Imprimir página | Fechar Janela

Dahon Launch 2000 P8

De:: Pedal.com.br
Categoria: Fóruns Novos - Outras Categorias
Nome do fórum: Bicicletas Dobráveis / Folding Bikes
Descrição:: Fórum para discussão geral sobre bicicletas dobráveis e assuntos afins.
URL:: https://www.pedal.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=96556
Data:: 21 Ago 2019 as 18:36
Versão do Software: Web Wiz Forums 11.06 - http://www.webwizforums.com


Tópico: Dahon Launch 2000 P8
Enviado por: RafaelRecife
Assunto: Dahon Launch 2000 P8
Data: 15 Mai 2019 as 08:28
Bicicleta dobrável Dahon Launch 2000 P8

1 - Já tive outras dobráveis, inclusive Dahon Speed D7 e Caloi Urbe. Sou fã de dobráveis por todas as suas boas características. Já usei dobráveis no cicloturismo, no cotidiano, em grupos de pedal noturno e em muitas estradas de terra também. Gosto especialmente da facilidade de levar a dobrável em aviões, pois coloco a bicicleta em uma mala de viagem comum e não pago taxas extras.

2 - Comprei esta Dahon Launch na Freecycle. Não encontrei muitas referências sobre este modelo na internet, nem no site da Dahon USA, nem da japonesa. O site da Freecycle também é pobre de informações sobre o modelo e só traz duas ou três fotos. Vou colocar aqui as características da bicicleta e as impressões da primeira pedalada com ela.

3 - A bicicleta chegou na tradicional caixa da Dahon. A caixa de papelão media, em centímetros, 86 x 65 x 34. Na caixa, a bicicleta estava bem acomodada e protegida. Dentro da caixa veio uma bolsa para transporte da bicicleta (que nunca uso e deixo guardada), e uma caixinha com o manual, uma ferramenta e um pedal (o outro pedal veio já conectado no pedivela).

4 - O canote mede 58 centímetros. O selim tem a marca Dahon na parte externa e em baixo tem a marca Selle Royal. O diâmetro do canote mede 33,9 milímetros.

5 - A coroa tem 53 dentes. O cassete de 8 velocidades (11T-32T) tem as seguintes catracas: 11 - 13 - 15 - 18 - 21 - 24 - 28 - 32. A corrente é KMC.

6 - O câmbio é o Shimano Sora. Na maior catraca (32T), a roldana inferior do câmbio fica 11 centímetros distante do solo. Na menor catraca (11T), a roldana inferior do câmbio fica 10 centímetros distante do solo.

7 - O passador do câmbio é o Shimano Claris. Este modelo não tem a numeração das marchas, só um ponteiro vermelho.

8 - Os pneus são CST, 20 x 1.75, com pressão de 35 a 45 psi, não conheço a marca, não sei se é boa.

9 - A bicicleta tem as furações para suporte de garrafinha e para bagageiro.

10 - Retirei todos os papelões e plásticos protetores e rapidamente montei a bicicleta. Os freios vieram com as posições trocadas, ou seja, freio traseiro na mão esquerda e freio dianteiro na mão direita. Ainda não corrigi isso.

11 - Depois de montada a bicicleta, calibrei os pneus, lubrifiquei a corrente, pedalei um pouco dentro do prédio onde moro. A bicicleta cabe no elevador sem precisar dobrar. À noite, fiz um passeio de 47 km com nosso grupo de pedal. De acordo com o Strava, a velocidade média foi de 22 km/h, e a máxima velocidade do passeio foi de 42 km/h.

12 - Já sou acostumado com as dobráveis aro 20, então sei que são nervosas e ariscas na pilotagem. No passeio noturno, tomei mais cuidado com os possíveis buracos no asfalto.

13 - A bicicleta é excelente, assim como a minha Dahon anterior. Rápida, produz uma boa velocidade com cadência normal de giro, sobe bem as subidas comuns de viadutos aqui em Recife, não tem nenhum barulho ou folga, firme, rígida, precisa. O câmbio Sora veio bem regulado, nenhum problema na passagem das marchas. Freios eficientes, só prestei atenção quanto à posição invertida.

14 - Resumo: bicicleta muito boa, vale a pena o investimento. No meu caso, vou usar a bicicleta no cotidiano e em cicloturismo. Meu cotidiano é ir ao trabalho de bicicleta todos os dias e pedalar com os amigos nas noites de terças e quintas, e nas manhãs de sábado ou domingo. Para o cicloturismo, vou utilizá-la ainda este ano em uma viagem com duração de um mês.



-------------
Rafael - Recife - PE
--------------------
https://aventurasdebicicleta.wordpress.com/



Respostas:
Enviado por: RafaelRecife
Data: 15 Mai 2019 as 08:34
Tenho 1,80m e o canote de 58 centímetros é suficiente para minha altura e fica colocado antes de atingir a inserção mínima.

Abraços

-------------
Rafael - Recife - PE
--------------------
https://aventurasdebicicleta.wordpress.com/


Enviado por: christianmdt
Data: 15 Mai 2019 as 09:38
bela bike!
como consegue colocar uma bike aro 20 em uma mala?


Enviado por: RafaelRecife
Data: 15 Mai 2019 as 10:54
Originalmente Postado por christianmdt christianmdt Escreveu:

bela bike!
como consegue colocar uma bike aro 20 em uma mala?


Retira pneus e canote, dobra o quadro, coloca tudo na mala bem protegido , cabe em uma mala de média para grande.

-------------
Rafael - Recife - PE
--------------------
https://aventurasdebicicleta.wordpress.com/


Enviado por: christianmdt
Data: 15 Mai 2019 as 11:19
Originalmente Postado por RafaelRecife RafaelRecife Escreveu:

Originalmente Postado por christianmdt christianmdt Escreveu:

bela bike!
como consegue colocar uma bike aro 20 em uma mala?


Retira pneus e canote, dobra o quadro, coloca tudo na mala bem protegido , cabe em uma mala de média para grande.


legal. geralmente eu viajo com caixa de papelao.


Enviado por: RafaelRecife
Data: 16 Mai 2019 as 08:35
Originalmente Postado por christianmdt christianmdt Escreveu:

Originalmente Postado por RafaelRecife RafaelRecife Escreveu:

Originalmente Postado por christianmdt christianmdt Escreveu:

bela bike!
como consegue colocar uma bike aro 20 em uma mala?


Retira pneus e canote, dobra o quadro, coloca tudo na mala bem protegido , cabe em uma mala de média para grande.


legal. geralmente eu viajo com caixa de papelao.


Eu uso a mala apenas quando a rota é circular, ou seja, partida e chegada na mesma cidade. Deixo a mala vazia no hotel, eles guardam sem problema.

Abaixo, ida ao trabalho com a Dahon. ;)



-------------
Rafael - Recife - PE
--------------------
https://aventurasdebicicleta.wordpress.com/


Enviado por: daa
Data: 16 Mai 2019 as 10:46
O canote de selim tem o mesmo comprimento do canote da Dahon Speed D7?


Enviado por: RafaelRecife
Data: 16 Mai 2019 as 11:03
Originalmente Postado por daa daa Escreveu:

O canote de selim tem o mesmo comprimento do canote da Dahon Speed D7?


Sim, 580 milímetros.

-------------
Rafael - Recife - PE
--------------------
https://aventurasdebicicleta.wordpress.com/


Enviado por: RafaelRecife
Data: 17 Mai 2019 as 06:58
Coloquei um bagageiro para levar a mochila, uso todo dia pra ir ao trabalho.



-------------
Rafael - Recife - PE
--------------------
https://aventurasdebicicleta.wordpress.com/


Enviado por: Kona_O+
Data: 17 Mai 2019 as 20:17
Bicicletinha mais linda! 👏👏👏

Muito bom ir ao teabalho pedalando...liberdade...😍


Enviado por: christianmdt
Data: 18 Mai 2019 as 03:59
Originalmente Postado por RafaelRecife RafaelRecife Escreveu:

Originalmente Postado por christianmdt christianmdt Escreveu:

Originalmente Postado por RafaelRecife RafaelRecife Escreveu:

Originalmente Postado por christianmdt christianmdt Escreveu:

bela bike!
como consegue colocar uma bike aro 20 em uma mala?


Retira pneus e canote, dobra o quadro, coloca tudo na mala bem protegido , cabe em uma mala de média para grande.


legal. geralmente eu viajo com caixa de papelao.


Eu uso a mala apenas quando a rota é circular, ou seja, partida e chegada na mesma cidade. Deixo a mala vazia no hotel, eles guardam sem problema.

Abaixo, ida ao trabalho com a Dahon. ;)



atualmente nao consigo imaginar pedalar sem paralamas.
aqui no rj tem muita agua suspeita, muita poça de agua em dia de sol que se respingar em voce e um litro de alcool puro!


Enviado por: RafaelRecife
Data: 18 Mai 2019 as 22:12
Como lembrou Christian, este modelo não vem com paralamas, que fazem falta. Por outro lado, ainda bem que o modelo não vem com aquele bagageiro pequeno e pesado das Dahon, que não serve para quase nada.




-------------
Rafael - Recife - PE
--------------------
https://aventurasdebicicleta.wordpress.com/


Enviado por: Gori
Data: 29 Mai 2019 as 13:45
Bela bike! Estou de olho justamente nela, nessa mesma loja, só estou em dúvida entre as cores.

Mas ela tem a furação para os paralamas?


-------------
[]'s Gori


Enviado por: RafaelRecife
Data: 29 Mai 2019 as 20:43
Originalmente Postado por Gori Gori Escreveu:

Bela bike! Estou de olho justamente nela, nessa mesma loja, só estou em dúvida entre as cores.

Mas ela tem a furação para os paralamas?


Olá Gori,

Sim, tem furação para paralamas e para bagageiro.

A loja Freecycle também vende os paralamas mas, nao sei o motivo, o produto não aparece no site. Falei com eles por zap e descobri que têm os paralamas e comprei. Tou esperando chegar, mas por enquanto coloquei paralama dianteiro retirado de outra dobrável que tenho.

Abraços



-------------
Rafael - Recife - PE
--------------------
https://aventurasdebicicleta.wordpress.com/


Enviado por: Gori
Data: 30 Mai 2019 as 09:40
Maravilha! Obrigado!

Originalmente Postado por RafaelRecife RafaelRecife Escreveu:

Originalmente Postado por Gori Gori Escreveu:

Bela bike! Estou de olho justamente nela, nessa mesma loja, só estou em dúvida entre as cores.

Mas ela tem a furação para os paralamas?


Olá Gori,

Sim, tem furação para paralamas e para bagageiro.

A loja Freecycle também vende os paralamas mas, nao sei o motivo, o produto não aparece no site. Falei com eles por zap e descobri que têm os paralamas e comprei. Tou esperando chegar, mas por enquanto coloquei paralama dianteiro retirado de outra dobrável que tenho.

Abraços



-------------
[]'s Gori


Enviado por: RafaelRecife
Data: 05 Jun 2019 as 09:44
Alguns amigos me perguntaram sobre as relações de câmbio da Dahon aro 20 e o motivo pelo qual é importante atentar para as quantidades de dentes do cassete. Observe-se que utilizando uma calculadora da internet com a bikecalc.com, se pode obter rapidamente as diferenças de “produtividade” em metros de cada relação. Abaixo seguem alguns exemplos, relacionando o aro com a quantidade de dentes da coroa e a quantidade de dentes do pinhão do cassete:

Aro 20 x coroa de 52T x pinhão de 11T = 7,4 metros de deslocamento por pedalada.
Aro 20 x coroa de 52T x pinhão de 14T = 5,8 metros de deslocamento por pedalada.
(No exemplo acima, vê-se que é muito melhor uma dobrável com o menor pinhão de 11 dentes pois esta vai atingir uma maior velocidade final sem girar em excesso).

Aro 20 x coroa de 52T x pinhão de 32T = 2,5 metros de deslocamento por pedalada.
Aro 20 x coroa de 52T x pinhão de 28T = 2,9 metros de deslocamento por pedalada.
(No exemplo acima, vê-se que é melhor uma dobrável com o maior pinhão de 32 dentes pois esta vai subir melhor uma ladeira, visto que seu deslocamento é menor em cada giro).

Aro 20 x coroa de 52T x pinhão de 11T = 7,4 metros de deslocamento por pedalada.
Aro 26 x coroa de 42T x pinhão de 11T = 7,9 metros de deslocamento por pedalada.
(No exemplo acima, vê-se que o deslocamento de uma aro 20 é muito próximo do deslocamento de uma aro 26 no menor pinhão, de 11T, portanto ambas conseguem boa velocidade final).

Abraços

-------------
Rafael - Recife - PE
--------------------
https://aventurasdebicicleta.wordpress.com/


Enviado por: christianmdt
Data: 05 Jun 2019 as 13:19
Originalmente Postado por RafaelRecife RafaelRecife Escreveu:

Alguns amigos me perguntaram sobre as relações de câmbio da Dahon aro 20 e o motivo pelo qual é importante atentar para as quantidades de dentes do cassete. Observe-se que utilizando uma calculadora da internet com a bikecalc.com, se pode obter rapidamente as diferenças de “produtividade” em metros de cada relação. Abaixo seguem alguns exemplos, relacionando o aro com a quantidade de dentes da coroa e a quantidade de dentes do pinhão do cassete:

Aro 20 x coroa de 52T x pinhão de 11T = 7,4 metros de deslocamento por pedalada.
Aro 20 x coroa de 52T x pinhão de 14T = 5,8 metros de deslocamento por pedalada.
(No exemplo acima, vê-se que é muito melhor uma dobrável com o menor pinhão de 11 dentes pois esta vai atingir uma maior velocidade final sem girar em excesso).

Aro 20 x coroa de 52T x pinhão de 32T = 2,5 metros de deslocamento por pedalada.
Aro 20 x coroa de 52T x pinhão de 28T = 2,9 metros de deslocamento por pedalada.
(No exemplo acima, vê-se que é melhor uma dobrável com o maior pinhão de 32 dentes pois esta vai subir melhor uma ladeira, visto que seu deslocamento é menor em cada giro).

Aro 20 x coroa de 52T x pinhão de 11T = 7,4 metros de deslocamento por pedalada.
Aro 26 x coroa de 42T x pinhão de 11T = 7,9 metros de deslocamento por pedalada.
(No exemplo acima, vê-se que o deslocamento de uma aro 20 é muito próximo do deslocamento de uma aro 26 no menor pinhão, de 11T, portanto ambas conseguem boa velocidade final).

Abraços


bom, ja que entrou no assunto, e importante dizer porque essas bikes tem roda livre de 14/28.
elas tem essa relacao porque sao de baixissimo custo.
se quiser fazer um upgrade em uma dobravel simples para rodas com cubos de cassete 11 32, esse upgrade sai mais barato do que co.prar uma dobravel que ja venha com cubo cassete.
sem falar que depende muito do estilo do pedal da pessoa. tem gente que pedala manso e nao sente falta da 11 nem do 13.


Enviado por: RafaelRecife
Data: 09 Jun 2019 as 21:46
Olá,

A Dahon agora com paralamas. Foram comprados na Freecycle, mesma loja que vendeu o modelo. A loja não exibe paralamas no site. Só descobri que vendiam após falar com eles por zap.





-------------
Rafael - Recife - PE
--------------------
https://aventurasdebicicleta.wordpress.com/


Enviado por: RafaelRecife
Data: 20 Jun 2019 as 11:13
Dahon Launch 1.000 km de vida:

A minha Dahon Launch P8 passou já um pouquinho dos mil quilômetros, 1.048 km pedalados de fato. Ela nasceu, para mim, no dia 12 de maio de 2019, portanto conta cerca de 38 dias de vida. Neste curto período, fiz pequenas manutenções semanais, lavagem e lubrificação. Agora, nos mil km, coloquei a bicicleta na oficina que costumo frequentar para uma revisão geral. Além de abrir e lubrificar os cubos e o eixo central, foi feito o rodízio de pneus, das sapatas de freio e da corrente. Nas minhas bicicletas, costumo fazer rodízio de correntes a cada mil quilômetros. Em geral, uso três correntes que se revezam a cada mil. Com isso, consigo uma vida útil mais longa para o sistema de transmissão.

A avaliação que faço da bicicleta aos mil km é favorável, assim como eu esperava ao comprá-la. Neste período, não tive nenhum problema mecânico, nem mesmo a natural folga dos componentes de dobragem – folga que é comum nesse tipo de bicicleta e que o próprio usuário retira apertando parafusos específicos que se localizam dentro dos mecanismos de dobra do guidão e do quadro. Como já relatei aqui, troquei as câmaras de ar originais porque não sustentavam a calibragem. Penso que eram câmaras sem butil. No mais, a única ocorrência foi um pneu furado por prego durante um passeio.

No momento, a bicicleta continua com seus componentes originais, acrescida de bagageiro e paralamas. Para a utilização cotidiana e em viagens, esses dois itens são essenciais. Bicicleteiros sempre estão pensando em upgrades, em itens para melhorar o uso da bicicleta. Penso, por exemplo, em um canote mais longo do que o original. O atual está colocado 2,5 cm acima do ponto de inserção mínima. Também penso em aros de parede dupla para suportar melhor o peso dos alforjes em viagens. Enfim, excelente bicicleta, sólida, resistente, veloz, acompanha o grupo com bicicletas 26 e 29, e sobe todas as ladeiras de inclinação mediana.

Ficha técnica Dahon Launch P8:
– coroa de 52 dentes
– cassete de 8 velocidades, 11-32t (11 – 13 – 15 – 18 – 21 – 24 – 28 – 32)
– corrente 1 KMC, corrente 2 Shimano
– canote de 58 cm com diâmetro de 33,9 mm.
– cubo dianteiro de 74 mm
– cubo traseiro de 135 mm
– pneus CST iso 47-406 (20×1.75), pressão máxima 45 psi
– câmbio Shimano Sora e passador Shimano Claris
– distância selim-solo 102 cm e selim-pedal 90 cm (para meu uso)

Total pedalado em 2019: 4.169 km / Total com Dahon: 1.048 km.

-------------
Rafael - Recife - PE
--------------------
https://aventurasdebicicleta.wordpress.com/


Enviado por: Kona_O+
Data: 20 Jun 2019 as 13:20
   
Muito legal ler suas observações/experiências com a bicicleta. Adorei!
Parabéns pelas pedaladas, roda bem...sensacional!
Eu tenho um Biceco by Dahon e também tenho curtido bastante. Nasceu para mim em março de 2018 e não senti necessidade de manutenção mesmo com 300 km rodados, apenas uma carinha na corrente. No mais só ALEGRIA!


Enviado por: RafaelRecife
Data: 17 Jul 2019 as 13:43
Recife - Arcoverde: 270 km.
Cicloviagem de três dias com Dahon.

Viagem de bicicleta que nosso grupo de ciclistas faz todo ano para comemorar o aniversário do amigo Rodolpho, ciclista cuja família mora na cidade de Arcoverde, no interior do Estado de Pernambuco. Neste ano de 2019, fiz a viagem com a minha bicicleta dobrável. Como já escrevi aqui, esta dobrável Dahon Launch P8 consegue acompanhar as rodas grandes em quase todas as situações. No caso desta viagem, em todos os momentos, rodovias, estradas de terra, subidas e descidas, a Dahon acompanhou as bicicletas de pneus 26, 27,5 e 29 sem dificuldades. Nas longas subidas, tivemos inclinações de até 11%; todas as subidas foram feitas pedalando. Nas estradas de terra, a Dahon com pneu 1.75, sem cravos, teve ótimo desempenho em subidas, descidas, em terra dura e pedra e nos planos com terra mais solta. Enfim, como muitos fãs de dobráveis já constataram e afirmaram, as dobráveis são bicicletas adequadas a cicloviagens em qualquer tipo de terreno. A Dahon voltou imunda de terra, poeira e chuva, mas sem nenhum tipo de barulhinho ou folga. Segue resumo dos dias de viagem.

Primeiro dia, Recife - Bezerros, 105 km: sábado, 13 julho 2019. Partimos de Recife às cinco e trinta da manhã, com chuvisco. Seguimos pela rodovia BR-232, que é duplicada e tem bom acostamento. A chuva ficou forte e amainou diversas vezes. Houve um pneu traseiro furado na bicicleta de Eliane e demoramos a conseguir trocar a câmara. Mais adiante, um pneu dianteiro furado na Dahon, e essa troca de câmara foi rápida. Na cidade de Pombos, uma parada de reabastecimento e lanche no posto Arco-íris. Depois de Pombos, a longa subida da famosa Serra das Russas: são oito km de subida na qual se parte de 220 m para 520 m de altitude. Em cima, no planalto, paramos antes da cidade de Gravatá para almoçar em uma churrascaria rodízio. Depois do almoço, compl etamos o percurso até a cidade de Bezerros, e nos hospedamos no Hotel Brisa da Serra. Renilso chegou ao hotel com um pneu traseiro furado. A velocidade média foi de 16 km/h e a máxima de 35 km/h.

Segundo dia, Bezerros - Pesqueira, 113 km: domingo, 14 julho 2019. Partimos de Bezerros pela rodovia BR-232. O relevo é um sobe e desce infinito. O dia amanheceu nublado e chuvisquento. Passamos por Encruzilhada de São João, Caruaru e São Caetano. Após esta cidade, a rodovia passa a ser simples, com acostamento razoável. É um acostamento de pavimento rugoso, mas é largo e sem buracos. Ruy teve um pneu traseiro furado. Passamos por Tacaimbó e paramos em Belo Jardim para almoçar em um rodízio. Depois do almoço, passamos por Sanharó. No final da tarde, a gente chegava a Pesqueira. Na entrada da cidade, um pneu dianteiro furado na bicicleta de Eliane. Enchi o pneu em um posto de gasolina e deu para chegar ao Hotel Estação Cruzeiro. No hotel, troquei a câmara furada. A velocidade média foi de 15 km/h e a máxima de 45 km/h.

Terceiro dia, Pesqueira até a Casa de Taipa, zona rural de Arcoverde, 52 km: segunda-feira, 15 julho 2019. O pneu traseiro de Renilso amanheceu furado. O pneu de Eliane também, a câmara que eu colocara no dia anterior já tinha um furo. Coloquei câmara nova. Partimos do hotel, passamos na antiga estação ferroviária de Pesqueira e pelo centro da cidade. Logo iniciamos a subida para o Santuário da Graça e para o povoado de Cimbres. Sempre fazemos esse percurso por cima das montanhas por causa da beleza da paisagem e da tranquilidade da estrada. A parada no Santuário também vale a pena porque lá se descortina a vista de toda a região em volta e da cidade de Pesqueira. Continuamos a dura subida de asfalto para Cimbres, um total de 20 km com belas paisagens de rocha e vegetação. Cimbres é um povoado indígena com duas ou três ruas e uma igreja. De lá, continuamos por asfalto até o ponto em que adentramos por estradas de terra, algumas bem estreitas. São estradinhas que seguem por cima das serras da região. Descemos da serra e desembocamos no povoado de Mimoso. Voltamos para a rodovia BR-232 e enfrentamos a subida da Serra de Mimoso. No meio da serra, mais um pneu furado, trocamos a câmara e seguimos. Deixamos a rodovia e entramos por estrada asfaltada até o Povoado Caraíbas. De lá, por estrada de terra, continuamos mais alguns km até a Casa de Taipa. Esta é um propriedade rural da família de Rodolfo, com uma casa feita em taipa, e usada para festas da família. Lá nós tivemos nossa comemoração do passeio e do aniversário de Rodolfo, com comidas regionais e bebidas e muito forró. Fazia muito frio, novecentos e tantos metros de altitude. Enfim, já de noite, seguimos em carros para o Hotel Olho Dágua dos Bredos no centro de Arcoverde. A velocidade média foi de 12 km/h e a máxima de 44 km/h.
Na terça-feira, 16 de julho, feriado em Recife, retornamos de van para casa e fim de mais um passeio.

