| PEDAL | HOME | ARTIGOS | BIKES | TESTES | COMUNIDADE | CLASSIFICADOS | FORUM | FOTOS | VIDEOS | NOTICIAS | TRILHAS | SERVICOS | CONTATO | + |
Fórum Início Fórum Início > Assuntos Gerais > Mobilidade - Cicloativismo - Transporte
  Tópicos recentes Tópicos recentes RSS Feed - Massa Crítica - Quem Apoia?
   [REGRAS]    Ajuda Ajuda  Procurar no fórum   Registrar Registrar  Entrar Entrar

Massa Crítica - Quem Apoia?

 Responder Responder Página  <1 151617
Autor
Mensagem
 Avaliação: Avaliação do Tópico: 2 Votos, Média 5,00  Tópico Procurar Tópico Procurar  Opções do Tópico Opções do Tópico
Voodoo Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 01 Nov 2008
Curitiba - PR
Desconectado
Mensagens:15435
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Voodoo Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 29 Mar 2012 as 19:40
Originalmente Postado por Alex SP Alex SP Escreveu:

Eu pedalo aqui, hoje. Não subo em calçadas, mas tb não me restrinjo ao "bordo de pista" como diz o CTB.


Estrutura cicloviária normalmente significa restrição. Ou você acha que em Londres ou Amsterdan o cara vai poder socar 40 km/h na ciclovia se quiser?

No Brasil estrutura cicloviária normalmente significa um espaço para onde os motoristas vão nos mandar, independente se ela comporta a circulação segura e eficiente de ciclistas. Ciclovia segrega, cria a obrigação de usá-la sob pena de ser um infrator. Se eu sou atropelado na rua ao lado da ciclovia, é fácil de imaginar que uma possível ação termine com causa ganha por parte do atropelador.

Eu uso as ciclovias que existem aqui na minha cidade, mas quando quero ou preciso ser rápido vou para a rua, dividindo espaço com os automóveis, respeitando e dessa forma, na maioria das vezes, sendo respeitado.

O problema no Brasil está longe de ser a falta de ciclovias. Falta educação e respeito mútuo, para motoristas, motociclistas, pedestres e ciclistas, ou seja, para todos nós.


PauloR2

Viciado em sofrimento
Voltar para o topo
Alex SP Ver Drop Down


Registrado: 12 Mar 2004
São Paulo
Desconectado
Mensagens:8970
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Alex SP Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 29 Mar 2012 as 20:13
Concordo com vc Voodoo. E mais: ciclovias e ciclofaixas urbanas oferecem mais perigos do que vantagens para pedestres e ciclistas. Ao contrário do automóvel, que faz barulho e é grande, a bicicleta é silenciosa - o pedestre tem dificuldades de enxergar, embora a velocidade seja relativamente alta e potencialmente perigosa.

Exceto em ciclovias como a da Marginal Pinheiros - onde até pra ir de bike é um transtorno - a tendência é pedestres ocuparem a via e aumentarem os riscos. Além disso, outros usuários (patinadores, skatistas, etc.) se sentem seguros e no direito de usar a ciclovia, o que só compõe o problema. A regulamentação de uso é complexa e exclusivista: qual a velocidade ideal? Quais as regras de convivência multimodal? Como regimentar o uso esportivo, de transporte, de lazer?

Ciclovias e ciclofaixas ocupam espaço urbano considerável, desnecessário e ineficiente. São soluções antiquadas e reprovadas por uma série de motivos, exceto em circunstâncias muito específicas como as que eu citei. Em faixas litorâneas, grandes distâncias, com acesso limitado e relevo plano. Ou ciclofaixas de caráter exclusivo, como a de lazer da cidade de SP por exemplo, ou de transporte como a de Resende (RJ). 

As propostas mais modernas e eficientes nos EUA combinam as ciclovias e ciclofaixas de forma limitada e específica, com os "sharrows" nas ruas e avenidas não-expressas. Sharrows são aquelas setas com símbolo de bike bem vistosas, pintadas no asflato em tinta relevo reflexiva e colorida, numa distância específica que coloque o ciclista inserido no tráfego, longe de portas e obstáculos, ao mesmo tempo em que aumentam a consciência e percepção do motorista à presença do ciclista na via. Simples, elegante, eficiente - e barata. Dá pra querer melhor???
Look Good, Feel Good, GO FAST!
Voltar para o topo
FPavão Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Dez 2010
Porto Alegre
Desconectado
Mensagens:1729
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de FPavão Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 29 Mar 2012 as 21:52
Já expus minha opinião sobre ciclovias aqui, mas vou dizer de novo, já que tão dizendo que são ruins. Não acho que ciclovia em cada rua é bom, mas elas são necessárias em vias maiores, aquelas de 3 pistas com limite de velocidade de 60km/h. E se houver quem use (pra isso acontecer, tem que ter toda uma malha, não adianta algo que ligue nada a lugar nenhum), a ciclovia não vai atrapalhar o trânsito, vai ajudar.

Claro que a ciclovia só funciona se tiver educação por parte de todos os envolvidos.

Alex: daonde que uma ciclovia vai ser mais perigosa do uma faixa cheia de carros, dividindo com bicicletas? Ou um pedestre não pode ser atropelado por uma bicicleta no meio dos carros?

E daonde que ciclovias são antiquadas e reprovadas? Estados Unidos não devia ser parâmetro de desenvolvimento pra cidade nenhuma.

Concordo que sharrows são bons, mas minha opinião é de que quando a diferença de velocidade é muito grande, deve haver a separação física. Ou faz um teste, tenta andar a 15 km/h em uma via de 60 km/h (como ciclistas novatos fariam). Em algumas situações, Sharrows não inspiram confiança, a não ser em ciclistas experientes.

Sobre não poder socar a bota na ciclovia, é verdade. Mas isso é meio pensar só em si mesmo não? E em algumas partes, com ciclovia boa, acho que daria sim, dependendo do horário. É só ter um freio bom.
Fernando Pavão
Voltar para o topo
Alex SP Ver Drop Down


Registrado: 12 Mar 2004
São Paulo
Desconectado
Mensagens:8970
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Alex SP Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 29 Mar 2012 as 23:50
FPavão, eu concordo em partes com o que vc diz, e como seu post abrange vários assuntos vou argumentar por partes pra facilitar blz? Wink

Originalmente Postado por FPavão FPavão Escreveu:

Já expus minha opinião sobre ciclovias aqui, mas vou dizer de novo, já que tão dizendo que são ruins. Não acho que ciclovia em cada rua é bom, mas elas são necessárias em vias maiores, aquelas de 3 pistas com limite de velocidade de 60km/h. E se houver quem use (pra isso acontecer, tem que ter toda uma malha, não adianta algo que ligue nada a lugar nenhum), a ciclovia não vai atrapalhar o trânsito, vai ajudar.


Além de desnecessário, ciclovia em cada rua é inviável, por questões de custo e praticidade.

Originalmente Postado por FPavão FPavão Escreveu:


Claro que a ciclovia só funciona se tiver educação por parte de todos os envolvidos.


Qualquer coisa funciona melhor se tiver educação das pessoas. Mas isso é utopia. É preciso haver um conjunto de regras comuns que dê diretrizes e uniformidade à conduta de todos para convivência civilizada.

Originalmente Postado por FPavão FPavão Escreveu:


Alex: daonde que uma ciclovia vai ser mais perigosa do uma faixa cheia de carros, dividindo com bicicletas? Ou um pedestre não pode ser atropelado por uma bicicleta no meio dos carros?


Pode, mas a questão é justamente essa: o pedestre invadindo o espaço de um veículo mais pesado e mais rápido (velocidade e massas incompatíveis), seja na rua ou na ciclovia. No Brasil, o problema crônico das calçadas serve pra compor um cenário que já vimos por aqui (ciclovias dominadas por pedestres, camelôs, equipamentos urbanos, etc.).

Originalmente Postado por FPavão FPavão Escreveu:


E daonde que ciclovias são antiquadas e reprovadas? Estados Unidos não devia ser parâmetro de desenvolvimento pra cidade nenhuma.


Eu não fui muito claro ou específico, mas realmente eu acredito que a ciclovia e a ciclofaixa tem seu lugar na malha urbana. Eu vou abrir um tópico específico sobre ciclovias, ciclofaixas e sharrows para dividir minhas opiniões e estudos (como arquiteto e urbanista, ciclista e diletante) sobre esse assunto.

Originalmente Postado por FPavão FPavão Escreveu:


Concordo que sharrows são bons, mas minha opinião é de que quando a diferença de velocidade é muito grande, deve haver a separação física. Ou faz um teste, tenta andar a 15 km/h em uma via de 60 km/h (como ciclistas novatos fariam). Em algumas situações, Sharrows não inspiram confiança, a não ser em ciclistas experientes.


Eu concordo que as ciclovias e ciclofaixas aumentam a sensação de segurança, e por isso são mais atraentes para novatos e ciclistas mais lentos. Concordo que o sistema cicloviário urbano não deve atender só ciclistas experientes e bem preparados. Esses se viram de qualquer jeito, até sem sharrows.

Mas quando a velocidade e o volume de tráfego de uma via são grandes, eu concordo que deve haver ciclovia. Desde que o relevo e a calha viária comportem e os equipamentos urbanos (defensas, muretas, calçadas, sinalização, etc.) comportem uma civlovia segura. Do contrário, a opção deve ser por vias alternativas e secundárias.

Veja o exemplo daquele atropelamento recente no RJ: a motorista atingiu ciclistas na ciclovia ao lado da avenida de alto tráfego. Isso é uma possibilidade. É o mesmo princípio de segurança do autódromos: vc precisa dar condições de escape e desaceleração segura para eventuais automóveis fora de controle.

Originalmente Postado por FPavão FPavão Escreveu:


Sobre não poder socar a bota na ciclovia, é verdade. Mas isso é meio pensar só em si mesmo não? E em algumas partes, com ciclovia boa, acho que daria sim, dependendo do horário. É só ter um freio bom.


Voltamos aqui à questão de como as cidades brasileiras são pensadas, planejadas e construídas. A absoluta escassez de espaços urbanos próprios para a prática esportiva gera aberrações. Pelotões na USP e na Marginal. Parques lotados nos finais de semana. Ciclofaixa com patinadores, skatistas e toda uma fauna de ciclistas. Triatletas e ciclistas treinando na ciclovia da Marginal. E por aí vai.

Tudo é possivel. Aí voltamos tb à questão da educação, da habilidade, da consciência e da responsabilidade. Essa discussão vai longe tb pq o problema é complexo e com muitas ramificações. Mas vou abrir o outro tópico para discutirmos exatamente sobre tudo isso Wink
Look Good, Feel Good, GO FAST!
Voltar para o topo
Alessandro_sp Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 20 Out 2005
Itu - SP
Desconectado
Mensagens:9325
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Alessandro_sp Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 30 Mar 2012 as 20:25
De curiosidade (e mesmo sabendo que é apenas um pingo de água num oceano) alguém aqui pratica o "reforço positivo" com os motoristas?

Toda vez que algum motorista faz NÃO MAIS QUE SUA OBRIGAÇÃO (por exemplo, aguarda minha passagem quando a preferencial é minha, aguarda quando o ultrapasso, não posiciona o carro no acostamento de modo que obstrua meu caminho, enfim, coisas que ele deveria fazer de qualquer modo) eu costumo agradecer de maneira bem clara, acenando e sorrindo.

Acredito que não seja muito, mas é sempre bom ser agradecido por algo mesmo quando é sua obrigação (e isso motoristas costumam esquecer). Minha esperança é que lentamente os motoristas aceitem o ciclista como parte no trânsito, e mais importante, uma parte mais frágil e humanizada (afinal de dentro de um carro é até difícil fazer gestos que sejam notados pelos outros).

Obviamente quando sou premiado com alguma gentileza de verdade (como um carro ceder passagem quando seria a preferencial dele) aí sim agradeço mais enfaticamente.

Como disse, não sei quão efetiva essa abordagem pode ser, mas com certeza mal não faz.
Voltar para o topo
FPavão Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Dez 2010
Porto Alegre
Desconectado
Mensagens:1729
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de FPavão Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 30 Mar 2012 as 20:35
Alex: pô, então concordamos em quase tudo.

Alessandro: também faço isso, tento agradeçer todos que me respeitam. Não sei se funciona com a maioria dos motoristas, mas pelo menos com os de ônibus acho que sim. Faço o mesmo caminho muitas vezes por semana, no mesmo horário, e aposto que alguns motoristas já me conhecem.

E a massa crítica é hoje! Vamos lá, quem não gosta dela pode tentar mudá-la por dentro, pelo menos.
Fernando Pavão
Voltar para o topo
virtu Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 25 Mar 2006
Canada
Desconectado
Mensagens:583
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de virtu Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 30 Mar 2012 as 20:42
Não vejo a hora de sair aqui do trabalho e chegar em casa para pegar a bike =)

Eu ia vir de bike hoje pro trabalho, mas não deu, assim eu chegava em casa há tempo. Agora vou ter que sair da Carlos Gomes em direção ao Centro e pegar um baita congestionamento =(

Sem dizer que tenho que arrumar a bike... calibrar pneu, colocar os farois e me mandar... =D a sorte é que moro há 2 quadras do Largo =D

Até às 18h30 =D
"Weakness of attitude becomes weakness of character."

-- Albert Einstein
Voltar para o topo
Wilson XI Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 02 Nov 2009
São Paulo
Desconectado
Mensagens:1076
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Wilson XI Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 01 Abr 2012 as 14:48
Originalmente Postado por Alessandro_sp Alessandro_sp Escreveu:

De curiosidade (e mesmo sabendo que é apenas um pingo de água num oceano) alguém aqui pratica o "reforço positivo" com os motoristas?

Toda vez que algum motorista faz NÃO MAIS QUE SUA OBRIGAÇÃO (por exemplo, aguarda minha passagem quando a preferencial é minha, aguarda quando o ultrapasso, não posiciona o carro no acostamento de modo que obstrua meu caminho, enfim, coisas que ele deveria fazer de qualquer modo) eu costumo agradecer de maneira bem clara, acenando e sorrindo.

Acredito que não seja muito, mas é sempre bom ser agradecido por algo mesmo quando é sua obrigação (e isso motoristas costumam esquecer). Minha esperança é que lentamente os motoristas aceitem o ciclista como parte no trânsito, e mais importante, uma parte mais frágil e humanizada (afinal de dentro de um carro é até difícil fazer gestos que sejam notados pelos outros).

Obviamente quando sou premiado com alguma gentileza de verdade (como um carro ceder passagem quando seria a preferencial dele) aí sim agradeço mais enfaticamente.

Como disse, não sei quão efetiva essa abordagem pode ser, mas com certeza mal não faz.


A minha esperança é que a gente se organize e acelere esse processo, mesmo que seja a contragosto do lado oposto (não do nosso, pois assim agem), mas é uma questão de direitos. É uma situação de disputa e, no caso geral, a boa vontade tende a ficar em segundo plano, contar com ela, infelizmente, acho que não é muito útil. De todo modo, angariar simpatia é importante sim e, uma vez cordialmente tratados, retribuamos; mas não é tudo a se oferecer. A insígnia dos EUA é de uma águia com um ramo de oliveira (paz) numa das garras e flechas noutra (se não quiser briga, não provoque) - acho que é por aí.

Voltar para o topo
Wilson XI Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 02 Nov 2009
São Paulo
Desconectado
Mensagens:1076
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Wilson XI Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 01 Abr 2012 as 15:22
Originalmente Postado por Alessandro_sp Alessandro_sp Escreveu:

De curiosidade (e mesmo sabendo que é apenas um pingo de água num oceano) alguém aqui pratica o "reforço positivo" com os motoristas?

Toda vez que algum motorista faz NÃO MAIS QUE SUA OBRIGAÇÃO (por exemplo, aguarda minha passagem quando a preferencial é minha, aguarda quando o ultrapasso, não posiciona o carro no acostamento de modo que obstrua meu caminho, enfim, coisas que ele deveria fazer de qualquer modo) eu costumo agradecer de maneira bem clara, acenando e sorrindo.

Acredito que não seja muito, mas é sempre bom ser agradecido por algo mesmo quando é sua obrigação (e isso motoristas costumam esquecer). Minha esperança é que lentamente os motoristas aceitem o ciclista como parte no trânsito, e mais importante, uma parte mais frágil e humanizada (afinal de dentro de um carro é até difícil fazer gestos que sejam notados pelos outros).

Obviamente quando sou premiado com alguma gentileza de verdade (como um carro ceder passagem quando seria a preferencial dele) aí sim agradeço mais enfaticamente.

Como disse, não sei quão efetiva essa abordagem pode ser, mas com certeza mal não faz.



Respondendo, muitas vezes, acabo não agradeço porque acho exatamente isso: não fez mais que a obrigação. Mas, mesmo nesse caso, se o motorista fizer gestos para indicar a "concessão", eu costumo retornar, mesmo que seja mais adiante e se eu não estiver numa situação complicada.

Mas, às vezes, essas gentilezas atrapalham, o que pode soar muito ingrato, ainda mais que, muitas vezes, ocorrem completamente sem ter essa intenção (para começar, são gentilezas...). Por exemplo, quando for atravessar uma pista com várias faixas, certifique-se de que os motoristas de outras concordam com a gentileza que um deles fizer ao parar a fim de que você faça uma certa manobra. Uma vez quase me dou muito mal junto com outros ciclistas (desconhecidos) num farol; fui na onda de um deles, que foi na de outro, que... o resultado poderia ter sido bem "chato".

O melhor é todos manterem um padrão de respeito e de previsibilidade, sem necessidade de extraordinariedades. Lógico que ser cortês quando a situação permitir, ainda mais quando exigir, é muito bom, tanto para quem faz como para quem recebe.

Umas duas vezes persegui carros para avisar que a porta direita estava mal fechada; numa delas, o motorista, que estava com a mãe (acho) no lado do passageiro, me alcançou (sou um ciclista muito forte...) e agradeceu. No fim, o que sobrou do dia foi positivo.
Voltar para o topo
airesbecker Ver Drop Down


Registrado: 04 Jan 2010
Desconectado
Mensagens:1278
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de airesbecker Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 02 Abr 2012 as 15:29
Ser ciclista é Phoda!

O cara tem problema no escritório, o casamento tá difícil, tem filho adolescente.

E ainda tem que andar no transito agradecendo por não ser atropelado e distribuindo sorriso.

Não sou contra a educação e a gentileza, mas isto não pode ser uma exigência especial do ciclista.

O ciclista tem o direito de ser uma pessoa normal com garantias de direitos de segurança e de espaço próprio e adequado na via pública.

O ciclista não deveria precisar ficar barganhando e agradecendo cada centímetro de espaço público para se deslocar.

Acho que a bicicleta já é boa de mais para que nós não tenhamos a exigência de virar santos no trânsito.
Voltar para o topo
Alex SP Ver Drop Down


Registrado: 12 Mar 2004
São Paulo
Desconectado
Mensagens:8970
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Alex SP Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 02 Abr 2012 as 21:16
Ser motorista é Phoda!

O cara tem problema no escritório, o casamento tá difícil, tem filho adolescente.

E ainda tem que andar no transito agradecendo por não atropelar e distribuindo sorriso.

Não sou contra a educação e a gentileza, mas isto não pode ser uma exigência especial do motorista.

O motorista tem o direito de ser uma pessoa normal com garantias de direitos de segurança e de espaço próprio e adequado na via pública.

O motorista não deveria precisar ficar barganhando e agradecendo cada centímetro de espaço público para se deslocar.

Acho que o carro já é ruim demais para que nós tenhamos a exigência de tratar os ciclistas como santos no trânsito.




Look Good, Feel Good, GO FAST!
Voltar para o topo
airesbecker Ver Drop Down


Registrado: 04 Jan 2010
Desconectado
Mensagens:1278
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de airesbecker Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 02 Abr 2012 as 21:31
Originalmente Postado por Alex SP Alex SP Escreveu:

Ser motorista é Phoda!
O cara tem problema no escritório, o casamento tá difícil, tem filho adolescente.
E ainda tem que andar no transito agradecendo por não atropelar e distribuindo sorriso.
Não sou contra a educação e a gentileza, mas isto não pode ser uma exigência especial do motorista.
O motorista tem o direito de ser uma pessoa normal com garantias de direitos de segurança e de espaço próprio e adequado na via pública.
O motorista não deveria precisar ficar barganhando e agradecendo cada centímetro de espaço público para se deslocar.
Acho que o carro já é ruim demais para que nós tenhamos a exigência de tratar os ciclistas como santos no trânsito.
Que comparação impertinente.

Carro não tem nada disto.

Ando de carro e só manter o respeito às leis que garante o sagrado direito de ir e vir.

Não e preciso andar a agradecendo ou pedindo espaço para ninguém.

Dá até mesmo para colocar filmes pretos nos vidros para nem ao menos ser visto dentro do carro.
Voltar para o topo
Voodoo Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 01 Nov 2008
Curitiba - PR
Desconectado
Mensagens:15435
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Voodoo Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 02 Abr 2012 as 21:38
Originalmente Postado por Wilson XI Wilson XI Escreveu:


Respondendo, muitas vezes, acabo não agradeço porque acho exatamente isso: não fez mais que a obrigação.


Se seguirmos essa lógica, nem a moça da panificadora vou agredecer depois que ela me entregar os pães, pois não fez nada mais que a sua obrigação.

Eu acho válido sim retribuir com um agradecimento o ato de respeitar o próximo no trânsito. Ao meu ver o mais importante nesse ato é a humanização dos elementos do trânsito. Um sorriso ou um aceno de positivo é uma forma de interação social, deixa de ser uma máquina e um ciclista, passam a ser duas pessoas interagindo.

Como faço o mesmo trajeto diversas vezes na semana e normalmente nos mesmos horários, cruzo com os mesmos motoristas inúmeras vezes. Um motorista de Ligeirinho, o famigerado assassino prateado das ruas de Curitiba, já me conhece e graças ao reforço positivo que fiz diante das gentilezas que ele fez, sempre que nos cruzamos eu aceno ou ele dá uma buzinada, como se fôssemos amigos anônimos.

Reforço positivo é usado na educação de crianças e adolescentes, porquê não funcionaria com adultos no trânsito? Diante do caos e da hostilidade das ruas nos horários de pico, um aceno e um sorriso podem levar um motorista a tomar uma atitude muito mais serena em relação àqueles que o cercam.
PauloR2

Viciado em sofrimento
Voltar para o topo
Alessandro_sp Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 20 Out 2005
Itu - SP
Desconectado
Mensagens:9325
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Alessandro_sp Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 02 Abr 2012 as 21:43
Hahahaha!!! Parem de deturpar minhas palavras!

O lance de agradecer mesmo quando o cara não faz mais do que a obrigação é para que talvez ele se toque de que no fundo era isso mesmo, obrigação dele. Lógico, é sutil pra caramba, e no automático que costumamos ficar quando dirigimos pode nem ser notado, MAS... Vai que uma hora o cara se toca de que ele tem mesmo que prestar atenção e respeitar o ciclista como outro veículo.

Mal não faz, e também não atrasa ninguém fazer isso. E falar a verdade, lidar com boas energias faz bem para todos os envolvidos.

Ninguém "TEM" que agradecer - faz quem quer. Acho uma prática salutar, e é lógico que não aplico em todos os momentos. Mas vejam bem, um exemplo clássico de desrespeito é a conversão à direta com fechada. Isso acontece direto, a gente até já está acostumado. Então quando algum cidadão consciente desacelera e me espera passar, para virar à direita, eu obviamente levanto a mão e aceno. Quando algum caminhoneiro segura a onda na hora de entrar numa estrada vindo de um acesso (e muitos fazem isso aqui na região, no geral os caminhoneiros são os que menos desrespeitam o ciclista por aqui) eu também agradeço, muito embora não estivessem fazendo mais que sua obrigação. E noto que todos retribuem o agradecimento e acenam.

Alguém lembra da velha rixa dos mtbikers versus speedeiros? Que os mtbikers diziam que speedeiro é tudo esnobe, porque nunca cumprimenta ninguém ou retribui saudação? Ora, não é obrigação deles cumprimentar ou retribuir uma saudação. Aliás eles não fazem, não por esnobismo, mas normalmente por estarem concentrados no treino. Tá, e daí? O que isso tem a ver? Tudo! É só se dar conta dessa reputação injusta e pensar o que acha um cara que aguarda o ciclista passar, e o sujeito sequer agradece. "Ciclista de merda, não dou mais passagem pra esses porras" é péssimo. "Que legal, o cara vai de bike pro trabalho" ou "Olha só o carinha se exercitando" é bem melhor.
Voltar para o topo
Alex SP Ver Drop Down


Registrado: 12 Mar 2004
São Paulo
Desconectado
Mensagens:8970
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Alex SP Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 02 Abr 2012 as 21:50
Devo pedir desculpas por profanar as observações ultrapertinentes dos sagrados cicloativistas ultraradicais? Talvez na próxima encarnação.

A situação das grandes cidades está no limite do suportável, e não é só por causa dos carros. É justamente pela atitude egoísta, intolerante, refratária e unilateral de todos: motoristas, pedestres e agora tb, ciclistas.

Todos se acham especiais e merecedores de cortesia e gentileza. Mas ninguém está afim de dar, só receber. Foi o espírito da idéia do Alessandro_SP, mas até a boa-vontade do ciclista é levada como um ato de magnanimidade pelos extremistas.
Look Good, Feel Good, GO FAST!
Voltar para o topo
Alessandro_sp Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 20 Out 2005
Itu - SP
Desconectado
Mensagens:9325
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Alessandro_sp Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 02 Abr 2012 as 21:51
Originalmente Postado por airesbecker airesbecker Escreveu:


Originalmente Postado por Alex SP Alex SP Escreveu:

<span style="text-align: left; : rgb255, 247, 224; ">Ser motorista é Phoda!</span><div style="text-align: left; : rgb255, 247, 224; ">O cara tem problema no escritório, o casamento tá difícil, tem filho adolescente.<div style="text-align: left; : rgb255, 247, 224; ">E ainda tem que andar no transito agradecendo por não atropelar e distribuindo sorriso.<div style="text-align: left; : rgb255, 247, 224; ">Não sou contra a educação e a gentileza, mas isto não pode ser uma exigência especial do motorista.<div style="text-align: left; : rgb255, 247, 224; ">O motorista tem o direito de ser uma pessoa normal com garantias de direitos de segurança e de espaço próprio e adequado na via pública.<div style="text-align: left; : rgb255, 247, 224; ">O motorista não deveria precisar ficar barganhando e agradecendo cada centímetro de espaço público para se deslocar.<div style="text-align: left; : rgb255, 247, 224; ">Acho que o carro já é ruim demais para que nós tenhamos a exigência de tratar os ciclistas como santos no trânsito.
Que comparação impertinente.<div style="text-align: left; : rgb255, 247, 224; ">
<div style="text-align: left; : rgb255, 247, 224; ">Carro não tem nada disto.<div style="text-align: left; : rgb255, 247, 224; ">
<div style="text-align: left; : rgb255, 247, 224; ">Ando de carro e só manter o respeito às leis que garante o sagrado direito de ir e vir.<div style="text-align: left; : rgb255, 247, 224; ">
<div style="text-align: left; : rgb255, 247, 224; ">Não e preciso andar a agradecendo ou pedindo espaço para ninguém.<div style="text-align: left; : rgb255, 247, 224; ">
<div style="text-align: left; : rgb255, 247, 224; ">Dá até mesmo para colocar filmes pretos nos vidros para nem ao menos ser visto dentro do carro.


Não é preciso andar agradecendo? Não é.

Agradecer é uma prática salutar? É.

Cederam a vez pra vc entrar numa preferencial, agradeça. Diminuíram pra permitir que vc troque de faixa, agradeça. Vc tem bursite? Então qual o problema em erguer a mão e acenar?

Já ouviu falar de "gentileza gera gentileza"? Indiferença gera indiferença.
Voltar para o topo
Alessandro_sp Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 20 Out 2005
Itu - SP
Desconectado
Mensagens:9325
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Alessandro_sp Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 02 Abr 2012 as 21:58
Originalmente Postado por Voodoo Voodoo Escreveu:

Diante do caos e da hostilidade das ruas nos horários de pico, um aceno e um sorriso podem levar um motorista a tomar uma atitude muito mais serena em relação àqueles que o cercam.


Extrapolando, se por menor que for existir um efeito colateral do tipo "corrente do bem", imagina só com o tempo como as coisas melhorariam. Tá, sei que é quase utópico, mas quem faz e quem recebe uma gentileza tende a continuar o processo... A esperança tá aí pra nos manter motivados.
Voltar para o topo
Alex SP Ver Drop Down


Registrado: 12 Mar 2004
São Paulo
Desconectado
Mensagens:8970
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Alex SP Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 02 Abr 2012 as 22:02
É o que eu tb acho, Ale. O carro é impessoal e desumano. A bike é pessoal e humana. Devemos nos aproveitar disso, não custa absolutamente nada e faz bem pra quem pratica. Nós que pedalamos sabemos as vantagens e a sorte que isso é. 

Mas a questão virou ponto de honra e orgulho, o ciclismo deixou de ser transporte, esporte e lazer para se transformar em política pra alguns. Nada pode ser dado ao oponente, que por obrigação deve nos reconhecer e garantir nossos "direitos". 

E ai de quem discordar ou tentar mostrar que existem outros lados e esses lados tb tem filhos, problemas no trabalho, estress... 
Look Good, Feel Good, GO FAST!
Voltar para o topo
Alessandro_sp Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 20 Out 2005
Itu - SP
Desconectado
Mensagens:9325
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Alessandro_sp Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 02 Abr 2012 as 22:29
Originalmente Postado por Alex SP Alex SP Escreveu:

É o que eu tb acho, Ale. O carro é impessoal e desumano. A bike é pessoal e humana. Devemos nos aproveitar disso, não custa absolutamente nada e faz bem pra quem pratica. Nós que pedalamos sabemos as vantagens e a sorte que isso é. 

Mas a questão virou ponto de honra e orgulho, o ciclismo deixou de ser transporte, esporte e lazer para se transformar em política pra alguns. Nada pode ser dado ao oponente, que por obrigação deve nos reconhecer e garantir nossos "direitos". 

E ai de quem discordar ou tentar mostrar que existem outros lados e esses lados tb tem filhos, problemas no trabalho, estress... 


Cara, meu pai teve um AVC semana passada. Dez e meia da noite de domingo minha mãe me liga pra eu ir socorrê-los. Por sorte, foi aqui em Itu onde o trânsito é levinho, mas vou te contar que o Celtinha chegou na casa deles cheirando a queimado de tão rápido que eu fui. Minha mãe também chamou o resgate, mas desculpa aí, eu não vou confiar a vida do meu pai à rapidez dos caras, e quanto mais gente ali pra socorrer na hora, melhor. Se eles demorassem muito eu dava um jeito de colocar o velho no carro e levava pro hospital, mas pra isso eu tinha que estar lá, e rápido.

No fim ele acabou indo de resgate mesmo, e graças a Deus se recuperou bem e quase sem sequelas.

O ponto é, se nessa hora tivesse uma massa crítica na minha frente, eu iria precisar de nitrogênio líquido pra esfriar o sangue. Fosse na minha frente ou na frente do carro do resgate. Quando eu lembrei disso, alguns dias depois (mesmo em Itu não existindo uma massa crítica) me deu um calafrio na espinha, porque de um lado eu até simpatizo com os ciclistas, mas do outro eu estive justamente na posição onde alguns minutos a mais poderiam significar a morte ou a invalidez de uma pessoa que eu amo.

Pra quem analisa o caso "de fora" pode não significar merda nenhuma. Até eu mesmo pensaria "no bem da maioria" há alguns dias atrás, antes disso acontecer. O que posso dizer é que depois do ocorrido, já vejo com outros olhos esse tipo de manifestação e suas consequências como semáforos bloqueados. Foda-se a interpretação conveniente da legislação que permite a certos tipos de eventos o bloqueio dos semáforos, na "hora do calor" você não quer saber de nada.

Te falar que até o caso do motorista do Golf preto eu já vejo com outros olhos agora. Não condeno mais ninguém, as pessoas polarizam muito as questões em função de suas vontades e necessidades, tanto ele quanto os ciclistas. O ser humano sob pressões extremas reage de maneiras imprevisíveis até para ele mesmo.
Voltar para o topo
airesbecker Ver Drop Down


Registrado: 04 Jan 2010
Desconectado
Mensagens:1278
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de airesbecker Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 03 Abr 2012 as 03:31

vadebici.wordpress.com
Temos visto vários questionamentos sobre a ilegalidade do Massa Crítica. A questão da interrupção do trânsito. A abusividade do movimento. A imprensa está de olho assim como a opinião públ...

Voltar para o topo
FPavão Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Dez 2010
Porto Alegre
Desconectado
Mensagens:1729
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de FPavão Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 12 Abr 2012 as 19:16
Um vídeo bem interessante com argumentos sobre o porquê de não dar mais espaço pro automóvel:



Fernando Pavão
Voltar para o topo
Edu Bicicaos Ver Drop Down


Registrado: 04 Abr 2012
Blumenau SC
Desconectado
Mensagens:1187
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Edu Bicicaos Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 12 Abr 2012 as 19:38
Originalmente Postado por Alessandro_sp Alessandro_sp Escreveu:

Originalmente Postado por Voodoo Voodoo Escreveu:

Diante do caos e da hostilidade das ruas nos horários de pico, um aceno e um sorriso podem levar um motorista a tomar uma atitude muito mais serena em relação àqueles que o cercam.


Extrapolando, se por menor que for existir um efeito colateral do tipo "corrente do bem", imagina só com o tempo como as coisas melhorariam. Tá, sei que é quase utópico, mas quem faz e quem recebe uma gentileza tende a continuar o processo... A esperança tá aí pra nos manter motivados.
 
isso é muito importante, sempre que possivel gosto de prestar essas gentilezas.
 
só tem que tomar cuidado, as vezes por exemplo vc vai parar pra dar a vez a outro veiculo e vem alguem atras de vc e bate, ou vc para pra alguem atravessar a rua e vem alguem na outra pista e atropela a pessoa. Sempre sinalizar e ficar esperto nos retrovisores.
Voltar para o topo
samuelgouvea Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 20 Dez 2011
juiz de fora
Desconectado
Mensagens:1212
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de samuelgouvea Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 25 Abr 2012 as 03:14
adianto que não li todos os tópicos, por isso não vou argumentar sobre meu não-apoio à massa crítica.

num protesto, a idéia não é apenas chamar a atenção pra sua causa, mas concomitantemente angariar a simpatia de quem assite ao protesto.

daí pergunto: como vcs acham que a massa crítica é vista pelo cidadão mediano? bem ou mal?

é a forma que esse cidadão mediano vê um protesto que deve moldar o próprio protesto.
meu strava: http://app.strava.com/athletes/1248052
Voltar para o topo
airesbecker Ver Drop Down


Registrado: 04 Jan 2010
Desconectado
Mensagens:1278
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de airesbecker Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 25 Abr 2012 as 16:12
Originalmente Postado por samuelgouvea samuelgouvea Escreveu:

adianto que não li todos os tópicos, por isso não vou argumentar sobre meu não-apoio à massa crítica.
num protesto, a idéia não é apenas chamar a atenção pra sua causa, mas concomitantemente angariar a simpatia de quem assite ao protesto.
daí pergunto: como vcs acham que a massa crítica é vista pelo cidadão mediano? bem ou mal?
é a forma que esse cidadão mediano vê um protesto que deve moldar o próprio protesto.
Sinceramente Samuel acho que não nasci para fazer os outros felizes.
Acho que meu destino é ser feliz eu mesmo.
Nem Cristo que tentou ser unanimidade conseguiu, acabou crucificado!!



Voltar para o topo
Alex SP Ver Drop Down


Registrado: 12 Mar 2004
São Paulo
Desconectado
Mensagens:8970
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Alex SP Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 25 Abr 2012 as 19:27
Continuo com a opinião de que a Massa Crítica não tem autocrítica.
Look Good, Feel Good, GO FAST!
Voltar para o topo
Alex SP Ver Drop Down


Registrado: 12 Mar 2004
São Paulo
Desconectado
Mensagens:8970
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Alex SP Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 25 Abr 2012 as 19:28
Tb não sinto que tem muita massa. Encefálica.
Look Good, Feel Good, GO FAST!
Voltar para o topo
FPavão Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Dez 2010
Porto Alegre
Desconectado
Mensagens:1729
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de FPavão Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 25 Abr 2012 as 20:02
Alex: a massa de porto alegre acabou dando origem a isso: http://vadebici.wordpress.com/2012/04/20/assembleia-para-criacao-de-associacao-de-usuarios-de-bicicleta-em-porto-alegre/. Vamos ver se vai funcionar.

Também uniu muita gente pra que se organizassem e pedissem melhorias pros ciclistas. Até o MP de porto alegre tá ajudando a gente, grande parte graças ao Aires.

Também teve o fórum mundial da bicicleta aqui (não sei porque, mas porto alegrense tem mania de fazer foruns mundiais).

O número de ciclistas aqui aumentou muito, mesmo. É visível na rua que tem mais gente andando sério de bicicleta.

Eu acho que, em parte, isso aconteceu por causa da massa.
Fernando Pavão
Voltar para o topo
FPavão Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Dez 2010
Porto Alegre
Desconectado
Mensagens:1729
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de FPavão Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 25 Abr 2012 as 20:09
Originalmente Postado por Alex SP Alex SP Escreveu:

Continuo com a opinião de que a Massa Crítica não tem autocrítica.


Isso é um pouco verdade. A MC é só a soma das pessoas que tão nela. E tem bastante gente que não tem autocrítica mesmo. Também tem os que querem briga, os que querem bagunça, os que querem pegar as gurias, os que querem beber cerveja. Mas quem mais se destaca no final são pessoas normais, mais sensatas.
Fernando Pavão
Voltar para o topo
Alex SP Ver Drop Down


Registrado: 12 Mar 2004
São Paulo
Desconectado
Mensagens:8970
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Alex SP Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 25 Abr 2012 as 21:39
Fpavão,

eu fico zuando mas apesar de achar que a coisa tem mais caráter de festa e confraternização, eu concordo que iniciativas como a Massa Crítica ajudam a colocar as pessoas pra pedalar e têm seus pontos positivos (mais em alguns lugares, menos em outros...). 

Ainda assim, alguns aspectos são inescapáveis: esse caráter festivo, de confraternização, essa "horizontalidade" e a confusão de propósitos e objetivos tira o foco, reduz a eficácia e passa a impressão de desorganização. Essa mistura de política com ideologia e cicloativismo ainda não deu liga por aqui.

Aliás, é uma das minhas críticas não só à Massa Crítica (com o perdão do trocadilho) e aos demais movimentos pró-bike, sobretudo os mais "alternativos" e "animados". Não acho que dar dois passos pra frente e um pra trás seja positivo, ou mesmo aceitável. Tb vejo o cicloativismo em geral como elitista, hipócrita e excessivamente engajado. Mas enfim... é só a minha opinião.
Look Good, Feel Good, GO FAST!
Voltar para o topo

 Responder Responder Página  <1 151617
  Compartilhar   


Ir para Permissões do Fórum Ver Drop Down

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd.