Imprimir página | Fechar Janela

Bikes de entrada, realmente não compensa?

De:: Pedal.com.br
Categoria: Assuntos Gerais
Nome do fórum: Fórum Principal
Descrição:: Debate de assuntos gerais, independentes de modalidade.
URL:: https://www.pedal.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=97432
Data:: 13 Nov 2019 as 20:33
Versão do Software: Web Wiz Forums 11.06 - http://www.webwizforums.com


Tópico: Bikes de entrada, realmente não compensa?
Enviado por: luiz_kike
Assunto: Bikes de entrada, realmente não compensa?
Data: 06 Nov 2019 as 12:24
Fala galera, bom dia!

Estou pra começar um pedal junto da patroa, coisa leve aos fins de semana.

Vi que a maioria não recomenda essas bikes mais baratas vendidas por R$800~1000 (Stark, Dropp, Byorn, KSW) por questão de fragilidade / durabilidade, e num geral recomendam investir um pouco mais para pegar algo como a Rockrider ST120, OGGI Hacker Sport (~R$1.500,00)

Minha pergunta é a seguinte:

Eu não tenho senso crítico nem habilidade suficiente pra avaliar qualquer tipo de bike, será que realmente não compensa eu comprar uma dessas bikes mais genéricas justamente para tentar adquirir o hábito do pedal em si? Estamos falando de um salto de aproximadamente 500~700 reais, com esse valor eu consigo comprar iluminação, acessórios, ferramentas e vestuários para a Dona Onça e eu.

Vou ter dor de cabeça mesmo fazendo pedais leves de 1~2h???

Agradeço desde já <3




Respostas:
Enviado por: misera
Data: 06 Nov 2019 as 12:31
O problema de comprar uma bike barata vc mesmo já respondeu , vc não entende nada de bike pra avaliar.

Se é um kra experiente e ele quer comprar uma bike barata ele sabe o que ta fazendo , onde vai com ela , como mudar de marcha sem detonar , como absorver impactos pra bike sofrer menos , ele tbm provavelmente iria ao longo do tempo saber o que mudar onde comprar ele mesmo faria as mudanças etc.

Por isso o povo não recomenda bike barata pra quem ta começando , qualquer coisa que acontecer vc vai ter que ir na loja arrumar , vai gastar tanto com mão de obra frequente que vai gastar no fim mais grana que comprando uma bike melhorzinha.

Fora que se acontecer um pepino no meio do caminho não vai saber arrumar vai frustrar seu pedal , as bikes não são as mais confortáveis e isso pode te desanimar e por aí vai.

Compra uma bike melhor , um capacete e uma luz traseira tá bom pra começar.


Enviado por: luiz_kike
Data: 06 Nov 2019 as 12:38
Entendi seu ponto, realmente faz sentido.

Se não for muito abuso, pode me indicar em qual site comprar ou monitorar preços nessa Blackfriday?

Tem uma Decathlon na minha cidade, seria muito cômodo pegar por lá por questão de manutenção, peças etc.. será que baixa o preço da ST120 ou da OGGI Hacker?




Enviado por: misera
Data: 06 Nov 2019 as 12:45
Eu não me lembro de ter visto por aqui oferta boa na BF da decathlon , uma que sempre vejo com preços bons na BF é a bike point.

Se não me engano quando chega a BF o povo faz um tópico com algumas boas ofertas, foi até bem lembrado , compensa vc esperar.


Enviado por: hurry-gurits
Data: 06 Nov 2019 as 12:47
Originalmente Postado por luiz_kike luiz_kike Escreveu:

Fala galera, bom dia!

Estou pra começar um pedal junto da patroa, coisa leve aos fins de semana.

Vi que a maioria não recomenda essas bikes mais baratas vendidas por R$800~1000 (Stark, Dropp, Byorn, KSW) por questão de fragilidade / durabilidade, e num geral recomendam investir um pouco mais para pegar algo como a Rockrider ST120, OGGI Hacker Sport (~R$1.500,00)

Minha pergunta é a seguinte:

Eu não tenho senso crítico nem habilidade suficiente pra avaliar qualquer tipo de bike, será que realmente não compensa eu comprar uma dessas bikes mais genéricas justamente para tentar adquirir o hábito do pedal em si? Estamos falando de um salto de aproximadamente 500~700 reais, com esse valor eu consigo comprar iluminação, acessórios, ferramentas e vestuários para a Dona Onça e eu.

