Imprimir página | Fechar Janela

Bikes Motorizadas

De:: Pedal.com.br
Categoria: Fóruns Novos - Outras Categorias
Nome do fórum: Bicicletas Elétricas
Descrição:: Fórum para discussão geral sobre bicicletas elétricas e assuntos afins.
URL:: https://www.pedal.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=16538
Data:: 24 Out 2020 as 03:18
Versão do Software: Web Wiz Forums 11.06 - http://www.webwizforums.com


Tópico: Bikes Motorizadas
Enviado por: robervalpedal
Assunto: Bikes Motorizadas
Data: 20 Jan 2010 as 00:42

Mês passado estava passando pelo calçadão de Bangu quando ouvi um sujeito anunciando no alto-falante uma "grande promoção de bicicletas com motor"

Entrei no magazine para dar uma olhada e vi que se tratavam de uns frnksteins da Trak&Bikes (parece "Trek Bikes", não é mesmo?)

Abaixo algumas fotos:

Detalhe para o sistema tosco de fixação da coroa no cubo traseiro, digo raios

Detalhe para o pedivela quase encostado no escapamento. Esse tipo de pedivela simples tem uma certa torção, além de dar folga com facilidade, então fatalemte irá raspar no escape. Isso se não queimar a perna do piloto.









Respostas:
Enviado por: allanhal
Data: 20 Jan 2010 as 03:12
Qt pesa uma bixa dessa? Arrisco uns 20 kilos. Será q tem como pedalar nela no plano?!

-------------
C10
Velocímetro Echowell Cad.
Sti Sora 9v + K7 Sram 9v 12-26 + Câmbio Sora 9v + Corrente 105 9v + cubo 105 9v
Diadora Fast + Pedal MTB
Mov. Ctr Shimano
spin 32f + inox + kenda 23x700
selle vader


Enviado por: Ironman
Data: 20 Jan 2010 as 03:54
Sinto muito, mas pedalando uma MTB normal já me é o suficiente. Tenho uma Cannondale F900 e uma SPZ Hard Rock que são um espetáculo.

-------------
<a href="http://img43.imageshack.us/i/ironman4k.jpg/" rel="nofollow"><img src="http://img43.imageshack.us/img43/8024/ironman4k.jpg" /></a>

Meu canal no YouTube: Fabio Aiello - Alemanha


Enviado por: poneis
Data: 20 Jan 2010 as 04:14
acho que passa dos 20kg fácil


Essas bikes são uma gambiarra. A bike já é bem fuleira, aí colocam mais um barulhento e fumacento motor só para piorar a qualidade de vida das cidades. E segundo o código de trânsito, uma bike dessa precisaria estar emplacada e o condutor teria que ter carteira de habilitação.


Enviado por: Cintiany
Data: 20 Jan 2010 as 14:19
A nada haver essas bikes, bike é pra pedalar, exercitar!
Com motor fica mo sem graça!
Não apoio!!!!


-------------
EQUIPE RAID RIO


Enviado por: LEOBARIZON
Data: 20 Jan 2010 as 15:03
Essa bicicleta é p quem é bem sedentário mesmo.


Enviado por: lemarco
Data: 20 Jan 2010 as 18:06
Passa fácil de 20kg. Meu ex cunhado teve a ideia de "gênio" de comprar o kit pra adaptar esse motor na bike dele. E olha que é uma Gt Avalanche original, do começo dos anos 90 e que sou doido pra comprar, mas ele não vende. Mas pra fazer cagada na bike ele serve!
Aí nos encontramos numa trilha e ele resolveu nos acompanhar. Me senti como naquele relato que alguém fez da "bike de 2 amortecedores".
O troço é barulhento pra caramba, espanta todos os animais num raio de 5 km. Lembro que tem um trecho de empurra bike que o cara penou, começou a subir com o motor ligado empurrando a bike, mas o motor apagou e não dá pra fazer pegar a não ser pedalando. Aí ele teve que carregar a âncora, digo bike com motor, morro acima por uns 200m. O cara chegou lá em cima bufando, se estivesse com frequencimêtro bato aposta que teria batido 200bpm.
Seguimos a trilha, aí veio o pior, tivemos que travessar um rio e fizemos o esquema de um ir passando as bikes um pro outro. Na hora de carregar a dele quase cai no rio, um outro amigo chegou a se desquilibrar e tomou um banho da cintura pra baixo, sorte que o trambolho não caiu e afogou literalmente o motor.
Depois dessa trabalheira toda, perguntamos a ele quanto pesava a bike dele, no que ele responde: - 25kg - Ah, vai se fu$*!
O que mais me dá raiva é que o cara é ciclista das antigas, não é farrapeiro nem mano, começou bem antes de mim, e fez uma cagada dessas.


Enviado por: Mr.Sergius
Data: 20 Jan 2010 as 19:24
Originalmente Postado por LEOBARIZON LEOBARIZON Escreveu:

Essa bicicleta é p quem é bem sedentário mesmo.


Perdão se tomei sua resposta para dar a minha... mas é vc chamou essa 'coisa' de bicicleta e isso não é bicicleta. Bicicleta não tem motor.

Sapato é para calçar os pés e chapéu para a cabeça... nunca ouvi ninguém dizer que comprou um sapato para a cabeça ou um chápeu para os pés... e aqui neste site onde se dizem ciclistas juntam a foto de uma coisa com motor e chamam de bicicleta.

É claro que o ciclista sendo uma pessoa informada, não só pode, como deve, falar sobre assuntos diversos além de respirar bikes 24 horas por dia... mas para isso tem o off-tópic que trata de assuntos que não são relacionados às bicicletas, mesmo tendo duas rodas e pedais.

Tenham paciência.


-------------
Na vida nem tudo são flores! Ainda bem, pois detestaria ter que descer as ladeiras esmagando as pobrezinhas.


Enviado por: Ruberval
Data: 20 Jan 2010 as 19:33
Fiz a besteira de aplicar R$2.390,00 em uma FELISA. Bicicleta exclusiva da Porto Seguro.

Como novidade é uma maravilha. Passei para frente rapidamente assim que descobri os efeitos colaterias da magrela-elétrica.

Pelo menos lucrei R$160,00 (cento e sessenta reais) na revenda. Consegui R$2.550,00 (dois mil e quinhentos e cinquenta reais). O preço normal para segurados da Porto seguro é R$2.990,00 (dois mil, novecentos e noventa reais).


-------------
Ruberval


Velho ditado popular: Opinião é como bunda, cada um tem a sua!


Enviado por: lipenur
Data: 20 Jan 2010 as 20:05
a unica bike "motorizada" que gostei foi uma q vi em um programa (não sei onde nem qdo), era um protótipo ainda...

ela não possuia acelerador, a unica maneira de andar é pedalando, com a vantagem de o motor elétrico ajudar na pedalada, ela atingia 60km/h, mas para chegar a isso tem que pedalar, e forte !! achei um ótimo veiculo urbano.


-------------
Eu não preciso de ciclovia, e sim respeito !!


Enviado por: lgalicki
Data: 20 Jan 2010 as 20:37
Eu não me vejo usando uma bike motorizada, mas preferia muito mais ver um monte desses trambolhos na rua do que um monte de carros e motos. A velocidade é bem mais baixa, o que diminui riscos para os outros usuários da via. Provavelmente, pelo fato de ter motor, necessidade de habilitação seria uma boa idéia.

-------------
O homem é o único ser que mede a passagem do tempo, o que faz com que ele, solitariamente, sofra de um medo que nem um outro sofre: o medo de tempo esgotar-se.


Enviado por: lipenur
Data: 20 Jan 2010 as 21:02
Originalmente Postado por lgalicki lgalicki Escreveu:

Eu não me vejo usando uma bike motorizada, mas preferia muito mais ver um monte desses trambolhos na rua do que um monte de carros e motos. A velocidade é bem mais baixa, o que diminui riscos para os outros usuários da via. Provavelmente, pelo fato de ter motor, necessidade de habilitação seria uma boa idéia.


sou a favor de bike elétrica, à combustão não !!!

EDIT: estou falando isso, mas eu não compraria uma, mas tenho noção dos inumeros usos que ela pode ter, como policiamento... substituição de motos em pequenos trajetos (tem gente que compra moto para rodar menos de 20km/dia)


-------------
Eu não preciso de ciclovia, e sim respeito !!


Enviado por: Gordonrj
Data: 20 Jan 2010 as 21:42
Ja vi algumas dessas rodando.. realmente faz mt barulho , nao é rapida e passa de 20kg com facilidade.. a minha bike que é de aluminio e depois de algumas mudanças esta proximo de 18 kg ..acredito que uma dessas tem aproximadamente uns 28 kg ou mais.
Se eu fosse comprar algo do tipo pegaria uma moto logo.. alem de possuir mecanica mais robusta e confiavel , anda pra valer
 


Enviado por: lipenur
Data: 20 Jan 2010 as 21:50
Originalmente Postado por Gordonrj Gordonrj Escreveu:

Ja vi algumas dessas rodando.. realmente faz mt barulho , nao é rapida e passa de 20kg com facilidade.. a minha bike que é de aluminio e depois de algumas mudanças esta proximo de 18 kg ..acredito que uma dessas tem aproximadamente uns 28 kg ou mais.
Se eu fosse comprar algo do tipo pegaria uma moto logo.. alem de possuir mecanica mais robusta e confiavel , anda pra valer
 


para isso que servia as scooters 50cc, mas não sei por qual motivo evaporaram do mercado.Confused


-------------
Eu não preciso de ciclovia, e sim respeito !!


Enviado por: robervalpedal
Data: 20 Jan 2010 as 23:52
O que me chamou a atenção foi a gambiarra total dessas "bicicletas". Fiquei imaginando quanto dura aquele cubo traseiro e aquele método de fixação do pinhão.

O interessante é que logo surgiram duas pessoas, aparentemente ma~e e filha e não é que acharam legal! Aquilo é um Frankstein de quinta categoria! Se é para ter motor, compra uma scooter logo (mas como eu odeio esses scooters...)


Enviado por: bppuga
Data: 21 Jan 2010 as 00:42
Isso aí pra mim não é bicicleta. Tá mais é pra mobilete, garelli, ou qualquer outra coisa.
Uma aberração da natureza haha


Enviado por: luismendes
Data: 21 Jan 2010 as 10:24
essa coisa aí é uma mobilete montada em um quadro de mtb... como falou o Mr Sergius, isso não é bicicleta  Thumbs Down !!


Enviado por: Ruberval
Data: 21 Jan 2010 as 10:43
Isso expeli gases poluente com índices de particulas muito acima da emissão do motor de uma motocicleta.

No caso das elétricas o problema é a garantia do motor. Apenas  6 meses. Se for usada diariamente, certamente com 6 meses e 1 dia ele deve travar.

Mas não esse o motivo pelo qual achei melhor me desfazer da encrenca. Ela chama muito a atenção. Isso pode, e deverá trazer alguns problemas. Sem falar que caso o motor venha a queimar, será muito caro colocá-lo novamente em funcionamento.


-------------
Ruberval


Velho ditado popular: Opinião é como bunda, cada um tem a sua!


Enviado por: Rokkenfull
Data: 04 Abr 2012 as 08:09
E aí galera, sou novo no fórum e vim dar meu parecer sobre bikes motorizadas. Não sou apologeta ao uso/desuso, usa quem gosta ou precisa. No meu caso comprei por uma necessidade, logo depois somente para o lazer.

Ressalto aqui que a minha primeira experiência foi catastrófica. Comprei um motor da marca Bicimoto e tive tantos problemas... entre eles estava o fato de o diretor da empresa ter feito pouco caso com a multidão de problemas que tive. O motor se autodestruiu. Gastei tempo, dinheiro e nervos. O cara sacaneou com meu problema, escusando-se a resolvê-lo. Depois de muita dor de cabeça, problemas, ameaças e consultas ao CDC, o Mercado Livre entendeu meu problema e deu ganho de causa a mim, liberando o dinheiro que o cidadão retinha, isto ele já estava com o motor na mão e fazendo birra para não enviar um novo.

Então consultei um vendedor de uma linha de motores Extrauser. Estou com o motor há um ano e dois meses. Somente troquei o CDI por um de mobilete além de uma bobina. Nunca mais teve problemas. Estou com 1.099km e a bicicleta funciona perfeitamente, além de ser bem elogiada por onde passa pela harmonia do conjunto. Investi legal nela, trabalhei escapamento entre outras coisas.



O vendedor do qual comprei é Rodrigo de La Cruz, não tenho a mínima necessidade de fazer propaganda, mas quem deseja ao menos uma referência positiva e bom atendimento já tem uma ideia. Quando a Bicimoto caros amigos, não quero nem de graça. A experiência passada foi o suficiente. Penso que uma elétrica para curtos trajetos não deixa de ser uma boa opção, além que a pessoa tendo recursos para ir trabalhar ou ir para a faculdade sem o suor proveniente de uma pedalada mais intensa compensa o investimento.Clap

 


-------------
Ron Souza


Enviado por: Rokkenfull
Data: 04 Abr 2012 as 08:20
http://imageshack.us/photo/my-images/259/20182105.jpg/" rel="nofollow">

Uploaded with http://imageshack.us" rel="nofollow - ImageShack.us


-------------
Ron Souza


Enviado por: Rokkenfull
Data: 04 Abr 2012 as 08:22
http://imageshack.us/photo/my-images/804/kmlpll.jpg/" rel="nofollow">

Uploaded with http://imageshack.us" rel="nofollow - ImageShack.us


-------------
Ron Souza


Enviado por: leogodoy
Data: 04 Abr 2012 as 15:01
O ruim desses motores aí é que poluem demais, não? Os elétricos eu até entendo, mas esses ai...


Enviado por: Rokkenfull
Data: 04 Abr 2012 as 18:46
Sim Léo, apesar de dizerem que tem catalisador. O cheiro de gasolina com óleo é forte, não dá para ligar dentro de casa que a galera fica reclamando. Este tal catalisador nunca vi, vejo um miolo dentro do escape e nada mais. O interessante é que não fumaça como as mobiletes, desde que se coloque a quantidade ideal de óleo recomendada. Mas estou interessadíssimo em um elétrico, em primeiro porque a distância que percorro atualmente é pequena e em segundo que ela chama muito a atenção, preciso de uma bike mais discreta. O bacana é que esta anda pra caramba, ontem bati uns 75 km/h com ela e a autonomia é maior, embora como dantes dito não seja hoje o principal. Quero voltar a pedalar e creio, o motor elétrico é menos pesado para tal.

-------------
Ron Souza


Enviado por: velocycle
Data: 04 Abr 2012 as 19:13
Rokkenfull,
 
seja bem vindo fórum ! 
 
Legal sua moto, pega normalmente a ciclovia ou vai pelo meio do trânsito com ela ? Ela consegue realmente chegar só a 75 km/h ou você já conseguiu colocar mais ? Vi que sua moto não possui  espelhos retrovisores ou placa ? Você anda equipado com capacete, luva e tudo mais ? Tava querendo tirar essas dúvidas ...
 
 
 
 
 


Enviado por: Rokkenfull
Data: 04 Abr 2012 as 20:04

Brigadão Velocycle pela recepção! 

Pelo fato de Salvador estar às traças com o atual prefeito, ciclovias apenas em lugares onde residem pessoas mais abastadas, como Itapuã entre outras praias da orla. Por isto encaro mais o trânsito. Assim tomo todos os cuidados necessários, estou procurando um bom capacete de skatista e interessado em um par de retrovisores Cateye, porque um deles quebrou, é Cyclop e custa 80 reais o par. Tenho 27 anos e sou ciclista desde os 4 anos de idade, áureos tempos em que andava com minha Caloicross BMX azul e branca - bons tempos.

A bike atual comprei em 2000 e realizei inúmeras viagens intermunicipais - feira de santana, terranova, candeias, camaçari, dias d´ávila... viajamos bastante, somente no pedal. é uma Monark M.Bike, originalmente vermelha metálico. Um dia posto fotos dela nova.

A bike recebeu o motor no ano passado, completamos 1 ano e 4 meses, corrigindo o que disse no tópico anterior. O motor está com 1.099 km rodados e até agora para nossa alegria, apenas troquei o CDI por um de mobi e uma bobina. Duas dicas fundamentais para quem compra estes motores: Adquira um CDI Magnetron da Mobilete e descarte o original, não dura muito em altas rotações e queima inusitadamente. Em segundo não instale o bobo (corta-corrente) pois com o tempo enfraquece e queima a bobina. Chega a 75 km/h com leves alterações na admissão de ar e no escapamento, o viés é que fica um pouco barulhenta mas bem mais divertida e solícita quando se enrola o punho com vontade.

Estou andando devagar com ela, uns 30 km/h por estar sem capacete, mas é o recomendado amigo. Luvas por causa da vibração e bons retrovisores, adaptando uma boa lanterna e ela vai longe. Tenho um par de faróis Cateye que adaptei um para LEDS e ilumina a estrada que é uma beleza. Este farol tem a unidade de acionamento por interruptor instalado no guidom, como nas motos. Ficou bacana estética e funcionalmente falando. Adaptei para trabalhar com o motor, está nota 1000!

Honesta e isonomicamente falando, ponho prós e contras:

 Tongue Prós: O motor é bom para subidas acentuadas (em meu caso um de 80cc) e com leves alterações na admissão, levanta mais a rotação e o máximo que cheguei com coroa reduzida foi 75 km/h, em que acompanhei um carro e por isto digo com propriedade, sabendo dos equívocos gerados por velocímetros chineses. 

Com alterações no escape fica valente nas saídas. Modifiquei uns meses atrás e tenho a ponteira original guardada (nem preciso dizer que não volta mais) e coloquei termotape para dar um acabamento legal. O motor tem torque e apenas em subidas bem bruscas necessita de auxílio no pedal.

Autonomia é variável, depende de recurso financeiro e óleo dois tempos, diferente das elétricas

Confiável desde que como digo, troque o CDI original, já que este é uma bomba-relógio.

É uma opção viável pelo motor custar entre 450 e 500 reais e com o mínimo de noções mecânicas a pessoa pode instalar e até fazer umas alterações para melhorar conforme seu ritmo de uso, sem contar que o desempenho é similar ao das cinquentinha em reta - muito mais caras e andam em páreo. 

Para curtos trajetos é uma excelente alternativa. Já viajei com ela (e paguei até pedágio, mas é outra história) e não tenho do que reclamar. Leve um recipiente com óleo 2 tempos, chave 10 e boa viagem!

CryContras: Barulhenta mesmo com o escape original, mas daí reside a questão de gosto. Mais silenciosa e ela perde força em subidas íngremes, requerendo auxílio do pedal.

Chama muito a atenção, ficam todos olhando. Eu mesmo estou pensando em comprar uma máscara...

O óleo suja a roda traseira toda de óleo não queimado. Haja paciência para limpar. No da Bicimoto é pior, terminando o uso olhe para o chão e verá uma pocinha de óleo no chão a partir do escapamento. Aconteceu na casa de minha ex-sogra e fiquei morto de vergonha... para melhorar somente instalando um escapamento tipo "Poo poo pipe", mais longo. Preço? 166 reais. Não pago de jeito nenhum, pois não compensa.

Pesadíssima para pedalar. Certa feita ocorreu um problema leve de admissão e ela engasgou. Andei uns 7 km empurrando a danada... Cheguei em casa totalmente suado. Pedalar mesmo em marcha é como levar alguém na garupa, são vinte quilos a mais e haja disposição, visto que a tração é por corrente tão grossa quanto de mobilete. Nisto penso que a elétrica é melhor, pelo fato de o motor ser no cubo, sem ligações mecânicas que interfiram em seu funcionamento.

No mais estou a disposição para acrescer informações. Repito que cuidem com o fornecedor do motor, aqui em Salvador já dei informações sobre um e ninguém compra, pois souberam do tratamento que recebi do diretor da Bicimoto, sem falar que o motor ainda novo era como o cruzado - antes de ser lançado já estava quebrado e inflacionado de problemas. Para quem gasta $ 500 reais vale a pena ao menos saber o que está levando para casa...



-------------
Ron Souza


Enviado por: Rokkenfull
Data: 04 Abr 2012 as 20:06
Corrigindo o texto anterior, o recomendado é andar de capacete, ando a 30 km/h justamente por não ter, é perigoso andar a uma velocidade baixa sem quem o dirá mais alta que isso...

-------------
Ron Souza


Enviado por: Fernando_BRA
Data: 04 Abr 2012 as 20:34
O ponto que vejo positivo em motonetas (pelo menos no código de transito não existe bicicleta motorizada isso é um neologismo) elétricas (alguns modelos) é que caso a velocidade de regime esteja entre 30 e 50km/h seriam aliados dos ciclistas que almejam vias específicas para trajetos diários de até uns 50km de distância em cidades grandes.

  Qual ciclista aqui nào desejaria a existencia de ciclovias expressas para trajetos diários como casa-trabalho ou casa-escola, casa-faculdade, casa-seja-la-onde-for?

 Porém não somos muitos em algumas cidades, acostumados a pedalar mais de 30~40km direto, entào penso que, caso ciclomotores elétricos viessem a ser disseminados, juntamente com alguma melhoria de fiscalização, ou instrução sobre o CTB para ciclovias para os usuários regulares, teriamos mais contingente para reclamar a construção dessas ciclovias expressas, ciclovias realmente eficientes.


-------------
>>>> A PERNA TEM QUE QUEIMAR!!! >>>>


Enviado por: Fernando_BRA
Data: 04 Abr 2012 as 20:56
Sobre custo benefício:

  Essa foto que o Robervalpedal colocou, de uma loja, ta mostrando o valor de R$1729.99 da motoneta. Podendo-se parcelar em 10 de R$ 172.99.

 Levando-se consideração o potencial de revenda, seria uma visão absurda a minha, de duplicar a quantidade de prestações por uma scooter de 50cc, podendo vender com muito mais facilidade ela, caso não dê pra arcar com as mensalidades por se tratar de um custo de aproximadamente 2x o valor de uma motoneta como da foto?

 Nào entra muito na minha cabeça levar um equipamento que vai na contramão do propósito de uma bicicleta que tenta fazer dela o mesmo que uma moto de custo não tão absurdamente mais alto.

Editado: Não to considerando gasto com Habilitação específica para dirigir uma scooter , pois qualquer motoneta igual ou acima de 50cc, o condutor deve ser categoria A.


-------------
>>>> A PERNA TEM QUE QUEIMAR!!! >>>>


Enviado por: Rokkenfull
Data: 04 Abr 2012 as 21:00
Olha considero o valor inflacionado. Sem freios a disco, shifter kit, faróis e lanternas o máximo que se poderia pedir nela é R$ 1.100 nova ou 1.300 com todos os acessórios. Mais que isto não justifica a aquisição.

-------------
Ron Souza


Enviado por: Fernando_BRA
Data: 04 Abr 2012 as 21:16
Deve ser mesmo... a adição de uma nova transmissão e um motor não justifica mais de 1barão e 700, mas se Bangú, que é um bairro do subúrbio do Rio já está assim, imagina em lojas em bairros mais tradicionais...

 Bom, sem especular, la no ML tem variações de R$900 (ao mais estiloso modo Réri-Réri) até as "Pro-Tour" de 6000...

 Eu não sou nenhum ricaço...sou um simples universitario desempregado no momento, mas em precisando de locomoção mais rápida, ainda que tenha 500 reais só pra adaptar, pra andar por onde ando, prefereria juntar mais por uma scooter.

 Mas entendo que tem regiões onde esse investimento realmente possa valer.



-------------
>>>> A PERNA TEM QUE QUEIMAR!!! >>>>


Enviado por: Rokkenfull
Data: 04 Abr 2012 as 21:33
É Fernando... Aqui em Salvador a galera estranha a bike motorizada. Acham-na ridícula. Como não vivo em função da baianada, sigo impávido colosso... :)

Prazer em falar com um conterrâneo, como vai a terra maravilhosa? Espero que bem, porque Salvador segue em desenvolvimento a qualidade do povo... O metrô está em construção desde 1996 e todos estão achando uma maravilha. O boom das motos deu-se por aqui por conta da ineficiência rodoviária, tem um ex-vereador que influencia no lobby rodoviário, a maioria dos postos de gasolina são de deputados e já viu, Salvador é uma cidade cujo trem dá mais defeito que qualquer outra coisa. Sem falar que baiano é acomodado, olha isto e não protesta. Acha normal. 

Mas cá entre nós o motor para bikes deveria ter um custo que atendesse a democratização. O motor é simples. Acho que já por $ 490 já está caro. O valor de mercado deveria ser uns $ 250. Creia, um zero de fábrica custa 12 dólares. Veja o quanto um vendido no varejo dá em lucro e pense; eu paguei por que na época todos encheram o saco por conta de uma moto que desejava comprar. A família detestou a ideia, e para vê-los mais felizes, permaneci com a bicicleta - agora assistida.

Mas depende da finalidade. Curtos trajetos a pessoa pagar 3 mil  e novecentas dilmas por uma Phoenix é um absurdo. Assim prefiro investir na bike, já que atende bem - exceto sendo longas distâncias ou com trânsito muito pesado.


-------------
Ron Souza


Enviado por: Rocky Mountain Bicyc
Data: 04 Abr 2012 as 22:18
Motor 2 tempos e foda d+

-------------
Em Construção......


Enviado por: Rokkenfull
Data: 13 Abr 2012 as 07:51
Estou trabalhando em um escapamento variável, afim de obter força em baixas e silêncio em velocidades mais altas. Estas bikes motorizadas são uma forma de você aprimorar, inventar, arriscar a ser Prof. Pardal, mas com conhecimento é claro. Com tempo postarei fotos.

-------------
Ron Souza


Enviado por: Rokkenfull
Data: 14 Abr 2012 as 06:04

...mas nada é perfeito:

http://papanews.net/?p=993" rel="nofollow - http://papanews.net/?p=993

Adolescente de 15 anos morre ao ter bicicleta motorizada atingida por ônibus em Pará de Minas

23 de março de 2012    http://papanews.net/?cat=4" rel="nofollow - Artigos ,  http://papanews.net/?cat=3" rel="nofollow - Notícias ,  http://papanews.net/?cat=11" rel="nofollow - Políciais     http://papanews.net/?p=993#respond" rel="nofollow - Sem comentários
acidente-Para de Minas

A morte de um adolescente de 15 anos, na manhã desta quinta-feira (22), na Rua Pequi, próximo ao número 461, Bairro Santos Dumont, em Pará de Minas, comoveu muitas pessoas.
 

http://papanews.net/?p=993#" rel="nofollow">
O jovem conduzia uma bicicleta motorizada e foi atingido por um ônibus da Turi, empresa responsável pelo transporte coletivo urbano da cidade. Uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros chegou ao local rapidamente, mas as rodas traseiras passaram sobre o corpo do estudante, que teve morte instantânea.

Um amigo da vítima, de 17 anos, viu o acidente. Ele relata que o adolescente saiu da Rua Sete Lagoas e entrou na frente do ônibus, que trafegava pela Pequi. Segundo esse menor, o amigo iria calibrar o pneu da bicicleta em uma borracharia nas proximidades. O entrevistado revela ainda que momentos antes do acidente estava na garupa da bicicleta com o amigo.

http://papanews.net/?p=993#" rel="nofollow">
A bicicleta motorizada foi emprestada à vítima por outro adolescente de 15 anos. O proprietário esteve no local do acidente e lamentou a morte do amigo que, segundo ele, era querido por todos.

 

http://papanews.net/?p=993#" rel="nofollow">
Tenente Adelmo Oliveira, comandante do Corpo de Bombeiros de Pará de Minas, chefiou a equipe de resgate que esteve no Bairro Santos Dumont. Ele lamenta não ter tido tempo de fazer alguma coisa para salvar a vida do menor e alerta para os abusos cometidos no trânsito por quem pilota bicicletas motorizadas.

O oficial do Corpo de Bombeiros diz que esses veículos andam em alta velocidade e, na maioria das vezes, são conduzidos por menores de idade. Ainda segundo tenente Adelmo, os pilotos dificilmente usam equipamentos de segurança.

http://papanews.net/?p=993#" rel="nofollow">
Joílson Batista era o trocador do ônibus envolvido na tragédia. Ele garante que o coletivo estava em baixa velocidade quando a bicicleta saiu da Rua Sete Lagoas e entrou em sua frente. Joílson informa que o condutor do ônibus ainda conseguiu fazer o primeiro desvio da bicicleta, mas o piloto bateu na lateral do coletivo e caiu debaixo
das rodas traseiras.

O condutor do ônibus, de 35 anos, entrou em estado de choque. Ele seria encaminhado para atendimento médico no PA.

http://papanews.net/?p=993#" rel="nofollow">
Cabo Sílvio, da Polícia Militar, também alerta para o perigo oferecido pelas bicicletas motorizadas, que são desprovidas de equipamentos de segurança. De acordo com o policial, a PM sempre aborda os condutores e adverte para o risco de graves acidentes.

 

http://papanews.net/?p=993#" rel="nofollow">
O corpo do adolescente foi removido do local após os trabalhos da perícia técnica da Polícia Civil. Um laudo apontando as causas da tragédia deve ser divulgado dentro de 30 dias pela Delegacia de Trânsito e Acidentes de Pará de Minas.

 

http://papanews.net/?p=993#" rel="nofollow">
O menor residia na Rua Belém, Bairro Santos Dumont, e era aluno da escola estadual Lenir Medina. Vários estudantes da escola estiveram na Rua Pequi e ficaram emocionados com a morte do colega. O sepultamento está previsto para as 10h da manhã desta sexta-feira no cemitério Santo Antônio, em Pará de Minas.


-------------
Ron Souza


Enviado por: velocycle
Data: 14 Abr 2012 as 06:34
 
 
http://www.gazetadopovo.com.br/economia/conteudo.phtml?tl=1&id=1230070&tit=Bike-eletrica-exige-habilitacao" rel="nofollow - http://www.gazetadopovo.com.br/economia/conteudo.phtml?tl=1&id=1230070&tit=Bike-eletrica-exige-habilitacao
 
 
 
 
 
 


Enviado por: Rokkenfull
Data: 08 Jun 2013 as 00:05
Galera, após certo tempo sumido, venho dizer as minhas impressões a respeito da bike motorizada. Sou um cara  bem querido de minha comunidade, bem respeitado mesmo. Ganhei fama quando inaugurei a bicicleta motorizada por aqui - que o povo desconhecia.

Só que meus caros, as minhas duas experiências com bicicletas motorizadas deram errado. Primeiro comprei um kit da Bicimoto, que ficou apelidado de motor "dois metros" - se autodestruiu. O segundo que comprei era da marca Extrauser, que durou um ano em minha mão. Este motor começou dando problemas nos retentores - frágeis para a gasolina com álcool brasileira. Depois no magneto. E ia dando problema, e arrumando. Pior foi quando precisei fazer um serviço mais extenso. Inaugurei dez meses a pé.

O Sr. Rodrigo de La Cruz (que antes vim aqui elogiar) até hoje não respondeu meus e-mails. Não atendeu meu telefone. Não consigo comprar peças, porque as configurações do motor não permitem uma adaptação.O mecânico disse que estes motores 2 tempos para bicicletas não prestam e me explicou passo a passo, afim de informar a comunidade - até porque vim um dia defender bicicleta motorizada. Hoje penso - o melhor é moto mesmo.

Segundo o mecânico:

- Em até dez meses os rolamentos da biela vão dar problemas, pois todas as bikes motorizadas (independente da marca) apresentaram este mesmo problema.

- O CDI é frágil (isto já sabia) e recomendou - "tenha sempre um reserva em casa".

- O magneto apresenta problemas constantes, pois quando vaza água dentro do compartimento, queima a mesma.

- A gasolina com água estraga os anéis e risca a camisa do motor, que recebe uma camada de 1mm de espessura de um composto para diminuir o atrito, e isto torna o motor por si só descartável.

- O virabrequim entorta com facilidade, pois o ferro usado no eixo é de péssima qualidade

Então quando recebi este diagnóstico, pensei bastante e tomei uma decisão - vou reaparelhar a bicicleta para pedalar de novo. Errar uma vez é humano, duas vezes é burrice. E fui burro em comprar um motor Extrauser 80cc, mas estou voltando a minha inteligência novamente, deixando de gastar dinheiro com gasolina, óleo dois tempos e manutenção - sem falar que o revendedor não tem mais peças.



Então deixo o meu recado. O post falava a respeito das "trek bikes" - e penso que é por aí. Não confiem. Estes motores foram feitos para uma realidade diferente da nossa, sem álcool na gasolina - e lá na China, onde são baratíssimos, porque são descartáveis - e vêm para cá como se fossem uma alternativa para o trânsito e tal. Não são. São péssimos e quando quebram, dói no bolso do cidadão.

Os motores são sempre os mesmos - Bicimoto, Extrauser, E-motorbike, de um tal Sekulla, o DSR... são frágeis. O único que parece que presta (e isso porque pesquisei) é o Starfire, mas custa mais caro e padece com peças. Quanto a mim, retornarei ao meu velho câmbio Shimano, reinstalar meus passadores e jogar fora o lixo do motor que instalei em minha bike.

Não compensa somente a manutenção que despendemos para mantê-las rodando. Tem que ser mais que apaixonado ou doente por problemas - tem que ser um obstinado pelo destino a crer que isso dure mais que 1.000 km. O meu bateu as chinelas com 1.509 km.

Eles dizem que dura mais de 15.000 km. Mas o mecânico pegou na minha frente a camisa antiga e riscou, mostrando para mim que realmente procede - a camada que reveste o cilindro é finíssima. Ok, o motor é usado, mas um motor que se pretende ultrapassar a quilometragem mencionada acima, é uma pretensão dos diabos - se com 10% da vida útil foi para o estaleiro, não chegaria a esta quilometragem de jeito nenhum.

Então é isso. Hoje retorno para o fórum com uma convicção - Bicicletas foram feitas para pedalar - e não para gambiarras com motor. Neste caso é melhor uma moto - que está dimensionada em um projeto completo, visando economia, segurança e durabilidade.

Falou!


Enviado por: Rokkenfull
Data: 08 Jun 2013 as 00:11
[QUOTE=Rokkenfull]E aí galera, sou novo no fórum e vim dar meu parecer sobre bikes motorizadas. Não sou apologeta ao uso/desuso, usa quem gosta ou precisa. No meu caso comprei por uma necessidade, logo depois somente para o lazer.





Enviado por: Rokkenfull
Data: 08 Jun 2013 as 05:37

Assistam e ponderem.

O revendedor ameaçou processar se reclamasse do motor dele nas redes sociais. Quem age corretamente não precisa ter medo. Apenas provas.






Boa decisão!


Enviado por: Fabioiron10
Data: 18 Fev 2014 as 10:23
Tenho uma bike motorizada e uso para ir trabalhar no modo "motorizado" para evitar suar e na volta vou no modo "pedal" para mim é uma "mão na roda". Abraços, Fábio.


Enviado por: Zé dos pão
Data: 18 Mai 2020 as 11:30
Tava querendo comprar uma mas depois q vi o recado do ciclista que teve que subir morro e atravessado rio desisti.Quase me acabo de tanto rir com o relato imaginando a cena.foi melhor que um filme de comédia kk.


Enviado por: Zé dos pão
Data: 18 Mai 2020 as 11:31
Eu tava querendo pra isso



Imprimir página | Fechar Janela

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06 - http://www.webwizforums.com
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd. - https://www.webwiz.co.uk