| PEDAL | HOME | ARTIGOS | BIKES | TESTES | COMUNIDADE | CLASSIFICADOS | FORUM | FOTOS | VIDEOS | NOTICIAS | TRILHAS | SERVICOS | CONTATO | + |
Fórum Início Fórum Início > Assuntos Gerais > Fórum Principal
  Tópicos recentes Tópicos recentes RSS Feed - Opinião: componentes mais "importantes" da bike
   [REGRAS]    Ajuda Ajuda  Procurar no fórum   Registrar Registrar  Entrar Entrar

Opinião: componentes mais "importantes" da bike

 Responder Responder
Autor
Mensagem
  Tópico Procurar Tópico Procurar  Opções do Tópico Opções do Tópico
newtonwagner Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 03 Jun 2016
Brasília-DF
Desconectado
Mensagens:71
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de newtonwagner Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Tópico: Opinião: componentes mais "importantes" da bike
    Enviado: 14 Ago 2018 as 18:19
Pessoal, é comum (e o meu caso), alguém comprar uma bike de entrada, ou intermediária, e depois cair no dilema de Trocar de Bike ou Fazer Upgrades.

Andei pesquisando bastante pra trocar a transmissão da bike, mas hoje me veio a dúvida: será que é o primeiro "componente" que devo trocar na bike?

Procurei um pouco e então cheguei neste artigo:
http://blog.bikeshopper.com.br/guia-de-compras/onde-devo-investir-na-minha-bike/

Queria saber a opinião de vocês se concordam com o autor, além de algumas dúvidas:

1. Será que existe tanta diferença entre um quadro de entrada da Specialized (rockhopper?) e um quadro de uma Gonew 6.3, por exemplo?

2. Trocar uma transmissão 3x8 (shimano Acera ou Altus, por exemplo) por uma 2x10 ou 1x10/11 (Deore ou SLX) não vai afetar o desempenho mais do que trocar quadro ou rodas?
Voltar para o topo
RuanRAC Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 06 Mai 2014
Natal/RN
Desconectado
Mensagens:1693
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de RuanRAC Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 14 Ago 2018 as 19:23
bike é conjunto, não adianta muito upgrades pontuais pois o resto vira gargalo.
Voltar para o topo
azazel66 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 30 Mar 2016
Belo Horizonte
Desconectado
Mensagens:468
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de azazel66 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 14 Ago 2018 as 21:59
Concordo com o RuanRAC... Bike é equilíbrio entre os componentes, quadro e o ciclista...

Entretanto acho que pra começar, o ideal é um quadro bom... e que permita de forma conveniente os upgrades... veja bem... não adianta ter uma fusca, e colocar um motor de Ferrari... assim como se me derem a bike no avancini... eu não vou aparecer no ranking mundial

199X - Sundown aro 24, 12v
200X - Caloi T-Type aluminium
2015 - B'twin RockRider 340
2016 - GT Karakoram Comp
2018 - Scott Spark 960
Voltar para o topo
hurry-gurits Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 13 Out 2015
são paulo
Desconectado
Mensagens:320
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de hurry-gurits Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 14 Ago 2018 as 22:03
Newton, acredito que essas alterações vão depender muito do uso da bike em questão, e que dependendo de quanto quer gastar, geralmente não compensa financeiramente alguns upgrades.

Troca de rodas por questões de peso, numa bike de entrada e intermediária, vejo como jogar dinheiro fora, é muito dinheiro para poucas gramas de diferença, agora trocar por questões de maior rigidez das rodas e por cubos superiores para melhorar a rolagem valem muito a pena.

Troca do quadro, depende de varios fatores, tipo de uso, quadro all mountain, trail, xcm, as limitações do tipo de pedal, ai vai junto ter que escolher suspensão e ver se a sua é compatível, se no quadro vai ser oversize ou cônico, tem quadro que nao pode suspensão com mais de 120mm , 140mm, 180mm, ai tem que ser compatível para aguentar.

Lembrando que upgrade só "valoriza" muito pouco bike de marcas consagradas, mesmo assim com grande chance de perder dinheiro, todo hobby é assim.

Trocar a transmissão da bike tem sentido quando ou voce é um cupim de metal, ou mora em regiões com muitos morros, ai vai melhorar sua performance com uma relação 2x10 pois vai ter maior escalonamento de marchas, se nao estiver com o pedal em dia não recomendaria usar 1x10 ou 1x11, eu uso em uma das minhas 1x10 e fiquei muito apreensivo quando comprei a bike se iria dar certo, uso 11 x42 atrás e coroa 32 na frente, sinceramente as vezes falta final, mas tem muitas das subidas que fico pra tras, mas na descida recupero.

Se esta já com um jogo de rodas bom, suspensão boa e leve, na minha opinião seria a ultima alteração.

Vou citar meu exemplo, minha KHS tem 120 mm de curso de suspensão, o quadro é feito para aguentar ate só 140mm, uma bike legal full de entrada, mas eu sentia que faltava curso de suspensão, mas financeiramente não compensava trocar a suspensão, pois ia ficar ainda assim limitado, prefiri deixar ela original pras trilhas comuns e juntar umas latas e pegar uma GT Sanction com 160mm pra brincadeira mais serias e quebradeiras.
scott single track 95 cromo
khs 204 full 2012 - R.I.P.
khs sixfifty 2500 - 2014
Mongoose XR PRO - 2016
GT Sanction Pro - 2015
Voltar para o topo
LucasC Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 10 Jun 2012
Uruaçu - Goiás
Desconectado
Mensagens:668
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de LucasC Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 14 Ago 2018 as 22:33
Pneu e suspa(se o uso for terra). Pega a bike mais top do planeta e coloca pneus levorin praieiro, vai ficar uma bosta.
Um bom pneu (tpi alto, cravos adequados, largura adequada, pressão adequada) vai proporcionar melhor aderencia ao terreno e melhor aproveitamento de energia. Já a suspa boa (ou garfo rigido se for só asfalto) vai tirar bastante peso e verá que é a diferença entre andar rápido ou nao em trechos piores.

relação 3x8 vai muito bem, pedivela triplo tem bastante range e se colocar um k7 11-30 fica com ótimo escalonamento.
Se achar que a corrente está batendo demais substitua o cambio traseiro por um alivio m4000.

Encontrar uma posição mais eficiente na bike tbm é essencial (faça um bikefit, trabalhe alongamento).
Melhor rolagem de cubos é mito, tirando um cubo travado a diferença de atrito será insignificante comparado a atrito dos pneus e resistência do ar. A rigidez de rodas e quadro é importante para melhor aproveitar a transferencia de energia.


Editado por LucasC - 14 Ago 2018 as 22:37
Voltar para o topo
furukawa Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 22 Jun 2012
Floripa
Desconectado
Mensagens:1367
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de furukawa Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 14 Ago 2018 as 22:44

Uma coisa puxa a outra. Com uma bike boa, o prazer de pedalar é indiscutível e fazer vários km é uma tarefa fácil e até divertida. Mas se a bike for ruim, um pequeno pedal vira uma missão difícil e até perigosa.

Eu defendo a tese que investir em bike é o melhor negócio que existe pois o lucro é SAÚDE, isso compensa tudo.

Com qualquer bike já vale a pena fazer um bikefit para saber exatamente qual os tamanhos do quadro, do braço do pedivela e da mesa. O tipo de canote é importante também, reto ou com recuo. Desta forma, independente da marca e preço, uma bike devidamente ajustada vai tornar seu pedal bem legal e com conforto.



Editado por furukawa - 14 Ago 2018 as 22:52
Voltar para o topo
newtonwagner Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 03 Jun 2016
Brasília-DF
Desconectado
Mensagens:71
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de newtonwagner Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 15 Ago 2018 as 10:00
Originalmente Postado por LucasC LucasC Escreveu:


Melhor rolagem de cubos é mito, tirando um cubo travado a diferença de atrito será insignificante comparado a atrito dos pneus e resistência do ar.



Agradeço pelas informações.


E pessoal, não estou falando aqui de atletas profissionais, pois estes não devem mesmo comprar uma bike de entrada.


Eu concordo que suspensão faça diferença nas trilhas (no asfalto talvez faça mais em função do peso do que da qualidade da suspensão), mas confesso que quadro e rodas serem considerados mais importantes, me surpreendeu.

Entendo, como disseram, que um bom quadro pode permitir upgrades, ou valorizar a bike em caso de revenda. Mas e em relação ao desempenho? Dois quadros de alumínio, um de marca e outro não, vai fazer uma diferença perceptível no desempenho?
Voltar para o topo
newtonwagner Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 03 Jun 2016
Brasília-DF
Desconectado
Mensagens:71
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de newtonwagner Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 15 Ago 2018 as 10:11
Originalmente Postado por furukawa furukawa Escreveu:


Uma coisa puxa a outra. Com uma bike boa, o prazer de pedalar é indiscutível e fazer vários km é uma tarefa fácil e até divertida. Mas se a bike for ruim, um pequeno pedal vira uma missão difícil e até perigosa.


Não acho que minha bike se encaixe nos padrões de "BOA", um razoável talvez, rs, mas me divirto bastante pedalando, seja no asfalto (ando com grupos noturnos) ou em trilhas (estradão e alguns singles mais leves).

Vez ou outra me pego nesse dilema de fazer upgrade ou trocar a bike, mas acabo desistindo dos dois, pois eu, ciclista, não estou no nível de uma bike melhor. Como o colega disse, se me der a Cannondale do Avancini, não vou aparecer no ranking mundial, nem no nacional, nem no municipal (heheheh). Certamente eu faria 100km de estrada com menos esforço do que eu faria com a minha, ou subiria pedalando morros que hoje eu subo empurrando. Mas sofrer um pouco também faz parte da diversão.
Voltar para o topo
amuraro Ver Drop Down


Registrado: 20 Jan 2012
Toledo - PR
Desconectado
Mensagens:14
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de amuraro Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 15 Ago 2018 as 14:10
Olá pessoal.
EU retornei ao pedal faz pouco tempo, depois de muitos anos parado. Comprei uma gonew pra ver aonde isso tudo ia parrar e ai a paixão pelo pedal voltou. Acabei comprando um quadro giant mais usado e barato, mas que acho que tem uma boa geometria e é do tamanho que eu precisava, peguei uma transmissão pra durar um bom tempo. Mas o que mais senti diferença foi nas rodas pois mesmo indo pra uma roda com aro vzan e cubo shimano mais simples já deu muita diferença. Pra mim roda e pneu, deu muito mais diferença do que a troca da transmissão e a geometria e tamanho adequado do quadro me deu mais conforto.
Voltar para o topo
JcFiebig Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 29 Nov 2016
Palmeira das Mi
Desconectado
Mensagens:304
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de JcFiebig Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 15 Ago 2018 as 15:45
[/QUOTE] Entendo, como disseram, que um bom quadro pode permitir upgrades, ou valorizar a bike em caso de revenda. Mas e em relação ao desempenho? Dois quadros de alumínio, um de marca e outro não, vai fazer uma diferença perceptível no desempenho?[/QUOTE]

A diferença principal é que nos quadros de marcas mais consagradas existe um monstro investimento em tecnologia para a melhora da sua eficiência. Esse investimento se traduz em melhor rigidez, menor peso, melhor eficiência aerodinâmica, melhora no conforto, geometrias, etc. Se isso faz muita diferença? Faz, sim. Talvez quando o usuário pedala esporadicamente e sem muito comprometimento ele nem sinta essa diferença, mas se você já está pedalando tanto ao ponto de saber que precisa de um upgrade para continuar aumentando o desempenho, então essas pequenas diferenças de quadro e componentes podem sim ser bastante significativas. Um quadro, mesmo que seja de entrada, da SPZ é muito superior que um quadro paralelo, pois além desses investimentos que vão sendo gradativamente passados das categorias superiores para as inferiores, existe o interesse da marca de manter o próprio status.
https://www.strava.com/athletes/18555940
Oggi Big Wheel 7.3 2017
Caloi Strada Racing 2017
Voltar para o topo
azazel66 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 30 Mar 2016
Belo Horizonte
Desconectado
Mensagens:468
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de azazel66 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 15 Ago 2018 as 18:43
Originalmente Postado por newtonwagner newtonwagner Escreveu:


Eu concordo que suspensão faça diferença nas trilhas (no asfalto talvez faça mais em função do peso do que da qualidade da suspensão), mas confesso que quadro e rodas serem considerados mais importantes, me surpreendeu.


Então, sobre o quadro já responderam... vamos as rodas...

Uma roda boa reduz o peso mais "eficiente" da bike, peso de rotação... pensa só, quanto mais pesado a roda, mais difícil de girar... agora peso estático precisa de muita coisa... tirar 50g nas rodas é muito mais impactante que 100g na relação por exemplo...

Outro ponto para rodas melhores é a versatilidade, com aros mais modernos e largos, que acomodam pneus maiores, ou amentam a estabilidade dos pneus em menores pressões (nem cito o tubeless pq pro meu uso não vejo vantagens).

Rodas melhores são mais rígidas mesmo contendo menos raios (observe ao freia um jogo de rodas ruins o quanto elas torcem na frente, tu enxerga isso olhando de cima...) rodas melhores torcem menos, são mais estáveis em frenagens e curvas...

Rodas com melhor rolagem tu pode não perceber em relação a rodas piores no "início" do pedal... mas experimenta ajustar uma pastilha ou sapata de freio a ficar apenas raspando no disco/aro e pedale 50km... sentirá essa diferença na perna definitivamente...

resumindo... pro usuário médio (eu) não vejo necessidade da melhor bike (melhor quadro, melhor roda, melhor componente )... mas vejo a necessidade de certo equilíbrio...

Quando surgiu a necessidade de melhorar a bike... eu ponderei que pra manter o equilibrio deveria trocar rodas, parte do grupo e garfo.... então, optei em trocar de bike...

Foi a minha decisão pessoal, não me arrependi! mas acho que tuas dúvidas, procura pelo conhecimento e essas discussões vão te colocar no caminho pra tomar a melhor decisão que cabe a ti!
199X - Sundown aro 24, 12v
200X - Caloi T-Type aluminium
2015 - B'twin RockRider 340
2016 - GT Karakoram Comp
2018 - Scott Spark 960
Voltar para o topo
Jrider Ver Drop Down


Registrado: 09 Ago 2018
São paulo
Desconectado
Mensagens:16
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Jrider Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 15 Ago 2018 as 21:30
Sou novo no fórum e no ciclismo. Na minha pouca experiência, o mais importante de tudo na bike é o quadro. O quadro é a principal estrutura, a base da bike.

É engraçado, a turma escolhe bike pelo grupo que vem. O exemplo mais clássico é aquela Track&Bikes que vem com grupo Shimano Alívio.

Neste fórum o pessoal detona a marca com todas as forças possíveis. Mas aí tem uma Track que vem com Alívio e ops...de repente a bike passa a ser excelente...
Aí em outro momento eles vêm e dizem que não se deve fazer upgrade em bike barata, pois é tomar Whiskey em copo de plástico. Mas recomendam a Track com Alívio...engraçado...

Parece que tudo se resume à transmissão. O pessoal compra a bike por causa de câmbio. Na minha pouca experiência, se for pra hierarquizar os componentes por ordem de importância, a transmissão é um dos últimos, um dos componentes mais voláteis.

Tem tópicos aqui no fórum em que a pessoa diz que quer fazer upgrade de quadro...Puts, cara, trocar de quadro significa trocar de bike. O quadro é a bike.
Voltar para o topo
misera Ver Drop Down


Registrado: 07 Jul 2015
belo horizonte
Conectado
Mensagens:2568
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de misera Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 15 Ago 2018 as 22:04
Ninguém disse que a track em questão é "excelente".
Ela foi citada como um bom custo benefício pra quem quer uma bike barata e honesta , quando ela apareceu aqui no fórum quem postou ela foi o Hugo.
No caso ela estava em promoção por 699 reais , uma bagatela pelas peças que vem nela.

Mais eu concordo que não se deve comprar uma bike pelo grupo.

Já no caso de trocar o quadro vai depender muito da compatibilidade das peças , se o kra vai ter que trocar ogarfo/suspensão porque a direção da nova não é compatível o canote e difente , o eixo traseiro é diferente ai o kra tem que trocar a roda tbm e por aí vai realmente não vale a pena.

Dependendo da bike que o kra tem as vezes arruma um quadro melhor que o dele por 400 pila e todas as peças são compatíveis , vale a pena.

Editado por misera - 15 Ago 2018 as 22:07
Voltar para o topo
aovianna Ver Drop Down


Registrado: 02 Abr 2016
Vitória - ES
Desconectado
Mensagens:66
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de aovianna Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 15 Ago 2018 as 22:07
Eu tô passando por esse momento.

Tenho uma Gonew 6.3 com 21 velocidades num Shimano Tourney. 

Há 2 meses, me juntei a um grupo de pedal. Estou pedalando, praticamente, todos os dias. Asfalto, subidas, trilhas com areia, terra batida...

Até agora, o único up que senti necessidade foi o câmbio. 21v não dá conta de subidas muito fortes.
Pretendo trocar o grupo todo por um Alivio de 27 ou 30v.
Mas, aí já falaram: "Vale mais a pena vender a bike e juntar dinheiro pra comprar outra". Eu não vejo assim.
Pra mim vale mais a pena pagar os R$ 700,00 num grupo do que vender minha bike a metade do preço do que paguei na época e dar uns R$ 2.500,00 a mais pra pegar outra.
Voltar para o topo
misera Ver Drop Down


Registrado: 07 Jul 2015
belo horizonte
Conectado
Mensagens:2568
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de misera Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 15 Ago 2018 as 22:11
Se o seu 21v for com pedivela 28-38-48 e/ou cassete 11-28 ai realmente fica ruim numa 29.
Voltar para o topo
Ismah/Cabelo Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 26 Abr 2017
Bom Princípio/R
Desconectado
Mensagens:1510
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de Ismah/Cabelo Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 16 Ago 2018 as 13:44
Meu 10 centavos...

As rodas mudaram muito na bike, senti a agilidade que tinha na 26, na 29. O quadro, é um pouco 2" menor que deveria, uma mesa 3 cm mais curta, e um selim 5 cm... Isso deixa a bike bem mais ágil, um meio termo de XC e Enduro - e isso pouca gente observa no bike fit, justamente porque o fit é geralmente para XC e road...

A relação de 14-28 foi, muito - mas muito - diferente quando fui para 12-32. Sem falar que de 42/14 (0,333:1), para 32/12 (0,375:1) não perdi em final praticamente, mas tirei 1,2 kg da coroa maior... As trocas com uma corrente e cassete melhor, ficaram bem bacanas, o que nas subidas fez sim diferença... No entando a diferença no desempenho, ficou irrelevante, contra o que as rodas representaram... rsrs

Hoje o quadro tem começado a me incomodar, não pela geometria, mas pelo que ele torce... E por incrível que parece, eu só comecei a perceber isso recentemente. Logo, acredito que a diferença para um iniciante, entre um Sworks e um Xáyna barato, não é algo tão óbvio como sair de uma relação Paco, para uma Shimano mediana, é algo absurdamente perceptível... 
Sigam-me os bons
Strava -
Instagram
Prost!
Voltar para o topo
ajunio3 Ver Drop Down


Registrado: 25 Nov 2017
Bahia
Desconectado
Mensagens:131
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de ajunio3 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 16 Ago 2018 as 14:28
Minha opinião (de quem começou com uma TSW Jump de alumínio e hoje tem uma Forux Raven Max inteira de carbono)

1 - Quadro. Importante sim, contudo se for um bom quadro (como o TSW Jump, leve e barato pros padrões de um quadro de entrada) ele não será o gargalo inicialmente.

2 - Rodas: Essas sim, deram OUTRA vida a bike. Olha só, tinha as VZAN mais baratas com cubo Shimano mais simples. Quando mudei pra Cubos Novatec rolamentados e aros ZTR Crest com Raios DT Swiss (ou sja, roda MUITO mais rígida e leve que as outras) velho, mudou DEMAIS a bike. Embalava muito mais mas descidas, passava todos com facilidade (isso com uma bike de maius de 14Kg).

3 - Pneus: Quando troquei o Swallow (sim, o mais vagabundo que tem) pelo X-King protection, rapaz..o que tava bom ficou AINDA melhor. Pra reforçar: As rodas ficaram tão fantáticas que eu as vendi pro meu irmão antes de vender a bike. Pedalamos juntos, e comparando elas com minhas atuais Mavic Crossmax Elite (com pneus pulse pro) dá praticamente empate técnico na embalada (rs), mas pra um conjunto infinitamente mais barato (tanto de comprar quanto de manter).

4 - Relação: Sai de um Deore/Slx pra o Eagle XX1 (sim, eu sei, salto gigantesco) e honestamente? Pode me chamar de maluco, mas tirando o fato de o cambio dianteiro ser uma droga em trilhas, não foi o que mais eu gostei não.

5 - Suspa: Sim, sai de uma RS XC30 de mola pra uma RS SID XX (que troquei do Damper pro Charger damper igual da World Cup) e o upgrade vale sim a pena SE você fizer muita trilha ou estradões mais complicados. Pra pedais simples (asfalto e estradões lisos) pra mim é o último item da lista

Resumindo: Se seu quadro não for uma porcaria completa nem sua relação desregular demais (Deore nunca desregulou do nada), invista primeiro em rodas + pneus que terás retorno mais rápido



Voltar para o topo
Hugobh77 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 03 Jul 2015
Belo Horizonte
Desconectado
Mensagens:1220
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Hugobh77 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 16 Ago 2018 as 14:43
⚠️⚠️⚠️⚠️⚠️⚠️⚠️⚠️
Assunto interessante.
Difícil avaliar qual o componente mais importante, isso vai depender das diversas variáveis, como o tipo de uso, a verba disponível, o conhecimento sobre o assunto,a oportunidade de negócio e pro aí vai.
Quando passei a ser mais assíduo no fórum cheguei com a seguinte dúvida: Remontar uma aro 26 de 2002 quadro GT Avalanche 2002 ou comprar a 29. Por razões financeiras remontei a 26 me baseando no bom quadro ( na época que comprei) e redução de custo. Acabei fazendo alguns ups de suspensão e freios hidraulicos. No fim vi que esses UPS não compensam, ainda mais em uma 26. Ao mesmo tempo hibridizei a Caloi Alumínum, mais dinheiro indo pro ralo. Ao mesmo tempo vinha refletindo sobre a compra de uma 29 e nessa busca encontrei algas bikes que se mostraram interessantes e baratas e duas delas se mostraram interessantes para quem adquiriu, pelo preço e uso que fizeram e fazem.

A Track TK 700 se destacando pelo grupo fechado Alívio. Se a pessoa tiver paciência e garimpar dá pra transformar em a ótima 29 gastando mais 1000,00. Digo ótima no sentido de que tem várias 29 bem ruins por 2500,00. Nesse caso o importante é o grupo.
https://www.pedal.com.br/forum/topic91755.html


Ozark Trail Nextel highway, uma híbrida com guidão Drop. Essa se destacou pelo conjunto e por ser uma opção barata e mais atrativa que uma C10 devido a sua proposta. Aqui o mais importante é o preço do conjunto.
https://www.pedal.com.br/forum/hibrida-com-cara-de-speed-generica_topic90156.html

No fim acabei comprando uma 29, Breezer Storm Comp, o fator determinante na época foi o quadro (com fixação da pinça dentro do Chain stay e os trocadores não integrados. A outra opção seria a Caloi Moab, que tem a fixação da pinça fora do Seat stay e manetes integrados. A Breezer, dentro dos possíveis e limitados upgrades que eu venha a fazer era mais adequada.
https://www.pedal.com.br/forum/escolhi-minha-primeira-aro-29_topic92961_page2.html

Seriam eles nessa ordem.

Relação: saem as coroas 30 e 40 (essa práticamente não uso) e entra uma coroa 34. Devo fazer nos próximos dias, por ser o mais em conta.

Suspensão: assim que possível, para redução de peso e melhor leitura de terreno, sai a Suntour XCM30 e entra uma Proshock Ultra XC trava no ombro.

Relação 2: caso haja uma boa oportunidade e uma significativa evolução nos pedais gostaria de colocar um grupo 1x11. Mas isso só o tempo pode dizer.

Rodas: só por quebra ou dinheiro sobrando.

Tudo que é mais caro será médio e longo prazo.

Mas uma coisa que foi dita é a realidade, fazer upgrade de quadro é trocar a bike, uma síntese disso é colocar uma Caloi Moab ao lado de uma Sense impacto Pro. Todos com cordão que a Sense é melhor (só por causa do quadro)






Editado por Hugobh77 - 16 Ago 2018 as 14:44
Voltar para o topo

 Responder Responder
  Compartilhar   


Ir para Permissões do Fórum Ver Drop Down

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd.