| PEDAL | HOME | ARTIGOS | BIKES | CLASSIFICADOS | COMUNIDADE | FOTOS | VIDEOS | NOTICIAS | TRILHAS | CONTATO | + |
Fórum Início Fórum Início > Fóruns Novos - Outras Categorias > Bicicletas Elétricas
  Tópicos recentes Tópicos recentes RSS Feed - Bicicletas elétricas proibidas?
   [REGRAS]    Ajuda Ajuda  Procurar no fórum   Registrar Registrar  Entrar Entrar

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiencia no site. Ao continuar navegando voce concorda com a nossa politica de privacidade.


Bicicletas elétricas proibidas?

 Responder Responder Página  123>
Autor
Mensagem
  Tópico Procurar Tópico Procurar  Opções do Tópico Opções do Tópico
Single Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 22 Abr 2011
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:68
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Single Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Tópico: Bicicletas elétricas proibidas?
    Enviado: 04 Mai 2012 as 13:17

Caros amigos, vejam a notícia abaixo:

O Estado do RJ diz que as bikes elétricas exigem carteira de motociclista.

O Município diz que é livre a circulação, até 30km/h.

O Denatran diz que as bikes não podem circular (!!) sem regulamentação.

Só faltava essa: Agora o pessoal qua usa bikes elétricas corre o sério risco de ter sua bike apreendida e pagar multa!Confused

Abraços.



Ruben Berta, O Globo

Às vésperas da Conferência das Nações Unidas sobre desenvolvimento sustentável (Rio+20), a bicicleta elétrica, um dos veículos considerados mais ecologicamente corretos da atualidade, está no centro de uma confusão que promete atormentar a cabeça de proprietários e de quem está pensando em comprar uma delas.

Após a divulgação do caso do ciclista que foi multado em mais de R$ 1.700 durante uma Operação Lei Seca no Arpoador, ninguém se entende: para o estado, a bicicleta só está liberada para quem tem uma habilitação semelhante à de quem dirige motos.

A prefeitura, por sua vez, diz que é possível andar à vontade, sem documento específico ou mesmo capacete, se o condutor não passar de 30km/h; por fim, a União, através do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), afirmou nesta quinta-feira em nota:

“Os ciclomotores somente poderão circular quando o município tiver regulamentado a matéria”. Traduzindo: no Rio, cidade que não tem regras definidas, bicicletas elétricas não podem circular.

A posição do estado, que é quem coordena a Lei Seca através da Secretaria de Governo, foi reforçada nesta quinta-feira. Os dois agentes que multaram um cinegrafista e recolheram sua bicicleta na madrugada de domingo foram afastados. Não por abuso de poder, mas por terem montado a blitz fechando a passagem na ciclovia da Rua Francisco Otaviano com uma tenda e um carro.

SPZ Tarmac SL4 Expert Di2
Cervelo P5 Three
Kona Hei-Hei 2-9
Cannondale Caffeine f3
Caloi 10 Single Speed
Voltar para o topo
ogum777 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 30 Jun 2009
são paulo
Desconectado
Mensagens:2905
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de ogum777 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 04 Mai 2012 as 15:02
bom, pra começar, não é bicicleta. se tem motor, não é bicicleta, mesmo que se possa pedalar.

existe legislação federal tratando do assunto e também resolução do contram. tá tudo copiado no link abaixo:

agora, havendo ou não regulamentação municipal, não pode andar em ciclovia. se pode andar, então não é ciclovia.

ciclovia é pra veículos não motorizados, vale dizer, bicicleta e eventualmente outros modais: patinete, skate, patins. mas nada com motor. se tem motor não é pra andar na ciclovia. e isso está no CTB, não depende de regulamentação municipal.


asbicicletas.wordpress.com



ecourbana.wordpress.com
Voltar para o topo
ogum777 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 30 Jun 2009
são paulo
Desconectado
Mensagens:2905
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de ogum777 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 04 Mai 2012 as 15:04
ah, em tempo. não é o estado do rio que diz que tem que ter carteira.

é o CTB. carteira categoria A. e usar capacete de moto.
asbicicletas.wordpress.com



ecourbana.wordpress.com
Voltar para o topo
Single Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 22 Abr 2011
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:68
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Single Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 04 Mai 2012 as 16:06
Originalmente Postado por ogum777 ogum777 Escreveu:

bom, pra começar, não é bicicleta. se tem motor, não é bicicleta, mesmo que se possa pedalar.

existe legislação federal tratando do assunto e também resolução do contram. tá tudo copiado no link abaixo:

agora, havendo ou não regulamentação municipal, não pode andar em ciclovia. se pode andar, então não é ciclovia.

ciclovia é pra veículos não motorizados, vale dizer, bicicleta e eventualmente outros modais: patinete, skate, patins. mas nada com motor. se tem motor não é pra andar na ciclovia. e isso está no CTB, não depende de regulamentação municipal.




Caro ogum777,

 1) Essa discussão a respeito da natureza da bicicleta iria render muito, pois assim como vc acha que a bicicleta elétrica não é bicicleta, tem gente que acha que é. Por outro lado, se vc pedalar e não usar o motor, você estará andando de bicicleta. O engraçado é que o próprio Contran, ao definir o que entende por  ciclomotor elétrico, inclui a bicicleta elétrica, que vc disse que não existe:

Art. 1º Para os efeitos de equiparação ao ciclomotor, entende-se como cicloelétrico

todo o veículo de duas ou três rodas, provido de motor de propulsão elétrica com

potência máxima de 4 kw (quatro quilowatts) dotados ou não de pedais acionados pelo

condutor, cujo peso máximo incluindo o condutor, passageiro e carga, não exceda a 140 kg

(cento e quarenta quilogramas) e cuja velocidade máxima declarada pelo fabricante não

ultrapasse a 50 km/h (cinqüenta quilômetros por hora)

Parágrafo único. Inclui-se nesta definição de ciclo-elétrico a bicicleta dotada

originalmente de motor elétrico, bem como aquela que tiver este dispositivo motriz agregado

posteriormente à sua estrutura.


 2) Eu não disse que existe autorização para andar na ciclovia. Sei que é proibido, e concordo com a proibição.

3) A questão que eu coloco é em relação à interpretação do CTB (Sim, as leis comportam interpretação). Não tem nada a ver com a ciclovia.

 4) Existe, sim, a necessidade de regulamentação pelo município, e a competência municipal está expressamente prevista no CTB, ou seja, na lei, de modo que quem deve definir o regime jurídico de tratamento da bicicleta elétrica é o Município. Transcrevo abaixo o trecho do CTB:

"Art. 24. Compete aos órgãos e entidades executivos de trânsito dos Municípios, no âmbito de sua circunscrição:
XVII - registrar e licenciar, na forma da legislação, ciclomotores, veículos de tração e propulsão humana e de tração animal, fiscalizando, autuando, aplicando penalidades e arrecadando multas decorrentes de infrações;"

 5) Considero que a bicicleta elétrica (ou seja qual for o nome que vc dê  a esse veículo), apesar de não poder trafegar em ciclovia, não é uma moto, pois possui potência bem inferior e considero um exagero exigir habilitação e capacete para motociclista, bem como, cobrança de IPVA (isto, sim, seria um absurdo completo). Isso vai, na prática, inviabilizar o uso desse veículo.

6) Em tempo: Não tenho bicicleta elétrica. Só possuo bikes convencionais (uma speed, uma single speed, uma MTB 29 e uma MTB 26) e não tenho a menor intenção de possuir uma, pois a graça da bike é justamente pedalar.

Abraço.

SPZ Tarmac SL4 Expert Di2
Cervelo P5 Three
Kona Hei-Hei 2-9
Cannondale Caffeine f3
Caloi 10 Single Speed
Voltar para o topo
BIRA Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 10 Ago 2009
PARANA
Desconectado
Mensagens:2748
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de BIRA Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 04 Mai 2012 as 17:39
Originalmente Postado por ogum777 ogum777 Escreveu:

bom, pra começar, não é bicicleta. se tem motor, não é bicicleta, mesmo que se possa pedalar.

existe legislação federal tratando do assunto e também resolução do contram. tá tudo copiado no link abaixo:

agora, havendo ou não regulamentação municipal, não pode andar em ciclovia. se pode andar, então não é ciclovia.

ciclovia é pra veículos não motorizados, vale dizer, bicicleta e eventualmente outros modais: patinete, skate, patins. mas nada com motor. se tem motor não é pra andar na ciclovia. e isso está no CTB, não depende de regulamentação municipal.




Voltar para o topo
samuelgouvea Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 20 Dez 2011
juiz de fora
Desconectado
Mensagens:1219
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de samuelgouvea Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 05 Mai 2012 as 00:41
eu não teria uma bike elëtrica não, pois como o single, vejo a graça em pedalar, hehehe...

mas, tirando os olhos do meu próprio umbigo, me pergunto: qual seria o impacto de um meio de transporte barato, ágil e reabastecível em qualquer tomada no trânsito de uma grande cidade? ocuparia menos espaço na rua que um carro, faria menos barulho e poluiria menos... se não houvesse exigência de habilitação ou pagamento de impostos, seria ainda melhor.

sou absolutamente favorável à elas, não por mim, mas pela coletividade.
meu strava: http://app.strava.com/athletes/1248052
Voltar para o topo
velocycle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 25 Jan 2011
Brasil
Desconectado
Mensagens:7101
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de velocycle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 05 Mai 2012 as 20:14
Por aqui, quase não vejo as elétricas, o que mais vejo são as movidas a combustão e com motores adaptados, alguns chegando a 100cc andando até na ciclovia.
 
Mas também não podemos nos enganar e acreditar que cada vez mais pessoas vão procurar bicicletas elétricas com motores mais potentes...
 
Dá uma olhada só nessa criança de 100cc...isso pra mim não é bicicleta e nunca será...
 
 

A fabricante de motocicletas Derbi apresentou um novo conceito de bicicleta motorizada, a Derbi DH 2.0. Uma mountain bike com um pequeno motor de 100cc embutido bastante leve.

A bike motorizada é toda feita em alumínio e o combustível vai dentro do quadro como na Buell, diminuindo o volume desnecessário. Possui transmissão automática de quatro marchas, escapamento que sai por baixo do banco, garfos invertidos, suspensão a ar e apenas 39 quilos.

É um peso mais perto de uma mountain bike do que de uma moto efetivamente.

O nome DH se refere ao “Downhill”, prova clássica de bicicletas. E com o motor é possível encarar trilhas e descer as montanhas com muito mais velocidade e menos peso que uma moto comum.

Voltar para o topo
velocycle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 25 Jan 2011
Brasil
Desconectado
Mensagens:7101
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de velocycle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 05 Mai 2012 as 20:17
 
Devido a essas "falhas" do CTB, não interessando se é movida a eletricida, motor a combustão ou outro tipo de motor, muitos estão se aproveitando destas "brechas" para andar nas ciclovias a "mil por hora", nas ruas sem respeitar as leis vigentes, sem capacete, pois estes dizem que são bicicletas motorizadas.
 
Quem já presenciou, sabe do que estou falando, é só procurar em alguns classificados que você vai ver várias sendo anunciadas, e cada vez com motores mais potentes, de 80cc a 100cc, se dizendo bicicletas.
 
Modelo que muito vejo por aqui, ela tem 80cc , mas a molecada mexe no motor para "turbinar" e com isso podem chegar a 80km/h...
 
Na boa isso, pelo menos pra mim, não pode ser considerado bicicleta... 
 
 
 
 
Voltar para o topo
velocycle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 25 Jan 2011
Brasil
Desconectado
Mensagens:7101
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de velocycle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 05 Mai 2012 as 21:30
 
Segue aqui vídeo que prova o que estou falando sobre a potência que pode ser atingida pelas elétricas, vejam bem pessoal isso pode acabar sendo um tiro no pé e logo veremos os resultados desastrosos.
 
Essa elétrica abaixo chega até 80km/h segundo o fabricante , e logo termos outras elétricas chegando a 100, 120 e até 150 km/h , andando na ciclovia e querendo se dizer bicicleta.
 
Abram o olho pessoal.....vocês acham que teremos guardas nas ciclovias com medidores de potência de motores elétricos para saber qual potência máxima atinge aquele motor ??? Ou teremos guardas com medidores de velocidade ou radares para fiscalização da ciclovia ???
 
DeadDeadDeadDeadDead
 
 
 
 
 
 
 


Editado por velocycle - 05 Mai 2012 as 21:31
Voltar para o topo
roberto12 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 24 Abr 2012
São Paulo
Desconectado
Mensagens:4
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de roberto12 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 10 Mai 2012 as 16:02
De boa, pra mim uma bicicleta elétrica se assemelha muito mais a uma bike comum do que a uma moto. Claro que tem suas semelhanças com uma moto, mas pra mim não é tudo isso não. O rendimento é diferente, a potência é diferente, o modo de andar é diferente...Sei lá, discordo dessa lei aí.
Também não duvido nada que seja só alguém querendo tirar mais dinheiro de um veículo sustentável e que teoricamente não daria grana pra ninguém.

Bom, tô nem aí, continuo circulando por SP com a bicicleta elétrica que comprei por oferta no site da Kanui (http://www.kanui.com.br/compre-por-esporte/bicicletas-eletricas/) e ninguém me parou...
Voltar para o topo
FAB1000 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 06 Jan 2004
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:13019
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de FAB1000 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 10 Mai 2012 as 17:37
Sustentável não consome energia elétrica que no nosso país é basicamente proveniente de desmatação e destruição da flora e fauna de uma determinada região, para a instalação de usinas hidroelétricas. Sem falar nas termoelétricas. Wink

Se toda a energia gerada para o motor funcionar viesse do giro da pedivela, seria sustentável, mas como não é...
Voltar para o topo
Papillon Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 18 Jan 2008
Sampa
Desconectado
Mensagens:1777
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de Papillon Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 10 Mai 2012 as 18:12

Resolução Contra 375

RESOLUÇÃO Nº 375, DE 18 DE MARÇO DE 2011
Acrescenta os §§ 2º e 3º ao Artigo 1º da Resolução
CONTRAN nº 315/2009, que estabelece a
equiparação dos veículos ciclo-elétricos aos
ciclomotores e os equipamentos obrigatórios para a
condução nas vias públicas abertas à circulação.

O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO – CONTRAN, no uso da
competência que lhe confere o artigo 12, inciso I, da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de
1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro e nos termos do disposto no Decreto nº
4.711, de 29 de maio de 2003, que trata da Coordenação do Sistema Nacional de Trânsito,
RESOLVE:
Art.1º Acrescentar os §§ 2º e 3º ao Artigo 1º, da Resolução nº 315, de 8 de maio
de 2009, com a seguinte redação:
“Art. 1º ...............
§ 2º Fica excepcionalizado da equiparação prevista no caput deste Artigo, o
equipamento de mobilidade individual autopropelido, sendo permitida sua circulação
somente em áreas de circulação de pedestres, ciclovias e ciclofaixas, atendidas as seguintes
condições:
I – velocidade máxima de 6 km/h em áreas de circulação de pedestres;
II – velocidade máxima de 20 km/h em ciclovias e ciclofaixas;
III – uso de indicador de velocidade, campainha e sinalização noturna,
dianteira, traseira e lateral, incorporados ao equipamento;
IV – dimensões de largura e comprimento iguais ou
inferiores às de uma
cadeira de rodas
, especificadas pela Norma Brasileira NBR 9050/2004 e suas atualizações.
§ 3º Caberá aos órgãos e entidades executivos de trânsito dos municípios, no
âmbito de suas circunscrições, regulamentar a circulação do equipamento de que trata o §
2º.”
2
Art. 2º O Parágrafo Único, do Art. 1º, da Resolução nº 315/2009 é remunerado
para § 1º
.


Pra mim essa resolução mostra que a responsabilidade pela regulamentação é do município, se a prefeitura disser que não precisa de ACC...não precisa, o que precisa ater é que a bike-elétrica que ultrapasse "de fábrica" 50km/h de máxima é considerada uma "moto eletrica".

Como notam frisei o ponto do tamanho, que o acéfalo que escreveu a lei estabeleceu como o tamanho de uma cadeira de rodas (tenho essa norma aqui, a medida é 0,80 x1,20), e qualquer ceci infantil é maior no comprimento que 1,20m.

Voltar para o topo
Juniorvarani Ver Drop Down


Registrado: 05 Mai 2012
Porto alegre
Desconectado
Mensagens:2
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Juniorvarani Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 10 Mai 2012 as 19:36
Aqui em Porto Alegre é tranquilo e ninguem encana com as eletricas, vou o maximo possivel pelo corredor de Onibus que é bem mais seguro...

O Prefeito acabou de fazer uma Grande cerimônia para inaugurar 400m de ciclovia! rsrsrs
Na minha opiniao a regulamentação é bem vinda pois qualquer coisa que chame a atenção para este tipo de transporte será positivo...

Uma curiosidade quanto a energia que gira a roda, seja proveniente de hidroeletrica ou de feijao com arroz, ela terá impactos ambientais, não é mesmo?

A bike elétrica é inclusiva, idosos, pobres, pessoas fora de forma, preguiçosos e demais categorias podem se beneficiar deste transporte e bem ou mal estarão tirando um ou mais carros da rua, e sem duvida alguma serão numerosas no futuro (em muitos lugares ja é)...   e   sinceramente acho uma temeridade uma bike de qualquer tipo andar no meio dos carros, eu apoio ciclovia para eletricas e nao eletricas, com velocidade adequada. 
Voltar para o topo
ogum777 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 30 Jun 2009
são paulo
Desconectado
Mensagens:2905
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de ogum777 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 11 Mai 2012 as 00:32
Originalmente Postado por Papillon Papillon Escreveu:

Resolução Contra 375

RESOLUÇÃO Nº 375, DE 18 DE MARÇO DE 2011
Acrescenta os §§ 2º e 3º ao Artigo 1º da Resolução
CONTRAN nº 315/2009, que estabelece a
equiparação dos veículos ciclo-elétricos aos
ciclomotores e os equipamentos obrigatórios para a
condução nas vias públicas abertas à circulação.

O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO – CONTRAN, no uso da
competência que lhe confere o artigo 12, inciso I, da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de
1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro e nos termos do disposto no Decreto nº
4.711, de 29 de maio de 2003, que trata da Coordenação do Sistema Nacional de Trânsito,
RESOLVE:
Art.1º Acrescentar os §§ 2º e 3º ao Artigo 1º, da Resolução nº 315, de 8 de maio
de 2009, com a seguinte redação:
“Art. 1º ...............
§ 2º Fica excepcionalizado da equiparação prevista no caput deste Artigo, o
equipamento de mobilidade individual autopropelido, sendo permitida sua circulação
somente em áreas de circulação de pedestres, ciclovias e ciclofaixas, atendidas as seguintes
condições:
I – velocidade máxima de 6 km/h em áreas de circulação de pedestres;
II – velocidade máxima de 20 km/h em ciclovias e ciclofaixas;
III – uso de indicador de velocidade, campainha e sinalização noturna,
dianteira, traseira e lateral, incorporados ao equipamento;
IV – dimensões de largura e comprimento iguais ou
inferiores às de uma
cadeira de rodas
, especificadas pela Norma Brasileira NBR 9050/2004 e suas atualizações.
§ 3º Caberá aos órgãos e entidades executivos de trânsito dos municípios, no
âmbito de suas circunscrições, regulamentar a circulação do equipamento de que trata o §
2º.”
2
Art. 2º O Parágrafo Único, do Art. 1º, da Resolução nº 315/2009 é remunerado
para § 1º
.


Pra mim essa resolução mostra que a responsabilidade pela regulamentação é do município, se a prefeitura disser que não precisa de ACC...não precisa, o que precisa ater é que a bike-elétrica que ultrapasse "de fábrica" 50km/h de máxima é considerada uma "moto eletrica".

Como notam frisei o ponto do tamanho, que o acéfalo que escreveu a lei estabeleceu como o tamanho de uma cadeira de rodas (tenho essa norma aqui, a medida é 0,80 x1,20), e qualquer ceci infantil é maior no comprimento que 1,20m.


não foi acéfalo não... essa resolução não permite que cicloelétricos circulem em ciclovias e ciclofaixas. permite apenas que cadeiras de rodas dotadas de motores elétricos circulem por esses locais. por isso a restrição ao tamanho da cadeira de rodas.
asbicicletas.wordpress.com



ecourbana.wordpress.com
Voltar para o topo
Papillon Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 18 Jan 2008
Sampa
Desconectado
Mensagens:1777
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Papillon Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 11 Mai 2012 as 08:52

Entendi Ogum, no caso o sujeito foi incisivo para regulamentar a cadeira de rodas elétrica, já que ele colocou no texto o tamanho, não era mais lógico colocar logo que se destinava a cadeira de rodas assistida?

Então ficaria a bicicleta elétrica ou ciclo-elétrico junto com os ciclomotores apenas desabrigados de serem registrados e emplacados, mas o condutor obrigado a ter habilitação e utilizar capacete, certo?

Voltar para o topo
ogum777 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 30 Jun 2009
são paulo
Desconectado
Mensagens:2905
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de ogum777 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 11 Mai 2012 as 13:28
Originalmente Postado por Papillon Papillon Escreveu:

Entendi Ogum, no caso o sujeito foi incisivo para regulamentar a cadeira de rodas elétrica, já que ele colocou no texto o tamanho, não era mais lógico colocar logo que se destinava a cadeira de rodas assistida?

Então ficaria a bicicleta elétrica ou ciclo-elétrico junto com os ciclomotores apenas desabrigados de serem registrados e emplacados, mas o condutor obrigado a ter habilitação e utilizar capacete, certo?


não, pq note que vc mesmo grifou que no parág. 2º fica excepcionalizado da equiparação o veículo. logo, não sendo equiparado não tem que seguir o condutor as mesmas regras.....
asbicicletas.wordpress.com



ecourbana.wordpress.com
Voltar para o topo
Papillon Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 18 Jan 2008
Sampa
Desconectado
Mensagens:1777
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de Papillon Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 11 Mai 2012 as 15:57

Mas ai ele (o veículo) teria que atender o conjunto de condições de Ia IV, e no caso a IV é só para cadeira de rodas (como você bem observou). Em não atendendo um dos itens, entendo o ciclo-elétrico equipara-se ao ciclomotor até 49cc. Ai o ciclo-elétrico fica distinguido da bicicleta e não poderia andar na ciclovia.

No meu entender o Contran deveria ter corrigido e atualizado a resolução 315 com o texto da 375.

Aliás como o ciclo-elétrico não faz barulho ele acaba tornando-se perigoso, muita gente andando em parques e acidentes irão acontecer.



Edit:

Matéria do Estadão

http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,kassab-vai-regular-uso-de-bike-eletrica,871397,0.htm


Após a polêmica com um ocupante de uma bicicleta elétrica multado pela lei seca no Rio, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) anunciou nesta quinta-feira, 10, que vai estabelecer regras para o uso desse modelo de veículo em São Paulo. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que desenvolve estudo detalhado para uma regulamentação.

A CET vai definir se esse veículo se enquadra na categoria de bicicletas, que dispensa placas, ou de motocicleta, que prevê curso teórico e prático de direção, carteira de habilitação e emplacamento.

Fim da polêmica. O comando da Operação Lei Seca do Rio decidiu nesta quinta que seguirá a regulamentação da prefeitura de não multar. A decisão contraria o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). 



Editado por Papillon - 11 Mai 2012 as 16:36
Voltar para o topo
Wilson XI Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 02 Nov 2009
São Paulo
Desconectado
Mensagens:1075
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Wilson XI Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 12 Mai 2012 as 13:23
Alguém já viu uma cadeira de rodas motorizada a 20km/h? É meio rápido, principalmente porque quem usa o faz por problemas de locomoção e não como um meio de transporte.

Um veículo que parece atender é o Segway:

http://en.wikipedia.org/wiki/Segway_PT

Caramba, não acompanho o assunto tanto quanto gostaria, mas não me cheira bem. Nessa referência:

"Segway PTs are driven by electric motors and can go up to 12.5 miles per hour (20.1 km/h)."

Coincidência? É estranho.

Também, poderiam incluir as bicicletas eletricamente assistidas nesse mesmo limite de 20km/h e, fora a parte da área de circulação de pedestres, a situação não mudaria muito.




Voltar para o topo
ricco Ver Drop Down
Avatar
Bloqueado

Registrado: 23 Mar 2012
ARACAJU/SE
Desconectado
Mensagens:95
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de ricco Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 14 Mai 2012 as 16:29
GOSTO DE PEDALAR, FRISO EM MAIUSCULAS. Indiferente a polemica de o que é certo ou errado quanto a pedalar ou ter assistencia eletrica, decidi comprar uma bike eletrica. Optei após muitas pesquisas por um modelo que fosse uma bicicleta e não aqueles scooters que vendem por aí. Apesar de ter uma mtb 26, uma dahon 20, uma caloi 10, as quais uso de acordo com minha disposição, encontrei na eletrica a saida pra o deslocamento ida e volta ao trabalho, 6,5 km x 4 sem ter que sofrer pedalando forte no sol daqui do nordeste (média de 27ºC, sol no pino). E assim uso ela de 2ª  a 6ª em horário comercial e chego em casa inteiro, após inclusive 2 horas de academia, de 29 a 33 km rodados. Eu uso a ciclovia, pois aqui em aracaju temos muitas, mas uso de forma cordata, evitando os grandes engarrafamentos e evitando o estresse ( não deixo de dar grito nos os pedestres desatentos que andam nas ciclovias como se estivessem no quintal de casa) ultrapasso sem pressão os ciclistas que trafegam devagarinho, xingo os motoristas fdp que tentam nos matar nos tratando como bandidos ou seres inferiores, mas 99% do meu trajeto ando da forma que um ciclista consciente deve se comportar.
Aí vem a bronca, EVITEM O PRECONCEITO OU O MAU CONCEITO: a bike eletrica quando adquirida como bike, para ser usada como bike, é excelente e não cria problemas a ninguem, cabe a consciencia e honestidade de quem usa. Eu uso sempre a assistencia ao pedal que "ao pedalar normalmente mantem assistencia de força com velocidade máxima 26km/h no ciclocomputador. Identico às motos e carros, o uso indevido é excessão, racha, excesso de velocidade, acrobacias, são crimes perante a lei e devem ser punidos. Tem motos que dão 160 km/h somente na 1ª  marcha e chegam a 300km/h, mas não é por isso que devem ser proibidas e todos os proprietarios de esportivas devem ser caçados pela "inquisição" social. As "shinerais" causam mais estragos por aqui que qualquer outro meio de transporte, e continuam  por aí barbarizando, além de matar o proprio condutor ignorante atropela pedestre e os DE-CON-DENA-TRANS, SET'S E ETC  se compromete a coibir, sabe por que: "não tem placa" "nem obrigação de emplacar", não tem nº de renavam "não se pode cobrar multas em R$", as autarquias e o poder publico somente legislam em função da arrecadação. S
SABE POR QUE A BIKE ELETRICA ESTÁ SENDO CONDENADA (e pode morrer antes de nascer em nosso pais) 1º PELA FALTA DE CONSCIENCIA SOCIAL E ECOLOGICA DOS BRASILEIROS (sinceras desculpas aos conscientes mas excessão não é regra) E POR QUE A INDUSTRIA DO AUTOMOBISTICA/PETROLIFERA SE SENTE AMEAÇADA... ... SERA QUE VC IRIA MANTER SEU CARRO NO VALOR MEDIO DE R$25.000, PAGANDO SEGURO (+- r$2.000,00 ano), IPVA+LICENCIAMENTO+DPVAT (r$1.000,00 ano), MANUTENÇÃO (r$1.000,00 ano), ESTACIONAMENTO (r$2.000,00 ano), FLANELINHA, MULTAS DE TRANSITO, DEPRECIAÇÃO SOMENTE PARA RODAR 25 KM POR DIA, TENDO OUTRA OPÇÃO SEM CUSTO E MENOS ESTRESSANTE?

Editado por ricco - 14 Mai 2012 as 17:00
Voltar para o topo
Tamanduá Ver Drop Down

Bloqueado

Registrado: 04 Mai 2012
Desconectado
Mensagens:262
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de Tamanduá Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 20 Mai 2012 as 09:58
Bicicleta elétrica está mais próxima de motocicleta do que de bicicleta propriamente.

Não importa o que diz o CTB, quem interpreta a Lei é o Poder Judiciário e não o Legislativo.

Bicicleta é veículo de tração muscular. Se tem outra força motriz que impulsiona a bicicleta além da muscular, então não é mais bicicleta.

Aqueles que acham que bicicleta elétrica é bicicleta provavelmente também acham que baleia é peixe e que morcego é ave! LOL

Sejamos menos ignorantes, ok?

OBS: bicicleta elétrica é uma m3rd4. Atrapalha o trânsito, traz poluição sonora e parece coisa de gente preguiçosa, além do sujeito ficar com pinta de EMO em cima de uma delas.
Voltar para o topo
AndréBike Ver Drop Down


Registrado: 23 Nov 2005
Manhumirim - MG
Desconectado
Mensagens:36
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (1) Obrigado!(1)   Citação de AndréBike Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 20 Mai 2012 as 17:55
  (Desculpe-me se sairei escopo do tópico)

 O que é muito importante além de resolver estas questões é lembrar da necessidade que a maioria dos `ciclistas`e principalmente os de bikes motorizadas precisam ter uma noção de trânsito. As regras de circulação são simples demais e ajudaria muito, até para melhorar a forma como somos vistos pela 'sociedade automotiva'.
  Bom seria se a escola primária ensinasse essas noções de trânsito...
  
Voltar para o topo
dreamkatana Ver Drop Down
Avatar
Advertência

Registrado: 13 Jan 2012
Brasil
Desconectado
Mensagens:26
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de dreamkatana Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 21 Mai 2012 as 16:59
Originalmente Postado por roberto12 roberto12 Escreveu:

De boa, pra mim uma bicicleta elétrica se assemelha muito mais a uma bike comum do que a uma moto. Claro que tem suas semelhanças com uma moto, mas pra mim não é tudo isso não. O rendimento é diferente, a potência é diferente, o modo de andar é diferente...Sei lá, discordo dessa lei aí.
Também não duvido nada que seja só alguém querendo tirar mais dinheiro de um veículo sustentável e que teoricamente não daria grana pra ninguém.

Bom, tô nem aí, continuo circulando por SP com a bicicleta elétrica que comprei por oferta no site da Kanui (http://www.kanui.com.br/compre-por-esporte/bicicletas-eletricas/) e ninguém me parou...
Caramba cara, pagou cara então.


Bem mais barata.
Voltar para o topo
dreamkatana Ver Drop Down
Avatar
Advertência

Registrado: 13 Jan 2012
Brasil
Desconectado
Mensagens:26
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de dreamkatana Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 21 Mai 2012 as 16:59
Originalmente Postado por roberto12 roberto12 Escreveu:

De boa, pra mim uma bicicleta elétrica se assemelha muito mais a uma bike comum do que a uma moto. Claro que tem suas semelhanças com uma moto, mas pra mim não é tudo isso não. O rendimento é diferente, a potência é diferente, o modo de andar é diferente...Sei lá, discordo dessa lei aí.
Também não duvido nada que seja só alguém querendo tirar mais dinheiro de um veículo sustentável e que teoricamente não daria grana pra ninguém.

Bom, tô nem aí, continuo circulando por SP com a bicicleta elétrica que comprei por oferta no site da Kanui (http://www.kanui.com.br/compre-por-esporte/bicicletas-eletricas/) e ninguém me parou...
Voltar para o topo
Topoz Ver Drop Down

Bloqueado

Registrado: 29 Abr 2012
Desconectado
Mensagens:10
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Topoz Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 21 Mai 2012 as 17:04
ESSE NEGOCIO DE TER Q ESCREVER E CHATAO EM....
Voltar para o topo
ogum777 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 30 Jun 2009
são paulo
Desconectado
Mensagens:2905
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de ogum777 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 21 Mai 2012 as 17:25
Originalmente Postado por ricco ricco Escreveu:

GOSTO DE PEDALAR, FRISO EM MAIUSCULAS. Indiferente a polemica de o que é certo ou errado quanto a pedalar ou ter assistencia eletrica, decidi comprar uma bike eletrica. Optei após muitas pesquisas por um modelo que fosse uma bicicleta e não aqueles scooters que vendem por aí. Apesar de ter uma mtb 26, uma dahon 20, uma caloi 10, as quais uso de acordo com minha disposição, encontrei na eletrica a saida pra o deslocamento ida e volta ao trabalho, 6,5 km x 4 sem ter que sofrer pedalando forte no sol daqui do nordeste (média de 27ºC, sol no pino). E assim uso ela de 2ª  a 6ª em horário comercial e chego em casa inteiro, após inclusive 2 horas de academia, de 29 a 33 km rodados. Eu uso a ciclovia, pois aqui em aracaju temos muitas, mas uso de forma cordata, evitando os grandes engarrafamentos e evitando o estresse ( não deixo de dar grito nos os pedestres desatentos que andam nas ciclovias como se estivessem no quintal de casa) ultrapasso sem pressão os ciclistas que trafegam devagarinho, xingo os motoristas fdp que tentam nos matar nos tratando como bandidos ou seres inferiores, mas 99% do meu trajeto ando da forma que um ciclista consciente deve se comportar.
Aí vem a bronca, EVITEM O PRECONCEITO OU O MAU CONCEITO: a bike eletrica quando adquirida como bike, para ser usada como bike, é excelente e não cria problemas a ninguem, cabe a consciencia e honestidade de quem usa. Eu uso sempre a assistencia ao pedal que "ao pedalar normalmente mantem assistencia de força com velocidade máxima 26km/h no ciclocomputador. Identico às motos e carros, o uso indevido é excessão, racha, excesso de velocidade, acrobacias, são crimes perante a lei e devem ser punidos. Tem motos que dão 160 km/h somente na 1ª  marcha e chegam a 300km/h, mas não é por isso que devem ser proibidas e todos os proprietarios de esportivas devem ser caçados pela "inquisição" social. As "shinerais" causam mais estragos por aqui que qualquer outro meio de transporte, e continuam  por aí barbarizando, além de matar o proprio condutor ignorante atropela pedestre e os DE-CON-DENA-TRANS, SET'S E ETC  se compromete a coibir, sabe por que: "não tem placa" "nem obrigação de emplacar", não tem nº de renavam "não se pode cobrar multas em R$", as autarquias e o poder publico somente legislam em função da arrecadação. S
SABE POR QUE A BIKE ELETRICA ESTÁ SENDO CONDENADA (e pode morrer antes de nascer em nosso pais) 1º PELA FALTA DE CONSCIENCIA SOCIAL E ECOLOGICA DOS BRASILEIROS (sinceras desculpas aos conscientes mas excessão não é regra) E POR QUE A INDUSTRIA DO AUTOMOBISTICA/PETROLIFERA SE SENTE AMEAÇADA... ... SERA QUE VC IRIA MANTER SEU CARRO NO VALOR MEDIO DE R$25.000, PAGANDO SEGURO (+- r$2.000,00 ano), IPVA+LICENCIAMENTO+DPVAT (r$1.000,00 ano), MANUTENÇÃO (r$1.000,00 ano), ESTACIONAMENTO (r$2.000,00 ano), FLANELINHA, MULTAS DE TRANSITO, DEPRECIAÇÃO SOMENTE PARA RODAR 25 KM POR DIA, TENDO OUTRA OPÇÃO SEM CUSTO E MENOS ESTRESSANTE?

a sua funciona sem que vc pedale? vc usa sem pedalar? se sim, não é bicicleta. é scooter, é cicloelétrico.
asbicicletas.wordpress.com



ecourbana.wordpress.com
Voltar para o topo
velocycle Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 25 Jan 2011
Brasil
Desconectado
Mensagens:7101
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de velocycle Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 21 Mai 2012 as 17:37
 
Originalmente Postado por Topoz Topoz Escreveu:

 
ESSE NEGOCIO DE TER Q ESCREVER E CHATAO EM....
 
 
 
Parabéns ótimo posts !!! Rumo as 20 mensagens !!!
 
 
 
ClapClapClap
 
 
 
 
 
Voltar para o topo
Pedro Cury Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 19 Jul 2008
Rio de Janeiro
Conectado
Mensagens:4790
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Pedro Cury Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 21 Mai 2012 as 18:46
Originalmente Postado por Topoz Topoz Escreveu:

ESSE NEGOCIO DE TER Q ESCREVER E CHATAO EM....


Bloqueado... já não precisa mais escrever...
Cadastro de Bicicletas Roubadas: <a href="http://www.bicicletasroubadas.com.br" rel="nofollow">www.bicicletasroubadas.com.br</a> - Divulgue no seu blog e pros seus amigos!

Voltar para o topo
leogodoy Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 28 Jun 2011
SP
Desconectado
Mensagens:1184
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de leogodoy Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Mai 2012 as 08:21
Tópico errado. Confused

Editado por leogodoy - 22 Mai 2012 as 08:22
Voltar para o topo
bigbiker Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 04 Fev 2008
Desconectado
Mensagens:460
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de bigbiker Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 22 Mai 2012 as 10:50
Originalmente Postado por Tamanduá Tamanduá Escreveu:

 
Bicicleta elétrica está mais próxima de motocicleta do que de bicicleta propriamente.
---bike elérica é bike elétrica não se "aproxima" de motocicleta... rs!
 

Não importa o que diz o CTB, quem interpreta a Lei é o Poder Judiciário e não o Legislativo.
 
--- O "Pode Judiciário" exerce a "interpretação" das leis, mediante o uso da ciência da interpretação (hermenêutica), não é a "zóio".

Bicicleta é veículo de tração muscular. Se tem outra força motriz que impulsiona a bicicleta além da muscular, então não é mais bicicleta.
--- Tem outra força "motriz" que as vezes a impulsiona, como a da gravidade nas decidas... !
 

Aqueles que acham que bicicleta elétrica é bicicleta provavelmente também acham que baleia é peixe e que morcego é ave! LOL
 
--- rsrsrs, sem comentários!

Sejamos menos ignorantes, ok?
--- A questão é de ponto de vista, não de conhecimento!
 

OBS: bicicleta elétrica é uma m3rd4. Atrapalha o trânsito, traz poluição sonora e parece coisa de gente preguiçosa, além do sujeito ficar com pinta de EMO em cima de uma delas.
 
-- O que mais "atrapalha" é a INTOLERÂNCIA, a radicalização e o preconceito; opiniões divergentes enaltecem e contribuem, assim deveria ser em uma democracia!
 
PS - não possuo bike elétrica mas não teria nenhum problema para adquirir uma um dia.  
GIANT XTC
Voltar para o topo
Rastaf Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 13 Abr 2012
Vila Verde
Desconectado
Mensagens:19
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Rastaf Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 23 Mai 2012 as 07:57
eu acho que visualmente, uma bicicleta eletrica está mais proxima de uma bicicleta que de uma moto, certo, mas se o que define os termos é a forma de locomoção, então a eletrica será moto e não bicicleta...
Voltar para o topo
MarcusM Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 12 Out 2009
Sorocaba/SP
Desconectado
Mensagens:668
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de MarcusM Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Out 2012 as 00:52
Existe legislações pelo mundo que equipara a bicicleta elétrica à bicicleta caso:
- potência menor que 250W;
- a pedalada tem que ser assistida, ou seja, o motor não funciona sem que se pedale;
- o motor se desliga automaticamente ao se passar de 25km/h (há variantes)

O importante nisso tudo é manter a bicicleta na escala de uma bicicleta para que ela possa conviver com outras bicicletas.

Veja muita gente contrária às bicicletas elétricas no Brasil, penso que isso tem muito a ver com a cultura que vê na bicicleta um esporte ou um lazer. 

Esquecem que a bicicleta elétrica possa ser uma solução de mobilidade urbana e que, por diversos motivos, a bicicleta comum não é uma opção para muitas pessoas, restando a elas apenas motos e carros (em geral optam por este último).

Alguns motivos pessoais para o uso de bicicleta com assistência elétrica:
1. Chegar suado aos locais: não é todo local que possui vestiários e por muitas vezes, muitas mesmo, se vc tiver que tomar banho torna inviável a utilização da bike. Assim restringe-se muito os horários, locais e épocas do ano que se consegue chegar aos locais sem estar suado.
2. Há pessoas sem aptidão física por inúmeros motivos só poderiam migrar para uma bicicleta com assistência: seja por sedentarismo, obesidade, problemas graves de saúde, deficiência congênita ou adquirida, idade avançada conjugada com algum fator anterior, etc...

Há motivos coletivos pela adoção da bicicleta assistida:
- redução do trânsito, congestionamento.
- maior número de ciclistas nas ruas, criando condições para maior segurança (ciclovias) e respeito;
- redução da emissão de poluentes no ar da área urbana;
- melhora na saúde geral da população, porque pedalar um pouco é melhor do que nada;
- redução dos gastos com obras viárias megalomaníacas;
- etc...

abraços
Voltar para o topo
Belvedere Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 27 Jun 2009
Florianópolis
Desconectado
Mensagens:383
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de Belvedere Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Out 2012 as 18:46
Eu sou da opinião que bicicleta elétrica não deve ser considerada como bicicleta convencional mas sim na categoria de ciclomotores, devendo ser vedado o tráfego em ciclovias simplesmente porque, nas bicicletas de propulsão humana, é fácil encontrar jumentos pedalando na contramão, na calçada, sem freios e outras barbaridades mais, imagine então se a moda da bicicleta elétrica pegar o inferno que vai ser?. Vai ter muito ciclista retardado se acidentando e competindo estatisticamente com as baixas entre os motoboys. Muitos podem dizer: " - Ah, mas na Europa e no Japão as bicicletas elétricas são consideradas como um meio de transporte como outro qualquer". Sim, concordo, todavia aqui não é o Japão e nem a Europa, aqui é o Brasil e lamentavelmente o brasileiro é bicho grilo. Os ciclistas " elétricos" começariam a fazer m... no trânsito e todos nós ciclistas acabaríamos pagando o pato do mesmo jeito que os motoboys fazem suas artes e os demais motoqueiros também ficam má fama. 
Fernando Messina
Voltar para o topo
ogum777 Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 30 Jun 2009
são paulo
Desconectado
Mensagens:2905
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de ogum777 Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Out 2012 as 19:39
Originalmente Postado por Belvedere Belvedere Escreveu:

Eu sou da opinião que bicicleta elétrica não deve ser considerada como bicicleta convencional mas sim na categoria de ciclomotores, devendo ser vedado o tráfego em ciclovias simplesmente porque, nas bicicletas de propulsão humana, é fácil encontrar jumentos pedalando na contramão, na calçada, sem freios e outras barbaridades mais, imagine então se a moda da bicicleta elétrica pegar o inferno que vai ser?. Vai ter muito ciclista retardado se acidentando e competindo estatisticamente com as baixas entre os motoboys. Muitos podem dizer: " - Ah, mas na Europa e no Japão as bicicletas elétricas são consideradas como um meio de transporte como outro qualquer". Sim, concordo, todavia aqui não é o Japão e nem a Europa, aqui é o Brasil e lamentavelmente o brasileiro é bicho grilo. Os ciclistas " elétricos" começariam a fazer m... no trânsito e todos nós ciclistas acabaríamos pagando o pato do mesmo jeito que os motoboys fazem suas artes e os demais motoqueiros também ficam má fama. 

pois é. essa semana numa subida um com uma elétrica passou por mim, gritou na orelha: "pedala mané!" e tentou me dar um tapa no capacete.

a selvageria já está aí. 

o que eu acho de elétricas aqui no brasil? vai ser isso:



em santos - sp, nas periferias, estão envenenando as que têm motor a explosão, chegam a 70 ou 80 por hora. não rpecisa dizer que logo morre gente, né?


asbicicletas.wordpress.com



ecourbana.wordpress.com
Voltar para o topo
MarcusM Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 12 Out 2009
Sorocaba/SP
Desconectado
Mensagens:668
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de MarcusM Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Out 2012 as 21:09
Por isso que tem que criar uma regulamentação inteligente, senão fica essa maluquice que estamos vendo.

Reforçando, a bike com assistência elétrica é considerada bike quando (na Europa e outros)
- 250W (veja se alguma loja do mercadolivre vende bike ou kits de 250W, é tudo de 500W para cima)
- motor desliga acima de 25km/h
- motor transmite energia de acordo com a pedalada, se pedala mais forte transmite mais (é claro que tem diversos níveis para diversas pessoas chegando a ser mais de 200% da força da pedalada).

Se sair desse quadro, a bicicleta elétrica é tratada pela lei (desses países) como um veículo elétrico e só pode andar com toda (ou quase toda) a burocracia/regulamentação dos veículos motorizados. Então bikes com motorzões elétricos, não são consideradas bikes pela legislação desses países e acho que não deveriam ser assim consideradas pela nossa também.

Pelo que li nos outros tópicos, tem gente que não sabe que bicicleta já foi obrigada a fazer emplacamento no passado, aqui mesmo, no Brasil. Então, não adianta ficar esfregando a legislação atual para comprovar que bicicleta elétrica se equipara a um ciclomotor (é a realidade atual), pois isso pode ser mudado, é uma questão de vontade política e nova interpretação da realidade, das necessidades, etc.
Voltar para o topo
Alan Freitas Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 03 Set 2011
Pouso Alto-MG
Desconectado
Mensagens:532
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de Alan Freitas Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Out 2012 as 22:45
tomara que proibam a fabricação destas merdas!
Viciado em treinar,viciado em competir!
'Doping no
ciclismo amador é igual tomar
viagra pra bater punheta!

Curta minha página:
https://m.facebook.com/alanfreitasatleta?refid=17
Voltar para o topo
bicicletada Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 25 Ago 2007
Rinópolis - SP
Desconectado
Mensagens:807
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (2) Obrigado!(2)   Citação de bicicletada Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Out 2012 as 00:22
Não acho que devam proibir a fabricação mais sim regulamentar como veiculo movido a forma de combustivel no caso ( eletricidade ) e instruir os usuarios com nos outros veiculos ( tipo em auto escola )  em minha cidade que tem 9 mil habitantes tem uma 20 andam pior que os ciclistas comuns , não respeitam nada o pior a maioria é tiozim sem cnh com 50 anos de idade !

nickves/felipeboo/Loureto/ricrmasc/js.moscarelli/FRS/robervalpedal/Pacheco01/Joerly/RogerioPiloto/Cannondale.acre/Patricko/Acácio Alves Leandro/fdalmeida/Sdiniz/dnortiz/mcrespo/cacolima/GPLRace


Voltar para o topo
yangbr Ver Drop Down
Avatar
Bloqueado

Registrado: 05 Nov 2012
curitiba
Desconectado
Mensagens:35
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de yangbr Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 05 Nov 2012 as 23:25
Caramba, quanto preconceito pessoal..

Eu pedalo faz tempo e adquiri a bike eletrica pra poder fazer percurso sem suar..

Tem nego falando que ela faz poluiçao sonora.. aff desde quando ela faz barulho?

Tao confundindo bike eletrica com bike com motor de gasolina, nao tem nada a ver.

A bike eletrica tem um painel onde vc controla o nivel de assistencia no pedal, no caso ela fica mais leve em subidas, e vc tem a possibilidade de pedalar sem suar e poder ir pro trampo de camisa social, como acontece na europa toda, a venda de bike eletrica é grande e nao tem problema nenhum nas ciclovias, ninguem ta matando ninguem.

é claro que a lei tem que ser especifica, concordo que deve limitar o motor a 25km/h e isso ja acontece em alguns modelos brasileiros. Por causa da segurança mesmo, imagina vc a 80km com uma bike e estora o pneu. 80km com freios vbrake..  é pra rir neh.

Eu tenho uma bike eletrica e só ligo o motor ( é um botao on off que nem faz barulho de partida nem nada, só uma luz de painel), quando nao tou afim de suar, ou de subir uma ladeira muito extensa.

Quer dizer entao pra voces que tem bike, que eu nao posso andar na ciclovia?
Devo entao andar do lado de carros a 25km/h e só usando o motor? nao posso desligar o motor entao e usar a ciclovia pq eu fui proibido pq minha bike tem motor?
santa ignorancia.

é por isso que o brasil nao vai pra frente.
Voltar para o topo
MarcusM Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 12 Out 2009
Sorocaba/SP
Desconectado
Mensagens:668
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de MarcusM Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Nov 2012 as 09:23

Há um preconceito grande por parte dos ciclistas atléticos e os ciclistas de lazer, inclusive da maioria da população que ainda não entendeu que a bicicleta elétrica (dentro de limites legais e razoáveis a serem criados no Brasil) é uma solução urbana de mobilidade.

Apesar de eu pedalar razoavelmente bem (hoje fiz 65km a 38km/h), queria muito um bike elétrica para ir e vir ao trabalho sem pegar trânsito e sem ter que dirigir um tanque de guerra de uma tonelada (também chamado de automóvel). Costumo ir e vir de bike, no inverno ok, mas no último mês era simplesmente impossível chegar sem estar suando muito (principalmente na hora do almoço).
 
Porém, as soluções (roda motor) que experimentei não gostei pois mudava muito o comportamento da bicicleta (isso só é problema para quem adora as bicicletas como elas são). Encontrei outro tipo de solução muito bacana que mantinha grande parte das qualidades da bike, o motor elétrico fica atrelado a transmissão e tanto o motor como a pedivela possuem uma catraca que permite o funcionamento completamente independente. Porém, esbarrei no custo, achei muito caro...
 
No fim, achei a solução para pedalar no calor sem ficar suado num blog de um colega de Vitória:
 
Uma simples blusa umedecida pode te manter resfriado mesmo no calor infernal, é isso que tenho usado num percurso de 20min.
Voltar para o topo
BIRA Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 10 Ago 2009
PARANA
Desconectado
Mensagens:2748
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de BIRA Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Nov 2012 as 10:20
Originalmente Postado por samuelgouvea samuelgouvea Escreveu:

eu não teria uma bike elëtrica não, pois como o single, vejo a graça em pedalar, hehehe...

mas, tirando os olhos do meu próprio umbigo, me pergunto: qual seria o impacto de um meio de transporte barato, ágil e reabastecível em qualquer tomada no trânsito de uma grande cidade? ocuparia menos espaço na rua que um carro, faria menos barulho e poluiria menos... se não houvesse exigência de habilitação ou pagamento de impostos, seria ainda melhor.

sou absolutamente favorável à elas, não por mim, mas pela coletividade.



concordo plenamente!
Voltar para o topo
BIRA Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 10 Ago 2009
PARANA
Desconectado
Mensagens:2748
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de BIRA Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 06 Nov 2012 as 10:28
Originalmente Postado por Alan di freitas MTB Alan di freitas MTB Escreveu:

tomara que proibam a fabricação destas merdas!

DEVIAM PROIBIR OS LOUCOS QUE ENCHEM A CARA NA BALADA E DEPOIS SAEM COM SEUS CARROS FAZENDO BAGUNÇA E MATANDO PESSOAS INOCENTES. ISSO SIM DEVERIA SER PROIBIDO!!
Mas...opinião é opinião e respeito a sua!
Voltar para o topo

 Responder Responder Página  123>
  Compartilhar   

Ir para Permissões do Fórum Ver Drop Down

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd.

 
 
 
 
 
 

X