| PEDAL | HOME | ARTIGOS | BIKES | CLASSIFICADOS | COMUNIDADE | FOTOS | VIDEOS | NOTICIAS | TRILHAS | CONTATO | + |
Fórum Início Fórum Início > Assuntos Gerais > Fórum Principal
  Tópicos recentes Tópicos recentes RSS Feed - Cannondale Scalpel HT
   [REGRAS]    Ajuda Ajuda  Procurar no fórum   Registrar Registrar  Entrar Entrar

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiencia no site. Ao continuar navegando voce concorda com a nossa politica de privacidade.


Cannondale Scalpel HT

 Responder Responder
Autor
Mensagem
  Tópico Procurar Tópico Procurar  Opções do Tópico Opções do Tópico
rod_br Ver Drop Down


Registrado: 28 Jan 2008
Amparo, SP
Desconectado
Mensagens:206
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de rod_br Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Tópico: Cannondale Scalpel HT
    Enviado: 28 Nov 2021 as 14:33
Pessoal, saiu o primeiro vídeo da nova Scalpel HT "comprável", é o modelo Carbon 3.


Cannondale sem Left é igual Ferrari prata, mas ficou legal essa configuração...
Specialized Stumpjumper 26"
Kona Kula 26"
KHS Alite 500 26"
Voltar para o topo
Pedro Cury Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 19 Jul 2008
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:4802
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Pedro Cury Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 29 Nov 2021 as 10:49
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!

Voltar para o topo
cdamaso Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 31 Dez 2018
SJC - SP
Desconectado
Mensagens:194
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de cdamaso Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 29 Nov 2021 as 13:39
Originalmente Postado por rod_br rod_br Escreveu:

Pessoal, saiu o primeiro vídeo da nova Scalpel HT "comprável", é o modelo Carbon 3.


Cannondale sem Left é igual Ferrari prata, mas ficou legal essa configuração...
Já eu acho o exato contrário e digo mais, uma "Ferrari prata" só ñ é de chamar a atenção como uma vermelha ou amarela enquanto a Left deixa as Cannondale feias, com a Rockshox a bike ficou mt bonita.
Voltar para o topo
FelipeV Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 17 Out 2013
Gaspar SC
Desconectado
Mensagens:393
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de FelipeV Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 30 Nov 2021 as 09:48
É que perde a "marca registrada" realmente ela fica bonita, mas fica "comum" igual toda outra.

Ela está bonita, mas perdeu o charme old school da FSI, tubos redondos finos, triangulo tradicional, visual clean de não ter abraçadeira de canote.

Curioso pra ver o preço da 4 no brasil ou em pais pobre vão inventar uma 5.

Bom e ruim é que finalmente vieram pra Shimano, ter opçao de cassete 10 dentinhos de 800 a 4000 é bom, enquanto na Sram não tem 10 dentinhos no NX.

Pra mim fazer um up numa dessas ia ter que tirar o grupo todo shimano pra manter o Sram.

Estranho ficou o eixo traseiro, ta sem alavanca como na FSI, mas tem o sistema de QR antigo com corte no quadro pro eixo cair "facil"

Com a chave fica mais complicado essa ação acredito eu.
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Conectado
Mensagens:5425
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 30 Nov 2021 as 10:07
essa bike é um "novo mundo" em termos de geometria, e imagino q a tendência é que novos modelos concorrentes sejam similares.

As geometrias antes usadas em bikes trail e enduro estão chegando massivamente nas bikes de XC, primeiro nas top e com o tempo nas bikes de entrada. As pessoas poderão ter bikes super leves e muito melhores na trilha, uma bela evolução.
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
GabrielSL329 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 09 Mar 2019
Farroupilha
Desconectado
Mensagens:861
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de GabrielSL329 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 30 Nov 2021 as 10:25
Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

essa bike é um "novo mundo" em termos de geometria, e imagino q a tendência é que novos modelos concorrentes sejam similares.

As geometrias antes usadas em bikes trail e enduro estão chegando massivamente nas bikes de XC, primeiro nas top e com o tempo nas bikes de entrada. As pessoas poderão ter bikes super leves e muito melhores na trilha, uma bela evolução.

Em tua opinião, se alguém com um conhecimento razoável que tenha uma bike antiga (geometria e concepção e queira atualizar para uma geometria atual de HOJE, seria interessante esperar um tempinho por essa evolução?
Gabriel Pires
MTB: Show Rocker 12v Orange
Speed: Caloi Strada Sora 16v (aposentada)
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Conectado
Mensagens:5425
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 30 Nov 2021 as 11:07
Originalmente Postado por GabrielSL329 GabrielSL329 Escreveu:

Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

essa bike é um "novo mundo" em termos de geometria, e imagino q a tendência é que novos modelos concorrentes sejam similares.

As geometrias antes usadas em bikes trail e enduro estão chegando massivamente nas bikes de XC, primeiro nas top e com o tempo nas bikes de entrada. As pessoas poderão ter bikes super leves e muito melhores na trilha, uma bela evolução.

Em tua opinião, se alguém com um conhecimento razoável que tenha uma bike antiga (geometria e concepção e queira atualizar para uma geometria atual de HOJE, seria interessante esperar um tempinho por essa evolução?

Eu imagino q a próxima leva dos top XC (incluindo Scale, Epic HT, Highball, Procaliber, entre outros) devam ter geometria similar a esse Scalpel HT. Então, ainda vai levar mais um ou dois anos pra que essas geometrias cheguem nas bikes mais de entrada. Então em resumo o quanto vai ter q esperar pra ter uma bike "moderna" vai depender também da faixa de preço q vai investir.

Pensando no mercado nacional, acho que o mais complicado é a aceitação do consumidor aqui, que geralmente usa mountain bike como bicicleta de estrada, e estranharia muito o comportamento de uma geometria assim. Penso que os fabricantes nacionais vão continuar por um bom tempo apresentando bikes na faixa de 68° de head angle como "inovação" e daqui uns 2 ou 3 anos lançarão bikes  de XC da linha mais top na faixa de 66 de head angle.

uma prova concreta dessa aceitação é a própria cannondale, como demonstrei em um post em outro tópico, com a linha Trail.

Lá fora eles tem os modelos Trail SE com 66 graus de ângulo de direção, suspensão 120mm e componentes voltados pra um pedal mais técnico. Aqui eles trazem a versão "SL", com 68.5°, suspensão 100mm e montagem voltada pro XC. 

Segue o post:

A Trail 4 SE começa em 1150 dólares.

Não é das mais baratas, mas considerando os componentes que vem nela e comparando com as versões nacionais poderia ser vendida aqui na faixa de 5 a 6 mil



porém pra cá não vem as SE, mas sim as "SL" com uma montagem mais voltada pra XC e geometria mais tradicional. Ainda assim a geometria é bem melhor q os quadros mais tradicionais vendidos aqui e até meio semelhante a esse quadro Show em alguns aspectos.




---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
AndreKC Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 02 Abr 2021
São Paulo
Desconectado
Mensagens:168
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de AndreKC Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 30 Nov 2021 as 11:39
Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

Originalmente Postado por GabrielSL329 GabrielSL329 Escreveu:

Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

essa bike é um "novo mundo" em termos de geometria, e imagino q a tendência é que novos modelos concorrentes sejam similares.

As geometrias antes usadas em bikes trail e enduro estão chegando massivamente nas bikes de XC, primeiro nas top e com o tempo nas bikes de entrada. As pessoas poderão ter bikes super leves e muito melhores na trilha, uma bela evolução.

Em tua opinião, se alguém com um conhecimento razoável que tenha uma bike antiga (geometria e concepção e queira atualizar para uma geometria atual de HOJE, seria interessante esperar um tempinho por essa evolução?

Eu imagino q a próxima leva dos top XC (incluindo Scale, Epic HT, Highball, Procaliber, entre outros) devam ter geometria similar a esse Scalpel HT. Então, ainda vai levar mais um ou dois anos pra que essas geometrias cheguem nas bikes mais de entrada. Então em resumo o quanto vai ter q esperar pra ter uma bike "moderna" vai depender também da faixa de preço q vai investir.

Pensando no mercado nacional, acho que o mais complicado é a aceitação do consumidor aqui, que geralmente usa mountain bike como bicicleta de estrada, e estranharia muito o comportamento de uma geometria assim. Penso que os fabricantes nacionais vão continuar por um bom tempo apresentando bikes na faixa de 68° de head angle como "inovação" e daqui uns 2 ou 3 anos lançarão bikes  de XC da linha mais top na faixa de 66 de head angle.

uma prova concreta dessa aceitação é a própria cannondale, como demonstrei em um post em outro tópico, com a linha Trail.

Lá fora eles tem os modelos Trail SE com 66 graus de ângulo de direção, suspensão 120mm e componentes voltados pra um pedal mais técnico. Aqui eles trazem a versão "SL", com 68.5°, suspensão 100mm e montagem voltada pro XC. 

Segue o post:

A Trail 4 SE começa em 1150 dólares.

Não é das mais baratas, mas considerando os componentes que vem nela e comparando com as versões nacionais poderia ser vendida aqui na faixa de 5 a 6 mil



porém pra cá não vem as SE, mas sim as "SL" com uma montagem mais voltada pra XC e geometria mais tradicional. Ainda assim a geometria é bem melhor q os quadros mais tradicionais vendidos aqui e até meio semelhante a esse quadro Show em alguns aspectos.






Curiosamente removeram a linha SL do site americano, ficando somente a linha Trail e Trail SE


Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Conectado
Mensagens:5425
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 30 Nov 2021 as 12:15
Originalmente Postado por AndreKC AndreKC Escreveu:

Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

Originalmente Postado por GabrielSL329 GabrielSL329 Escreveu:

Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

essa bike é um "novo mundo" em termos de geometria, e imagino q a tendência é que novos modelos concorrentes sejam similares.

As geometrias antes usadas em bikes trail e enduro estão chegando massivamente nas bikes de XC, primeiro nas top e com o tempo nas bikes de entrada. As pessoas poderão ter bikes super leves e muito melhores na trilha, uma bela evolução.

Em tua opinião, se alguém com um conhecimento razoável que tenha uma bike antiga (geometria e concepção e queira atualizar para uma geometria atual de HOJE, seria interessante esperar um tempinho por essa evolução?

Eu imagino q a próxima leva dos top XC (incluindo Scale, Epic HT, Highball, Procaliber, entre outros) devam ter geometria similar a esse Scalpel HT. Então, ainda vai levar mais um ou dois anos pra que essas geometrias cheguem nas bikes mais de entrada. Então em resumo o quanto vai ter q esperar pra ter uma bike "moderna" vai depender também da faixa de preço q vai investir.

Pensando no mercado nacional, acho que o mais complicado é a aceitação do consumidor aqui, que geralmente usa mountain bike como bicicleta de estrada, e estranharia muito o comportamento de uma geometria assim. Penso que os fabricantes nacionais vão continuar por um bom tempo apresentando bikes na faixa de 68° de head angle como "inovação" e daqui uns 2 ou 3 anos lançarão bikes  de XC da linha mais top na faixa de 66 de head angle.

uma prova concreta dessa aceitação é a própria cannondale, como demonstrei em um post em outro tópico, com a linha Trail.

Lá fora eles tem os modelos Trail SE com 66 graus de ângulo de direção, suspensão 120mm e componentes voltados pra um pedal mais técnico. Aqui eles trazem a versão "SL", com 68.5°, suspensão 100mm e montagem voltada pro XC. 

Segue o post:

A Trail 4 SE começa em 1150 dólares.

Não é das mais baratas, mas considerando os componentes que vem nela e comparando com as versões nacionais poderia ser vendida aqui na faixa de 5 a 6 mil



porém pra cá não vem as SE, mas sim as "SL" com uma montagem mais voltada pra XC e geometria mais tradicional. Ainda assim a geometria é bem melhor q os quadros mais tradicionais vendidos aqui e até meio semelhante a esse quadro Show em alguns aspectos.






Curiosamente removeram a linha SL do site americano, ficando somente a linha Trail e Trail SE



eu não cheguei a pesquisar a fundo em sites de outros países, mas me deu a impressão que a "SL" foi uma adaptação pro Brasil, de modo a melhorar a aceitação, aqui, já que aqui praticamente todo mercado de MTB é voltado pro XC ou passeio. Apesar do nome óbvio, oferecer versões realmente "trail" das bikes iria assustar os consumidores, que acham que qualquer coisa que foge do padrão 100mm de curso já é bike de Downhill. Já cansei de ouvir isso por aqui, bike xc /trail recreativa com 120mm de curso sendo taxada de bike de DH e pesada por pessoas que não entendem nada do esporte.

No USA a linha Trail atende as bikes recreativas bem de entrada, enquanto a linha Trail SE atende pessoas que querem andar em trilhas médias com uma boa geometria e componentes adequados pra isso.

Já no BR dá a impressão que a linha Trail SL foi feita pra atender quem quer andar no XC com a marca cannondale mas não tem grana p comprar uma FSi (agora Scalpel HT).

O modelo anterior da Trail, pelo que me lembre, não tinha distinção entre as brasileiras e americanas, mudavam somente alguns componentes. Existiam versões mais top (trail 2 e trail 1) que vinham com suspensão 120mm e até canote retrátil.

A GT Avalanche também vinha com configurações de 120mm nas linhas acima. Agora o modelo novo com geometria atualizada sequer deu sinal por aqui. Vai ver por conta desse pensamento equivocado de alguns daqui, ou pela simples preferência do ciclismo de estrada com poeira. 
ou então a Dorel não está nem aí pra GT no nosso mercado.


Editado por TheLittle - 30 Nov 2021 as 12:17
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo
AndreKC Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 02 Abr 2021
São Paulo
Desconectado
Mensagens:168
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de AndreKC Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 30 Nov 2021 as 14:18
Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

Originalmente Postado por AndreKC AndreKC Escreveu:

Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

Originalmente Postado por GabrielSL329 GabrielSL329 Escreveu:

Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

essa bike é um "novo mundo" em termos de geometria, e imagino q a tendência é que novos modelos concorrentes sejam similares.

As geometrias antes usadas em bikes trail e enduro estão chegando massivamente nas bikes de XC, primeiro nas top e com o tempo nas bikes de entrada. As pessoas poderão ter bikes super leves e muito melhores na trilha, uma bela evolução.

Em tua opinião, se alguém com um conhecimento razoável que tenha uma bike antiga (geometria e concepção e queira atualizar para uma geometria atual de HOJE, seria interessante esperar um tempinho por essa evolução?

Eu imagino q a próxima leva dos top XC (incluindo Scale, Epic HT, Highball, Procaliber, entre outros) devam ter geometria similar a esse Scalpel HT. Então, ainda vai levar mais um ou dois anos pra que essas geometrias cheguem nas bikes mais de entrada. Então em resumo o quanto vai ter q esperar pra ter uma bike "moderna" vai depender também da faixa de preço q vai investir.

Pensando no mercado nacional, acho que o mais complicado é a aceitação do consumidor aqui, que geralmente usa mountain bike como bicicleta de estrada, e estranharia muito o comportamento de uma geometria assim. Penso que os fabricantes nacionais vão continuar por um bom tempo apresentando bikes na faixa de 68° de head angle como "inovação" e daqui uns 2 ou 3 anos lançarão bikes  de XC da linha mais top na faixa de 66 de head angle.

uma prova concreta dessa aceitação é a própria cannondale, como demonstrei em um post em outro tópico, com a linha Trail.

Lá fora eles tem os modelos Trail SE com 66 graus de ângulo de direção, suspensão 120mm e componentes voltados pra um pedal mais técnico. Aqui eles trazem a versão "SL", com 68.5°, suspensão 100mm e montagem voltada pro XC. 

Segue o post:

A Trail 4 SE começa em 1150 dólares.

Não é das mais baratas, mas considerando os componentes que vem nela e comparando com as versões nacionais poderia ser vendida aqui na faixa de 5 a 6 mil



porém pra cá não vem as SE, mas sim as "SL" com uma montagem mais voltada pra XC e geometria mais tradicional. Ainda assim a geometria é bem melhor q os quadros mais tradicionais vendidos aqui e até meio semelhante a esse quadro Show em alguns aspectos.






Curiosamente removeram a linha SL do site americano, ficando somente a linha Trail e Trail SE



eu não cheguei a pesquisar a fundo em sites de outros países, mas me deu a impressão que a "SL" foi uma adaptação pro Brasil, de modo a melhorar a aceitação, aqui, já que aqui praticamente todo mercado de MTB é voltado pro XC ou passeio. Apesar do nome óbvio, oferecer versões realmente "trail" das bikes iria assustar os consumidores, que acham que qualquer coisa que foge do padrão 100mm de curso já é bike de Downhill. Já cansei de ouvir isso por aqui, bike xc /trail recreativa com 120mm de curso sendo taxada de bike de DH e pesada por pessoas que não entendem nada do esporte.

No USA a linha Trail atende as bikes recreativas bem de entrada, enquanto a linha Trail SE atende pessoas que querem andar em trilhas médias com uma boa geometria e componentes adequados pra isso.

Já no BR dá a impressão que a linha Trail SL foi feita pra atender quem quer andar no XC com a marca cannondale mas não tem grana p comprar uma FSi (agora Scalpel HT).

O modelo anterior da Trail, pelo que me lembre, não tinha distinção entre as brasileiras e americanas, mudavam somente alguns componentes. Existiam versões mais top (trail 2 e trail 1) que vinham com suspensão 120mm e até canote retrátil.

A GT Avalanche também vinha com configurações de 120mm nas linhas acima. Agora o modelo novo com geometria atualizada sequer deu sinal por aqui. Vai ver por conta desse pensamento equivocado de alguns daqui, ou pela simples preferência do ciclismo de estrada com poeira. 
ou então a Dorel não está nem aí pra GT no nosso mercado.


A SL até pouco tempo atrás tinha no site americano - semana passada mesmo abri pra ver se já tinham catalogado a Scalpel HT e ainda estava lá tanto que me deparei até com a linha feminina dela que o grafismo era o mesmo da SE

Tenho uma Trail SL 4 2021 comprada aqui no Brasil e na época que fui comprá-la de fato era a única linha da Cannondale de alumínio que é tapered e boost, já que tem algum tempo que as FSi são somente em carbono. Já a linha trail "stock" de 2021 é bem de entrada, sendo que a melhor versão dela vem com relação microshift 1x10


Voltar para o topo
Fabio Ver Drop Down


Registrado: 07 Out 2003
-
Desconectado
Mensagens:8390
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Fabio Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 01 Dez 2021 as 09:26
Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:

essa bike é um "novo mundo" em termos de geometria, e imagino q a tendência é que novos modelos concorrentes sejam similares.

As geometrias antes usadas em bikes trail e enduro estão chegando massivamente nas bikes de XC, primeiro nas top e com o tempo nas bikes de entrada. As pessoas poderão ter bikes super leves e muito melhores na trilha, uma bela evolução.

Ângulos idênticos da já lançada BMC Twostroke. só fica diferente na 1 e 2 por causa do garfo 110 no lugar do 100 das 3 e 4.
Voltar para o topo
Fabio Ver Drop Down


Registrado: 07 Out 2003
-
Desconectado
Mensagens:8390
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Fabio Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 01 Dez 2021 as 09:29
Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:


Pensando no mercado nacional, acho que o mais complicado é a aceitação do consumidor aqui, que geralmente usa mountain bike como bicicleta de estrada, e estranharia muito o comportamento de uma geometria assim.



Não acredito nisso, pois aqui ou compram sem saber o que estão comprando ou quem compete e quer algo top vai comprar sim e gostar. 

No mais, maioria não via perceber diferença alguma andando, ainda mais se andar em estradas como você disse. 
Voltar para o topo
TheLittle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Jun 2005
Rio
Conectado
Mensagens:5425
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de TheLittle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 01 Dez 2021 as 11:47
Originalmente Postado por Fabio Fabio Escreveu:

Originalmente Postado por TheLittle TheLittle Escreveu:


Pensando no mercado nacional, acho que o mais complicado é a aceitação do consumidor aqui, que geralmente usa mountain bike como bicicleta de estrada, e estranharia muito o comportamento de uma geometria assim.



Não acredito nisso, pois aqui ou compram sem saber o que estão comprando ou quem compete e quer algo top vai comprar sim e gostar. 

No mais, maioria não via perceber diferença alguma andando, ainda mais se andar em estradas como você disse. 

Acho que perceber, percebe sim. Tenho uma bike de aço com geometria muito próxima a essa scalpel ht e a frente "aberta" muda muito o comportamento da direção da bike, todas as pessoas que testaram ela acharam a direção "esquisita".  Mas nada que seu cérebro não se acostume depois de uns 10 minutos de pedal.
---------------------------
Santacruz Nomad 3 CC
Santacruz Hightower C
Miyamura Enduro Hardtail
Voltar para o topo

 Responder Responder
  Compartilhar   

Ir para Permissões do Fórum Ver Drop Down

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd.

 
 
 
 
 
 

X