Imprimir Página | Fechar Janela

Pneu ressecado

Impresso de: Pedal.com.br
Categoria: Assuntos Gerais
Nome do Fórum: Oficina e Manutenção das Bikes
Descrição Fórum: Fórum para discussão geral sobre mecânica, manutenção, ferramentas, pintura, reparos, regulagem, compatibilidade, limpeza e ajuste da sua bicicleta.
URL: https://www.pedal.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=79422
Data da Impressão: 22 Abr 2024 as 13:09
Versão do Software: Web Wiz Forums 12.07 - https://www.webwizforums.com


Tópico: Pneu ressecado
Postado Por: AndréFarias
Assunto: Pneu ressecado
Data de Publicação: 29 Out 2014 as 15:57
Galera,

Na dianteira da bike tenho o Rocket Ron Evo Tubeless 29x 2.25 kevlar

Vim ver essa semana que o mesmo está ressecado, com aquelas fissuras.

O mesmo não está vazando liquido.

Seria bom trocar logo o pneu?



Respostas:
Postado Por: remela
Data de Publicação: 29 Out 2014 as 16:40
Poderia entrar em contato com o fabricante, para ver se da troca.


Postado Por: Pepebike
Data de Publicação: 29 Out 2014 as 21:51
O ressecamento do pneu é algo que acontece naturalmente por envelhecimento do mesmo. Para evitar isso os fabricantes de pneu usam um composto anti-quebra na camada externa de borracha.  Contudo esse envelhecimento pode ser acelerado ou agravado se:
- O pneu for exposto a hidrocarbonetos, derivados de petróleo, produtos vendidos como "para limpar pneus", gasolina, óleo diesel, querosene, removedor, lubrificantes, cera automotiva e etc.  Infelizmente, muitas oficinas usam óleo diesel para limpar as bicicletas e por vezes, pode haver um contato acidental com algum produto acima citado, especialmente durante a limpeza e lubrificação da corrente de transmissão da bicicleta.  Eu mesmo já provoquei acidentalmente o ressecamento de um pneu dianteiro por sujá-lo com cera automotiva e por não tê-lo lavado imediatamente.  Os derivados de petróleo entram em contato com o pneu e destroem as ligações químicas entre as moléculas de carbono e as moléculas de enxofre do composto de borracha.  Isso é irreversível.
- Exposição ao sol ou fonte de radiação ultra-violeta.  Os raios ultra-violetas presentes na luz solar (e o Brasil é campeão neste quesito) ou provenientes de outras fontes, como soldas elétricas, aparelhos com arco-voltaico e etc. provocam ressecamento prematuro nos pneus.
- Trabalhei 16 anos em áreas técnicas de fábricas de pneus e, dificilmente um fabricante irá ressarcir algo como isso.  Se o dano for importante (grande, extenso) recomendo trocar o pneu.  Se o dano for pequeno, pouco profundo, não expondo as lonas de nylon, rayon ou poliéster da carcaça do pneu, prossiga o uso, avaliando o estado do dano de quando em quando.
Espero ter ajudado.
  





-------------
“Life is like riding a bicycle. To keep your balance, you must keep moving.”


Postado Por: AndréFarias
Data de Publicação: 30 Out 2014 as 07:42
Obrigado a todos. Irei comprar outro pneu


Postado Por: Moura SP
Data de Publicação: 30 Out 2014 as 08:31
Originalmente postado por Pepebike Pepebike escreveu:

O ressecamento do pneu é algo que acontece naturalmente por envelhecimento do mesmo. Para evitar isso os fabricantes de pneu usam um composto anti-quebra na camada externa de borracha.  Contudo esse envelhecimento pode ser acelerado ou agravado se:
- O pneu for exposto a hidrocarbonetos, derivados de petróleo, produtos vendidos como "para limpar pneus", gasolina, óleo diesel, querosene, removedor, lubrificantes, cera automotiva e etc.  Infelizmente, muitas oficinas usam óleo diesel para limpar as bicicletas e por vezes, pode haver um contato acidental com algum produto acima citado, especialmente durante a limpeza e lubrificação da corrente de transmissão da bicicleta.  Eu mesmo já provoquei acidentalmente o ressecamento de um pneu dianteiro por sujá-lo com cera automotiva e por não tê-lo lavado imediatamente.  Os derivados de petróleo entram em contato com o pneu e destroem as ligações químicas entre as moléculas de carbono e as moléculas de enxofre do composto de borracha.  Isso é irreversível.
- Exposição ao sol ou fonte de radiação ultra-violeta.  Os raios ultra-violetas presentes na luz solar (e o Brasil é campeão neste quesito) ou provenientes de outras fontes, como soldas elétricas, aparelhos com arco-voltaico e etc. provocam ressecamento prematuro nos pneus.
- Trabalhei 16 anos em áreas técnicas de fábricas de pneus e, dificilmente um fabricante irá ressarcir algo como isso.  Se o dano for importante (grande, extenso) recomendo trocar o pneu.  Se o dano for pequeno, pouco profundo, não expondo as lonas de nylon, rayon ou poliéster da carcaça do pneu, prossiga o uso, avaliando o estado do dano de quando em quando.
Espero ter ajudado.





   Independentemente do tópico ter sido encerrado, antigamente os pneus duravam enquanto tinham cravos e não ressecavam assim, das duas uma. Ou o composto das borrachas de hoje é mais pobre, os produtos químicos são mais fortes ou realmente os pneus dos anos 90 eram melhores. 
   Vejo muitas bicicletas dos anos 90 com pneus originais carecas e que estão em bom estado por uma década.
   Estranho isso.



Postado Por: AndréFarias
Data de Publicação: 30 Out 2014 as 08:36
Pois é... Estranho mesmo e o pior que nunca usei produto quimico no pneu e tão menos a bike ficava exposta ao sol.


Postado Por: Vrbelo
Data de Publicação: 30 Out 2014 as 15:14
Tenho um par de Kenda Nevegal DTC 2.1 que está com esse problema também. No caso dele, acho que ficou guardado muito tempo. Quando montei, parecia que estava ok, porque inicialmente não apareceram as pequenas fissuras (rachaduras mínimas, tanto na largura quanto na profundidade). Depois de pouco tempo inflado apareceram. Não dei muita importância, já rodei bastante com eles, mas sempre verifico o estado geral dos pneus toda vez que calibro. Do jeito que vai, só vou me desfazer deles quando estiverem gastos, se as fissuras aumentarem ou se algum cravo se soltar. Wink


Postado Por: AndréFarias
Data de Publicação: 30 Out 2014 as 16:51
Originalmente postado por Vrbelo Vrbelo escreveu:

Tenho um par de Kenda Nevegal DTC 2.1 que está com esse problema também. No caso dele, acho que ficou guardado muito tempo. Quando montei, parecia que estava ok, porque inicialmente não apareceram as pequenas fissuras (rachaduras mínimas, tanto na largura quanto na profundidade). Depois de pouco tempo inflado apareceram. Não dei muita importância, já rodei bastante com eles, mas sempre verifico o estado geral dos pneus toda vez que calibro. Do jeito que vai, só vou me desfazer deles quando estiverem gastos, se as fissuras aumentarem ou se algum cravo se soltar. Wink


Obrigado amigo.



Imprimir Página | Fechar Janela

Forum Software by Web Wiz Forums® version 12.07 - https://www.webwizforums.com
Copyright ©2001-2024 Web Wiz Ltd. - https://www.webwiz.net