Vou ter dor de cabeça mesmo fazendo pedais leves de 1~2h???

Agradeço desde já <3



Sim, o "barato" vai custar caro...

-------------
scott single track 95 cromo
khs 204 full 2012 - R.I.P.
khs sixfifty 2500 - 2014
Mongoose XR PRO - 2016
GT Sanction Pro - 2015


Enviado por: dwsmartins
Data: 06 Nov 2019 as 15:24
Originalmente Postado por misera misera Escreveu:

O problema de comprar uma bike barata vc mesmo já respondeu , vc não entende nada de bike pra avaliar.

Se é um kra experiente e ele quer comprar uma bike barata ele sabe o que ta fazendo , onde vai com ela , como mudar de marcha sem detonar , como absorver impactos pra bike sofrer menos , ele tbm provavelmente iria ao longo do tempo saber o que mudar onde comprar ele mesmo faria as mudanças etc.

Por isso o povo não recomenda bike barata pra quem ta começando , qualquer coisa que acontecer vc vai ter que ir na loja arrumar , vai gastar tanto com mão de obra frequente que vai gastar no fim mais grana que comprando uma bike melhorzinha.

Fora que se acontecer um pepino no meio do caminho não vai saber arrumar vai frustrar seu pedal , as bikes não são as mais confortáveis e isso pode te desanimar e por aí vai.

Compra uma bike melhor , um capacete e uma luz traseira tá bom pra começar.


Misera, seu argumento me caiu como uma luva! Sou fã de bikes antigas/baratas e sempre fui meio contra a idéia de que tem que começar com uma mais cara. Mas o que você disse conciliou tudo: eu dou manutenção nas minhas bicicletas, eu entendo razoavelmente bem como a troca de marchas ocorre e o melhor momento pra fazer isso sem lenhar a transmissão, eu escolho as peças e os upgrades a dedo e eu sei o limite da bicicleta. Se acontecer algo no meio do pedal, acho que fico até feliz de meter a mão na graxa e consertar tudo no meio do caminho.

Em contrapartida, eu acabo pagando uma conta meio alta em peças e tempo despendido. Prioridades são prioridades, né? Mas rolou um mindblow aqui com essa, cara. Valeu e parabéns!

-------------
Bora pedalar, senão estressa!


Enviado por: dwsmartins
Data: 06 Nov 2019 as 15:28
Originalmente Postado por hurry-gurits hurry-gurits Escreveu:

Originalmente Postado por luiz_kike luiz_kike Escreveu:

Fala galera, bom dia!

Estou pra começar um pedal junto da patroa, coisa leve aos fins de semana.

Vi que a maioria não recomenda essas bikes mais baratas vendidas por R$800~1000 (Stark, Dropp, Byorn, KSW) por questão de fragilidade / durabilidade, e num geral recomendam investir um pouco mais para pegar algo como a Rockrider ST120, OGGI Hacker Sport (~R$1.500,00)

Minha pergunta é a seguinte:

Eu não tenho senso crítico nem habilidade suficiente pra avaliar qualquer tipo de bike, será que realmente não compensa eu comprar uma dessas bikes mais genéricas justamente para tentar adquirir o hábito do pedal em si? Estamos falando de um salto de aproximadamente 500~700 reais, com esse valor eu consigo comprar iluminação, acessórios, ferramentas e vestuários para a Dona Onça e eu.

Vou ter dor de cabeça mesmo fazendo pedais leves de 1~2h???

Agradeço desde já <3



Sim, o "barato" vai custar caro...


E o barato já me saiu caro... Mas ainda bem que isso foi ates de entender um mínimo.

-------------
Bora pedalar, senão estressa!


Enviado por: sidserra
Data: 06 Nov 2019 as 17:20
Eu usei por muito tempo bikes ditas "pererecas", que eu mesmo montava com peças que eu arrumava e me divertia muito com elas. Já montei uma com quadro de Caloi, guidão de Monark, rodas de BMX com contrapedal  e selim de velocípede e saía na boa andando por aí. Praticamente de dor de cabeça o que eu tinha era um ou outro pneu furado. Depois passei a querer algo mais "qualitativo" e fui pra uma Caloi 10, daquelas onde os passadores eram presos no "cachimbo" e tinha que ficar procurando a marcha entrar. Foi a pior troca da minha vida, os pneus furavam o tempo todo (por mais que eu os protegesse) até que um dia fiquei puto e joguei aquela bosta no rio.

Depois passei para as "metidas a MTB", sem suspensão, rodas de folha simples, freio mecânico convencional e "mesas" daquelas que não são aheadset e sim um parafusão com um expansor na ponta. Tb tinha poucos problemas com elas, uma vez ou outra um raio quebrado e muito raramente um pneu furado e fui indo assim até que melhorei mais ou menos de vida e pude comprar algo melhor, uma bike de alumínio com freio hidráulico, aheadset, rodas de folha dupla e tudo mais. Os preços de manutenção das bikes aumentaram comparativamente falando em relação às bikes antigas, pois as peças eram bem mais baratas do que as novas que passei a usar. Trocar uma relação? 500 pilas; uma suspensão mediamente decente? 600 pilas; um quadro "adequado"? Putz, umas 900 pilas e assim ia (ou melhor, vai...).

Passando do pressuposto que o ciclista só vai usar a bike para rolés diários despretensiosos como os que eu faço (só qdo era mais novo que eu fazia o diabo com as bikes pererecas, heheheh) e sabendo escolher minimamente na hora da compra (rodas de folha dupla, aheadset, etc), aquelas pererecas de até 1000 pilas são bem funcionais, APESAR de que é preferível SE POSSÍVEL FOR a compra de uma bike com melhores componentes. As bikes "pererecas" costumam "de cara" a dar problemas nos cubos e movimento central pois são componentes que precisam ser de boa procedência. Em passeios normais, essas bikes vão funcionar tão bem qto aquelas mais caras e que cercamos de cuidados para continuarem bonitonas. As que eu compro e vou usando dormem dentro de casa, limpo e regulo as bikes toda semana e estão como novas mesmo andando uma média de 120Km por semana. As pererecas que eu tinha viviam jogadas no quintal, não regulava, só desempenava as rodas qdo elas começavam a "cantar" e nunca me deixaram na mão... É só saber escolher e saber das limitações da bike, já que um Fusca não vai poder ser usado em uma corrida em Indianápolis mas vai servir muito bem para o deslocamento ou passeio diários...


-------------
Pedestre, respeite o ciclista que usa a ciclovia; ciclista, nunca discuta com o pedestre, na cabeça dele você SEMPRE estará errado...


Enviado por: thyagovieira
Data: 06 Nov 2019 as 19:13
Passei por isso há poucos meses atrás. 
Comprar uma bike mais barata ou uma intermediária?

Pesquisei, calculei, negociei e cheguei a conclusão: "Como é que eu vou gastar essa grana toda sem nem saber se vou gostar do esporte?" 

Andar numa yellow no parque é totalmente diferente de enfrentar 40km de trilha e estradão. Então resolvi comprar uma bike que tinha o mínimo pra não me deixar na mão e que tenha um básico pro tipo de terro que eu andaria.

Comprei uma Oggi Hacker HDS 24v, suspensão com trava, freio hidráulico e estou feliz com a Bike. Gostei do esporte e mais pra frente, quem sabe daqui 1 ou 2 anos, fazer o upgrade de bike.



Enviado por: arnolds
Data: 07 Nov 2019 as 10:34
Originalmente Postado por thyagovieira thyagovieira Escreveu:

Passei por isso há poucos meses atrás. 
Comprar uma bike mais barata ou uma intermediária?

Pesquisei, calculei, negociei e cheguei a conclusão: "Como é que eu vou gastar essa grana toda sem nem saber se vou gostar do esporte?" 

Andar numa yellow no parque é totalmente diferente de enfrentar 40km de trilha e estradão. Então resolvi comprar uma bike que tinha o mínimo pra não me deixar na mão e que tenha um básico pro tipo de terro que eu andaria.

Comprei uma Oggi Hacker HDS 24v, suspensão com trava, freio hidráulico e estou feliz com a Bike. Gostei do esporte e mais pra frente, quem sabe daqui 1 ou 2 anos, fazer o upgrade de bike.


Exatamente.

Uma dica que dou é pegar uma bike com componentes de marcas conhecidas, que tem uma qualidade minimamente aceitável, como um grupo Shimano completo, ou então o que é pra ser diversão pode virar estresse se a bike não ajudar, e vai acabar desgostando do esporte.

Hoje a Sense, Soul e Oggi tem bikes de entrada interessantes com bom preço.





Imprimir página | Fechar Janela

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06 - http://www.webwizforums.com
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd. - https://www.webwiz.co.uk