| PEDAL | HOME | ARTIGOS | BIKES | CLASSIFICADOS | FORUM | FOTOS | VIDEOS | NOTICIAS | TRILHAS | SERVICOS | CONTATO | + |
Fórum Início Fórum Início > Assuntos Gerais > Fórum Principal
  Tópicos recentes Tópicos recentes RSS Feed - DH fraco no Brasil é uma questão geográfica
   [REGRAS]    Ajuda Ajuda  Procurar no fórum   Registrar Registrar  Entrar Entrar

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiencia no site. Ao continuar navegando voce concorda com a nossa politica de privacidade.


DH fraco no Brasil é uma questão geográfica

 Responder Responder Página  12>
Autor
Mensagem
  Tópico Procurar Tópico Procurar  Opções do Tópico Opções do Tópico
Tiago_DGY Ver Drop Down


Registrado: 04 Jul 2020
Brasil
Desconectado
Mensagens:38
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Tiago_DGY Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Tópico: DH fraco no Brasil é uma questão geográfica
    Enviado: 21 Set 2020 as 23:36
Esses dias durante um pedal com os amigos entramos na discussão do por que o não existir DH no brasil, assim como no norte dos EUA e sul do Canada.

Já existem diversos tópicos aqui no fórum sobre esse assunto, e muitos chegam a conclusão que falta investimento e boa vontade por parte dos ciclistas. Acredito que os dois argumentos são extremamente falhos. Quando se trata de lazer o que não falta é boa vontade para o brasileiro, só ver a quantidade de vídeos mostrando bikes de baixo custo para downhill. Falta de investimento (pelo menos por parte do ciclista) não é também, todos que tem costume de frequentar circuitos de XC podem observar e afirmar que o número de pessoas com bike topo de linha é grande, mais que suficiente para movimentar e conseguir pagar por um bike park bem localizado.

Então qual o problema do Brasil? A geografia.

O Brasil está localizado no meio da placa tectônica sul-americana, algo ótimo, pois impossibilita a ocorrência de desastres naturais como terremotos e tsunamis.
Mas ao mesmo tempo isso significa a ausência de dobramentos modernos, que são formados nas divisas das placas.

Mapa com localização de dobramentos modernos: https://s4.static.brasilescola.uol.com.br/img/2014/07/estruturas-geologicas-da-terra.png

Isso explica também, o por que países vizinhos aos nossos possuem um cenário de DH mais forte. A cordilheira dos andes é o dobramento moderno mais próximo do Brasil e está localizado no Peru, Colômbia, Chile, Argentina, Equador, Bolívia e Venezuela. Inclusive alguns desses países já hospedaram eventos de DH da RedBull.

Basta pegar o Whistler (Bike park mais famoso do mundo) e comparar sua localização com o mapa de relevo e vc verá que ele está bem no meio de um dobramento moderno.

Portanto o cenário fraco de DH no BR é mais um problema geográfico que socioeconômico ou politico.

OBS: Depois que terminei de escrever senti falta de explicar o que é um dobramento moderno, então: "Sob o ponto de vista do tempo geológico, os dobramentos modernos são considerados de origem recente, com cerca de 250 milhões de anos desde o início de sua formação. Sua localização ocorre, na maior parte, em regiões com relativa instabilidade geológica, graças ao fato de se originarem do choque e interação entre duas placas tectônicas." Por serem formações mais recentes eles possuem as maiores elevações do planeta, exemplo himalaia, pois ainda não sofreram milhões ou bilhões de anos de erosão.

Voltar para o topo
sidserra Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 19 Nov 2018
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:1198
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de sidserra Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 06:19
Olha, sinceramente, dou graças a Deus pelo Brasil estar "no meio da placa tectônica da América do Sul", imagine termos terremotos nos moldes dos que ocorrem nos EUA, que vivem a expectativa do "Big One" e tendo nós os políticos e um povinho lazarento que temos aqui, políticos que não fazem nada e só roubam e um povinho que já quer partir pra briga só pq vc disse que o cara está errado ou acha que a opinião que vale é a dele e não abre os olhos para outras diferentes... Tongue
https://quasetudosobrebikes.blogspot.com/
Voltar para o topo
pf23 Ver Drop Down


Registrado: 15 Jul 2003
Sampa -
Desconectado
Mensagens:439
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de pf23 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 06:53
mas não é necessário um gradiente tão grande para DH. Não precisa de um grande desnível com grande inclinação

montanhismo de alta montanha requer isso, esqui também. Mas DH não. Basta um acidente tipo serra do mar ou mantiqueira que tá valendo

os dobramentos modernos criam uma estrutura de montanhismo, aumentam o fluxo para a montanha. Com isso se cria estrutura para DH também. São coisas relacionadas, mas não tem uma causalidade
Voltar para o topo
christianmdt Ver Drop Down


Registrado: 08 Out 2017
rio de janeiro
Desconectado
Mensagens:1196
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de christianmdt Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 06:56
A conclusão que fala de falta de interesse, de investimento, é mais apropriada.

Temos muitas e muitas serras com mais de 1.000 de desnivel e mais de 20km de descida.

Uma coisa interessante é que whistler e os outros grandes bike parks sã resorts de ski no inverno. Ser bike park de downhill é uma atividade secundaria para eles.
Voltar para o topo
MarceloNeuriHaag Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 22 Set 2014
Sapiranga
Desconectado
Mensagens:416
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de MarceloNeuriHaag Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 07:01
Bom dia. Questão simplesmente de cultura e planejamento. Aqui mesmo na minha cidade, pelo que sei, temos uma das mais tradicionais provas de DH do Brasil (descida do Ferrabraz), etapa do Panamericano:


Voltar para o topo
gm1987 Ver Drop Down


Registrado: 12 Jun 2019
Sapucaia do Sul
Desconectado
Mensagens:1058
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de gm1987 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 07:55
Sapiranga, morro ferrabraz... Sapucaia do Sul, morro das cabras... Gravataí, Itacolomi... Só na minha região tem 3 picos de DH insanos, porém ninguém pratica pelo óbvio: 30k numa bike que só serve para descer, não faz sentido!

Essa mesma região possui apenas 1 bike park, que não passa de uma pista de XCO num sítio... Imagina o investimento para colocar um teleférico para subir os caras pra fazer DH e o tmepo de retorno. 

Voltar para o topo
gm1987 Ver Drop Down


Registrado: 12 Jun 2019
Sapucaia do Sul
Desconectado
Mensagens:1058
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de gm1987 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 07:58
DH não é o único esporte natimorto no brasil. Existem vários! Não temos automobilismo, não temos motociclismo, tiro, tênis e dezenas de outros esportes olímpicos que demandam um alto poder econômico, coisa que no Brasil não existe! O DH é apenas mais um no meio da galera sem dinheiro.

"AHHHHH mas nos XCzeiros tem bike de 30k...."

Pois bem, é uma em dez, e é uma bike utilizável. 
Voltar para o topo
sidserra Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 19 Nov 2018
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:1198
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de sidserra Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 08:05
Ou tb o investimento em disponibilizar uma estrutura mínima de atendimento médico para atender os braços, cabeças e pernas quebradas, pernas e costas raladas ou quedas de ribanceiras qdo os "dh-clistas" passam direto pela demarcação de fitas do caminho a ser seguido (entre outros acidentes), hehehe... LOL

Originalmente Postado por gm1987 gm1987 Escreveu:

Sapiranga, morro ferrabraz... Sapucaia do Sul, morro das cabras... Gravataí, Itacolomi... Só na minha região tem 3 picos de DH insanos, porém ninguém pratica pelo óbvio: 30k numa bike que só serve para descer, não faz sentido!

Essa mesma região possui apenas 1 bike park, que não passa de uma pista de XCO num sítio... Imagina o investimento para colocar um teleférico para subir os caras pra fazer DH e o tmepo de retorno. 



Editado por sidserra - 22 Set 2020 as 08:06
https://quasetudosobrebikes.blogspot.com/
Voltar para o topo
gm1987 Ver Drop Down


Registrado: 12 Jun 2019
Sapucaia do Sul
Desconectado
Mensagens:1058
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de gm1987 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 08:52
Teleférico, socorro especialista em APH com capacidade de remoção em local de dificil acesso, seguro (SIIIMMMMM braziu tem processo pra qualquer acidente em local privado)... Inviabiliza o investimento, infelizmente
Voltar para o topo
MarceloNeuriHaag Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 22 Set 2014
Sapiranga
Desconectado
Mensagens:416
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de MarceloNeuriHaag Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 08:55
Originalmente Postado por gm1987 gm1987 Escreveu:

Sapiranga, morro ferrabraz... Sapucaia do Sul, morro das cabras... Gravataí, Itacolomi... Só na minha região tem 3 picos de DH insanos, porém ninguém pratica pelo óbvio: 30k numa bike que só serve para descer, não faz sentido!

Essa mesma região possui apenas 1 bike park, que não passa de uma pista de XCO num sítio... Imagina o investimento para colocar um teleférico para subir os caras pra fazer DH e o tmepo de retorno. 


Pô, fui olhar no Google Earth e vi que esse Morro das Cabras é um lugar bem bonito. Tô bem a fim de ir um dia ali. Indo da minha cidade por dentro (Lomba Grande/São Leopoldo) é tranquilo pra chegar lá? Smile
Voltar para o topo
pf23 Ver Drop Down


Registrado: 15 Jul 2003
Sampa -
Desconectado
Mensagens:439
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de pf23 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 08:58
Originalmente Postado por gm1987 gm1987 Escreveu:

Sapiranga, morro ferrabraz... Sapucaia do Sul, morro das cabras... Gravataí, Itacolomi... Só na minha região tem 3 picos de DH insanos, porém ninguém pratica pelo óbvio: 30k numa bike que só serve para descer, não faz sentido!

Essa mesma região possui apenas 1 bike park, que não passa de uma pista de XCO num sítio... Imagina o investimento para colocar um teleférico para subir os caras pra fazer DH e o tmepo de retorno. 


aqui em SP (canteira) tem nego que vive de fazer resgate de DHleiro. Pega a kombi e leva os peão lá pra cima

essa é a estrutura
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4847
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 09:00
Existem várias barreiras pro esporte. Acho que a primeira é cultural. Nos países que citou você vê crianças de 5 anos todas equipadas andando nas trilhas. Aqui as pessoas mal conhece os esportes. Maioria acha que qualquer modalidade um pouco mais radical que ir comprar pão de bicicleta é "coisa de maluco". A cultura que se formou em torno do ciclismo no Brasil é a da "média no strava" e só. O cara treina e troca de bike só com isso em mente, e acho que uns 95% das bikes vendidas aqui são utilizadas pra esse fim.
Por mais que se tenha um relevo favorável, com grandes desníveis, as trilhas, necessitam ser abertas e depois constante manutenção. Por aqui ficam abandonadas por que quase ninguém tem interesse em manter e usar. E pra complicar mais ainda, em certos lugares os órgãos ambientais, que poderiam fomentar o esporte, por desconhecer o potencial costumam querer proibir o acesso de bicicletas em locais de preservação que poderiam ter boas trilhas. 

Sobre o DH em questão: é um esporte que eu admiro muito, e apesar de ter algumas pistas perto de casa (moro no RJ capital) eu diria que não pratico pela logística. Já até pensei em comprar uma bike, fiquei um tempo com uma emprestada inclusive, mas cheguei a conclusão que é muita função pra fazer um pedal proveitoso de DH. É preciso organizar o resgate, então precisa ao menos 3 pessoas, sendo que um reveza na direção do carro. Ou então arrumar um motorista. Geralmente as estradas de acesso as pistas são ruins, então há um grande desgaste do carro que está resgatando (no caso, o meu geralmente), gasta um monte de combustível, além da sujeira que faz no carro. Parece que ninguém tem cuidado com o carro dos outros..
Quem vai botar um carro pra resgate n pode ter muito apego não, por que estraga bastante. 

Fora essa questão do resgate, ainda tem o fato de que a bike de DH não pedala. E muitas trilhas onde moro não chega de carro. Não tenho paciência nem tempo pra ficar um dia todo no rolê pra dar 2 ou 3 descidas, tendo q subir empurrando bike.

Apesar de gostar muito da descida, também gosto do pedal completo, então achei o esporte perfeito no All Mountain/Enduro. Pedalo morro acima e uso essas mesmas trilhas de DH pra descer. Eventualmente até faço um "pedal" com resgate como no DH, mas é mais raro.

Enquanto o DH vai definhando por aqui, essas modalidades vão crescendo, e muitos tb estão trocando do XC e DH para o All Mountain pois perceberam que é uma modalidade mais fácil de praticar, e mais completa que o XC pois explora muito mais a parte técnica com mais segurança, o que no fim se traduz em mais diversão.

Eu percebo isso como positivo, é um começo de mudança cultural. Nunca chegaremos ao nível do Canadá, mas já tenho visto que isso está gerando uma maior consciência em relação a manutenção de trilhas. É só ver os canais dos youtubers mais famosos, eles tem fomentado bastante esta cultura de manutenção das trilhas e está gerando um início de um movimento positivo. Torço pra que evolua.

Essa cultura, mesmo pra galera que se mantém só no DH também é uma boa, pois muitas das trilhas que sempre utilizaram estão sendo mais utilizadas e por consequência melhor mantidas.

Eu particularmente vejo um futuro próspero pro moutain bike no Brasil. Acho que está indo no rumo certo, mas vai demorar um pouco pra evoluir.





Editado por TheLittle - 22 Set 2020 as 09:07
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
StFred Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 16 Fev 2015
Brasil
Desconectado
Mensagens:326
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de StFred Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 09:25
Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

Existem várias barreiras pro esporte. Acho que a primeira é cultural. Nos países que citou você vê crianças de 5 anos todas equipadas andando nas trilhas. Aqui as pessoas mal conhece os esportes. Maioria acha que qualquer modalidade um pouco mais radical que ir comprar pão de bicicleta é "coisa de maluco". A cultura que se formou em torno do ciclismo no Brasil é a da "média no strava" e só. O cara treina e troca de bike só com isso em mente, e acho que uns 95% das bikes vendidas aqui são utilizadas pra esse fim.
Por mais que se tenha um relevo favorável, com grandes desníveis, as trilhas, necessitam ser abertas e depois constante manutenção. Por aqui ficam abandonadas por que quase ninguém tem interesse em manter e usar. E pra complicar mais ainda, em certos lugares os órgãos ambientais, que poderiam fomentar o esporte, por desconhecer o potencial costumam querer proibir o acesso de bicicletas em locais de preservação que poderiam ter boas trilhas. 

Sobre o DH em questão: é um esporte que eu admiro muito, e apesar de ter algumas pistas perto de casa (moro no RJ capital) eu diria que não pratico pela logística. Já até pensei em comprar uma bike, fiquei um tempo com uma emprestada inclusive, mas cheguei a conclusão que é muita função pra fazer um pedal proveitoso de DH. É preciso organizar o resgate, então precisa ao menos 3 pessoas, sendo que um reveza na direção do carro. Ou então arrumar um motorista. Geralmente as estradas de acesso as pistas são ruins, então há um grande desgaste do carro que está resgatando (no caso, o meu geralmente), gasta um monte de combustível, além da sujeira que faz no carro. Parece que ninguém tem cuidado com o carro dos outros..
Quem vai botar um carro pra resgate n pode ter muito apego não, por que estraga bastante. 

Fora essa questão do resgate, ainda tem o fato de que a bike de DH não pedala. E muitas trilhas onde moro não chega de carro. Não tenho paciência nem tempo pra ficar um dia todo no rolê pra dar 2 ou 3 descidas, tendo q subir empurrando bike.

Apesar de gostar muito da descida, também gosto do pedal completo, então achei o esporte perfeito no All Mountain/Enduro. Pedalo morro acima e uso essas mesmas trilhas de DH pra descer. Eventualmente até faço um "pedal" com resgate como no DH, mas é mais raro.

Enquanto o DH vai definhando por aqui, essas modalidades vão crescendo, e muitos tb estão trocando do XC e DH para o All Mountain pois perceberam que é uma modalidade mais fácil de praticar, e mais completa que o XC pois explora muito mais a parte técnica com mais segurança, o que no fim se traduz em mais diversão.

Eu percebo isso como positivo, é um começo de mudança cultural. Nunca chegaremos ao nível do Canadá, mas já tenho visto que isso está gerando uma maior consciência em relação a manutenção de trilhas. É só ver os canais dos youtubers mais famosos, eles tem fomentado bastante esta cultura de manutenção das trilhas e está gerando um início de um movimento positivo. Torço pra que evolua.

Essa cultura, mesmo pra galera que se mantém só no DH também é uma boa, pois muitas das trilhas que sempre utilizaram estão sendo mais utilizadas e por consequência melhor mantidas.

Eu particularmente vejo um futuro próspero pro moutain bike no Brasil. Acho que está indo no rumo certo, mas vai demorar um pouco pra evoluir.








Muito obrigado por economizar meus dedos. Outro aspecto daqui é que ciclismo não é considerado muitas vezes um 'esporte radical', com riscos inerentes a atividade. Além disso, boa parte da galerinha que compra bike de 30 mil pra rodar no estradão morre de medo de cair. Ainda podemos acrescentar na equação a não mobilidade de outras categorias, como por exemplo, o BMX. Lá fora o cara começa no BMX, faz um dirt jumping, curte um DH... Aqui o cara começa a pedalar com 30 anos na 'brutalidade de estradão' e tem renda pra comprar uma bike. Boa parte dos caras que andavam comigo na infância/adolescência largaram a bike pura e simplesmente pq tem que trabalhar e, com o que ganham, não podem comprar uma bike de 5k, esfolar elas nas trilhas e dar manutenção. Os que podem tem bikes 26 DJ e algumas de Enduro, mas conta-se nos dedos de 1 mão.
Every man's life ends the same way.
It is only the details of how he lived and how he died that distinguish one man from another.
Ernest Hemingway
Voltar para o topo
Pedro Cury Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 19 Jul 2008
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:4730
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Pedro Cury Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 09:34
Concordo com muito do que meu camarada TheLittle falou... e acho que tem um ingrediente fundamental que não foi muito falado: faltam trilhas interessantes.

Pegando mesmo exemplo aqui do Rio capital. Agora tem até uma ou outra trilhas que não conheço e tão dando manutenção nas antigas, mas volta uns 3 anos... 

Eu diria que temos 2 ou 3 trilhas que podem ser ditas de DH (que justifiquem ter uma bike de DH), com possibilidade de resgate: Vista Chinesa e Sertão, sendo que Vista Chinesa é proibida.

Sem resgate: 2-2, Açude, uma secreta e Largatixa (essa ultima tem problema recorrente de assalto).

Todas essas com uma bike de Enduro você faz bem e talvez seja a mesma diversão (se não for até mais legal). 

E aí somando todas as trilhas temos quantas ? 10, 12 ?  É muito pouco! Digamos que dessas 10-12... eu goste muito de 6... outras já perderam a graça... outras se ficarem sem manutenção ficam ruim... e por aí vai...

Acho que um dos principais problemas que temos é falta de trilhas DIVERTIDAS... independente do que vc chama de divertida... seja dificil ou fácil, mas com variedade...

Pra validar meu argumento... TheLittle não pegou essa época, mas no inicio dos anos 2000, quando podia-se fazer DH na Vista Chinesa, tinha esse resgate de Kombi e caminhão. Chegaram a ter 2, de tanta demanda... criou-se um mini-ecossistema de ter o serviço ali da comunidade local, com o resgate, bares / comida e a trilha.  E isso tamos falando há muito tempo atrás com uma trilha bem difícil. Imagina se fossem 4, 5 trilhas ? Tamos vendo isso acontecendo agora em BH... talvez o lugar do Brasil com mais bikes de Enduro / All Mountain...
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!

Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4847
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 09:43
É.. essa questão da faixa etária também pega bastante. Como vc falou, muitas das pessoas que tem condições de comprar bikes adequadas pra essas modalidades estão começando agora no ciclismo e não tiveram uma base técnica. Então não querem correr riscos, que de fato existem princiapalmente quando não se tem muita base.

Mas até isso temos uma boa evolução, estão surgindo bastante cursos de "pilotagem" ministrados por pilotos mais experientes. As trilhas estão se tornando mais seguras graças a evolução da cultura do "trail building". E as bikes cada vez mais estáveis e capazes. Esse conjunto torna a evolução dos ciclistas interessados muito mais segura.  

Ainda sobre as bikes.. As de DH são ainda mais estáveis e seguras, toleram mais erros do ciclista, por isso são um ótimo instrumento de evolução, problema é que o uso é muito específico e exigem toda uma estrutura para serem utilizadas. Até lá fora, com todos os bike parks, se fala que as bikes de DH estão sendo engolidas pelas bikes Enduro.

---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4847
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 10:03
Originalmente Postado por Pedro Cury Pedro Cury Escreveu:

Pra validar meu argumento... TheLittle não pegou essa época, mas no inicio dos anos 2000, quando podia-se fazer DH na Vista Chinesa, tinha esse resgate de Kombi e caminhão. Chegaram a ter 2, de tanta demanda... criou-se um mini-ecossistema de ter o serviço ali da comunidade local, com o resgate, bares / comida e a trilha.  E isso tamos falando há muito tempo atrás com uma trilha bem difícil. Imagina se fossem 4, 5 trilhas ? Tamos vendo isso acontecendo agora em BH... talvez o lugar do Brasil com mais bikes de Enduro / All Mountain...

Realmente, não peguei essa época. Mas fica um dos melhores exemplos do que falei que os orgãos ambientais atrapalham o esporte. Talvez também falte um meio de campo dos ciclistas pra lutar por esse direito. Conseguiram liberar trilhas p bike em outro local da Floresta da Tijuca, mas não na Vista, que tem uma estrutura melhor pra resgate.

Isso é outra coisa que está evoluindo também. Junto com o "trail building" está evoluindo o "trail advocacy" que é justamente trabalhar com essa questão legal, ambiental e política em relação ao uso das trilhas.
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4847
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 10:10
E voltando a questão inicial do tópico, estou lembrando aqui de algumas viagens que fiz e o fator geográfico realmente faz uma boa diferença por conta da cultura de esqui/snowboard, que ajuda muito no mountain bike.  Eu digo não só pela estrutura de lifts, mas em montanhas muito altas surgem resorts, e as estradas que dão acesso a estes resorts podem ser utilizadas para acesso as trilhas e/ou resgate. Isso aqui no Brasil é mais raro, e mesmo q se tenham estradas em montanhas não é possível, viável ou não se teve o interesse de abrir trilhas pra bike a partir destas.

Editado por TheLittle - 22 Set 2020 as 10:10
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
FelipeV Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Out 2013
Gaspar SC
Desconectado
Mensagens:252
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de FelipeV Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 10:46
A regiões de serra do brasil.


Voltar para o topo
Tiago_DGY Ver Drop Down


Registrado: 04 Jul 2020
Brasil
Desconectado
Mensagens:38
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Tiago_DGY Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 11:05
O brasil tem vários teleféricos, Cristo redentor no Rio. Em Aparecida em SP. Não vejo pq seria um problema em um bike park aqui. Basta ter manutenção que da certo.
Voltar para o topo
Tiago_DGY Ver Drop Down


Registrado: 04 Jul 2020
Brasil
Desconectado
Mensagens:38
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Tiago_DGY Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 11:10
Originalmente Postado por FelipeV FelipeV Escreveu:

A regiões de serra do brasil.




Serra é diferente de dobramento moderno. Serra é sobe e desce, perfeito para XC e XCO. Vc não vai encontrar descidas gigantescas em serras, no máximo 1 ou 2 minutos de descida para gastar 30 minutos subindo de volta.
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4847
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 11:13
Originalmente Postado por FelipeV FelipeV Escreveu:

A regiões de serra do brasil.



região tem, o que não tem é muita estrutura e interesse em explorar, pq daí n tem público.

Por exemplo a região de Campos do Jordão está bem servida de trilhas, algumas descem a serra da mantiqueira por 1400m em mais de 10km. O pessoal da MTR faz passeios com resgate nessas trilhas, e todo mundo q faz elogia muito.
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
Tiago_DGY Ver Drop Down


Registrado: 04 Jul 2020
Brasil
Desconectado
Mensagens:38
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Tiago_DGY Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 11:14
Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

Existem várias barreiras pro esporte. Acho que a primeira é cultural. Nos países que citou você vê crianças de 5 anos todas equipadas andando nas trilhas. Aqui as pessoas mal conhece os esportes. Maioria acha que qualquer modalidade um pouco mais radical que ir comprar pão de bicicleta é "coisa de maluco". A cultura que se formou em torno do ciclismo no Brasil é a da "média no strava" e só. O cara treina e troca de bike só com isso em mente, e acho que uns 95% das bikes vendidas aqui são utilizadas pra esse fim.
Por mais que se tenha um relevo favorável, com grandes desníveis, as trilhas, necessitam ser abertas e depois constante manutenção. Por aqui ficam abandonadas por que quase ninguém tem interesse em manter e usar. E pra complicar mais ainda, em certos lugares os órgãos ambientais, que poderiam fomentar o esporte, por desconhecer o potencial costumam querer proibir o acesso de bicicletas em locais de preservação que poderiam ter boas trilhas. 

Sobre o DH em questão: é um esporte que eu admiro muito, e apesar de ter algumas pistas perto de casa (moro no RJ capital) eu diria que não pratico pela logística. Já até pensei em comprar uma bike, fiquei um tempo com uma emprestada inclusive, mas cheguei a conclusão que é muita função pra fazer um pedal proveitoso de DH. É preciso organizar o resgate, então precisa ao menos 3 pessoas, sendo que um reveza na direção do carro. Ou então arrumar um motorista. Geralmente as estradas de acesso as pistas são ruins, então há um grande desgaste do carro que está resgatando (no caso, o meu geralmente), gasta um monte de combustível, além da sujeira que faz no carro. Parece que ninguém tem cuidado com o carro dos outros..
Quem vai botar um carro pra resgate n pode ter muito apego não, por que estraga bastante. 

Fora essa questão do resgate, ainda tem o fato de que a bike de DH não pedala. E muitas trilhas onde moro não chega de carro. Não tenho paciência nem tempo pra ficar um dia todo no rolê pra dar 2 ou 3 descidas, tendo q subir empurrando bike.

Apesar de gostar muito da descida, também gosto do pedal completo, então achei o esporte perfeito no All Mountain/Enduro. Pedalo morro acima e uso essas mesmas trilhas de DH pra descer. Eventualmente até faço um "pedal" com resgate como no DH, mas é mais raro.

Enquanto o DH vai definhando por aqui, essas modalidades vão crescendo, e muitos tb estão trocando do XC e DH para o All Mountain pois perceberam que é uma modalidade mais fácil de praticar, e mais completa que o XC pois explora muito mais a parte técnica com mais segurança, o que no fim se traduz em mais diversão.

Eu percebo isso como positivo, é um começo de mudança cultural. Nunca chegaremos ao nível do Canadá, mas já tenho visto que isso está gerando uma maior consciência em relação a manutenção de trilhas. É só ver os canais dos youtubers mais famosos, eles tem fomentado bastante esta cultura de manutenção das trilhas e está gerando um início de um movimento positivo. Torço pra que evolua.

Essa cultura, mesmo pra galera que se mantém só no DH também é uma boa, pois muitas das trilhas que sempre utilizaram estão sendo mais utilizadas e por consequência melhor mantidas.

Eu particularmente vejo um futuro próspero pro moutain bike no Brasil. Acho que está indo no rumo certo, mas vai demorar um pouco pra evoluir.








Realmente. a questão cultural é muito forte lá fora. Aqui não existe a cultura de montanhismo, camping e por razões obvias a cultura do ski. Todos esses são fatores que possibilitariam maiores investimentos na área.
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4847
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 11:22
Originalmente Postado por Tiago_DGY Tiago_DGY Escreveu:

Originalmente Postado por FelipeV FelipeV Escreveu:

A regiões de serra do brasil.




Serra é diferente de dobramento moderno. Serra é sobe e desce, perfeito para XC e XCO. Vc não vai encontrar descidas gigantescas em serras, no máximo 1 ou 2 minutos de descida para gastar 30 minutos subindo de volta.

Serra da mantiqueira, trilhas com 1400m de descida. Descendo tudo de uma vez sem parar deve dar uns 20 a 25 min, mas nessas descidas geralmente se para pra olhar a paisagem. Mas não diria que é uma trilha própria p bike de DH, mesmo de resgate alguns trechos ainda precisa pedalar. Recomendo muito essa experiência.

Sobre tempo de subida no pedal, é proporcional né.. pra cada 4 minutos de descida vc sobe pelo menos uns 20 a 30, dependendo das condições da estrada e do preparo físico. Ainda assim, descer 4 minutos sem parar em trilhas bastante técnicas (por exemplo vista chinesa que o Pedro citou) é pra quem está com MUITO PREPARO FÍSICO, pra suportar a dor nos braços (arm pump). Mesmo com bike DH.

No RJ temos um morro de 1000m no meio da cidade mas nenhuma trilha pedalável que parte de cima dele. As trilhas viáveis na região que ele fica partem no máximo de 550m de altitude e descem até o nível do mar. São descidas de 10 a 15 minutos, e pra fazer ela toda sem parar exige muito preparo físico também. O problema que o acesso a elas é só por trilha, inviabiliza resgate. Bike de All Mountain/enduro é a ferramenta perfeita pra essas trilhas.
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4847
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 11:32
Originalmente Postado por Tiago_DGY Tiago_DGY Escreveu:

O brasil tem vários teleféricos, Cristo redentor no Rio. Em Aparecida em SP. Não vejo pq seria um problema em um bike park aqui. Basta ter manutenção que da certo.

Então, mas ter teleférico só não adianta. Tem que ter a estrutura e tem que ter público pagante pra manter ela e dar lucro com a exploração da atividade.

Já ouvi dizer que Whislter é o único resort de esqui que tem lucro com moutain bike. Os outros resorts no mundo que oferecem as duas atividades, no máximo, empatam os custos no verão. Se nem lá fora, com cultura de montanha, relevo forte, estrutura top, é fácil dar lucro, imagina aqui. O curioso é que tem uma estrutura de teleféricos em Whistler, na montanha Blackcomb, que fica ociosa durante o verão, mesmo tendo trilhas famosas de bike (foram usadas nos EWS) na frente dessas estações. Elas são abertas e acessíveis se subir pedalando pela estrada, são mantidas pela comunidade (WORCA) e seria só questão de ligar o teleférico pra levar a galera até a entrada delas. Mas n fazem isso pq talvez não vale o custo de operar o teleférico e ainda ter  q manter essas trilhas (já que a estrutura whislter e creekside juntos já é gigantesca sem a blackcomb) ou se tem alguma questão política ou ambiental que proibe o acesso "em massa" pra essas trilhas. 



Editado por TheLittle - 22 Set 2020 as 11:36
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4847
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 11:34
Vale lembrar que o Brasil viveu uma época de ouro no DH em 2005/2006 quando sediou etapa da copa do mundo em Balneário Camboriú SC, com o Markolf andando no topo da elite e com pilotos disputando todas as etapas do circuito mundial (Nata Giacomozzi por exemplo).
As etapas da world cup contaram com o resgate pelo teleférico do parque Laranjeiras. Só não sei se hoje a pista ainda é mantida e se é possível acessar pelo teleférico.
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4847
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 11:43
Ainda falando sobre relevo e tamanho de pista, observem as características das pistas do World Cup de 2019. A maior tem pouco mais de 600m de desnível. Temos isso no meio da cidade do Rio de Janeiro, por exemplo rs. Tem vários lugares do Brasil com desníveis ainda maiores próximos a centros urbanos.


Maribor Slovenia 
Length 1.5km
Altitude Change: 387m

Fort William Scotland
Length 2.8km
Altitude Change 555m

Leogang Austria
Length 2.5km
Altitude Change 469m

Valnord Andorra
Length 2.5km
Altitude Change 616m

Les Gets France
Length 2km
Altitude Change: 550m

Val di Sole Italy
Length 2.4km
Altitude Change 540m

Lenzerheide Switzerland
Length 1.75km
Altitude Change 402m

Snowshoe USA
Length N/A
Altitude Change 457m


---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
gm1987 Ver Drop Down


Registrado: 12 Jun 2019
Sapucaia do Sul
Desconectado
Mensagens:1058
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de gm1987 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 11:57
Originalmente Postado por MarceloNeuriHaag MarceloNeuriHaag Escreveu:

Originalmente Postado por gm1987 gm1987 Escreveu:

Sapiranga, morro ferrabraz... Sapucaia do Sul, morro das cabras... Gravataí, Itacolomi... Só na minha região tem 3 picos de DH insanos, porém ninguém pratica pelo óbvio: 30k numa bike que só serve para descer, não faz sentido!

Essa mesma região possui apenas 1 bike park, que não passa de uma pista de XCO num sítio... Imagina o investimento para colocar um teleférico para subir os caras pra fazer DH e o tmepo de retorno. 


Pô, fui olhar no Google Earth e vi que esse Morro das Cabras é um lugar bem bonito. Tô bem a fim de ir um dia ali. Indo da minha cidade por dentro (Lomba Grande/São Leopoldo) é tranquilo pra chegar lá? Smile

Super tranquilo, o pessoal faz direto pedal saindo daqui de sapucaia e indo até a tenda do suco. Vc fará o inverso, vai descer da tenda do suco até o morro das cabras. Estradão bom e lá no morro tem MUITA trilha. Pedal de domingo com diversão garantida.
Voltar para o topo
pf23 Ver Drop Down


Registrado: 15 Jul 2003
Sampa -
Desconectado
Mensagens:439
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de pf23 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 12:30
Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

E voltando a questão inicial do tópico, estou lembrando aqui de algumas viagens que fiz e o fator geográfico realmente faz uma boa diferença por conta da cultura de esqui/snowboard, que ajuda muito no mountain bike.  Eu digo não só pela estrutura de lifts, mas em montanhas muito altas surgem resorts, e as estradas que dão acesso a estes resorts podem ser utilizadas para acesso as trilhas e/ou resgate. Isso aqui no Brasil é mais raro, e mesmo q se tenham estradas em montanhas não é possível, viável ou não se teve o interesse de abrir trilhas pra bike a partir destas.

o parque nacional de itatiaia tinha uma estrutura muito boa. Uma série de abrigos de montanha existiam que ligavam a parte alta (2300m) até a baixa (600m, olha só o desnível). Mas hoje somente um funciona (albergue Rebouças), e para usar ele é uma papelada louca

estrutura tem, mas tá caindo aos pedaços. Ou soterrada na pepelada


Editado por pf23 - 22 Set 2020 as 12:37
Voltar para o topo
Maquarte Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 18 Set 2018
vitoria es
Desconectado
Mensagens:301
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de Maquarte Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 13:24
Um simples e humilde comentário de um iniciante peba: Quem se importa com o ciclismo é o ciclista e só, assim como outros esportes / Hobbies. 
Ninguém tem interesse em investir em nada não, seja órgãos públicos ou grandes empresas.


Editado por Maquarte - 22 Set 2020 as 13:27
SPZ ROCKHOPPER PRO 2019 - RELAÇÃO NX + FREIO M6000
Voltar para o topo
Chowlin Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 24 Mai 2020
Londrina
Desconectado
Mensagens:78
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Chowlin Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 14:00
Conheço nada sobre downhill, mas posso falar um pouco sobre relevo e geologia pelo menos do Paraná, estado onde moro e tenho mais conhecimento. Nesse mapa abaixo por exemplo, dá para ver a predominância de relevo ondulado, exceto no primeiro planalto, Serra do mar (que na verdade se estende do RJ até o norte de SC) e nas proximidades do rio Iguaçu.
Ou seja, para um estado inteiro, com área total de quase 200 mil Km², são poucas áreas com declividade alta (áreas alaranjadas e amareladas) que seriam mais propícias para praticar downhill.



Outros links que dá para se ter uma ideia do relevo paranaense:

http://www.itcg.pr.gov.br/arquivos/File/Produtos_DGEO/Mapas_ITCG/PDF/Mapa_Declividade_A3.pdf

http://www.itcg.pr.gov.br/modules/faq/category.php?categoryid=9#
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4847
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 14:40
Outra consideração:

não é necessário relevo de "world cup" pra praticar downhill. No Rio de Janeiro mesmo, apesar o relevo bem acidentado, a maioria das pistas de DH tem no máximo 350m de desnível. Tem pista com menos de 120m de desnivel, que a descida dura pouco mais de 1 minuto, mas o pessoal frequenta bastante e estão sempre mobilizados em manter elas. Diria que frequenta até mais que as pistas grandes, justamente pelo fator "inclusivo", por que uma pista pequena vc consegue subir "sem resgate" (vulgo empurrando a bike) por menos tempo e por consequência descer mais vezes. E claro fica mais bem mais fácil de manter uma pista curta pois muita gente não ter recurso de subir com carros e levar ferramentas.

Aliás, vou listar o que não precisa:
- relevo europeu ou canadense
- bike super cara
- equipamento da moda
- teleférico pra subir
- ajuda da prefeitura, governo, etc.

E o que precisa:
- pessoas abrindo trilhas
- pessoas treinando
- pessoas mantendo as trilhas

ou seja, depende só das pessoas. Aí que eu falo que o padrão cultural daqui não é de se mexer, ficam esperando "as autoridades" fazer algo por eles.



Editado por TheLittle - 22 Set 2020 as 14:48
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
StFred Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 16 Fev 2015
Brasil
Desconectado
Mensagens:326
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de StFred Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 15:02
Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

Outra consideração:

não é necessário relevo de "world cup" pra praticar downhill. No Rio de Janeiro mesmo, apesar o relevo bem acidentado, a maioria das pistas de DH tem no máximo 350m de desnível. Tem pista com menos de 120m de desnivel, que a descida dura pouco mais de 1 minuto, mas o pessoal frequenta bastante e estão sempre mobilizados em manter elas. Diria que frequenta até mais que as pistas grandes, justamente pelo fator "inclusivo", por que uma pista pequena vc consegue subir "sem resgate" (vulgo empurrando a bike) por menos tempo e por consequência descer mais vezes. E claro fica mais bem mais fácil de manter uma pista curta pois muita gente não ter recurso de subir com carros e levar ferramentas.

Aliás, vou listar o que não precisa:
- relevo europeu ou canadense
- bike super cara
- equipamento da moda
- teleférico pra subir
- ajuda da prefeitura, governo, etc.

E o que precisa:
- pessoas abrindo trilhas
- pessoas treinando
- pessoas mantendo as trilhas

ou seja, depende só das pessoas. Aí que eu falo que o padrão cultural daqui não é de se mexer, ficam esperando "as autoridades" fazer algo por eles.





Aqui mesmo no NE eu tava no interior e levei a XC. Fiz uma trilha que tem uma descida que facilmente tem uns 2.5km completa e relativamente fácil acesso. Desci pensando na Full, quando comprar outra, trago certeza, só não venho pedalando

Sobre a cultura de manutenção de trilhas (vulgo 'trail building', como publicitário odeio esses termos rsrs), é osso. Eu moro próximo a um giro de XC (uns 7 a 10km de singletrack). Já trabalhei muito sozinho limpando e arrumando pra treinar subida/descida/intervalo. Aqui na região tem um grupo com uns 30 a 40 ciclistas, uma vez sugeri arrumar aqui o 'nosso quintal' e fazer um bolão ou outra coisa, sabe qual foi a resposta "ah mas não vou limpar terreno dos outros". De cair o cool da bunda.
Every man's life ends the same way.
It is only the details of how he lived and how he died that distinguish one man from another.
Ernest Hemingway
Voltar para o topo
GabrielSL329 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 09 Mar 2019
Farroupilha
Desconectado
Mensagens:199
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de GabrielSL329 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 15:22
Originalmente Postado por StFred StFred Escreveu:


Aqui mesmo no NE eu tava no interior e levei a XC. Fiz uma trilha que tem uma descida que facilmente tem uns 2.5km completa e relativamente fácil acesso. Desci pensando na Full, quando comprar outra, trago certeza, só não venho pedalando

Sobre a cultura de manutenção de trilhas (vulgo 'trail building', como publicitário odeio esses termos rsrs), é osso. Eu moro próximo a um giro de XC (uns 7 a 10km de singletrack). Já trabalhei muito sozinho limpando e arrumando pra treinar subida/descida/intervalo. Aqui na região tem um grupo com uns 30 a 40 ciclistas, uma vez sugeri arrumar aqui o 'nosso quintal' e fazer um bolão ou outra coisa, sabe qual foi a resposta "ah mas não vou limpar terreno dos outros". De cair o cool da bunda.

Aí quando o cidadão, que é proprietário do local, resolve limpar o terreno, deixando top para praticar e fecha a área para cobrar um valor para acesso ao local, alguns reclamam. Ou pior, invadem propriedade particular!
Gabriel Pires
MTB: Soul SL329 T21 stock
Speed: Caloi Strada Sora16v
Voltar para o topo
FelipeV Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Out 2013
Gaspar SC
Desconectado
Mensagens:252
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de FelipeV Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 16:09
Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:


Aliás, vou listar o que não precisa:
- relevo europeu ou canadense
- bike super cara
- equipamento da moda
- teleférico pra subir
- ajuda da prefeitura, governo, etc.

E o que precisa:
- pessoas abrindo trilhas
- pessoas treinando
- pessoas mantendo as trilhas

ou seja, depende só das pessoas. Aí que eu falo que o padrão cultural daqui não é de se mexer, ficam esperando "as autoridades" fazer algo por eles.




Bota educação ai, pq os poucos que tem que fazem e mantem as trilhas sofrem com os motoqueiros que destroem o local, sem falar de outros ciclista que fazem o mesmo.

Alguns lugares bons aqui com tilhas legais foram fechadas por causa dos "ciclistas", porteira aberta, lixo jogado, ai se o ciclista pode, o de pé tbem ja pode acampar e fazer fogueira o trilheiro ja vai de moto cavucar o solo.

E não só do ciclista, dos eventos patrocinados, oficiais, aqui tem um "desafio" que passa nos locais que se costuma andar, caminhos já feitos e conhecidos, fiz a percuso do "desafio" com amigos, semanas depois dele encerrado, as faixas de marcação, placas e o lixo estavam lá ainda.
Voltar para o topo
FelipeV Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Out 2013
Gaspar SC
Desconectado
Mensagens:252
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de FelipeV Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Set 2020 as 16:16
Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

Originalmente Postado por FelipeV FelipeV Escreveu:

A regiões de serra do brasil.



região tem, o que não tem é muita estrutura e interesse em explorar, pq daí n tem público.

Por exemplo a região de Campos do Jordão está bem servida de trilhas, algumas descem a serra da mantiqueira por 1400m em mais de 10km. O pessoal da MTR faz passeios com resgate nessas trilhas, e todo mundo q faz elogia muito.


Em Urubici estão tentando tornar o DH mais frequente,  esse ano se não tiver vai ser devido a pandemia, mas acho que o extra oficial vai rolar.
Voltar para o topo
gm1987 Ver Drop Down


Registrado: 12 Jun 2019
Sapucaia do Sul
Desconectado
Mensagens:1058
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de gm1987 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 23 Set 2020 as 08:26
Originalmente Postado por Tiago_DGY Tiago_DGY Escreveu:

O brasil tem vários teleféricos, Cristo redentor no Rio. Em Aparecida em SP. Não vejo pq seria um problema em um bike park aqui. Basta ter manutenção que da certo.

Problema é a Taxa de Retorno do Investimento... Quantos anos demoraria para recuperar esse investimento num bike park? 20 anos? 25 anos?

Investidor hoje quer recuperar a grana em 18 meses, 36 meses no máximo... Aí não tem demanda pra isso. 
Voltar para o topo
MarceloNeuriHaag Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 22 Set 2014
Sapiranga
Desconectado
Mensagens:416
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de MarceloNeuriHaag Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 23 Set 2020 as 08:33
Originalmente Postado por gm1987 gm1987 Escreveu:

Originalmente Postado por Tiago_DGY Tiago_DGY Escreveu:

O brasil tem vários teleféricos, Cristo redentor no Rio. Em Aparecida em SP. Não vejo pq seria um problema em um bike park aqui. Basta ter manutenção que da certo.

Problema é a Taxa de Retorno do Investimento... Quantos anos demoraria para recuperar esse investimento num bike park? 20 anos? 25 anos?

Investidor hoje quer recuperar a grana em 18 meses, 36 meses no máximo... Aí não tem demanda pra isso. 

Não existe nem interesse dos órgão municipais: sei que aqui em Sapiranga pessoal fez anos atrás um projeto completo para implementar um "turismo de aventura" (caminhadas/corridas/ciclismo) pelas trilhas dos morros da região, mas tiveram que desistir face ao descaso das administrações municipais (isso INDEPENDE DE PARTIDO, visto que desde a época diferentes partidos se alternaram na Prefeitura). E mesmo no passado haviam planos de se ter um hotel no alto do Ferrabraz, com teleférico, acesso todo asfaltado, etc. Mas na época novamente não houve interesse/apoio por parte da Prefeitura...
Voltar para o topo
gm1987 Ver Drop Down


Registrado: 12 Jun 2019
Sapucaia do Sul
Desconectado
Mensagens:1058
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de gm1987 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 23 Set 2020 as 08:36
Originalmente Postado por MarceloNeuriHaag MarceloNeuriHaag Escreveu:

Originalmente Postado por gm1987 gm1987 Escreveu:

Originalmente Postado por Tiago_DGY Tiago_DGY Escreveu:

O brasil tem vários teleféricos, Cristo redentor no Rio. Em Aparecida em SP. Não vejo pq seria um problema em um bike park aqui. Basta ter manutenção que da certo.

Problema é a Taxa de Retorno do Investimento... Quantos anos demoraria para recuperar esse investimento num bike park? 20 anos? 25 anos?

Investidor hoje quer recuperar a grana em 18 meses, 36 meses no máximo... Aí não tem demanda pra isso. 

Não existe nem interesse dos órgão municipais: sei que aqui em Sapiranga pessoal fez anos atrás um projeto completo para implementar um "turismo de aventura" (caminhadas/corridas/ciclismo) pelas trilhas dos morros da região, mas tiveram que desistir face ao descaso das administrações municipais (isso INDEPENDE DE PARTIDO, visto que desde a época diferentes partidos se alternaram na Prefeitura). E mesmo no passado haviam planos de se ter um hotel no alto do Ferrabraz, com teleférico, acesso todo asfaltado, etc. Mas na época novamente não houve interesse/apoio por parte da Prefeitura...

Administração pública esquece... Estado não cuida nem das obrigações constitucionais, quiça incentivar atividades privadas como turismo!

Na real isso é um dos males do brasil, papai estado gigante... Pq o estado deveria fazer um investimento destes? Isso é coisa para o privado. E para atrair o privado, precisa dar lucro. 
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Desconectado
Mensagens:4847
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 23 Set 2020 as 08:43
Originalmente Postado por Tiago_DGY Tiago_DGY Escreveu:

O brasil tem vários teleféricos, Cristo redentor no Rio. Em Aparecida em SP. Não vejo pq seria um problema em um bike park aqui. Basta ter manutenção que da certo.

O Cristo Redentor está envolto pela Floresta da Tijuca. É uma área de preservação ambiental, embora as favelas ainda crescam no meio dela. Tem também a milícia construindo prédios irregulares o tempo todo.
Mas em toda a extensão da floresta, existem somente 3 trilhas liberadas para bikes, sendo que em uma delas já ocorreram vários assaltos a ciclistas, inclusive com tiroteio. A outra trilha que existe é a Vista Chinesa, mas ela é proibida para bicicletas. Todas elas são longe do Cristo Redentor e imagino não ter viabilidade ambiental abrir uma trilha do Cristo pra baixo. Sem falar que cada subida no trem que dá acesso ao cristo deve estar perto de 100 reais hoje.


---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
MarceloNeuriHaag Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 22 Set 2014
Sapiranga
Desconectado
Mensagens:416
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de MarceloNeuriHaag Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 23 Set 2020 as 09:13
Originalmente Postado por gm1987 gm1987 Escreveu:

Administração pública esquece... Estado não cuida nem das obrigações constitucionais, quiça incentivar atividades privadas como turismo!

Na real isso é um dos males do brasil, papai estado gigante... Pq o estado deveria fazer um investimento destes? Isso é coisa para o privado. E para atrair o privado, precisa dar lucro. 

Mas como funciona em Rolante o "Circuito das Cascatas e Montanhas"?
Claro que o ideal seria o poder público se focar em assuntos como saúde, educação, segurança, saneamento, etc. mas tem "N" casos onde se oferecem incentivos fiscais para indústrias se estabeleceram, visando geração de empregos, impostos, etc. No caso específico de ecoturismo se poderia falar de todos os "indiretos" que se beneficiariam (carros de apoio, pessoas das áreas rurais vendendo seus alimentícios, pousadas, etc.)... isso tudo tem que entrar na "equação"... Handshake


Editado por MarceloNeuriHaag - 23 Set 2020 as 09:20
Voltar para o topo

 Responder Responder Página  12>
  Compartilhar   

Ir para Permissões do Fórum Ver Drop Down

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd.

 
 
 
 
 
 

X