Imprimir página | Fechar Janela

Enquete - MTB Elétricas - Qual sua opinião ?

De:: Pedal.com.br
Categoria: Fóruns Novos - Outras Categorias
Nome do fórum: Bicicletas Elétricas
Descrição:: Fórum para discussão geral sobre bicicletas elétricas e assuntos afins.
URL:: https://www.pedal.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=93184
Data:: 18 Ago 2019 as 04:52
Versão do Software: Web Wiz Forums 11.06 - http://www.webwizforums.com


Tópico: Enquete - MTB Elétricas - Qual sua opinião ?
Enviado por: Cebo
Assunto: Enquete - MTB Elétricas - Qual sua opinião ?
Data: 21 Fev 2018 as 16:31
As bicicletas de mountain bike com assistência elétrica, ou eMTBS, estão ganhando cada vez mais espaço no mercado. É bem verdade que aqui no Brasil as coisas ainda estão engatinhando, mas no exterior, principalmente na Europa, este tipo de bicicleta já é encontrada com grande frequência em trilhas e estradas de terra. 



Prova deste crescimento é que, recentemente, a  https://www.pedal.com.br/europa-deve-ter-corridas-profissionais-de-ebikes-ja-em-2019_texto12731.html" rel="nofollow - European Cycling Union anunciou competições profissionais de ebikes para 2019 . Aqui no Pedal, nós já tivemos várias experiências com mountain bikes elétricas, principalmente com a https://www.pedal.com.br/specialized-turbo-levo-2016-tudo-sobre-a-nova-bike-eletrica-para-trilhas_texto10467.html" rel="nofollow - Specialized Turbo Levo , modelo que pudemos https://www.pedal.com.br/specialized-turbo-levo-2016-primeiras-impressoes_texto10473.html" rel="nofollow - pedalar pela primeira vez em 2016 e que em breve será destrinchada por nós em um teste completo já em sua https://www.pedal.com.br/specialized-turbo-levo-2018-bike-ganha-quadro-de-carbono-e-mais-potencia_texto12246.html" rel="nofollow - versão 2018 .

Nas trilhas em território nacional já encontramos pessoas com eMTBS em mais de uma ocasião e participamos até da https://www.pedal.com.br/competir-de-mountain-bike-eletrica-relato_texto11809.html" rel="nofollow - corrida de eMTBS na Copa Internacional no ano passado.

Agora, nós queremos saber o que você acha deste tipo de bike. Responda a pergunta abaixo e use os comentários para expressar sua opinião. 

Vale ressaltar que estamos falando de bicicletas com pedal assistido e que não contam com acelerador. 






-------------
Seu guidão shalow pode salvar minhas costas!
http://www.pedal.com.br/forum/troco-guidao-fsa-carbon-monocoque-por-algum-shalow_topic59584.html



Respostas:
Enviado por: jklaser
Data: 21 Fev 2018 as 17:08
Tudo que tenha motor que não sejam as pernas , não é bicicleta, ponto.

-------------
http://app.strava.com/athletes/1173127" rel="nofollow - Strava


Enviado por: Lucas Portela
Data: 21 Fev 2018 as 17:10
É uma tecnologia bem-vinda. Permite que pessoas com limitações ou com mais idade consigam transpor subidas ou que façam pedais mais longos, que não conseguiriam antes por diversos motivos. Claro que se avaliarmos no nosso mercado, torna-se algo impraticável, devido ao altíssimo preço.

Concordo com o fato de que é coisa de gente preguiçosa, mas somente nos casos em que a pessoa não possui limitações ou que a idade não venha a prejudicar de forma grave a prática do esporte.

Quanto as competições, ficando em categorias separadas das de "motor humano" não existe motivo algum pra reclamar.



-------------
Oggi Hacker - 2015 (vendida)
Soul SL 900 - 2015
Caloi Strada - 2016 (vendida)
Oggi 7.4 - 2017


Enviado por: zoda
Data: 21 Fev 2018 as 17:50
Cada um faz o que quer. Eu adoro as inovações, pois aparecem produtos "obsoletos" usados com bons preços.


Enviado por: Fabio
Data: 21 Fev 2018 as 17:57
Essa foto deu medo pela complicação.

Conheço gente que andou a vida toda, mas hoje com a idade não acompanha mais os outros e essa bike veio a calhar. Sei que tem motor, mas é mais um motor de direção elétrica do que um motor de moto elétrica, pois amplia a força. Sem falar que seria uma opção para um DH autônomo. 


Enviado por: HeldAssis
Data: 21 Fev 2018 as 18:00
Acho legal aquelas pessoas que dizem 
- se é eletrica não é bicicleta;
- é coisa pra preguiçoso;
- ciclista tem que sofrer; 
ETC.... 

Porém já pararam pra avaliar o quanto as bikes eletricas pode trazer de ganho pra quem sabe usar? 

Imagine uma situação: vc tem uma idade avançada ou acabou de começar a pedalar ou tem condição física baixa por não ter tempo para "treinar". E gostaria de fazer um pedal menos "light" porém nunca pode pq não vai aguentar o tranco...

Com as bikes eletricas este personagem poderá participar de qualquer pedal, fazer qualquer trilha, sendo ela leve ou pesada. 

Mais interessante ainda pra quem pratica outra modalidade ue é o downhill ou enduro, onde só conta o tempo de descida. 

Quantos locais no Brasil tem as cadeirinhas para te levar pra cima do morro e vc treinar sua tecnica de descida? 
Com a elétrica vc consegue subir e descer várias vezes e realizar seu treino numa boa. 

Outro detalhe: se não gosta, é só NÃO COMPRAR. Mas discriminar uma pessoa que curte a idéia? Isso leva a quê?

Pra finalizar: no BR só vai ter elétrica quem tiver uma boa, se não ótima, condição financeira, pq as bichinhas são salgadas. 

No mais, é isso.


-------------
<a href="http://www.strava.com/athletes/6304973" rel="nofollow">Strava </a>


Enviado por: Fabio
Data: 21 Fev 2018 as 18:03
Originalmente Postado por HeldAssis HeldAssis Escreveu:

Acho legal aquelas pessoas que dizem 
- se é eletrica não é bicicleta;
- é coisa pra preguiçoso;
- ciclista tem que sofrer; 
ETC.... 

Porém já pararam pra avaliar o quanto as bikes eletricas pode trazer de ganho pra quem sabe usar? 

Imagine uma situação: vc tem uma idade avançada ou acabou de começar a pedalar ou tem condição física baixa por não ter tempo para "treinar". E gostaria de fazer um pedal menos "light" porém nunca pode pq não vai aguentar o tranco...

Com as bikes eletricas este personagem poderá participar de qualquer pedal, fazer qualquer trilha, sendo ela leve ou pesada. 

Mais interessante ainda pra quem pratica outra modalidade ue é o downhill ou enduro, onde só conta o tempo de descida. 

Quantos locais no Brasil tem as cadeirinhas para te levar pra cima do morro e vc treinar sua tecnica de descida? 
Com a elétrica vc consegue subir e descer várias vezes e realizar seu treino numa boa. 

Outro detalhe: se não gosta, é só NÃO COMPRAR. Mas discriminar uma pessoa que curte a idéia? Isso leva a quê?

Pra finalizar: no BR só vai ter elétrica quem tiver uma boa, se não ótima, condição financeira, pq as bichinhas são salgadas. 

No mais, é isso.


Problema é assistência também, e não a elétrica, mas a de manutenção. kkk

A pessoa com idade que conheço deu um pau e não teve quem consertou, e olha que o motor é Shimano.


Enviado por: zoda
Data: 21 Fev 2018 as 18:13
Imagina na hora de trocar a bateria!!!! Vai ser baratinho!!!!!


Enviado por: leandro1857
Data: 21 Fev 2018 as 19:09
Já andei em uma de pedal assistido, na cidade de SP. é interessante a ideia, não chega suado no destino, tem uma velocidade razoavel porem é cara... mto cara
acho legal em questao de mobilidade, mas nao como esporte afinal nao ha gasto de energia (humana) hehehe



Enviado por: sascencio
Data: 21 Fev 2018 as 19:57

Simples assim: tem motor, não é bike, é moto !!!

Brincadeira... rsrsrs... mas só acho coerente para quem tiver limitações, senão é sacanagem... rsrsrs...


-------------
*** Se tem 2 rodas, to dentro!!! moto e bike (mtb/speed/cicloturismo) *********


Enviado por: Rafael88
Data: 21 Fev 2018 as 19:57
Também sou favorável às elétricas.

Acredito que com a disseminação atenderão muito bem pessoas com limitações (idade avançada, deficiência física, iniciantes, pessoas com sobrepeso etc.) e pessoas que tem na bicicleta um objetivo primordial de transporte, não de lazer ou esporte - com o avanço delas (e principalmente a queda do preço) muito possivelmente serão uma boa alternativa ao transporte urbano e, considerando nossa realidade "asfáltica", as eMTBs provavelmente se darão muito melhor em nossa paisagem que uma road ou uma urbana elétrica.

No mais, sigo a política já levantada por outros: não gosta, não compre.


Enviado por: tiagolage
Data: 21 Fev 2018 as 20:40
Dizer que é coisa de preguiçoso ou que não é justo e tal, isso pra mim cheira a mimimi de strava...hahhaha. 

Brincadeiras a parte, a bike elétrica tem muito mais uso do simplesmente pra quem não pode pedalar por uma limitação. Dá uma olhada no facebook do Absalon. Vai encontrar ele lá usando a bike elétrica pra economizar as pernas pra treinar a parte técnica no downhill. Então, tem muita coisa boa que ela pode trazer pra todo tipo de público, inclusive tornar o esporte acessível e mais divertido pra muita gente. 

Abraços


-------------
Niner air 9


Enviado por: xandaumgv
Data: 21 Fev 2018 as 20:41
Alias para quem está olhando o uso da elétrica como preguiçoso outra pessoa com uma bike simples, pode dizer também que as X marchas e os cassetes que estao enormes são coisas de preguiçoso, cada um com sua aplicação e se curtir e tiver grana pra sustentar... Que seja feliz com ela... Só não dá pra ficar entrando em provas de categoria distinta... Assim como os doppings mecânicos até em campeonatos amadores, aí beira o ridículo...

-------------
Alexandre

Urbana: Tito Urban
MTB: First Athymus


Enviado por: Daniel Moreira
Data: 21 Fev 2018 as 21:22
Acho que:
Usa quem quer e quem pode
Se eu tivesse grana, e aqui fosse mais seguro, compraria sim, chegar no trampo mais rápido e sem suar? To dentro.o único problema seria o uso da bike elétrica vs as convencionais em provas, mas duvido que isso seja possível.

Quanto a uso da bike em ciclovia ou algo do tipo, é UA questão de bom senso. Uma criança mal intencionada ou descuidada pode causar mais estrago com uma bike comum do que um motoqueiro cuidadoso na calcada.

-------------
"The best gear and no idea"


Enviado por: TomSemFreio
Data: 21 Fev 2018 as 22:04
Eu gostaria de ver uma etapa de e-bikes no meio de uma grande prova ou campeonato. Tipo as etapas de contrarelógio do ciclismo tradicional. Daí veríamos quem tem mais "braço" . Caberia aos diretores dar o devido peso aos resultados.

No mais, são bikes interessantíssimas para início de temporada, ciclistas em recuperação....

No campo amador, serviriam para acompanhar os "feras", ciclistas com idade avançada, limitações, praticantes de outros esportes que queiram acompamhar os iniciados, amigos/ esposas/ namoradas sedentários (as)...





-------------
Antonio Carlos


Enviado por: 288vm
Data: 21 Fev 2018 as 22:16
Como meio de transporte é excelente

-------------
https://www.strava.com/athletes/16179293
Bikes:
Scott Yz1 2003 - Aro 26 / 24 marchas
Scott Scale 980 2018 - Aro 29 / NX 1x11
Niner Air 9 RDO MY-19 - Aro 29 / GX 1x12


Enviado por: Claudio_ndr
Data: 21 Fev 2018 as 22:33
Tive duas oportunidades de usar e bike Spz Turbo Levo. Apesar do meu bom condicionamento é impossível com meus 50 anos acompanhar amigos de 15-30 anos em longas trilhas em subida de 10-15-20 km. Confesso que é indescritível a sensação de chegar no alto de uma colina descansado e rindo.Alem do mais vç pode escolher o percentual de auxílio, tanto que no último pedal consegui pedalar por 12 km com o auxílio desligado andando junto com meus amigos.Nas subidas usei 25% de auxílio, o que permitiu esforço físico,mas também sorrisos e zero suor! Pergunte a um motorista de caminhão se ele prefere direção elétrica-hidrauluca ou força bruta? Controle de torque ou caixa seca? Câmbio automático ou manual? É uma nova era no Mtb


Enviado por: HeldAssis
Data: 21 Fev 2018 as 22:49
Originalmente Postado por tiagolage tiagolage Escreveu:

Dizer que é coisa de preguiçoso ou que não é justo e tal, isso pra mim cheira a mimimi de strava...hahhah


exatamente o que me vem na cabeça. O povo ta matando e morrendo por causa de Strava.

-------------
<a href="http://www.strava.com/athletes/6304973" rel="nofollow">Strava </a>


Enviado por: Ismah/Cabelo
Data: 22 Fev 2018 as 01:51
Eu fico feliz que venha sendo um sucesso, mas é bem inesperado isso ser no MTB.
Indiferente a isso... Com demanda, elas vão evoluir rápido, pois vale a pena investir em pesquisa. Assim, vão ir barateando logo, logo!
Incentivos na Europa, tanto para uso como para desenvolvimento, não devem faltar! É parte da campanha europeia para eliminar motores a combustão, num futuro bem próximo. Aliás, acho que as competições são ferramenta de marketing também!

As bicicletas reúnem a liberdade, um veículo compacto, o baixo preço frente a carros elétricos - se pensar, dá para ter um para cada membro da família, e guardar tudo em um espaço que é uma fração de um carro - sem o problema do esforço físico, consequente suor, etc... Isso as torna ideais para locais com grande aglomerado de pessoas - por isso achei inusitado o sucesso no MTB.

Acredito que voltaremos aos tempos de comércio nas ruas, já que a velocidade do trânsito tende a diminuir, e as condições a melhorar - menos barulho, menos poluição, mais chances das pessoas visualizarem o produto...

Originalmente Postado por Claudio_ndr Claudio_ndr Escreveu:

Pergunte a um motorista de caminhão se ele prefere direção elétrica-hidrauluca ou força bruta? Controle de torque ou caixa seca? Câmbio automático ou manual? É uma nova era no Mtb


Esse exemplo não é bom, mas deu para entender o que tu quis dizer, só quero ser chato... LOL

A direção hidráulica, nunca ouvi dizer que existisse caminhão de fato, sem. Foi passo necessário para mais peso...

Caixa seca se refere a que não existe sincronização entre as marchas. O que em caminhões fora de estrada (que não trafegam em vias, geralmente usados em obras) é ainda bem usual, pela maior robustez dos componentes. E ainda é preferido por vários motoristas comuns...
Idem para câmbio automático, mesmo os melhores das marcas, ainda não funcionam bem para os pesados, em muitas situações... 




Enviado por: Ismah/Cabelo
Data: 22 Fev 2018 as 02:01
Originalmente Postado por HeldAssis HeldAssis Escreveu:

Originalmente Postado por tiagolage tiagolage Escreveu:

Dizer que é coisa de preguiçoso ou que não é justo e tal, isso pra mim cheira a mimimi de strava...hahhah


exatamente o que me vem na cabeça. O povo ta matando e morrendo por causa de Strava.


Quero ver provar que foi de eBike que marcaram o KOM/QOM...


Enviado por: RuanRAC
Data: 22 Fev 2018 as 06:49
Vamos ser realistas, se fosse pra não pedalar bastava comprar uma honda cross e fazer trilha (o que não tem nada de errado, gosto muito inclusive) o que quero dizer é que tirando quem tem mobilidade reduzida por lesão, idade ou mesmo por estar começando não vejo sentido em tirar parte do esforço, NO MEU CASO ainda não usaria nos meus passeios mas compraria pra namorada que está começando ou para o meu pai que já tem perto de 60 e mesmo assim acho que logo eles largariam o auxílio. É bom lembrar que existe o fator "EU CONSEGUI CARALHO!!!" quando se sobe uma ladeira "impossível" ou quando se termina escolhendo a perna para ter câimbra, pode ser sofrimento mas essa é a graça do pedal, olhar pro seu eu antigo e ver como você evoluiu.

Resumindo, bike elétrica no MTB é tipo rodinha, dá pra começar usando mas depois ...

Sobre KMO, se vc pedala pra fazer KMO ok, massa... mas entrar em neura pra ter KMO é coisa de zé ruela e pior é fraudar, isso tira a credibilidade de qualquer um


Enviado por: tiagolage
Data: 22 Fev 2018 as 08:11
Originalmente Postado por Ismah/Cabelo Ismah/Cabelo Escreveu:

Originalmente Postado por HeldAssis HeldAssis Escreveu:

Originalmente Postado por tiagolage tiagolage Escreveu:

Dizer que é coisa de preguiçoso ou que não é justo e tal, isso pra mim cheira a mimimi de strava...hahhah


exatamente o que me vem na cabeça. O povo ta matando e morrendo por causa de Strava.


Quero ver provar que foi de eBike que marcaram o KOM/QOM...

Fala Ismah! Bão?

É justamente disso que estou falando. Se o problema com as bikes elétricas for se preocupar com KOM, isso é muito pequeno. KOM não significa nada, absolutamente nada. 

O cara pode ir em um seguimento de moto, vácuo, carro, ser puxado, ter problema no gps (acontece muito), etc, sem que muita gente saiba e pegar o KOM.

Além disso quem usa a bike elétrica e coloca no strava, ele elimina os tempos da pessoa nos seguimentos em que ela passou.

Mas volto a perguntar. É realmente um problema tão grande a pessoa desonesta pegar um KOM de bike elétrica, a ponto de deixarmos de apoiar/usar uma? O strava é mais importante do que uma bike?

Abraços


-------------
Niner air 9


Enviado por: DougFF
Data: 22 Fev 2018 as 08:29
Acho um pouco radical algumas opiniões.

Vamos partir de um ponto, onde você está fazendo um pedal de treino com seu amigo/primo, e ele estiver de e-bike e você não. Qual o problema? Isso é ser preguiçoso por parte dele? Afinal, o que conta é você fazer seu pedal ou ficar comparando quem está sofrendo menos? Enfim... acho que o pessoal esquece que quando você pedala, você tá fazendo é por você mesmo e não pelos outros ou pra mostrar para os outros. Então não vejo problema em alguém pedalar junto em pedais de treino, ou pedais sociais. Pedalar junto com alguém sempre é agradável e o treino rende mais.

Sobre competições é mais que óbvio que deverá ser separado cada categoria.

Em relação a Strava... lá tem uma categoria de bike elétrica na hora de categorizar o tipo de pedal. Se alguém não usar a categorização pode-se usar o flag e bandeirar a atividade.

Sobre as limitações: É a situação ideal que eu vejo pra ser usado este tipo de bike. Imagina você com seu pai de 60/65 anos fazendo uma trilha for fun com ele de e-bike? top demais. Pena que as bikes desse tipo dificilmente serão acessíveis no Brasil... agora e sempre. Talvez o ideal a nível brasileiro seria lojas de bicicletas alugar essas bikes... Fora isso, é uma porção mínima da sociedade que vai pagar o valor mínimo de 22 mil+, numa e-bike. E geralmente quem gasta um valor desse tipo em bike, pega uma sem motor pra poder ir em competições e geralmente não tem mais que 2 bikes... sendo uma de speed top e uma de mtb top. A e-bike para atletas normais não é cogitada como primordial.


-------------
Knowledge Health Strenght.

2015 - KHS Tempe.
1994 - KHS Montana True Temper.


Enviado por: luis reimann
Data: 22 Fev 2018 as 09:38
É muito massa, top de mais....só quem não andou e que fica falando mal.
Tenho uma BMC Carbono Full 02, ando 4 vezes na semana , tenho um bom preparo, 45 anos....., no nosso grupo tem 02 specialized Levo. As bikes vão de boa junto com todo pessoal do grupo, eu tive a oportunidade de fazer um pedal de 60km com a Levo, pedal médio ++++, e posso dizer ..tem que pedalar e pedalar muito, cansa, ... claro não botei toda potencia na Levo as % de auxilio...., mas é muito gostoso, vale a pena fazer esta experiencia. ( Minha opinião).
E também acho que nos próximos 4/5 anos, a evolução destas bikes vai ser coisa de loco...... 


Enviado por: Daniel Moreira
Data: 22 Fev 2018 as 13:33
Eu acredito que em um futuro não muto distante, com a preocupação das pessoas com o meio ambiente e saude aumentando, a "elite" vai começar a aparecer cada vez mais nas ruas com bikes elétricas, até o ponto em que elas ficarão mais acessíveis.

Hoje elas só não são comuns por causa de nossa realidade financeira.

Sempre vai ter gente contra. Acho que no fundo, quem é contra tem medo de algum dia elas substituírem completamente as convencionais, mas eu duvido muito que isso aconteça. Se fosse pra acontecer, já teria acontecido fora do brasil, e aqui, o povo iria andar de moto ao invés de gastar 3 conto pra mais na bike só pra transporte.

Bicicleta vai continuar sendo bicicleta, elétrica ou não. 

Existe 545617971919 tipos de bike, esse é só mais um. Bmx compente com bmx, speed com speed "and so on..." Elétrica vai competi com elétrica. E como disseram acima, no que diz respeito ao strava, o cara mal intencionado pode ir pro percurso de moto, por exemplo..


-------------
"The best gear and no idea"


Enviado por: edvar
Data: 22 Fev 2018 as 16:45
a pesquisa ficou meio tendenciosa ao não gostar.

mas acho interessante a ideia, pois vai dar a possibilidade a pessoas com menos condição física de fazer mais pedais.
Tenho amigos que pedalam bem, mas devido a problemas com cigarro não tem fôlego pra pedais longos ou com altimetria elevada. A e-mtb resolveria o problema dele.

Nem todo mundo tem tempo ou vontade de ser um atleta de elite mas gostaria de fazer trilhas difíceis por conta do visual ou mesmo da dificuldade técnica.


Enviado por: zehcavalheiro
Data: 22 Fev 2018 as 21:26
Eu acho valido demais!
Aqui perto de casa tem um morro que quando chego do trabalho, troco de bike, pego minha full e vou lá.
Subo, desço e venho pra casa porque a subida é foda. Se eu tivesse uma Turbo eu subiria pelo menos mais umas duas vezes.
O próprio Eduardo Arruda que está andando com uma levo já aprovou.


Enviado por: Ismah/Cabelo
Data: 23 Fev 2018 as 02:57
Originalmente Postado por tiagolage tiagolage Escreveu:

Fala Ismah! Bão?

É justamente disso que estou falando. Se o problema com as bikes elétricas for se preocupar com KOM, isso é muito pequeno. KOM não significa nada, absolutamente nada. 

O cara pode ir em um seguimento de moto, vácuo, carro, ser puxado, ter problema no gps (acontece muito), etc, sem que muita gente saiba e pegar o KOM.

Além disso quem usa a bike elétrica e coloca no strava, ele elimina os tempos da pessoa nos seguimentos em que ela passou.

Mas volto a perguntar. É realmente um problema tão grande a pessoa desonesta pegar um KOM de bike elétrica, a ponto de deixarmos de apoiar/usar uma? O strava é mais importante do que uma bike?

Abraços


Foi só uma brincadeira... Ninguém volta no tempo, não existe downgrade em tecnologia... Ainda se anda a cavalo, mas não é eficiente nem prático... E " ninguém " vai voltar a andar de cavalo, pra poluir menos, existem ônus bem maiores que só a poluição...

De resto, sempre existiram os hacks, treats para tirar KOM/QOM LOL
https://www.youtube.com/watch?v=q8KerESQlE8




Enviado por: tiagolage
Data: 23 Fev 2018 as 09:47
Originalmente Postado por Ismah/Cabelo Ismah/Cabelo Escreveu:

Originalmente Postado por tiagolage tiagolage Escreveu:

Fala Ismah! Bão?

É justamente disso que estou falando. Se o problema com as bikes elétricas for se preocupar com KOM, isso é muito pequeno. KOM não significa nada, absolutamente nada. 

O cara pode ir em um seguimento de moto, vácuo, carro, ser puxado, ter problema no gps (acontece muito), etc, sem que muita gente saiba e pegar o KOM.

Além disso quem usa a bike elétrica e coloca no strava, ele elimina os tempos da pessoa nos seguimentos em que ela passou.

Mas volto a perguntar. É realmente um problema tão grande a pessoa desonesta pegar um KOM de bike elétrica, a ponto de deixarmos de apoiar/usar uma? O strava é mais importante do que uma bike?

Abraços


Foi só uma brincadeira... Ninguém volta no tempo, não existe downgrade em tecnologia... Ainda se anda a cavalo, mas não é eficiente nem prático... E " ninguém " vai voltar a andar de cavalo, pra poluir menos, existem ônus bem maiores que só a poluição...

De resto, sempre existiram os hacks, treats para tirar KOM/QOM LOL
https://www.youtube.com/watch?v=q8KerESQlE8




Fala, Ismah! Bão?
kkkk...achei que vc estava falando sério, foi mal...LOL

Por essas do vídeo que falo que nego pira à toa com KOM...kkkkkkkk...que figura!

Abraço


-------------
Niner air 9


Enviado por: Cebo
Data: 24 Fev 2018 as 16:56
Tendo já andado algumas vezes de elétrica admito que achei uma das coisas mais legais que já fiz na vida e to longe de ser preguiçoso. A elétrica abre uma outra face para o esporte, permitindo muito mais diversão e menos sofrimento.

Eu ADORO a parte do sofrimento e também ADORO a parte de desce rápido, fazer curvas e tudo mais. Com uma bike normal, uma coisa obrigatoriamente é ligada na outra, mas com a elétrica não. Ademais, ela abre a oportunidade de pedalar distâncias muito maiores do que você pedalaria normalmente, explorando trilhas antes inatináveis. 

Outra coisa bacana é para quem quer treinar técnica. A ideia do Absalon de poupar as pernas e treinar as habilidades é um exemplo perfeito de que até para grandes atletas ela pode ser útil. Eu já achava a ideia boa antes de andar e, depois que ainda, achei melhor ainda!

Algo que ainda quero fazer é encarar trilhas absurdas que normalmente não podem ser enfrentadas de bicicleta. Tem uns vídeos na internet dos caras subindo umas paredes absurdas de elétrica, precisando de muita técnica e controle para isso. Esse tipo de habilidade pode ser inclusive transferida na hora que você estiver com sua bike normal, por exemplo. 
 


-------------
Seu guidão shalow pode salvar minhas costas!
http://www.pedal.com.br/forum/troco-guidao-fsa-carbon-monocoque-por-algum-shalow_topic59584.html


Enviado por: Pedro Cury
Data: 26 Fev 2018 as 17:31
E aí pessoal, estou com uma Turbo Levo pra gente fazer um teste aqui no Pedal.

Já já to abrindo um tópico para falar das experiências que to tendo e vou linkar aqui, mas meu voto é:
"Sensacional! Uma das melhores inovações do MTB"

E também reforço o argumento de quem falou que só não gosta quem não andou ainda.

Respondendo alguns argumentos resumidamente - E lembrando que estamos falando de MOUNTAIN BIKING, ou seja, andar em trilhas / estrada de terra.

Fazer Força - Você pode fazer quanta força quiser. Um dos testes que fiz aqui foi subir a Vista Chinesa (uma subida famosa aqui e faz parte do circuito olimpico), com ela DESLIGADA. É possível, eu quis testar se da tanto pra treinar fazendo força, quanto seria desconfortável pra economizar bateria ou no caso de faltar bateria. Indo o mais devagar que eu pude, minha zona de treino foi maior do que deveria.

Treino Técnico - Não sabia desse lance do Absolon. Bem legal. Faz total sentido pra muitas situações. A trilha é longe da sua casa e vc tem pouco tempo ? De elétrica vc chega em pelo menos metade do tempo. A trilha tem um atalho mas que é muito técnico que só da pra subir empurrando ? Vc tem chance de fazer pedalando...  Numa das situações aqui, eu fazia o loop quase que 3 vezes mais rápido que o resto do pessoal. Então, meu treino técnico de descida rendeu muito mais.

Lembrando também - Existem trilhas e trilhas... a coisa aqui é bem técnica, pedras e raízes que podem chegar a quase um palmo. A bike que eu to é full, com 150mm e pneus plus.

Andar com os mais forte - Isso também funciona muito bem. Tanto pra vc andar com quem é mais forte que você, quanto convidar quem é mais fraco e vc andar numa bike normal.

Enfim, é muito muito interessante a quantidade de possibilidades que abre. Depois faço meu relato mais completo.


-------------
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!



Enviado por: Pedro Cury
Data: 26 Fev 2018 as 17:47
Ahh um detalhe importante - O motor só te ajuda até 25 km/h. Então, o papo de não fazer força é só se você não quiser!! E em muitas descidas, ela tb não ajuda em nada, já que você está a mais que 25...

-------------
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!



Enviado por: Pedro Cury
Data: 26 Fev 2018 as 19:50
Meu relato até agora com a Turbo Levo... vou acrescentando ao longo do tempo...
https://www.pedal.com.br/forum/mtb-eletrica-testes-e-experiencias-com-a-levo_topic93234.html" rel="nofollow - https://www.pedal.com.br/forum/mtb-eletrica-testes-e-experiencias-com-a-levo_topic93234.html



-------------
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!



Enviado por: Ismah/Cabelo
Data: 27 Fev 2018 as 05:05
Não ajuda mais que 25 km/h porque a lei não permite... Eu comentei com um fabricante artesanal, que eu teria interesse numa urbana / road assim... Seria legal para usar como booster e abrir espaço pro motorista mala que ameaça passar por cima de ti com tudo...


Enviado por: Chuck DhFr
Data: 27 Fev 2018 as 07:23
Existem diversos maneiras de hackear o limitador de velocidade das e bikes e fazer a assistência elétrica funcionar em qualquer velocidade,tá cheio de vídeos mostrando como fazer isso.
Claro que assim a autonomia da bateria será reduzida.



-------------
"Não existe pedal ruim,o ruim é não poder pedalar".

FMMTB Team


Enviado por: Pedro Cury
Data: 27 Fev 2018 as 19:32
Sim, existem. Mas também tem como regular pra ajudar com menos força. Então, a decisão é totalmente do ciclista.

-------------
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!



Enviado por: syndragon
Data: 06 Mar 2018 as 22:38
quem critica me lembra a Kodak!
só digo isso



Enviado por: BetinhoTacca
Data: 12 Mar 2018 as 11:50
Pode ser legal talvez para transporte ou downhill, mas para XC acho que nao tem valor, perde a graça.

Pensando agora, em locais muito montanhosos pode ajudar ciclistas menos preparados a poder completar um role maior que nao conseguiria só com as pernas.


Enviado por: andytuba
Data: 29 Mar 2018 as 11:16
Eu acho muito interessante e fiquei na vontade de andar em uma MTBS.
Li os comentários e concordo que é útil como implemento desportivo nas várias situações citadas pelos colegas. Eu li também o texto da specialized testada pelo Pedro.

Fiquei com algumas dúvidas.

Devo chamar e-MTB ou MTBS?

Tem pra vender no Brasil, e quanto custa?

Quanto custou a bike do teste?



-------------
the time is now. ride


Enviado por: rafael_rtg
Data: 29 Mar 2018 as 11:30
Pedro, dependendo por onde você pedala, pode atingir medias superiores a 25 Km/h, onde o motor sera desligado e você terá que pedalar um bike muito mais pesada e sem auxilio... Chegou a perceber muitos momentos como esses, o esforço e desgaste foi muito grande?  

Originalmente Postado por Pedro Cury Pedro Cury Escreveu:

Ahh um detalhe importante - O motor só te ajuda até 25 km/h. Então, o papo de não fazer força é só se você não quiser!! E em muitas descidas, ela tb não ajuda em nada, já que você está a mais que 25...


Enviado por: jeanclaude
Data: 02 Abr 2018 as 09:18
Uma Ebike full será minha próxima bike após a GT sanction - meta  para 2020/21  pois até la  elas já estarão muito mais eficientes e com preços bem melhores.

-------------
GT Sanction 27.5 10V
ASTRO Comet - 27.5 -30v
TREK Y22 - xodó 1995


Enviado por: jairoramos2014
Data: 02 Abr 2018 as 19:43
Simplesmente acho que se tem motor, deixou de ser bike! Mas no caso de ciclistas com deficiência, pode ser uma ótima pedida.


Enviado por: Pinho
Data: 03 Abr 2018 as 09:24
As EMtbs são uma ótima opção para aquelas pessoas que não tem tanta habilidade e até mesmo força para encarar em pedal mais casca grossa. Pessoas mais velhas e que não tenham um passado com bikes podem usar com boa qualidade, aumentando a quantidade de ciclistas nas trilhas e estradas, o que é sempre bem vindo. Isso para pedal assistido. Quanto às bikes com acelerador, nas quais não é preciso pedalar, sou totalmente contra, inclusive achando que nem deveriam andar em ciclovias.


-------------
Pinho!


Enviado por: Marcelo_Perine
Data: 05 Abr 2018 as 13:21
Gostei do seu ponto de vista e acredito que seja bem isso mesmo.

Originalmente Postado por Lucas Portela Lucas Portela Escreveu:

É uma tecnologia bem-vinda. Permite que pessoas com limitações ou com mais idade consigam transpor subidas ou que façam pedais mais longos, que não conseguiriam antes por diversos motivos. Claro que se avaliarmos no nosso mercado, torna-se algo impraticável, devido ao altíssimo preço.

Concordo com o fato de que é coisa de gente preguiçosa, mas somente nos casos em que a pessoa não possui limitações ou que a idade não venha a prejudicar de forma grave a prática do esporte.

Quanto as competições, ficando em categorias separadas das de "motor humano" não existe motivo algum pra reclamar.



-------------
-------------------------

MarcP -> Marcelo Perine


Enviado por: Speed_racer
Data: 06 Abr 2018 as 10:36
Acho interessante para uso como comuter ou até mesmo para esposas nos acompanhar naqueles pedais mais longos ou pesados...



-------------
Speed_Racer


Enviado por: Joao Oliveira
Data: 21 Abr 2018 as 00:41
Eu particularmente prefiro só no pedal, no entanto, pode ser muito útil para pessoas que geralmente não utilizam esse meio de transporte, considerado não poluidor, haja vista a topografia de algumas cidades (terrenos íngremes), então, esse auxílio na bike (elétrica) é importante.


Enviado por: cascão
Data: 22 Abr 2018 as 09:58
Começando agora as vendas no US  https://www.yamahabicycles.com/" rel="nofollow - https://www.yamahabicycles.com/

Acho que tem potencial muito maior para popularizar as bikes elétricas do que as fabricantes tradicionais de bike.


-------------
Specialized Pitch
GT Avalanche
Drop Bike 20" Trial
Sherco ST300
https://www.youtube.com/playlist?list=PL73FEE8EBA6130331


Enviado por: BIRA
Data: 27 Abr 2018 as 13:48
Originalmente Postado por jklaser jklaser Escreveu:

Tudo que tenha motor que não sejam as pernas , não é bicicleta, ponto.

Mas não seria um auxilio pra quem tem limitações? Explane melhor sua opinião.


Enviado por: BIRA
Data: 27 Abr 2018 as 13:49
Originalmente Postado por sascencio sascencio Escreveu:


Simples assim: tem motor, não é bike, é moto !!!

Brincadeira... rsrsrs... mas só acho coerente para quem tiver limitações, senão é sacanagem... rsrsrs...


Porque sacanagem? Defina melhor seu ponto de vista. Queremos saber.


Enviado por: BIRA
Data: 27 Abr 2018 as 13:52
Originalmente Postado por Marcelo_Perine Marcelo_Perine Escreveu:

Gostei do seu ponto de vista e acredito que seja bem isso mesmo.

Originalmente Postado por Lucas Portela Lucas Portela Escreveu:

É uma tecnologia bem-vinda. Permite que pessoas com limitações ou com mais idade consigam transpor subidas ou que façam pedais mais longos, que não conseguiriam antes por diversos motivos. Claro que se avaliarmos no nosso mercado, torna-se algo impraticável, devido ao altíssimo preço.

Concordo com o fato de que é coisa de gente preguiçosa, mas somente nos casos em que a pessoa não possui limitações ou que a idade não venha a prejudicar de forma grave a prática do esporte.

Quanto as competições, ficando em categorias separadas das de "motor humano" não existe motivo algum pra reclamar.




Concordo.


Enviado por: BIRA
Data: 27 Abr 2018 as 13:59
Mas como tudo no Brasil é relativamente caro ao que se pode dizer sobre bikes, fica infinitamente inviável adquirir uma mtb elétrica.
Eu compraria sim uma dessas pra que minha esposa pudesse me acompanhar em pedais mais longos e poder curtir lugares lindos sem se cansar muito. Eu compraria uma para mim também, pois dai sairíamos juntos.
Agora, quem é mente quadrada e acha que bike só é bike se tiver que pedalar...Me desculpe mas a ignorância chegou e ficou. Idéias e inovações servem pra melhorar o desempenho de quem não possui tal, isso no mundo das bikes. O mesmo caboclo que tem esse tipo de mentalidade deveria olhar lá atrás e ver que algum CABEÇÃO que nem ele torceu o nariz quando inventaram o sistema de marchas nas bicicletas. Garanto que na época ele torceu o nariz e falou: TUDO QUE TEM CÂMBIO NÃO É BICICRETA!
Hoje é o mesmo pensamento de alguns TAPADOS. Deus mio.


Enviado por: BobbyG
Data: 08 Jun 2018 as 23:00
Eu sei que queria andar em uma pra experimentar, isso sim! O grande ponto negativo fica no preço mesmo. E nem precisei pesquisar pra saber disso.


Enviado por: MTB POWER
Data: 11 Jun 2018 as 15:01
Eu acho TOP demais, quero mais é que evoluam e muito, e os custos diminuam, quero é ter uma em breve! Abraços.


Enviado por: Paulo Filipin
Data: 15 Jun 2018 as 11:36
Tinha que ter mais incentivo governamental para esse modal. E propaganda sobre bike elétrica. Muitos que compram motos poderiam utilizar a bike eletrica. Mais segura. Penso que cidades pequenas e médias, até nas grandes, dependendo do trajeto aliviaria muito o sistema público de transporte.




Enviado por: rafael_rtg
Data: 15 Jun 2018 as 11:44
Sim, respeito a opinião que é difícil isentar toda uma categoria, mas crie um teto, ex:

*Bikes Elétricas ate 4 Mil reais, são isentas de PIS, Cofins e ICMS....

Resultado, teríamos muitas urbanas elétricas substituindo scooter, e ate motos maiores... 

Cidades que possuem ciclovias, viriam elas sendo melhor aproveitadas, e nem pensariam em elimina-las como fazem em alguns lugares...

As vezes o pessoal me questiona porque limitar as isenções, criar tetos, aumentar impostos dos mais ricos, etc... 

Mas temos que pensar, que nenhum pais vive com zero impostos, os países desenvolvidos, cobram ate mais impostos que o Brasil, porem eles tem uma legislação muito mais elaborada, onerar os ricos, e isentar as classes mais baixas, ou setores que ajudem no desenvolvimento nacional... 

Fiz um Imposto de Renda de um canadense (trabalha aqui, mora la e aqui, recebe por la, uma bagunça, rs), e sem brincadeira, me assustei quando recebi a declaração canadense dele, ele foi tributado efetivamente em quase em 40%, enquanto que aqui no Brasil não passaria de 25%....


Enviado por: João Frango
Data: 15 Jun 2018 as 12:37
Um uso que me caberia e ninguém citou é pra minhas ciclorotas, este ano por falta de tempo não pude ir pra Estrada Real pois só tinha uma semana e mesmo que me acabasse não consigo fazer o Caminho Novo em 7 dias e acabei deixando pro ano que vem, to longe de ser ''fracote ou preguiçoso'' mas com a experiência acumulada de outras rotas pedalando por vários dias consecutivos numa altimetria pesada eu imagino o quanto um auxílio deste ajudaria.

Vi a Elite Evibe que está mais na faixa que eu uso e poderia ter e achei muito legal, é uma possibilidade Big smile

Tenho moto Trail e ja fiz algumas viagens pelas mesmas rotas que ja fiz de bike e não tem nada a ver uma coisa com a outra, a bike é muito mais legal de se percorrer estes caminhos por poder ficar a vontade sem equipamento pesado de segurança como no caso da moto e na tensão da pilotagem que a moto te obriga a ter, sem falar que mesmo de Ebike imagino que sentimos o local com seus sons e cheiros e na moto é só barulho de motor e cheiro de gasolina LOL

Mas uma coisa que eu faria caso vier a ter é parar de ''Stravar" pois acho que não convém 


-------------
Não compre nada sem procedência, não alimente parasitas.


Enviado por: PedroMayall
Data: 15 Jun 2018 as 13:26
Acho ótimo e vou querer uma daqui a alguns anos, quando estiverem mais leves, eficientes e baratas. Penso sobretudo em uma e-bike de DH que dispense o resgate. O meu objetivo no mtb é descida. Com a bike convencional, eu pedalo uma hora no plano e subindo pra chegar na trilha mais próxima de casa, que desço em 5 minutos. Com a e-bike eu chegaria lá em 30 minutos e poderia descer duas vezes.


Enviado por: rafael_rtg
Data: 15 Jun 2018 as 14:34
Ai que esta a pegada... Tem alguns casos de Enduro e DH que pessoal sobe o moro de camionete ate onde da para ir, e tem países que inclusive vc sobe de teleférico igual sky, depois é descer morro abaixo, e pouco importa se a bike pesa 10 ou 20 kg....

As elétricas abrem uma nova oportunidade...



Originalmente Postado por PedroMayall PedroMayall Escreveu:

Acho ótimo e vou querer uma daqui a alguns anos, quando estiverem mais leves, eficientes e baratas. Penso sobretudo em uma e-bike de DH que dispense o resgate. O meu objetivo no mtb é descida. Com a bike convencional, eu pedalo uma hora no plano e subindo pra chegar na trilha mais próxima de casa, que desço em 5 minutos. Com a e-bike eu chegaria lá em 30 minutos e poderia descer duas vezes.


Enviado por: Carrapatense
Data: 18 Jun 2018 as 08:59
Ja testei a Sense Impulse, achei bem legal, divertida. Um gas maior para quem esta evoluindo, alem disso pode ser deasbilitado a ajuda extra.
 Tambem nao deixa de ser uma opcao mais limpa, ecologica, com relacao aos carros e motos.


Enviado por: rodperez
Data: 24 Jun 2018 as 09:40
Acho válido.

Especialmente para quem usa a bike como transporte. Poder pedalar uma distância maior, sem se cansar ou suar muito.


Enviado por: Pedro Cury
Data: 24 Jun 2018 as 12:52
Originalmente Postado por PedroMayall PedroMayall Escreveu:

Acho ótimo e vou querer uma daqui a alguns anos, quando estiverem mais leves, eficientes e baratas. Penso sobretudo em uma e-bike de DH que dispense o resgate. O meu objetivo no mtb é descida. Com a bike convencional, eu pedalo uma hora no plano e subindo pra chegar na trilha mais próxima de casa, que desço em 5 minutos. Com a e-bike eu chegaria lá em 30 minutos e poderia descer duas vezes.

Exato! Mesmo dentro da trilha... lá no raposão dá pra ficar subindo e descendo sem parar e acho que você cansa o corpo antes de acabar a bateria!


-------------
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!



Enviado por: caquitows
Data: 29 Jul 2018 as 14:45
Eu acho tesão a idéia e a prática.

Esse final de semana em Ubatuba pai de um dos caras com mais de 70 anos estava lá pedalando com a gente subindo umas (das raras) trilhas bem cascas (pra todo mundo).

Pra competição, é uma categoria a parte, só isso.


Enviado por: Connington
Data: 29 Jul 2018 as 15:40
Polemizando um pouco. Tem muita gente que diz que é coisa de preguiçoso, mas tenta retirar o maximo de peso da bike e usar cassete quanto maior melhor. Paz.

Mas eu acho bem valido principalmente para pessoas que usam a bike como meio de transporte e não por esporte. Imagem a situação de que você sai do trabalho estressado e cansado e ainda ter que fazer força para chegar em casa, nesse situação uma e-bike seria muito bem vinda.
Acho que se as e-bikes custassem metade do preço de uma moto iriam se popularizar bastante e ter uma gama de mercado bem interessante, como modal de transporte, mas para isso levaria muito tempo e no brasil uma boa bike custa o preço de uma moto e sem falar da questão mecânica. Mas quem sabe com o tempo, seria até uma opção mais econômica, não custa sonhar. Smile 


Enviado por: amuraro
Data: 30 Jul 2018 as 14:52
Cada pessoa tem a sua realidade. 
Algumas querem a bike apenas para locomoção, sem pensar nos benefícios a saúde num primeiro momento, mas pode facilitar a entrada no esporte num segundo momento.
Ainda existe a questão de certas limitações físicas de cada um, pessoas com deficiência física dos mais diversos níveis. 
Mas acredito que tem de ter uma certa distinção para os usuários pois muintos acham que podem andar como se fosse uma motocicleta. Ou é motocicleta ou é bicicleta.



Enviado por: DBG
Data: 31 Jul 2018 as 11:18
Particularmente eu acho interessante. Claro que muitos preferes a bicicleta pura, apenas no pedal, mas para muitos seria uma ótima opção de mobilidade.
Perto da empresa onde eu presto serviço, tem um senhor que utiliza uma bicicleta elétrica para cima e para baixo. Dificilmente ele conseguiria se locomover com essa praticidade apenas no pedal, considerando que a região é cheia de subidas e descidas.


-------------
Caloi Supra 2011 ©®²³


Enviado por: Joao Mello
Data: 01 Ago 2018 as 08:19
A galera tá falando em pessoas idosas, pessoas com limitações físicas, mas olha vou ser bem sincero, o  que eu mais vejo utilizando bike elétrica são jovens saudáveis...

E penso o seguinte, se a pessoa é preguiçosa, ela não vai usar bike, seja elétrica ou convencional. Se a pessoa é preguiçosa ou sedentária ela pega o carro dela pra ir à padaria que seja, e não é uma bateria auxiliar que vai fazê-la montar numa bike e sair pelas ruas.

Vi que a galera tá enveredando a questão para o esporte, mas eu coloco a bike elétrica muito mais na questão de mobilidade urbana. Nisso eu acho ela fantástica, uma revolução. Pensar que isso tem potencial de ser uma alternativa extremamente eficiente a um carro ou moto na mobilidade nas cidades...chega a ser um sonho.


Enviado por: Cassaco
Data: 27 Ago 2018 as 10:18
Bem, acho muito interessante ,porem é bom em caso de passeio ,já andei em uma ,foi uma ótima experiência,pra quem busca uma bicicleta só pra fugir da rotina e não quer se cansar muito , é uma boa compra,se for pra andar em zona urbana, mas se for pra uma trilha uma AVENTURA principalmente uma MTB não vale a pena,perde todo sentido da bicicleta e pra o que ela foi feita nessa modalidade,então bicicleta elétrica é bom porém só na cidade pra quem quer só dá uma volta sem cansar,porem pra trilha ou algo do gênero que seja mais intenso,não tem lógica comprar elétrica ,o motor tem de ser as pernas mesmo .


Enviado por: rodmach
Data: 27 Ago 2018 as 12:00
Eu acho interessante, e estava justamente vendo nos lançamentos 2019 das marcas que o fizeram até agora um empenho maior em mostrar suas e-bikes e as linhas urbanas, creio que com o objetivo comercial óbvio de explorar a bike como mobilidade, mas se não estou enganado, tem cadas vez mais opções seja para uso urbano ou trilha.

Ainda não pedalei nenhuma mas adoraria, ando de bike normal mas por ter um pinçamento nas vértebras lombar-sacro meu limite é de 20, 25 km no máximo e sem muito esforço, caso contrário é dor e desconforto por uns dias. Com uma dessas bikes poderia acompanhar os colegas nos pedais, ir trabalhar com mais frequência (2 subidas que se não cuido a dor vem) e curtir mais...

Pena que os valores na casa de 10 mil para cima complica para mim...


Enviado por: ciclovi(d)a
Data: 05 Set 2018 as 20:32
Para competição entre "pedelecs", não vejo qualquer inconveniente.
Para uso urbano, em especial por quem tem de fazer percursos fisicamente exigentes a caminho do trabalho, acho uma excelente solução.
Para quem gosta de cicloturismo mas já não tem idade ou condições de saúde para atacar subidas ou largas dezenas de quilómetros, permite manter essa saudável actividade de ar livre.
Claro que uma pedelec entrar em competição com bicicletas não assistidas, não faz qualquer sentido; já basta a vantagem de quem tem 30 ou 40000 reais para comprar uma super-bike de carbono com 9 kg, face ao adversário que arrasta uma 'coisa' com 13 ou 14kg.



Enviado por: JosimarFreeride
Data: 13 Set 2018 as 13:02
Na minha opinião as bikes elétricas são mais adequadas as grandes cidades. Lógico que para o Mountain Bike as vantagens são muitas (já citadas acima), mas, aqui no Brasil o preço ainda é desestimulante. Cry

Como toda inovação esta também com o passar do tempo vai ganhar mais espaço e mais adeptos e os que hoje torcem o nariz. .. Angry, amanhã (futuro próximo ou nem tanto) estarão felizes nas trilhas com suas bikes elétricas e suas barrigas de cerveja e churrasco.  ..  LOL


-------------
É só pular e rezar pra não quebrar os dentes...FREERIDE...!!!


Enviado por: sidserra
Data: 28 Nov 2018 as 20:08
Nesse universo elétrico das bikes, tem as elétricas mesmo que não precisa pedalar e as de pedal-assistidas. Se baratearem, cada um compra aquela que lhe servir melhor sem esse mimimi de ser preguiçoso. Temos que deixar as coisas evoluírem por elas mesmas, viva a tecnologia!


Enviado por: Diniel
Data: 02 Dez 2018 as 11:57
Acho muito legal esse bum eBikes. Acho que são um otima oportunidade, principalmente para quem tem alguma limitacao ou eh iniciante. Eu tive a oportunidade de andar em uma eBike e gostei muito. A bike não é um scooter que anda sozinha. Se nao pedalar vc nao tem o auxilio do motor (que auxilia ate determinada velocidade). Com certeza se o valor nao fosse proibitivo eu teria uma. Acho uma inovação bem vinda na minha opiniao. No meu caso por exemplo, que me acidentei de bike e estou parado desde entao, quando estiver apto para voltar, se tivesse uma eBike a disposicao seria bem mais facil para eu retomar o ritmo e poder participar com outras pessoas que estao com treinamento constante. Acho que uma eBike tem uma missão interessante que é poder unir pessoas com limitacoes ou que nao estao tão em forma com pessoas que estao fisicamente para possam compartilhar juntas momentos na bike. Sobre competicoes minha unica ressalva é que acho que devem ter categorias especificas talvez sefmentadas por potencia ou algo assim.

-------------
Santa Cruz Hightower Carbon CC
ex- Cannondale Trigger 2 Carbon
ex- Scott Scale 970 (Abelhona)
ex- Cannondale Trail 6
ex- GT Aggressor 2.0


Enviado por: bruzetti
Data: 20 Dez 2018 as 16:50
Para locomoção para trabalho acho muito válido, pois poupa o ciclista de chegar suado. Mas sinceramente eu não tenho interesse algum, para mim a graça é botar as pernas para trabalhar LOL


Enviado por: mucho
Data: 22 Dez 2018 as 15:18
Eu estava pensando em comprar uma pra ir ao trabalho, que são 16,5km de casa e não tem chuveiro lá.
Eu vou de carro, já que no horário que eu trabalho não tem condução.
Minhas opções seriam uma moto ou uma bike mesmo, com as despesas que tenho de carro (que inclui pedágio) conseguiria comprar uma bike elétrica, por exemplo.


Enviado por: Arrebola
Data: 25 Dez 2018 as 12:42
Originalmente Postado por Pinho Pinho Escreveu:

As EMtbs são uma ótima opção para aquelas pessoas que não tem tanta habilidade e até mesmo força para encarar em pedal mais casca grossa. Pessoas mais velhas e que não tenham um passado com bikes podem usar com boa qualidade, aumentando a quantidade de ciclistas nas trilhas e estradas, o que é sempre bem vindo. Isso para pedal assistido. Quanto às bikes com acelerador, nas quais não é preciso pedalar, sou totalmente contra, inclusive achando que nem deveriam andar em ciclovias.
Concordo plenamente!


Enviado por: Leo Amaral
Data: 09 Mar 2019 as 16:51
http://hub.chainreactioncycles.com/latest-news/e-bikes-provide-brain-boost-older-riders-study-finds/?utm_source=SilverpopMailing&utm_medium=email&utm_campaign=HUB_09_03_19" rel="nofollow - http://hub.chainreactioncycles.com/latest-news/e-bikes-provide-brain-boost-older-riders-study-finds

"Cyclists between 50 and 83-years-old employing the pedal assist advantages of e-bikes were found to experience increased cognitive and mental health benefits compared to a normal bike.

The study by the University of Reading and Oxford Brookes University said extra pedal power enabled more mature riders to explore their local area and interact with people and the natural environment, secure in the knowledge power-assist would get then home stress-free.

Lead researcher Dr Louise-Ann Leyland said: “It is really encouraging this research suggests older adults’ cognitive function – particularly what we call, executive function, as well as processing speed – could be improved by cycling in the natural or urban environment, even when that was on an electrically assisted e-bike.”

O resto do texto e o estudo em si podem ser lidos no link acima.

-------------
------
"If you don't know where you are going, any road will get you there." The Cheshire Cat in Alice's Adventures in Wonderland, Lewis Carroll. Antigo ltadeu70.


Enviado por: oguime
Data: 04 Abr 2019 as 00:18
Tenho 54 anos, não pratico esportes, moro na região da Paulista e trabalho na Vila Olímpia. Dependendo do trânsito estava levando uma hora para ir ou voltar do escritório, de carro ou de ônibus.

No mês passado aluguei uma elétrica para avaliá-la como opção de transporte urbano, já que com uma bicicleta comum dificilmente conseguiria enfrentar a subida para a Paulista no retorno.

O motor de 350W dá um bom auxílio na ladeira. Não tenho que subir nos pedais mas faço bastante força se considerar que sou basicamente sedentário.

Tenho levado entre 35 e 45 minutos de bike, por enquanto usando só ciclovias e ciclofaixas, mesmo que isso aumente o percurso de 7 para 8 ou 9km.

É verdade que preciso de uns minutos adicionais para tomar banho e trocar de roupa quando chego (o prédio tem vestiário completo), mas passo todos os dias pelo Ibirapuera, faço atividade física, evito o stress e coloco um carro a menos no trânsito!

Ok, o tópico é sobre MTB. Não tenho experiência mas este https://www.youtube.com/watch?v=ED0m3CbRLcI - video mostra como uma eMTB pode trabalhar a favor da inclusão de pessoas com menor preparo.


Enviado por: M.Noronha
Data: 07 Abr 2019 as 16:27
Eu gosto de pedalar, mas há pessoas que estão fora de forma, possuem restrição de mobilidade, aqueles que não tem.um vestiário no trabalho, etc.
Cada um sabe onde aperta seu calo. O importante é termos menos carros nas ruas.


Enviado por: viniciusduin
Data: 05 Jun 2019 as 17:51
Estou com um grande interesse em adquirir.

Para explicar melhor:

Moro em uma cidade chamada Gama no DF e semanalmente tenho compromissos no centro de Brasília, que fica a de 30 a 40 km daqui. Eu já fui de bike centenas de vezes durante a minha vida (tenho 38 anos), porém dependendo do compromisso chego muito suado, devido as subidas ou então levo muito tempo para chegar.

O meu intuito é fazer este percurso gastando em torno de uma hora (mais ou menos) porém sem me matar na bike para poder chegar inteiro no compromisso e assim eliminar o transporte público.

Vocês acham viável? O difícil até agora está no preço. Gostaria de gastar no máximo 4.000,00 na bike que tenha uma autonomia média de 40 km.

Abraços.


Enviado por: Pedro Cury
Data: 06 Jun 2019 as 10:53
Vinicius,

Eu não testei ainda as urbanas. O problema que ouço falar delas é que são muito mais pra passeios. Não são bikes tão preparadas para pedalar sem a ajuda da bateria com eficiência, então elas não vão ter tão boa ergonomia, pneus eficientes, etc. Talvez a Vela seja a mais adequada, ainda não pesquisei a fundo...

De qualquer forma, tudo depende do quanto vc quer pedalar. Quanto mais vc ajudar, menos uso de bateria, claro. E vc vai ter a opção de por na tomada no trabalho pra usar na volta.

Já tem até speeds elétricas, mas elas são muito caras ainda!


-------------
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!



Enviado por: viniciusduin
Data: 07 Jun 2019 as 11:58
Originalmente Postado por Pedro Cury Pedro Cury Escreveu:

Vinicius,

Eu não testei ainda as urbanas. O problema que ouço falar delas é que são muito mais pra passeios. Não são bikes tão preparadas para pedalar sem a ajuda da bateria com eficiência, então elas não vão ter tão boa ergonomia, pneus eficientes, etc. Talvez a Vela seja a mais adequada, ainda não pesquisei a fundo...

De qualquer forma, tudo depende do quanto vc quer pedalar. Quanto mais vc ajudar, menos uso de bateria, claro. E vc vai ter a opção de por na tomada no trabalho pra usar na volta.

Já tem até speeds elétricas, mas elas são muito caras ainda!

Pedro, bom dia. Perfeita sua colocação. Estive ontem olhando ao vivo estas bikes e a realidade é essa mesmo. A eficiência delas sem a bateria é péssima. São pesadas e com poucas marchas. Ou seja, neste meu trajeto (que tem bastante subidas) sem a bateria se tornaria muito penoso inviabilizando a minha ideia. Já desisti dessa e vou para a MTB tradicional e quem sabe, dentro de algum tempo. posso comprar um kit e instalar na minha própria bike.

Um grande abraço e obrigado.


Enviado por: TTardelli
Data: 11 Jul 2019 as 10:52
Entendam, bike elétrica é legal, divertida, mas não é bike.
Bike elétrica é uma moto elétrica com pedais e a depender da assistência, uma bicicleta de academia.