-------------
Rafael - Recife - PE
--------------------
https://aventurasdebicicleta.wordpress.com/


Enviado por: christianmdt
Data: 17 Jul 2019 as 20:38
Originalmente Postado por RafaelRecife RafaelRecife Escreveu:

Recife - Arcoverde: 270 km.
Cicloviagem de três dias com Dahon.

Viagem de bicicleta que nosso grupo de ciclistas faz todo ano para comemorar o aniversário do amigo Rodolpho, ciclista cuja família mora na cidade de Arcoverde, no interior do Estado de Pernambuco. Neste ano de 2019, fiz a viagem com a minha bicicleta dobrável. Como já escrevi aqui, esta dobrável Dahon Launch P8 consegue acompanhar as rodas grandes em quase todas as situações. No caso desta viagem, em todos os momentos, rodovias, estradas de terra, subidas e descidas, a Dahon acompanhou as bicicletas de pneus 26, 27,5 e 29 sem dificuldades. Nas longas subidas, tivemos inclinações de até 11%; todas as subidas foram feitas pedalando. Nas estradas de terra, a Dahon com pneu 1.75, sem cravos, teve ótimo desempenho em subidas, descidas, em terra dura e pedra e nos planos com terra mais solta. Enfim, como muitos fãs de dobráveis já constataram e afirmaram, as dobráveis são bicicletas adequadas a cicloviagens em qualquer tipo de terreno. A Dahon voltou imunda de terra, poeira e chuva, mas sem nenhum tipo de barulhinho ou folga. Segue resumo dos dias de viagem.

Primeiro dia, Recife - Bezerros, 105 km: sábado, 13 julho 2019. Partimos de Recife às cinco e trinta da manhã, com chuvisco. Seguimos pela rodovia BR-232, que é duplicada e tem bom acostamento. A chuva ficou forte e amainou diversas vezes. Houve um pneu traseiro furado na bicicleta de Eliane e demoramos a conseguir trocar a câmara. Mais adiante, um pneu dianteiro furado na Dahon, e essa troca de câmara foi rápida. Na cidade de Pombos, uma parada de reabastecimento e lanche no posto Arco-íris. Depois de Pombos, a longa subida da famosa Serra das Russas: são oito km de subida na qual se parte de 220 m para 520 m de altitude. Em cima, no planalto, paramos antes da cidade de Gravatá para almoçar em uma churrascaria rodízio. Depois do almoço, compl etamos o percurso até a cidade de Bezerros, e nos hospedamos no Hotel Brisa da Serra. Renilso chegou ao hotel com um pneu traseiro furado. A velocidade média foi de 16 km/h e a máxima de 35 km/h.

Segundo dia, Bezerros - Pesqueira, 113 km: domingo, 14 julho 2019. Partimos de Bezerros pela rodovia BR-232. O relevo é um sobe e desce infinito. O dia amanheceu nublado e chuvisquento. Passamos por Encruzilhada de São João, Caruaru e São Caetano. Após esta cidade, a rodovia passa a ser simples, com acostamento razoável. É um acostamento de pavimento rugoso, mas é largo e sem buracos. Ruy teve um pneu traseiro furado. Passamos por Tacaimbó e paramos em Belo Jardim para almoçar em um rodízio. Depois do almoço, passamos por Sanharó. No final da tarde, a gente chegava a Pesqueira. Na entrada da cidade, um pneu dianteiro furado na bicicleta de Eliane. Enchi o pneu em um posto de gasolina e deu para chegar ao Hotel Estação Cruzeiro. No hotel, troquei a câmara furada. A velocidade média foi de 15 km/h e a máxima de 45 km/h.

Terceiro dia, Pesqueira até a Casa de Taipa, zona rural de Arcoverde, 52 km: segunda-feira, 15 julho 2019. O pneu traseiro de Renilso amanheceu furado. O pneu de Eliane também, a câmara que eu colocara no dia anterior já tinha um furo. Coloquei câmara nova. Partimos do hotel, passamos na antiga estação ferroviária de Pesqueira e pelo centro da cidade. Logo iniciamos a subida para o Santuário da Graça e para o povoado de Cimbres. Sempre fazemos esse percurso por cima das montanhas por causa da beleza da paisagem e da tranquilidade da estrada. A parada no Santuário também vale a pena porque lá se descortina a vista de toda a região em volta e da cidade de Pesqueira. Continuamos a dura subida de asfalto para Cimbres, um total de 20 km com belas paisagens de rocha e vegetação. Cimbres é um povoado indígena com duas ou três ruas e uma igreja. De lá, continuamos por asfalto até o ponto em que adentramos por estradas de terra, algumas bem estreitas. São estradinhas que seguem por cima das serras da região. Descemos da serra e desembocamos no povoado de Mimoso. Voltamos para a rodovia BR-232 e enfrentamos a subida da Serra de Mimoso. No meio da serra, mais um pneu furado, trocamos a câmara e seguimos. Deixamos a rodovia e entramos por estrada asfaltada até o Povoado Caraíbas. De lá, por estrada de terra, continuamos mais alguns km até a Casa de Taipa. Esta é um propriedade rural da família de Rodolfo, com uma casa feita em taipa, e usada para festas da família. Lá nós tivemos nossa comemoração do passeio e do aniversário de Rodolfo, com comidas regionais e bebidas e muito forró. Fazia muito frio, novecentos e tantos metros de altitude. Enfim, já de noite, seguimos em carros para o Hotel Olho Dágua dos Bredos no centro de Arcoverde. A velocidade média foi de 12 km/h e a máxima de 44 km/h.
Na terça-feira, 16 de julho, feriado em Recife, retornamos de van para casa e fim de mais um passeio.


showwwww


Enviado por: abcdaniel
Data: 25 Jul 2019 as 11:13
Arranjei uma Launch 2000 também!

Originalmente Postado por RafaelRecife RafaelRecife Escreveu:

2 - Comprei esta Dahon Launch na Freecycle. Não encontrei muitas referências sobre este modelo na internet, nem no site da Dahon USA, nem da japonesa. O site da Freecycle também é pobre de informações sobre o modelo e só traz duas ou três fotos. Vou colocar aqui as características da bicicleta e as impressões da primeira pedalada com ela.


Até que aparece alguns resultados no google quando busco por "kac082" ao invés do nome da bicicleta (incluindo o site da dahon de Hong Kong), mas não adianta de muita coisa porque não tem quase nada em inglês. Pinch

Originalmente Postado por RafaelRecife RafaelRecife Escreveu:

Como lembrou Christian, este modelo não vem com paralamas, que fazem falta. Por outro lado, ainda bem que o modelo não vem com aquele bagageiro pequeno e pesado das Dahon, que não serve para quase nada.


Onde você comprou esse para-lamas? Tava pensando em comprar um bagageiro da durban (pesa 650g) mas estou com receio que a altura seja baixa demais, e o alforge (daqueles com uma bolsa em cada lado) acabe esbarrando no chão.





Enviado por: RafaelRecife
Data: 26 Jul 2019 as 07:12
Abcdaniel:

Paralamas:
Foram comprados na Freecycle, mesma loja que vendeu o modelo. A loja não exibe paralamas no site. Só descobri que vendiam após falar com eles por zap.

Sobre bagageiro, fiz um para mim, mais adequado para levar alforjes em viagens, veja no blog
aqui:
https://mydahon.home.blog/2019/06/29/bagageiro-diy-2/" rel="nofollow - https://mydahon.home.blog/2019/06/29/bagageiro-diy-2/

e aqui:
https://mydahon.home.blog/2019/06/26/bagageiro-diy/" rel="nofollow - https://mydahon.home.blog/2019/06/26/bagageiro-diy/

Abração

-------------
Rafael - Recife - PE
--------------------
https://aventurasdebicicleta.wordpress.com/


Enviado por: abcdaniel
Data: 28 Jul 2019 as 16:21
Bem bacana esse bagageiro!
Obrigado pela dica



Imprimir página | Fechar Janela

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06 - http://www.webwizforums.com
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd. - https://www.webwiz.co.uk