review depois desse "problema", além do que não existe mais a bike a venda nova.

Mas de repente pode servir pra algúem que está em busca de uma usada.

E também pra chamar a atenção de como somos feitos de otários comprando uma coisa e recebendo outra diferente. Agora vai depender de como a GT vai se sair da situação, pois vendeu a bike pra alguém que entende o que tá comprando kkkkkkkkk
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
TFHG Ver Drop Down


Registrado: 19 Ago 2011
SP, Interior
Desconectado
Mensagens:937
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TFHG Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jul 2020 as 08:51
Eu comprei 2 Avalanche Elite 2019 no fim do ano passado. Uma delas veio com problemas.... após algumas discussões com a "engenharia" trocaram o quadro pelo da Expert 2020 com novas rodas.

Eles tentam embromar, mas resolvem
KHS Flite 300 "upgrade" 105 + Ultegra
GT Avalanche Expert

Experiência traz consigo bom senso. E boa parte dela é adquirida pela falta dele!
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down


Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4635
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jul 2020 as 09:05
Originalmente Postado por TFHG TFHG Escreveu:

Eu comprei 2 Avalanche Elite 2019 no fim do ano passado. Uma delas veio com problemas.... após algumas discussões com a "engenharia" trocaram o quadro pelo da Expert 2020 com novas rodas.

Eles tentam embromar, mas resolvem

Bom saber. Vc teve que devolver o quadro? Quem bancou a montagem?
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
dimas2dimas Ver Drop Down


Registrado: 03 Jul 2014
Cascavel (PR)
Desconectado
Mensagens:714
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de dimas2dimas Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jul 2020 as 14:05
Sinto lhe informar, mas o correto para conduites da Cannondale é o do cambio traseiro pelo lado direito e o dianteiro pelo lado esquerdo, como você achou errado. Verifique se os cabos não estão cruzados na parte inferior do toptube pois um roçando o outro desfia e piora muito a qualidade das trocas além de eventualmente arrancar tinta do quadro.
Dimas C. Prado

https://www.pedalroom.com/members/dimas2dimas

https://www.strava.com/athletes/11470031

https://www.instagram.com/dimas2dimas/
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down


Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4635
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jul 2020 as 14:40
Originalmente Postado por dimas2dimas dimas2dimas Escreveu:

Sinto lhe informar, mas o correto para conduites da Cannondale é o do cambio traseiro pelo lado direito e o dianteiro pelo lado esquerdo, como você achou errado. Verifique se os cabos não estão cruzados na parte inferior do toptube pois um roçando o outro desfia e piora muito a qualidade das trocas além de eventualmente arrancar tinta do quadro.

então é mais um erro de projeto, pois colocar os conduítes assim não faz sentido nenhum. Fica uma acabamento feio, eles ficam todos torcidos, arranha o head tube e imagino que no caso de queda e torção do guidão a posição que eles ficam pode até quebrar a entrada de cabo dos shifters.

Todas as bikes de marcas sérias que tenho, até mesmo uma chinesa barata que tenho aqui, usam os conduítes entrando na maneira que eu afirmo ser a "certa".

Exemplo Santa Cruz Hightower, conduíte do canote retrátil (alavanca fica a esquerda do guidão) entra do lado direito do quadro. Os conduítes de freio e shifter traseiros (que ficam a direita no guidão) entram pela esquerda do quadro.
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down


Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4635
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jul 2020 as 14:45
lembrei de uma exceção, a minha Rocky Moutain Element 950 ano 2012 possui passagem externa de canote retrátil,  e este fica no lado esquerdo do quadro, no mesmo lado que uso o gatilho. Mas era uma época q eram raros bikes virem com esse tipo de canote, que pelo q me lembro eram praticamente todos externos, então é compreensível. Ainda assim, a passagem (interna) pro cambio dianteiro é na direita, a passagem (interna) pro câmbio traseiro é na esquerda. A passagem (externa) pro freio fica na esquerda também. 
Como hoje uso 1x11 nela, poderia utilizar um canote com cabeamento interno e usar a passagem do câmbio dianteiro (que é na direita) pro acionador, acredito que dê certo manobrando o cabo pra dentro do seat tube mas ainda n investiguei isso pq meu canote c cabo externo ainda está funcionando.


Editado por TheLittle - 09 Jul 2020 as 14:46
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo

 Responder Responder
  Compartilhar   

Ir para Permissões do Fórum Ver Drop Down

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd.

 
 
 
 
 
 

X