Não quero tirar a vontade de quem está querendo comprar, mas é a mesma coisa que uma pessoa acompanhar o pedal de mobilete, lógico que é vantajoso para quem não conseguiria acompanhar o pedal normalmente, mas não é o mesmo transporte. 
Existem também bikes a combustão, chamadas de moto ou motocicletas, e já faz tempo.kkk
Para mim, Bike elétrica é recurso de assessibilidade, válido, mas para pessoas que precisam.
Mas lógico que podem ter campeonatos, como tem de motocross.


Enviado por: ghd
Data: 11 Jul 2019 as 10:53
Originalmente Postado por TTardelli TTardelli Escreveu:

Entendam, bike elétrica é legal, divertida, mas não é bike.
Bike elétrica é uma moto elétrica com pedais e a depender da assistência, uma bicicleta de academia.

Não quero tirar a vontade de quem está querendo comprar, mas é a mesma coisa que uma pessoa acompanhar o pedal de mobilete, lógico que é vantajoso para quem não conseguiria acompanhar o pedal normalmente, mas não é o mesmo transporte. 
Existem também bikes a combustão, chamadas de moto ou motocicletas, e já faz tempo.kkk
Para mim, Bike elétrica é recurso de assessibilidade, válido, mas para pessoas que precisam.
Mas lógico que podem ter campeonatos, como tem de motocross.


Olha, eu até poderia concordar com você, mas aí seriam 2 pessoas falando merda...

-------------
Guia de Bikes por faixa de preço => https://www.pedal.com.br/forum/guia-de-bikes-por-faixa-de-preco_topic92180.html" rel="nofollow - AQUI


Enviado por: TTardelli
Data: 30 Jul 2019 as 15:22
Originalmente Postado por ghd ghd Escreveu:

Originalmente Postado por TTardelli TTardelli Escreveu:

Entendam, bike elétrica é legal, divertida, mas não é bike.
Bike elétrica é uma moto elétrica com pedais e a depender da assistência, uma bicicleta de academia.

Não quero tirar a vontade de quem está querendo comprar, mas é a mesma coisa que uma pessoa acompanhar o pedal de mobilete, lógico que é vantajoso para quem não conseguiria acompanhar o pedal normalmente, mas não é o mesmo transporte. 
Existem também bikes a combustão, chamadas de moto ou motocicletas, e já faz tempo.kkk
Para mim, Bike elétrica é recurso de assessibilidade, válido, mas para pessoas que precisam.
Mas lógico que podem ter campeonatos, como tem de motocross.


Olha, eu até poderia concordar com você, mas aí seriam 2 pessoas falando merda...

Caíssimo, agredir um membro do grupo porque não concorda com você é meio estranho, especialmente em um campo que se colocam opiniões. Mas até entendo este tipo de comportamento. 
Reveja sua vida, reative amizades, pedale e sinta o vento no rosto, talvez você consiga melhorar sua cabeça e se programar para discordar e apresentar pontos ou fatos, ou mesmo opiniões.
Fique bem.


Enviado por: ghd
Data: 30 Jul 2019 as 15:27
Dizer de uma forma irreverente que vc falou merda agora é agressão?
Geração snowflake total hein, tá loco...

Você não parece ter conhecimento do que se exige pra por exemplo fazer um pedal longo em eMTB.
Os apresentadores do GMBN até citaram uma vez que o pedal mais desgastante que fizeram nos últimos tempo foi o na bike elétrica.

Busque um pouquinho de conhecimento antes de falar bobagem e não precisa ser tão frágil e ser fazer de vítima.

#paz

-------------
Guia de Bikes por faixa de preço => https://www.pedal.com.br/forum/guia-de-bikes-por-faixa-de-preco_topic92180.html" rel="nofollow - AQUI


Enviado por: BIRA
Data: 30 Jul 2019 as 15:47
Originalmente Postado por ghd ghd Escreveu:

Dizer de uma forma irreverente que vc falou merda agora é agressão?
Geração snowflake total hein, tá loco...

Você não parece ter conhecimento do que se exige pra por exemplo fazer um pedal longo em eMTB.
Os apresentadores do GMBN até citaram uma vez que o pedal mais desgastante que fizeram nos últimos tempo foi o na bike elétrica.

Busque um pouquinho de conhecimento antes de falar bobagem e não precisa ser tão frágil e ser fazer de vítima.

#paz


Mas qual foi o problema que tiveram com a bike elétrica no pedal?


Enviado por: ghd
Data: 30 Jul 2019 as 16:33
Nenhum problema, fizeram um pedal épico, distância bem longa e chegaram fisicamente exaustos.

-------------
Guia de Bikes por faixa de preço => https://www.pedal.com.br/forum/guia-de-bikes-por-faixa-de-preco_topic92180.html" rel="nofollow - AQUI


Enviado por: Ismah/Cabelo
Data: 30 Jul 2019 as 20:03
O que é esperado... O motor, no uso deles, provavelmente deixou a bike como uma ergométrica ou coisa assim, permitindo praticamente manter uma potência menor, e ainda mais constante - o que é brilhante.

-------------
Sigam-me os bons
https://www.strava.com/athletes/12011746" rel="nofollow - Strava -
http://Instagram.com/ismah_cabelo" rel="nofollow - Instagram
Prost!


Enviado por: BIRA
Data: 30 Jul 2019 as 20:19
Originalmente Postado por ghd ghd Escreveu:

Nenhum problema, fizeram um pedal épico, distância bem longa e chegaram fisicamente exaustos.
Caramba. Eu irá gostar de uma bike elétrica top. Me ajudaria muito.


Enviado por: euripedesroo
Data: 30 Jul 2019 as 22:30
Não sou fã da idéia pro pedal esportivo, para o recreativo ou de transporte, tudo bem.


Enviado por: BIRA
Data: 31 Jul 2019 as 07:53
Originalmente Postado por euripedesroo euripedesroo Escreveu:

Não sou fã da idéia pro pedal esportivo, para o recreativo ou de transporte, tudo bem.


Mas porque não? Só porque é elétrica? Pode ser usado no pedal esportivo sim pois existem pessoas com limitações que gostariam de praticar o mtb. É como as para-olimpíadas em que muitos tem limitações mas não deixam de praticar o esporte por causa dessas limitações. Felizmente os fabricantes conseguem fazer um produto que atendam as necessidades dos atletas e dos não.
Não estou afirmando que a bike elétrica é somente para deficientes. Eu não sou deficiente mas adoraria ter uma mountain bike top elétrica e poder ir muito mais além do que estou acostumado e não se cansar. Mas dai vc vai me falar: vai com uma moto então! Dai eu te respondo que a sensação de pilotar uma bike, seja elétrica ou não é totalmente diferente.


Enviado por: MarioAmaya
Data: 05 Ago 2019 as 17:51
Este tópico foi proposto exatamente porque divide opiniões, e essa divisão tem muito do lado subjetivo, emocional, e não do racional.
Pessoalmente, sou um ciclista antigo e fui acompanhando o desenvolvimento das coisas. Quando comecei, tinha gente que odiava a ideia de colocar suspensões em MTBs. Depois disso, quando todo mundo estava com suspensão, pelo menos dianteira, igual polêmica aconteceu em torno dos freios a disco. Chegava a ser bem irritante a insistência dos detratores.
Quando eu era novo e muito mais forte que hoje, rodando centenas de quilômetros por semana e participando de competição de cross-coutnry, se me apresentassem uma das elétricas de hoje, teria respondido com desdém, justificando o esforço que colocara em meu treino. Mas hoje é diferente.
Embora não seja tão forte, não estou fisicamente ruim. Sempre mantive um bom grau de treino. Entretanto, tem dias que simplesmente enche o saco fazer no pedal um trajeto inteiro (especialmente por obrigação e não por esporte, como ir ao trabalho).
E, principalmente, acabou aquela famosa sensação de sempre ter que provar alguma coisa a alguém. O sujeito me ultrapassou na subida? Antes eu fazia questão de correr e passar de volta, todos, um por um, sempre, fizesse chuva ou sol. Não preciso mais disso. Pensar em competir perna com motor parece ser mais ou menos o mesmo.
Não concordo muito com quem diz que se tem motor elétrico já vira moto. É certo que as MTBs trouxeram para o ciclismo várias ideias das motos. E as MTBs elétricas são mais um passo aproximando as duas máquinas. Mas moto mesmo ainda é um bicho totalmente diferente, e isso é evidente para quem pilotou uma.



Imprimir página | Fechar Janela

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06 - http://www.webwizforums.com
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd. - https://www.webwiz.co.uk