| PEDAL | HOME | ARTIGOS | BIKES | TESTES | COMUNIDADE | CLASSIFICADOS | FORUM | FOTOS | VIDEOS | NOTICIAS | TRILHAS | SERVICOS | CONTATO | + |
Fórum Início Fórum Início > Assuntos Gerais > Mobilidade - Cicloativismo - Transporte
  Tópicos recentes Tópicos recentes RSS Feed - Greves no transporte público X bike.
   [REGRAS]    Ajuda Ajuda  Procurar no fórum   Registrar Registrar  Entrar Entrar

Greves no transporte público X bike.

 Responder Responder Página  12>
Autor
Mensagem
  Tópico Procurar Tópico Procurar  Opções do Tópico Opções do Tópico
Abe S. Ver Drop Down


Registrado: 27 Dez 2013
Campo Grande,MS
Desconectado
Mensagens:329
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Abe S. Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Tópico: Greves no transporte público X bike.
    Enviado: 05 Jun 2014 as 18:46
Olá, galera! resolvi abrir esse tópico para compartilhar e debater:
Últimamente várias cidades, principalmente as capitais, tem sofrido com greves de metrô, ônibus, etc. .  e hoje assistindo aos noticiários sobre a greve do metrô na cidade de São Paulo vi vários relatos de pessoas que não conseguiam chegar ao trabalho e depois também enfrentavam muitas dificuldades para retornar para casa e com isso perdendo muuuito tempo! Mas o que me deixou curioso com os relatos dessas pessoas, não idosos e aparentemente bem saudáveis,  foram as distâncias que teriam que percorrer para chegar ao trabalho e/ou voltar: um falou em 17km, outro em 14, outro em 10, um em 9 e, pasmem, 7km!!!!!! SETE QUILOMETROS!!! E o cidadão ainda consegue ficar agarrado em um ponto de ônibus passando raiva, e levando X horas para chegar ao trabalho!!! Por que esse povo todo não vai de bicicleta??? Todo mundo tem em casa uma bike velha e encostada mas que dá conta de uns míseros Kms. . .Wacko Será uma preguiça generalizada? Falta de incentivo para o transporte alternativo? O brasileiro não tem cultura de bicicleta?? Ou é a pura e simples ignorância?? Qualquer pessoa, mesmo sem nenhum preparo físico, levaria não mais do que 45 minutos para percorrer 7km ou 1 hora +ou- para percorrer 10km em ritmo lesma!Dead
Realmente fico sem compreender. . .Pode parecer arrogância minha mas pra uma pessoa que sempre gostou de atividade física e percorreria até a pé e debaixo de tempestade esses 9, 10 kms para, pélo menos, tentar chegar no horário ao trabalho não dá mesmo pra entender!
Abraço a todos os pedaleiros!!Hug
Voltar para o topo
lafon Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Set 2010
Cerquilho-SP
Desconectado
Mensagens:3615
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de lafon Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 05 Jun 2014 as 19:16
São Paulo é outro universo. Mesmo no interior (Ribeirão Preto 600 mil hab/300 mil carros) temos 1 carro para cada habitante (IBGE-DETRAN).

Levanto as seguintes considerações:

- Bicicleta é coisa de pobre. E pobre odeia mostrar que é pobre.
- Carro traz a ideia de sucesso pessoal
- O carro é uma armadura de aço que afasta a violência
- O nº de assaltos a ciclistas é muito grande em São Paulo
- É esporte ultra-radial dividir espaço com carros e motos
- A quantidade de motos é insana em São Paulo, e são um risco real para o ciclista.
- as pessoas não tem habilidade para associar a bike ao cotidiano.
- A bicicleta não é aceita em 99% dos espaços públicos e privados


Enquanto não houver ciclovias e segurança pública para coibir assaltos com arma de fogo, o carro, o ônibus e o metrô, serão o padrão.
Voltar para o topo
idilio Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 01 Out 2013
Belo Horizonte
Desconectado
Mensagens:143
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de idilio Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 05 Jun 2014 as 19:31
Caro colega de pedal, não posso afirmar o que passa na cabeça dessas pessoas, mas posso dizer o que aconteceu comigo. Em Março/2014 houve greve de transporte coletivo aqui em Belo Horizonte-MG. Após passar raiva no primeiro dia de greve, resolvi que no dia seguinte eu iria de bike para o trabalho. A satisfação de ultrapassar todo o trafego congestionado é incrivel, a liberdade de poder iniciar a viagem de retorno assim que sair do trabalho é muito melhor do que ficar esperando o onibus passar. No entanto, não existe na maioria das empresas, uma estrutura que permita que o funcionario tome uma ducha para tirar o suor antes de começar a trabalhar. Eu trabalho de roupa social, minha empresa n tem um local proprio para trocar de roupa. Tive que me virar para secar o suor, tirar a roupa do pedal e colocar a roupa de trabalho, e no fim do dia, novamente, canseira para tirar a roupa de trabalho e colocar a roupa de pedal. Utilizo o transporte coletivo para ir trabalhar, mas penso muito em utilizar a bike diariamente como meio de locomoção para ir ao trabalho.
Voltar para o topo
Kid Falcon Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 29 Set 2007
Campinas - SP
Desconectado
Mensagens:781
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de Kid Falcon Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 05 Jun 2014 as 23:44
As distâncias são medíocres em alguns casos, mas como desafiar o trânsito?  Saltar por cima das calçadas e disputar espaço com pedestres ou disputar espaço na faixa da direita com ônibus virando esquinas e entrando e saindo dos pontos?  Se eu fosse de bike levaria uns 20 minutos da minha casa ao trabalho, mas com o trânsito que tem por aqui, nem pensar.
Tem tantos agravantes nessa história de trocar os meios de transporte motorizados por bikes que o ideal acabaria ser refazer calçadas ruas e avenidas.  Fazer isso não dá dinheiro, indústria de bike também não dá o mesmo que automóveis.
E nisso recordo-me, na época da faculdade, eu andava de busão por 125 contos, ao invés dos 450 de carro (dividindo o IPVA e outros impostos por mês, ainda considerando a manutenção).  Que despesa vai dar uma bike em um ano?  Talvez só óleo, se tudo estiver novo e as distâncias não passarem dos 20km diários...

Ir de bike eu quero, mas também quero chegar em segurança onde trabalho e não pela sala de emergência.
Pedale com segurança: utilize equipamentos e respeite o trânsito.
___________________
Visite: www.lucianopsi.wordpress.com
Voltar para o topo
Libert Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 30 Mai 2014
São Paulo
Desconectado
Mensagens:293
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de Libert Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 00:14
O transito em sp é uma selva. Vale a lei do mais forte, ou melhor, do mais veículo maior e mais pesado. No meu bairro é tranquilo, mas não me atrevo a ir para a região central em dia de semana.
Voltar para o topo
jbtozetti Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Mai 2013
Mauá-SP
Desconectado
Mensagens:6514
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de jbtozetti Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 01:40
mesmo sendo ciclista, se morasse em SP andaria à pé do q colocar a bike na rua e arriscar a vida

ciclista de rua  não é respeitado em lugar nenhum no Brasil, e isso é cultural
Voltar para o topo
FPavão Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Dez 2010
Porto Alegre
Desconectado
Mensagens:1729
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de FPavão Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 08:57
Originalmente Postado por lafon lafon Escreveu:

São Paulo é outro universo. Mesmo no interior (Ribeirão Preto 600 mil hab/300 mil carros) temos 1 carro para cada habitante (IBGE-DETRAN).

Levanto as seguintes considerações:

- Bicicleta é coisa de pobre. E pobre odeia mostrar que é pobre.
- Carro traz a ideia de sucesso pessoal
- O carro é uma armadura de aço que afasta a violência
- O nº de assaltos a ciclistas é muito grande em São Paulo
- É esporte ultra-radial dividir espaço com carros e motos
- A quantidade de motos é insana em São Paulo, e são um risco real para o ciclista.
- as pessoas não tem habilidade para associar a bike ao cotidiano.
- A bicicleta não é aceita em 99% dos espaços públicos e privados


Enquanto não houver ciclovias e segurança pública para coibir assaltos com arma de fogo, o carro, o ônibus e o metrô, serão o padrão.


Concordo com tudo, mas além disso a maioria das pessoas acha que bicicleta são as mtb de supermercado de 400 reais. O cara compra uma, já achando caro, sai com o selim estuprador lá embaixo pra poder encostar o pé no chão (e pq andar com a bunda empinada é coisa de gay), com pneu cravudo com pressão baixa, com as marchas fazendo tlec tlec tlec incessante e com o trocador gripsh*t que tira o couro da mão quando tu tenta girar. Claro que ele vai achar que lugar de bicicleta é na calçada, ele não vai conseguir colocar nem 10km/h de média.

São vários fatores, mas acho que falta de cultura é o maior.
Fernando Pavão
Voltar para o topo
csrocha Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 09 Jul 2013
Guará I - DF
Desconectado
Mensagens:320
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de csrocha Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 09:48
Originalmente Postado por FPavão FPavão Escreveu:


Concordo com tudo, mas além disso a maioria das pessoas acha que bicicleta são as mtb de supermercado de 400 reais. O cara compra uma, já achando caro, sai com o selim estuprador lá embaixo pra poder encostar o pé no chão (e pq andar com a bunda empinada é coisa de gay), com pneu cravudo com pressão baixa, com as marchas fazendo tlec tlec tlec incessante e com o trocador gripsh*t que tira o couro da mão quando tu tenta girar. Claro que ele vai achar que lugar de bicicleta é na calçada, ele não vai conseguir colocar nem 10km/h de média.

São vários fatores, mas acho que falta de cultura é o maior.

Moro em Brasília, mas minhas viagens são sempre pelo Estado de SP. Ano passado, estava em Santos e fui a Sampa para a Brasil Cycle Fair, de ônibus. Não me atrevo pedalar em SP, cidade. O trânsito é assustador para mim, mesmo dirigir eu evito na cidade.

Até agora visitei 71 cidades do estado, pretendo passar por todos os 645 municípios, coisa para uns 2 anos ou mais. E tenho como estratégia deixar a região metropolitana de Sampa para o final, esperando que as condições melhorem para o ciclista nesse período. Não só trânsito como também a violência urbana. 

Voltar para o topo
brener123 Ver Drop Down


Registrado: 30 Mar 2011
sao paulo
Desconectado
Mensagens:77
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de brener123 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 13:22
Engraçado é que a maioria que comentou nem mora em spsp...... Em são paulo a grande classe trabalhadora e humilde mora na pqp e trabalha na pqp. São como eu, que mora na zona leste e trabalho na zona sul, percorrendo 60km POR DIA, com metrô e busão, saindo de madrugada para chegar no serviço às oito horas. Somos a maioria. Nem a pau que vou de bicicleta!
Voltar para o topo
hbronze Ver Drop Down


Registrado: 13 Fev 2011
Sampa
Desconectado
Mensagens:727
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de hbronze Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 14:31
Eu moro em SP proximo ao metro conceição antes trabalhava no centro e ia de bike agora trabalho na Faria Lima vou de bike ontem no primeiro dia de greve foi pior que hoje

Poder ver no video isso pertinho de casa uma mulher quase passa por cima de mim

https://www.youtube.com/watch?v=g53_uicTtXQ


Hoje o que atrapalhou mais foi a chuva e eu pedalo 12km para ir e 12 para voltar.

Mas com o CET de greve motorista faz da rua uma zona de guerra

https://www.youtube.com/watch?v=Ea5yYmMP0KI

Abraços e bom pedal a todos
Voltar para o topo
brunocarlo Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Mai 2013
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:969
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de brunocarlo Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 14:31
Dando meu pitaco, eu moro no Rio, e estou sofrendo quase diariamente, seja greve, manifestação, chuva.. ou o transito caótico de todo dia.

Eu moro a +/- 20km de casa, e se houvesse um meio de guardar a bike e tomar um banho, eu viria na boa de bike pra cá, mesmo com o transito,e  uma serra que atravesso diáriamente, mas sim, acho que o fator que mais vejo para as pessoas não usarem a bike no dia-a-dia é a cultura aliado a 'acessibilidade', eu passo por lugares que as pessoas usam a bike ate o ponto de onibus e de lá seguem de onibus.
Bruno Carlo
<a href="http://www.strava.com/athletes/1268675" rel="nofollow">Meu Strava</a>
<img src="http://veloviewer.com/SigImage.phpa=138bfc&r=2&c=3&u=M&g=n&f=jldebcghij&z=a.png" />
Voltar para o topo
sergio_moraes Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 29 Mar 2014
Rio das Ostras
Desconectado
Mensagens:272
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de sergio_moraes Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 14:40
Originalmente Postado por csrocha csrocha Escreveu:

[QUOTE=FPavão]
Concordo com tudo, mas além disso a maioria das pessoas acha que bicicleta são as mtb de supermercado de 400 reais. O cara compra uma, já achando caro, sai com o selim estuprador lá embaixo pra poder encostar o pé no chão (e pq andar com a bunda empinada é coisa de gay), com pneu cravudo com pressão baixa, com as marchas fazendo tlec tlec tlec incessante e com o trocador gripsh*t que tira o couro da mão quando tu tenta girar. Claro que ele vai achar que lugar de bicicleta é na calçada, ele não vai conseguir colocar nem 10km/h de média.

São vários fatores, mas acho que falta de cultura é o maior.

Concordo com quase tudo, infelizmente somos um povo que culturalmente não tem tradição de usar a bicicleta como meio de transporte, ainda temos a visão estreita e preconceituosa de que bicicleta é transporte de pobre que não tem dinheiro para comprar carro, diferente de alguns países do oriente por exemplo, onde se vê um verdadeiro mar de bicicletas nas ruas e carros em casa, acredito também que o preço de bicicletas devam ser mais "populares" do que por aqui, infelizmente somos um povo mal remunerado que acaba vendo na bike de suermercado a unica opção se quiser comprar uma bicicleta para se locomover de casa para o trabalho, porque nenhum pai de familia que ganha seus 800,00 ou 900,00, ou seja, assalariado vai dispor de R$ 1000,00 para comprar uma bicicleta, e tem que se contentar com o que o seu dinheiro pode comprar, afinal pagar 400,00 em uma bicicleta para quem ganha 800,00 e tem todas as despesas do mes, ja é loucura, e eu nem falei da violencia do transito das grandes cidades que é um assunto a parte que nós que pedalamos conhecemos bem, agora imagina quem compra uma bicicleta "na louca" pra ir trabalhar, acho sim que a bicicleta seja a grande salvação dos grandes centros no quesito transito e não discuto isso, porém, acho que para que isso ocorra, primeiro as pessoas e os governantes devem se conscientizar disso e dar incentivos e condições para que as pessoas adquiram produtos de qualidade e rodem com respeito e segurança com suas bicicletas, só assim verão alguma vantagem em tal atividade.
Voltar para o topo
hbronze Ver Drop Down


Registrado: 13 Fev 2011
Sampa
Desconectado
Mensagens:727
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de hbronze Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 14:49
essa historia que bicicleta é coisa de pobre é mimimi  vem para sampa vem para a Av Faria Lima , Av. Paulista. parece até holanda de tanta bike na rua, tem  bike normal ou as bike do itau.

Se ficarem com medo de sair no transito isso não vai mudar nunca quanto mais bike na rua mas seguro estaremos.

Abraços
Voltar para o topo
lafon Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Set 2010
Cerquilho-SP
Desconectado
Mensagens:3615
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de lafon Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 15:34
Originalmente Postado por hbronze hbronze Escreveu:

Se ficarem com medo de sair no transito isso não vai mudar nunca quanto mais bike na rua mas seguro estaremos.

Abraços


Falar, até papagaio fala! Mas ler, pesquisar e pensar, causa dor em muitos mortais. Até por isso você não deve saber sobre os elevadíssimos índices de acidentes que ocorreram na Holanda e no Japão, logo no início da implementação da bicicleta como meio de transporte preferencial. CANSA muito ter que ler bobagens nesse fórum.
Voltar para o topo
Libert Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 30 Mai 2014
São Paulo
Desconectado
Mensagens:293
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Libert Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 15:56
Originalmente Postado por hbronze hbronze Escreveu:

essa historia que bicicleta é coisa de pobre é mimimi  vem para sampa vem para a Av Faria Lima , Av. Paulista. parece até holanda de tanta bike na rua, tem  bike normal ou as bike do itau.

Se ficarem com medo de sair no transito isso não vai mudar nunca quanto mais bike na rua mas seguro estaremos.

Abraços

Não diria que parece Holanda, mas tenho que admitir: o numero de bikes nas ruas aumentou bastante ultimamente. Isso é bacana, eu apoio. Por a bike na rua no transito pesado é uma forma de ativismo (na rua, não na calçada). Mas confesso que eu mesmo evito isso. 

Voltar para o topo
jbtozetti Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Mai 2013
Mauá-SP
Desconectado
Mensagens:6514
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de jbtozetti Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 17:01
Originalmente Postado por hbronze hbronze Escreveu:

essa historia que bicicleta é coisa de pobre é mimimi  vem para sampa vem para a Av Faria Lima , Av. Paulista. parece até holanda de tanta bike na rua, tem  bike normal ou as bike do itau.

Se ficarem com medo de sair no transito isso não vai mudar nunca quanto mais bike na rua mas seguro estaremos.

Abraços

aham, tem sim... tem tanta bike q o ciclista passa quase por cima de outro de tantos q tem LOL

de q mundo vc é?

Voltar para o topo
João Frango Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 25 Jun 2013
Diadema/SP
Desconectado
Mensagens:1290
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de João Frango Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 17:39
pior é o meu caso, tenho uma ciclovia até boa que sai de pertinho de casa Av Atlantica Zona Sul e emenda com a da Marginal Pinheiros que tem fácil acesso a da Faria Lima, digo que 90% do meu trajeto seria assim e só me arriscaria um pouco para ir da Faria Lima até o Centro, tenho vestiário no trabalho, tudo levava a eu deixar a moto e o carro em casa e vir de bike ja que costumo pedalar grandes distâncias, mas ai vem o problema, os Gênios FDPs fecham a ciclovia da Marginal muito cedo e eu não conseguiria chegar nela a tempo, enviei e-mail pra ouvidoria e outros canais que achei na net e nenhuma resposta, estes malditos não tão nem ai pra necessidade do povo, querem fazer coisas só pra aparência Angry

Quero discordar de um ponto que disseram acima, de moto reparo muito no transito, a maioria das bikes que vejo são bikes simples e como os horários batem sempre me vejo ultrapassado pelos bikers nos cantos de via ou em cima das guias e os caras vão embora, fiz amizade com um senhor que tem uma Caloi Terra e pedala semanalmente do centro até a granja viana, enquanto bike cara só vejo nos racks dos carros a maioria das vezes, esse negócio que a bike barata desanima é conversa, quando a pessoa quer ela pedala e pronto
Não compre nada sem procedência, não alimente parasitas.
Voltar para o topo
fabio blanco Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 08 Jan 2013
sao paulo
Desconectado
Mensagens:609
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de fabio blanco Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 17:40
Moro e trabalho na regiao central de sampa , venho de bike 5 dias na semana , sabado venho de moto , o transito e muito agressivo , mas ja faz 3 anos que estou nesta pratica , logico que ja tomei varios sustos , e ate quase atropelado por motorista ignorantes , mas mas diversao  de vir pulando rampas e dropando escadas , supera os pontos negativos , mas para ir e vir temos que usar uma pilotagem mais agressiva e defensiva , do resto e so alegria , bikeeeeeeeee !!!!!!SmileSmileSmile

Editado por fabio blanco - 06 Jun 2014 as 17:44
Os piores caminhos com melhores amigos
Voltar para o topo
Abe S. Ver Drop Down


Registrado: 27 Dez 2013
Campo Grande,MS
Desconectado
Mensagens:329
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Abe S. Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 18:54
Talvez seja minha visão sobre o uso da bike e o fato de fazer atividade física não seja problema pra mim conforme já coloquei ao abrir o tópico maaaassss. . .ainda assim mantenho um posicionamento de que as pessoas podiam se virar indo até mesmo a pé! As pessoas que eu vi dando depoimentos sobre a greve eram PESSOAS APARENTEMENTE SAUDÁVEIS E NÂO IDOSOS, então qual seria a justificativa?? Uma garota qua não aparentava mais do que seus 22-25 anos falando que perdeu não sei quantas horas para percorrer 7kms pra ir pro trampo!?!?Dead Mesmo quanto ao uso da bike, Sampa não tem apenas um ou alguns caminhos para se chegar ao mesmo lugar: são milhares de alternativas!! Ainda mais para um nativo é muito fácil encontrar uma rota tranquila ou, pelo menos, com riscos muito reduzidos em relação ao trânsito pesado.
O João Frango aki em cima falou tudo: se a pessoa quer ela dá um jeito em vez de ficar só reclamando e colocando a culpa no governo, na Fifa, na CIA, no McDonalds, etc. . .Eu postei pois todas, todas as pessoas que eu vi na entrevista alegaram distâncias menores que 20km a percorrer, diferente do brener123 que tem que percorrer 60km, aí concordo que de bike não tem condição mesmo. . .

Voltar para o topo
xandaumgv Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 04 Jul 2012
sao paulo
Desconectado
Mensagens:1979
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de xandaumgv Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 19:11
Originalmente Postado por Abe S. Abe S. Escreveu:

Olá, galera! resolvi abrir esse tópico para compartilhar e debater:
Últimamente várias cidades, principalmente as capitais, tem sofrido com greves de metrô, ônibus, etc. .  e hoje assistindo aos noticiários sobre a greve do metrô na cidade de São Paulo vi vários relatos de pessoas que não conseguiam chegar ao trabalho e depois também enfrentavam muitas dificuldades para retornar para casa e com isso perdendo muuuito tempo! Mas o que me deixou curioso com os relatos dessas pessoas, não idosos e aparentemente bem saudáveis,  foram as distâncias que teriam que percorrer para chegar ao trabalho e/ou voltar: um falou em 17km, outro em 14, outro em 10, um em 9 e, pasmem, 7km!!!!!! SETE QUILOMETROS!!! E o cidadão ainda consegue ficar agarrado em um ponto de ônibus passando raiva, e levando X horas para chegar ao trabalho!!! Por que esse povo todo não vai de bicicleta??? Todo mundo tem em casa uma bike velha e encostada mas que dá conta de uns míseros Kms. . .Wacko Será uma preguiça generalizada? Falta de incentivo para o transporte alternativo? O brasileiro não tem cultura de bicicleta?? Ou é a pura e simples ignorância?? Qualquer pessoa, mesmo sem nenhum preparo físico, levaria não mais do que 45 minutos para percorrer 7km ou 1 hora +ou- para percorrer 10km em ritmo lesma!Dead
Realmente fico sem compreender. . .Pode parecer arrogância minha mas pra uma pessoa que sempre gostou de atividade física e percorreria até a pé e debaixo de tempestade esses 9, 10 kms para, pélo menos, tentar chegar no horário ao trabalho não dá mesmo pra entender!
Abraço a todos os pedaleiros!!Hug

Existem outros fatores que entram nesta "falta de opção", uma delas pode ser o meio por onde passarão é muito perigoso, ou ruim para ir à pé ... Em SP há em alguns pontos a opção de bike de emprestimo, as vezes pode ser uma opção para o trajeto da pessoa, mas não faz o minimo esforço para entender como funciona, apenas fica olhando reclamando e não se cadastra ... há a questão do clima(as vezes está muito quente para pedalar, as vezes muito frio, as vezes muito agradavel para pedalar) ... na real, quem tem condições acaba sendo por falta de informação, querer se informar e/ou experimentar ... Desculpa sempre vai ter .... Há ainda locais em SP que possuem chuveiro e local para guardar a bike ... logico pagando uma mensalidade ou avulso pelo serviço.

E para quem não esta acostumado há tambem o intermodal (bike + metro/trem/busão) ...

As vias mais frequentadas por bikes são melhores para pedalar sim, então quanto mais bikes na rua melhor ... e tem sido mais frequente cruzar com bikes .... e não ... não chega ao ponto de esbarrar uma na outra ...kk somente na ciclofaixa de lazer ....

Abraços
Alexandre

Urbana: Tito Urban
MTB: First Athymus
Voltar para o topo
Stcunha Ver Drop Down
Avatar
Bloqueado

Registrado: 12 Jan 2013
Brasil
Desconectado
Mensagens:528
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Stcunha Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Jun 2014 as 19:42
Estou tomando coragem para ir de bike para o trampo. Moro no centro de Brasília e trabalho em Goiás, no segundo lugar mais perigoso do mundo (dados da ONU), pelo caminho que farei serão 60km cada trecho, mas pretendo ir de bike e voltar de baú, no dia seguinte vou de baú e volto de bike. Vou enfrentar 2 problemas: o transito e os criminosos, carros a 100km/h de uma região pobre com responsabilidade zero, ultrapassam pelo acostamento e tal e ladrões a dar com pau.

Montar uma bike simples e arroxar o pedal e seja oque Deus quiser.
Voltar para o topo
rodrigomarin Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 10 Nov 2013
São paulo - SP
Desconectado
Mensagens:197
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de rodrigomarin Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 08 Jun 2014 as 17:45
Não tenho tanta experiência assim em andar de bike em SP mas eu tenho a impressão de que muitos dos acidentes são evitáveis pelo ciclista. Calma, galera, vou explicar!

Jamais diria isso isentando os condutores de veículos que pesam, pelo menos, 10 vezes mais que eu + bike - os quais guiam sem noção do quanto ele está protegido por aquela carapaça de aço e empurrado por um motor umas 100 vezes mais potente que o meu -, até porque a grande maioria deles, chuto uns 70%, guiam com irresponsabilidade, são folgados, dirigem desatentos, sem cuidado. Tem muito espertinho no trânsito: aqueles que cortam uma fila, metendo o carro na frente de outro, quase batendo, pra daqui a um farol estar a 10 m do carro que ele ultrapassou cinco minutos antes. Qual a vantagem? pois é, também não sei... ah, e os que, no congestionamento, quando a fila anda 50 m, aceleram a 40 km/h até parar de novo, repetindo isso dezenas de vezes... pra quê? pois é, continuo me perguntando... Tem o povo que nunca dá seta: como vou me programar para atravessar uma rua se não sei se ele entrará na alça? Afinal, seta pra quê? Mas esse tipinho existe aos montes na nossa cidade.
Faz 10 anos que dirijo. Claro, mudei bastante a forma de guiar desde então, sobretudo depois que comecei a andar de bike: é incrível o valor que você passa a dar à vida: a consciência de que aquela esperteza X representa um risco desnecessário, um risco a uma vida. Não tenho carro e guio esporadicamente, mas mesmo assim amadureci bastante.

Dizer que são evitáveis significa que precisamos fazer uma direção defensiva e, observando meu modo de guiar, vi como precisamos (ciclistas) saber nos comportar nas mais diversas situações: eu costumo ocupar a faixa, mas não é sempre (ocupo, p.ex., quando desço a Rebouças/Consolação), mas também uso a calçada (subindo a Rebouças/Consolação). Mas não ando na calçada na Paulista. Ando em via rápida, como nas Marginais (ocupando claramente a faixa), dependendo do meu fôlego e se estou carregando peso, e depende também da situação do trânsito nelas. Passo no farol vermelho se não existe carro ou pedestre atravessando a via, mas apenas para ganhar espaço dos carros parados no farol e que podem me ameaçar adiante.
Subo, sim, na calçada, como já disse. Mas não me imponho aos pedestres: a preferência é deles, sempre. Se surgirem muitos, eu desço; são raríssimos os casos em que peço licença para ultrapassá-los: sou eu o estranho ali. Também uso a passagem de pedestre várias vezes nas alças e viadutos: geralmente não tenho velocidade suficiente para transitar com segurança.

Estou sempre aprendendo caminhos e conhecendo lugares: nesses dias me assustei quando um amigo disse que não sabia onde era a loja de uma pessoa, quer dizer, não sabia onde era o bairro, se ZN, ZS, ZL etc! ele ligava o GPS, inseria o nome da rua e ia seguindo o que o GPS falava! Daí, claro, veio a pergunta: e antes do GPS, como fazia pra dirigir em SP? a resposta: "Eu não dirigia!" (qual o significado exato dessa afirmação pra uma pessoa com 32 anos?). Uau e se acontece algo com o GPS? Eu uso GPS com alguma frequência e, como é meio ruinzinho, às vezes só consigo acessar o mapa e preciso me encontrar no mapa...
Por que eu escrevi isso no meio da postagem? simples: conhecer as opções de trajeto, as condições da via, as velocidades que se praticam lá, a altimetria, as entradas e saídas, se há faixa exclusiva, as condições do asfalto, se há postos de combustível/lojas de comida/bebida no trajeto, a iluminação etc é essencial para uma viagem tranquila.
Demorei um bom tempo até descobrir um caminho razoável entre a USP e a Dutra. Num dia eu fiz de Guarulhos até a USP, ou seja, 35 km, em 1h30! ou seja, não é a distância o problema. Mas isso foi excepcional, numa noite fresca em que me aventurei pelas Marginais... não é muito praticável no quotidiano.

Hoje sinto que corro menos riscos, que os evito com mais frequência, que os carros são menos hostis à minha presença. Atribuo isso à minha consciência no trânsito, mais do que minha sinalização e uso de capacete (que se tornou eventual). Enfim, continuo achando perigosíssimo andar de bike em SP, mas entender quais as opções de comportamento e suas consequências ajuda muito. Geralmente essas coisas são previsíveis... até o maluco imprudente entra na estatística. O que exatamente significa isso: que estarei livre de riscos, de acidentes, de assaltos, de furos no pneu? a ha ha ha, conta outra! mas que os riscos evitáveis devem ser evitados e os que permanecem precisam ser controlados, como por exemplo não passar dos 30 na faixa da direita da Consolação, senão você vai pro chão - de tanta ondulação e remendo que existe...

Nesses dias, justamente pela precariedade do transporte agravada pelas greves, marchas, protestos, resolvi que usarei a bike com mais frequência. Ontem cheguei atrasado ao trabalho porque demorei mais de 2h pra atravessar 24 km: fui de ônibus... mas a Marginal estava travada por causa da Marcha pra Jesus... resolvi, depois, buscá-la e que, na medida do possível, eu me transportarei de bike.


Eu tinha abandonado um pouco por conta dos riscos, mas comecei a engordar e, agora, a me atrasar nos compromissos... não rola!
Voltar para o topo
Carlos sp Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 18 Jun 2008
São Paulo/SP
Desconectado
Mensagens:3087
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Carlos sp Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 08 Jun 2014 as 20:55
Originalmente Postado por lafon lafon Escreveu:

São Paulo é outro universo. Mesmo no interior (Ribeirão Preto 600 mil hab/300 mil carros) temos 1 carro para cada habitante (IBGE-DETRAN).

Levanto as seguintes considerações:

- Bicicleta é coisa de pobre. E pobre odeia mostrar que é pobre.
- Carro traz a ideia de sucesso pessoal
- O carro é uma armadura de aço que afasta a violência
- O nº de assaltos a ciclistas é muito grande em São Paulo
- É esporte ultra-radial dividir espaço com carros e motos
- A quantidade de motos é insana em São Paulo, e são um risco real para o ciclista.
- as pessoas não tem habilidade para associar a bike ao cotidiano.
- A bicicleta não é aceita em 99% dos espaços públicos e privados


Enquanto não houver ciclovias e segurança pública para coibir assaltos com arma de fogo, o carro, o ônibus e o metrô, serão o padrão.


Beleza Lafon! Cara, Aqui em SP é um mundo cão e essas considerações estão bem diferentes do que vejo nas ruas;
-Bicicleta não é coisa de pobre; já perdi as contas de ouvir tanta gente, principalmente de classe média baixa, que gostaria de ir ao trabalho de bicicleta, mas tem medo do trânsito e as empresas não disponibilizam locais seguros para guarda-las.
-Carro é uma fuga do transporte coletivo aqui, se fosse possível muita gente não usaria ele.
-Carro tem risco muito alto de assaltos, principalmente na região central.
-Assalto a ciclistas é o de menos, o problema são agressões e até latrocínios!
-Discordo, muitos motoqueiros respeitam os ciclistas, presenciei isso ontem num território deles Marginal Tietê, fui respeitado por todos nessa parte letal para ciclistas!
-As pessoas NÃO RECONHECEM a bicicleta como meio de transporte, isso sim!
-Errou por 1%, em TODOS os locais públicos e privados, até quem vive de fazer entregas aqui "pasta" quando necessita deixar sua bike em segurança para realizar seus serviços!
Voltar para o topo
Carlos sp Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 18 Jun 2008
São Paulo/SP
Desconectado
Mensagens:3087
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Carlos sp Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 08 Jun 2014 as 21:08
Originalmente Postado por hbronze hbronze Escreveu:

essa historia que bicicleta é coisa de pobre é mimimi  vem para sampa vem para a Av Faria Lima , Av. Paulista. parece até holanda de tanta bike na rua, tem  bike normal ou as bike do itau.

Se ficarem com medo de sair no transito isso não vai mudar nunca quanto mais bike na rua mas seguro estaremos.

Abraços


Como o Lafon disse "cansa ler bobagens no fórum", como se só essas avenidas representassem São Paulo, o que realmente ocorre nesses locais, é que depois dos atropelamentos com mortes de "ciclistas bacanas", o risco de um acidente os condutores de veículos levarem um processo ferrado, "estimula" respeitar os ciclistas, duvidam? Saiam dessa região, e sigam sentido a qualquer região da cidade para ver como muda a situação, alguns exemplos: Radial Leste (zona leste), Av Santo Amaro (zona sul), Av. Professor Francisco Morato(zona oeste) e Av Engenheiro Caetano Alvarez (zona norte) e nem sequer citei periferia mesmo, onde é terra sem lei!

Editado por Carlos sp - 08 Jun 2014 as 21:33
Voltar para o topo
poneis Ver Drop Down


Registrado: 09 Abr 2009
São Paulo - SP
Desconectado
Mensagens:4183
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de poneis Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 08 Jun 2014 as 21:35
Eu faço 95% dos meus deslocamentos por bike, na chuva, no sol, no calor ou no frio. Eu evito ao máximo pegar metrô ou ônibus devido a essa bagunça generalizada que é o trânsito, fora que me sinto igual gado sendo empurrado e levado pela multidão para entrar ou sair do vagão do trem. Mas eu sou parte de um grupo privilegiado, sou homem, jovem, com bom condicionamento, tenho dinheiro para ter um carro, mas ando de bike por opção e moro perto do trabalho (apesar de que, se precisasse, poderia fazer 30, 40km por dia).

A falta de uma estrutura para bikes impede que a mulher, o idoso a criança também faça o mesmo que eu. Não é fácil enfrentar as subidas e descidas para quem é sedentário; chuto que uns 70% da população não faz nenhum tipo de atividade física. Eles acordam, dão uns passos até o carro, sentam umas 10hrs no escritório, comem bastante fritura, doce e refrigerante no almoço e voltam para descansar para mais um dia de trabalho no dia seguinte. Esse tipo de pessoa, mesmo na casa dos 20 anos, mal consegue pedalar 3 ou 4km. Se tiver subida leve então, já precisa empurrar.

Se a cidade tivesse mais vias segregadas para bikes nas grandes avenidas, que são justamente as mais planas e fáceis para o ciclista iniciante, teríamos muitas pessoas trocando o caos do transporte motorizado pela diversão da bike. Acho improvável que a bike seja o principal meio de transporte de uma grande cidade, mas se 10% das pessoas que agora andam de transporte público ou carro migrassem para a bike, já teríamos uma diferença bastante perceptível no trânsito, na saúde geral das pessoas e também na economia.
Os melhores mecânicos para a sua bike: www.bike123.com.br
Voltar para o topo
Carlos sp Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 18 Jun 2008
São Paulo/SP
Desconectado
Mensagens:3087
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Carlos sp Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 08 Jun 2014 as 22:00
Originalmente Postado por poneis poneis Escreveu:

Eu faço 95% dos meus deslocamentos por bike, na chuva, no sol, no calor ou no frio. Eu evito ao máximo pegar metrô ou ônibus devido a essa bagunça generalizada que é o trânsito, fora que me sinto igual gado sendo empurrado e levado pela multidão para entrar ou sair do vagão do trem. Mas eu sou parte de um grupo privilegiado, sou homem, jovem, com bom condicionamento, tenho dinheiro para ter um carro, mas ando de bike por opção e moro perto do trabalho (apesar de que, se precisasse, poderia fazer 30, 40km por dia).

A falta de uma estrutura para bikes impede que a mulher, o idoso a criança também faça o mesmo que eu. Não é fácil enfrentar as subidas e descidas para quem é sedentário; chuto que uns 70% da população não faz nenhum tipo de atividade física. Eles acordam, dão uns passos até o carro, sentam umas 10hrs no escritório, comem bastante fritura, doce e refrigerante no almoço e voltam para descansar para mais um dia de trabalho no dia seguinte. Esse tipo de pessoa, mesmo na casa dos 20 anos, mal consegue pedalar 3 ou 4km. Se tiver subida leve então, já precisa empurrar.

Se a cidade tivesse mais vias segregadas para bikes nas grandes avenidas, que são justamente as mais planas e fáceis para o ciclista iniciante, teríamos muitas pessoas trocando o caos do transporte motorizado pela diversão da bike. Acho improvável que a bike seja o principal meio de transporte de uma grande cidade, mas se 10% das pessoas que agora andam de transporte público ou carro migrassem para a bike, já teríamos uma diferença bastante perceptível no trânsito, na saúde geral das pessoas e também na economia.


Falando de SP 70% faz exercícios sim, levantam de madrugada, começando com uma leve corrida até o ponto do ônibus, depois inicia uma demorada posição de estátua em um mesmo local, para passar algumas horas em uma sauna com rodas, e para finalizar um pouco de boxe para sair do trem ou metrô para "descansar" trabalhando umas 8 ou 10 horas diárias para no fim do dia refazer todas essas "atividades físicas"
O que não nos mata nos torna... Estranhos.
Voltar para o topo
soneca Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 01 Abr 2014
Brazil
Desconectado
Mensagens:252
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de soneca Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jun 2014 as 07:50
Faço um trajeto de 25km media de casa/trab trab/casa, desses 10 km percorro pela av dos estados no final dela de santo andre ate a divisa de sao caetano do sul, e realmente e complicado, não indico qualquer pessoa a pegar uma bike e ir trab( a não ser que só se pegue ruas residenciais), pegar grandes vias e em horarios de pico e muito complicado.
Estudei muito tempo em na paulista e posso falar que morar na região e meu sonho de consumo, bicicletas passando das 18:00 as 23:00(horario que frequentava), se locomovendo passeando exercícios físico em fim, e msmo assim acidentes graves ainda acontecem lá. 
Graças a deus nunca fui assaltado mais sei que o índice e bem complicado, veja o meu caso, chego ao cumulo de comprar peças shimano e tiro o logo, não coloco freio a disco chama a atenção e por ai vai, essa situação e bem complicada, mais seguimos tentando contornar Wink.
Voltar para o topo
Abe S. Ver Drop Down


Registrado: 27 Dez 2013
Campo Grande,MS
Desconectado
Mensagens:329
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Abe S. Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jun 2014 as 10:03
Como já coloquei tbém no meio do tópico: qualquer cidadão pode se locomover de bike, por pior que ela seja, uns 7 a 10 kms levando + ou - 1 hora para chegar ao destino em ritmo lesma!! Por conta do meu trabalho viajo pelo Brasil e conheço muitas capitais e nem por isso, ao precisar me locomover, deixo de buscar rotas alternativas afinal hoje tudo é muito fácil com a velocidade da informação. Então um nativo pode muito bem procurar e usar rotas alternativas como disse o Rodrigomarin aí em cima! Agora o cidadão levar hoooras para percorrer poucos kms, chegar atrasado ao trampo e ainda ficar reclamando é pra cair o c* da bunda. Mas são apenas minhas opiniões . . .
Voltar para o topo
Voodoo Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 01 Nov 2008
Curitiba - PR
Desconectado
Mensagens:15435
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Voodoo Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jun 2014 as 10:25
Originalmente Postado por Abe S. Abe S. Escreveu:

Agora o cidadão levar hoooras para percorrer poucos kms, chegar atrasado ao trampo e ainda ficar reclamando é pra cair o c* da bunda. Mas são apenas minhas opiniões . . .

Compartilho da mesma opinião.
PauloR2

Viciado em sofrimento
Voltar para o topo
Abe S. Ver Drop Down


Registrado: 27 Dez 2013
Campo Grande,MS
Desconectado
Mensagens:329
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Abe S. Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jun 2014 as 12:43
Também não tenho como deixar de me recordar da minha juventude, em um de meus primeiros empregos (office boy), quando em algumas ocasiões perdi o ônibus que passava em frente ao trabalho que era na zona rural, eu percorria a pé 5,5 kms até chegar ao centro da cidade para realizar minhas tarefas; mas nunca deixei de cumprir com minhas obrigações porque não tinha mais ônibus! E como descrevi acima, uma moça bem jovem e outros rapazes e homens já, com choradeiras pq não conseguiam chegar ao trabalho por conta de míseros kms. . .
Voltar para o topo
Carlos sp Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 18 Jun 2008
São Paulo/SP
Desconectado
Mensagens:3087
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Carlos sp Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jun 2014 as 14:35
Originalmente Postado por Abe S. Abe S. Escreveu:

Também não tenho como deixar de me recordar da minha juventude, em um de meus primeiros empregos (office boy), quando em algumas ocasiões perdi o ônibus que passava em frente ao trabalho que era na zona rural, eu percorria a pé 5,5 kms até chegar ao centro da cidade para realizar minhas tarefas; mas nunca deixei de cumprir com minhas obrigações porque não tinha mais ônibus! E como descrevi acima, uma moça bem jovem e outros rapazes e homens já, com choradeiras pq não conseguiam chegar ao trabalho por conta de míseros kms. . .



Nossa! Parece uma solução tão fácil que você e um outro aí, que realmente dá a entender que os paulistanos são acomodados... Só que não tão simples assim! Pelo menos para quem REALMENTE passa por esse inferno diário!

Só a zona leste de SP é maior que alguns estados brasileiros, muitas pessoas precisam se deslocar mais de 15 Km para seus pontos de trabalho, e os locais destinados para guarda das bicicletas, que poderiam ser uma solução para o uso de bicicletas,(patrocinada por uma empresa de seguros e uma estatal) fechou várias unidades, sem a menor explicação. Resumindo, não há incentivo nem das empresas, tão
pouco do governo.

E sobre a curta distância. Há bairros aqui que mesmo vizinhos do centro da cidade são perigosos independente do trajeto, por exemplo o bairro da Mooca, ano passado eu estudava nesse bairro, e quem precisava seguir dali para a região central corria toda semana risco de assalto.
Se mesmo com segurança armada ainda tinha assaltos no ponto do ônibus que é na frente da faculdade, imagine subir um viaduto no escuro e atravessar ruas vazias em direção a Sé? A distância é menos de 4Km... Mas na 3ª maior cidade do planeta e uma das mais violentas, não há como comparar com nenhuma outra cidade em toda América Latina

O que não nos mata nos torna... Estranhos.
Voltar para o topo
soneca Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 01 Abr 2014
Brazil
Desconectado
Mensagens:252
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de soneca Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jun 2014 as 14:49
Falando de SP, a maioria sai de extremos ou ate da grande sp(abc, guarulhos maua ...) para trabalhar no centro e não tem estrutura e nem segurança para se fazer o caminho de pe muito menos de bike. Digo tbm que a estrutura de transporte publico ja é bastante precária.

Originalmente Postado por Abe S. Abe S. Escreveu:

Como já coloquei tbém no meio do tópico: qualquer cidadão pode se locomover de bike, por pior que ela seja, uns 7 a 10 kms levando + ou - 1 hora para chegar ao destino em ritmo lesma!! Por conta do meu trabalho viajo pelo Brasil e conheço muitas capitais e nem por isso, ao precisar me locomover, deixo de buscar rotas alternativas afinal hoje tudo é muito fácil com a velocidade da informação. Então um nativo pode muito bem procurar e usar rotas alternativas como disse o Rodrigomarin aí em cima! Agora o cidadão levar hoooras para percorrer poucos kms, chegar atrasado ao trampo e ainda ficar reclamando é pra cair o c* da bunda. Mas são apenas minhas opiniões . . .
Voltar para o topo
Abe S. Ver Drop Down


Registrado: 27 Dez 2013
Campo Grande,MS
Desconectado
Mensagens:329
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Abe S. Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jun 2014 as 19:09
Bem galera, qdo abri o tópico fiz baseado na matéria jornalística veiculada pela TV. É claro, e óbvio, que existem muitas outras situações de pessoas que moram longe, com muitos problemas para utilizar um meio de transporte alternativo e muitas outras questões que tbém já foram aqui postadas. Mas as pessoas mostradas na reportagem também refletem um universo mais amplo nessa questão: o das pessoas que poderiam e até deveriam se locomover pela cidade de outra forma. Quanto às dificuldades e desafios que uma cidade como São Paulo apresenta, sim eles existem, mas mantenho um posicionamento de que pessoas como as citadas só não se locomovem de outra maneira porque não querem! Pq pra aleijado qquer desculpa é muleta. E antes que alguém me jogue pedras, conheço São Paulo, já me locomovi bastante por lá, ironicamente de busão e metrô kkkk e o que ocorre ali é o que ocorre em qquer capital brasileira, embora numa escala maior!
Abraços aos pedaleiros!
Voltar para o topo
Libert Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 30 Mai 2014
São Paulo
Desconectado
Mensagens:293
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Libert Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jun 2014 as 19:28
Originalmente Postado por Abe S. Abe S. Escreveu:

Bem galera, qdo abri o tópico fiz baseado na matéria jornalística veiculada pela TV. É claro, e óbvio, que existem muitas outras situações de pessoas que moram longe, com muitos problemas para utilizar um meio de transporte alternativo e muitas outras questões que tbém já foram aqui postadas. Mas as pessoas mostradas na reportagem também refletem um universo mais amplo nessa questão: o das pessoas que poderiam e até deveriam se locomover pela cidade de outra forma. Quanto às dificuldades e desafios que uma cidade como São Paulo apresenta, sim eles existem, mas mantenho um posicionamento de que pessoas como as citadas só não se locomovem de outra maneira porque não querem! Pq pra aleijado qquer desculpa é muleta. E antes que alguém me jogue pedras, conheço São Paulo, já me locomovi bastante por lá, ironicamente de busão e metrô kkkk e o que ocorre ali é o que ocorre em qquer capital brasileira, embora numa escala maior!
Abraços aos pedaleiros!

Pior que é verdade, vejo isso a todo momento. Exemplos: 1 - tem muita gente no meu trabalho que prefere esperar o elevador a subir um andar de escada; 2 - ando mais ou menos 01 km para chegar ao metro, mas sou eu e um punhado, a maioria espera o onibus para depois pegar o metro (acho que antes do bilhete unico o povo se exercitava mais). 

Voltar para o topo
soneca Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 01 Abr 2014
Brazil
Desconectado
Mensagens:252
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de soneca Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jun 2014 as 19:45
Com certeza isso ocorre, meu status no trabalho recebeu -1 por nao ter um carro e ir trabalhar de bicicleta, kkkk
Enquanto esses pensamentos nao mudarem vai ser complicado

Originalmente Postado por Abe S. Abe S. Escreveu:

Bem galera, qdo abri o tópico fiz baseado na matéria jornalística veiculada pela TV. É claro, e óbvio, que existem muitas outras situações de pessoas que moram longe, com muitos problemas para utilizar um meio de transporte alternativo e muitas outras questões que tbém já foram aqui postadas. Mas as pessoas mostradas na reportagem também refletem um universo mais amplo nessa questão: o das pessoas que poderiam e até deveriam se locomover pela cidade de outra forma. Quanto às dificuldades e desafios que uma cidade como São Paulo apresenta, sim eles existem, mas mantenho um posicionamento de que pessoas como as citadas só não se locomovem de outra maneira porque não querem! Pq pra aleijado qquer desculpa é muleta. E antes que alguém me jogue pedras, conheço São Paulo, já me locomovi bastante por lá, ironicamente de busão e metrô kkkk e o que ocorre ali é o que ocorre em qquer capital brasileira, embora numa escala maior!
Abraços aos pedaleiros!
Voltar para o topo
Andre131511 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 02 Jun 2013
Campinas-SP
Desconectado
Mensagens:540
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Andre131511 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jun 2014 as 20:47
Originalmente Postado por soneca soneca Escreveu:

Com certeza isso ocorre, meu status no trabalho recebeu -1 por nao ter um carro e ir trabalhar de bicicleta, kkkk
Enquanto esses pensamentos nao mudarem vai ser complicado




Infelizmente a mentalidade da maioria é essa Soneca.
Infelizmente.
Voltar para o topo
JB´S Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 01 Out 2013
são paulo
Desconectado
Mensagens:7
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de JB´S Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jun 2014 as 23:18
Moro em sp e tenho carro, recebo vt , mas nada me da mais satisfação do que ir para o trabalho de bike todos os dias.
Sou novo por aqui e vejo que muita gente comentou que tem medo de andar de bike em sp.
Eu tinha muito medo no início, mas depois de dois anos pedalando , não quero outra vida.
O tempo que gasto de ônibus da minha casa para o trabalho e de uma hora e meia. Isso para percorrer míseros 15 km, com a minha c10 faço em 25 minutos.
Respeitar os limites e ter máxima atenção ajuda.


Voltar para o topo
JB´S Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 01 Out 2013
são paulo
Desconectado
Mensagens:7
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de JB´S Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 09 Jun 2014 as 23:19
Originalmente Postado por JB´S JB´S Escreveu:

Moro em sp e tenho carro, recebo vt , mas nada me da mais satisfação do que ir para o trabalho de bike todos os dias.
Sou novo por aqui e vejo que muita gente comentou que tem medo de andar de bike em sp.
Eu tinha muito medo no início, mas depois de dois anos pedalando , não quero outra vida.
O tempo que gasto de ônibus da minha casa para o trabalho e de uma hora e meia. Isso para percorrer apenas 15 km, com a minha c10 faço em 25 minutos.
Respeitar os limites e ter máxima atenção ajuda.


Voltar para o topo
Abe S. Ver Drop Down


Registrado: 27 Dez 2013
Campo Grande,MS
Desconectado
Mensagens:329
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Abe S. Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 10 Jun 2014 as 00:17
Originalmente Postado por JB´S JB´S Escreveu:

Moro em sp e tenho carro, recebo vt , mas nada me da mais satisfação do que ir para o trabalho de bike todos os dias.
Sou novo por aqui e vejo que muita gente comentou que tem medo de andar de bike em sp.
Eu tinha muito medo no início, mas depois de dois anos pedalando , não quero outra vida.
O tempo que gasto de ônibus da minha casa para o trabalho e de uma hora e meia. Isso para percorrer míseros 15 km, com a minha c10 faço em 25 minutos.
Respeitar os limites e ter máxima atenção ajuda.




Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Clap Boa, JB's!!!!!!!!
Voltar para o topo
JB´S Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 01 Out 2013
são paulo
Desconectado
Mensagens:7
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de JB´S Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 10 Jun 2014 as 09:02
 Obrigado Abe S e parabens pelo tópico.
Voltar para o topo

 Responder Responder Página  12>
  Compartilhar   


Ir para Permissões do Fórum Ver Drop Down

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd.