Imprimir página | Fechar Janela

O preço da improvisação

De:: Pedal.com.br
Categoria: Assuntos Gerais
Nome do fórum: Mobilidade - Cicloativismo - Transporte
Descrição:: Fórum para discutir o uso da bicicleta como meio de transporte - Qualquer assunto relacionado, incluindo indicação de bikes e peças, devem ser discutidos aqui. Exceto cicloturismo.
URL:: https://www.pedal.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=78638
Data:: 18 Mai 2021 as 10:46
Versão do Software: Web Wiz Forums 11.06 - http://www.webwizforums.com


Tópico: O preço da improvisação
Enviado por: MarcusLisboa
Assunto: O preço da improvisação
Data: 08 Set 2014 as 11:34
Já começaram a aparecer as conseqüências da maneira atabalhoada com que estão sendo implantados na capital os 400 km de ciclovias prometidos pelo prefeito Fernando Haddad, sem um estudo sério sobre sua real utilidade e sem planejamento. O que esta acontecendo com a ciclovia da Avenida São João, no centro - invadida por motos, carros e até caminhões, já que é pequeno o numero de ciclistas que a utilizam, é um exemplo que pode se repetir por outras regiões em que estão sendo implantadas as pressas , essas vias exclusivas.

reportagem publicada pelo Estado mostrou que naquela avenida, entre a Rua General Osório e a Avenida Duque de Caxias, das 17 a 19 horas de determinado dia, as 43 bicicletas que por ali passaram, tiveram que dividir o espaço que deveria ser só seu com 158 motos - circulando em alta velocidade, algumas na contramão, 16 carros e um veiculo urbano de carga (VUC), minicaminhão autorizado a circular pelo centro. Na prática, a ciclovia se transformou numa motofaixa.

Para o presidente do sindicato de Motoboys, Gilberto de Almeida Santos, isso acontece porque "aquela ciclovia é um espaço que ninguém usa". Ciclistas ou cicloativistas como preferem ser chamados aqueles para os quais a bicicleta é ao mesmo tempo um meio de transporte e de militância ouvidos pela reportagem afirmam que no começo é mesmo pequeno o numero de seus colegas que utilizam uma ciclovia.

Num ou noutro caso não importa quem tenha razão, a Prefeitura tinha a obrigação, se a sua ação fosse planejada, de tomar desde o início medidas para evitar a invasão da ciclovia. Ou de não instalar ciclovias onde não há necessidade.

Essa deve ser uma das razões pelas quais o prefeito Fernando Haddad anunciou o emprego de agentes da guarda civil metropolitana (GCM) a serem para isso treinados pela CET para fiscalizar as ciclovias, aplicando multas a quem nela praticar irregularidades. Isso começara a ser feito ainda este ano e Haddad promete que haverá três guardas civis a cada quilometro.

A população tem o direito de saber se a prefeitura pretende fiscalizar e punir apenas as irregularidades que prejudicam os ciclistas, com vem acontecendo, ou também as cometidas por eles em toda a cidade. Ninguém em sã consciência coloca em duvida a necessidade ou melhor, a obrigatoriedade de proteger os ciclistas. Mas isso não significa colocá-los acima da lei como uma espécie de seres superiores, porque ecologicamente corretos, com o direito de fazer impunemente o que bem entendem.

É inaceitável que ciclistas como é freqüente andem na contramão, para encurtar caminho, sem capacete de proteção e com bicicleta sem farolete.

Sem falar na circulação pelas calçadas. Essas são condutas de alto risco, para eles próprios, mas igualmente para os condutores de outros veículos, que também devem ser protegidos da sua imprudência, para os pedestres sujeitos a ser atropelados na calçadas.

Já é mais do que na hora de os ciclistas serem obrigados, como os condutores de outros veículos, a respeitar as leis de transito e normas de segurança. Isso implica a obrigatoriedade de as bicicletas terem placa, sem a qual a fiscalização é praticamente impossível. Se Haddad quer que se difunda em São Paulo o uso da bicicleta como meio de transporte, a exemplo do que fizeram e fazem grandes cidades dos paises desenvolvidos, essa é uma das regras a serem seguidas.

A outra é a do planejamento que começa pela determinação de quantas ciclovias a cidade comporta e onde elas devem ser implantadas, o que exige estudos técnicos que não foram feitos. Se foram, onde estão? Tanto é verdade que a improvisação é a marca registrada dos pretendidos 400 km de ciclovias de Haddad que, mal começaram a ser implantadas, já devem ser reavaliadas.

É o caso da ciclovia da chácara Santo Antonio na zona sul, cujo trecho de 2,4 km, que acaba de ser inaugurado, esta sendo revisado por técnicos da CET por pressão dos moradores da região. Pela mesma razão , isso pode acontecer também com as ciclovias da região central.

Fonte: O estado de São Paulo, 31 de agosto, folha A3

Mapa do 400 km de SP
https://maps.google.com.br/maps/ms?msid=217457800974376082556.0004dc48f1d9a428ade93&msa=0&ie=UTF8&t=m&ll=-23.596082,-46.595764&spn=0.283156,0.411987&z=11&source=embed" rel="nofollow - https://maps.google.com.br/maps/ms?m...1&source=embed

Mapa das ciclovias de lazer
https://mapsengine.google.com/map/edit?mid=zMgW3UKCm4n8.kyp5CvuOg5Ts" rel="nofollow - https://mapsengine.google.com/map/ed...8.kyp5CvuOg5Ts



Respostas:
Enviado por: FAB1000
Data: 08 Set 2014 as 13:04
Isso me parece mais um texto de um proprietário de veículo automotor revoltado com o espaço que agora será obrigado a dividir, culpando a prefeitura por algo de errado que ela não faz, do que informativo das ocorrências, que provavelmente deveria ser o foco do texto.

Reclamar que os ciclistas andas sem capacete e farol é apelar demais. Duvido que ele não faça muito mais atrocidades no trânsito com sua propriedade (eu pago imposto pra usar na rua!) automotora. Wink


-------------
Taca-le pau nesse obrigado, se eu tiver ajudado. Taca-le pau! Taca-le pau! kkkkk


Enviado por: gstrobel
Data: 08 Set 2014 as 13:34
Originalmente Postado por FAB1000 FAB1000 Escreveu:

Isso me parece mais um texto de um proprietário de veículo automotor revoltado com o espaço que agora será obrigado a dividir, culpando a prefeitura por algo de errado que ela não faz, do que informativo das ocorrências, que provavelmente deveria ser o foco do texto.

Reclamar que os ciclistas andas sem capacete e farol é apelar demais. Duvido que ele não faça muito mais atrocidades no trânsito com sua propriedade (eu pago imposto pra usar na rua!) automotora. Wink

Ou recebeu uma multinha por andar na cicloviaLOL


-------------
Caloi Virtus - 29r
Mosso 980XC - 29r
Scott Speedster 40


Enviado por: Pantoja
Data: 08 Set 2014 as 13:41
O texto começou criticando as ciclovias do "Prefeito do Pêtê", afinal é culpa só dele que as pessoas não tenham educação e desrespeitem a ciclovia, afinal, se ninguém fiscaliza, pra que seguir a lei? Depois começou a borbulhar contra ciclistas de modo geral, aqueles irresponsáveis que não usam capacete nem "luzinha". Malditos esses ecologicamente corretos, que não pagam multas nem ipva.

Olha, o título da matéria é "O preço da improvisação", e a própria matéria é um improviso.



-------------
Gabriel Hansen - http://bikedemia.blogspot.com


Enviado por: Liternit
Data: 08 Set 2014 as 14:00
placa em bicicleta? LOL coloca um guarda pra multar o ciclista que estiver errado pelo RG, da mesma forma que fazem com pedestres que cruzam fora de faixa em certos países. E pensar que quem escreveu recebe um salario e ainda é publicado em um veiculo grande como o Estado. Tem gente que vai longe com pouca capacidade, isso me da uma inveja filha da puta.


Enviado por: newhouse
Data: 08 Set 2014 as 14:20
Essa questão vai levantar muita polemica. A elite branca de SP não vai deixar isso barato, por aqui em SP a prefeitura é obrigado a fornecer estacionamento, lavagem, polimento e cafezinho pra quem entope a cidade de carros, por que na mentalidade deles carro é a preferência até se estiver em cima da calçada.

 

Eu mesmo aboli o carro nos dias de semana a anos. A uns 8 anos atrás, quando tirei minha carta ainda dava pra ir trabalhar de carro que vc só encontrava transito nos grandes centros, agora está impraticável, nada anda no horário de pico, o cara que ir correndo pra casa chega primeiro que você de carro. No horário das 18:00 faço 25 km de carros em quase 2h e meia, de bike faço em 1h10m.

 

Agora, seria bem mais interessante se o prefeito desse prioridade a criar uma malhar ciclavel ao invés de construir pontos isolados. O primeiro grande passo seria integrar a periferia ao centro nos grandes corredores de tráfego, isso aumentaria muito o número de ciclistas no centro e viabilizaria a implementação dos demais trechos. Agora, pouco adianta uma ciclovia no centro, se pra chegar lá o cara tem atravessar a Av. Ibirapuera, o eixo norte-sul, a Edgard Facó.

 

Mas vamos ver no que tudo isso pode dar, pra mim já é um passo importante no mesmo rumo de cidades como Paris e NY que já estão tirando o espaço dos carros para ceder espaço as pessoas. Afinal, o que dizer de um veiculo que ocupa 7m² pra transportar 1 pessoa?


Enviado por: Liternit
Data: 08 Set 2014 as 15:38
Originalmente Postado por newhouse newhouse Escreveu:

A elite branca de SP não vai deixar isso barato

Dead


puts nem vale comentar


Enviado por: onoda
Data: 08 Set 2014 as 17:50
é dificil ver as ciclovias da região central como algo positivo quando muitos criticam por N motivos, alguns por não usar, outros por não morar na região mas ter que passar de carro para ir trabalhar, outros por atrapalhar o estacionamento de seu comercio... Com certeza tem muito mais gente com motivos pra reclamar do que pra incentivar, mesmo não gostando do Haddad e discordando do apoio que que ele da a alguns movimentos como MTST, tenho que reconhecer que com as ciclovias ele ta tentando fazer algo positivo para a cidade ser chamada de CIDADE e não uma selva de pedra.

sobre os cilcistas fora-da-lei, acho que emplacamento tornaria muito burocrático o processo de fiscalização, seria mais viável a apreensão da bike do infrator no momento da infração com pagamento obrigatório de multa na devolução. As bikes que não fossem resgatas poderiam ser doadas antes que apodrecessem.

-------------
♪ Hime Hime Hime, Suki Suki Daisuki, Hime, Hime ♪


Enviado por: LinosFly
Data: 08 Set 2014 as 18:16
Uma coisa o texto mandou bem: o governo do haddad é na base da tentativa e erro, vide corredor de ônibus em plena 23 onde há somente 6 linhas de ônibus.

-------------
No Brasil, a democracia é uma ditadura de picaretas.


Enviado por: 43679
Data: 09 Set 2014 as 02:37
Começou falando de PT =ex-classe media injuriado com bolsa-tudo.
Assina um text de um importante jornal(hauhauaha)
Cara,placa em bikes??Tinha um cara q tavq querendo,alem da placa de identificaçao,qbike pagasse uma taxa.O pessoal chiou,ea lei nao foi aprovada.
Alem de ser estupidamente feio,nao serviria pra nada.CArros tem,e qtos sao roubados em SP por dia??Qtos tem estas mesmas placa clonadas
E qtos se preocupao com multa sopor ter uma placa no carro?

Escrever para um jornal destes,criticar(nada como uma boa polemica pra ganhar leitores)mas nao dar uma conclusao ao texto.
Pelo que sei,bike ja tem leis sim,e muitas.
Se ocara anda na callçada,um guarda de transito pode multar,apreender o veiculo(sim)e vcso retira qd paga a multa no patio do Cietran
A multa épara pessoa fisic amesmo
Tem gente q pensa q multa=transito
MUlta existe pra tudo
Em parte concordo com o texto
Em parte,nao
Dizer q bikers devem respeitar a lei,qdo TODOS os outros veiculos NAO,é piada...
Aqui na minha cidade NAO se usa cinto de segurança,seta de direçao raramente,e tem nego q sequer liga os farois a noite,dento da cidade...
Serio...cidade pequena nao da nada,e cidade grande,é IDENTICO
Quase fui atropelado emcima da faixa em Cascavel,PR


Porque concordo:Reclamar de carro,e tal,sem mostrar q segue regras,é ser um motherf**king bike.


Enviado por: 43679
Data: 09 Set 2014 as 02:41
Bike segue as regras das motos e carros
_Nao contra-mao
_Nao passar na frente dos outros(respeita preferencial)
_Nao calçada(empurrando a bike,pode atravessar o calçadao inteiro)
Bicicletero deve aprender que esta sozinho no transito,ninguem vai cuidar dele nao,noçao de direçao defensiva deve ser primordial,mas nao é assim q fazem


Enviado por: kakoniteroi
Data: 09 Set 2014 as 07:51
Marcos Lisboa,
Concordo contigo no ponto básico.
A falta de planejamento gera ciclo vias que "não pegam" e está criando uma cultura de que é uma moda que vai passar.

Pior para o ciclista uma ciclovia desrespeitada, pois ele julga estar seguro, reduz a atenção e coloca-se em risco.

Concordo que é inaceitável que as regras de segurança e tráfego não sejam respeitadas.
Quanto à placas em bicicletas , não acho viável nem correto.
Mas é outro debate.

Moro na cidade de Niterói, e por motivos de visibilidade de política pública o prefeito da cidade está implementando ciclovias de qualquer maneira, e a coisa está ficando muito perigosa.

Já tive um incidente com potencial para tragédia: Eu vinha pedalando na ciclovia , do centro para a boa viagem , 40km/h ... estava sozinho em uma manhã de fim de semana. Um senhor saltou do ônibus no meio do nada sobre a ciclovia que eu passava em velocidade alta. Desviei o mínimo, bati com o braço nele.
O senhor foi ao chão, por sorte me equilibrei.
O ônibus, cujo motorista infringiu a lei, foi embora olhando pelo retrovisor, enquanto o senhor (também culpado por saltar fora do ponto) ainda estava no chão.

E eu.... quase cai a 40 km/h ....




Enviado por: kakoniteroi
Data: 09 Set 2014 as 08:10
PS...
Quando digo sozinho na ciclovia , não havia ninguém em 500 metros.
Por isto a velocidade alta.


Enviado por: Carlos sp
Data: 09 Set 2014 as 09:38
Originalmente Postado por onoda onoda Escreveu:

é dificil ver as ciclovias da região central como algo positivo quando muitos criticam por N motivos, alguns por não usar, outros por não morar na região mas ter que passar de carro para ir trabalhar, outros por atrapalhar o estacionamento de seu comercio... Com certeza tem muito mais gente com motivos pra reclamar do que pra incentivar, mesmo não gostando do Haddad e discordando do apoio que que ele da a alguns movimentos como MTST, tenho que reconhecer que com as ciclovias ele ta tentando fazer algo positivo para a cidade ser chamada de CIDADE e não uma selva de pedra.

sobre os cilcistas fora-da-lei, acho que emplacamento tornaria muito burocrático o processo de fiscalização, seria mais viável a apreensão da bike do infrator no momento da infração com pagamento obrigatório de multa na devolução. As bikes que não fossem resgatas poderiam ser doadas antes que apodrecessem.

Está correta, de certa forma a parte que cita "quase não ter uso" eu presencio toda vez que vou ao centro, tem vias que tem baixo tráfego de ciclistas que não deveria ter ciclovia como exemplo a avenida Casper Líbero/ região LUZ que nessa via a ciclovia acompanha o fluxo, já na avenida Duque de Caxias, fizeram a ciclovia na direita rente a calçada, e a pista de ciclovia sentido bairro passa centímetros do tráfego oposto e já houve dois acidentes graves com veículos batendo de frente com ciclistas numa ultrapassagem ilegal sobre a ciclovia e por esse motivo o baixo fluxo vi somente aqueles triciclos de carga utilizando essa ciclovia...  

E no centro está ocorrendo algo muito desagradável, você está trafegando na ciclovia, mas caso precise sair dela para seguir seu caminho tem gente que fica xingando "Porra vai para ciclovia!"Angry


-------------
O que não nos mata nos torna... Estranhos.


Enviado por: Liternit
Data: 09 Set 2014 as 09:41
Originalmente Postado por kakoniteroi kakoniteroi Escreveu:

Marcos Lisboa,
Concordo contigo no ponto básico.
A falta de planejamento gera ciclo vias que "não pegam" e está criando uma cultura de que é uma moda que vai passar.

Aqui em SP vai pegar, basta ver a ciclovia da Faria Lima cada vez mais cheia e até avenidas sem ciclovia com muitos ciclistas no fim do dia. Quando ligarem as ciclovias o numero de ciclistas vai aumentar muito.


Enviado por: zex
Data: 09 Set 2014 as 10:37
Hua-Hue-Hue-Hue.... Quando eu li o titulo do tópico eu pensei que alguém tinha morrido por causa de alguma gambiarra feita na bike.......LOL


Enviado por: mvshel
Data: 09 Set 2014 as 11:20
A minha impressão (sou do Rio)  é que a questão da implantação das ciclovias aí em SP está muito contaminada pela questão política. Por isso tanta repercussão negativa... até porque são as reportagens sobre a metade vazia do copo que vendem jornal.

Aqui no Rio, continuamos com as "ilhas" de ciclovias que não se comunicam umas com as outras...


Enviado por: Liternit
Data: 09 Set 2014 as 12:05
Originalmente Postado por mvshel mvshel Escreveu:

A minha impressão (sou do Rio)  é que a questão da implantação das ciclovias aí em SP está muito contaminada pela questão política. Por isso tanta repercussão negativa... até porque são as reportagens sobre a metade vazia do copo que vendem jornal.

Haddad no inicio tentou um aumento absurdo de IPTU que não foi aprovado, grande parte da insatisfação vem ai. Fora isso o transito para quem tem carro piorou com os corredores e as obras em diversas vias, algumas coisas não foram bem feitas como corredor na 23 de Maio.

Tem certa implicância e ate justificável, mas a maioria das reclamações sobre a ciclovia são mais ignorância que qualquer coisa, claro que a implicância politica não ajuda.


Enviado por: ogum777
Data: 09 Set 2014 as 13:08
tá bem contaminada a discussão.

o fato é que esse prefeito resolveu fazer isso, mesmo contrariando toda a lógica política.

em SP, todo prefeito só administrava a crise, nos últimos 30 anos. isso com gestões de qualquer partido, inclusive PT.

não sei o que se passa na cabeça do haddad.  pq comprou briga com uma cidade inteiramente carrólatra. temos que lembrar que o paulistano não vêm tráfego de pessoas, ele vê trânsito de carros e só. embora os corredores tenham em média aumentado a velocidade dos ônibus em quase 70% (os dados estão em link lá embaixo dessa mensagem), e isso seja muito bom, quem tá dentro do carro só vê seu mundinho, seu umbiquinho.

temos editoriais de jornalões pedindo melhor ano trânsito mas não querendo que se mexa exatamente em quem causa o trânsito: o carro, que responde por 80% da ocupação das ruas mas carrega menos de 30% dos paulistanos diariamente.

do ponto de vista da instalação de todo esse sistema ciclovias e ciclofaixas, a dificuldade já começa na própria cia de trânsito. sabe-se muito bem que quem não pedala faz caca quando projeta estrutura cicloviária. e só parte de quem projeta pedala.  há tb corpo mole contra. há também resistência dentro da própria prefeitura - todos os sub-prefeitos são contra, por exemplo, chegando a dizer isso em público.

e parte dos ciclistas parece achar que repentinamente vai surgir uma ciclovia com padrão holandês numa rua de padrão de terceiro mundo. não vai.

esse modelo de pintar de vermelho e meter tachão tá longe de ser o ideal, pq muitas das vias têm o típico asfalto paulistano: buraqueira, remendos e etc. mas pelo jeito foi a saída que encontraram pra fazer sair rápido e criar um fato consumado.

pq é fato que haddad não se reelege: fazendo corredor de ônibus e ciclovia, em vez de fazer viaduto, túnel e estacionamento pra entupir mais ainda a cidade de carros, ele dá um tiro no pé.

ele comete o erro de achar que o paulistano quer mesmo uma cidade melhor, o que implica sim numa cidade com muitos menos carros, menos vias pra carros e menos lugar pra estacionar carros nas ruas, e esquece que o sonho do paulistano é o jipão confortável pra ficar horas parado no trânsito (e isso inclui muita gente que pedala de final de semana ou no rolo).

da minha parte, eu fico imaginando o pau que vai ser na hora que fizerem um cercadinho vermelho pra gente atravessar as pontes sobre as marginais, hoje o maior impedimento pra quem quer usar a bike como meio de transporte e mora fora do centro expandido. 

fico até imaginando os pançudos de perna fina em seus carrinhos tendo chiliques pq tiraram um metro de alguma pista de 3 faixas pra cada lado. pq eles têm chiliques se tiram qq centímetro do deus carro. pra mim, os chiliques contra o corredor na 23 de maio exemplificam o desespero. a foto abaixo mostra bem. é uma faixa pro ônibus e 4 (QUATRO!)  pra carros. e eles que têm 80% das faixas ainda reclamam. e grande parte dos carros na foto com uma pessoa só dentro...





bom, tá todo mundo contra o haddad, até o PT, então os que não são contra, fiquem tranquilos que ele não se reelege. por mim, a cidade que pare. a única coisa que eu queria é que ao menos os carros e motos não poluíssem tanto. podiam ter os escapamentos virados pra dentro, e os vidros fechados. os meus pulmões agradeceriam. no mais, eu continuarei com velocidade média acima de 20 por hora, embora a velocidade média da cidade no horário de pico seja bem mais baixa, igual à de uma galinha correndo. é a velocidade dos coxinhas....

a matéria sobre a velocidade dos ônibus:
http://viatrolebus.com.br/2014/09/onibus-de-sao-paulo-estao-687-mais-rapidos-com-novas-faixas-exclusivas/" rel="nofollow - http://viatrolebus.com.br/2014/09/onibus-de-sao-paulo-estao-687-mais-rapidos-com-novas-faixas-exclusivas/

a matéria sobre a velocidade do trânsito e das galinhas:
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0503201001.htm" rel="nofollow - http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0503201001.htm



-------------
asbicicletas.wordpress.com



ecourbana.wordpress.com


Enviado por: srvine
Data: 09 Set 2014 as 13:39
Originalmente Postado por zex zex Escreveu:

Hua-Hue-Hue-Hue.... Quando eu li o titulo do tópico eu pensei que alguém tinha morrido por causa de alguma gambiarra feita na bike.......<img src="smileys/smiley36.gif" alt="LOL" title="LOL" />


Somos 2


Enviado por: Liternit
Data: 09 Set 2014 as 13:49
Eu não consigo entender gente que sempre tem raiva do outro lado, quando leio coxinha, elite, cicloativista fico com vergonha. Não existia uma ciclovia em São Paulo com Kassab vieram as primeiras, é questão de tempo as pessoas mudarem a cabeça e usarem a bicicleta como transporte. 

Fico vendo ponto de ônibus lotado e gente parada no transito, muito mais confortável ir de bicicleta. Fato é que São Paulo vai ter muita ciclovia e logo vão estar cheias. Só espero que saia alguma ligação entre Faria Lima e Centro, não sei onde podem colocar uma ciclovia, dentro dos bairros ou em algum corredor como Rebouças, Europa, Brigadeiro.

Ontem eu percebi que a ciclovia que liga Faria Lima ao parque do povo pela Rua Artur Ramos para na estação Cidade Jardim e não chega ao Pq. do Povo, pior foi ver as motos cortando dentro da ciclovia se der faço um vídeo hoje.



Enviado por: 43679
Data: 09 Set 2014 as 23:33
Minha cidade(Juranda,Parana) tem pouco mais de 7 mil habitantes,um fato curioso q eu notei,no dia da eleiçao para prefeito(calma,nao vou fala de politica),qdosaiu o resultado,todo mundo(dolado ganhou)foi pra rua,juntou com os doladoq perdeu(nao,naofoi pra confrateniza,lapelas 9 a Policia teve q intervir pra nao dar morte)
Resultado>Eu calculo po baixo,uns 3 mil carros...
O centro da cidade,e umas 5 ruas ficarao lotadas,dos dosi lados,,,
OU seja,se um dia saissem TODOS o carros da cidade q moro ao mesmo tempo(como houve neste dia)o centro e ruas proximas nao tem transito
Eu calculo q minha cidade tenha atemais de 3000 veiculos,acho q da mais de 2 pessoas po 1 carro.

EU imagino ai em SP...


Enviado por: Bullseye
Data: 10 Set 2014 as 08:59
Saiu hoje o custo da implementação...

15.000.000 de reais!

Quinze milhões para uma faixa pintada!


Enviado por: MarcusLisboa
Data: 10 Set 2014 as 10:01
Originalmente Postado por kakoniteroi kakoniteroi Escreveu:

Já tive um incidente com potencial para tragédia: Eu vinha pedalando na ciclovia , do centro para a boa viagem , 40km/h ... estava sozinho em uma manhã de fim de semana. Um senhor saltou do ônibus no meio do nada sobre a ciclovia que eu passava em velocidade alta. Desviei o mínimo, bati com o braço nele.
O senhor foi ao chão, por sorte me equilibrei.
O ônibus, cujo motorista infringiu a lei, foi embora olhando pelo retrovisor, enquanto o senhor (também culpado por saltar fora do ponto) ainda estava no chão.

E eu.... quase cai a 40 km/h ....

Você estava errado como você pode pedalar a 40 km/h em uma ciclovia? É muito perigoso principalmente se essa ciclovia for em lateral de uma rua e em proximidades de centro comerciais, os pedestres podem aparecer "derrepente" e você estando em alta velocidade provavelmente não vai conseguir parar, espero que você tenha ajudado o senhor que caiu e não tenha simplismente continuado.


Enviado por: kakoniteroi
Data: 10 Set 2014 as 13:43
Sim Marcus,
Estava muito rápido, mas não para a situação.
Era uma manhã de sábado, sem ninguém 500 m a frente.
A ciclovia, na verdade a uma faixa a direita , do lado do mar, sem cruzamento.
Sim ajudei o senhor, que de fato caiu.
Acho sim que tive uma parcela de responsabilidade neste incidente, pois a minha velocidade não permitia a parada. Como só tenho gerência sobre aquilo que faço, cabe assumir minha parcela de responsabilidade.
Porém, eu não estava infringindo nenhuma regra. Não há limite de velocidade para o transito específico de bicicleta, e a via é de 60km/h . Portanto qualquer veiculo (inclusive uma bicicleta) trafegando abaixo do limite está dentro dos parâmetros aceitáveis.
Já o ônibus, parou fora do ponto, e abriu a porta.
O passageiro, desceu sabidamente fora do ponto, pondo em risco quem estava na pista. Sim na pista, pois ele não desceu na calçada.
Concluo que o incidente foi causado por desrespeito a leis de transito, e estas leis não foram desrespeitadas por mim. Mas... assumo a responsabilidade de como condutor assumir uma postura defensiva, o que no caso é: "Não acredite que a ciclovia será respeitada".
Abraço


Enviado por: Liternit
Data: 10 Set 2014 as 14:26
Originalmente Postado por Bullseye Bullseye Escreveu:

Saiu hoje o custo da implementação...

15.000.000 de reais!

Quinze milhões para uma faixa pintada!

Isso é a o projeto da Av. Paulista com as ligações até o bairro.

Vai ficar muito bom

http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/veja-como-ficara-a-avenida-paulista-com-nova-ciclovia




Enviado por: AleRamos
Data: 10 Set 2014 as 14:39
Nesse último sábado, bati numa porta de taxi que se abriu de repente na minha frente...
A rua (Av. Princesa Isabel, Copacabana) tem ciclovia, mas eu estava na rua mesmo.
Na ciclovia da orla passa skate, cachorro, criança, ambulantes e seus carrinhos...é muito perigoso, principalmente se vc anda rápido.
Nesse caso específico, a ciclovia ainda passa pelo túnel, aonde é comum acontecerem assaltos.
Então, eu vou mesmo é pela rua...
O sinal estava fechado e os carros parados, eu passava entre os carros...o táxi estava na faixa da esquerda e abriu a porta direita (que dava p rua).
Resumindo: tudo errado... e ainda saiu do carro uma prostituta de 1,90 e seu cliente gringo sem falar português... e o taxista brigando com todo mundo no meio da rua...caos...chequei a bike, td certo...
o meu ombro doía um pouco, mas dava p ir ... era o único machucado, então larguei eles lá brigando e fui embora. Acho que a porta do taxi deu uma empenada ...

Na verdade, acho q falta projeto urbano...as ciclovias não são levadas à sério, não são pensadas como parte do transporte público da cidade, não se conectam, não tem bicicletário nos lugares chaves, como nas estações de mêtro...são vistas como área de lazer e os burocratas da administração pública se satisfazem em aumentar a quantidade de quilômetros aleatoriamente que deve melhorar algum índice qualquer que mede a modernidade/mobilidade urbana, que vai ser mostrado em algum jornal, como se fosse uma grande conquista.
Aqui no Rio têm ciclovia p caramba, mas tem ciclovia com degrau de meio fio, na calçada, que termina de repente em lugar nenhum, de chão de terra batida, etc. 
É uma pena, mas ao mesmo tempo, cada vez mais escuto pessoas falando de bicicletas, cada vez mais vejo bicicletas nas ruas e comparando com 10 anos atrás sou muito mais respeitado no rua...existe uma progressão lenta, mas sem volta.

Abs, Alê "esperançoso"





-------------
Cannondale Synapse Carbon 105
Cannondale Caadx 105
http://www.strava.com/athletes/1447197


Enviado por: FAB1000
Data: 10 Set 2014 as 15:07
Pela maneira como o Bullseye contou a notícia, me parece que ele não gosta muito do atual governo, ou das ciclovias implantadas na marra. LOL

-------------
Taca-le pau nesse obrigado, se eu tiver ajudado. Taca-le pau! Taca-le pau! kkkkk


Enviado por: MarcusLisboa
Data: 10 Set 2014 as 15:35
Ciclovia na Paulista
 O novo projeto de ciclovia apresentado hoje pela Prefeitura de São Paulo promete redesenhar os contornos da Avenida Paulista, uma das mais importantes da cidade.

 Muito aguardado pelos que usuários de bicicletas, o eixo de 3,8 quilômetros está previsto para ser entregue até junho de 2015 e custará 15 milhões de reais.

A medida faz parte da meta do governo de ampliar a rede de ciclovias da metrópole para 400 quilômetros até 2016.

Segundo o projeto, a região também ganhará outras ciclovias em ruas como Pamplona, Haddock Lobo, Frei Caneca e Bela Cintra; que ficam no entorno da Paulista (confira o mapa abaixo). Nessas áreas, as obras devem começar ainda neste ano.



Canteiro central

Visando agradar a gregos e troianos, a faixa exclusiva será construída no canteiro central da Av. Paulista, sem diminuir o número de faixas utilizadas hoje por carros e ônibus. Para isso, a obra prevê o alargamento do canteiro central em 50 centímetros (25 de cada lado).

No entanto, durante os seis meses de construção - de janeiro a junho de 2015 -, uma faixa de carros em cada sentido será interditada.



 Entre as alterações também estão: a inclusão de grades de proteção em alguns trechos, áreas para a travessia de pedestres e a retirada dos relógios de rua e dos tanques de plantas.

O projeto também prevê adequações na Rua Bernadino de Campos, continuação da Paulista. Para receber o canteiro central, a via terá a fiação enterrada, melhora na iluminação e reforma das calçadas.

Segundo dados atualizados da CET, São Paulo conta hoje com uma malha cicloviária de 129,1 quilômetros, sendo 121,3 km de ciclovias; 3,3 km de ciclofaixas definitivas e 4,5 Km de calçadas compartilhadas no Centro.

Além disso, a cidade conta ainda com 120,8 Km de ciclofaixas de Lazer, que funcionam em dias e horários específicos; e 67,5 km de ciclorrotas, que são vias comuns com sinalização de alerta para motoristas.


Enviado por: Bullseye
Data: 10 Set 2014 as 15:42
Só acho o custo de 15.000.000 meio fora da realidade... Se for 300km o que NÃO E de ciclovia sao 50 reais por um metro de pintura... Sei não mas acho que sai muito mais barato....

Ou vc acha que um metro sai mesmo 50 reais?

Detalhe o tópico se chama custo do improviso. A resposta e 15.000.000 simples número...


Enviado por: Bullseye
Data: 10 Set 2014 as 15:44
Quanto a ciclovia to adorando ela passa em frente de casa e irá me ajudar.

Não tenho nenhum prejuízo com ela so ganhos...

E que embora goste dela gosto menos de indícios de corrupção.


Enviado por: FAB1000
Data: 10 Set 2014 as 15:57
Será que custa apenas 50 reais o metro pintado com tintas especiais, demarcado com tartarugas, grades de isolamento, retirada de material e construção de calçamento maior, área isolada durante o serviço, transporte de materiais e pessoal, alimentação, salário, custos sociais, licitação, documentação, liberação de outros orgãos, e ainda a empresa que fizer isso tudo ter lucro, após liberado para uso?

Que em muita coisa tem maracutaia, eu e muitos dos que estão aqui não temos dúvidas, mas tem que ter bom senso para avaliar também. Ninguém está contratando o seu Moisés, que é porteiro durante o dia, pra pintar o chão do quintal com tinta branca com xadrez vermelho pra dar cor, e usando cimento com terra do próprio quintal peneirada. Wink


-------------
Taca-le pau nesse obrigado, se eu tiver ajudado. Taca-le pau! Taca-le pau! kkkkk


Enviado por: AloPaulo
Data: 10 Set 2014 as 16:17
Originalmente Postado por FAB1000 FAB1000 Escreveu:

Será que custa apenas 50 reais o metro pintado com tintas especiais, demarcado com tartarugas, grades de isolamento, retirada de material e construção de calçamento maior, área isolada durante o serviço, transporte de materiais e pessoal, alimentação, salário, custos sociais, licitação, documentação, liberação de outros orgãos, e ainda a empresa que fizer isso tudo ter lucro, após liberado para uso?

Que em muita coisa tem maracutaia, eu e muitos dos que estão aqui não temos dúvidas, mas tem que ter bom senso para avaliar também. Ninguém está contratando o seu Moisés, que é porteiro durante o dia, pra pintar o chão do quintal com tinta branca com xadrez vermelho pra dar cor, e usando cimento com terra do próprio quintal peneirada. Wink


chorei com o Seu Moisés kkkkkk

abc
alopaulo


Enviado por: Bullseye
Data: 10 Set 2014 as 16:38
Na verdade usando o dado de pouco mais de 120 km 115 reais...

Contando que a prefeitura ja possuiu expertise e recurso humano para isso com anos de experiência pintando as ruas da cidade e contando que diferente do seu Moisés que compra dois sacos de cimento por vez a prefeitura compra em grandes lotes e assim por custo bem menor acho caro sim...

Ou usando o mesmo argumento ad hominen usado,

Será que ficou ofendido pela suspeita de superfaturamento por defender cegamente o partido?


Enviado por: FAB1000
Data: 10 Set 2014 as 16:43
Originalmente Postado por Bullseye Bullseye Escreveu:

Ou usando o mesmo argumento ad hominen usado,

Será que ficou ofendido pela suspeita de superfaturamento por defender cegamente o partido?

kkkkkkk... é cada um que me aparece...LOL

Não dá nem pra debater o assunto de maneira coerente e razoável com alguém tão revoltado assim contra um partido político, acusando todos os que escrevam algo coerente de macumunado com coisas erradas.


-------------
Taca-le pau nesse obrigado, se eu tiver ajudado. Taca-le pau! Taca-le pau! kkkkk


Enviado por: Bullseye
Data: 10 Set 2014 as 16:52
Apenas usando mesmo argumento.

Quando vc usa argumento ad hominen ok?

Quando usam mesmo tipo de falácia argumentativa contigo não pode?

Kkkkk

Cara so acho que mesmo sendo exelente a ciclovia, mesmo sendo na porta de minha casa, mesmo indo trabalhar de bike gostaria que o custo fosse adequado...

Coisa que não acho que seja.

Argumento um, existe uma força de trabalho treinada com ampla expertise.

Argumento dois, o custo de compra em lotes grandes e menor assim a matéria prima sai mais em conta que para o consumidor final.

Seria interessante um argumento que possa contrabalançar estes.


Enviado por: Bullseye
Data: 10 Set 2014 as 17:04
Deixa dar uma ajuda nisso:

http://papodehomem.com.br/falacias-logicas/


Enviado por: FAB1000
Data: 10 Set 2014 as 17:11
Você já começou errado porque a obra tem que ser feita por licitação. E se não fosse, para comprar em grandes quantidades precisaria ter sua razão social aprovada com pagamento a posteriori, o que encarece em muito o custo final. Todos os funcionários seriam pagos para tal serviço, pois mesmo que sejam funcionarios da prefeitura estariam em centros de custo diferentes. Bom... deixa pra lá pois parece que você está achando que é igual a ir no Macro comprar caixa de óleo de cozinha, ou rolo de papel higiênico?

Escrever que achar a sua avaliação pouco razoável é falácia? Atacar as pessoas chamando porque você não gosta de um partido político ou porque a sua avaliação é pouco crível é razoável?
Quem disse que eu aprovo o valor?
O que eu não aprovo é a tua avaliação de que o custo de R$50 por metro é suficiente para executar tal obra em uma grande cidade, no centro econômico dela. Nem a maneira como postou a notícia dos custos lá em cima, incompleta e deixando os leitores pensarem que o custo era apenas de pintura de uma faixa vermelha no chão.



Bom...continue cantando vitória, você está absolutamente certo nas suas observações. Thumbs Up


-------------
Taca-le pau nesse obrigado, se eu tiver ajudado. Taca-le pau! Taca-le pau! kkkkk


Enviado por: LinosFly
Data: 10 Set 2014 as 17:16
Originalmente Postado por Liternit Liternit Escreveu:

Originalmente Postado por kakoniteroi kakoniteroi Escreveu:

Marcos Lisboa,
Concordo contigo no ponto básico.
A falta de planejamento gera ciclo vias que "não pegam" e está criando uma cultura de que é uma moda que vai passar.

Aqui em SP vai pegar, basta ver a ciclovia da Faria Lima cada vez mais cheia e até avenidas sem ciclovia com muitos ciclistas no fim do dia. Quando ligarem as ciclovias o numero de ciclistas vai aumentar muito.

Concordo com o Liternit. Trabalho na Vl Olímpia e ontem saí no pico do rush, 18h30, e no cruzamento da JK x Faria Lima tinham uns 8 ciclistas parados no semáforo. Achei lindo.

Ando de moto a 20 anos e trânsito pra mim, de certa forma, nunca é um grande problema. Sou totalmente a favor das ciclofaixas. Não utilizo a bike pq para mim seria inviável. É comum sair da Vl Olímpia e ir pro Brás no meio do dia, ou o inverso. Ou nos dias que vou de casa para o Brás, o caminho pelo centro é de dar medo e nada convidativo para bikes.


-------------
No Brasil, a democracia é uma ditadura de picaretas.


Enviado por: LinosFly
Data: 10 Set 2014 as 17:41
Originalmente Postado por ogum777 ogum777 Escreveu:

fico até imaginando os pançudos de perna fina em seus carrinhos tendo chiliques pq tiraram um metro de alguma pista de 3 faixas pra cada lado. pq eles têm chiliques se tiram qq centímetro do deus carro. pra mim, os chiliques contra o corredor na 23 de maio exemplificam o desespero. a foto abaixo mostra bem. é uma faixa pro ônibus e 4 (QUATRO!)  pra carros. e eles que têm 80% das faixas ainda reclamam. e grande parte dos carros na foto com uma pessoa só dentro...

Vc tá coberto de razão, mas ainda acho que esse corredor da 23 foi uma burrada. Com apenas 6 linhas de ônibus, deveriam ter implantando junto com o corredor uma série de linhas expressas periferia-centro-periferia. Seria lindo para quem precisa de melhor transporte e certamente não causaria tantas reclamações. O diabo está nos detalhes, e o detalhe é que sabemos que do jeito que as coisas são por aqui, até surgirem novas linhas para explorar melhor esse potencial, é perigoso a 23 perder sua faixa exclusiva.

Desculpas pelo off-topic galera.


-------------
No Brasil, a democracia é uma ditadura de picaretas.


Enviado por: Pepebike
Data: 10 Set 2014 as 19:24
O senador Aloysio Nunes, candidato à vice na chapa de Aécio, criticou duramente ontem, via twitter, a falta de planejamento na implantação das ciclofaixas em São Paulo por parte do prefeito Haddad.
Nas palavras de Aloysio, no twitter: "Delírio autoritário de Haddad: esparrama ciclofaixas à torto e direito, provocando revolta nos moradores de Higienópolis".

Veja a matéria completa publicada pelo portal G1:
http://g1.globo.com/sao-paulo/eleicoes/2014/noticia/2014/09/vice-de-aecio-diz-que-novas-ciclovias-sao-delirio-autoritario-de-haddad.html" rel="nofollow - http://g1.globo.com/sao-paulo/eleicoes/2014/noticia/2014/09/vice-de-aecio-diz-que-novas-ciclovias-sao-delirio-autoritario-de-haddad.html

Shocked Pelo jeito essa discussão ainda vai longe em Sampa! Confused



-------------
“Life is like riding a bicycle. To keep your balance, you must keep moving.”


Enviado por: joaovpdutra
Data: 11 Set 2014 as 00:05
Vão dizer que não tem planejamento até o último quilometro de ciclovias. Planejar é botar longe do caminho dessa gente.


Enviado por: 43679
Data: 11 Set 2014 as 01:38
Se for falar de politica,PSDB = direita =classe dominante,pois o que o Capitalismo prega na essencia sao poucos com dinheiro,e muitos na merda...
Pelo jeito o vice do Aecio nao resistiu a expressar suas ideias,mas esqueceu q quem a maioria que vota é pobre(hoje em dia,a massa ex-classe media se junta a nós)

Concordo com ele,rico nao precisa de ciclofaixa.Pra que pinta a rua com aquelas cores feia,q destoa da decoraçao das casas,qdo o pessoal que mora na vizinhança nen transito pega?
Rico nao quer bicicleta,so se for pra esnobar alguem.
Agora,um candidato a comandar a maior parte da populaçao dizer asneiras destas so prova , PSDB = retrocesso a 1980...
Inflaçao,divida externa,e rico andando de carroça,ja q carro na epoca era carroça...e pobre de barra circular toda gambiarrada,pois na epoca,ja cheguei a amarra garupera com arame,sem dindin pra conserta
Nao tenho nenhuma saudade daquela epoca...

Q nao venhao estes tempos de volta...
MInha opiniao,nen Marina(q ja ta falando em privatizaçao)q nao passa de uma tucano enrustida,nen aecio.


Enviado por: Liternit
Data: 11 Set 2014 as 10:36
Originalmente Postado por Devair Devair Escreveu:

Se for falar de politica,PSDB = direita =classe dominante,pois o que o Capitalismo prega na essencia sao poucos com dinheiro,e muitos na merda...
Pelo jeito o vice do Aecio nao resistiu a expressar suas ideias,mas esqueceu q quem a maioria que vota é pobre(hoje em dia,a massa ex-classe media se junta a nós)

Concordo com ele,rico nao precisa de ciclofaixa.Pra que pinta a rua com aquelas cores feia,q destoa da decoraçao das casas,qdo o pessoal que mora na vizinhança nen transito pega?
Rico nao quer bicicleta,so se for pra esnobar alguem.
Agora,um candidato a comandar a maior parte da populaçao dizer asneiras destas so prova , PSDB = retrocesso a 1980...
Inflaçao,divida externa,e rico andando de carroça,ja q carro na epoca era carroça...e pobre de barra circular toda gambiarrada,pois na epoca,ja cheguei a amarra garupera com arame,sem dindin pra conserta
Nao tenho nenhuma saudade daquela epoca...

Q nao venhao estes tempos de volta...
MInha opiniao,nen Marina(q ja ta falando em privatizaçao)q nao passa de uma tucano enrustida,nen aecio.

LOL


Enviado por: Teshrrar
Data: 11 Set 2014 as 12:57
Placa em bicicleta seria o fim da picada: mais uma taxa para pagarmos, como se não bastassem todas as outras...

O que tem ocorrido parte de pessoas que não convivem com bicicleta. Sempre pedalo no trânsito do centro e antes das ciclovias sempre fui respeitado. Apenas 1 única vez um carro me fechou, e foi numa baita chuva e eu poderia ter evitado, de resto, alguns erros de trânsito que foram culpa minha. Mas é incrível a sensação de segurança que tenho hoje ao pedalar com carros, ônibus e motos.

Motoristas de ônibus e táxis, dos quais dizem barbaridades por aí, param para que eu cruze ou troque de faixa, dão distância ao me ultrapassar, os motoristas em geral, vejo pelo retrovisor, esperam o momento certo atrás de mim, ou seja, acho que muitos problemas por aí são causados por ciclistas imprudentes que esquecem que um veículo a motor tem muito mais peso que ele(a), e que existem regras de trânsito a serem seguidas para ambos os lados. O segredo é antecipar e não vacilar. Acidentes, em geral, podem acontecer e acontecem mesmo, mas são exatamente isso: acidentes.

Faço o possível pela imagem do bom ciclista: agradeço bastante, presto atenção, sigo as regras e tenho visto cada vez mais aceitação na cidade, ainda mais depois de toda essa campanha da Prefeitura. Pedalei na faixa provisória este domingo até a Paulista e estava super movimentada, com todo a sua extensão com placas como "conviva" e campanhas neste sentido.

No sábado pedalamos em grupo 35km pela cidade e, como sempre, vi os motoristas bem prudentes e colaborativos, então não precisa de nada extremo para que a bicicleta tenha um apelo maior, apenas educação, como já está sendo feito. É algo novo para a cidade, precisa de carinho principalmente de nós ciclistas. 

O que já vi de ciclista folgado é brincadeira, e isso me revolta, porque é desigual um babaca qualquer querer enfrentar uma caixa de metal de quase uma tonelada, sobra pra todos nós. Ou a grande maioria de tontos que não usam nem um único equipamento de segurança nem seguem as regras...

Ciclista de trânsito, quando segue os protocolos, é visto como um veículo e respeitado como tal. Ao menos eu sou.

Originalmente Postado por Liternit Liternit Escreveu:

Originalmente Postado por newhouse newhouse Escreveu:

A elite branca de SP não vai deixar isso barato

Dead


puts nem vale comentar

Ahahahaha.


Enviado por: ecvitoria
Data: 11 Set 2014 as 13:59
Já que Tesharr citou a questão de respeito, quero aproveitar e tirar dúvidas.
Numa rua muito movimentada e apertada (só passa 1 carro, já que as duas laterais estão com carros estacionados), é preferível usar a calçada vazia ou se arriscar nessa rua? 
Eu realmente não sei, estou aprendendo a andar de bicicleta na cidade. 

Percebo, assim como Tesharr, que muitas pessoas me dão preferência, até mais de quando sou pedestre: nenhum veículo para na faixa pra eu atravessar, mas me dá passagem em trechos similares quando estou de bicicleta. Também agradeço, paro sempre pra atravessar, a velocidade é sempre baixa. 


Enviado por: Teshrrar
Data: 11 Set 2014 as 14:52
Originalmente Postado por ecvitoria ecvitoria Escreveu:

Já que Tesharr citou a questão de respeito, quero aproveitar e tirar dúvidas.
Numa rua muito movimentada e apertada (só passa 1 carro, já que as duas laterais estão com carros estacionados), é preferível usar a calçada vazia ou se arriscar nessa rua? 
Eu realmente não sei, estou aprendendo a andar de bicicleta na cidade. 

Percebo, assim como Tesharr, que muitas pessoas me dão preferência, até mais de quando sou pedestre: nenhum veículo para na faixa pra eu atravessar, mas me dá passagem em trechos similares quando estou de bicicleta. Também agradeço, paro sempre pra atravessar, a velocidade é sempre baixa. 

Dependendo, se houver muito risco, vou pra calçada. Mas tem que haver risco mesmo, pois não tenho vergonha de dar um jóia para um motorista e pedir passagem.

Na calçada vazia, pedalo muito devagar, na velocidade de um pedestre, bem tranquilo, mostrando que estou atento.
Se o número de pedestres me faz os pôr em risco, desço e empurro. Tem calçada que é melhor descer e empurrar mesmo, pelo bem das rodas.


Enviado por: 43679
Data: 11 Set 2014 as 15:08
Se ha como passar,nao use a calçada.Seu veiculo obedece o fluxo normal do transito.Escapa pra calçada nao é pecado,mas é somente qdo precisa "escapar"mesmo,qdo a frente simplemente vc deduziu q nao tem chance contra maquinas de 1t ou mais(qdo,no aso citado por vc,vem m caro em sua direçao),ou entrar em algum lugar.
Mesmo assim,na situaçao que falei,andede bke treinando seus skills,assim como precisa de pratica pra dirigirqq veiculo,qto mas vc estvier preparado,melhor
NAO use fones de ouvido em lugares moviementados(usar fone de ouvido da multa)
NAO deixe de olhar todos os lados(direçao defensiva )
NAO va conversando desatento com outro ciclista,caso esteja em duplas.Deixe a conversa pralugares menos movimentados
NAO deixe de checar a sua bike,mecanicamente periodicamente,ist pode ser feito andando mesmo,vc percebe coisas como freios ineficientes.


Bicicleta em calçada é mal-vista,ate mesmo qdo ta parada(tem uns mongo q atravessa ela de qq jeito,acho q pensa q é um cavalo amarrado,q muda de lga sozinha)

>>Seguir o fluxo comum do transito<<
Esta regra equivale a regra 1.A basica e primordial,todas as outras estao embutidas nesta.
Se querem de bicicleta seja vista cmo veiculo(e é)esta deve ser a ideia difundida


Qt a placa,acho feia demais,mas defendo um cadastro nacional de bikers(sim,dos bikers)com suas respectivas bikes.
Agora,por uma placa de identicaçao na bike,feia,e com intento inutil de punir bikers,nao ajuda me muito,ja q placa emcarros nao serve pra nada(os homi paa pra checar os documento)n quesito segurança
Placa em carro é pra pardal,e serve bem.
Agora,teria q por pardal em ciclovia,e ciclovia q(tema do topico)o teima em nao sair,ou e mal projetada,ou utilizada por carros

PArdal em clicovia,como bike com placa,so ia pegar carros...


Enviado por: Pepebike
Data: 11 Set 2014 as 19:43
Originalmente Postado por Devair Devair Escreveu:

 Qt a placa,acho feia demais,mas defendo um cadastro nacional de bikers(sim,dos bikers)com suas respectivas bikes.
Agora,por uma placa de identicaçao na bike,feia,e com intento inutil de punir bikers,nao ajuda me muito,ja q placa emcarros nao serve pra nada(os homi paa pra checar os documento)n quesito segurança
Placa em carro é pra pardal,e serve bem.
Agora,teria q por pardal em ciclovia,e ciclovia q(tema do topico)o teima em nao sair,ou e mal projetada,ou utilizada por carros.
PArdal em clicovia,como bike com placa,so ia pegar carros...

Logo, logo, vão querer colocar placa nos pedestres, também.... LOL !!! TongueLOL


-------------
“Life is like riding a bicycle. To keep your balance, you must keep moving.”


Enviado por: Pepebike
Data: 11 Set 2014 as 21:02
Até 2020 a Europa vai receber uma gigantesca ciclovia, com 15 rotas diferentes que farão a conexão de 43 países pelos 70 mil quilômetros de extensão das pistas para bikes.
A Federação Européia de Ciclistas declarou para a revista Exame, que cada uma das rotas terá o nome fazendo referência ao trajeto pela qual percorre, por exemplo: o oceano Atlântico ao Mar Negro e o Ártico ao mar Mediterrâneo.
A maior delas será a Eurovelo 13, que também é chamada de “Cortina de Ferro”. Uma rota com impressionantes 10 mil quilômetros. O nome faz referência a época quando a Europa era dividida em Oriental e Ocidental. Ela passará por 20 países, começa na cidade de Kirkenes, no norte da Noruega, e segue por países como a Rússia, Alemanha e Hungria até chegar ao pequeno vilarejo de Rezovo, que fica na fronteira entre a Bulgária e a Turquia.
A ideia é que pessoas possam viajar de uma forma alternativa e conheçam o continente de uma forma diferente.
Todo o projeto deve estar concluído em 6 anos, mas a ideia é começar a usar os trocos prontos, assim que eles forem sendo concluídos.


Enquanto isso, em Higienópolis, na "terra do nunca", uma fila de carros estacionada sobre a ciclofaixa....

http://www.praquempedala.com.br/blog/qual-a-dificuldade-das-pessoas-de-entender-que-ciclofaixa-nao-e-estacionamento/" rel="nofollow - http://www.praquempedala.com.br/blog/qual-a-dificuldade-das-pessoas-de-entender-que-ciclofaixa-nao-e-estacionamento/


-------------
“Life is like riding a bicycle. To keep your balance, you must keep moving.”


Enviado por: RobsonSMO
Data: 11 Set 2014 as 21:34
não acredito que o Fab é petista roxo?!


Enviado por: FAB1000
Data: 11 Set 2014 as 21:56


-------------
Taca-le pau nesse obrigado, se eu tiver ajudado. Taca-le pau! Taca-le pau! kkkkk


Enviado por: ecvitoria
Data: 12 Set 2014 as 16:26

“Onde vou colocar minhas clientes milionárias?”: o depoimento visceral de uma paulistana sobre as ciclofaixas



Postado em  http://www.diariodocentrodomundo.com.br/2014/09/11/ - 11 set 2014
por :  http://www.diariodocentrodomundo.com.br/author/kiko-nogueira/ - Kiko Nogueira


Fonte:  - http://www.diariodocentrodomundo.com.br/onde-vou-colocar-minha-clientes-milionarias-o-depoimento-visceral-de-uma-paulistana-sobre-as-ciclofaixas">clique aqui







Enviado por: RobsonSMO
Data: 12 Set 2014 as 17:57
Originalmente Postado por ecvitoria ecvitoria Escreveu:

“Onde vou colocar minhas clientes milionárias?”: o depoimento visceral de uma paulistana sobre as ciclofaixas




tá, mas da mesma forma babaca com que essa mulher olha a situação, vc está olhando assim do outro lado!


muita gente tem seu comércio prejudicado sim, por essas ciclofaixas.


essa é a velha história do "cobertor curto" cobre a cabeça e descobre os pés...


não vai ter jeito, alguém vai sair perdendo, de uma forma ou de outra!


Enviado por: RobsonSMO
Data: 12 Set 2014 as 17:59
Originalmente Postado por FAB1000 FAB1000 Escreveu:

<img src="http://3.bp.blogspot.com/-7UhhAlamEmE/UE6kEfEyoXI/AAAAAAAACC8/duwkWVxy3MA/s1600/sem-gra%C3%A7a-3.jpg" />



eu ri da sua tentativa de aplicar o "conto do pombo" pra cima do bullsaye, mesmo sendo vc o pombo da vez!


Enviado por: FAB1000
Data: 12 Set 2014 as 18:09
É sério mesmo Robson?
Eu é que não dei argumentos coerentes e razoáveis em minhas explanações?
Eu é que omiti a informação sobre o assunto para parecer que a obra era apenas uma pintura no chão?
Eu é que disse que os outros aprovam roubos do governo?
Bom... vou fazer o que se você pensa assim?


-------------
Taca-le pau nesse obrigado, se eu tiver ajudado. Taca-le pau! Taca-le pau! kkkkk


Enviado por: Pepebike
Data: 12 Set 2014 as 19:33
Em Berlin o ciclista tem a disposição 625km de ciclofaixas.  Em New York são 482km; em Amsterdan são 400km e em Paris são 371km.  Nestas cidades de "primeiro mundo", certamente as ciclofaixas passam em frente à estabelecimentos comerciais "de primeiro mundo", cujos clientes "andam de salto alto, dirigem carros caros e são milionários"....  
Aliás, a mesma fonte que indicou as km de ciclofaixas acima, informa que Bogotá - sim, isso mesmo, Bogotá, capital da Colômbia Shocked - possui 320km de ciclofaixas, 20km a mais que Copenhague.

Para finalizar, copio um comentário que li sobre o tema:

"Você acha que as minhas clientes vão andar de salto alto de bicicleta?"

Pedalar de salto alto não configura infração, dirigir de salto alto sim. É infração prevista no art. 252 do Código de Trânsito Brasileiro: multa de R$ 85,13 e acréscimo de 4 pontos na CNH.



-------------
“Life is like riding a bicycle. To keep your balance, you must keep moving.”


Enviado por: ecvitoria
Data: 12 Set 2014 as 19:36
RobsomSMO,
não emiti opinião. Só coloquei aqui (copiei e colei) o que estava no site dado como fonte, já que achei curiosa a opinião da senhora. No caso, ela representa o extremo do contra. Há extremo do a favor. E devemos encontrar um meio termo. 


Enviado por: ecvitoria
Data: 12 Set 2014 as 19:44
Fonte: http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/veja-como-ficara-a-avenida-paulista-com-nova-ciclovia
Fonte: Projeto: http://www.cetsp.com.br/media/316505/sp%20400km_v2s.pdf

Matéria de 24/03/2014
Levantamento mostra que as cidades têm 1.118 km exclusivos para bikes. Só Boa Vista, RR, não tem nenhuma ciclovia implantada.
Fonte: http://www.caumt.org.br/?p=12797


Enviado por: carlos.e
Data: 12 Set 2014 as 20:55
Ideais políticos a parte, na minha opinião falta planejamento para implementar as ciclovias em SP. 
Explico: ciclistas são a parte mais fraca do trânsito, se comparados com os motociclistas (também frágeis) e os motoristas de carros, ônibus etc. Se igualam, no risco de traumas, aos pedestres, com o agravante que circulam na rua, junto com carros e motos.
Portanto, a implementação de ciclovias deveria ser feita de forma gradual, como uma política de longo prazo, priorizando trajetos com canteiros centrais (como no caso da Faria Lima) para que a cidade se "acostumasse" com os ciclistas. Sim, a ciclovia da Faria Lima é bastante utilizada. mas mesmo assim não é raro que pedestres a atravessem de forma desatenta, mesmo com todas as indicações que existem no local. Eu mesmo tive que chamar atenção de uma família inteira, inclusive com bebê de colo, que quase se jogaram na minha frente no mês passado, na região do Shopping Iguatemi.
São Paulo tem uma extensa periferia, que deveria ter prioridade na implantação de ciclovias. Isso sim ajudaria a população que de fato sofre muito com transporte público (ou a falta dele).
Essa é minha opinião, pouco importando quem está no governo. Uma coisa é fato: esse movimento não tem volta. E com o tempo, o ciclista será uma figura comum no tráfego, e com isso vai conquistar o devido respeito.


-------------
Pedalar é preciso...


Enviado por: RobsonSMO
Data: 12 Set 2014 as 21:07
Originalmente Postado por FAB1000 FAB1000 Escreveu:

É sério mesmo Robson?
Eu é que não dei argumentos coerentes e razoáveis em minhas explanações?
Eu é que omiti a informação sobre o assunto para parecer que a obra era apenas uma pintura no chão?
Eu é que disse que os outros aprovam roubos do governo?
Bom... vou fazer o que se você pensa assim?



bom, se levarmos em conta que com mais ou menos 90 reais por metro, sai asfalto(pronto, sinalizado), que usa inúmeras máquinas pesadas, caminhões, britadores, pessoas...(muito, mas muito mais que pra fazer pintura)

50 reais por metro de pintura e algumas taxinhas refletivas são extremamente caras!!!

seus "argumentos", no caso, foram só pra dar uma floriada e dar um ar de caro, no trabalho do "seu Moisés" com uniforme da CET




Enviado por: Pepebike
Data: 12 Set 2014 as 21:34
Originalmente Postado por ecvitoria ecvitoria Escreveu:

Fonte: http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/veja-como-ficara-a-avenida-paulista-com-nova-ciclovia
Fonte: Projeto: http://www.cetsp.com.br/media/316505/sp%20400km_v2s.pdf

Matéria de 24/03/2014
Levantamento mostra que as cidades têm 1.118 km exclusivos para bikes. Só Boa Vista, RR, não tem nenhuma ciclovia implantada.
Fonte: http://www.caumt.org.br/?p=12797

Obrigado pelas informações atualizadas, bem como pelas estatísticas e gráficos.  As cifras que eu possuía eram um pouco antigas.  Mas o "abismo" entre algumas cidades brasileiras e algumas das principais cidades do mundo é "gritante" (para não dizer outra coisa).Confused
Moro há pouco tempo onde há apenas 5,7km de ciclovias.  Só perdemos para Cuiabá, Manaus e Boa Vista (que nem tem ciclovias). E pensar que o prefeito daqui foi eleito com a promessa de construir uma(s) centena(s) de km de ciclovias.... Ouch



-------------
“Life is like riding a bicycle. To keep your balance, you must keep moving.”


Enviado por: FAB1000
Data: 12 Set 2014 as 21:41
Falando assim, parece que você também não leu a matéria trazida pelo Liternit para mostrar o que vai ser feito com os tais R$15milhões, como, e onde a obra será executada, pois continua no mesmo argumento do Bullseye, de que o custo é de apenas uma pintura vermelha no chão.

Originalmente Postado por Liternit Liternit Escreveu:

Originalmente Postado por Bullseye Bullseye Escreveu:

Saiu hoje o custo da implementação...

15.000.000 de reais!

Quinze milhões para uma faixa pintada!

Isso é a o projeto da Av. Paulista com as ligações até o bairro.

Vai ficar muito bom

http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/veja-como-ficara-a-avenida-paulista-com-nova-ciclovia





-------------
Taca-le pau nesse obrigado, se eu tiver ajudado. Taca-le pau! Taca-le pau! kkkkk


Enviado por: RobsonSMO
Data: 12 Set 2014 as 21:47
agora é que piorou a conta!!!

os 15 milhões serão só pra um trecho de 3,8 km...

e depois vc desconversa quando a palavra superfaturamento vem a tona...


com 15 milhões da pra por grade, pintar faixas e reformar calçada até do inferno, não só em 3,8 míseros KM...


Enviado por: FAB1000
Data: 12 Set 2014 as 21:58
Parece que você realmente não leu a matéria até o final, ou está distorcendo a informação para continuar os ataques, que não sei se são pra mim, ou para o PT, que governa a cidade e o país.

Então, eu vou parar por aqui e pedir para que as pessoas leiam o link antes de continuar me julgando sem razão, porque eu não sou o prefeito, não trabalho na prefeitura de São Paulo, nem moro no estado em questão.

Ps.: Não tenho preferência por partido político.


-------------
Taca-le pau nesse obrigado, se eu tiver ajudado. Taca-le pau! Taca-le pau! kkkkk


Enviado por: 43679
Data: 12 Set 2014 as 22:13
Li ate o final,mas o que mais gosto de ler em qq materia sao os comentarios
E nesta,os 4 primeiros sao unanimes,nao usao bicicleta...(le la,é interresante)
O custo todo,que mesmo para o q foi descrito ainda é alto sim,se refere ate mesmo a aumentar um pouco a rua,entre outras coisa,nao é a simples demarcaçao de uma faixa.
Tem um q disse q vai atrapalhar o transito,q e um paradoxo,pois sempre ouço falar que,em horario de pico,SP nao tem transito,tem uma procissao anda-para,qdo anda,anda a 20KM/H)
Ou seja,quem anda de carro(sozinho,pra se exato)odeia ciclovia...

Nao tiro a razao deles,afinal,carro tem conforto,utilidade(e nao tsendo sarcastico,nao sou anti-carro)anda de bike quem quer.
O problema é que quem anda de carro,se pudesse,queria ate a calçada pra ele,q a calçada sumisse dando lugar a mais uma faixa
Esquece q nen todo mundo pensa e age igual.


Enviado por: RobsonSMO
Data: 12 Set 2014 as 22:15
acho que quem não leu foi vc...

mas leia esse trechinho aqui ó:

"Muito aguardado pelos que usuários de bicicletas, o eixo de 3,8 quilômetros está previsto para ser entregue até junho de 2015 e custará 15 milhões de reais."


não tenho nada contra vc, fora o fato de querer ser proprietário da verdade absoluta e da razão... (não só nesse tópico)


Enviado por: 43679
Data: 12 Set 2014 as 22:31

"Visando agradar a gregos e troianos, a faixa exclusiva será construída no canteiro central da Av. Paulista, sem diminuir o número de faixas utilizadas hoje por carros e ônibus. Para isso, a obra prevê o alargamento do canteiro central em 50 centímetros (25 de cada lado).

No entanto, durante os seis meses de construção - de janeiro a junho de 2015 -, uma faixa de carros em cada sentido será interditada
Entre as alterações também estão: a inclusão de grades de proteção em alguns trechos, áreas para a travessia de pedestres e a retirada dos relógios de rua e dos tanques de plantas.

O projeto também prevê adequações na Rua Bernadino de Campos, continuação da Paulista. Para receber o canteiro central, a via terá a fiação enterrada, melhora na iluminação e reforma das calçadas."

Acho caro,mas como é na Avenida mais cara do pais,pode ser q este orçamento ate mesmo inclua indenizar pessoas,sei la,ja q no video,a mulher fala q vai prejudicar,imagina uma obra na Paulista




Enviado por: FAB1000
Data: 12 Set 2014 as 23:56
Originalmente Postado por RobsonSMO RobsonSMO Escreveu:


não tenho nada contra vc, fora o fato de querer ser proprietário da verdade absoluta e da razão... (não só nesse tópico)

Bom... pelo menos agora você abriu o jogo e deixou claro. LOL

Isso quer dizer que ao custo de R$50 por metro "pintado", que já seria demais segundo a avaliação feita por você e pelo bullseye, faria essa obra inteira entre 2014 e 2015 (não em 2007 antes da construção civil estar em alta), por 6 meses, sendo licitada e com uma empresa recebendo um certo lucro pelo serviço, no local que é, da maneira como o colega Devair trouxe pra cá a descrição do escopo da obra (depois de você mais uma vez tentar distorcer as informações trazendo apenas o que te interessava) por R$190mil???? (3800m x R$50/m)
É isso mesmo que vocês estão afirmando?!?!?!?!?

Se for, eu continuo com o meu bom senso argumentando que R$50 o metro CONSTRUÍDO, porque não é apenas uma pintura no chão como vocês estão tentando deixar transparecer desde o início, é pouco para a execução dessa obra. E... completando o meu argumento, eu nunca disse que R$15milhões seria um valor adequado, apenas que R$50/m é pouco.

Pra terminar, eu não estou, como você escreveu lá em cima, tentando ser o dono da razão. Estou, desde o inicio, trazendo argumentos plausíveis para demonstrar que o valor proposto por vocês não é adequado ao projeto. Se o valor contratado é demais, não sei dizer, só trabalhando recentemente na área, e olhando o detalhamento do projeto para calcular, mas o que vocês propõem é pouco para a descrição mencionada na matéria.

Eu sei quando custou a construção da ciclovia dentro da Cidade Universitária na Ilha do Fundão, aqui no Rio de Janeiro. E imagino que se a mesma estivesse sendo construida na Avenida Presidente Vargas, seu custo subiria muito mais pela localização e transtornos que provocaria no centro da cidade do Rio de Janeiro. Então, traga valores concretos e reais, ou algum parâmetro concreto para o debate, saindo do achismo e atacando os outros quando você não consegue demostrar seu ponto de vista com clareza.

-------------
Taca-le pau nesse obrigado, se eu tiver ajudado. Taca-le pau! Taca-le pau! kkkkk


Enviado por: Libert
Data: 13 Set 2014 as 08:49
Essas coisas custam mesmo, não vejo nada de absurdo. Vejam o caso do Ferroanel. Só o projeto (não é construir nada) vai custar 15 milhões. Pode haver superfaturamento? Claro, como em qualquer coisa em que o estado investe. Mas é menos provável que isso aconteça com projetos polêmicos como o das ciclovias, pois vai ter muita gente para achar defeito.
Sobre o número de ciclistas, não tenho dúvida que vai crescer vertiginosamente quando as ciclovias estiverem interligadas. Eu mesmo só não vou de bike para o trabalho porque as ciclovias próximas ao trajeto que faço levam do nada a lugar nenhum e não quero perder o meu humor disputando espaço com os carros. No fundo, nem é por segurança. O que eu não quero mesmo é entrar nesse jogo sado-masoquista dos motoristas. Por isso ainda vou de ônibus e metrô. Mas isso vai mudar quando estiverem interligadas, mesmo que seja necessário fazer um percurso mais longo.


Enviado por: RobsonSMO
Data: 13 Set 2014 as 10:32
Originalmente Postado por FAB1000 FAB1000 Escreveu:




Então, traga valores concretos e reais, ou algum
parâmetro concreto para o debate, saindo do achismo e atacando os
outros quando você não consegue demostrar seu ponto de vista com clareza.



então vc quer um parâmetro de como a sua conta ta viajando?


vamos la...

entre minha cidade e a fronteira com a argentina, foi construído uma estrada de 29 km asfaltada. (br 282)

nessa obra inclui vários pontos que foram preciso implosões de rochas, grandes aterros e terraplanagem em todo curso da estrada... pois bem, a empresa vencedora da licitação levou quase 4 anos pra entregar a obra. num custo total de 40 milhões de reais.


levando em consideração que de um lado ao outro do acostamento(asfaltado tbm), a largura é de uns 10 metros X 29 km = 290 mil metros quadrados, dividindo os 40 milhões por 290 mil = 137 reais por metro...

isso que eu nem to te falando que na obra inclui 3 trevos, pinturas de sinalização, guard-rails em boa parte do trecho, tartarugas refletivas, cerca dos dois lados da pista e ainda tem uns "canos" de +ou- 1 metro de altura refletivos a cada 50 metros por fora da pista, dos dois lados.


ah... e tem três pontes de mais ou menos 80 metros cada uma...







E agora, sua ciclovia está cara ou barata???


Enviado por: FAB1000
Data: 13 Set 2014 as 12:24
Originalmente Postado por RobsonSMO RobsonSMO Escreveu:



E agora, sua ciclovia está cara ou barata???


Não mude o foco para ganhar a razão do debate, que da minha parte nunca foi se a ciclovia era ou não barata, se estava superfaturada ou não, mas sim que com R$50 o "metro pintado", no local que é, e com o escopo descrito até o momento, não tem como ser feita com R$190 mil reais, como vocês estão afirmando.

Pode catar o tópico inteiro e não achará uma palavra minha escrita que o custo de 15milhões é barato ou é o correto para a obra proposta.

Sobre os teus custos mencionados, você está comparando uma obra realizada em uma cidade pequena ligando outra, passando por lugar nenhum, podendo ser executada a qualquer hora do dia, e com prazo dilatado de 4 anos, contra outra situação na cidade mais cara da América Latina, na rua comercialmente mais importante do país, em horários especiais, que demandam horas de trabalho mais caras ainda para todos os envolvidos, já que não pode parar a rua para executar o trabalho durante o dia em horário convencional como a mencionada por você, e com prazo 8x menor.

Pra completar meu raciocínio, que você mais uma vez mostrou apenas o que te interessava, segue a parte anterior ao parágrafo que trouxe.

Originalmente Postado por FAB1000 FAB1000 Escreveu:

Eu sei quando custou a construção da ciclovia dentro da Cidade Universitária na Ilha do Fundão, aqui no Rio de Janeiro. E imagino que se a mesma estivesse sendo construida na Avenida Presidente Vargas, seu custo subiria muito mais pela localização e transtornos que provocaria no centro da cidade do Rio de Janeiro. Então, traga...


Você já deixou claro que não gosta de mim e por qual motivo, porque acha que eu acho que tenho sempre a razão em uma discussão que me envolva. Esse já não é o primeiro ataque gratuito da tua parte que eu percebo, ou tentativa de me fazer parecer uma pessoa leviana, incorreta, e que aprova desvios de caráter, que já demonstrei não ser ou ter por diversas vezes em minhas atitudes aqui. Então, por favor, pare de me seguir no fórum, que não sou novela, e foque em ajudar mais as pessoas aqui ou ao teu redor, pois assim ganha mais. Wink
Bom dia de sábado.


-------------
Taca-le pau nesse obrigado, se eu tiver ajudado. Taca-le pau! Taca-le pau! kkkkk


Enviado por: Libert
Data: 13 Set 2014 as 13:12
Qualquer opinião sobre o custo sem saber de todos os aspectos envolvidos, inclusive legais, é mera especulação. Mas não deixa de ser curioso o fato do custo total da ampliação para 400 km ser de 80 milhões enquanto só a Paulista ser de 15 milhões.


Enviado por: RobsonSMO
Data: 13 Set 2014 as 13:30
AHHH Para fabrício, assim vc já ta passando por ridículo!!!



primeiro vc pede que eu traga valores concretos e algum parâmetro para comparação...


aí eu te trago essa "comparação" e o que vc faz??? diz que estou mudando o foco para ganhar a discussão??? vc é um brincalhão!!!


aí, mesmo vendo a clara desvantagem em que vc se meteu, ainda tenda desvalorizar a tal rodovia por mim citada, pois é num interior, distante e pequeno...

vai ver que aqui é tudo na base da picareta e carrinho de mão, manuseados pelo seu moisés e o engenheiro nem tem a 4ª série do ensino fundamental...


tem certeza que vc quer continuar insistindo nisso?


bom, então vamos por mais um gasto extra na estradinha do interior aqui: a empresa construtora era uma tal de ARG, de belo horizonte. bem pertinho do oeste de santa catarina. pra não gastar combustível pras mais de 200 máquinas deles na viagem, eles as trouxeram empurrando, de lá até aqui...


quantos tratores bulldozers, escavadeiras, britadores, e equipes de dinamitação vão ser necessários para esses 3,8 km de ciclovias???



e só pra te contrariar de novo...

pelo que li na matéria, eles irão interditar uma faixa de cada lado do canteiro central da paulista, então acho que vão trabalhar bem tranquilinhos sim... (transtorno do transito ao redor não contabiliza $$$)

aqui, os coitados que moravam em uma cidade chamada de Paraíso, tinham horários restritos de passagem na única estrada que da acesso a cidade, por causa das explosões de rocha. então não era tão fácil como vc fala... era na base de "trabalha um, espera o outro" com constantes interrupções no transito e na obra!


e sobre sua choradinha final pra ter desculpa de largar a toalha:


já te falei. não tenho nada contra vc, fora esse fato de ser dono da razão. (a prova está aí, quando viu que não podia mais, chorou e fugiu)

no mais, acho que vc ajuda muitas pessoas aqui, quando se trata de conhecimento sobre bikes e peças...


Bom sábado pra vc tbm querido!





Enviado por: Teshrrar
Data: 13 Set 2014 as 14:12
Esse debate é fácil de resolver: é só solicitar na Prefeitura os valores detalhados.

Para adiantar:
http://www.cetsp.com.br/media/316505/sp%20400km_v2s.pdf
http://www.capital.sp.gov.br/static/2014/08/t7BZlmti12N0jw4BGYrkOA.jpg
http://planejasampa.prefeitura.sp.gov.br/metas/meta/97/

Este último que parece não ser atualizado há tempos. É nisso que a Prefeitura gasta dinheiro sem saber. Como por exemplo quando acaba a tinta de impressora em algum estabelecimento público, e depois de algumas reclamações eles enviam uma nova impressora com um estoque de tintas, que quando acabar iniciará o mesmo processo, e nisso você pode ver um patrimônio de várias impressoras jogadas num canto. Tem mais cara de uma gestão defasada do que corrupção em si. Esse site é um exemplo, talvez a ciclovia seja outro.

Mas a culpa é toda nossa. Pagamos impostos e não ficamos em cima para saber o que é feito com esse dinheiro, mesmo conhecendo a política falha de nosso país. No mínimo deveríamos acompanhar os gastos de nossa cidade. Quinze milhões de Reais incomodam para uma obra? Vamos atrás disso. Por que não? Que tal uma mobilização? 

Em momentos assim você enxerga a falha do povo com a política. Ela não é clara por nossa culpa: somos permissivos indiretamente. O valor da ciclovia, seja ele justo ou não, incomodou todo mundo, mas não vamos atrás de algo do nosso próprio interesse.

E aí, ficaremos parados?


Enviado por: flaviosplatter
Data: 13 Set 2014 as 22:01
O engraçado é ter ciclista aqui no forum que é bem carrocrata...


Enviado por: 43679
Data: 13 Set 2014 as 22:46
Ilustrando:Sao aqueles q tem um rack,poe a bike dependurada,ou no teto,leva na fazendo,reune os amigos,e no final da tarde,poe devolta no rack(so aos domingos,logico)

Nada contra,alias,muito a favor.Mas MTBer e ispidero podem nao ser as pessoas mais indicadas pra opinar sobre ciclovias
ALIASS
EU tbm nao,pois aqui onde moro,q tem 7000 viventes(e nas cidades q fui,com cerca de 100 000 habitantes)nao ha,e nao ha nescessidade de ciclovia.A rua é usada normalmente por todos(resalvas...)

Mas em SP,ou o chamados grandes centros(como Curitiba)ai a coisa muda.
Ir de um ponto ao outro tendo que certas avenidas "pro-carro"pode ser suicidio.

Qto ao preço,repito,parece sim caro,mas tbm foi dito,é um PROJETO,se bobear,nao sai nen do papel.

O problema é que o Robson transformou isto em um movimento 'fora-Dilma"
Fica parecendo recalque de ex-classe media.
Nao somos idiotas pra nao imaginar que,em uma obra com orçamento estipulado em 15mi nada seja desviado,o que eu nao entendo é ele achar isto...
Que somo idiotas em afirmar o contrario,que sera tudo limpo,qo governo(tanto do estado qto do pais)é santo.
<<<Frisei,acho caro.
Nao sei ao certo o qto,pois eu nen imagino uma obra na PAulista,o metro quadrado mai scaro do Brasil,nen imagino o qto sera(seria)desviado.

Eu imagino ate se uma obra destas sai mesmo,ja qe foi la que uma moça teve a cabeça esmagda por um onibus(descanse em paz),alguns podem ate usar isto contra,uma ciclovia la,em um lugartao movimentado
Ou pode ser usada a favor,ja q se houvesse,talvezela estaria viva hoje.



http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2012/03/ciclista-morre-apos-ser-atingido-por-onibus-na-avenida-paulista.html


Enviado por: RobsonSMO
Data: 14 Set 2014 as 00:13
Originalmente Postado por Devair Devair Escreveu:



O problema é que o Robson transformou isto em um movimento 'fora-Dilma"
Fica parecendo recalque de ex-classe media.
Nao somos idiotas pra nao imaginar que,em uma obra com orçamento estipulado em 15mi nada seja desviado,o que eu nao entendo é ele achar isto...
Que somo idiotas em afirmar o contrario,que sera tudo limpo,qo governo(tanto do estado qto do pais)é santo.


mais um que não bate nada bem aqui...

onde eu falei em dilma???

vai ler desde a primeira página que vc vai ver que a briga nem começou comigo!!!

mas sim, sou contra o PT, tbm contra o PSDB... se possível mandava enforcar todos que dizem defender algum partido... (mas isso não vem ao caso)


a minha briga era unicamente direcionada ao dono da verdade ali, todos os meus posts aqui, foram direcionados a ele. provei por A + B que é um absurdo achar que está normal pagar esse absurdo por uma ciclovia descartável...




Enviado por: 43679
Data: 14 Set 2014 as 01:19
Nos nao dissemos "normal",pelo menos eu nao.Os outros 2 membros tentarao explicar q nao é uma faixa pintada,e sim,uma obra grande,ou pelo menos parece,q sim,esta um pouco cara
Como nao sabemos custos de uma obra assim(eu pelo menos nao imagino,e os outros disseao q nao sera feito por um so pedreiro com um saco de cal+corante)so podemos estimar "pouco" caro;;;(ai fica a duvida,o quao caro estao estes numeros

E ,como vc se possicionou de um lado,eu deduzo vc como sendo PSDB,ou pior,marina...
EU deduzo...
E vc provavelmente deduziu q sou PT
Nao sou filiado,mas aos 16 ja fiz campanha contra o Collor(e deu no qe deu...)
EU prefiro se PT a ser PSDB ou marina
Mas nao sou,nas ultimas nen votei,meu titulo esta te bloqueado(preguiça de ir la votar).

O topico é uma reportagem,que,mesmo tentando ser imparcial,mesmo na sutileza,deixa claro uma posiçao partidaria
A ciclovia pode ser eleitoreira sim,claro.Mas nao deixa de ser uma promessa(600km de ciclovias ate 2016)
Promessa de politico ja sabe...


Topicos assim,mesmoogerando alguma discussao,estao no lugar correto,ja que nao tem como dizer mobilidade urbana sem tratar de problemas urbanos,e politica sempre vai cair na pauta,pois sao eles q decidem.
E assim como todo mundo pende pra um time de futiba,mesmo dizendo qodiea futiba,sempre vai seposicionar em um lado,mesmo dizendo odiar politica

Pra min,nao existe ninguem ateu,apolitico,ou q nao torce por nada(em qq esporte,sempre temos preferencias)


Enviado por: flaviosplatter
Data: 14 Set 2014 as 08:57
Lutamos tanto para que o ciclista tenha pelo menos um atenção e vem o cara criticar algo que nenhum prefeito em 500 anos fez, a danada de uma ciclovia. Para mim, que faço pedal de estrada e principalmente urbano, já estou calejado e consigo sobreviver no inferno, mas quem não tem esse espirito de enfrentar o transito, com a ciclovia, será um incentivo a pedalada. Vislumbro crianças, mulheres, velhos e afins pedalando com um minimo de segurança. Pedalar hoje em Sampa é facil, vem fazer trajeto de casa ao trabalho (30km) todo dia aqui em Guarulhos, se tá ferrado aqui, pois espaço eu brigo por ela todo dia, já enfrentei motorista de onibus, caminhão e carro, sempre pedindo para que tenha atenção ao ciclista, tem cara que pede desculpa mas uma boa parcela acha que vc tá errado. Apoio e sempre irei divulgar qualquer coisa que ajude e incentive a mobilida urbana alternativa. No minimo estaríamos tirando um monte do sedentarismo e prolongando um pouco a vida das pessoas...

http://s1168.photobucket.com/user/flaviodeath/media/10360776_4387856712089_2232285374479113144_n_zpsecc98b7b.jpg.html" rel="nofollow">


Enviado por: Pepebike
Data: 14 Set 2014 as 11:47
Originalmente Postado por flaviosplatter flaviosplatter Escreveu:

Lutamos tanto para que o ciclista tenha pelo menos um atenção e vem o cara criticar algo que nenhum prefeito em 500 anos fez, a danada de uma ciclovia. Para mim, que faço pedal de estrada e principalmente urbano, já estou calejado e consigo sobreviver no inferno, mas quem não tem esse espirito de enfrentar o transito, com a ciclovia, será um incentivo a pedalada. Vislumbro crianças, mulheres, velhos e afins pedalando com um minimo de segurança. Pedalar hoje em Sampa é facil, vem fazer trajeto de casa ao trabalho (30km) todo dia aqui em Guarulhos, se tá ferrado aqui, pois espaço eu brigo por ela todo dia, já enfrentei motorista de onibus, caminhão e carro, sempre pedindo para que tenha atenção ao ciclista, tem cara que pede desculpa mas uma boa parcela acha que vc tá errado. Apoio e sempre irei divulgar qualquer coisa que ajude e incentive a mobilida urbana alternativa. No minimo estaríamos tirando um monte do sedentarismo e prolongando um pouco a vida das pessoas...

Concordo plenamente !
Minha "biografia" não é muito diferente da sua.  Nascido e criado na cidade de São Paulo, pedalei muito por lá nas décadas de 70,80 e 90, quando não havia um centímetro de ciclofaixas e nem legislação de trânsito clara sobre como os ciclistas devem se comportar em relação à outros veículos e vice-versa.
Acostumei-me à "vida selvagem" do trânsito e nunca deixei de pedalar em rodovias, avenidas ou nas Marginais Pinheiros e Tietê, usando a bicicleta esportivamente ou para ir à escola/universidade.
Já disse em outro tópico que não gosto de pedalar em ciclovias (as do Brasil, ao menos) e as evito à todo custo, seja pelas precárias condições delas, seja pela sensação de insegurança que me transmitem, seja pelo desrespeito proveniente de pedestres, motocicletas e automóveis, entre outros. Contudo, isso não significa que eu seja contra a instalação delas ou sua proliferação, muito pelo contrário. 
Entendo que ciclovias são necessárias para muitas pessoas que querem trafegar nelas, bem como é uma importante "publicidade" (aquela faixa vermelha no solo com o símbolo de uma bicicleta), lembrando aos motoristas que há outras formas de transporte e que este deve ser visto como algo natural, além de incentivar toda uma geração de crianças à gostar de ciclismo e, quem sabe, seguir os passos de um Chris Froome, ou de um Nairo Quintana, sem falar de melhorar as condições de saúde de milhares de pessoas que sofrem com doenças decorrentes ou agravadas pelo sedentarismo.
Que venham as ciclovias !  E se puderem ser boas, de qualidade e seguras, tanto melhor ! Wink

  


-------------
“Life is like riding a bicycle. To keep your balance, you must keep moving.”


Enviado por: RobsonSMO
Data: 14 Set 2014 as 15:07
o devair, pelo menos leia o que a gente escreve...


me falar que eu sou Psdb ou marina? aí é brincadeira já... volta la e leia o que eu escrevi sobre partidos políticos antes de escrever bobagens!



sobre a ciclovia: sou a favor, mas sou contra os que acham "normal" o preço pago por uma obrinha descartável dessas... 3 meses e ela estará em péssimas condições!


Enviado por: Liternit
Data: 14 Set 2014 as 17:01
Robson você e cansativo, fato é que nao existe base ou prova se o custo esta alto. Comparar o custo usando obra X não funciona muda o disco. Sao Paulo um apartamento de 100m2 nao sai por menos de 1M.

Devair pior Marina? Realmente as propagandas do PT sem propostas, invocando o medo funcionam. Antes eles querem tirar a petrobras do povo agora os banqueiros vao roubar sua comida hahaha

Bom é manter no poder um partido que democratizou a robalheira, sem pudor de fazer caixa dois, se exime do crime com o discurso que todos fazem. Se nao funcionar é so falar do bolsa familia.

Quero ver o que vai ocorrer com a Dilma se a delacao sair, se nao for mais presidente que se cuide. Bom mudar para Cuba e gastar os milhoes deviados com os mais medicos.


Enviado por: RobsonSMO
Data: 14 Set 2014 as 17:23
então tá liternit, ja que eu sou cansativo, tome esse novo disco pra vc ouvir!
<a href="http://ndonline.com.br/florianopolis/noticias/162735-mapa-das-ciclovias-em-florianopolis-nao-avanca-desde-2012.html" rel="nofollow">http://ndonline.com.br/florianopolis/noticias/162735-mapa-das-ciclovias-em-florianopolis-nao-avanca-desde-2012.html</a>


aguardando novas desculpas e choradeiras...



não tem como saber se a obra em são paulo é um absurdo de caro? a é? fala sério... <img src="smileys/smiley5.gif" align="middle" />


vai ver eu vivo em outro planeta, onde passar uma tinta e fixar uns tachões refletivos é mais baratinho que na capital da America do sul...


opa... mais um disquinho aqui pra vc:

http://noticias.ufsc.br/2013/07/ufsc-busca-recursos-para-implantar-ciclovias-no-campus-de-florianopolis-e-entorno/" rel="nofollow - http://noticias.ufsc.br/2013/07/ufsc-busca-recursos-para-implantar-ciclovias-no-campus-de-florianopolis-e-entorno/




Enviado por: flaviosplatter
Data: 14 Set 2014 as 18:42
Esses caras são chatos, vamos apoiar essa P...Nunca ninguém fez nada pelos ciclistas e quando vem ao menos um cara, os caras ficam procurando pelo em ovo. Se fosse um tucano, teriam um monte de reacinha babando, mas como é do PT, ai não vale. Me enoja esse partidarismo...


Enviado por: Liternit
Data: 14 Set 2014 as 19:17
Robson do artigo que você postou

A ciclovia terá 1,9 quilômetros custará R$3M. LOL

Nem ler o que você posta você lê.

Em São Paulo os 15M não serão apenas na Av. Paulista mas todos os acessos até os bairros, Paulista sera um novo canteiro não apenas tinta e tachão, com aterramento de cabos e instalação de fibra optica. O total no final serão de 400KM com custo de 80M, com media de 200K o kilometro de ciclovia.

http://vadebike.org/2014/09/projeto-ciclovia-av-paulista-detalhes-canteiro-central/



Originalmente Postado por flaviosplatter flaviosplatter Escreveu:

Esses caras são chatos, vamos apoiar essa P...Nunca ninguém fez nada pelos ciclistas e quando vem ao menos um cara, os caras ficam procurando pelo em ovo. Se fosse um tucano, teriam um monte de reacinha babando, mas como é do PT, ai não vale. Me enoja esse partidarismo...

Melhor ignorar, cara fica falando a mesma abobrinha sem parar e ainda acha que tem razão.


Enviado por: RobsonSMO
Data: 14 Set 2014 as 19:43
mesmo assim, 3 milhões em 1,9 é beeeem mais barato do que 15 em 3,9, não??? e o resto, vc leu? acho que não...


e pro petista aí, pare de meter partido no meio, to me lixando se é um tucano ou um foicinha vermelha. se é roubado, tem que pagar do mesmo jeito!


não sei por que quando o argumento e a razão acabam, a primeira coisa que os papagaios petistas repetem são "reacinha isto" ou "reaça aquilo" bla bla bla...



eu fico falando a mesma abobrinha? vc pediu pra mim mudar o disco, mudei, dei dois exemplos claríssimos. acho que vc só não quer dar o braço a torcer, assim como o que saiu de fininho... (ou vc tbm é um petista ferrenho?)


Enviado por: flaviosplatter
Data: 14 Set 2014 as 20:12
Originalmente Postado por RobsonSMO RobsonSMO Escreveu:

bom, mas 3 mi em 1,9 é beeeem mais barato do que 15 em 3,9, não???


e pro petista aí, pare de meter partido no meio, to me lixando se é um tucano ou um foicinha vermelha. se é roubado, tem que pagar do mesmo jeito!


não sei por que quando o argumento e a razão acabam, a primeira coisa que os papagaios petistas repetem são "reacinha isto" ou "reaça aquilo" bla bla bla...



Amigão, é vc com esse papo furado de dono de carro revoltadinho que está politizando essa discussão. E todo reaça gosta de dizer que os outros são petistas...


Enviado por: RobsonSMO
Data: 14 Set 2014 as 20:15
vc nem sabe se eu tenho carro, pra começar...


segundo, volte e leia todo o tópico pra ver quem é que está "politizando" a coisa...



e como vc apenas se repetiu e confirmou o meu comentário anterior...


acho que vc está fora...


Enviado por: flaviosplatter
Data: 14 Set 2014 as 20:41
Originalmente Postado por RobsonSMO RobsonSMO Escreveu:

vc nem sabe se eu tenho carro, pra começar...


segundo, volte e leia todo o tópico pra ver quem é que está "politizando" a coisa...



e como vc apenas se repetiu e confirmou o meu comentário anterior...


acho que vc está fora...

Seus argumentos são lamentáveis...


Enviado por: Teshrrar
Data: 14 Set 2014 as 23:35
O mais divertido foi eu ter proposto uma solução e nenhum de vocês ao menos comentar. Preferem argumentar sobre o desconhecimento um do outro sobre a verdade, ao invés de tentar ambos procurarem-na e depois decidir quem estava certo. Que discussão sem fundamento.

Independente de ser roubado ou não (mas não menos relevante o assunto, é óbvio), as ciclovias são um investimento e tanto para São Paulo. Num pedal que fiz com o grupo LokoBikers (acho que é esse o nome), esse foi o assunto, já que foi decidido passar por ela indo aqui da ZS para a ZN. Diversos "mas deveria ter" e "se fosse" surgiram, sem considerarem que esse "mas" e "se" que impedem muitos projetos de saírem do papel. A ciclovia saiu.

Agora que saiu, deveríamos fiscalizar, nós, população de São Paulo. Mas tirando por base que meu comentário passou no vazio em meio a uma discussão vazia, vemos que ninguém está interessado na verdade, mas em especulações e reclamações.

Ignorando o fato de todos os reclamões e reclamonas da cidade não darem a mínima para a fiscalização do nosso dinheiro, ao menos alguém fez essa p***! Não é? Vejam bem: agora, por mais amador que possa parecer, nossa cidade tem algo saindo do papel que é inédito no Brasil: uma ciclovia nos "moldes", por assim dizer, das existentes em países mais desenvolvidos, que ligará a cidade inteira. É o tal do negócio que às vezes um empurrão é necessário.

Em X meses estará uma m****? Só se nós deixarmos; o que, é claro, provavelmente acontecerá, certo estou de que a população tá se lixando para reivindicar melhorias e uso correto dos IMPOSTOS.

Eu ficarei em cima, apoiando agora, tentando ir atrás da verdade sobre os valores, depois cobrando a manutenção de algo que é importante pra mim e, pelo que vejo na ciclovia de domingo, para muito mais habitantes.


Enviado por: 43679
Data: 15 Set 2014 as 01:09

Como ja foi dito,ere--dito,expedito,HAVERA roubos sim,mas no meio de tantos,se sair a maledeta ciclovia,seja um omelete,pois quebra a casca se quebra todo dia(desvio na minha cidade tem,na de vcs tbm,nao importa o partido)

Eu proponho assim,deixa fazer,qdo estiver prnta,cai emcima,procurando os roubos,mesmo q nao se devolva a grana,pelo menos torna inelegivel(ou cadeia,o q é dificil)
Agora,se bota isto no meio da briga entre direita e esqeurda(direita e ex-esquerda)nao sai POrr a nenhuma

AI ,uns dizem,nao saiu po culpa do fulano,outro,nao saiu por culpa do clicano
E fulano e ciclano andao de carro preto,com segurança,tramando proximo desvio(e nao é desvio na rua...)
(isto vale pros 2 lados)


Enviado por: 43679
Data: 15 Set 2014 as 01:19
Nao estou apoiando o rouba-mas-faz
Mas em se tratando de brasileiro,se nao molhar a mao de alguem,nadaanda nesta merda de país.Todo politico fa algo pensando no dele.Pior sao os q nao fazem mais q passa 4 anos robando.


Pra ser mais especifico,apoio Parlamentarismo,desaprovo funcionario publico nao sr demitido,e politico q se acha inatingivel por 4 anos.
Se eles tivessem seus empregos iguais nos,onde ,ou somos eficientes,ou rua,isto ia ser diferente.


Enviado por: zhozer
Data: 15 Set 2014 as 01:23
Concordo com o Teshrrar. Tenho visto muita crítica negativa no sentido de "se está caro, se falta planejamento então é melhor nem tentar construir", ao invés de proporem consertar estes defeitos, mas continuar com as metas ambiciosas. Me parece mais aquela visão tecnocrática...

Eu não entendo espicificidades de construção para saber se a obra está cara, mas não acho que está tão exagerada quanto estão comentando.

O que será feito:
- toda a readequação para construir a ciclovia. Isso envolve alargamento e readequação nas travessias de pedestres;

- como as faixas de carros serão diminuídas todas terão de ser pintadas novamente;

- enterramento de cabos de fibra óptica.

- readequação urbana da Bernadino de Campos, como enterramento dos fios etc. A Eletropaulo estima em R$5,8 milhões o quilômetro de fiação transferida para o solo (http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,o-custo-de-enterrar-a-fiacao-imp-,1099957 )

- corredor de ônibus até o outro lado da Consolação.

Novamente, não sei o que está ou não no custo do projeto, mas conforme for pode não ser tão cara.

Além disso, vocês esquecem que a Paulista é tombada e por isso você não pode simplesmente ir quebrando tudo e depois reconstruir. O que encarece muito a obra. Por exemplo, os semáforos da Paulista não podem ser alterados.

Por conta do tombamento e de todo o projeto urbanístico na Paulista, pode ser que usem materiais mais caros do que os usados em outras obras.

Dessa maneira, não vejo como a ciclovia na Paulista pode ser comparada com outras obras. Para mim só pegando o projeto na íntegra para saber se está caro.





Enviado por: ecvitoria
Data: 15 Set 2014 as 01:44
^^ Quando se constroem avenidas, elevados, puxadinhos, nunca há reclamação sobre "planejamento", uma vez que beneficiados são os carros. 
Pra fazer ciclovia, tem de seguir muitas regras e demorar anos (e já demoraram muitos anos) para implantar, para, assim, chamar de "planejada".

 Me surpreende o fato de ainda haver calçadas, rs. 


Enviado por: MarcusLisboa
Data: 15 Set 2014 as 11:37
Há muita discussão sobre as ciclofaixas na cidade de São Paulo. Como tudo na vida política do país nos últimos anos, a questão virou um Fla-Flu. Quem é a favor não aceita a opinião de quem é contra, da mesma maneira que quem é contra não dá ouvidos aos argumentos do outro lado.

Minha opinião é clara: sou totalmente contra as ciclofaixas. E sou totalmente a favor de ciclovias. Sim, as duas coisas são bem diferentes. Coloco, de maneira democrática, a minha opinião. Não sei se é correta ou não, mas é minha opinião. Gostaria de ouvir as opiniões contrárias, sem problema algum.


Ciclovias são vias exclusivas criadas a partir de um planejamento urbano como opção de transporte urbano para serem usadas pelos ciclistas. São vias específicas, separadas das ruas onde trafegam carros e oferecem segurança - principalmente para os próprios ciclistas. Custam mais do que as ciclofaixas, obviamente, porque exigem mais planejamento e investimento na adaptação desses espaços urbanos para as bicicletas. Ciclovias existem cada vez mais em todas as metrópoles do mundo, pois são uma opção a mais de transporte.

Ciclofaixas são opções simplistas e preguiçosas para vender a ideia de um governo que está beneficiando os ciclistas. É isso que o prefeito Fernando Haddad está fazendo em São Paulo: confundindo os cidadãos. Afinal, há uma grande diferença entre criar ciclovias e pintar as ruas de vermelho.


Tenho algumas perguntas para o prefeito ou para algum representante da área de Transportes da Prefeitura.
Gostaria de saber se, ao anunciar a criação de 400 km de ciclofaixas, o prefeito Haddad pensou nas milhares de vagas de estacionamento que extinguiria numa cidade que já sofre com esse problema? Sim, porque não é muito inteligente acabar com vagas na rua e investir milhões em estacionamentos subterrâneos, como se discute há anos. E será que é honesto acabar com essas vagas e perder o dinheiro que a cidade ganharia com Zona Azul, por exemplo?


Gostaria de saber se o prefeito Haddad pensou nos 400 km de vias com comércio de rua que ele prejudicou, ao impedir que os carros circulassem por ali? Sim, porque milhares de paulistanos que têm lojinhas de rua perderão parte importante de seus clientes, já que os carros não poderiam circular em frente às suas lojas, perdendo a exposição espontânea que as lojas têm e os estacionamentos permitem.


Gostaria de saber se o prefeito Haddad pensou na desvalorização de 400 km de moradias, que ficam em frente a essas faixas vermelhas onde carros não podem mais circular nem parar? Sim, porque muita gente estaciona o próprio carro na frente de casa porque não tem garagem. Ou estacionava, no caso.


Gostaria de saber se o prefeito Haddad pensou no prejuízo na economia da cidade, que vai perder milhões com o crescimento dos congestionamentos? Sim, porque São Paulo perdeu R$ 40 bilhões em 2012, 1% do PIB brasileiro, de acordo com estudo da FGV. Se perdia isso em 2012, imagina depois dos 400 km de ciclofaixas.


Gostaria de saber se o prefeito Haddad pensou realmente na cidade ou apenas no marketing ao pintar a cidade de vermelho e atrapalhar a vida de milhares de pessoas para beneficiar algumas centenas de ciclistas? Quantos ciclistas há em São Paulo? O mais correto não seria criar ciclofaixas para atender uma demanda dos ciclistas do que criar ciclofaixas para ver se surgem ciclistas para usarem as ciclofaixas? Falta transparência. Quero saber o que o prefeito considera transporte de elite. Sabemos que a cidade tem 7 milhões de carros... quantas pessoas usam regularmente as bicicletas? Como foram escolhidas as vias onde foram criadas ciclofaixas? E não estamos falando de lazer, claro.

De acordo com o site da Prefeitura, o número de viagens no trânsito em 2012 foi o seguinte:
ÔNIBUS transportou 9.383.283 pessoas
TRANSPORTE FRETADO transportou 389.427 pessoas
TRANSPORTE ESCOLAR transportou 2.011.132 pessoas
DIRIGINDO AUTOMÓVEL - 8.644.290 motoristas
PASSAGEIRO DE AUTOMÓVEL - 3.706.649 passageiros (caronas)
TÁXI transportou 135.156 pessoas
METRÔ transportou 3.218.989 pessoas
TREM transportou 1.141.140 pessoas
MOTO transportou 1.038.960 pessoas
BICICLETA transportou 267.788 pessoas
A PÉ 13.708.189 pessoas
OUTROS 70.463
TOTAL 43.715.466

Vamos pensar um pouquinho, já que a equipe do prefeito não fez isso. Haddad gosta muito de falar das faixas exclusivas de ônibus, que são mais democráticas que os carros, etc. Basta ver o número acima para ver que isso não é verdade. Pouco mais de 9 milhões de pessoas andaram de ônibus em 2012. Se juntar carros (motoristas + passageiros), transporte escolar (que não podem andar nas faixas para ônibus), transporte fretado (que não podem andar nas faixas de ônibus), dá quase 15 milhões de pessoas transportadas. Sabe quantas andaram de bicicleta em 2012? Veja o número acima: 267.788. NO ANO INTEIRO. Se o prefeito Hadddad quisesse realmente ser democrático, ele pegaria todo o investimento previsto para as ciclofaixas até 2015 (R$ 80 milhões) e reformaria as calçadas da cidade - já que 13.708.189 andaram a pé em 2012. De qualquer maneira, a faixa de ônibus (isso, sim, um benefício para o transporte público - embora feito sem o planejamento adequado) é tema para outra conversa.

Gostaria de saber se o prefeito Haddad realmente já pensou que a bicicleta talvez não seja o meio de transporte adequado para São Paulo, uma cidade de proporções gigantescas, desnivelada e com alto índice de profissionais que não podem chegar suados ao serviço?

Gostaria de saber se o prefeito Haddad já pensou que que a maioria das ciclofaixas ligam nada a lugar nenhum? Sim, porque as ciclofaixas começam no nada e terminam no lugar nenhum. Ou seja, os ciclistas chegam por vias sem ciclofaixas até as ciclofaixas e, daí, continuam seus caminhos por vias sem ciclofaixas, o que prova que não há planejamento algum. Como é que os ciclistas vão chegar nas ciclofaixas? Voando? Sim, porque eles terão que pedalar por vias sem ciclofaixas, expostos a todos os perigos do trânsito normal até chegar nas faixas vermelhas, onde estarão, teoricamente, em segurança. E na hora de sair delas?

Gostaria de saber se o prefeito Haddad pensou como vai crescer o número de acidentes e atropelamentos? E será que ele se esqueceu de lançar junto com as ciclofaixas uma legislação que dê direitos, mas que também dê deveres aos ciclistas? Por que os carros serão multados se entrarem nas ciclofaixas, mas os ciclistas não serão multados se pedalarem fora das ciclofaixas? Quem vai fiscalizar o uso de capacetes e outros itens de segurança? As bicicletas terão placas, como os outros veículos que estão no trânsito? Haverá bici-escolas, para ensinar as pessoas a pedalar com segurança? Há tantas, mas tantas questões que não foram previstas, que só reforça a ideia de que tudo isso foi feito, com o perdão do trocadilho, nas coxas.

Gostaria de saber, para terminar, se o prefeito Haddad pensou em discutir esses 400 km de ciclofaixas com a sociedade antes de criar de maneira autoritária essa medida que vai influenciar a vida de tantos moradores da cidade?
Para terminar, gostaria de saber quando o prefeito Haddad e o secretário de Transportes, Jilmar Tatto, vão começar a ir trabalhar de bicicleta.
http://entretenimento.r7.com/blogs/palavra-de-homem/ciclofaixas-questoes-que-eu-gostaria-de-perguntar-ao-prefeito-haddad-20140911/" rel="nofollow - http://entretenimento.r7.com/blogs/...ria-de-perguntar-ao-prefeito-haddad-20140911/


Enviado por: Liternit
Data: 15 Set 2014 as 12:26
Originalmente Postado por MarcusLisboa MarcusLisboa Escreveu:


Ciclovias são vias exclusivas criadas a partir de um planejamento urbano como opção de transporte urbano para serem usadas pelos ciclistas. São vias específicas, separadas das ruas onde trafegam carros e oferecem segurança - principalmente para os próprios ciclistas. Custam mais do que as ciclofaixas, obviamente, porque exigem mais planejamento e investimento na adaptação desses espaços urbanos para as bicicletas. Ciclovias existem cada vez mais em todas as metrópoles do mundo, pois são uma opção a mais de transporte.

Maioria das vias é ciclovia, estão separadas dos carros. E ciclofaixa é algo comum em todos os paises com infra para bicicletas, não tem nada de simplista em ciclofaixa é uma opção que funciona.

Originalmente Postado por MarcusLisboa MarcusLisboa Escreveu:

Gostaria de saber se, ao anunciar a criação de 400 km de ciclofaixas, o prefeito Haddad pensou nas milhares de vagas de estacionamento que extinguiria numa cidade que já sofre com esse problema? Sim, porque não é muito inteligente acabar com vagas na rua e investir milhões em estacionamentos subterrâneos, como se discute há anos. E será que é honesto acabar com essas vagas e perder o dinheiro que a cidade ganharia com Zona Azul, por exemplo?


Gostaria de saber se o prefeito Haddad pensou nos 400 km de vias com comércio de rua que ele prejudicou, ao impedir que os carros circulassem por ali? Sim, porque milhares de paulistanos que têm lojinhas de rua perderão parte importante de seus clientes, já que os carros não poderiam circular em frente às suas lojas, perdendo a exposição espontânea que as lojas têm e os estacionamentos permitem.


Gostaria de saber se o prefeito Haddad pensou na desvalorização de 400 km de moradias, que ficam em frente a essas faixas vermelhas onde carros não podem mais circular nem parar? Sim, porque muita gente estaciona o próprio carro na frente de casa porque não tem garagem. Ou estacionava, no caso.

No Brasil as pessoas confundem publico com privado, vaga em rua não é de propriedade privada. Custo de parar o carro é uma forma de induzir o uso de outros meios. Comercio deveria por obrigação ter seu estacionamento próprio ou convenio, uma mera vaga na frente de uma lojinha não vai fazer diferença para o comercio, até porque em local concorrido essa vaga já é tomada logo cedo, ocupando o espaço o dia todo. Muito melhor o espaço ser usado por diversos ciclistas do que por um unico carro por 8h, se esses 400Km colocarem mais gente de bicicleta o beneficio para a cidade vai ser muito maior que o ganho que um comercio daria com uma vaga na frente da loja.

E quem para o carro na frente de casa sem garagem não tem o que reclamar, rua é publica, que venda o carro ou pare em outra rua ou pague um estacionamento. Se para você desvaloriza eu acho que valoriza ter uma ciclovia na frente de casa.



Originalmente Postado por MarcusLisboa MarcusLisboa Escreveu:

Gostaria de saber se o prefeito Haddad pensou realmente na cidade ou apenas no marketing ao pintar a cidade de vermelho e atrapalhar a vida de milhares de pessoas para beneficiar algumas centenas de ciclistas? Quantos ciclistas há em São Paulo? O mais correto não seria criar ciclofaixas para atender uma demanda dos ciclistas do que criar ciclofaixas para ver se surgem ciclistas para usarem as ciclofaixas? Falta transparência. Quero saber o que o prefeito considera transporte de elite. Sabemos que a cidade tem 7 milhões de carros... quantas pessoas usam regularmente as bicicletas? Como foram escolhidas as vias onde foram criadas ciclofaixas? E não estamos falando de lazer, claro.

Até pouco tempo quase ninguem usava metro, com seu pensamento o dinheiro do metro deveria ser usado para fechar o pinheiros e tiete com vias para carros. Se hoje existem centenas de ciclistas pode ter certeza que com os 400KM esse numero vai explodir, vejo na Berrini pessoas normais (sem físicode ciclista) enfrentando 4 pistas espremidas, esbarrando nos ônibus na hora do rush, se tem gente já encarando isso imagina com a ciclovia na berrini?



Originalmente Postado por MarcusLisboa MarcusLisboa Escreveu:

Vamos pensar um pouquinho, já que a equipe do prefeito não fez isso. Haddad gosta muito de falar das faixas exclusivas de ônibus, que são mais democráticas que os carros, etc. Basta ver o número acima para ver que isso não é verdade. Pouco mais de 9 milhões de pessoas andaram de ônibus em 2012. Se juntar carros (motoristas + passageiros), transporte escolar (que não podem andar nas faixas para ônibus), transporte fretado (que não podem andar nas faixas de ônibus), dá quase 15 milhões de pessoas transportadas. Sabe quantas andaram de bicicleta em 2012? Veja o número acima: 267.788. NO ANO INTEIROSe o prefeito Hadddad quisesse realmente ser democrático, ele pegaria todo o investimento previsto para as ciclofaixas até 2015 (R$ 80 milhões) e reformaria as calçadas da cidade - já que 13.708.189 andaram a pé em 2012. De qualquer maneira, a faixa de ônibus (isso, sim, um benefício para o transporte público - embora feito sem o planejamento adequado) é tema para outra conversa.

Gostaria de saber se o prefeito Haddad realmente já pensou que a bicicleta talvez não seja o meio de transporte adequado para São Paulo, uma cidade de proporções gigantescas, desnivelada e com alto índice de profissionais que não podem chegar suados ao serviço?

Gostaria de saber se o prefeito Haddad já pensou que que a maioria das ciclofaixas ligam nada a lugar nenhum? Sim, porque as ciclofaixas começam no nada e terminam no lugar nenhum. Ou seja, os ciclistas chegam por vias sem ciclofaixas até as ciclofaixas e, daí, continuam seus caminhos por vias sem ciclofaixas, o que prova que não há planejamento algum. Como é que os ciclistas vão chegar nas ciclofaixas? Voando? Sim, porque eles terão que pedalar por vias sem ciclofaixas, expostos a todos os perigos do trânsito normal até chegar nas faixas vermelhas, onde estarão, teoricamente, em segurança. E na hora de sair delas?

Gostaria de saber se o prefeito Haddad pensou como vai crescer o número de acidentes e atropelamentos? E será que ele se esqueceu de lançar junto com as ciclofaixas uma legislação que dê direitos, mas que também dê deveres aos ciclistas? Por que os carros serão multados se entrarem nas ciclofaixas, mas os ciclistas não serão multados se pedalarem fora das ciclofaixas? Quem vai fiscalizar o uso de capacetes e outros itens de segurança? As bicicletas terão placas, como os outros veículos que estão no trânsito? Haverá bici-escolas, para ensinar as pessoas a pedalar com segurança? Há tantas, mas tantas questões que não foram previstas, que só reforça a ideia de que tudo isso foi feito, com o perdão do trocadilho, nas coxas.

Gostaria de saber, para terminar, se o prefeito Haddad pensou em discutir esses 400 km de ciclofaixas com a sociedade antes de criar de maneira autoritária essa medida que vai influenciar a vida de tantos moradores da cidade?
Para terminar, gostaria de saber quando o prefeito Haddad e o secretário de Transportes, Jilmar Tatto, vão começar a ir trabalhar de bicicleta.
http://entretenimento.r7.com/blogs/palavra-de-homem/ciclofaixas-questoes-que-eu-gostaria-de-perguntar-ao-prefeito-haddad-20140911/" rel="nofollow - http://entretenimento.r7.com/blogs/...ria-de-perguntar-ao-prefeito-haddad-20140911/  

Que reformem as calçadas, até esse detalhe existe no plano diretor, mais espaço para os pedestres e calçadas mais amplas, vai dar uma lida sobre isso. 

São Paulo tem muita parte plana, Itaim, Brooklin, Pinheiros e maior parte dos Jardins não tem subidas. E ninguem precisa pedalar de terno basta usar a roupa adequada e trocar no trabalho.

Os 400km serão feitos exatamente para ligarem as ciclovias, mas não precisa ter ciclovia na porta de casa o importante é ter para cruzar os locais mais perigosos e de maior movimento como marginais e avenidas.

Impossível saber se vão ocorrer mais acidentes proporcionalmente, as regras de transito atuais são boas, o problema é a falta de informação e consciência, o mesmo que pedala é o que dirige em São Paulo, cidade esta cheia de idiotas mas nada que uma campanha não resolva. Basta ver o resultado positivo da campanha sobre a faixa de pedestre em São Paulo, hoje é comum ver os carros dando preferencia.


Enviado por: newhouse
Data: 15 Set 2014 as 13:41
Nossa, não falta argumentos pra detonar as ciclofaixas de SP. Por outro lado, temos alguns bons exemplos vindos de fora que são melhores que muitas estatísticas. O problema das metrópoles não é mais o meio de transporte, mas sim o espaço que ele ocupa, atualmente quanto mais minimalista é o meio de transporte, menor o seu impacto na ocupação da cidade, por isso o uso de bikes vem aumentando no mundo inteiro.

Procurem por cases de mobilidade urbana em Nova York ou Copenhague pra verem como as bikes estão mudando a cara das cidades. O próprio prefeito de Copenhague vez ou outra vem a SP pra dar palestras de mobilidade urbana e demostrar como a cidade que melhor trabalha o termo mobilidade consegue garantir fluidez mesmo se tratando de uma metrópole.


Enviado por: ecvitoria
Data: 15 Set 2014 as 15:05


Enviado por: EDU ALMEIDA
Data: 15 Set 2014 as 15:14
Boas pessoal!!!

Este video das ciclovias holandesas é um ótimo exemplo, porem a holanda é plana.
São Paulo precisa de um povo consciente antes de tudo...longe da realidade atual.


Somente para complementar a conversa, segue um link sobre o assunto(ciclovias):

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1324635&page=36" rel="nofollow - http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1324635&page=36

Tenho visto a galera utilizar as faixas no centro de SP, pena que o pedestre (incluso algunas policiais) ainda não se tocou que a faixa é exclusiva para bike, não uma faixa para caminhada...kkkk


O mais dificil já foi feito, o pontapé inicial...agora falta ampliar, administrar e, claro, educar tanto o usuário quanto população geral.

Thumbs Up


-------------
"Here I am...on the road again..."



Imprimir página | Fechar Janela

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06 - http://www.webwizforums.com
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd. - https://www.webwiz.co.uk