| PEDAL | HOME | ARTIGOS | BIKES | TESTES | COMUNIDADE | CLASSIFICADOS | FORUM | FOTOS | VIDEOS | NOTICIAS | TRILHAS | SERVICOS | CONTATO | + |
Fórum Início Fórum Início > Fóruns Novos - Outras Categorias > Cicloturismo e Touring - Viagens de bicicleta
  Tópicos recentes Tópicos recentes RSS Feed - Expresso Gardenia e o transporte de Bikes
   [REGRAS]    Ajuda Ajuda  Procurar no fórum   Registrar Registrar  Entrar Entrar

Expresso Gardenia e o transporte de Bikes

 Responder Responder
Autor
Mensagem
  Tópico Procurar Tópico Procurar  Opções do Tópico Opções do Tópico
_danielcorrea Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Nov 2016
BH-MG
Desconectado
Mensagens:390
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de _danielcorrea Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Tópico: Expresso Gardenia e o transporte de Bikes
    Enviado: 20 Abr 2017 as 11:29
Cicloviajantes,

alguém já fez uso da Expresso Gardênia para transportar a bicicleta?

Entrei em contato com eles e recebia seguinte resposta:
####
"
Boa tarde
Não fazemos o transporte  de bicicletas  como bagagem    somente  como carga. Ou  transportamos como bagagem se a mesma estiver desmontada e embalada.
 
O que ocorre é que há limite de cumprimento e, alem disso, se a bicicleta estragar o passageiro quer ser indenizado e, pela forma da bicicleta esta facilmente estraga em razão da trepidação do veículo que pode ocasionar o deslocamento das malas.
 
Decreto 44.603/2007

Art. 4º Para efeito deste Regulamento, considera-se:
 
 II - bagagem etiquetada: volumes que acompanham o passageiro,
transportados   gratuitamente  no  bagageiro  do  veículo,   sendo
etiquetados,   observados  os  seguintes  limites:   volumes   por
passageiro cujo somatório dos pesos não ultrapasse 25 kg (vinte  e
cinco quilogramas) e cujo somatório de volumes não ultrapasse  300
dm3  (trezentos decímetros cúbicos), limitada a maior dimensão  de
qualquer volume a 1 m3 (um metro cúbico);
 
IV  - bagagem individual excedente: volume que ultrapassar os
limites definidos nos incisos II e III, sujeita a frete;
 
Resolução nº 1432, de 26 de abril de 2006
 
Estabelece procedimentos para o transporte de bagagens e encomendas nos ônibus utilizados nos serviços de transporte interestadual e internacional de passageiros e para a identificação de seus proprietários ou responsáveis, e dá outras providências.
"
####

Fiquei meio sem compreender a resposta, pois a lei diz que pode e a empresa coloca condições.

Devo então envolver minha bike em plástico bolha para transportá-la como bagagem ou pagar taxas adicionais para transportá-la como carga?
- E aí, 26 ou 29?
- 27.5!!!
Voltar para o topo
João Frango Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 25 Jun 2013
Diadema/SP
Desconectado
Mensagens:706
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de João Frango Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 20 Abr 2017 as 12:08
Gardenia e o grupo que ela faz parte é uma merda pra carregar bike, não levam mesmo e ja fiquei na mão com passagem comprada em Borda da Mata, quando reclamei nos SAC me responderam que isto está ocorrendo pois estão sendo processados por um passageiro que reclama ter estragado a bike no bagageiro.

Amanhã vou pra Jacutinga e pedalar até Borda da Mata (atendida por eles) e na tentativa de ir e voltar pedi liberação pelo SAC e de novo foi negado, tivemos de alugar um onibus pra nos levar até de Jacutinga a Borda da Mata pra poder buscar o carro pois eles da Gardenia, Bragança e Danubio não carregam mesmo, é norma.

Pra levar tem de estar desmontada e em caixa de papelão, não aceitam embrulhada com plástico.

Eu costumo levar a bike apenas tirando a roda da frente e amarrando ela no quadro, dai amarro a bike com elastico no canto do bagageiro, ja o fiz na Gontijo, Cometa, Santa Cruz, Passaro Verde e Passaro Marrom assim e nunca tive problema e nem estargou a bike ou a mala dos outros.

