| PEDAL | HOME | ARTIGOS | BIKES | TESTES | COMUNIDADE | CLASSIFICADOS | FORUM | FOTOS | VIDEOS | NOTICIAS | TRILHAS | SERVICOS | CONTATO | + |
Fórum Início Fórum Início > Fórum Mountain Biking > All Mountain / Enduro / Trail
  Tópicos recentes Tópicos recentes RSS Feed - MTB Elétrica - Testes e experiências com a Levo
   [REGRAS]    Ajuda Ajuda  Procurar no fórum   Registrar Registrar  Entrar Entrar

MTB Elétrica - Testes e experiências com a Levo

 Responder Responder
Autor
Mensagem
  Tópico Procurar Tópico Procurar  Opções do Tópico Opções do Tópico
Pedro Cury Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 19 Jul 2008
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:4631
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de Pedro Cury Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Tópico: MTB Elétrica - Testes e experiências com a Levo
    Enviado: 26 Fev 2018 as 19:14
Fala pessoal!

Estou com uma Specialized Turbo Levo, especificamente a FSR Comp Carbon 6Fattie aqui no Pedal para teste. Vou conseguir ficar algumas semanas com a bike e queria ir passando algumas impressões pra vocês, além de ouvir possíveis sugestões do que vcs querem testar.

Pra quem não sabe a Turbo Levo é uma mountain bike elétrica. Como a maioria das E-MTBs ela não tem acelerador, ela te ajuda apenas quando você pedala e somente até 25 km/h.



Já tivemos experiência em anos anteriores com outros modelos da bike, como vocês podem ver aqui:
https://www.pedal.com.br/specialized-turbo-levo-2016-primeiras-impressoes_texto10473.html

Dessa vez, ao invés de primeiras impressões, que é nosso teste curto, vamos fazer um Teste mais completo, já que temos tempo de ficar com a bike e pedalar diversas vezes em diferentes condições.

Nesse final de semana resolvi fazer um teste que não puder fazer outras vezes, que é ver alguns comportamentos de andar com ela desligada, trajetos um pouco mais longos que antes e pouca assistência.

Autonomia da Bateria
Uma das perguntas mais frequentes é sobre a autonomia da bateria. Essa resposta na verdade não existe! Depende de diversos fatores como peso do ciclista, nível de assistência em que o motor é usado (e configurado), perfil do terreno (subidas mais íngremes exigem mais motor!), pressão dos pneus, etc.

A bike conta com um aplicativo dedicado de celular em que você pode configurar a autonomia desejada para seu rolé, em tempo OU em quilometragem. Dessa forma, eles prometem que a bateria será dosada para não acabar durante o período desejado. Ainda não testei esse recurso.

Pra quem não conhece, a bike oferece 3 modos de assistência do motor (Eco, Trail, Turbo), um mais forte que o outro, podendo ser configurada essa porcentagem pelo app. Ou seja, você pode configurar o modo de menor assistência para te ajudar com apenas 20% da força máxima do motor, por exemplo.

Andando com a Bateria Desligada
Claro que o maior medo é que a bateria acabe em uma situação de emergência ou longe do seu destino. Além disso, também é desejável saber se vale a pena ir mais longe no seu rolé e depois "pagar o preço" por estar sem bateria.

Então, fiz o teste de pedalar com a bike totalmente desligada. Pra quem é do Rio, subi a Vista Chinesa (4km, com trechos de 10% de inclinação) e também Rua Alice ao Mirante Dona Marta.

Subir com a bike é perfeitamente possível, mas claro, ela é bem pesada e ainda está com os pneus 6Fattie. Então, isso me deixou acima da minha zona de frequencia de treino base, mas foi perfeitamente possível.

Agora preciso testar isso em trilhas, já que pedalar numa velocidade constante e num terreno liso é muitos mais fácil.

De qualquer maneira, sabendo disso, já abre a possibilidade de fazer um treino mais puxado até chegar nas trilhas (indo com ela desligada), ter bastante bateria pra andar bastante e ainda voltar com alguma assistência.

Assistência Mínima - É possível treinar de elétrica
Como eu queria continuar treinando, mas na faixa cardíaca correta, fiz outra parte do trajeto (Postinho do Alto da Boa Vista - Paineiras - descendo Alice pra Botafogo), com a assistência mínima e também asfalto.

Dessa maneira, consegui me enquadrar na faixa cardíaca que eu queria, apenas tendo que me policiar pra pedalar um pouco mais forte que o normal. A minha assistência mínima está em 30% e já configurei pra 20% pro próximo rolé. Assim, se for usar a assistência minima, posso pedalar como se tivesse na minha bike tradicional, fazendo um pouco mais de esforço.

Isso em trilha vai funcionar melhor ainda, já que treinar leve + volume em trilha técnica é bem complicado.

Vamos pra terra que é o que interessa!
A Turbo que estou é uma full, com 150mm de curso dianteiro e 135mm traseiro e pneus plus. Andar no asfalto é quase uma heresia! Pra isso existem outras bicicletas! De qualquer forma, dependendo da região que você mora, invariavelmente você terá que pegar muitos trechos de asfalto.

Já tivemos algumas experiências em trilhas. A que temos um parâmetro interessante é numa pista que é praticamente de downhill, em que a descida dura pouco mais de um minuto, com saltos, pedras, raízes e curvas. A subida é bem inclinada e não é possível pedalar por completo, ainda mais com bikes de all mountain, ou simplesmente não vale o esforço.

Com a Levo a proporção entre fazer um loop de elétrica VS bike normal ficou praticamente 3 pra 1. Ou seja, a cada subida+descida de bike tradicional, a Levo fazia 3!

Claro, isso abre duas possibilidades muito interessantes: andar mais (ou mais longe) num mesmo período de tempo e/ou treinar técnica! Pra quem faz Enduro, o treino técnico é muito importante e pode ser potencializado com a elétrica.

Seguimos testando por aqui e vamos relatando quando tivemos mais coisas legais. Se tiverem perguntas e sugestões, não deixem de postar aqui!





Editado por Pedro Cury - 27 Fev 2018 as 10:55
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!

Voltar para o topo
Pedro Cury Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 19 Jul 2008
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:4631
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Pedro Cury Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 26 Fev 2018 as 19:51
Estamos também fazendo uma enquete e discussão acerca das MTB Elétricas. Deixem seus votos e opiniões por lá:
https://www.pedal.com.br/forum/enquete-mtb-eletricas-qual-sua-opiniao_topic93184.html
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!

Voltar para o topo
rapha84 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Jul 2012
São Paulo
Desconectado
Mensagens:552
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de rapha84 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Fev 2018 as 10:37
Fala Pedro, vou acompanhar esse tópico e o outro! Também acompanho pelo Instagram as postagens!

Gostaria de saber dois aspectos:

1- Testá-la na potência máxima! Devido ser inovação e ao preconceito de muitos, parece ser "feio", "errado" ou até mesmo "proibido" a utilização do recurso disponível em potência máxima! É um tabu que só poderá ser quebrado quando mais falado! Se a bike oferece este recurso, teste! Entendo que a muitas variáveis quando se fala em autonomia da bateria, mas transmita um feedback completo utilizando no modo de entrega de maior potência também!

2 - Queria ler um review desse app mais detalhado sobre a configuração da mesma, se você conseguir utilizar e passar para nós seria muito bom!

Aproveite a experiência por todos nós!

Valeu!
Rocky Mountain Element 950 - 29"
Voltar para o topo
Pedro Cury Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 19 Jul 2008
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:4631
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Pedro Cury Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Fev 2018 as 12:54
Rapha,

Andei bastante no modo Turbo, é que acabou não entrando nesse relato inicial.

Mas esses loops da trilha, eu fiz quase tudo no Turbo, por ser bastante inclinado e precisar. Testei um pouco no modo intermediário em alguns trechos pra economizar bateria também.

Usar no modo Turbo é muito muito legal, porque vc tem diversão nas subidas também, fazendo linhas mais difíceis. Eu cheguei a baixar o banco pra subir alguns trechos!

Essa é uma das telas do app onde vc consegue regular o quanto de força tem em cada modo. O default é 30% no eco e passei pra 20% pro proximo teste nosso. Depois eu ponho mais...







Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!

Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Conectado
Mensagens:4499
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Fev 2018 as 13:20
Pedro, arruma uma dessa pra eu testar e podemos ver como fica a autonomia dela fazendo o voltão de guaratiba kkkkkk..

será que aguenta pelo menos 1 volta?

é um pedal de 3.30 a 4 horas, estando com um condicionamento bom. De Levo acredito que dê pra fazer em 2h ou menos.
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
C.leandro Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 29 Abr 2008
rio de janeiro - rio de jan
Desconectado
Mensagens:559
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de C.leandro Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Fev 2018 as 14:55
Opa !
Entra na fila...Tongue
"GTbicycles: The ride of your life!"
Voltar para o topo
Pedro Cury Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 19 Jul 2008
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:4631
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Pedro Cury Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Fev 2018 as 15:35
Bora! Quando?
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!

Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Conectado
Mensagens:4499
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Fev 2018 as 09:20
ué, é praticamente meu quintal. se quiser esse fds to dentro. mas pra ter graça preciso de uma dessa também kkk. tem jeito?
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
Pedro Cury Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 19 Jul 2008
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:4631
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Pedro Cury Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 01 Mar 2018 as 09:06
Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

ué, é praticamente meu quintal. se quiser esse fds to dentro. mas pra ter graça preciso de uma dessa também kkk. tem jeito?

Faça bastante amizade com o Caio Suzarte!!! rsrsrs
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!

Voltar para o topo
Pedro Cury Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 19 Jul 2008
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:4631
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Pedro Cury Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 01 Mar 2018 as 18:11
Fala ai pessoal,

Continuando o relato com mais duas experiências com a Levo.

Levando amadores pra pedalar

Uma das possibilidades mais legais que a elétrica abre é pode levar alguém de um nível amador de preparo para pedalar com alguém mais treinado. Fiz isso ontem... levei um amigo meu que não é do mundo da bike, que pedala apenas em academia, pra dar um rolé longo. Ele na elétrica, eu em uma MTB normal.

O trajeto foi de 50km, acumulando quase 1.100m de subida (medido pelo Garmin 520). Pra quem é do Rio, Saimos de botafogo, subimos Rua Alice para Cristo, depois subimos paineiras pra descer pro Alto da Boa Vista, chegando lá, subimos a Floresta da Tijuca até a trilha São Miguel e descemos pela trilha. Depois subimos para a Mesa do Imperador, descendo pela Vista Chinesa - Jardim Botânico - Botafogo. O rolé completo durou quase 4 horas, sem contar as paradas.

Como parâmetro de comparação, no final do ano passado, com bike normal, fui com ele em um quarto da primeiro perna desse circuito, de bike normal. Ele começou a reclamar nos primeiros 15 minutos... haha. 

A gente nao tinha um plano certo, na verdade até tinha, mas fomos alterando no meio. Então não pude testar ainda o recurso do App ir dosando a bateria para não acabar. A gente foi sendo conservador no uso dos modos de assistência, especialmente mais pro final do rolé.

Pra minha surpresa, ele conseguiu em muitas partes usar o modo mais leve, Eco, que configurei para 20% de ajuda, alterando pro segundo modo e raramente no modo Turbo, que as vezes usava mais por diversão de dar um gás na subida.

O teste foi mais do que bem sucedido! Pra mim foi um bom treino e pra ele foi um rolé sem sofrimento. Pra completar, foi a primeira vez que ele fez trilha e nesse caso já com uma bike full suspension e pneus plus. Vou por uns vídeos que fiz pro instagram aqui em breve.

A bateria acabou quando a gente já tava no plano, no jardim botânico. Outro fato interessante é que no final, como já tínhamos passado do tempo de rolé planejado, peguei um pouco de "carona", segurando na mochila dele em alguns trechos. Isso abre ainda uma outra possibilidade - que é de fazer um percurso mais duro pra quem tá com a bike normal.

Usando o Turbo e comparando tempos

Rapha84, como vc pediu, fiz hoje o teste de abusar do modo Turbo. Resolvi dar um rolé pra soltar as pernas do treinão longo de ontem e subi até a Mesa do Imperador usando só o modo turbo. A subida tem perto de 5km com muitos trechos de 10%. Eu marquei pra comparação o trecho da Bifurcação para a Vista Chinesa.

Meu tempo recorde, e speed e bem treinado: 20:12
Tempo com a Levo no Turbo e fazendo força: 10:18
KOM: 10:41
Quantidade de gente rankeando no segmento: 7.211

Pelo que eu vi, eu faria KOM em quase todos os trechos da subida!

Depois posto telas e vídeos. Fim de semana tem mais!


Editado por Pedro Cury - 01 Mar 2018 as 18:15
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!

Voltar para o topo
Fabio Ver Drop Down


Registrado: 07 Out 2003
-
Desconectado
Mensagens:6988
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Fabio Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 01 Mar 2018 as 18:28
Uma dúvida: Quando chega na velocidade de corte, o corte é abrupto?
Voltar para o topo
Pedro Cury Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 19 Jul 2008
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:4631
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Pedro Cury Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 04 Mar 2018 as 10:08
Originalmente Postado por Fabio Fabio Escreveu:

Uma dúvida: Quando chega na velocidade de corte, o corte é abrupto?

É sim. Acaba a força simplesmente.
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!

Voltar para o topo
rapha84 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Jul 2012
São Paulo
Desconectado
Mensagens:552
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de rapha84 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 05 Mar 2018 as 10:14
Originalmente Postado por Pedro Cury Pedro Cury Escreveu:

Fala ai pessoal,

Continuando o relato com mais duas experiências com a Levo.

Levando amadores pra pedalar

Uma das possibilidades mais legais que a elétrica abre é pode levar alguém de um nível amador de preparo para pedalar com alguém mais treinado. Fiz isso ontem... levei um amigo meu que não é do mundo da bike, que pedala apenas em academia, pra dar um rolé longo. Ele na elétrica, eu em uma MTB normal.

O trajeto foi de 50km, acumulando quase 1.100m de subida (medido pelo Garmin 520). Pra quem é do Rio, Saimos de botafogo, subimos Rua Alice para Cristo, depois subimos paineiras pra descer pro Alto da Boa Vista, chegando lá, subimos a Floresta da Tijuca até a trilha São Miguel e descemos pela trilha. Depois subimos para a Mesa do Imperador, descendo pela Vista Chinesa - Jardim Botânico - Botafogo. O rolé completo durou quase 4 horas, sem contar as paradas.

Como parâmetro de comparação, no final do ano passado, com bike normal, fui com ele em um quarto da primeiro perna desse circuito, de bike normal. Ele começou a reclamar nos primeiros 15 minutos... haha. 

A gente nao tinha um plano certo, na verdade até tinha, mas fomos alterando no meio. Então não pude testar ainda o recurso do App ir dosando a bateria para não acabar. A gente foi sendo conservador no uso dos modos de assistência, especialmente mais pro final do rolé.

Pra minha surpresa, ele conseguiu em muitas partes usar o modo mais leve, Eco, que configurei para 20% de ajuda, alterando pro segundo modo e raramente no modo Turbo, que as vezes usava mais por diversão de dar um gás na subida.

O teste foi mais do que bem sucedido! Pra mim foi um bom treino e pra ele foi um rolé sem sofrimento. Pra completar, foi a primeira vez que ele fez trilha e nesse caso já com uma bike full suspension e pneus plus. Vou por uns vídeos que fiz pro instagram aqui em breve.

A bateria acabou quando a gente já tava no plano, no jardim botânico. Outro fato interessante é que no final, como já tínhamos passado do tempo de rolé planejado, peguei um pouco de "carona", segurando na mochila dele em alguns trechos. Isso abre ainda uma outra possibilidade - que é de fazer um percurso mais duro pra quem tá com a bike normal.

Usando o Turbo e comparando tempos

Rapha84, como vc pediu, fiz hoje o teste de abusar do modo Turbo. Resolvi dar um rolé pra soltar as pernas do treinão longo de ontem e subi até a Mesa do Imperador usando só o modo turbo. A subida tem perto de 5km com muitos trechos de 10%. Eu marquei pra comparação o trecho da Bifurcação para a Vista Chinesa.

Meu tempo recorde, e speed e bem treinado: 20:12
Tempo com a Levo no Turbo e fazendo força: 10:18
KOM: 10:41
Quantidade de gente rankeando no segmento: 7.211

Pelo que eu vi, eu faria KOM em quase todos os trechos da subida!

Depois posto telas e vídeos. Fim de semana tem mais!

Opa, valeu pela lembrança!
Muito bom o feedback!!!
Rocky Mountain Element 950 - 29"
Voltar para o topo
rafael_rtg Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 10 Fev 2016
SP
Desconectado
Mensagens:2405
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de rafael_rtg Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 29 Mar 2018 as 11:37
Agora que vi este topico....

Pedro, dependendo por onde você pedala, pode atingir medias superiores a 25 Km/h, onde o motor sera desligado e você terá que pedalar um bike muito mais pesada e sem auxilio... Chegou a perceber muitos momentos como esses, o esforço e desgaste foi muito grande?  

Originalmente Postado por Pedro Cury Pedro Cury Escreveu:

Originalmente Postado por Fabio Fabio Escreveu:

Uma dúvida: Quando chega na velocidade de corte, o corte é abrupto?

É sim. Acaba a força simplesmente.
Voltar para o topo
Fabio Ver Drop Down


Registrado: 07 Out 2003
-
Desconectado
Mensagens:6988
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Fabio Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 29 Mar 2018 as 14:48
Originalmente Postado por rafael_rtg rafael_rtg Escreveu:

Agora que vi este topico....

Pedro, dependendo por onde você pedala, pode atingir medias superiores a 25 Km/h, onde o motor sera desligado e você terá que pedalar um bike muito mais pesada e sem auxilio... Chegou a perceber muitos momentos como esses, o esforço e desgaste foi muito grande?  

Originalmente Postado por Pedro Cury Pedro Cury Escreveu:

Originalmente Postado por Fabio Fabio Escreveu:

Uma dúvida: Quando chega na velocidade de corte, o corte é abrupto?

É sim. Acaba a força simplesmente.

Já tinha pensado nisso também, por isso a pergunta anterior. Quer dizer que a 26 km/h você vai fazer uma força enorme dependendo da situação, que você quase não faria a 25 km/h.
Voltar para o topo
Pedro Cury Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 19 Jul 2008
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:4631
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Pedro Cury Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 08 Abr 2018 as 12:59
Fala pessoal,

Desculpe a demora. Vamos lá...

A aceleração da bike / auxílio do motor é dinâmico. Eu ainda vou pegar mais informações, mas depende de alguns fatores, provavelmente um deles é cadência. Não sei se ele leva em consideração também a potência, já que existe um medidor de potência embutido na bike.

Então, se você tá saindo do zero numa marcha leve, ela não te acelera de 0 a 26 km/h de uma vez... ela vai te dando força de acordo com a velocidade do giro que você está.

Sendo assim, no plano ou descidas, mesmo com o corte total de força, você não tem um tranco ou algo assim. Se for descida, muitas vezes vc já tá mais rápido e nem lembra se tá com força ou não. O "problema" vem quando você quer dar uma sprintada estando a menos de 26 e entrando no corte... aí você sente mesmo o peso da bike e vê que precisa fazer muito mais força pelo peso da bike.

Ou se você não antecipar bem as marchas e entrar muito rápido numa subida íngreme com marcha pesada... aí ferrou pq ela não vai te acelerar... não sei se é uma deficiência ou se é um mecanismo para não estourar a corrente.

Aonde eu senti muito isso foi seguindo o pessoal com as bikes de enduro / downhill... quando eles dão uma sprintada pra acelerar ou retomada a mais de 25km, é bem difícil de acompanhar.


Editado por Pedro Cury - 08 Abr 2018 as 13:00
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!

Voltar para o topo
Pedro Cury Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 19 Jul 2008
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:4631
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Pedro Cury Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 08 Abr 2018 as 13:01
Originalmente Postado por C.leandro C.leandro Escreveu:

Opa !
Entra na fila...Tongue

Agora que andou, conte o que achou!!! :)
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!

Voltar para o topo
Chuck DhFr Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 06 Ago 2008
Poços de Caldas
Desconectado
Mensagens:1267
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Chuck DhFr Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 08 Abr 2018 as 18:22
Originalmente Postado por Pedro Cury Pedro Cury Escreveu:

Fala pessoal,

Desculpe a demora. Vamos lá...

A aceleração da bike / auxílio do motor é dinâmico. Eu ainda vou pegar mais informações, mas depende de alguns fatores, provavelmente um deles é cadência. Não sei se ele leva em consideração também a potência, já que existe um medidor de potência embutido na bike.

Então, se você tá saindo do zero numa marcha leve, ela não te acelera de 0 a 26 km/h de uma vez... ela vai te dando força de acordo com a velocidade do giro que você está.

Sendo assim, no plano ou descidas, mesmo com o corte total de força, você não tem um tranco ou algo assim. Se for descida, muitas vezes vc já tá mais rápido e nem lembra se tá com força ou não. O "problema" vem quando você quer dar uma sprintada estando a menos de 26 e entrando no corte... aí você sente mesmo o peso da bike e vê que precisa fazer muito mais força pelo peso da bike.

Ou se você não antecipar bem as marchas e entrar muito rápido numa subida íngreme com marcha pesada... aí ferrou pq ela não vai te acelerar... não sei se é uma deficiência ou se é um mecanismo para não estourar a corrente.

Aonde eu senti muito isso foi seguindo o pessoal com as bikes de enduro / downhill... quando eles dão uma sprintada pra acelerar ou retomada a mais de 25km, é bem difícil de acompanhar.



Acho esse fator do corte de energia a 27kmh algo bem complicado para uso mais pesado e/ou extremo.
Em muitas pistas existem gaps/mesas/duplos em terreno com pouco desnível ou quase planos em que precisa pedalar muito e muitos saltos precisam de velocidade em torno de 30-35kmh.
Pra chegar nessas velocidades com bike pesada,pneus 2.6 ou maiores e sem o auxílio elétrico vai ficar bem difícil
"Não existe pedal ruim,o ruim é não poder pedalar".

FMMTB Team
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Conectado
Mensagens:4499
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Abr 2018 as 09:01
Originalmente Postado por Chuck DhFr Chuck DhFr Escreveu:

Originalmente Postado por Pedro Cury Pedro Cury Escreveu:

Fala pessoal,

Desculpe a demora. Vamos lá...

A aceleração da bike / auxílio do motor é dinâmico. Eu ainda vou pegar mais informações, mas depende de alguns fatores, provavelmente um deles é cadência. Não sei se ele leva em consideração também a potência, já que existe um medidor de potência embutido na bike.

Então, se você tá saindo do zero numa marcha leve, ela não te acelera de 0 a 26 km/h de uma vez... ela vai te dando força de acordo com a velocidade do giro que você está.

Sendo assim, no plano ou descidas, mesmo com o corte total de força, você não tem um tranco ou algo assim. Se for descida, muitas vezes vc já tá mais rápido e nem lembra se tá com força ou não. O "problema" vem quando você quer dar uma sprintada estando a menos de 26 e entrando no corte... aí você sente mesmo o peso da bike e vê que precisa fazer muito mais força pelo peso da bike.

Ou se você não antecipar bem as marchas e entrar muito rápido numa subida íngreme com marcha pesada... aí ferrou pq ela não vai te acelerar... não sei se é uma deficiência ou se é um mecanismo para não estourar a corrente.

Aonde eu senti muito isso foi seguindo o pessoal com as bikes de enduro / downhill... quando eles dão uma sprintada pra acelerar ou retomada a mais de 25km, é bem difícil de acompanhar.



Acho esse fator do corte de energia a 27kmh algo bem complicado para uso mais pesado e/ou extremo.
Em muitas pistas existem gaps/mesas/duplos em terreno com pouco desnível ou quase planos em que precisa pedalar muito e muitos saltos precisam de velocidade em torno de 30-35kmh.
Pra chegar nessas velocidades com bike pesada,pneus 2.6 ou maiores e sem o auxílio elétrico vai ficar bem difícil

existe um hack simples de fazer, que você engana o software colocando um tamanho de roda absurdo. aí fica ilimitado.

vi um vídeo do cara a quase 70kmh com uma levo no plano.
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
s74 Ver Drop Down


Registrado: 06 Set 2017
Taquara - RS
Desconectado
Mensagens:103
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de s74 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Abr 2018 as 13:36
eu teria uma com certeza...
deve ser muito divertida!

estou tentando comprar uma turbo levo no site da specialized
mas não consigo...
estou com dificuldades na hora de concluir a compra e fazer o pagamento.



diz que não tenho saldo suficiente...





Triciclo Bandeirante, Odomo, BMX Pantera, Caloi Aluminum, Nautec, Scott G-Zero, JT CB400, GTS Challenger, Astro Horror, Kona Stinky, Giant Glory, Banshee Rune V2, Specialized Epic FSR, GT Karakoram.
Voltar para o topo

 Responder Responder
  Compartilhar   


Ir para Permissões do Fórum Ver Drop Down

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd.