Imprimir página | Fechar Janela

Minha corrente quebrou, a confiança também

De:: Pedal.com.br
Categoria: Assuntos Gerais
Nome do fórum: Fórum Principal
Descrição:: Debate de assuntos gerais, independentes de modalidade.
URL:: https://www.pedal.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=100524
Data:: 20 Abr 2021 as 10:46
Versão do Software: Web Wiz Forums 11.06 - http://www.webwizforums.com


Tópico: Minha corrente quebrou, a confiança também
Enviado por: Maquarte
Assunto: Minha corrente quebrou, a confiança também
Data: 07 Abr 2021 as 18:16
Então pessoal,
Devagar, mas sinto que minha performance ta melhorando lentamente, e isto esta me fazendo forçar mais, e numa dessas deu merda.
Peso 85kg, bike com grupo sram NX 12v (modelo pós problemático), bike 2019 seminova em estado de zero (segunda mão), lubrificação em dia ..... ao tentar subir um top curto, com uma boa inclinação em pé numa marcha mais pesada, depois de umas 5 pedaladas eis o estalo, conjunto saco/pinto com tudo no quadro, pedal na canela, uns ralados na mão e a corrente no chão.
Agora restam duvidas:

1- Ate onde é aceitável a corrente quebrar?
2- Qual a possível causa da quebra?
3- Tem como prever essa quebra?
4- Posso rodar com dois missing link?
5- E a questão da confiança, o medo de quebrar denovo?




-------------
SPZ ROCKHOPPER PRO 2019 - RELAÇÃO NX + FREIO M6000



Respostas:
Enviado por: paulohn
Data: 07 Abr 2021 as 18:24
Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

Então pessoal,
Devagar, mas sinto que minha performance ta melhorando lentamente, e isto esta me fazendo forçar mais, e numa dessas deu merda.
Peso 85kg, bike com grupo sram NX 12v (modelo pós problemático), bike 2019 seminova em estado de zero (segunda mão), lubrificação em dia ..... ao tentar subir um top curto, com uma boa inclinação em pé numa marcha mais pesada, depois de umas 5 pedaladas eis o estalo, conjunto saco/pinto com tudo no quadro, pedal na canela, uns ralados na mão e a corrente no chão.
Agora restam duvidas:

1- Ate onde é aceitável a corrente quebrar?
2- Qual a possível causa da quebra?
3- Tem como prever essa quebra?
4- Posso rodar com dois missing link?
5- E a questão da confiança, o medo de quebrar denovo?

Você mediu o desgaste da corrente? (existem uns medidores para isso). Ou tem alguma ideia de qtos km já tinham sido rodados com essa corrente?

A bike pode estar com aparência de nova, mas o dono anterior não cuidou da lubrificação da corrente, pode dar problema...

Tem que ver o quanto era pesada a marcha que você estava tentando usar...

Usar 2 missing-link é uma gambiarra emergencial. O correto é trocar a corrente.


Enviado por: sidserra
Data: 07 Abr 2021 as 19:17
Qual a marca da corrente? Ela quebrou no link?

-------------
https://quasetudosobrebikes.blogspot.com/


Enviado por: gm1987
Data: 07 Abr 2021 as 20:15
Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

Então pessoal,
Devagar, mas sinto que minha performance ta melhorando lentamente, e isto esta me fazendo forçar mais, e numa dessas deu merda.
Peso 85kg, bike com grupo sram NX 12v (modelo pós problemático), bike 2019 seminova em estado de zero (segunda mão), lubrificação em dia ..... ao tentar subir um top curto, com uma boa inclinação em pé numa marcha mais pesada, depois de umas 5 pedaladas eis o estalo, conjunto saco/pinto com tudo no quadro, pedal na canela, uns ralados na mão e a corrente no chão.
Agora restam duvidas:

1- Ate onde é aceitável a corrente quebrar?

Depende! Uma corrente próxima do esticamento máximo já pode considerar aceitável. Porém tudo no mundo tem um limite, e se vc colocou muita potência na pedalada, até uma corrente nova rompe! Obviamente estamos falando de coisa na casa dos 1000W, que estaria alcancável a um ciclista profissional de pista... Mas pode ocorrer!

Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

2- Qual a possível causa da quebra?

Desgaste, excesso de potência de acordo com seu relato do momento de quebra, defeito de fabricação

Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

3- Tem como prever essa quebra?

Não. O que é feito é manutenção PREVENTIVA, que é o famoso troca corrente.

Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

4- Posso rodar com dois missing link?

Pode! Porém precisa entender o que houve! Foi excesso de potência? Joga outro link e fica esperto nas relações corretas. Rompeu pq já rodou 2 mil km e ganhou 300 banhos de produtos ácidos? Troca a corrente!

Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

5- E a questão da confiança, o medo de quebrar denovo?

Aí vc coloca na balança comparando com o dinheiro. Em várias situações prefiro gastar uma grana e ter o equipamento confiável.


Enviado por: raulino
Data: 07 Abr 2021 as 21:38
Se o dono anterior abriu e emendou está corrente, por qualquer motivo que seja, para reduzir o comprimento sem abrir o Power link por exemplo, ela pode estourar se ele não usou uma cápsula nova...

Todas as correntes acima de 10V precisam de uma cápsula nova caso sejam abertas, são fracas demais para serem reutilizadas como se fazia com as 7, 8, 9V etc

-------------
"Reality is what you make it"
GT Sanction | GT Force 3.0 | Caloi Aspen Way 1
ex Cannondale Trail SL2 | ex Giant ATX Limited | ex Caloi Aluminun Sport


Enviado por: Degan
Data: 07 Abr 2021 as 23:07
Quebrou no missing link?


Enviado por: GabrielSL329
Data: 08 Abr 2021 as 07:10
Originalmente Postado por gm1987 gm1987 Escreveu:

Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

5- E a questão da confiança, o medo de quebrar denovo?

Aí vc coloca na balança comparando com o dinheiro. Em várias situações prefiro gastar uma grana e ter o equipamento confiável.

Eu já diria que, só de não dar uma porrada novamente no quadro com o saco, já vale o investimento!


-------------
Gabriel Pires
MTB: Soul SL329 T21 stock
Speed: Caloi Strada Sora16v


Enviado por: Sigue
Data: 08 Abr 2021 as 08:14
Pelo que vejo de colegas, essas 12v aguentam só uns 1000 km para fazer rodizio, passando disso, a corrente "casa" com a relação e não aceita mais corrente nova, pois vai ficar pulando...




Enviado por: Maquarte
Data: 08 Abr 2021 as 08:43
Originalmente Postado por paulohn paulohn Escreveu:


Você mediu o desgaste da corrente? (existem uns medidores para isso). Ou tem alguma ideia de qtos km já tinham sido rodados com essa corrente?
Desgaste ok, km nem ideia

Originalmente Postado por sidserra sidserra Escreveu:

Qual a marca da corrente? Ela quebrou no link?

Sram NX. 
Quebrou a placa externa, na região do pino

Originalmente Postado por Degan Degan Escreveu:

Quebrou no missing link?
Quebrou a placa externa, na região do pino.
Tirei foto mas meu celular acabou de dar pau


-------------
SPZ ROCKHOPPER PRO 2019 - RELAÇÃO NX + FREIO M6000


Enviado por: Maquarte
Data: 08 Abr 2021 as 08:45
Sobre excesso de potencia, creio que muita gente deva fazer mais força que eu, ou os 85kg já seria suficiente para isso?

-------------
SPZ ROCKHOPPER PRO 2019 - RELAÇÃO NX + FREIO M6000


Enviado por: Maquarte
Data: 08 Abr 2021 as 08:48


-------------
SPZ ROCKHOPPER PRO 2019 - RELAÇÃO NX + FREIO M6000


Enviado por: dudaoklein
Data: 08 Abr 2021 as 08:57
Caramba, estourou o elo, não foi apenas o pino que soltou. A única solução é corrente nova.

Quanto a manutenção, considerando tudo novo, eu acho ideal o seguinte.
- Comprar um medidor de corrente e acompanhar, quando chegar no primeiro estágio de desgaste, colocar uma corrente nova.
- Quando a corrente 2 chegar no primeiro estágio de desgaste, colocar uma corrente nova.
- Quanto a corrente 3 chegar no primeiro estágio de desgaste, colocar a corrente 1 novamente.
- Seguir essa ordem sucessivamente até começar a dar problemas mais graves, aí será hora de trocar tudo.


Enviado por: Zaka
Data: 08 Abr 2021 as 08:59
Usei uma corrente NX no grupo GX por 2500Km exatos. Troquei ela quando estava chegando no limite de desgaste.

Antes disso usei uma GX pela mesma quilometragem, sem problemas. Jamais vou trocar uma corrente com 1000Km, isso seria um absurdo, não tenho dinheiro pra fazer isso a cada mês e meio, que é a minha média

Limpeza semanal, às vezes seca, as vezes com removedor e água, lubrificação com cera após a limpeza; sempre cuidei bem das minhas relações (pelo menos as da bicicleta). Meu peso atual está em 73Kg, mas há exatos 12 meses eu estava com 88, mas meu medidor de potência indica que hoje eu faço muito mais força do que no passado (em média não passava de 170 e hoje não baixo de 230 - mas não tenho força para os picos de 1000W como os prós).

Diria ser um caso fortuito, uma falta de sorte, uma troca de marcha no momento que não deveria ocorrer, algo do gênero.

Compre outra da mesma marca (se optar pela GX ela tem a vantagem de não oxidar) e seja feliz. Não faça gambiarra com corrente alienígena nesse grupo.


-------------
Non est ad magna facilis ascensus.


Enviado por: black_ovelha
Data: 08 Abr 2021 as 09:00
Originalmente Postado por Sigue Sigue Escreveu:

Pelo que vejo de colegas, essas 12v aguentam só uns 1000 km para fazer rodizio, passando disso, a corrente "casa" com a relação e não aceita mais corrente nova, pois vai ficar pulando...



Putz, confere isso Arnaldo?

Tinha animado pra pegar uma bike com 12v mas isso é desanimador. 1.000km é muito pouco, principalmente considerando que vai meio que "condenar" o sistema pois não vai mais aceitar corrente nova....


Enviado por: stefanob
Data: 08 Abr 2021 as 09:07
Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

Originalmente Postado por paulohn paulohn Escreveu:


Você mediu o desgaste da corrente? (existem uns medidores para isso). Ou tem alguma ideia de qtos km já tinham sido rodados com essa corrente?
Desgaste ok, km nem ideia

Originalmente Postado por sidserra sidserra Escreveu:

Qual a marca da corrente? Ela quebrou no link?

Sram NX. 
Quebrou a placa externa, na região do pino

Originalmente Postado por Degan Degan Escreveu:

Quebrou no missing link?
Quebrou a placa externa, na região do pino.
Tirei foto mas meu celular acabou de dar pau
"desgaste ok" seria o que? 0.5? 0.75?
pela foto acho que tá mais pra conservação msm.. como está a manutenção preventiva da corrente? e você chegou a perceber se tem pontos de ferrugem? vale uma inspeção na corrente pra ver se tem algo de "anormal" em algum dos outros elos, pq se for problema de manutenção ou uso indevido é provável que outros elos estejam enfraquecidos tb
agora, há uma chance pequena de ser um problema pontual tb, de você ter sido sorteado com um elo defeituoso que cedeu abaixo da força de tração que deveria ceder..

faça a inspeção na corrente e veja se encontra algum outro ponto estranho que pareça estar muito desgastado
se estiver ok, dá até pra arriscar reparar, mas você vai precisar de um novo elo pra reposição (remover o quebrado e remendar)
mas eu diria pra comprar uma corrente nova de uma vez, e cuidar bem na manutenção

Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

Sobre excesso de potencia, creio que muita gente deva fazer mais força que eu, ou os 85kg já seria suficiente para isso?
potência é basicamente a força que você tá exercendo no sistema (pedal, pedivela, coroa, corrente, cassete) e sim, teu peso faz diferença, ainda mais se você estava pedalando em pé
eu com 62kg consigo bater nos 800w em sprint ou subida forte, e nem sou forte.. você com +80kg pedalando de pé bate os 1000w susse (mas claro, to dizendo momentaneo, não dá pra comparar com segurar 5-10-30s isso que ai sim é pra profissa)
mas isso eu veria como problema se a corrente fosse de marca duvidosa ou se estivesse enfraquecida por algum motivo, sob condições normais não deveria dar ruim


-------------
Road Tropix Madrid 2018
https://www.strava.com/athletes/14288255


Enviado por: hurry-gurits
Data: 08 Abr 2021 as 09:07
Relaxa, isso infelizmente acontece, sempre usei corrente KMC, e nunca aconteceu nelas, mas como estava difícil achar comprei Shimano, h54 nesta bike em questão são 9v, com menos de 250km estourou num Sprint, tá com 2 powerlink, e sem problemas nenhum, já tive corrente com 5

-------------
scott single track 95 cromo
khs 204 full 2012 - R.I.P.
khs sixfifty 2500 - 2014
Mongoose XR PRO - 2016
GT Sanction Pro - 2015


Enviado por: Zaka
Data: 08 Abr 2021 as 09:07
Originalmente Postado por black_ovelha black_ovelha Escreveu:

Originalmente Postado por Sigue Sigue Escreveu:

Pelo que vejo de colegas, essas 12v aguentam só uns 1000 km para fazer rodizio, passando disso, a corrente "casa" com a relação e não aceita mais corrente nova, pois vai ficar pulando...



Putz, confere isso Arnaldo?

Tinha animado pra pegar uma bike com 12v mas isso é desanimador. 1.000km é muito pouco, principalmente considerando que vai meio que "condenar" o sistema pois não vai mais aceitar corrente nova....


NUNCA! Troquei a minha NX com 2500Km e nem tinha aberto ainda que justificasse a troca. Fiz pelo simples motivo que já tinha uma nova na mão para tentar preservar o cassete.


-------------
Non est ad magna facilis ascensus.


Enviado por: RuanRAC
Data: 08 Abr 2021 as 09:08
troca a corrente e segue a vida, talvez tenha que trocar o cassete também 



-------------
meu Strava: https://www.strava.com/athletes/4907071


Enviado por: GabrielSL329
Data: 08 Abr 2021 as 09:17
Originalmente Postado por Sigue Sigue Escreveu:

Pelo que vejo de colegas, essas 12v aguentam só uns 1000 km para fazer rodizio, passando disso, a corrente "casa" com a relação e não aceita mais corrente nova, pois vai ficar pulando...

Não teria muita lógica! pois eles apenas reduziram a largura do pino (creio eu) para diminuir a largura da corrente.

Além do que são feitas para suportar o cruzamento e, em tese, deveriam durar mais que uma 9v, por exemplo!


-------------
Gabriel Pires
MTB: Soul SL329 T21 stock
Speed: Caloi Strada Sora16v


Enviado por: RuanRAC
Data: 08 Abr 2021 as 09:19
Originalmente Postado por GabrielSL329 GabrielSL329 Escreveu:

Originalmente Postado por Sigue Sigue Escreveu:

Pelo que vejo de colegas, essas 12v aguentam só uns 1000 km para fazer rodizio, passando disso, a corrente "casa" com a relação e não aceita mais corrente nova, pois vai ficar pulando...

Não teria muita lógica! pois eles apenas reduziram a largura do pino (creio eu) para diminuir a largura da corrente.

Além do que são feitas para suportar o cruzamento e, em tese, deveriam durar mais que uma 9v, por exemplo!

mas na prática é isso mesmo, acima de 1000km já tem grande risco de casar a corrente com o cassete.

Troquei a corrente da minha chisel com pouco menos de 3000 km quando ela quebrou, tinha tentado trocar com 1600km e a nova não ficava no cog de 11 e de 13 


-------------
meu Strava: https://www.strava.com/athletes/4907071


Enviado por: Sigue
Data: 08 Abr 2021 as 09:20
não precisa trocar a corrente a cada 1000km e sim fazer o rodizio a cada 1000km

corrente dura 10 mil km de boa, desde que fazendo o rodizio e manutenção

Claro que depende muito do estilo de pedal de cada um, mas basicamente:

1 coroa, mil km no rodizio, 2 coroa 2 mil km e 3 coroas 3 mil km

Amigo meu com um slx 1x12 e com 1200 km, foi fazer o rodizio e ja nao aceitou a nova, ficou pulando nos cogs menores...casou com a corrente... 
 





Enviado por: dwsmartins
Data: 08 Abr 2021 as 09:27
Caraio! Eu já parti duas correntes, mas ambas eram SunRace 8v que nem haviam alongado ainda. Ambas soltaram a lateral numa subida, mas não quebraram o elo assim. Sou bem mais pesado, com 120kg+, e não fujo de subida.

Entendo que deveria ser trocado a corrente. Falhas nesse nível são bastante punks, não arriscaria usar duas emendas, não pela emenda, mas pelo fato de outros links poderem partir dessa forma, que tem um quê de fadiga do metal (não sou engenheiro de materiais, que fique claro).

-------------
Bora pedalar, senão estressa!


Enviado por: stefanob
Data: 08 Abr 2021 as 09:33
pra estrada fazendo rodízio dá pra ir além dos 6-8 mil km susse
e isso de casar o cassete é bem relativo tb, eu usei muito além uma KMC X10 até 8 mil km bem passado o desgaste indicado, coloquei uma nova e não tive problema algum com marcha pulando no cassete (original shimano tiagra 10v), o desgaste do cassete tava bem de boas mas isso com manutenções frequentes

pra mtb como tem muito mais poeira/lama envolvido, o desgaste é mais agressivo, claro

-------------
Road Tropix Madrid 2018
https://www.strava.com/athletes/14288255


Enviado por: Newone
Data: 08 Abr 2021 as 13:05
Originalmente Postado por Sigue Sigue Escreveu:

não precisa trocar a corrente a cada 1000km e sim fazer o rodizio a cada 1000km

corrente dura 10 mil km de boa, desde que fazendo o rodizio e manutenção

Claro que depende muito do estilo de pedal de cada um, mas basicamente:

1 coroa, mil km no rodizio, 2 coroa 2 mil km e 3 coroas 3 mil km

Amigo meu com um slx 1x12 e com 1200 km, foi fazer o rodizio e ja nao aceitou a nova, ficou pulando nos cogs menores...casou com a corrente... 
 




Corrente durando 10mil km? é feita de titânio?
Nunca um corrente durou mais de 1500km para mim (considerando a marca de 0,5 de desgaste). E olha que limpo e lubrifico com frequência. Tenho 5 correntes guardadas com 0,5 de desgaste, de marcas diversas (shimano, Taya, KMC, Sunrace) e a unica que aguenta 1500 km é a KMC.


Enviado por: Sigue
Data: 08 Abr 2021 as 13:13
Então, depende da força da perna do caboclo e estilo de pedalar

Amigo meu fez 20 mil km com 3 correntes, trocando a cada 2 mil km

tão bem desgastadas, mas não arrebentaram nenhuma vez




Enviado por: Degan
Data: 08 Abr 2021 as 13:23
P mim foi só azar, nao tem nada a ver com “excesso de forca” pq essas pecas sao testadas em condições bem acima do que conseguimos produzir.

Troca, segue o jogo...


Enviado por: Fabio
Data: 08 Abr 2021 as 13:24
Originalmente Postado por Zaka Zaka Escreveu:

Usei uma corrente NX no grupo GX por 2500Km exatos. Troquei ela quando estava chegando no limite de desgaste.

Antes disso usei uma GX pela mesma quilometragem, sem problemas. Jamais vou trocar uma corrente com 1000Km, isso seria um absurdo, não tenho dinheiro pra fazer isso a cada mês e meio, que é a minha média

Limpeza semanal, às vezes seca, as vezes com removedor e água, lubrificação com cera após a limpeza; sempre cuidei bem das minhas relações (pelo menos as da bicicleta). Meu peso atual está em 73Kg, mas há exatos 12 meses eu estava com 88, mas meu medidor de potência indica que hoje eu faço muito mais força do que no passado (em média não passava de 170 e hoje não baixo de 230 - mas não tenho força para os picos de 1000W como os prós).

Diria ser um caso fortuito, uma falta de sorte, uma troca de marcha no momento que não deveria ocorrer, algo do gênero.

Compre outra da mesma marca (se optar pela GX ela tem a vantagem de não oxidar) e seja feliz. Não faça gambiarra com corrente alienígena nesse grupo.


Já acho absurdo 2.500km do ponto de vista financeiro.

Uma coisa que comecei a pensar depois que destruí totalmente um sistema 2x10 foi seguinte:

Corrente vai desgastando o local onde as placas internas rolam sobre o pino fixo nas placas externas. Se uma coroa ou muitos pinhões forem em alumínio, eu acho que o desgaste desses acelera o desgaste da corrente, pois a corrente não ficará tão bem encaixada nos dentes. Talvez uma coroa em aço faça uma corrente durar mais com prejuízo de uns insignificantes 80g a mais. Hoje, acho que melhor custo/benefício seria um 2x9 com coroas 36/22 em aço e cassete 11-36 todo em aço. Eu usaria um sistema desses sem trocar corrente até tudo ir pro espaço, pois o preço de se ficar trocando corrente para fazer as coroas e cassete durar um pouco a mais não faria sentido. Óbvio que falo isso com preços de corrente Shimano original e não essas correntes suspeitas que tem por aí. Já no 1x12, acho que um sistema com coroa e cassete Deore são matadores em questão de custo e também de durabilidade.


Meu Eagle está com 0,25 e 6.000km, sendo que uma corrente nova do Eagle mede os mesmos 0,25 na ferramenta. 





Enviado por: Busa
Data: 08 Abr 2021 as 13:33
Originalmente Postado por Fabio Fabio Escreveu:

Originalmente Postado por Zaka Zaka Escreveu:

Usei uma corrente NX no grupo GX por 2500Km exatos. Troquei ela quando estava chegando no limite de desgaste.

Antes disso usei uma GX pela mesma quilometragem, sem problemas. Jamais vou trocar uma corrente com 1000Km, isso seria um absurdo, não tenho dinheiro pra fazer isso a cada mês e meio, que é a minha média

Limpeza semanal, às vezes seca, as vezes com removedor e água, lubrificação com cera após a limpeza; sempre cuidei bem das minhas relações (pelo menos as da bicicleta). Meu peso atual está em 73Kg, mas há exatos 12 meses eu estava com 88, mas meu medidor de potência indica que hoje eu faço muito mais força do que no passado (em média não passava de 170 e hoje não baixo de 230 - mas não tenho força para os picos de 1000W como os prós).

Diria ser um caso fortuito, uma falta de sorte, uma troca de marcha no momento que não deveria ocorrer, algo do gênero.

Compre outra da mesma marca (se optar pela GX ela tem a vantagem de não oxidar) e seja feliz. Não faça gambiarra com corrente alienígena nesse grupo.


Já acho absurdo 2.500km do ponto de vista financeiro.

Uma coisa que comecei a pensar depois que destruí totalmente um sistema 2x10 foi seguinte:

Corrente vai desgastando o local onde as placas internas rolam sobre o pino fixo nas placas externas. Se uma coroa ou muitos pinhões forem em alumínio, eu acho que o desgaste desses acelera o desgaste da corrente, pois a corrente não ficará tão bem encaixada nos dentes. Talvez uma coroa em aço faça uma corrente durar mais com prejuízo de uns insignificantes 80g a mais. Hoje, acho que melhor custo/benefício seria um 2x9 com coroas 36/22 em aço e cassete 11-36 todo em aço. Eu usaria um sistema desses sem trocar corrente até tudo ir pro espaço, pois o preço de se ficar trocando corrente para fazer as coroas e cassete durar um pouco a mais não faria sentido. Óbvio que falo isso com preços de corrente Shimano original e não essas correntes suspeitas que tem por aí. Já no 1x12, acho que um sistema com coroa e cassete Deore são matadores em questão de custo e também de durabilidade.


Meu Eagle está com 0,25 e 6.000km, sendo que uma corrente nova do Eagle mede os mesmos 0,25 na ferramenta. 
Isso sem rodízio? E qual Eagle?


Enviado por: Fabio
Data: 08 Abr 2021 as 13:35
X01. Comprei logo que lançaram. Até me arrependi depois por causa da falha do cage.


Enviado por: Busa
Data: 08 Abr 2021 as 13:49
Originalmente Postado por Fabio Fabio Escreveu:

X01. Comprei logo que lançaram. Até me arrependi depois por causa da falha do cage.
Eu tô com o GX (cambio com roldana nova, trocador e correntes) mas cassete NX. Tá com uns 7500 km, trocando correntes a cada 15 dias (300 km, as vezes menos). Sempre ouvi que as X01 e XX1 tem durabilidade absurdamente maior (cassete e corrente), mas to pensando em na próxima troca (de corrente e cassete) manter o GX mas não fazer mais rodizio.



Enviado por: ThiagoZnL
Data: 08 Abr 2021 as 13:49
Originalmente Postado por Newone Newone Escreveu:

Originalmente Postado por Sigue Sigue Escreveu:

não precisa trocar a corrente a cada 1000km e sim fazer o rodizio a cada 1000km

corrente dura 10 mil km de boa, desde que fazendo o rodizio e manutenção

Claro que depende muito do estilo de pedal de cada um, mas basicamente:

1 coroa, mil km no rodizio, 2 coroa 2 mil km e 3 coroas 3 mil km

Amigo meu com um slx 1x12 e com 1200 km, foi fazer o rodizio e ja nao aceitou a nova, ficou pulando nos cogs menores...casou com a corrente... 
 




Corrente durando 10mil km? é feita de titânio?
Nunca um corrente durou mais de 1500km para mim (considerando a marca de 0,5 de desgaste). E olha que limpo e lubrifico com frequência. Tenho 5 correntes guardadas com 0,5 de desgaste, de marcas diversas (shimano, Taya, KMC, Sunrace) e a unica que aguenta 1500 km é a KMC.

Que rico LOL

Você lava com algum produto específico?

Estou com 3 correntes shimano m7000, faço rodízio a cada 1000km em média. Já esta com quase 7 mil km o kit e nenhum pulo. 


Enviado por: Joao Angú
Data: 08 Abr 2021 as 14:02
Só para contribuir, dias atrás, encontrei um elo de corrente aqui com uma trinca, na ocasião eu estava limpando para aplicar a cera e vi e acabei checando mais de perto e tive que efetuar a remoção do mesmo e coloquei outro no lugar , mas minha relação é deore 3x9 porém a corrente que estava usando é falsa, foi a primeira vez que ocorreu esse tipo de problema comigo, mas se eu não tivesse visto isso e deixasse passar, nem quero imaginar essa corrente quebrando comigo a uns 40 km distante daqui de casa ...


Enviado por: Seddeex
Data: 08 Abr 2021 as 14:17
Entao, aconteceu o mesmo com a minha gx que estava em boas condiçoes... apos ela ter rompido eu utilizei outro power link e apos uns 100km arrebentou novamente, logo percebi que aquela corrente ja era e estava necessitando a troca... realmente n é algo normal mais acontece


Enviado por: Fabio
Data: 08 Abr 2021 as 15:59
Originalmente Postado por Busa Busa Escreveu:

Originalmente Postado por Fabio Fabio Escreveu:

X01. Comprei logo que lançaram. Até me arrependi depois por causa da falha do cage.
Eu tô com o GX (cambio com roldana nova, trocador e correntes) mas cassete NX. Tá com uns 7500 km, trocando correntes a cada 15 dias (300 km, as vezes menos). Sempre ouvi que as X01 e XX1 tem durabilidade absurdamente maior (cassete e corrente), mas to pensando em na próxima troca (de corrente e cassete) manter o GX mas não fazer mais rodizio.


Eu também testaria assim só com a GX sem ficar trocando.

Sua coroa é de aço?

Eu usava de alumínio XX1, mas depois mudei para boost e coloquei uma de aço mesmo. Mas original Sram também. 

Foi uns 5200km com a de alumínio e uns 800km com a de aço. E teve situações que já andei com muita lama e chuva e que depois que parou a chuva a corrente até rangia de seca, pois só usava Squirt. Mas, em contrapartida, a relação não tinha sujeira.




Enviado por: gm1987
Data: 08 Abr 2021 as 16:02
Originalmente Postado por Degan Degan Escreveu:

P mim foi só azar, nao tem nada a ver com “excesso de forca” pq essas pecas sao testadas em condições bem acima do que conseguimos produzir.

Troca, segue o jogo...

Já viu aquele vídeo do teste do Sprinter de pista X Magrelo do tour?

Então, eles fazem 30s na ergométrica... O pista (o cara era monstro, tipo uns 90kg de pura massa) gerou coisa de 800W e o magrelo (60kg) 400w.

Depois foram pra rua com as bikes. O primeiro teste era os dois saindo na 53x11... Pois bem, o monstrinho partiu a corrente quando subiu em pé pra dar a largada...

Tenha em mente, componentes de performance priorizam principalmente o peso. "TODAS AS SITUAÇÕES PREVISTAS" não entram nessa equação!




Enviado por: Kamikaze_Zero
Data: 08 Abr 2021 as 16:02
É complicado isso.
As vezes a gente pega lotes defeituosos ou vendedor de má fé mesmo vendendo corrente falsificada.
Eu NUNCA tinha quebrado corrente, inclusive até umas que rodaram mais do que limite de folga/desgaste

Porém uma vez comprei de um certo vendedor no ML e, não apenas uma, mas AS DUAS estouraram (sempre compro duas pra usar uma e deixar a outra de reserva)
Troquei de vendedor, já rodei pelo menos o triplo do que tinha rodado com as que estouraram usando a mesma configuração de câmbios, pedivela e k7 e nada aconteceu.


Enviado por: gm1987
Data: 08 Abr 2021 as 16:08
Originalmente Postado por Fabio Fabio Escreveu:

Originalmente Postado por Zaka Zaka Escreveu:

Usei uma corrente NX no grupo GX por 2500Km exatos. Troquei ela quando estava chegando no limite de desgaste.

Antes disso usei uma GX pela mesma quilometragem, sem problemas. Jamais vou trocar uma corrente com 1000Km, isso seria um absurdo, não tenho dinheiro pra fazer isso a cada mês e meio, que é a minha média

Limpeza semanal, às vezes seca, as vezes com removedor e água, lubrificação com cera após a limpeza; sempre cuidei bem das minhas relações (pelo menos as da bicicleta). Meu peso atual está em 73Kg, mas há exatos 12 meses eu estava com 88, mas meu medidor de potência indica que hoje eu faço muito mais força do que no passado (em média não passava de 170 e hoje não baixo de 230 - mas não tenho força para os picos de 1000W como os prós).

Diria ser um caso fortuito, uma falta de sorte, uma troca de marcha no momento que não deveria ocorrer, algo do gênero.

Compre outra da mesma marca (se optar pela GX ela tem a vantagem de não oxidar) e seja feliz. Não faça gambiarra com corrente alienígena nesse grupo.


Já acho absurdo 2.500km do ponto de vista financeiro.

Uma coisa que comecei a pensar depois que destruí totalmente um sistema 2x10 foi seguinte:

Corrente vai desgastando o local onde as placas internas rolam sobre o pino fixo nas placas externas. Se uma coroa ou muitos pinhões forem em alumínio, eu acho que o desgaste desses acelera o desgaste da corrente, pois a corrente não ficará tão bem encaixada nos dentes. Talvez uma coroa em aço faça uma corrente durar mais com prejuízo de uns insignificantes 80g a mais. Hoje, acho que melhor custo/benefício seria um 2x9 com coroas 36/22 em aço e cassete 11-36 todo em aço. Eu usaria um sistema desses sem trocar corrente até tudo ir pro espaço, pois o preço de se ficar trocando corrente para fazer as coroas e cassete durar um pouco a mais não faria sentido. Óbvio que falo isso com preços de corrente Shimano original e não essas correntes suspeitas que tem por aí. Já no 1x12, acho que um sistema com coroa e cassete Deore são matadores em questão de custo e também de durabilidade.


Meu Eagle está com 0,25 e 6.000km, sendo que uma corrente nova do Eagle mede os mesmos 0,25 na ferramenta. 




2 considerações:

Em projetos de rodas dentadas, sempre priorizamos número de dentes ímpar. Isso pq assim vai sempre alternando o dente que encaixa no mesmo elo. Isso dobra a vida da corrente/roda dentada.

Relações com número par (COG 50) o dente sempre pega os mesmos elos da corrente em cada revolução, isso acelera o desgaste. 

Segundo, quanto as coroas de alumínio, sua suposição é válida quando elas já estão num desgaste maior, tipo a segunda ou terceira corrente da relação. A coroa e cogs maiores, por ter mais dentes, gastam mais devagar que os COG menores de 11 ou 10 dentes. Ou seja, para um K7 gastar o 50, o 11 já deve estar moído, a menos que o ciclista use em demasia o cog 50 e muito pouco o 11.


Enviado por: gm1987
Data: 08 Abr 2021 as 16:12
Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:


Esse tipo de ruptura da foto é típico de excesso de tensão (força aplicada acima do limite) ou de falha por fadiga (essa ocorreria devido a vida útil, ou seja, muita quilometragem rodada).

A fadiga pode começar também através de um processo de corrosão... Aquele famoso limão para desengraxar a relação... 


Enviado por: Fabio
Data: 08 Abr 2021 as 16:22
Originalmente Postado por gm1987 gm1987 Escreveu:

Originalmente Postado por Fabio Fabio Escreveu:

Originalmente Postado por Zaka Zaka Escreveu:

Usei uma corrente NX no grupo GX por 2500Km exatos. Troquei ela quando estava chegando no limite de desgaste.

Antes disso usei uma GX pela mesma quilometragem, sem problemas. Jamais vou trocar uma corrente com 1000Km, isso seria um absurdo, não tenho dinheiro pra fazer isso a cada mês e meio, que é a minha média

Limpeza semanal, às vezes seca, as vezes com removedor e água, lubrificação com cera após a limpeza; sempre cuidei bem das minhas relações (pelo menos as da bicicleta). Meu peso atual está em 73Kg, mas há exatos 12 meses eu estava com 88, mas meu medidor de potência indica que hoje eu faço muito mais força do que no passado (em média não passava de 170 e hoje não baixo de 230 - mas não tenho força para os picos de 1000W como os prós).

Diria ser um caso fortuito, uma falta de sorte, uma troca de marcha no momento que não deveria ocorrer, algo do gênero.

Compre outra da mesma marca (se optar pela GX ela tem a vantagem de não oxidar) e seja feliz. Não faça gambiarra com corrente alienígena nesse grupo.


Já acho absurdo 2.500km do ponto de vista financeiro.

Uma coisa que comecei a pensar depois que destruí totalmente um sistema 2x10 foi seguinte:

Corrente vai desgastando o local onde as placas internas rolam sobre o pino fixo nas placas externas. Se uma coroa ou muitos pinhões forem em alumínio, eu acho que o desgaste desses acelera o desgaste da corrente, pois a corrente não ficará tão bem encaixada nos dentes. Talvez uma coroa em aço faça uma corrente durar mais com prejuízo de uns insignificantes 80g a mais. Hoje, acho que melhor custo/benefício seria um 2x9 com coroas 36/22 em aço e cassete 11-36 todo em aço. Eu usaria um sistema desses sem trocar corrente até tudo ir pro espaço, pois o preço de se ficar trocando corrente para fazer as coroas e cassete durar um pouco a mais não faria sentido. Óbvio que falo isso com preços de corrente Shimano original e não essas correntes suspeitas que tem por aí. Já no 1x12, acho que um sistema com coroa e cassete Deore são matadores em questão de custo e também de durabilidade.


Meu Eagle está com 0,25 e 6.000km, sendo que uma corrente nova do Eagle mede os mesmos 0,25 na ferramenta. 




2 considerações:

Em projetos de rodas dentadas, sempre priorizamos número de dentes ímpar. Isso pq assim vai sempre alternando o dente que encaixa no mesmo elo. Isso dobra a vida da corrente/roda dentada.

Relações com número par (COG 50) o dente sempre pega os mesmos elos da corrente em cada revolução, isso acelera o desgaste. 

Segundo, quanto as coroas de alumínio, sua suposição é válida quando elas já estão num desgaste maior, tipo a segunda ou terceira corrente da relação. A coroa e cogs maiores, por ter mais dentes, gastam mais devagar que os COG menores de 11 ou 10 dentes. Ou seja, para um K7 gastar o 50, o 11 já deve estar moído, a menos que o ciclista use em demasia o cog 50 e muito pouco o 11.


Isso de número de dentes ímpares faria sentido se o sistema fosse single speed. Num sistema onde se muda de marcha toda hora cai por terra a ideia por trás disso.

Poderia funcionar nas coroas em 1x, mas em 1x NW sempre a coroa vai ter número par de dentes.

Quando lançaram 1x11 com 10x42, cara que anda comigo foi o 1º no Brasil que teve numa Scalpel. sofria igual um condenado nas subidas. Vacilou e já estava no 42 atrás. Lembrando que mesmo tendo mais dentes atrás, nessas marchas se passa mais tempo, pois a média é mais lenta nas subidas. Resultado: 42 dele desapareceu enquanto o cassete ainda estava novo. Sorte que na época já tinha começado a aparecer o cog 42 de reposição da One Components, que, se não me engano, foi o 1º produto deles. Era um verde. Aliás, quando lançaram o XX1 a Sram divulgou que o cog 42 seria substituível, depois no lançamento nunca lançaram o tal cog 42 para venda.

Eu não acredito em estourar corrente por torque. Devia ter um defeito ferrado na corrente. Um cara forte de 90kg consegue produzir 3x seu peso em força. 270 kg. Num pedivela de 170mm dá 1588. Com coroa 52 tem raio de 105mm. Torque voltaria para 166kg. Se uma corrente não suportar 166kg, fabricante que se mate. Até linha multifilamento de pesca deve suportar isso. kkkk


Enviado por: Fabio
Data: 08 Abr 2021 as 16:23
Originalmente Postado por gm1987 gm1987 Escreveu:

Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:


Esse tipo de ruptura da foto é típico de excesso de tensão (força aplicada acima do limite) ou de falha por fadiga (essa ocorreria devido a vida útil, ou seja, muita quilometragem rodada).

A fadiga pode começar também através de um processo de corrosão... Aquele famoso limão para desengraxar a relação... 


Pode ser tudo, menos excesso de força do ciclista. 

Numa nova sem defeitos de fabricação, nunca. 


Enviado por: gm1987
Data: 08 Abr 2021 as 18:01
Originalmente Postado por Fabio Fabio Escreveu:


Isso de número de dentes ímpares faria sentido se o sistema fosse single speed. Num sistema onde se muda de marcha toda hora cai por terra a ideia por trás disso.

Poderia funcionar nas coroas em 1x, mas em 1x NW sempre a coroa vai ter número par de dentes.

Quando lançaram 1x11 com 10x42, cara que anda comigo foi o 1º no Brasil que teve numa Scalpel. sofria igual um condenado nas subidas. Vacilou e já estava no 42 atrás. Lembrando que mesmo tendo mais dentes atrás, nessas marchas se passa mais tempo, pois a média é mais lenta nas subidas. Resultado: 42 dele desapareceu enquanto o cassete ainda estava novo. Sorte que na época já tinha começado a aparecer o cog 42 de reposição da One Components, que, se não me engano, foi o 1º produto deles. Era um verde. Aliás, quando lançaram o XX1 a Sram divulgou que o cog 42 seria substituível, depois no lançamento nunca lançaram o tal cog 42 para venda.

Eu não acredito em estourar corrente por torque. Devia ter um defeito ferrado na corrente. Um cara forte de 90kg consegue produzir 3x seu peso em força. 270 kg. Num pedivela de 170mm dá 1588. Com coroa 52 tem raio de 105mm. Torque voltaria para 166kg. Se uma corrente não suportar 166kg, fabricante que se mate. Até linha multifilamento de pesca deve suportar isso. kkkk

Vamos lá: Torque = Força x Distância

Torque = 270kg * 0,170m = 45,9 kg.m (lembre-se, um motor de carro 1.0 gera 12kg.m)

Força = Torque / Distãncia

Força = 45,9/0,105m = 437 kg de força na corrente.

Agora vamos considerar a seção do elo: Digamos que tenha 1mm de espessura por 5 de altura

Tensão = Força / Área = 437 * 9,8065 / (2elos *5mm2)
Tensão = 428 mPa (mega pascal)

Agora vamos lá: Um aço comum ao carbono, a tensão de ruptura é de 250 mPa! Elos de corrente costumam ser feitos de aço liga temperados. Eu imagino 600mPa de tensão de ruptura.

PORÉM, entrando na cachaça da mecânica de sólidos... Numa chapa plana com tensão normal e um furo, a concentração de tensão é de 3X no quadrante do furo. Ou seja, aqueles 428mPa viram 1284mPa. É uma porrada! Poucos ciclos nessa tensão são suficientes para nuclear e expandir uma trinca.

Eu acredito que 270 kg esteja majorado... Mas mesmo assim ainda tem muito excesso de tensão nesse estudo de caso.

Pode parecer absurdo, mas é um fato. Temos força para romper uma corrente. Vou achar o vídeo desta situação...




Enviado por: gm1987
Data: 08 Abr 2021 as 18:09
https://www.youtube.com/watch?v=PCLvqN9kwuo%20" rel="nofollow - https://www.youtube.com/watch?v=PCLvqN9kwuo

Aos incrédulos, assistir aos 10:20...


Enviado por: Fabio
Data: 08 Abr 2021 as 18:42
Daqui a pouco vou ver o vídeo. Mas eu mesmo já quebrei 3. Cada uma numa situação diferente de força, mas jamais coloquei a força como culpada da situação e sim a qualidade e idade da corrente.

Conta acima quando eu falo em 270kg de força, são 270 aplicadas diretamente no pedal. Seria o cara de 90 kg em pé, puxando o guidão e forçando para baixo. 3x o peso do cara. Por isso em kgfm daria mais. Seria 270 / 0,17.

É que não tem como fazee um teste bobo, tipo tentar levantar um peso preso na corrente. Kkk


Enviado por: Fabio
Data: 08 Abr 2021 as 18:45
Vi agora. Parece que quebrou mesmo. Não foi desencaixe do pino.


Enviado por: gm1987
Data: 08 Abr 2021 as 19:37
Originalmente Postado por Fabio Fabio Escreveu:

Daqui a pouco vou ver o vídeo. Mas eu mesmo já quebrei 3. Cada uma numa situação diferente de força, mas jamais coloquei a força como culpada da situação e sim a qualidade e idade da corrente.

Conta acima quando eu falo em 270kg de força, são 270 aplicadas diretamente no pedal. Seria o cara de 90 kg em pé, puxando o guidão e forçando para baixo. 3x o peso do cara. Por isso em kgfm daria mais. Seria 270 / 0,17.

É que não tem como fazee um teste bobo, tipo tentar levantar um peso preso na corrente. Kkk

Siiiiiimmm, sem dúvidas. Tirando da embalagem, não vai quebrar na primeira puxada... O excesso de força é o que se soma ao desgaste/qualidade da corrente para completar o rompimento. O que comento é mais no sentido de deixar o alerta a estas situações, de subir um "topzinho" na marcha pesada e com muita força... Isso vai nucleando trincas que acabam por diminuir a vida da corrente (e do resto da bike como um todo). 




Enviado por: Degan
Data: 08 Abr 2021 as 22:34
A corrente shimano 105 ta com quase 9 mil e nao chegou na metade.
Tudo bem que ando subindo bem pouco, mas mesmo assim.


Do video do ciclista denpisga q quebrou a corrente eu nao vi, mas nao acredito q foi pela forca pq 800w é que o pessoal q disputa provas de circuito produz numa retomada.
Ontem tava assiatindo um video de uma corrida de arrancada em subida. Os caras botam 1000w de media por 1:15... fazendo forca em pe.



Enviado por: IDatti
Data: 08 Abr 2021 as 23:34
você deve estar falando do teste de Wingate, um teste de esforço máximo do tipo All-Out, que  é muito difícil manter o esforço pelos 30 seg. Esses 800W devem ser a média, a potência de pico de um ciclista bom de velódromo com 90Kg passa fácil de 1500W. Tem cara com quase 60 anos que coloca essa potência (1500W). O Contador magrelo colocava 470W de FTP (ou seja provavelmente esses seus números estão errados)
Os caras old-school usavam a corrente até depenar tudo e depois invertiam os elos para gastar do outro lado (beleza que eram correntes para 5 ou 6 velocidades).
Eu já quebrei shimano ultegra 10V no primeiro uso (provavelmente com menos de 800W de potência de pico). Apesar das contas (gostei da parte da engenharia) acho bem mais fácil ter quebrado a corrente por alguma falha do material do que força do colega ou desgaste acentuado.


Vi o vídeo:
potência máx do sprinter quase 2300W
Pot média de 30s quse 900W


Enviado por: GabrielSL329
Data: 09 Abr 2021 as 07:24
Fui a vítima da vez..... LOLLOLLOL

Corrente xing-ling (era o que tinha de momento out-20 - nem shimano, nem KMC, nem SRAM tinha por causa da pandemia).

Abriu o pino de um elo, como não tinha junto a chave extratora de corrente, não pude colocar o missing link, voltei de resgate pra casa.....

Não tenho confiança nessa corrente mais! estava com menos de 500 km! lubrificação em dia, falha de material/montagem mesmo! 

Hoje vai uma KMC X9 zerada pra bike que tenho em estoque pessoal


-------------
Gabriel Pires
MTB: Soul SL329 T21 stock
Speed: Caloi Strada Sora16v


Enviado por: Maquarte
Data: 09 Abr 2021 as 08:44
Valeu galera!!!
Obrigado pelas considerações.
Como moro e pedalo perto do mar, seria interessante usar a GX, pela proteção extra contra corrosão?
Como anda o mercado em termos de falsificação desse item?


-------------
SPZ ROCKHOPPER PRO 2019 - RELAÇÃO NX + FREIO M6000


Enviado por: gm1987
Data: 09 Abr 2021 as 09:24
Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

Valeu galera!!!
Obrigado pelas considerações.
Como moro e pedalo perto do mar, seria interessante usar a GX, pela proteção extra contra corrosão?
Como anda o mercado em termos de falsificação desse item?

Sim, a corrosão é um fator crucial na resistência a fadiga. Morar em faixa litorânea é meio que obrigatório ter proteção extra contra a corrosão.

Falsificação de correntes SRAM vejo pouco, agora KMC... É a que mais tem!!!


Enviado por: gm1987
Data: 09 Abr 2021 as 09:25
Originalmente Postado por Degan Degan Escreveu:

A corrente shimano 105 ta com quase 9 mil e nao chegou na metade.
Tudo bem que ando subindo bem pouco, mas mesmo assim.


Do video do ciclista denpisga q quebrou a corrente eu nao vi, mas nao acredito q foi pela forca pq 800w é que o pessoal q disputa provas de circuito produz numa retomada.
Ontem tava assiatindo um video de uma corrida de arrancada em subida. Os caras botam 1000w de media por 1:15... fazendo forca em pe.


Não é atoa que ciclismo de pista é single speed... Correntes 12v magrelinhas não aguentariam a pancada TongueTongueTongueTongueTongueTongueTongue


Enviado por: Zaka
Data: 09 Abr 2021 as 10:05
Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

Valeu galera!!!
Obrigado pelas considerações.
Como moro e pedalo perto do mar, seria interessante usar a GX, pela proteção extra contra corrosão?
Como anda o mercado em termos de falsificação desse item?


Se deixar uma NX molhada, vai criar corrosão. A GX tem uma proteção melhor e não apresenta esse problema.

EDIT: no Ali você encontra GX pelo preço da NX no Brasil (eu não gosto de comprar lá, mas é uma opção).


-------------
Non est ad magna facilis ascensus.


Enviado por: oliverXs
Data: 09 Abr 2021 as 10:15
Comprei meu kit Sram Eagle X01 logo na época da atualização da roldana. Como sabia que era absurdamente mais caro que a minha relação anterior (2x10), resolvi comprar 3 correntes para fazer o rodízio.
Comprei também um medidor de correntes mais profissional.
Minha meta na época era fazer 15.000km com esta relação.
Resultado: hoje meu cassete está com 16.000km. Alternei as correntes não por quilometragem mas sim por desgaste, mantendo as 3 correntes sempre com o mesmo desgaste (afinal em épocas de chuva o desgaste da corrente é bem maior e em menos tempo do que em épocas de seca). As 3 correntes estão com menos de 0.5.
Troquei minha coroa com 8.000km e agora já quero testar colocando a primeira coroa de volta, pois aumentei a meta para usar 20.000km. E estou confiante que vai dar certo.
As roldanas troquei com 9.000km.
Creio que foi uma decisão certeira, levando em conta os preços absurdos do kit eagle X01.


Enviado por: oliverXs
Data: 09 Abr 2021 as 10:22
o cometário acima era para o parceiro que tb optou por comprar o X01... ficou meio perdido aqui Big smileBig smileBig smileBig smile


Enviado por: Fabio
Data: 09 Abr 2021 as 10:49
Originalmente Postado por gm1987 gm1987 Escreveu:

Originalmente Postado por Degan Degan Escreveu:

A corrente shimano 105 ta com quase 9 mil e nao chegou na metade.
Tudo bem que ando subindo bem pouco, mas mesmo assim.


Do video do ciclista denpisga q quebrou a corrente eu nao vi, mas nao acredito q foi pela forca pq 800w é que o pessoal q disputa provas de circuito produz numa retomada.
Ontem tava assiatindo um video de uma corrida de arrancada em subida. Os caras botam 1000w de media por 1:15... fazendo forca em pe.


Não é atoa que ciclismo de pista é single speed... Correntes 12v magrelinhas não aguentariam a pancada TongueTongueTongueTongueTongueTongueTongue

Mas já vi teste de potência que os caras do BMX eram os mais fortes.

Tanto que bike BMX de corrida usa coroa e pinhão grande em comparação com as BMX de crianças e de freestyle que usam coroas bem pequenas, pinhões de 9 ou 8 e, as vezes, corrente half. Mas se ver o Shimano DXR, acho que ele usa uma corrente de 9V se não me engano. Ou 8. Não lembro.


Enviado por: jh1991
Data: 09 Abr 2021 as 10:59
Originalmente Postado por black_ovelha black_ovelha Escreveu:

Originalmente Postado por Sigue Sigue Escreveu:

Pelo que vejo de colegas, essas 12v aguentam só uns 1000 km para fazer rodizio, passando disso, a corrente "casa" com a relação e não aceita mais corrente nova, pois vai ficar pulando...



Putz, confere isso Arnaldo?

Tinha animado pra pegar uma bike com 12v mas isso é desanimador. 1.000km é muito pouco, principalmente considerando que vai meio que "condenar" o sistema pois não vai mais aceitar corrente nova....

primeira vez que vejo isso em 12v, tem colegas nossos aqui que usa corrente por 3/4 mil km

Nem 11V uso por tão pouco tempo


-------------
Se inscrevam no youtube.
https://www.youtube.com/c/bikeestilo?sub_confirmation=1


Enviado por: Maquarte
Data: 09 Abr 2021 as 11:00
Sobre rodizio de correntes, qual a finalidade?

-------------
SPZ ROCKHOPPER PRO 2019 - RELAÇÃO NX + FREIO M6000


Enviado por: Zaka
Data: 09 Abr 2021 as 11:11
Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

Sobre rodizio de correntes, qual a finalidade?


Preservar o cassete. Isso se justifica quando um cassete custa lá seus 2 mil reais ou mais.


-------------
Non est ad magna facilis ascensus.


Enviado por: paulohn
Data: 09 Abr 2021 as 11:32
Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

Sobre rodizio de correntes, qual a finalidade?

Como a corrente vai alongando ao longo do tempo o cassete e as coroas acabam sendo desgastados pois precisam se 'acomodar' ao novo tamanho da corrente.

Pode acontecer de, ao colocar uma corrente nova, os demais componentes da relação estejam desgastados a ponto da corrente nova não funcionar direito no sistema e ser necessária a troca de cassete e coroas.

Fazendo o rodízio de corrente, você vai 'casando' duas (ou mais) correntes com os componentes restantes da relação. Isso aumenta a vida útil do cassete e coroas.


Enviado por: Maquarte
Data: 09 Abr 2021 as 11:38
Compreendido, obrigado.
Vou levar ao meu mecânico que tem bastante experiência para uma avaliação geral da relação. 


-------------
SPZ ROCKHOPPER PRO 2019 - RELAÇÃO NX + FREIO M6000


Enviado por: FelipeV
Data: 12 Abr 2021 as 08:43
Originalmente Postado por Zaka Zaka Escreveu:

Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

Sobre rodizio de correntes, qual a finalidade?


Preservar o cassete. Isso se justifica quando um cassete custa lá seus 2 mil reais ou mais.


Isso, não perca tempo em rodizio com NX/GX.

No seu caso o mais economico era pegar uma corrente X01, que esta no lado duro e longevidade.

Qndo ela acabar o cassete acabou tbem, troque ela e o cassete quase no mesmo custo apenas do cassete GX.


Enviado por: Fabio
Data: 12 Abr 2021 as 09:38
Originalmente Postado por FelipeV FelipeV Escreveu:

Originalmente Postado por Zaka Zaka Escreveu:

Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

Sobre rodizio de correntes, qual a finalidade?


Preservar o cassete. Isso se justifica quando um cassete custa lá seus 2 mil reais ou mais.


Isso, não perca tempo em rodizio com NX/GX.

No seu caso o mais economico era pegar uma corrente X01, que esta no lado duro e longevidade.

Qndo ela acabar o cassete acabou tbem, troque ela e o cassete quase no mesmo custo apenas do cassete GX.

E ainda não tem trabalho. LOL


Enviado por: Busa
Data: 12 Abr 2021 as 09:59
Originalmente Postado por FelipeV FelipeV Escreveu:

Originalmente Postado por Zaka Zaka Escreveu:

Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

Sobre rodizio de correntes, qual a finalidade?


Preservar o cassete. Isso se justifica quando um cassete custa lá seus 2 mil reais ou mais.


Isso, não perca tempo em rodizio com NX/GX.

No seu caso o mais economico era pegar uma corrente X01, que esta no lado duro e longevidade.

Qndo ela acabar o cassete acabou tbem, troque ela e o cassete quase no mesmo custo apenas do cassete GX.
Deixa eu ver se entendi:
Comprar um cassete GX, uma corrente X01 e usar tudo até moer. Expectativa de quantos km, será que chega nos 10.000?



Enviado por: Zaka
Data: 12 Abr 2021 as 12:35


-------------
Non est ad magna facilis ascensus.


Enviado por: FelipeV
Data: 12 Abr 2021 as 14:43
Originalmente Postado por Busa Busa Escreveu:

Originalmente Postado por FelipeV FelipeV Escreveu:

Originalmente Postado por Zaka Zaka Escreveu:

Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

Sobre rodizio de correntes, qual a finalidade?


Preservar o cassete. Isso se justifica quando um cassete custa lá seus 2 mil reais ou mais.


Isso, não perca tempo em rodizio com NX/GX.

No seu caso o mais economico era pegar uma corrente X01, que esta no lado duro e longevidade.

Qndo ela acabar o cassete acabou tbem, troque ela e o cassete quase no mesmo custo apenas do cassete GX.
Deixa eu ver se entendi:
Comprar um cassete GX, uma corrente X01 e usar tudo até moer. Expectativa de quantos km, será que chega nos 10.000?



Cassete NX e corrente X01, os dois juntos beira os 1600 a 2000, preço somente do cassete GX.

Cassete GX dependendo do ciclista pode ter a vida util menor que o NX pelo cog 50 de aluminio contra aço do NX.

Mas não deve chegar aos 10k, talvez sim.

Se a internet esta certa, e ela sempre esta, a corrente deve comer o cassete antes, por isso acho que não vai dar os 10k, mas ela vai durar o suficiente pra valer o gasto.

Metal do cassete NX/GX é mais fraco que o do X01/XX1.

Na verdade, as correntes X01/XX1 valem a pena em qquer combinação.

Mas isso "vareia" de acordo com ciclista, habitos de uso, manutenção, regulagem do cambio varios fatores, o ciclista que fez 1000km com 12v e ja pulou dente vai fazer 3000km com uma XX1 e vai pular dente tbem.


Enviado por: Maquarte
Data: 13 Abr 2021 as 07:31
Fiquei meio confuso aqui ...
Trocar corrente a cada km para preservar a relação ou botar uma corrente punk para fuder tudo junto.



-------------
SPZ ROCKHOPPER PRO 2019 - RELAÇÃO NX + FREIO M6000


Enviado por: FelipeV
Data: 13 Abr 2021 as 09:13
Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

Fiquei meio confuso aqui ...
Trocar corrente a cada km para preservar a relação ou botar uma corrente punk para fuder tudo junto.



Se vc comprar 2 correntes NX, vai custar quase o mesmo que a X01 e não vai fazer a mesma KM, alem dos trabalhos de manter a NX e não vale a pena pegar a GX que não oxida e fazer a mesma km da NX.






Enviado por: lc.esser
Data: 14 Abr 2021 as 08:51
Pessoal, somente quero enriquecer a discussão com alguns dados que possuo da minha Invictus, com 2 anos e 10035 km de uso. Usei muitos modelos de correntes, mas nada top, no máximo a do grupo GX que veio na bike. Claro que a durabilidade vai depender das condições de uso (lama, poeira, areia, trilha, estradão , etc). Meu uso é em provas (quando haviam), nesse caso pegava o que vinha pela frente. No dia a dia não costumo me enfiar no barro e em outros terrenos adversos, mais em estradas mesmo (algumas "terciárias", rsrsrs). Algum XCO também. Seguem infos:

1a - GX original: 2006 km
2a - NX: 1502 km (creio que essa durou menos pelas provas em condições adversas)
3a - GX: 2867 km
4a - Taya gold: 1215 km (lixo)
5a - NX: 2445 km

Sempre medindo e trocando antes de "zerar" a medição, porém sem rodízio algum. Cassete GX ainda firme  e forte com os ~10000 km.


Enviado por: Busa
Data: 14 Abr 2021 as 10:30
Muito bom ter este tipo de informação.
Seguindo o raciocinio exposto alguns posts acima, sobre a durabilidade versus o preço, TALVEZ uma corrente X01 tivesse durado o mesmo que as 3 primeiras, custando um pouco menos (do que as 3 primeiras, somadas).


Enviado por: Maquarte
Data: 14 Abr 2021 as 11:27
Então
Prestes a comprar a corrente vem duvidas bobas.
Minha coroa atual é 30 dentes.
Possivelmente a trocarei em um momento por uma 32.
Minha corrente atual tem 116 elos.
No mercado há correntes 116 e 126 elos. Correto?
Qual eu compro?


-------------
SPZ ROCKHOPPER PRO 2019 - RELAÇÃO NX + FREIO M6000


Enviado por: paulohn
Data: 14 Abr 2021 as 11:54
Originalmente Postado por Maquarte Maquarte Escreveu:

Então
Prestes a comprar a corrente vem duvidas bobas.
Minha coroa atual é 30 dentes.
Possivelmente a trocarei em um momento por uma 32.
Minha corrente atual tem 116 elos.
No mercado há correntes 116 e 126 elos. Correto?
Qual eu compro?

Eu acho que para 12V as correntes sempre vêm com 126 elos.

O ajuste é feito tirando elos da corrente para adequar à necessidade.


Enviado por: Seddeex
Data: 14 Abr 2021 as 14:30
que eu saiba as de 12v sao todas 126


Enviado por: Maquarte
Data: 16 Abr 2021 as 08:19
Então pessoal, dando continuidade ...
A corrente chegou, peguei a X01.
Alguma dica antes da instalação?


-------------
SPZ ROCKHOPPER PRO 2019 - RELAÇÃO NX + FREIO M6000


Enviado por: Nve
Data: 16 Abr 2021 as 10:28
Siga o manual de instruções que veio junto. Se não veio impresso vc acha no site da sram (na parte "service"). Faça as coisas com cuidado, preste atenção quando for enrolar a corrente na coroa/catraca pra ver se estão bem encaixados. Marque com uma caneta o elo onde vai quebrar, em vez de confiar na cabeça. Sugiro usar uma chave de corrente "dedicada" ao invés daquelas que vc leva no pedal (mais indicadas pra usar em emergência e têm qualidade mais baixa).


Enviado por: hurry-gurits
Data: 16 Abr 2021 as 10:46
Originalmente Postado por Nve Nve Escreveu:

Siga o manual de instruções que veio junto. Se não veio impresso vc acha no site da sram (na parte "service"). Faça as coisas com cuidado, preste atenção quando for enrolar a corrente na coroa/catraca pra ver se estão bem encaixados. Marque com uma caneta o elo onde vai quebrar, em vez de confiar na cabeça. Sugiro usar uma chave de corrente "dedicada" ao invés daquelas que vc leva no pedal (mais indicadas pra usar em emergência e têm qualidade mais baixa).


Acende um incenso para entrar no clima, põe um Barry white no som e curta o momento....kkkkk

É só uma corrente, mas se não está acostumado a mexer com a mecânica da bike, deixa na bicicletaria, e vai ver com que delicadeza o mecânico faz a troca...kkkk

-------------
scott single track 95 cromo
khs 204 full 2012 - R.I.P.
khs sixfifty 2500 - 2014
Mongoose XR PRO - 2016
GT Sanction Pro - 2015


Enviado por: gm1987
Data: 16 Abr 2021 as 19:03
Corrente é quebrar o elo que tá sobrando, fechar o power link e pau no gato!

Obviamente, uma limpeza caprichada em toda a relação, principalmente roldanas que acumulam muita sujeira. 

A corrente nova é bom dar uma lavada antes de montar, com desengraxante, até ficar perfeitamente limpa. Aplica a cera e deixa de um dia para outro, para a cera entrar bem no interior dos elos. NÃO ECONOMIZE nessa primeira lubrificação. 


Enviado por: euripedesroo
Data: 16 Abr 2021 as 19:22
Meu cassete e corrente NX originais de 2019 estão com 3000 e poucos kms e sem quase desgaste.


Enviado por: gm1987
Data: 18 Abr 2021 as 19:49
Originalmente Postado por euripedesroo euripedesroo Escreveu:

Meu cassete e corrente NX originais de 2019 estão com 3000 e poucos kms e sem quase desgaste.

Em qual ambiente? Trilhas com lama? Estradão? Só dentro de casa no rolo? 


Enviado por: Maquarte
Data: 19 Abr 2021 as 08:24
Originalmente Postado por gm1987 gm1987 Escreveu:

Corrente é quebrar o elo que tá sobrando, fechar o power link e pau no gato!

Obviamente, uma limpeza caprichada em toda a relação, principalmente roldanas que acumulam muita sujeira. 

A corrente nova é bom dar uma lavada antes de montar, com desengraxante, até ficar perfeitamente limpa. Aplica a cera e deixa de um dia para outro, para a cera entrar bem no interior dos elos. NÃO ECONOMIZE nessa primeira lubrificação. 

A limpeza na relação ja havia feito.
Valeu


-------------
SPZ ROCKHOPPER PRO 2019 - RELAÇÃO NX + FREIO M6000



Imprimir página | Fechar Janela

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06 - http://www.webwizforums.com
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd. - https://www.webwiz.co.uk