No caso da gardenia eu até entendo, o processo é de R$ 15.000,00 onde um cara quebrou no meio de um pedal e não tinha nada pra amarrar a bike, jogou deitada no bagageiro e lógico que com o saculejo a bike ia bater pra todo lado, eles perderam na primeira e estão recorrendo mas a chance de perder de novo é grande  e por isso mesmo quem se planeja como eu vamos pagar por isso ja que não existe uma norma específica cada empresa faz o que entender da lei que deixa vago.
Não compre nada sem procedência, não alimente parasitas.
Voltar para o topo
_danielcorrea Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Nov 2016
BH-MG
Desconectado
Mensagens:390
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de _danielcorrea Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 20 Abr 2017 as 12:38
João, estou indo em Julho de BH para fazer o Caminho da Fé. Vi em Poços de Caldas uma boa opção para iniciar meu trajeto, visto quis está próximo de Águas da Prata, que será o início da rota oficial.

Infelizmente só a Gardênia faz BH - Poços.

Vou buscar outra opção, mesmo que a viagem fique mais longa.



Entrei em contato com a ANTT para buscar informações sobre o procedimento dá Gardênia.
- E aí, 26 ou 29?
- 27.5!!!
Voltar para o topo
João Frango Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 25 Jun 2013
Diadema/SP
Desconectado
Mensagens:706
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de João Frango Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 20 Abr 2017 as 12:42
Se der leva a bike em caixa até Poços, deixa a caixa lá e segue o Caminho, em Aparecida não sei qual empresa vai pra BH, mas se tiver de vir ao Tiete e daqui pra BH todas levam de boa, mas traga uns elásticos pois amarrar a bike é bem melhor do que deixar ela solta pois estraga mesmo.

 ANTT não me respondeu até hoje, fazem só 3 anos e foram pelo menos 4 tentativas por e-mail e telefone

Não compre nada sem procedência, não alimente parasitas.
Voltar para o topo
_danielcorrea Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Nov 2016
BH-MG
Desconectado
Mensagens:390
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de _danielcorrea Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 20 Abr 2017 as 13:51
Vou pensar no que vou fazer.

Tenho a opção de ir para São Carlos pela Pássaro Verde e fazer a rota a partir deste ramal.

Usar a caixa é uma opção. Irei considerar.

Ps.: mudaram o site do caminho da fé. Agora sim um site de verdade. :-)


Editado por _danielcorrea - 20 Abr 2017 as 13:52
- E aí, 26 ou 29?
- 27.5!!!
Voltar para o topo
João Frango Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 25 Jun 2013
Diadema/SP
Desconectado
Mensagens:706
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de João Frango Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 20 Abr 2017 as 14:56
Originalmente Postado por _danielcorrea _danielcorrea Escreveu:

 Ps.: mudaram o site do caminho da fé. Agora sim um site de verdade. :-)
Fui conferir, não sabia do site novo, ficou muito legal, tem cara de ter sido feito pelos mesmos que fizeram o da Estrada Real.

Percorri o da Fé entre Águas da Prata até Aparecida em 2014, foi minha primeira ''cicloviagem'', tenho planos de no futuro percorrer de novo conhecendo os ramais primeiro e depois fazendo o eixo principal, mas só depois de percorrer as outras rotas que tem, terminando a Estrada Real que ainda vão duas férias pra fazer o Novo e o Velho, Vale Europeu, Rota das Transições e Caminho dos Anjos, dai sim volto pro Da Fé e depois o de Aparecida saindo de Varginha na próxima vez.

Tem muito role bom e pouco tempo livre LOL
Não compre nada sem procedência, não alimente parasitas.
Voltar para o topo
csrocha Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 09 Jul 2013
Guará I - DF
Desconectado
Mensagens:288
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de csrocha Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 21 Abr 2017 as 13:27
Essa questão de transporte de bike em ônibus é um caso sério, em que nós só levamos a pior.

Utilizo sempre as empresas Real Expresso e Princesa do Norte para sair de Brasília e ir pedalar pelo estado de São Paulo. Nunca tive problemas. Antes colocava em caixa de papelão (de bike mesmo), retirando uma roda e o guidão. Depois comprei uma mala bike, dessa daqui: (http://www.pedarilhos.com.br/loja/cicloturismo/malas-bike/mala-bike-aro-26/mala-bike-alpamayo.html) e não tenho problemas com essas 2 empresas.

A Cometa também aceita a bike embalada em papelão ou mala-bike. O engraçado é que as empresas de ônibus (o motorista) parecem que tem medo da embalagem em plástico bolha...

A empresa Santa Cruz, no interior de SP também não leva, só despachando como encomenda.

Enfim, cada empresa tem suas regras, e como não existe legislação a respeito, ficamos ao sabor de seus humores.

Existe uma lei aprovada no Senado desde 2013, mas que foi encaminhada à Câmara Federal e não saiu de lá ainda. Essa aqui: (http://www25.senado.leg.br/web/atividade/materias/-/materia/99554).

A ANTT não serve pra nada, não passa de um cabide empregos....


Pedalando pelo estado de SP: pedalbyrocha.blogspot.com.br.
Voltar para o topo
_danielcorrea Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Nov 2016
BH-MG
Desconectado
Mensagens:390
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de _danielcorrea Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 21 Abr 2017 as 18:33
Hoje constatei que mais empresas, inclusive as que se rotulavam como "amigas" do ciclista, estão endurecendo para transportar bikes nos ônibus.

A Pássaro Verde poderia ser uma opção para minha chegada ao Caminho da Fé. poderia desembarcar em São Carlos e partir deste ramal, ou ainda em Ribeirão Preto e pegar o ramal de Sertãozinho. Mas... esta empresa também não transporta bikes fora da caixa de papelão.

Muitos podem pensar: poxa, mas vc consegue uma caixa, coloca a bike, viaja e larga a caixa na rodoviária do seu destino. Simples mesmo. Mas e a volta.

Bom, o final do Caminho da Fé é em Aparecida do Norte e de lá para BH tenho a opção da Viação Útil. Até uns 10 dias atrás esta empresa em seu FAQ possuía informações claras para transporte de bicicletas. Hoje não mais. Ainda não liguei, mas possivelmente irei ouvir que precisarei de uma caixa. Angry

Ps.: está surgindo um nicho de mercado que pode ser um bom investimento - Caixa de Bike nas Rodoviárias
- E aí, 26 ou 29?
- 27.5!!!
Voltar para o topo
_danielcorrea Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Nov 2016
BH-MG
Desconectado
Mensagens:390
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de _danielcorrea Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 21 Abr 2017 as 18:35
(a)csrocha, essa mala-bike, fechada, cabe de volta na bolsa original? Atrapalha esse peso morto, quase 1kg, nas viagens? Conte-me sua experiência com ela.

Editado por _danielcorrea - 21 Abr 2017 as 18:36
- E aí, 26 ou 29?
- 27.5!!!
Voltar para o topo
João Frango Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 25 Jun 2013
Diadema/SP
Desconectado
Mensagens:706
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de João Frango Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 21 Abr 2017 as 18:48
To em jacutinga e fui na rodoviária pescoçar, Gardenia ta criando caso mesmo.

Rocha ja usei muito a Santa Cruz e tenho até autorização formal me enviada, se quiser segunda eu posto pois to pelo celular.

Daniel a Passaro Verde comigo em 3 vezes foi de boa e a Util duas vezes, isto de 2015 pra cá que venho usando o serviço.

Só quem me barrou até agora foi a Bragança e a Gardenia.

Eu tiro a roda da frente e embalo com plástico preto de forrar chão, 2x2 metros da e sobra, dai dobro e deixo por baixo do alforge pra embalar na volta, tenho foto e segunda posto.

Ah levo elástico pra amarrar a roda no quadro e outra pra amarrar a bike em pé no bagageiro, nunca estragou nada
Não compre nada sem procedência, não alimente parasitas.
Voltar para o topo
csrocha Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 09 Jul 2013
Guará I - DF
Desconectado
Mensagens:288
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de csrocha Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 21 Abr 2017 as 22:22
(a)danielcorreia: Sim, a mala-bike cabe na bolsa sem muita ginástica. Ela pesa um pouco mesmo. Pra quem deseja viajar leve é um estorvo. Mas dá para usar como travesseiro na hora de dormir... Eu quase não durmo acampado, só em emergências, na maioria das viagens levo só o saco de dormir e isolante.

(a)João Frango: Citei a Santa Cruz porque me informei uma vez mas não a utilizei. Me envie a cópia da autorização, quem sabe posso precisar um dia.

Tem uma empresa que faz o Vale do Ribeira a partir de Sorocaba, do Grupo São João que me respondeu por email que bicicletas são bem-vindas, mas ainda não utilizei também.






Pedalando pelo estado de SP: pedalbyrocha.blogspot.com.br.
Voltar para o topo
tiagolage Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 19 Ago 2015
Viçosa
Desconectado
Mensagens:69
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de tiagolage Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Abr 2017 as 07:57
Bom dia!

Prezados, eu tive problemas em Brasília com a pássaro verde. O engraçado que, para levar da minha cidade (Viçosa-MG) até Brasília, eu não tive problemas (Estava na caixa de papelão). Mas quando cheguei a BSB o cara que retirou a bagagem contou a maior prosa de que eu devia ter pagado excesso de bagagem e etc..

Quando fui embarcar de volta, ele criou caso de novo e não quis colocar o ticket da empresa sobre a caixa da bike. Mandou anotar meu nome na caixa, ou seja, a bike viajou sem a "responsabilidade" da empresa. Tive que vigiar a bike em toda parada.

Resumo, mesmo com caixa ou mala bike as empresas podem criar problemas, então é melhor estar preparado com a legislação em mãos.



Scott Scale 930 2013
Voltar para o topo
csrocha Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 09 Jul 2013
Guará I - DF
Desconectado
Mensagens:288
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de csrocha Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Abr 2017 as 08:30
Como retrata o tiagolage, isso é uma verdadeira babel, cada empresa tem suas normas, mas o pior é que quem decide é o motorista. Isso eles deixam claro, pois quando pergunto no guichê na hora de comprar a passagem, eles sempre dizem que eu deverei resolver na hora com o motorista.

Quando embarco em Brasília, eles sempre querem cobrar taxa extra pelo embarque, e eu tenho que discutir sempre. Mas quando pego de volta, no meio do caminho (explico: a linha que mais uso é Brasília-Curitiba, mas fico em Jaú ou Araraquara), eles não falam nada, embarcam e pronto...

Pedalando pelo estado de SP: pedalbyrocha.blogspot.com.br.
Voltar para o topo
_danielcorrea Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Nov 2016
BH-MG
Desconectado
Mensagens:390
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de _danielcorrea Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 23 Abr 2017 as 14:06
Originalmente Postado por tiagolage tiagolage Escreveu:

Resumo, mesmo com caixa ou mala bike as empresas podem criar problemas, então é melhor estar preparado com a legislação em mãos.

Dá a impressão que os funcionários querem garantir um café ou mesmo um jantar na conta dos cicloturistas. Visto que a legislação é clara em relação ao peso x volume permitido gratuitamente por passageiro.

Acho que o ideal é se resguardar com a legislação embaixo do braço.

Uma coisa é não transportar por estar mal acondicionada, mesmo que na opinião deles, outra é estar bem embalada, dentro do esperado, e eles quererem extorquir o viajante.

Temos que abrir o olho.

Ps.: estou cogitando confeccionar minha própria mala-bike, junto com minha cunhada (designer de produtos precisando finalizar o tcc). Caso exista a viabilidade abrirei um tópico com o projeto e aceitando sugestões.
- E aí, 26 ou 29?
- 27.5!!!
Voltar para o topo
João Frango Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 25 Jun 2013
Diadema/SP
Desconectado
Mensagens:706
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de João Frango Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 24 Abr 2017 as 08:44
Originalmente Postado por csrocha csrocha Escreveu:

 (a)João Frango: Citei a Santa Cruz porque me informei uma vez mas não a utilizei. Me envie a cópia da autorização, quem sabe posso precisar um dia. 
Rocha segue o quer eles me enviaram, esta foi em 2016, hoje deste grupo ai a Nasser e a Expresso Brasileiro ja não são mais do Grupo Santa Cruz pois foram vendidas, a Expresso agora é da Aguia Branca/Salutaris e eu entrei em contato com eles em janeiro pois planejava terminar a Estrada Reral em Petrópolis e são eles que fazem o trecho Petrópolis/São Paulo, também me responderam que poderia trazer a bike de volta de lá sem problemas nesta ocasião, mas não usei pois voltei de Ouro Preto de Útil que também foi de boa mesmo sem eu ter perguntado antes.

Se quiser me passa seu e-mail que eu te mando o arquivo em PDF, postei esse só pra voce e a galera conferir e ver que eu não estou de conversinha LOL


Não compre nada sem procedência, não alimente parasitas.
Voltar para o topo
João Frango Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 25 Jun 2013
Diadema/SP
Desconectado
Mensagens:706
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de João Frango Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 24 Abr 2017 as 09:21
Bom continuando sobre o assunto, a bike e bagagem dificilmente excedem o peso máximo permitido, mas mesmo desmontada como faço a bike em plástico ou em caixa excede a ''cubagem cúbica'' permitida, por isso algumas empresas cobram excesso para levar a bike e estão amparadas pelas normas da Artesp pra São Paulo ou ANTT para outros Estados, foi isso que me responderam quando questionei da Gontijo me cobrar para levar a bike para Diamantina, foi cobrado R$ 35,00 pelo volume e até hoje foi só esta vez que paguei, ja viagei outras vezes com eles e não foi cobrado.

o caso da Gardenia e Bragança é retaliação mesmo ao processo que moveream contra eles quando uma bike sem embalagem foi arranhada no bagageiro, acho que cada caso é um caso mas até entendo eles pois também ficaria puto no lugar deles, acho que o mínimo que devemos fazer é acondicionar nossa bike direito e levar uma aranha pra amarrar.

Em Jacutinga esse fim de semana conversei com pessoas da cidade e explicando a eles que estão perdendo turistas por causa da Gardenia me disseram que não sabiam disto e que vão tentar interceder e ver o que muda, este fim de semana estivemos em quase 150 ciclistas na cidade pra percorrer o Caminho da Prece, teve uma turma que foi de onibus até Pouso Alegre e de lá a Gardenia se negou a leva-los mesmo com o onibus quase vazio, tiveram de locar uma pick-up pra levar as bikes e foram em outro horário de Gardenia mesmo, vai da um rolo danado isto.

Pra ilustrar para os amigos que precisam de idéias pra carregar a bike no onibus seguem alguns dos registros meus que fiz.

Aqui em 2014 indo pra Aguas da Prata de Cometa pra começar o Caminho da Fé, primeira viagem e eu cabaço de tudo, estava embalando com filme plástico e o bagageirista da Cometa veio perguntar se eu queria ajuda, agradeci e ele durante a ajuda disse que não precisava embalar, era só eu amarrar com a aranha e tava bom, nem acabamos de embalar então.
 
Aqui no Tiete indo pra Alfenas de Santa Cruz, tinha uma galera que coincidiu de estar no mesmo onibus e mesmo assim nem precisamos desmontar, era um onibus estilo LD que tem um bagageiro enorme e as bikes foram inteiras, mesmo sendo só liberado duas bikes por viagem não nos causaram problema, por isto elogio a Santa Cruz que ja usei várias vezes 


Aqui do jeito que faço pra carregar, assim eu amarro ela no canto do bagageiro e com o apoio do alforge não estraga nada na bike, se a empresa solicitar coloco o plástico como na foto abaixo e colo com fita adesiva.
PS: a carinha de choro é que eu me machuquei durante a viagem e tive de abortar e voltar pra casa nesta ocasião Cry


Aqui as duas bikes prontas pra eu e meu amigo rumo a Diamantina de Gontijo, desmontadas como na foto acima e embaladas, ai eles mediram o volume e me mostraram a tabela de cubagem permitida e realmente excedia, foi nos emitido um cupom fiscal e o volume etiquetado mas foi a única vez que me cobraram

Não compre nada sem procedência, não alimente parasitas.
Voltar para o topo
_danielcorrea Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Nov 2016
BH-MG
Desconectado
Mensagens:390
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de _danielcorrea Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 24 Abr 2017 as 12:22
João, obrigado pelas fotos e explicações.

Olha só!!!
A ANTT me respondeu CSROCHA Smile

Veja o email, na íntegra, recebido há 5 minutos

####
Prezado(a) Senhor(a) Daniel Correa,

Em atenção à mensagem de V. Sª., registrada sob o protocolo nº. 3892923, informamos que esta Ouvidoria obteve os seguintes esclarecimentos da Gerência de Transporte de Passageiros Autorizados - GETAU.

A conceituação de “bagagem” e “encomenda” consta do Glossário de Termos e Conceitos Técnicos dos Transportes Terrestres, anexo à Resolução ANTT nº 3054/2009, legislação esta que é de conhecimento das empresas permissionárias e autorizatárias especiais.

De acordo com esta norma, bagagem é o conjunto de objetos de uso pessoal do passageiro, devidamente acondicionado e transportado no bagageiro do veículo, sob responsabilidade da empresa; e encomenda é o objeto de propriedade de pessoa física ou jurídica, não incluído como sendo de uso pessoal, transportado no bagageiro do ônibus, devidamente acompanhado de documentação fiscal.

Assim, respeitados os limites de peso e dimensões descritos abaixo e não ficando caracterizado que bicicleta é encomenda, esta deve ser transportada como objeto de uso pessoal.

A Resolução ANTT nº 1.432/06 estabelece que as empresas que prestam serviço de transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros são obrigadas, a título de franquia, a efetuar o transporte gratuito de bagagem no bagageiro e de volume no porta-embrulhos dos passageiros embarcados, observados os seguintes limites máximos de peso e dimensão:

I - no bagageiro, 30 (trinta) quilos de peso total e volume máximo de 300 (trezentos) decímetros cúbicos, limitada a maior dimensão de qualquer volume a um metro; e

II - no porta-embrulhos, 5 (cinco) quilos de peso total, com dimensões que se adaptem ao porta-embrulhos, desde que não sejam comprometidos o conforto, a segurança e a higiene dos passageiros.

Vale ressaltar que, se excedida à franquia fixada, o passageiro pagará até 0,5% (meio por cento) do preço da passagem correspondente ao serviço convencional com sanitário, em piso pavimentado, pelo transporte de cada quilograma de excesso.

Por fim, informamos que as empresas poderão negociar diretamente com os passageiros a franquia de peso total e volume máximo de bagagem a ser transportado por passageiro no bagageiro, conforme Resolução/ANTT nº 1.432/06, que pode ser consultada no site: http://www.antt.gov.br

De qualquer sorte, informamos que a Resolução que trata do assunto está sendo revista pelos técnicos desta ANTT.  

Finalmente, informamos que os cidadãos podem colaborar com o aprimoramento da atuação da ANTT por meio de contribuições apresentadas presencialmente ou por e-mail nos eventos de participação e controle social realizados pela Agência, tais como audiências e consultas públicas. Sua sugestão é muito importante.  Acompanhe os eventos já realizados e os que estão em andamento pelo link: http://www.antt.gov.br

Permanecemos à disposição.

Atenciosamente,
Cesar Augusto Santiago Dias
Ouvidor da ANTT
####

Vejam que primeiro assopra, depois bate. Confused


Editado por _danielcorrea - 24 Abr 2017 as 12:23
- E aí, 26 ou 29?
- 27.5!!!
Voltar para o topo
_danielcorrea Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Nov 2016
BH-MG
Desconectado
Mensagens:390
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de _danielcorrea Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 24 Abr 2017 as 14:12
Uma bicicleta, parcialmente desmontada, e transportada dentro da uma mala-bike, não excede o volume de 300 dm³, e o seu peso gira em torno de 15kg. No entanto, o seu comprimento ultrapassa a medida máxima (maior dimensão - 1m) estabelecida pela franquia em 38 centímetros.

No email acima, está descrito que "se excedida à franquia fixada, o passageiro pagará até 0,5% (meio por cento) do preço da passagem correspondente ao serviço convencional com sanitário, em piso pavimentado, pelo transporte de cada quilograma de excesso".

Como pode observar uma bicicleta excede a franquia no que se refere à maior dimensão do volume. Porém, a previsão de pagamento de 0,5% sobre o excesso não fornece nenhuma orientação para dimensão excedida.

A empresa irá calcular esta taxa baseada em que?
- E aí, 26 ou 29?
- 27.5!!!
Voltar para o topo
csrocha Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 09 Jul 2013
Guará I - DF
Desconectado
Mensagens:288
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de csrocha Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 24 Abr 2017 as 18:53
A ANTT realmente é um órgão totalmente dispensável....

Obrigado por postar o email, João, mas é quase impossível eu utilizar a Santa Cruz. Só citei porque um dia estando na rodoviária de São Manoel-SP perguntei ao motorista e ele me disse que só como encomenda. Acho que em empresa nenhuma os funcionários estão totalmente informados sobre as normas da companhia...


Pedalando pelo estado de SP: pedalbyrocha.blogspot.com.br.
Voltar para o topo
João Frango Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 25 Jun 2013
Diadema/SP
Desconectado
Mensagens:706
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de João Frango Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 25 Abr 2017 as 10:05
Originalmente Postado por csrocha csrocha Escreveu:

A ANTT realmente é um órgão totalmente dispensável....

 Acho que em empresa nenhuma os funcionários estão totalmente informados sobre as normas da companhia...
Duas verdades Rocha.

Por isso que eu costumei planejar e entrar em contato com as empresas bem antes e pegar estas autorizações, levo impressa e junto com a nota da bike e muita educação e cordialidade da minha parte vou conseguindo me virar quando preciso, só mesmo a Gardenia e seu grupo que não teve jeito até hoje, mas deveria mesmo existir uma norma pra não depender de boa vontade ou do dia bom do prestador do serviço como ocorreu no imprevisto quando me machuquei no meio da cominho e tive de voltar de onde não tinha planejado.
Não compre nada sem procedência, não alimente parasitas.
Voltar para o topo
_danielcorrea Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Nov 2016
BH-MG
Desconectado
Mensagens:390
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de _danielcorrea Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 25 Abr 2017 as 12:59
Originalmente Postado por _danielcorrea _danielcorrea Escreveu:

Uma bicicleta, parcialmente desmontada, e transportada dentro da uma mala-bike, não excede o volume de 300 dm³, e o seu peso gira em torno de 15kg. No entanto, o seu comprimento ultrapassa a medida máxima (maior dimensão - 1m) estabelecida pela franquia em 38 centímetros.

No email acima, está descrito que "se excedida à franquia fixada, o passageiro pagará até 0,5% (meio por cento) do preço da passagem correspondente ao serviço convencional com sanitário, em piso pavimentado, pelo transporte de cada quilograma de excesso".

Como pode observar uma bicicleta excede a franquia no que se refere à maior dimensão do volume. Porém, a previsão de pagamento de 0,5% sobre o excesso não fornece nenhuma orientação para dimensão excedida.

A empresa irá calcular esta taxa baseada em que?

Resposta da ANTT recebida agora pela manhã

"Quando se fala em limitada a 1 (um) metro, trata-se da maior dimensão da bagagem, não o somatório da altura, largura e comprimento.

Informamos que, como não existe metodologia de cálculo para metragem, as empresas poderão negociar diretamente com os passageiros a franquia de peso total e volume máximo de bagagem a ser transportado por passageiro no bagageiro. De qualquer sorte, sugerimos entrar em contato com a empresa, a fim de dirimir dúvidas em relação ao transporte de bicicleta."

Se a agência reguladora não regula PN o negócio vai ser ir até a empresa e conseguir a autorização por escrito. Acabei de aprender que para relaxar em uma ciclo viagem há todo um desgaste antes. 

Obrigado João, Csrocha e Tiago por compartilharem suas experiências e opiniões.

Vou correr atrás de uma mala-bike e quando eu for até a empresa darei notícias aos senhores.


Editado por _danielcorrea - 25 Abr 2017 as 13:01
- E aí, 26 ou 29?
- 27.5!!!
Voltar para o topo
_danielcorrea Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Nov 2016
BH-MG
Desconectado
Mensagens:390
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de _danielcorrea Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 25 Abr 2017 as 15:37
Resposta da Útil em consulta ao transporte de bicicletas

####
O usuário que comparecer com uma bicicleta usada, e a mesma estiver embalada de maneira segura, não trazendo risco de danificar as demais bagagens, terá o tratamento de uma bagagem comum.
Nos casos de uma bicicleta nova na caixa sem nenhum tipo de uso, a mesma passa a ser tratada com carga, e carga deve ser encaminhada para o setor de encomendas. Para mais informações, entre em contato com o: (colocar link para o atendimento de encomendas).
A regra acima não se aplica aos ciclistas atletas que utilizam a bicicleta como seu instrumento de trabalho, que deverá apresentar sua carteira funcional do órgão vigente. Qualquer dúvida estamos à disposição.
####

Bem suave.

Isso significa que para voltar não terei problemas Smile
- E aí, 26 ou 29?
- 27.5!!!
Voltar para o topo

 Responder Responder
  Compartilhar   


Ir para Permissões do Fórum Ver Drop Down

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd.