Imprimir página | Fechar Janela

O tópico das híbridas. [De volta!]

De:: Pedal.com.br
Categoria: Fóruns Novos - Outras Categorias
Nome do fórum: Bicicletas Híbridas & Fitness Bikes
Descrição:: Fórum para discussão geral sobre bicicletas híbridas e assuntos afins.
URL:: https://www.pedal.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=339
Data:: 07 Ago 2020 as 19:12
Versão do Software: Web Wiz Forums 11.06 - http://www.webwizforums.com


Tópico: O tópico das híbridas. [De volta!]
Enviado por: JimmY
Assunto: O tópico das híbridas. [De volta!]
Data: 28 Jul 2008 as 07:52
Galera, no fórum antigo já existia esse tópico para discussões sobre bikes híbridas, o que eram, quais eram as adaptações, e tinha até alguns exemplos de bikes híbridas.
Acredito que tinha bastante gente interessada no assunto, eu sou um deles, e por isso tou voltando com o tópico aki.
Vamos tentar juntar o máximo de dúvidas, respostas e informações possíveis sobre híbridas.
 
Minha dúvida inicial é:
 
Quais seriam as modificações necessárias na relação da bike?
A minha relação é câmbio dianteiro Shimano C050 e pedivela Shimano Tourney 48/38/28; câmbio traseiro Shimano Altus com catracas 28/14.
Estou pensando em trocar o pedivela por um de speed 52/42/30. O que eu não sei é o que fazer com a parte traseira da relação, qual seria a relação ideal de cassete?



Respostas:
Enviado por: JimmY
Data: 28 Jul 2008 as 08:00
Essa é a minha bike galera!
Adaptação pra asfalto por enquanto só os pneus e a suspensão na regulagem mais rígida possível (apesar de o ideal ser um garfo rígido.)
Adapatações em mente para o futuro são pedivela de speed, cassete com relação 11-28, e talvez cubos com melhor rolagem (alívio provavelmente).
O que acham? Quais outras adaptações seriam uma boa?


Enviado por: Pedro Cury
Data: 28 Jul 2008 as 09:34
Galera..

É só achar o tópico lá no fórum antigo:  www.pedal.com.br/forum_arquivo  e criar um link aqui.


Enviado por: Phil Menta
Data: 28 Jul 2008 as 09:50
e aí!

Minha MTB urbana:


Tenho muitos detalhes pra arrumar nela, mas o que vou fazer pra realmente torná-la uma híbrida:
1- freios melhores;
2- cassete de 7v 11-28;
3- pedivela 52/42/30 (ou um sugino 53/39);
4- cubos melhores e mov. central selado;
5- Garfo de alumínio;
6- pedal clip plataforma.

Também pretendo incluir nos ups o ciclocomputador, talvez uma mesa que me coloque numa posição mais agressiva pra poder pedalar mais forte, e um bagageiro de canote.

Vai ser uma evolução lenta, principalmente na relação. Quero trocar o cassete antes de trocar o pedivela, e andar um tempo pra ver se 11-48 é suficiente pra mim ou não. Mas provavelmente trocarei o pedivela também, porque quase nunca uso a coroinha, prefiro adicionar marchas mais pesadas que eventualmente vá usar, do que ter marchas leves demais que eu tenho certeza que não usarei.



Enviado por: Phil Menta
Data: 28 Jul 2008 as 09:56
Originalmente Postado por Pedro Cury Pedro Cury Escreveu:

Galera..

É só achar o tópico lá no fórum antigo:  www.pedal.com.br/forum_arquivo  e criar um link aqui.


AEEE ele não foi perdido!
http://www.pedal.com.br/forum_arquivo/topic.asp?TOPIC_ID=49044 - Tópico das híbridas

valeu Pedro!


Enviado por: JimmY
Data: 28 Jul 2008 as 11:23
fala menta!
 
irada tua bike, vai ficah show dps das mudanças!
ae, vc sabe se dá pra achar essa relação 11-28 traseira pra cubo de rosca!?


Enviado por: Franciscok
Data: 28 Jul 2008 as 16:34
Ae, eu esou com 2 mtbs. 1 é a que eu uso em trilhas e competições, ja a outra ficou só pra asfalto.
 
Estava pensando em modificações para adequar a bike ao uso que faço dela, e vou começar por um garfo rigido.
 
O que eu queria saber é quanto ao pneu, qual vcs usam, e o guidão, melhor usar o de mtb com barends grandes ou um de estrada?
 
Pretendo fazer longas distancias com a bike, mas só asfalto(audax ano que vem pretendo usar essa bike) e as vezes estrada de chão.
 
ps. quem viu o post antes de eu editar deve estar pensando que sou analfabeto


Enviado por: Phil Menta
Data: 28 Jul 2008 as 16:58
Originalmente Postado por JimmY JimmY Escreveu:

fala menta!
 
irada tua bike, vai ficah show dps das mudanças!
ae, vc sabe se dá pra achar essa relação 11-28 traseira pra cubo de rosca!?


Cara, até agora eu não encontrei. Como os meus cubos não são "pra casar", vou optar por trocá-los junto com o cassete, é mais vantagem.





Originalmente Postado por Franciscok Franciscok Escreveu:

Ae, eu esou com 2 mtbs. 1 é a que eu uso em trilhas e competições, ja a outra ficou só pra asfalto.

Estava pensando em modificações para adequar a bike ao uso que faço dela, e vou começar por um garfo rigido.
 
O que eu queria saber é quanto ao pneu, qual vcs usam, e o guidão, melhor usar o de mtb com barends grandes ou um de estrada?
 
Pretendo fazer longas distancias com a bike, mas só asfalto(audax ano que vem pretendo usar essa bike) e as vezes estrada de chão.


Estou usando o Kenda Kwest. É um pneu ótimo, aguenta 65 psi, agarra bem nas curvas tanto em alta quanto em baixa velocidade, a bicicleta rende bastante com ele. Mas essa minha bike eu só vou usar no asfalto, então ele dá e sobra. Caso você queira pegar terra batida com a bike, eu pegaria um semi-slick pra não ficar escorregando. Uma amiga minha pegou terra com o Kwest e ele não aguentou não, furou legal.

Sobre o guidão, eu uso o de MTB, mas já tô pensando em um guidão mais incomum, tipo esse:


Ou esse aqui (meu preferido):


Já pensei em guidão de speed tb, mas aí eu vou ter que trocar passadores, manetes, um trabalhão.
Eu não uso bar end, tenho um par dos grandes mas não me dou bem com eles. A posição que ele me deixa eu não gosto muito. Já até arrisquei andar com ele virado pra baixo, sem sucesso, o pulso até dói depois de um tempo pedalando. Aí aboli eles da minha bike rsrsrs


Enviado por: Voodoo
Data: 28 Jul 2008 as 17:15
O pneu é um caso sério. Falar que "as vezes vou pegar estrada de chão" é uma sentença de ter que usar um pneu misto que não vai te dar rendimento pleno nem no asfalto nem na terra, lugar em que você vai andar vez ou outra.

Já usei pneu MTB puro(1.95), Misto (1.9), Slick (1.5) e Speed (1.15 slick). Depois que usei o 1.15 não mudo, o rendimento no asfalto é absurdo, sem perder tanto no conforto (lembrando que a minha bike não tem suspensão, é full hard) e na segurança, a bike vira uma flecha. Mas nem pense em pisar na terra com eles, é "chão" na certa.

Eu recomendo o uso de bar ends, principalmente se você realizar longos trajetos, eles ajudam a mudar a posição das mãos, pulsos e braços, o que diminui a fadiga e os desconforto. Além do que dão o suporte necessário para subidas ou sprints.

Foto da minha híbrida:




-------------
PauloR2

Viciado em sofrimento


Enviado por: Franciscok
Data: 28 Jul 2008 as 17:15
Menta, o guidão butterfly é proprio pra cicloturismo, mas é (quase) impossivel de achar.
 
Como minho mtb ta muito racing, da dor nas costas se for fazer o audax, antes colocava pneu slick nela.
Agora quero preparar a bike de ir pra facul pra essas coisas. No dia a dia pneu 1.0 não da, é muito risco por causa dos bueiros, onde cabe facil dentro, mas pro audax tenho uns kwest 1.25.
 
A bike ta toda alivio, e cubo dianteiro deore(quando o traseiro abrir o bico é deore tb).
Acho que pra uma hibrida é mais que suficiente, e suspenção é desnecessario.
 
Já o guidão vejo a maioria que chama suas bikes de hibridas usando de mtb, poucas com guidão de estrada. Falo do bar end pra ter mais posições, passar 20h pedalando sem mecher as mãos é tortura.
Só não dá pra usar aquele que vc postou, guidão de triatlon(eu acho), aquilo é muito estranho e não me passa confança nenhuma.
 
Jogo uma pergunta: da pra chamar de hibrida uma aro 26?
 


Enviado por: Voodoo
Data: 28 Jul 2008 as 17:21
No tópico antigo haviam postado a definição das híbridas. Sinceramente não sei.

Eu considero a minha híbrida, não é uma speed nem um mtb, muito pelo contrário. ha ha ha


-------------
PauloR2

Viciado em sofrimento


Enviado por: Phil Menta
Data: 28 Jul 2008 as 17:48
eu chamaria uma aro 26 de híbrida sim. Você pega uma MTB, coloca uma relação de speed, põe pneus slick com menos de 1.9, e não pode chamar de híbrida?
Pessoalmente eu nunca vi nenhum site ou definição que desmereça as aro 26 no ramo das híbridas.

Dando um reforço na parte do bar end, será que eu não tô usando eles na angulação certa? Eu devo usá-los mais jogados pra frente, pra cima, ou num ângulo de 45º?


Enviado por: luciano ramos
Data: 29 Jul 2008 as 04:40

Gente, a definição é clara.

As hibridas são bikes que unem o conforto e posicionamento do ciclista num quadro quase MTB, com rodas, pneus, e relação (principalmente a coroa) de speed.

O que nós "mortais" estamos fazendo é uma adaptação de nossas MTBs para pedalar no asfalto. Com aros 26" e pneus slick.

Reparem que nas principais bikes hibridas a própria geometria do quadro é um pouco diferente, inclusive para conseguir acomodar as rodas aro 700 e tbm a colocação de alforges dianteiros e traseiros.

Mas como eu já percebi, muitos de nós queremos ter uma segunda opção de bike para conseguir pedalar na cidade, sem ter o desconforto de pedalar numa speed. Então as nossas "hibridas" servem ao propósito.

Uma bike nacional que acredito ser o mais fiel retrato de uma hibrida é a Easy Rider da Caloi.



-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: Franciscok
Data: 29 Jul 2008 as 06:50
Voltei a usar pneu 1.25, antes estava com um misto 1.9.
 
Não concordo que slick na terra é chao na certa, pra piso batido segura bem. O que não da é usar no barro ou com pedra solta.
 
O meu unico medo com pneu fino são os bueiros, que ele cabem dentro do buraco.
 
Pra pedalar na cidade fica bom assim, só não testei longas distancias ainda.
 
Paulo, que garfo é esse que vc usa? É de cromo?
Eu queria algo melhor que o volare de aluminio, mas sem gastar muito.


Enviado por: Phil Menta
Data: 29 Jul 2008 as 07:27
Originalmente Postado por luciano ramos luciano ramos Escreveu:

Gente, a definição é clara.

As hibridas são bikes que unem o conforto e posicionamento do ciclista num quadro quase MTB, com rodas, pneus, e relação (principalmente a coroa) de speed.

O que nós "mortais" estamos fazendo é uma adaptação de nossas MTBs para pedalar no asfalto. Com aros 26" e pneus slick.

Reparem que nas principais bikes hibridas a própria geometria do quadro é um pouco diferente, inclusive para conseguir acomodar as rodas aro 700 e tbm a colocação de alforges dianteiros e traseiros.

Mas como eu já percebi, muitos de nós queremos ter uma segunda opção de bike para conseguir pedalar na cidade, sem ter o desconforto de pedalar numa speed. Então as nossas "hibridas" servem ao propósito.

Uma bike nacional que acredito ser o mais fiel retrato de uma hibrida é a Easy Rider da Caloi.



Eu acredito que essa regra vem dos dois lados; uma híbrida pela definição de muitos sites que encontrei foi "uma bicicleta que une a rapidez e a leveza de uma road, com a força e a resistência de uma MTB."
Li bastante a respeito, obviamente as bikes híbridas comercializadas em sua maioria esmagadora usa rodas 700c, mas e as híbridas que são montadas pelos donos? Se uma híbrida é o meio-termo entre road e MTB, porque as modificações não podem sair de ambos os lados, ao invés de só partir do lado das road? Uma road com pneus largos e relação de MTB é uma híbrida, mas uma MTB com pneus finos e relação speed não pode se enquadrar na definição?

Aproveitando a deixa, será que eu consigo encaixar rodas 700c na minha snake sem ter que trocar nada além do cassete? é uma diferença de 6,5 cm no total da roda, ou seja, ela vai ficar com mais 3,3cm de raio, mas com pneus mais finos ou iguais (700x35 ou 38). Será que dá?


Enviado por: Voodoo
Data: 29 Jul 2008 as 16:50
É de cromo Francisco, não sei a marca. É bem leve, menos de 800 gr. Comprei na Hunger Bikes aqui de Curitiba, paguei R$ 120.

Quando aos longos trajetos com pneus finos, não existe coisa melhor, o rendimento é muito superior, dá para manter uma velocidade mais alta sem esforço maior.

Sinceramente não volto mais para pneus acima de 1.15, mesmo que tenha que andar na terra vou me arriscar com eles, os tombos foram mais decorrentes da minha tonguice que pelos pneus. ha ha ha

Originalmente Postado por Franciscok Franciscok Escreveu:

 
 
Paulo, que garfo é esse que vc usa? É de cromo?
Eu queria algo melhor que o volare de aluminio, mas sem gastar muito.


-------------
PauloR2

Viciado em sofrimento


Enviado por: stpjr
Data: 29 Jul 2008 as 18:56
Existe sim uma catraca da shimano de rosca com 11 dentes ...
 
há um tempo atrás eu fiquei meses procurando algo na net e nada encontrava ... falava com vários lojistas aqui de Santos e eles falavam que não existiam ( tem muito cara que é vendedor e conhece menos do que nós ¬¬ ) ...
 
depois de fuçar vários meses encontrei dois lugares que vendiam ... existe a megarange 11-34 e a convencional 11-28 ...
 
seguem os links:
 
http://www.bikenakashima.com.br - http://www.bikenakashima.com.br (possui os dois modelos, porém está em falta há vários meses mas continuam anunciados)
 
e tbm tinha na Jamur , porém olhando agora acho que não estão vendendo mais pois não conta no site ...
 
http://www.jamurbikes.com.br/grupo.php?id=14 - http://www.jamurbikes.com.br/grupo.php?id=14
 
 
 
 
 
 


Enviado por: Voodoo
Data: 29 Jul 2008 as 18:58
Tem na Jamur sim, pelo menos 1 peça. Estava esperando um serviço outro dia e vi a catraca no balcão.

-------------
PauloR2

Viciado em sofrimento


Enviado por: Phil Menta
Data: 29 Jul 2008 as 20:35
Desisti da idéia das rodas 700c, li alguns artigos e tópicos que me mostraram: Para o meu propósito (bike de cidade), as rodas 700c vão fazer muito pouca diferença; elas realmente se mostram eficientes em alta velocidade, não tão perceptível no anda-e-pára da cidade. Decidi então por preparar a relação e talvez colocar um On One Midge para me posicionar mais agressivamente, dando mais torque nas marchas mais pesadas.


Obs: realmente preciso dar um up nos freios, eles não estão me segurando tanto quanto eu desejaria. Quase entrei na traseira de um carro por causa deles, espremi o manete e ela não freava! Tive que desviar do carro!

Mas devo confessar que é engraçado a atitude dos motoristas quando eles percebem que estão sendo ultrapassados por um ciclista LOL


Enviado por: luciano ramos
Data: 30 Jul 2008 as 07:00
Originalmente Postado por Phil Menta Phil Menta Escreveu:


Eu acredito que essa regra vem dos dois lados; uma híbrida pela definição de muitos sites que encontrei foi "uma bicicleta que une a rapidez e a leveza de uma road, com a força e a resistência de uma MTB."
Li bastante a respeito, obviamente as bikes híbridas comercializadas em sua maioria esmagadora usa rodas 700c, mas e as híbridas que são montadas pelos donos? Se uma híbrida é o meio-termo entre road e MTB, porque as modificações não podem sair de ambos os lados, ao invés de só partir do lado das road? Uma road com pneus largos e relação de MTB é uma híbrida, mas uma MTB com pneus finos e relação speed não pode se enquadrar na definição?

Aproveitando a deixa, será que eu consigo encaixar rodas 700c na minha snake sem ter que trocar nada além do cassete? é uma diferença de 6,5 cm no total da roda, ou seja, ela vai ficar com mais 3,3cm de raio, mas com pneus mais finos ou iguais (700x35 ou 38). Será que dá?
[/QUOTE]
 
Menta,
 
Speed com pneus largos não é hibrida. Trata-se de uma bike de ciclocross.
 
Hibridas tem geometria diferente. Possui chain stays mais longos para acomodar as rodas maiores e maior angulo da caixa de direção, para inclusive poder acomodar uma suspa com rodas maiores. Normalmente tem o chain line mais alinhado para não deixar a corrente torta, por causa da coroa maior, assim como nas speed.
 
Normalmente tem a parte da frente mais alta, para deixar a posição mais confortável. Vc reparou que muitas bikes hibridas são de cromo? Tbm outra adaptação para suavizar os impactos no corpo do ciclista devido a falta de suspensão.  
 
Vc mesmo definiu o que são as "hibridas" que montamos. São MTBs urbanas. Pesquisei muito a respeito das hibridas, pois me agrada muito o seu propósito (de uma olhada nos tópicos antigos de 2003/2004). Porém, desisti de tentar montar uma hibrida por conta própria. Tem muita coisa diferente que não conseguimos acertar a partir de uma MTB. Algum dia, se eu tiver dinheiro, compro uma hibrida de nascimento.
 
Instalar rodas aro 700 não tem problema, desde que se use freios a disco, pois os boss do freio a disco não encaixariam. A medida do aro 700 (aro e pneu) é bem parecida com uma 26 com pneu 1.95. Então acredito que não vá ocorrer muitos problemas, mas ficará bem próximo de raspar no quadro.
 
Eu não faria essa adaptação, até porque não teria aplicação prática na cidade. Talvez para um ciclotur tudo, mas na cidade acho desnecessário. Até porque vc teria que comprar freios a disco, cubos novos, mandar enraiar uma roda nova e comprar pneus 700. Só aí já o custo ficaria inviável.
 
Invista num bom par de VB. Mande um bagageiro. A sua bike ficou bem legal.
Invista numa pedivela melhor e em cambios mais duráveis. Acho que seriam os ups que eu faria no seu lugar.


-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: Phil Menta
Data: 30 Jul 2008 as 08:05
entendi o ponto de vista. Uma bike híbrida não é uma MTB modificada, ou uma Road modificada. Ela tem quadro e geometrias próprios, é isso? Modificação de bike não classifica hibridismo nesse caso.

Bom, enfim... aceito o equívoco!LOL


Enviado por: sascencio
Data: 30 Jul 2008 as 08:21
Fala moçada...
 
Acho que esse conceito de "hibridismo" da galera está purista demais... hehehe...
 
Para mim uma bike mtb/road que teve suas características modificadas para ter um rendimento melhor num terreno diferente do que aquele para a qual foi projetada, é uma bike híbrida... pelo menos é o que eu acho... hehehe...
 
Considero a minha bike de cicloturismo com pneus slick 1.5, clip de guidão, etc. uma híbrida... pode não ser uma "pura" de nascimento, mas adaptada... digamos, uma "mestiça"... hehehe...
 
abraço e boas pedaladas,


Enviado por: Voodoo
Data: 30 Jul 2008 as 08:53
Acho que a maioria aqui na verdade têm bicicletas urbanas, se são híbridas ou não, é uma questão conceitual.


-------------
PauloR2

Viciado em sofrimento


Enviado por: REIROM
Data: 31 Jul 2008 as 07:33
Bom, híbrida na minha opinião não é simplesmente uma MTB com pneus slick 26" e relação pesada. Tem que ter rodas 700 ou 27"  senão não é híbrida. A Fitness da Caloi é um exemplo.
Eu tive a alguns mêses atrás um projeto de montar uma híbrida. Teria rodas 700 a disco, quadro Volare Boxxer e relação 48x11. Desisti pois teria que usar pneus um tanto finos para a buracada de SP, acho que 28 seria o tamanho máximo que caberia no quadro, pretendia acima de 30.


Enviado por: claudio_gui
Data: 02 Ago 2008 as 14:52
Olá, tenho uma montada com quadro de caloi 10, grupo altos 24 veloc. , engrenagem  truvativ 48/38/28, muito confortável para viagens.

aqui está na versão cidade,  "careca"

http://img363.imageshack.us/my.php?image=dsc01364ir0.jpg"> http://img135.imageshack.us/my.php?image=dsc01363la3.jpg"> http://img402.imageshack.us/my.php?image=dsc01360iw9.jpg">


aqui na versão pronta para viagem, lanterna, farol (saio sempre nas madrugas), 3 bolsas ( não gosto de levar mochila ) e gps ( novo brinquedo para marcar os passeios )

http://img183.imageshack.us/my.php?image=dsc01368dt3.jpg"> http://img300.imageshack.us/my.php?image=dsc01370wb5.jpg"> http://img504.imageshack.us/my.php?image=dsc01367di0.jpg">


   Abraços


Enviado por: Phil Menta
Data: 03 Ago 2008 as 08:52
Caramba, GPS e tudo! mandou bem Claudio!

vc já tentou colocar uns pneus mais grossos, ou vc não enfrenta tanto buraco assim?

Essa mesa de angulação regulável é resistente? Estou pensando em colocar uma dessa na minha bike...


Enviado por: Alcaide
Data: 03 Ago 2008 as 20:39
Originalmente Postado por luciano ramos luciano ramos Escreveu:

Originalmente Postado por Phil Menta Phil Menta Escreveu:



Aproveitando a deixa, será que eu consigo encaixar rodas 700c na minha snake sem ter que trocar nada além do cassete? é uma diferença de 6,5 cm no total da roda, ou seja, ela vai ficar com mais 3,3cm de raio, mas com pneus mais finos ou iguais (700x35 ou 38). Será que dá?
 
Luciano esta é a minha grande dúvida. Ainda penso em montar um par de rodas extras para rodar na cidade e nos finais de semana colocaria as rodas para trilhas aro 26. Desta forma teria dois pares de rodas, com freios a disco e uma delas no tamanho 27 ou 700. A dúvida é se a dianteira caberia no espaço que sobra entre a roda e a junção das bengalas num garfo com suspensão. Terei de testar o modelo.


-------------
Tá estressado, vá pedalar.

Naomi - Miyamura SRAM X-9 Proshock One.
Martina - Miyamura Cromoly Shimano Alfine 11 Ciclotur.
http://blogdoalcaide.wordpress.com/


Enviado por: claudio_gui
Data: 04 Ago 2008 as 02:59
Originalmente Postado por Phil Menta Phil Menta Escreveu:

Caramba, GPS e tudo! mandou bem Claudio!

vc já tentou colocar uns pneus mais grossos, ou vc não enfrenta tanto buraco assim?

Essa mesa de angulação regulável é resistente? Estou pensando em colocar uma dessa na minha bike...


Então Menta, esses pneus Pirelli Jet Caju 1/4 me atendem bem, até mesmo porque além desse só conheço o Kenda 1/4 para aros 27, que são de qualidade inferior. Quanto à mesa Zoom é bem resistente,  para os propositos do uso da bike.

   Abraços


Enviado por: Roberto Furtado
Data: 04 Ago 2008 as 15:29
E aí Gurizada?
Estou retomando a projeto da minha híbrida... a todo vapor. Pretendo fazer o audax com ela, pois com a full não viabilizaria. Em 2006, comprei um quadro GT Corrado 1992 do amigo Fumaça (aqui do fórum). O quadro é para aro 26, porém eu e o amigo Raul, fizemos adaptadores para colocar os v-brakes mais pra cima... e desta forma é possível utilizar os v-brakes com o aro 700. Como o quadro não possuia suporte pra bagageiro, então as próprias fixações destinadas aos pivos de freio, servirão para apoiar os bagageiros. No audax não pretendo utilizar bagageiro dianteiro, porém gostaria de realizar uma viagem com esta bike. Outra modificação feita, foi o aumento da espiga. A espiga cresceu para dar lugar a mais uma mesa e posicionar a mesa mais pra cima, melhorando o conforto que necessito devido ao meu problema de coluna. Com duas mesas, além de dois apoios em alturas diferentes, terei mais opções pra prender o GPS, velocimento, um suporte pra máquina fotografica e mais alguma coisa que eu prentender. A diferença na aparência é brutal... uma bike muito mais alta, com rodas maiores (lógico), e me pareceu mais leve, embora não seja uma preocupação. Optei por peças das antigas, sou saudosista... garimpei peças como cambios dianteiro e traseio shimano exage de speed (início dos anos 90), pe-de-vela exage biopace 48-38-28, trocador shimano de 7V adaptado no quadro, freio de manete simples shimano alívio para cantilever, v-brakes acera... pneus kenda 700C x 35, aros alex rims, cubos rsx. Vou terminar o bichinho, e coloco as fotos... e a primeira impressão.
Roberto


Enviado por: Phil Menta
Data: 04 Ago 2008 as 19:08
Aee, finalmente o tópico começa a tomar rumo!
Roberto, vai usar cassete 11-28 nela? ou pretende deixar algo mais leve?
Fiquei curioso com esse esquema de duas mesas aí, deve ter ficado interessante!


Enviado por: Roberto Furtado
Data: 04 Ago 2008 as 20:48
Oi Phil!
Amanhã, se sobrar um tempinho... vou dar mais uma investida nela, e aí faço fotos. A relação escolhida é 13-30 para o cassete. Eu montei esta relação com dois cassetes, sendo um alívio e outro sora. Decidi desta forma, pq o sora é parafusado e facilita a montagem, e o alívio me forneceria a possibilidade de 30 dentes para uma subida íngrime. Não podemos esquecer que o diametro das rodas é maior, e o pé-de-vela também. Embora fosse desta forma, optei por apenas 7 engrenagens atrás. Fiz isto, pq soldei o suporte dos trocadores no quadro, da mesma forma que as speed. Minha intenção é uma estradeira, e não uma bike rápida ou esperta em retomadas, mas sim uma bike que desenvolva uma ótima média, com ótimo conforto. Pela experiência que tenho com speed e com mtb, acho que ficará exatamente entre elas em desempenho, com mais conforto que ambas. Não sei como é em SP, mas aqui, na estrada é muito comum subidas e descidas íngrimes, pedindo uma bike capaz de "escalar" o asfalto. O que conforta, é que depois da subida, pode haver uma descida... hehehehe. Por mim era sempre plano, ontendo médias. O audax será no dia 16 de agosto, conheço muito bem o percurso. E se não houver o vento que é comum lá, poderei fazer média de 25 km/h, considero bom. O esquema de duas mesas não tem mistério... uma espiga mais longa é capaz de receber duas mesas ahead set. Uma curta e uma mais ou menos longa. Bom, pelo visto não sou o único que curte estas diferenças para bike.
Grande abraço.
Roberto


Enviado por: Phil Menta
Data: 05 Ago 2008 as 08:48
caramba, até a catraca é personalizada, mandou bem!to ansioso pra ver umas fotos...


Enviado por: leo-rj
Data: 05 Ago 2008 as 12:50
no site do sheldon brown eu vi uma bike que ele montou com esse esquema de duas mesas... ficou bem peculiar...
eheh
http://sheldonbrown.org/thorn/index.html
a sua tá tipo a dele, cm dois guidões msm?
abraços!


Enviado por: Roberto Furtado
Data: 06 Ago 2008 as 21:52

E aí Gurizada?

Investi um pouco mais de tempo... montei o que faltou pra andar.

Fui até a casa da namorada, e voltei... aprovei. Faltam ajustes, alguma modificação.

Duas mesas! Rodas 700! Quadro de cro-mo true temper!

Não consegui colocar a foto... ficou mais difícil que antes da mudança do forum.



Enviado por: Phil Menta
Data: 07 Ago 2008 as 05:32
é só clicar em "responder" ao invés de usar a resposta rápida. Tem um ícone lá pra colocar imagem. Ou, você pode colocar entre [img] url da imagem [/img] que a imagem aparece!

abraço!


Enviado por: luciano ramos
Data: 14 Ago 2008 as 05:58
Menta,
 
Achei isso aqui no Alberto Bicicletas. E nem é tão caro.
 
http://www.albertobicicletas.com.br/produtos/upload/1916a.jpg?38 - http://www.albertobicicletas.com.br/produtos/upload/1916a.jpg?38
 
Imaginei isso aqui na minha bike com os manetes na posição do STI. Acho que deva ser bem legal.
 
I
 
 
 
 


-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: luciano ramos
Data: 14 Ago 2008 as 06:01
Roberto,
 
Me fala mais sobre essa lance do cassete modificado.
 
Tenho um cassete Sora em casa sobrando, mas não uso pois preciso de marchas mais leves para as subidas. Mas esse lance de montar um cassete 13/30 me parece muito bom.
 
Se puder explicar como é que vc fez, ficaria grato


-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: Phil Menta
Data: 14 Ago 2008 as 06:55
Poxa, um guidão desse na minha bike ia ficar show! Aí eu encapava ele com fita de speed... já tó até sonhando aqui ahahahahaha


Enviado por: William Buril
Data: 14 Ago 2008 as 18:18
Luciano, quando o cassete é retirado do cubo,geralmente dois pinhões menores se soltam e ficam os outros cinco juntos( se o cassete for de 7v) , presos por tres pinos. se voce olhar no pinhão menor verá que eles tem um pequeno rebite . Voce tem que esmerilar os rebites ( com aquele esmeril eletrico de bancada)e aí os pinos poderão ser soltos e o cassete desmontado junto com os espaçadores. Aí voce monta de novo colocando os pinhões que voce quer. Só que aí voce terá que montar direto no cubo, pois voce não precisará usar os tres pinos já que não terá jeito de voce fixá-los de novo.Eu já tive um cassete shimano 105 que ao invés de os pinos serem arrebitados , era um parafuso e com um alicate consegui desapertar e desmontar o cassete. Ele era iriginalmente 13-14-15-16-17-19-21 e mudei para 13-15-17-19-21-24-26. Voce tera que ver também se os pinhões não estão muito gastos pois as vezes vai ser dificil casar com a corrente. Pode alguma marcha ficar pulando. Se os cassetes que voce vai usar estão com meia vida é provavel que fique tudo certo. Pode ser meio confuso de entender assim ,mas não é dificil fazer. Espero ter ajudado. 


Enviado por: leo-rj
Data: 15 Ago 2008 as 15:36
eu quero botar é um guidão de triatlon na minha magrela, acho q já vai ser um baita adianto...
aliás, pq aquele guidão é de triathlon??

Olha esse, parece uma nave espacial!! deve ser bom a vera...
http://www.albertobicicletas.com.br/produtos/detail.asp?ukey=1328


Enviado por: Alcaide
Data: 15 Ago 2008 as 19:06
Aí galera. Ontem vagando num shopping em Salvador, vi duas bikes da caloi na loja da Centauro e elas estavam com um perfil bem de híbrida. A primeira é uma bike voltada mais para cicloturismo, com bagageiro, para-lamas, rodas aro 700. A segunda possui aros 700, mas sem bagageiro e para-lamas, guidão reto, mesa bem baixa, pedivela com coroas triplas e grandes e 21 marchas. Além destas tem ainda a Easy-rider que já vem com bagageiro preso no canote do selim. Rodas também aro 700. Estou pensando em adquirir esta última e fazer alguns up nela, como trocar câmbios, coroas, cubos e passadores.


-------------
Tá estressado, vá pedalar.

Naomi - Miyamura SRAM X-9 Proshock One.
Martina - Miyamura Cromoly Shimano Alfine 11 Ciclotur.
http://blogdoalcaide.wordpress.com/


Enviado por: Phil Menta
Data: 15 Ago 2008 as 21:45
Originalmente Postado por leo-rj leo-rj Escreveu:

eu quero botar é um guidão de triatlon na minha magrela, acho q já vai ser um baita adianto...
aliás, pq aquele guidão é de triathlon??

Olha esse, parece uma nave espacial!! deve ser bom a vera...
http://www.albertobicicletas.com.br/produtos/detail.asp?ukey=1328


Na verdade esse guidão que vc mostrou é o mesmo perfil daquele da foto lá da página 1 que eu postei, porém, com clip. Claro, é carbono, tecnologia mais avançada, formato mais anatômico, mas o mantém a mesma teoria, é como se fosse um guidão de MTB com bar ends grandes.

Eu, já tô em dúvida entre o de triathlon e um de speed, mesmo. Mas aí com o guidão de speed eu teria que ver onde deixar os manetes de freio, instalar o gripshift bem na ponta do guidão ao invés de mais próximo da mesa... sei lá. Alguma luz?Lamp


Enviado por: jgur
Data: 16 Ago 2008 as 06:18

bikes de triatlon têm até geometria de quadro diferente... de modo que o ciclista pedala bem mais avançado, e com os braços fechados, formando uma frente mais aerodinâmica...
e essa geometria diferente, segundo os fabricantes, permite preservar os músculos das pernas para a maratona
além desse clip ser bem mais $$$...
 
fiz uma experiência com um bar end parecido com esse
 
http://www.albertobicicletas.com.br/produtos/detail.asp?ukey=191 - http://www.albertobicicletas.com.br/produtos/detail.asp?ukey=191
 

Mas montado mais para o centro, na linha das manoplas de freio, parecido do jeito que aparece no anúncio, até que oferece opções de posição ao pedalar em percursos longos e estradas, ficou uma opção interessante, tem modelos que dá para girar a curvatura, para cima, para baixo, em algumas posições fica parecido com o do clip, só faltaria as almofadas para os braços...
 
mas por muito menos $$$...



Enviado por: Phil Menta
Data: 16 Ago 2008 as 06:51
Eu também pensei nisso... tenho um par de bar ends grandes, mas eles vão instalados por dentro do guidão, então só dá pra colocar na ponta, mesmo. E entre comprar um par de bar ends e um guidão novo, prefiro o guidão né hehehehehe

Mas ainda tô encucado com o esquema dos manetes de freio v-brake no guidão speed... =/
to com medo de ficar numa posição anti-prática...


Enviado por: luciano ramos
Data: 16 Ago 2008 as 14:57
Bom pessoal,
 
Como não posso pegar trilhas, vou andar bem mais com a "Urban MTB".
Então resolvi fazer alguns ups nela.
 
Achei um negócio bem legal, uma fita de aro da shimano, bem mais grossa do que a minha da Michelin. Comprei na hora, pois a minha já está bem gasta e só na semana passada foram 3 camaras... Aja dinheiro né. Acho que pode ser bem útil para quem usa pneu 1.0. Tbm decidi voltar a usar bar ends, para treinar melhor nas subidas. Decidi não comprar um guidão novo e manter o antigo mesmo.
 
E mais uma coisa: Estou aumentando um pouco o numero de marchas, de 6 para 7, com uma catraca nova, espero que caiba no meu velho cubo. Depois de montar posto fotos novas.
 
 
 
Abraços!
http://img232.imageshack.us/img232/8998/peasnovasxs5.jpg -  
http://p1.pinkbike.com/photo/2368/pbpic2368246.jpg"> http://p1.pinkbike.com/photo/2368/pbpic2368246.jpg -
 
http://p1.pinkbike.com/photo/2368/pbpic2368231.jpg">


-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: joaos
Data: 21 Ago 2008 as 13:15

A minha híbrida é muito doida. É o reverso da híbrida de vocês, pois é um quadro de Caloi 10 antiga mas usando pneus 650x45B (os mesmos das barrafortes da vida, só que um pouco mais finos) no lugar da roda de 27". Ficou muito confortável e dá pra correr na buraqueira da cidade sem se preocupar. E além disso, ela é de roda-fixa, que é o melhor sistema de transmissão que já andei na vida. O guidão também ficou show, com duas posições, uma ultraconfortável mas lenta, e outra bastante aerodinâmica, e isso graças a barends estrategicamente posicionados. O freio dianteiro é v-break,  tive que usar um outro garfo para as rodas 650B. Ficou pesando 12,5 kg (inclusive com bagageiro e para-lamas).



Enviado por: claudio_gui
Data: 21 Ago 2008 as 15:32
Essas criações pessoais são ótimas mesmo, você tem sua necessidade e vai a luta da melhor forma para se sentir confortável, também sou dessa turma. Esse guidão então deve ser bem legal num estradão de horas e horas na bike, naqueles momentos em que você procura de qualquer jeito um canto no guidão em que ainda não segurou, parabéns.

  Abraços


Enviado por: EduardoCooper
Data: 22 Ago 2008 as 06:38

   Joaos! Adorei sua bike! Ficou super legal! Parabéns!


Enviado por: Franciscok
Data: 22 Ago 2008 as 08:55
Depois de muita enrolação, foto da minha city bike.
 


Enviado por: luciano ramos
Data: 22 Ago 2008 as 11:14
Francisco,
Dá para postar uma fotinho um pouquinho maior??


-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: Franciscok
Data: 22 Ago 2008 as 11:22
Foi mal Luciano, achei que ficava link pra foto inteira, vou tentar uma maior agora.
 
Descobri que roda no bueiro não é tão ruim assim, não chega a travar a bike.
 


Enviado por: luciano ramos
Data: 22 Ago 2008 as 12:31
Originalmente Postado por joaos joaos Escreveu:

A minha híbrida é muito doida. É o reverso da híbrida de vocês, pois é um quadro de Caloi 10 antiga mas usando pneus 650x45B (os mesmos das barrafortes da vida, só que um pouco mais finos) no lugar da roda de 27". Ficou muito confortável e dá pra correr na buraqueira da cidade sem se preocupar. E além disso, ela é de roda-fixa, que é o melhor sistema de transmissão que já andei na vida. O guidão também ficou show, com duas posições, uma ultraconfortável mas lenta, e outra bastante aerodinâmica, e isso graças a barends estrategicamente posicionados. O freio dianteiro é v-break,  tive que usar um outro garfo para as rodas 650B. Ficou pesando 12,5 kg (inclusive com bagageiro e para-lamas).

 
Joao,
Que guidão legal, mandou fazer ou comprou assim. Achei muito legal esses bar-ends no meio do guidão, deve dar uma postura bem agressiva.
Como é que funciona essa transmissão fixa?


-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: joaos
Data: 22 Ago 2008 as 20:13
Originalmente Postado por luciano ramos luciano ramos Escreveu:

 
Joao,
Que guidão legal, mandou fazer ou comprou assim. Achei muito legal esses bar-ends no meio do guidão, deve dar uma postura bem agressiva.
Como é que funciona essa transmissão fixa?

Esse guidão é fácil de achar, pelo menos nas lojas "de bairro" aqui no Rio, e é bem barato (uns 13 reais). A marca é "spider". 

A transmissão de roda-fixa é "fixa" porque não tem roda-livre, ou seja, não dá pra parar de pedalar enquanto a bike está andando (o pinhão é direto no cubo). Quando não se está acostumado com essa transmissão, se você pára de pedalar como se estivesse com roda-livre, os pedais continuam girando e você pode ser violentamente catapultado pela bike. É como se a bike se tornasse um bicho vivo, um touro doido. É muito legal. Depois que você aprende a não parar de pedalar, a bike como que te ajudar a manter velocidade, como se ela fosse alguém pedalando junto e ajudando a correr. Até pra subir ladeira eu acho mais fácil com ela do que numa bike com marchas. E a bike também tem o poder de fazer uma espécie de massagem nas pernas quando você pára de fazer força nos pedais,pois ela empurra os pés em círculos até desacelerar. Depois de experimentar a roda-fixa eu não consigo mais achar graça em usar bicicleta com marchas ou com roda-livre, pois me sinto como se estivesse sobre a carcassa de um animal morto, sem ímpeto, anêmico.



Enviado por: claudio_gui
Data: 23 Ago 2008 as 09:35
Esse sistema de roda-fixa fixa para mim não daria certo, tem certos momentos que acho bom parar de pedalar, por exemplo :

você vai fazer uma curva mais fechada a uma certa velocidade, é praticamnte obrigatório parar de pedalar e levantar o pedal do lado da curva para que não bata no chão, com roda fixa como é que você faz ?

você sobe, sobe, soooobe, e depois vai pegar aqueles quilômetros de descida no qual é muito bom parar de pedalar e deixar a bike te levar, com roda fixa, você logo logo, vai "perder o pedal" , e vai ter que levantar as pernas, heheh, enfim, tem muitas situaçôes em que não gostaria de estar com uma roda fixa,  mas respeito seu gosto, essa é apenas a minha opnião.

  Abraços




Enviado por: joaos
Data: 23 Ago 2008 as 11:11

Claudio_gui, de fato essas são as desvantagens de usar roda-fixa. Mas para mim, o prazer de andar nela supera essas desvantagens, que até dão para ser contornadas. Por exemplo, numa curva, eu viro a parte superior do corpo para mudar o centro de gravidade ao invés de virar a bicicleta inteira, ou então desacelero antes da curva. E as descidas ensinam a girar altas RPMs. Se o giro for absurdamente alto, basta frear para diminuir a velocidade (acho até mais seguro descer na roda fixa por causa disso). Mas se eu for descer serras, é claro que eu inverto a roda e uso o pinhão de roda livre que tem do outro lado do cubo.

É claro que tudo isso é uma questão de gosto, e gosto não se discute. Mas aconselho vivamente a quem puder experimentar que experimente por pelo menos duas semanas. Por que só assim se saberá se realmente gosta ou não.



Enviado por: claudio_gui
Data: 23 Ago 2008 as 11:34
Originalmente Postado por joaos joaos Escreveu:

Claudio_gui, de fato essas são as desvantagens de usar roda-fixa. Mas para mim, o prazer de andar nela supera essas desvantagens, que até dão para ser contornadas. Por exemplo, numa curva, eu viro a parte superior do corpo para mudar o centro de gravidade ao invés de virar a bicicleta inteira, ou então desacelero anes da curva. E as descidas ensinam a girar altas RPMs. Se o giro for absrudamente alto, basta frear para diminuir a velocidade (acho até mais seguro descer na roda fixa por causa disso). Mas se eu for descer serras, é claro que eu inverto a roda e uso o pinhão de roda livre que tem do outro lado do cubo.


João, como te falei, essa é apenas minha opnião, de acordo com as minhas necessidades de uso da bicicleta, não que eu reprima essa configuração, ok. Além do mais, esse sistema de roda fixa, se não me engano, é usado na modalidade trial, aquelas bikes que os pilotos sobem em qualquer lugar, que a bike até não tem selim, então, é uma forma de usar o equipamento de acordo com as necessidades pessoais, isso é que vale.

  Abraços


Enviado por: joaos
Data: 23 Ago 2008 as 11:38

Claudio, é isso aí colega. 

Eu também sempre quis saber como é que são essas bikes de trial, mas não sei se é de roda fixa não. As bikes de velódromo eu sei que todas elas são.



Enviado por: marcelo_rsb
Data: 23 Ago 2008 as 18:25
Esses dias vi uma hibrida "pura", uma Jamis urbana com aros 700 pneus 1 1/4, v-brake, garfo rígido bem robusto feito em alu, e o melhor de tudo, um quadro de aço reynolds 520 escovado e apenas com um verniz por cima. O grande contra dela foi o canote 27, que eu nunca tinha visto na minha vida...
Depois se der eu bato uma foto dela.
Modelo dela era Coda....

Aqui a versão 2008 dela:

(tem várias outras bikes nesses estilo, tb commutings... vale a visita: http://www.jamisbikes.com/usa/thebikes/street/index.html)


Minha city bike que é o que tô vendo que a maioria tá buscando, é:

Uma Caloi12(touring), que tem um aro parede dupla na traseira e o araya original na frente, pneu 27" 1" Kenda(definitivamente pneu nenhum pra aro 27" do mercado brasileiro presta! ), câmaras de ar 700c sendo minha mais nova aquisição a michelin de latex(é leve!!! mas realmente pede calibragens mais frequentes), cassete misturado de um alívio com um sora 12-26, pedevela da caloi 10 nova porém com coroas 39-53(a 42 original ACABOU e entrou a 39 de qualidade tb questionavel que tá no fim...),  cubos shimano alívio de 7 atrás(super resistente!, já ficou 3mil Km sem abrir e quando abri intacto) e um sunreace lixão na dianteira, manete tektro bem ergonômica, passador Suntour original na posição atrito, cambio suntour original na dianteira e sora atrás, ferraduras dia-compe, garfo em cromo-cromado(aquela bomba original quebrou), caixa de direção 105 de rosca com esferas que me decepcionou!! e por fim uma pintura indecente a prova de furto!!!

Ao longo de lá uns 12mil Km a bicicleta foi sofrendo essas mutações de peças e aguenta bem o tranco da cidade e nos fds de semana alguns treinos em pelote e de longa...

Bike tem uns 11kg e funciona dentro do possível, meus desgostos são o quadro não muito bem alinhado, caixa de direção que não para regulada nem por macumba(quem sabe depois eu tento um trava rosca ;)), garfo original que quase me matou e a falta de pneu 27" que preste no mercado brasileiro!

Depois posto uma foto dela na forma atual.


Enviado por: joaos
Data: 24 Ago 2008 as 04:23
Puxa vida, Marcelo, tô curioso pra ver as fotos.


Enviado por: luciano ramos
Data: 27 Ago 2008 as 06:18
Poxa vida Francisco, bela bike. Visual agressivo. Gosto muito destas bikes toda fosca, acho que deve ser bem prático. Cuidado com o excesso de confiança nos bueiros, eles são mestres em causar acidentes.

-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: luciano ramos
Data: 27 Ago 2008 as 06:33
Eu acho que essa receita do Marcelo é a que mais de aproximaria de uma hibrida "caseira".
 
Fiz uma cotação para a montagem de uma verdadeira hibrida. E seria muito parecida com essa do nosso amigo Marcelo.
 
O que eu queria mesmo era tentar conseguir um velho quadro de cromoly, adaptar suportes de freio a disco no quadro e no garfo, e suportes de bagageiro na dianteira e traseira. Fazer realmente essa adaptação no cassete, num misto de Alívio e Sora, deixando a relação com bastante opção, de preferencia 11/36 (se é que é possível), pedivela 1 coroa de 39 dentes. Rodas de speed com cubos de freio a disco e pneu clincher. Mesa e guidão de MTB, com STI nos Barends.
 
Uma tremenda Frankestain !!


-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: Franciscok
Data: 27 Ago 2008 as 12:52
Pra que sti nos bar ends? Fica ruim de usar os freios e obriga a usar freios de ciclocross.
 
Melhor aí colocar guidão de speed de uma vez, ou usar trocador de mtb.
 
Espera até a minha bike ganhar o xt 2006. Quando trocar o da merida pra xtr 2008(vai demorar um pouco) o xt vai pra ela, que ta com o cambio torto por causa de um "graveto".


Enviado por: luciano ramos
Data: 27 Ago 2008 as 13:20
Francisco,
Na verdade os STI não seriam propriamente nos barends.
O que eu quero é um guidão desses.
 
Assim posso colocar os STI no bar end e mandar ver.
 
Náo gosto nem do visual, nem da postura dos guidões de speed. E mesmo porque se eu montar uma bike com quadro de speed, relação de speed, rodas de speed e guidão de speed, aí sim seria uma speed.
 
 


-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: Franciscok
Data: 27 Ago 2008 as 14:59
Hehehehe, tem razão. É que eu nunca andei de speed mais de 200m. Então não sei como é a postura.
 
Como que é mudar de uma bike pra outra pra vc? Pq eu da "hibrida" pra minha xc ht com guidão reto ja parece que peguei um trator pra andar, lento mas atropela tudo.
Fico imaginando como que é atua defense depois de andar a semana inteira de rigida com pneu fino.


Enviado por: luciano ramos
Data: 01 Set 2008 as 06:04
FranciscPedalar numa full de 6" de cusso e depois pedalar numa hibrida "full HT" com penus 1.0 é no mínimo esquisito. Na full não preciso me preocupar com o terreno, nem olho muito para o chão. A bike é um conforto só, mas pesa mais de 16kg e acelera bem devagar., Nas subidas o desempenho não é o mesmo. Já na hibrida, eu pedalo o tempo todo olhando o chão e desviando de todos os buracos. Chego em casa depois da pedalada com muita dor nas costas e na bunda, mas a aceleração e as subidas são facilmente vencidas, é impressionante. COmo estou andando mais de hibrida do que de full (por causa do meu ombro) provavelmente vou estranhar quando voltar a pegar trilhas, mas a minha hibrida no momento é a minha predileta, pois consigo treinar subidas e pedalar por mais tempo com ela.

-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: Rogerinho
Data: 10 Set 2008 as 09:50
http://i516.photobucket.com/albums/u323/roguzinho/ni1.jpghttp://i516.photobucket.com/albums/u323/roguzinho/ni2.jpg">
 
http://i516.photobucket.com/albums/u323/roguzinho/ni2.jpg -


Enviado por: Rover
Data: 12 Set 2008 as 07:20
Sabem que lendo esse tópico, dá até um incentivo a montar uma hibrida, pois tenho ido trabalhar com minha Astro XTC e também acabo usando-a para girar um pouco no asfalto.
 
Se eu encontrar alguma bike usada com um bom preço, vou me aventurar.
 
Abração e bom pedal.


-------------


Enviado por: ra44690
Data: 13 Set 2008 as 19:54
minha hibrida
quadro caloi 10
cambio traseiro e cubos mountain
rodas de speed
ferradura dia compre
pe de vela mountain

http://imageshack.us">


-------------
CONFIA AO SENHOR AS TUAS OBRAS, E TEUS DESIGNIOS SERÃO ESTABELECIDOS. (Prov. 16:3)


Enviado por: ra44690
Data: 13 Set 2008 as 20:00
minha bike ta bem esquisita mas e confortavel , e anda bem mais que uma caloi 10.



-------------
CONFIA AO SENHOR AS TUAS OBRAS, E TEUS DESIGNIOS SERÃO ESTABELECIDOS. (Prov. 16:3)


Enviado por: luciano ramos
Data: 22 Set 2008 as 17:30
Pessoal,
 
Pesquisando mais sobre as "hibridas" , ví esse tópico no MTBR
 
Acho que pode ser a inspiração que faltava para muitos bikers que querem juntar aquelas peças tiradas de ups na bike principal e montar uma bike para rodar tranquilo.
 
Vejam que tem algumas máquinas que são de "tirar o chapeu"
 
 
http://forums.mtbr.com/showthread.php?p=4295046 - http://forums.mtbr.com/showthread.php?p=4295046
 
Vamos aproveitar e tirar as nossas hibridas do armário e postar fotos delas tbm !!!
 
Abraços!
 


-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: Phil Menta
Data: 23 Set 2008 as 08:12
nuooossa... várias commuters show de bola! Mas tem umas que "sebotapresadoladodeforalevamem10minutos"... ahahahah
notei que muitos lá fora são adeptos do one-gear, rodar com roda fixa. Eu não tenho como usar roda fixa de jeito nenhum, se usar vou mais empurrar a bike do que ficar em cima dela.

Meu próximo passo vai ser colocar um bagageiro, aquele de "dez real" mesmo, porque quando tô sem mochila nas costas meu rendimento aumenta e muito! Só vou ter que dar um jeito de prender a mochila nele, ainda não sei como!
Talvez eu invente de costurar umas fitas de velcro em uma mala velha pra prender no bagageiro sem espremer o conteúdo, embora a aparência do alforge seja muito mais bonita né...


Enviado por: luciano ramos
Data: 23 Set 2008 as 11:42
Menta,
 
As commuter dos caras são demais mesmo. Babei em algumas.
 
Sobre as FIXIES, um colega postou esse videozinho muitíssimo legal sobre as rodas fixas.
Vale a pena assistir.
 
http://mashsf.com/videos.php - http://mashsf.com/videos.php
 
 
Sobre o bagageiro, estou bolando umas modificações num modelo que eu comprei, e os alforges, vou usar uma receitinha antiga de cicloturistas. Comprei duas mochilas iguais (menos de R$100) cortei as alças e mandei costurar as duas, uma de costas com a outra.
 
Ainda não recebi as mochilas/alforge, mas acho que vai ficar bem legal.
 
 
Dessas commuters, eu babei nessas aqui:
 
http://i48.photobucket.com/albums/f225/dwaynefishel/IMG_1979a.jpg - http://i48.photobucket.com/albums/f225/dwaynefishel/IMG_1979a.jpg
http://farm4.static.flickr.com/3270/2430983024_eda5cc407a_b.jpg - http://farm4.static.flickr.com/3270/2430983024_eda5cc407a_b.jpg
http://forums.mtbr.com/attachment.php?attachmentid=369168&stc=1&d=1213617693 - http://forums.mtbr.com/attachment.php?attachmentid=369168&stc=1&d=1213617693
http://s3.amazonaws.com/ibike/pictures/202455/cannondale_commuter_large.jpg - http://s3.amazonaws.com/ibike/pictures/202455/cannondale_commuter_large.jpg
 
 
 
 
 
 


-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: luciano ramos
Data: 28 Set 2008 as 17:29
Dei uma modificada na minha hibrida.
 
Troquei as rodas e os cubos (peguei as rodas da bike do meu pai...). Aproveitei tambem e troquei os trocadores e os manetes. Agora está com 8 marchas.
 
Agora com a relação traseira 11/32 ficou muito mais fácil as subidas e aliado ao pedivela 39 dentes consigo manter uma boa cadência nas descidas e no plano.
 
Ao trocar as rodas (Aro Vzan Escape + Cubos Alívio) deu uma diferença de 680gr nas duas rodas. Ao pedalar dá para sentir a diferença, principalmente no plano, onde a bike mantem uma boa cadência.
 
Hoje tbm aproveitei para reinstalar o Mr.Tuffi, que estava guardado há muito tempo, pois é muito complicado para instalar no pneu 1.0. Mas já nos primeiros roles já percebi que furos vão demorar a acontecer.
 
Instalei tbm o farol novo de led (K-Lite) 8leds. Não ilumina nada, mas da uma boa visibilidade no escuro. Junto com os dois pisca-pisca traseiros e com o farol do capacete dá uma boa segurança a noite.
 
Instalei tbm os bar-ends. A diferença na pegada da bike nas subidas muda radicalmente. Pena ser tão feito na bike...
 
Segue as fotos. É com essa bike que pretendo fazer a viagem SP - Ilhabela em Novembro.
 
Abraços!
 
 
 


-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: Franciscok
Data: 28 Set 2008 as 18:29
Legal luciano, uma coisa que percebi esses dias é que estou usando direto 44/11, acho que não ia rolar coroa unica de 39. To fazendo 45 de média voltando da facul as vezes.
 
Quanto ao Mr. Tuffy é legal, pra pneu levinho tem que usar mesmo, pq comuter não pode nunca t deixar na mão. O bom é que a minha não prescisa, mas meu pneu 1.5(parece 1.2) que nunca furou pesa + de 500g cada, indestrutivel.
 
Agora tá só de city bike? Como que ta o ombro?
 
Ultimo, vc achou mesmo o q-lite tão fraquinho? Eu tava fazendo trilha noturna com um q-lite e um cateye de 3 leds, da pra enxergar mas não tem contraste nenhum pra ver pedras e buracos.


Enviado por: luciano ramos
Data: 29 Set 2008 as 09:15

Francisco:

A relação que eu estou usando, para mim, está perfeita para a cidade. Não sinto nem de longe saudades da coroa 32 dentes, que deixam a bike muito leve e vc perde o pedal facilmente, inclusive no plano. Mas para mim, uma coroa de 42 ou 44 dentes única ficaria muito pesado. Estive pensando em reinstalar a coroa de 52 dentes na bike para facilitar no plano, já que eu estava usando cassete 28/14 e estava muito leve no plano. Mas depois que troquei o cassete com a catraca menor de 11 dentes a relação ficou muito boa.
 
Quanto ao Mr Tuffi realmente foi necessário. Só para ter idéia no domingo tirei um tempo só para remendar as minhas camaras velhas. Só de 1.0 foram 6 !!! Mas tbm tenho que rezar para não furar com o MR tuffy, pois trocar a camarã e recolocara fita direitinho é um verdadeiro parto, pois o espaço é muito pequeno. Mas a hibrida não me deixou na mão até agora. Somente uma vez que estourou a blocagem da roda traseira. Mas fiz uma gambiarra e consegui chegar em casa.
 
O farol é realmente ruim. Mas cumpre a sua função. Ele tem um brilho muito intenso. Fui pedalar na quinta feira feira e parei a bike num viaduto que estava um pouco escuro. andei té o outro lado, mais ou menos uns 150m e dava para ver muito intensamente a luz, até chamava a atenção. Então, para que eu preciso do farol, está muito bom, pois preciso ser visto pelos carros. Mas se depender desses farois para ver o chão já vai ficar na mão.
 
Utilizo tbm um farol cateye no meu capacete. Mas só ligo quando está muito escuro, pois ele "come" pilhas com apetite.
 
E por enquando estou só na cidade mesmo. O ombro ainda dói um pouco, mas o que está faltando mesmo é coragem para voltar a me jogar nas trilhas. Mas tbm estou aproveitando e treinando bastante na hibrida para a minha viagem de bike. 


-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: Phil Menta
Data: 30 Set 2008 as 08:18
Caramba, que evolução hein... nem parece a mesma bike das fotos há um tempo atrás, qdo vc ainda estava montando.

Gostei do pisca ali na roda. Eu colocaria o meu nessa posição, mas tenho problemas pq amarro a bike em lugares q pode ser facilmente roubado... Aí eu só coloco o pisca qdo vou andar à noite, ele não fica sempre instalado.

Qdo vc fizer essa viagem aí, conte como foi! vc vai sozinho, cara e coragem?


Enviado por: claudio_gui
Data: 30 Set 2008 as 09:55
Originalmente Postado por luciano ramos luciano ramos Escreveu:

Menta,
 

Dessas commuters, eu babei nessas aqui:
 

Essas konas são demais mesmo

http://imageshack.us"> http://imageshack.us">
 
 


Enviado por: luciano ramos
Data: 30 Set 2008 as 11:09
Originalmente Postado por Phil Menta Phil Menta Escreveu:

Caramba, que evolução hein... nem parece a mesma bike das fotos há um tempo atrás, qdo vc ainda estava montando.

Gostei do pisca ali na roda. Eu colocaria o meu nessa posição, mas tenho problemas pq amarro a bike em lugares q pode ser facilmente roubado... Aí eu só coloco o pisca qdo vou andar à noite, ele não fica sempre instalado.

Qdo vc fizer essa viagem aí, conte como foi! vc vai sozinho, cara e coragem?
 
Menta,
Na verdade esses ups da bike foram todas as peças que eu tinha em casa, mais umas peças que eu tirei da bike do meu pai, que tambem eu montei com as peças que sobrar dos ups. Como a minha intenção era manter a hibrida o mais simples possível, montei ela com as peças mais basicas que eu tinha. Mas como estou andando mais nela do que na minha full, tive que incrementar um pouco ela, para facilitar a pedalada e aumentar a segurança, já que somente treino à noite.
 
Esse pisca instalado perto da roda facilita muito a visualização dos carros que vem por tras. Está instaladó do lado esquerdo da bike, justamente o lado que fica para a passagem dos carros. Me sinto mais seguro com dois piscas e gostaria até mesmo de instalar um terceiro, de cor diferente, mas ainda não achei nenhum. Mas vc pode instalar o pisca na roda tbm, pois os cateye já vem com um adaptador mais fininho que dá para instalar no quadro. Quando prender a bike tira ele de lá e leva com vc.


-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: joselbf
Data: 11 Nov 2008 as 11:02

finalmente encontrei o meu espaço. adoro bikes híbridas e estou precisando da ajuda dos mais experientes para comprar um bike. tenho até 2.500 reais, preciso de uma bike para longos´percusos com desempenho e conforto, aqui em salvador so estou encontrando a caloi fitness, o que vcs aconselham. comprar a caloi e fazer um up grade? qual o up grade? ou comprar uma bike ja montada de melhor qualidade?



-------------
joselbf


Enviado por: Roberto Furtado
Data: 11 Nov 2008 as 12:38

Olá Joselbf!

Se podes comprar uma bike de boa qualidade, não compre uma fitness ou outro modelo da caloi. Opte por uma GT nomad, uma trek ou outra boa marca com estas configurações de híbridas (aro 700). Um amigo teve uma caloi city tour e disse que trocou tudo pq as peças não eram de boa qualidade e além de tudo muito mal montada. Os paralamas pegavam, bagageiro descentralizado, etc
 
Se puderes procurar algo de melhor qualidade, compre, não terá arrependimento com boas marcas...
 
Grande abraço
 
Roberto


Enviado por: Lonx
Data: 23 Nov 2008 as 07:19
Olha o Lonx de volta!
Talvez alguém se lembre que eu tinha uma Caloi Snake, como o Phil Menta, que comprei e fui modificando aos poucos para ficar mais do meu agrado.
Olha ela aí:

Esta semana, troquei as rodas e o quadro. Saiu um conjunto de cubos Deore, aros Action e raios de inox genéricos e entraram as rodas Vzan Overhill. O quadro novo é um Tora Bora XC tamanho 17 azul, lindão.

Botei um bar end numa posição mais fechada, para dar uma pegada mais aero, mas não gostei. Vou tirar. Na foto abaixo, os pneus Maxxis Detonator 1.25 e a roda Overhill

A relação. É híbrida ou não é? Pedivela 52/39, câmbio Deore na frente e Tiagra atrás, cassete 12-23.

Detonator pega até 100PSI.

Ela ficou com 10,44KG. O par de bar ends pesa 160g, e vai embora, então logo ela vai ficar com 10,28kg.



Enviado por: REIROM
Data: 25 Nov 2008 as 05:03
Eu tinha um projeto de híbrida,. Iria pegar um Volare Boxxer e enfiar rodas 700, cubos MTB com freios a disco + Pedivela de 48 ou 52. Não cheguei a fazer o ensaio da montagem, medindo, daria para colocar um aro 700 +  pneus 28 (máximo) nesse quadro + garfo RST.  Desistí pois na época estava sofrendo muito com minha Aluminum + pneus 1.5, achei que ficaria "pau" demais. Depois fui ver que apenas um selim mais macio já melhoria 100% o conforto, tanto que ela hoje com o selim Lookin Gel com elastômero é bem mais macia que minha outra com pneus 2.10, supa de 100mm e selim de gel mais fino.


Enviado por: luciano ramos
Data: 25 Nov 2008 as 15:11
Lonx,
Gostei muito da sua hibrida. Esse quadro azul é mutio bonito.
O meu tora bora preferi o prata, acabou combinando com a suspa.
Taí a minha commuter/city bike/hibrida...
 
 
 


-------------
VISITE MEU BLOG !!!!
http://pedalpesopesado.blogspot.com/" rel="nofollow - http://pedalpesopesado.blogspot.com/


Enviado por: Franciscok
Data: 25 Nov 2008 as 15:25
Luciano, não consegui abrir a foto.
Na tua que ia ficar bonito esse detonator com lateral branca, ou será que ficaria cafona?
 
Muito legal a hibrida lonx. O conjunto tá ficando muito bom.
Sobrou alguma coisa, que seja uma tampinha de guidão, dá caloi snake?


Enviado por: RICARDAO DA MAZZEI
Data: 25 Nov 2008 as 17:37
olha a minha companheira de passeio no asfalto
 
 
 


Enviado por: ra44690
Data: 25 Nov 2008 as 18:20
ficou muito da hora esse torabora azul,  esse aro nao eh 700 23 ne, e esse pneu tem quantos centimetros de espessura, nao conheco muito bem rodas de mtb, pq uso mais speed
quanto que tu pagou nesse quadro


-------------
CONFIA AO SENHOR AS TUAS OBRAS, E TEUS DESIGNIOS SERÃO ESTABELECIDOS. (Prov. 16:3)


Enviado por: Lonx
Data: 26 Nov 2008 as 02:10
Pois, é...foi vendo a bicicleta do Joãos (RJ) que tive a idéia de botar os bar ends numa posição mais fechada. Mas, é a tal coisa, só experimentando para ver se fica bom ou não. Andei um pouco e não gostei.

Essa bicicleta do RA44690 ficou muito legal, me deu uma baita vontade de dar uma voltinha.

Reirom, essa idéia de usar aros 700+quadro MTB e freios a disco também considerei. Até porque poderia ter dois conjuntos de rodas, um aro 26 com pneus MTB e um com aro 700. Mas somando numa planilha o custo do que teria que comprar, vi que era mais vantajoso comprar uma speed usada. Os aros, os cubos, o freio a disco(hidráulico, claro), sairiam mais de R$1000 e eu teria uma bicicleta que não seria tão rápida como uma speed pura (muito peso nas rodas), além da dificuldade de achar pneus 700 acima de 25. O negócio da híbrida é a versatilidade, poder rodar a cidade toda, e os pneus 700x25 restringem um pouco isso.
Já tive uma bike de triathlon, então a coceira para comprar uma speed só vai passar quando tiver de novo uma magrela dessas em casa. Outro dia fui na bikeshop e fiquei doido com uma Merida 903, ela não me sai da cabeça há dias, hehe.
Franciscok, as tampinhas do guidon que estou usando vieram junto com o guidon Trans-x. Da Snake estou usando o cabo do freio dianteiro, pois o traseiro já estava enferrujado de tomar chuva e o de câmbio tive que trocar também, pois ficou curto na Tora Bora. Ah! e o passador RevoShift no lado esquerdo, para alternar entre as coroas 52 e 39. Do lado direito, uso um Rapid Fire Deore 9V para comandar o Tiagra traseiro. Funciona que é uma beleza, rápido, suave, nem faz barulho. e olha que o cassete é SRAM. Quando fui comprar não achei cassete Tiagra, acho que ficaria melhor ainda.
Digo uma coisa, tirando o quadro, as peças originais da Caloi são uma porcaria, sem meias palavras. Os cubos e o movimento central são piores que os que vieram numa bicicleta praieira sem marchas que comprei no supermercado por R$200.
O V-brake original não freia bem e sai de centro com muita freqüência, é só pedalar em pé a subida, então Phil Menta, dou a maior força para você trocar. Bota um Alivio que já fica bom.
Finalmente, RA44690 (me lembrei do filme THX1138, bota seu nome na assinatura, hehe), esse pneu é na medida 26x1.25 (32mm de largura e 195cm de circunferência).
Ficou uma bike muito ágil, mas nunca será tão veloz como uma Speed Aro 700, pois um pneu 700x23 tem uma circunferência de 211cm.
Pedalando a 68rpm nessa Tora Bora, na relação 52x12, a velocidade é 35,23km/h. Numa Speed a mesma cadência e a mesa relação produzem 37,94km/h.
Pedalando a 102rpm, sprintando, a Tora Bora vai a 52,8km/h enquanto a speed vai a 56,9km/h, com vários corpos de vantagem (ai, aquela Merida 903Wacko...)


Enviado por: betopolo
Data: 26 Nov 2008 as 02:30

Esta é minha “híbrida”. Está entre aspas porque de Road só tem pneus de asfalto e garfo rígido.... hehehehe.. Treino uma hora por dia com ela na cidade, o que dá entre 25 e 30 km, dependendo do percurso. Virou 20.000 km rodados agora em outubro. Selim e canote já não são mais os mesmos da foto.

Acho este tipo de bike perfeito para o uso que faço. Versátil, direto pego rua de paralelepípedo, rua mal remendada com ela e vai que é uma beleza. O Adriano Diniz, que participa aqui do fórum, vive tentando me convencer a trocá-la por uma Road, mas não penso em fazer isso. Posso até comprar um Road para andar na pista, mas minha híbrida continua prá treinar na cidade.

Ela sempre foi recebendo o que sobrava dos ups que fazia na minha MTB. Penso em mudar pouca coisa nela. Quando esta relação acabar (já está com 6.000 km, usando a mesma corrente e funcionando perfeitamente), penso em colocar um pedivela e câmbio dianteiro de Road. Talvez pneus 1.25 ou 1.0.

Canadian X-Terra 21” 2004
Aros Vzan Action
Pneus Kenda 1.5
Cubos, câmbio traseiro, cassete, trocadores e manetes Deore
Pedivela, v-brakes e câmbio dianteiro Alivio
Pedais Shimano PD-505
Mesa e guidão GTS
Manoplas SRAM
Selim Calypso
Canote Zoom

Sou doido por este tipo de bike. Sonho com esta Giant com quadro carbono/alumínio e relação 105 ou a KTM inteira de carbono, com relação XT. Reparem na coroa de 48 dela. Custa “só” 2.000 euros na Áustria.. hehehehe

Giant CRS Alliance

KTM Chronos LC Master



-------------




Enviado por: André Santos
Data: 26 Nov 2008 as 13:16

Aí! Pro pessoal que está pensando em desmontar dois cassetes (Sora e Alívio) para montar uma Urban City eu tenho um cassete Deore XT praticamente zerado pra negociar que deve ficar muito mais leve que esses dois juntos.
Além do que é um XT que numa revenda dá até pra você pedir mais pela bike.
O modelo do Cassete é Deore XT CS-M737 1998 com a relação (28, 24, 21, 18, 16, 14, 12, 11).

Interessados:
http://www.pedal.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=2894 - http://www.pedal.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=2894

 
Grato pela atenção!


-------------
http://www.pedal.com.br/forum/topic24259_post374657.html#374657" rel="nofollow - Compro quadro Cannondale
Dicas de gente com know-how são bem vindas.


Enviado por: REIROM
Data: 26 Nov 2008 as 16:29
Minha commuter era essa:



Vou por a venda pois não tenho onde colocar duas bikes.


Enviado por: André Santos
Data: 26 Nov 2008 as 23:57
Aí, pessoal! Estou pensando em depois de resolver uns probleminhas no meu aro colocar uns pneus slick.
Especificadamente um pneu 1.0 atrás para maior rendimento e um pneu 1.5 (1.25 existe?) na frente para dar maior controle.
O que vocês acham dessa configuração?
O que vocês também podem me dizer para eu procurar um pneu que evite aquaplanagem?
Estou interessado em pneus de composto mais duro, vocês sugerem alguma combinação, marca, específica?

-------------
http://www.pedal.com.br/forum/topic24259_post374657.html#374657" rel="nofollow - Compro quadro Cannondale
Dicas de gente com know-how são bem vindas.


Enviado por: Voodoo
Data: 27 Nov 2008 as 03:40
Foi isso que me fez largar mão das híbridas, perceber que por mais que se fizesse alterações em busca de melhor desempenho, elas sempre são mais lentas que uma speed pura.

Hoje rodo com pneus 700x25 Maxxis Fuse na minha speed, isso já a deixa mais apta a rodar na cidade. Estou a procura de pneus 700x28, mas não é fácil. A Caloi 10 nova usa, mas é difícil encontrar no mercado de reposição.

No começo você acha a speed desconfortável, mas é questão de costume. Hoje rodo tranquilamente todos os dias nas minhas duas bikes com aro 700.

Originalmente Postado por Lonx Lonx Escreveu:


Pedalando a 68rpm nessa Tora Bora, na relação 52x12, a velocidade é 35,23km/h. Numa Speed a mesma cadência e a mesa relação produzem 37,94km/h.
Pedalando a 102rpm, sprintando, a Tora Bora vai a 52,8km/h enquanto a speed vai a 56,9km/h, com vários corpos de vantagem (ai, aquela Merida 903Wacko...)


-------------
PauloR2

Viciado em sofrimento


Enviado por: Voodoo
Data: 27 Nov 2008 as 03:50
Luciano

Percebi que você usou braçadeiras para prender o bagageiro no quadro. Você fez ou comprou prontas? Quero instalar um bagageiro desses na minha single, mas ela também não tem furos para o bagageiro.


-------------
PauloR2

Viciado em sofrimento


Enviado por: Lonx
Data: 27 Nov 2008 as 13:29
Originalmente Postado por André Santos André Santos Escreveu:

Aí, pessoal! Estou pensando em depois de resolver uns probleminhas no meu aro colocar uns pneus slick.
Especificadamente um pneu 1.0 atrás para maior rendimento e um pneu 1.5 (1.25 existe?) na frente para dar maior controle.
O que vocês acham dessa configuração?


Pneu 1.25 existe sim, é o que acabei de colocar na minha bike, você vê o pneu no topo desta página. Tem 32mm de largura, e ainda existe o 1.15.
Um slick barato, com borracha dura e fácil de achar é o Kenda Kwest, oferecido nas medidas 1.0, 1.25 e 1.5(40mm de largura).
Sobre o rendimento, aconselharia botar 1.5 atrás, pois a circunferência externa do 1.5 é 201cm, enquanto o 1.0 ou o 1.25 tem 195cm de circunferência. Cada pedalada que você dá no 1.5, você anda mais 6cm, imagina isso numa cadência alta, 80-90rpm.
Rodei 1500km com um par de Kenda Kwest e nunca tive um furo sequer. Com 60PSI rola bem e nunca tive um episódio de o pneu desgarrar, nem na chuva. Não rodo mais com eles porque vendi junto com as rodas e as outras peças originais da Snake. Recomendo.
Já ouvi falar muito bem do Michelin City Slick.


Enviado por: André Santos
Data: 27 Nov 2008 as 23:44
Originalmente Postado por Lonx Lonx Escreveu:

Pneu 1.25 existe sim, é o que acabei de colocar na minha bike, você vê o pneu no topo desta página. Tem 32mm de largura, e ainda existe o 1.15.
Um slick barato, com borracha dura e fácil de achar é o Kenda Kwest, oferecido nas medidas 1.0, 1.25 e 1.5(40mm de largura).
Sobre o rendimento, aconselharia botar 1.5 atrás, pois a circunferência externa do 1.5 é 201cm, enquanto o 1.0 ou o 1.25 tem 195cm de circunferência. Cada pedalada que você dá no 1.5, você anda mais 6cm, imagina isso numa cadência alta, 80-90rpm.
Rodei 1500km com um par de Kenda Kwest e nunca tive um furo sequer. Com 60PSI rola bem e nunca tive um episódio de o pneu desgarrar, nem na chuva. Não rodo mais com eles porque vendi junto com as rodas e as outras peças originais da Snake. Recomendo.
Já ouvi falar muito bem do Michelin City Slick.
 
Valeu Lonx!
Mas, aqui, esse pneu Kwest 1.5 aguenta mais do que 60 psi (estou interessado em algo que agüente 100, 120 psi)?
Pergunto isso porquê mesmo sendo eu bastante leve costumo rodar com meus IRC Mythos XC 2.1 sempre a 60 psi em qualquer terreno. Inclusive já fiz essa burrada quando coloquei o Hutchison Mosquito 1.8 (creio) na terra (leia-se: mais areia do que outra coisa). Mas voltando ao mérito da questão, apesar de rodar com eles sempre a 60 psi estou querendo aumentar o rendimento um pouco mais, tenho subido muita serra aqui pelo asfalto e procuro algo que dê um pouco mais de vantagem. Considero o IRC Mythos um pneu de composto um pouco mais duro (comparado com o Mosquito até maria mole deve ser mais firme) e pelo que já vi em algumas outras bicicletas rodando por aí em ciclovias com pneus slick, o pneu 1.5 me parece ser bem larguinho (não sei precisar quanto, mas não parece ficar muito distante do Mythos pelo menos de olho) logo fico na dúvida se não estaria comprando algo como um IRC Mythos careca.Confused Também entendo a questão da circunferência que você mencionou, estive até pensando por causa disso colocar aros 700, mas o sujeito no início desse tópico disse que fez uma adaptação pro boss do freio alcançar o aro 700 porém não deu mais detalhes. No fórum antigo havia um tópico parecido aonde até se chegou a discutir se a furação de um aro 700 com 32 furos montado num cubo de MTB de também 32 ficaria resistênte, se os ângulos dos cruzamentos dos raios aguentariam e tal. Mas isso é uma outra novela, não quero trocar aros, cubos e colocar discos. Quero só aumentar meu rendimento.
Então estou no dilema:
Menos atrito e menor circunferência VS mais atrito e maior circunferência.
O que vocês podem me dizer sobre isso? Devo abrir mão do menor atrito em prol da maior circunferência e ainda assim conseguirei sentir uma melhora considerável em relação aos Mythos e a forma com os uso? Será que a ausência dos cravos do IRC Mythos num pneu slick 1.5 daria um melhora tão significativa? De olho parecem tão iguais!
Agora ainda nesse assunto (LOL a dúvida agora é outra), o aro que predento montar esses pneus slick diz que comporta pneu 1.5 à 1.95 (e eu uso um 2.1). No caso de eu obtar por pneus 1.0, 1.15, ou 1.25 eu teria problemas certo? Então qual a largura recomendada do aro para se montar esses pneus?
Por último; Se eu pegar um par de pneu slick com aquelas canaletas de escoamento d'água elas podem diminuir o rendimento? Vale a pena, ou devo pegar um totalmente liso (qual)?
 
Bem acho que as dúvidas por enquanto são só essas. Vou dar uma olhada nesses Kenda Kwest, e enquanto papai noel não vêm continuo aceitando dicas e opiniões de todos.
 
Valeu!


-------------
http://www.pedal.com.br/forum/topic24259_post374657.html#374657" rel="nofollow - Compro quadro Cannondale
Dicas de gente com know-how são bem vindas.


Enviado por: Franciscok
Data: 28 Nov 2008 as 01:17
As canaletas diminuem o rendimento, mas eu nunca vi um pneu tão lento como o mithos. Iclusive to com um pneu que nem passa nos v-brakes cheio de tão largo, e rola bem mais solto que o mithos.
 
Só experimentando pra saber. O asfalto fica mais macio, e a pedalada rende muito mais. Se é pra se limitar a asfalto eu iria de 1.0, pra usar na terra as vezes pelo menos 1.5


Enviado por: André Santos
Data: 29 Nov 2008 as 11:07

O que vocês podem dizer também a respeito do pneu Tioga City Slicker 26 x 1.25 com peso de 410g?
É uma boa opção? Dá pra achar esse Tioga na medida 26 X 1.0? Como é o composto dele?
E esse Maxxis Detonator? Tem na versão 1.0 também? Composto duro, ou mais macio?
E o Michelin City Slick? Alguém já usou e pode dizer algo? Estive também dando uma olhada no site da Jeason e encontrei um Hutchinson Top Slick 2 Tire com 127 TPI, lá não falava das medidas disponíveis, alguém conhece esse pneu também? O que tem a dizer?
Há também algum de marca nacional tipo Pirelli, ou Levorin que atendam ao que eu procuro (pneu de composto duro, 1.0 com a maior circunferência possível, que aguente pelo menos uns 100 psi sem começar a abrir as tramas da borracha, de preferência todo preto, e com apenas o suficiente de canaletas para escoamento de água)?

Ainda nesse assunto:
Como que vocês acertam o chainline ao colocar coroas maiores? Vocês trocam o central (no caso dos antigos), colocam mais espaçadores (no caso dos integrados), sei lá! Quero saber se coroa costuma raspar no chainstay com a torção do quadro?



-------------
http://www.pedal.com.br/forum/topic24259_post374657.html#374657" rel="nofollow - Compro quadro Cannondale
Dicas de gente com know-how são bem vindas.


Enviado por: Edilcimar
Data: 29 Nov 2008 as 11:12
A melhor bicicleta mostrada foi a amarelinha do ricardao da mazei, acho que deveria mostrar uma foto sua em cima da dita cuja!


Enviado por: RICARDAO DA MAZZEI
Data: 29 Nov 2008 as 15:02
A pedidos do Edilcimar segue a foto da amarelinha com o meu filhao em cima andando comigo na praia.
 
 
abs.
 
 


Enviado por: Lonx
Data: 30 Nov 2008 as 13:07
Finalmente consegui que a chuva desse uma trégua para eu poder dar uma boa pedalada com a Tora Bora XC.
Daí vim aqui trazer um review da bike/rodas/pneus, pois minha bike ficou uma coisa bem particular, mas visto o interesse crescente por híbridas, pode interessar alguém.

O quadro TBXC é muito rígido, mais que o da Snake que já era bom nesse quesito,e a pedalada vira movimento, sem torção perceptível nem sprintando em pé no coroão. A bike acelera muito rápido, parece que ligou o NOS, hehehe. Mérito do quadro rígido, do pedivela e dos pneus, levíssimos (286g na medida 26x1.25) e das rodas, que também não torcem apesar do número menor de raios (24F/28T). Peso 73kg.
Para subir, também ficou mais fácil, notei 2km/h de média maior nas mesmas subidas, como da Ponte do Bragueto para a 115N (de 1018m acima do nível do mar para 1049m de altitude em 790m percorridos, conforme levantei pelo Google Earth).
Apesar de ter ficado melhor para acelerar, não senti melhora para manter o passo no plano. Fiquei pensando porque isso e minhas suspeitas são:
 - Antes já usava slicks, o Kenda Kwest de 1.5, com boa rolagem. O pneu 1.5 tem 201cm de circunferência, e o 1.25 tem 195cm.
 - usava a mesa mais baixa, e o quadro mais longo me deixava mais deitado, rente ao top tube. O cara que montou a TBXC achou que a mesa ficou muito baixa e colocou mais dois espaçadores. só vi depois de montada.
- como nas férias viajei e só corri, ficar sem pedalar me deixou enferrujado, haja vista a especificidade do treino no aspecto biomecânico.
Para reforçar o efeito maior da posição mais ereta na velocidade média no plano, reparei também que quando me apoiei no bar end, adotando uma posição mais fechada, com os cotovelos próximos dos joelhos e a cabeça próxima da mesa, ganhei por mágica mais de 2km/h de velocidade sem aumento do esforço percebido na pedalada. Levantei e repeti e deu aumento na velocidade de novo! Estava de capacete e com a caramanhola no downtube.
Bom essas considerações aerodinâmicas talvez façam mais sentido no subfórum de speed...
O resumo da ópera é que:
1- o quadro Tora Bora XC é tão bom de pedalar quanto é bem acabado quanto á pintura e as soldas.
2- Com os pneus com menor volume de ar, sinto mais as irregularidades do solo, e com o quadro mais curto sinto a bike mais nervosa, é preciso mais velocidade para que ela fique estável. Em compensação, sobe e acelera com gosto. Não senti diferença no rolamento entre 1.5 com 60PSI e 1.25 com 80PSI. Como o conforto com os pneus maiores é maior, vale a pena usar os pneus mais finos se o anda e pára for constante ou se tiver subidas no caminho.
3 - os cubos com rolamento Vzan das rodas Futura rodam bem. Deixando a bike ir sozinha ladeira abaixo ela desenvolve bem. Pensei que fosse sentir falta dos meus cubos Deore amaciados por centenas de quilometros rodados, mas penso que estes cubos Vzan depois de 200km ficarão iguais ao Deore de esferas. Roda presa eram os cubos que vieram na Caloi Snake, aaaaaargh.
curiosidade: os rolamentos Vzan usam oléo SAE 70. Diz o manual da Vzan que não se deve usar graxa branca em hipótese alguma, e que pode ser usado óleo automotivo 20W40.
Legal. Vou botar Shell Helix Ultra sintético, kkkkkkkkkk



Imprimir página | Fechar Janela

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06 - http://www.webwizforums.com
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd. - https://www.webwiz.co.uk