| PEDAL | HOME | ARTIGOS | BIKES | TESTES | COMUNIDADE | CLASSIFICADOS | FORUM | FOTOS | VIDEOS | NOTICIAS | TRILHAS | SERVICOS | CONTATO | + |
Fórum Início Fórum Início > Fórum Estrada / Speed / Triathlon / Duathlon > Estrada - Speed / Track / Ciclocross
  Tópicos recentes Tópicos recentes RSS Feed - Acima de 120 rpm
   [REGRAS]    Ajuda Ajuda  Procurar no fórum   Registrar Registrar  Entrar Entrar

Acima de 120 rpm

 Responder Responder Página  123 4>
Autor
Mensagem
  Tópico Procurar Tópico Procurar  Opções do Tópico Opções do Tópico
dpinho Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Ago 2011
Campinas
Desconectado
Mensagens:210
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de dpinho Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Tópico: Acima de 120 rpm
    Enviado: 27 Mar 2012 as 12:19
Galera, acima de 120 rpm eu começo a "saltar" para cima e para baixo no selim.
O que está errado? A técnica de pedalar ou a altura do selim?
Realizei um bike fit Retul, mas o fitter sequer me pediu pedaladas em cadências tão altas.
Voltar para o topo
edjardes Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 06 Ago 2009
Paulinia-SP
Desconectado
Mensagens:959
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de edjardes Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 12:53
O selim está alto !
Vai baixando aos poucos e testando , ok ?
Abraço Thumbs Up
Quando vejo um adulto numa bicicleta, não perco a esperança na raça humana.

H.G. Wells
Voltar para o topo
MarcosAlonso Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 26 Nov 2010
Votorantim
Desconectado
Mensagens:1286
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de MarcosAlonso Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 13:04
Com o selim alto, os quadris se movimentam, por causa da distância total até os pedais. Esse movimento, dependendo da cadência e do excesso na altura do selim é quase imperceptível. Mas, em altas cadências, fica mais evidente, o que dá asensação desses "saltos" sobre o selim.

Voltar para o topo
dpinho Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Ago 2011
Campinas
Desconectado
Mensagens:210
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de dpinho Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 13:15
Imaginei que estava baixo e já ia aumentar...
Vou baixar alguns mm e posto o resultado.
Obrigado pelas dicas.
Voltar para o topo
Marquinhos Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 04 Out 2004
Bento Gonçalves - RS
Desconectado
Mensagens:4954
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Marquinhos Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 13:24
Dpinho, 

Anota a altura do selim exata para colocar de volta se precisar. 

Nem sempre o problema e a altura do selim. Na verdade isso pode ser simplesmente falta de treino em altas cadencias. A musculatura nao tem coordenacao suficiente para pedalar tao rapidamente e por isso os "buracos" na pedalada ficam extremamente evidentes.
Voltar para o topo
dpinho Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Ago 2011
Campinas
Desconectado
Mensagens:210
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de dpinho Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 13:53
Originalmente Postado por Marquinhos Marquinhos Escreveu:

Dpinho, 

Anota a altura do selim exata para colocar de volta se precisar. 

Nem sempre o problema e a altura do selim. Na verdade isso pode ser simplesmente falta de treino em altas cadencias. A musculatura nao tem coordenacao suficiente para pedalar tao rapidamente e por isso os "buracos" na pedalada ficam extremamente evidentes.

Boa. Também ia alterar sem medir. Valeu!
Voltar para o topo
Neimar Coser Ver Drop Down


Registrado: 16 Abr 2009
Foz do Iguaçu
Desconectado
Mensagens:941
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Neimar Coser Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 15:07
As vezes também percebo isto mas acredito ser como o Marquinhos comentou, pode ser a falta de costume em altas rotações...
Voltar para o topo
FelipeSantos Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 26 Dez 2010
Rio
Desconectado
Mensagens:1315
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de FelipeSantos Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 15:28
Pessoal, aproveitando a deixa... quando eu fiz o fit não devo ter rodado a mais de 90 RPM...
além disso,  é normal vc ter que mudar o FIT  quando adquire condicionamento/alongamento? Digo isso porque no início eu só andava com o braço esticadão nos STI, depois flexionei um pouco, e hoje acho muito confortável segurar no drop, enquanto que quando seguro no STI, fica uma posição meio.. artificial.
Não importa com qual bicicleta esteja, nem com quantos quilos você está.
Pedale.
Voltar para o topo
dpinho Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Ago 2011
Campinas
Desconectado
Mensagens:210
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de dpinho Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 15:30
Entre 100 e 110 vai tranquilo em subida, plano e descida. Mas em 120 parece que estou numa Kombi 67. Vou ajustar/desajustar o selim e continuar praticando.
Voltar para o topo
PAF Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Dez 2010
Recife
Desconectado
Mensagens:885
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de PAF Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 16:32
Isso é o mevimento resistente à pedalada. Na prática significa que a relação está leve demais. Experimente quando começar a saltar descer uma ou duas marchas, mantendo a cadência.
Voltar para o topo
Fernando_BRA Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 04 Out 2009
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:358
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Fernando_BRA Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 16:45
Seria legal o pessoal do ciclismo de pista dar uma luz aqui também!

Quando eu decidí treinar alta cadência em bike de estrada, recorrí a opinião de alguns colegas do Velódromo do Rio e foi quase unânime a sugestão de pedalar numa posição quase flutuando no selim em giros acima dos 140.


Treinando, eu ví que, sentado, o máximo que dava pra fazer sem chocoalhar no selim era exatamente 120 rpm mais que isso, só me rearranjando numa distribuição de força tanto com os braços como com o abdômen(contraindo-o um pouco) tal que eu ficava bem próximo do selim, mas sem contato com ele, e, segurando no drop.

Talvez alguem aqui tenha uma visão mais técnica da coisa. Eu particularmente acho que o treino em cadência alta é uma das tarefas mais técnicas e, pra mim, difíceis, no ciclismo.

Fazendo esse posicionamento, meu máximo foi 160rpm em 14s, estabilizado.
>>>> A PERNA TEM QUE QUEIMAR!!! >>>>
Voltar para o topo
hangman Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 23 Mai 2011
Brasil
Desconectado
Mensagens:80
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de hangman Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 20:05
Só uma perguntinha!
Pra que serve pedalar com rotação tão alta assim?
Tudo na vida são escolhas!
Voltar para o topo
Fernando_BRA Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 04 Out 2009
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:358
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Fernando_BRA Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 20:36
Cada pessoa tem um rendimento específico... eu tenho pouca experiência de observação de competições e nunca ví um ciclista de estrada pedalando a uma rotação muito elevada.

Eu creio que isso seja mais aplicado em Ciclismo de Pista, onde só se tem uma relação em provas de sprint.

Mas tem ciclista que rende mais numa rotação elevada ao invés de uma relação mais pesada, num sprint ou numa fuga...ou na proteção de um sprinter preparando para lança-lo.

Eu to treinando pra ver se rendo mais numa rotação elevada num sprint de 300~400m

O treino de giro alto é muito foda de maneiro! Tanto no rolo de treino como na estrada!

No rolo é um pouco mais esquisito pra quem não tá acostumado, pois se vc titubear vc se desequilibra.



Big smile Big smile Big smile Big smile


Editado por Fernando_BRA - 27 Mar 2012 as 20:45
>>>> A PERNA TEM QUE QUEIMAR!!! >>>>
Voltar para o topo
Aristóbulo Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 26 Fev 2011
Recife - PE
Desconectado
Mensagens:501
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Aristóbulo Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 21:09
Originalmente Postado por hangman hangman Escreveu:

Só uma perguntinha!
Pra que serve pedalar com rotação tão alta assim?

Treinos em uma alta cadência melhoram a eficiência da pedalada.

Originalmente Postado por dpinho dpinho Escreveu:

Galera, acima de 120 rpm eu começo a "saltar" para cima e para baixo no selim.
O que está errado? A técnica de pedalar ou a altura do selim? 
Realizei um bike fit Retul, mas o fitter sequer me pediu pedaladas em cadências tão altas.

Dpinho, coloca um molho de chaves ou moedas no bolso da camisa de treino e pedala. Preste atenção no tilintar do metal. Se escutar algum ruido o canote está muito alto pra você. Faz algumas sessões de Pedaladas Rápidas cara, assim você melhora sua agilidade para essa cadência elevada.

FastPedal (Pedalada Rápida) 

Meta: Melhorar eficiência de pedalada

Como: Encontre uma rua relativamente plana. A marcha deve ser leve, e a resistência do pedal baixa. Lentamente, aumenta a cadencia, começando com 15 a 18 rotações por 10 segundos (90 a 108 RPM). Aumente a cadencia enquanto se mantém no selim. Deixe os quadris parados, não chacoalhe de um lado para o outro. Concentre-se em alongar cada pedalada quando bem embaixo e bem no alto.

Intensidade de treinamento: A cadência mais rápida deve ser 18 a 20 rotações em 10 segundos (108 a 120 RPM). 

Na verdade você pode até superar esse RPM de 120. Para não forçar tanto ao superar esse RPM alto faça em alguma descida bem, bem leve.


"Eddy Merckx me ensinou: ‘Ataque mesmo que seja dolorido. A dor passa e você vai longe’." Jens Voigt

"Sofra. Sacrifique-se." Bjarne Riis

"Não apenas treine... Treine direito." CTS
Voltar para o topo
Match Ver Drop Down


Registrado: 15 Nov 2006
Interior de SP
Desconectado
Mensagens:3413
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Match Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 21:16
Pra que esse skema de ventilador???
E se voce balanga no selim, é porque a marcha tá muito leve, porquanto o que faz se manter firme é a pressão no clip com a tração da marcha.
Alta cadência é bom, mas sempre naquela regra geral do custo beneficio: > POtencia > Cadencia
Voltar para o topo
Fernando_BRA Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 04 Out 2009
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:358
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Fernando_BRA Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 21:25
O que o Aristóbulo disse faz todo o sentido.

Acho que o trecho da descrição do treino "Fast Pedal/Eficiência da pedalada" foi do livro do treinador do Lance Armstrong.

 Sabemos que existe uma forma correta de se aplicar a força nos pedais e esse treino de giro alto até 120rpm ajuda a treinarmos a distribuição de força na bike, bem como a aplicação de força nos pedais.

  Antigamente eu tb tinha a idéia de que se eu tava chacoalhando era porque a marcha tava leve, mas na verdade é porque não controlava os musculos corretamente, tanto membros inferiores quanto superiores.

 Por isso o autor do livro recomenda fazer o treino numa marcha relativamente leve: se vc acerta com uma marcha leve, vc pedalará muito mais eficiente nas mais pesadas.

  A dica do chaveiro no bolso tb é boa! Agora sinceramente desconhecia sobre a latura do selim. Pra mim, uma vez acertado o bikefit nada deveria se fazer a não ser, melhorar a coordenação motora em fast pedal.
>>>> A PERNA TEM QUE QUEIMAR!!! >>>>
Voltar para o topo
Aristóbulo Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 26 Fev 2011
Recife - PE
Desconectado
Mensagens:501
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Aristóbulo Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 21:31
Originalmente Postado por Fernando_BRA Fernando_BRA Escreveu:

O que o Aristóbulo disse faz todo o sentido.

Acho que o trecho da descrição do treino "Fast Pedal/Eficiência da pedalada" foi do livro do treinador do Lance Armstrong.

 Sabemos que existe uma forma correta de se aplicar a força nos pedais e esse treino de giro alto até 120rpm ajuda a treinarmos a distribuição de força na bike, bem como a aplicação de força nos pedais.

  Antigamente eu tb tinha a idéia de que se eu tava chacoalhando era porque a marcha tava leve, mas na verdade é porque não controlava os musculos corretamente, tanto membros inferiores quanto superiores.

 Por isso o autor do livro recomenda fazer o treino numa marcha relativamente leve: se vc acerta com uma marcha leve, vc pedalará muito mais eficiente nas mais pesadas.

  A dica do chaveiro no bolso tb é boa! Agora sinceramente desconhecia sobre a latura do selim. Pra mim, uma vez acertado o bikefit nada deveria se fazer a não ser, melhorar a coordenação motora em fast pedal.

Foi lá mesmo Fernando.

Dpinho, em resumo, treinos em alta cadência melhora sua coordenação nas pernas. Melhorando assim sua eficiência no pedal.
"Eddy Merckx me ensinou: ‘Ataque mesmo que seja dolorido. A dor passa e você vai longe’." Jens Voigt

"Sofra. Sacrifique-se." Bjarne Riis

"Não apenas treine... Treine direito." CTS
Voltar para o topo
pugpugpug Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 28 Set 2011
Campinas
Desconectado
Mensagens:1021
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de pugpugpug Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 22:39
acho que depende de pessoa pra pessoa... normalmente, meu ótimo rendimento fica em 95 - 105 rpm
.
mais que isso eu to pedalando de maneira menos eficiente, pois percebo que descendo marcha subo mais a velocidade...
.
no sprint eu meto a bota em pé, de 52-12 e tenho dificuldade de rodar de pé acima de 61 km/h...sinto perder os pedais e pedir mais marcha (que já acabaram)....
.
ainda não sei o que fazer, se compro um cassete de 11 ou fico assim, pois andar acima de 60 km/h é muito raro... acho que nem compensa..
Voltar para o topo
hangman Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 23 Mai 2011
Brasil
Desconectado
Mensagens:80
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de hangman Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 22:59
Originalmente Postado por Match Match Escreveu:

Pra que esse skema de ventilador???
E se voce balanga no selim, é porque a marcha tá muito leve, porquanto o que faz se manter firme é a pressão no clip com a tração da marcha.
Alta cadência é bom, mas sempre naquela regra geral do custo beneficio: > POtencia > Cadencia


Match, concordo com você.
Mas quanto a treinar eficiência da pedalada com rpm acima de 120rpm é novidade!
Cada uma que a gente vê!!!
Pedalada eficiente, é aquela em que se concentra em fazer força em todo o ciclo!

Mas, será que o fato de estar quicando no banco não têm a ver com a turbulencia?
Acho que em rotações acima de 120rpm, deve ser instalado um defletor aerodinâmico, para anular o efeito que o vento gerado pelo ventila... quero dizer, pedivela proporciona nestas rotações!!
Cara quando treina a estas rotações, têm alguem com você?
Já percebeu se ao superar estes 120rpm, se o ciclista ao seu lado é arremeçado para o lado?
Derrepente é uma tática para derrubar os outros competidores, o objetivo e este?
Na boa, não resistí, vivamos em paz!!
Tudo na vida são escolhas!
Voltar para o topo
hangman Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 23 Mai 2011
Brasil
Desconectado
Mensagens:80
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de hangman Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 23:02
Só Para não perder a oportunidade!
http://www.pedal.com.br/forum/tipos-de-ciclistas-humor_topic45939.html
Tudo na vida são escolhas!
Voltar para o topo
sassota Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 30 Mar 2009
São Paulo
Desconectado
Mensagens:9146
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de sassota Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 23:03
não é muita novidade não...

a verdade absoluta é uma só e cada um tem a sua...
Voltar para o topo
Aristóbulo Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 26 Fev 2011
Recife - PE
Desconectado
Mensagens:501
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Aristóbulo Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 27 Mar 2012 as 23:23
Não mesmo...




"Eddy Merckx me ensinou: ‘Ataque mesmo que seja dolorido. A dor passa e você vai longe’." Jens Voigt

"Sofra. Sacrifique-se." Bjarne Riis

"Não apenas treine... Treine direito." CTS
Voltar para o topo
dpinho Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Ago 2011
Campinas
Desconectado
Mensagens:210
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de dpinho Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 00:01
Em resumo, eu, leigo, girava entre 60/80. Li que o melhor desempenho psicomecanico é obtido entre 90/100. Achei balela e sequer gostava desse giro. ATÉ TENTAR! Percebi que quanto maior minha rotação no treino, melhor era minha pedalada em condições normais, ou seja, entre 90/100 rpm.

Para quem não acredita em fastpedal, show! Eu não reclamo da sua vida em camera lenta, logo não reclame do buraco negro que eu quero criar no pedivela

Fiz um bikefit e o selim esta ajustado. Não percebo movimento de quadril. Reparei que o "bounce" ocorre com maior intensidade entre 120 e 130, após estes valores o "bounce" diminui. Acredito que seja uma deficiência mecanica mesmo. Vou começar esta série de Fastpedal.

Obrigado pelas dicas!
Voltar para o topo
arthursoares Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 06 Set 2011
São Paulo
Desconectado
Mensagens:164
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de arthursoares Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 00:19
Em marcha leve (sem resistência) realmente fica complicado girar mais alto que 110-120rpm. Você fica quicando total. Agora quando vai fazer um sprint e tem marcha pesada, facinho que o rpm segura a 130-150 sem ficar desse jeito. Não?
Voltar para o topo
marcoaleite Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 28 Out 2010
São Paulo
Desconectado
Mensagens:5060
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de marcoaleite Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 00:53
Quando faço treinos em LT, normalmente minha média fica em 95 rpm, isto porque consta o tempo de recuperação, mas nas olhadas que dou no ciclo normalmente estou girando em 100 e até 110 rpm, caindo um pouco nas subidas apenas. É válido treinar o giro alto, mas precisa com o tempo treinar aplicando potência também.
Voltar para o topo
Fernando_BRA Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 04 Out 2009
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:358
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Fernando_BRA Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 01:37
Todo mundo aqui nesse post costuma seguir uma planilha de treino ou algum tipo de planejamento seja pra pura vontade de melhorar vossas performances, ou pra competir?

Apenas enfatizando o que os vídeos aí já mostravam como eram feitos os treinos no passado...esse treino de fast pedal que alguns aqui tão meio que desdenhando é bem específico para melhoria de eficiência de pedalada pra quem quer se especializar, ainda que como amador.

A impressão que temos de ser mais difícil girar alto numa marcha leve é justamente a justificativa dos treinos nessas relações. A proposta desse treino é: se vc se sair bem com relação leve, se sairá bem com as mais pesadas, simples

Além desse treino, também existe o single leg, que vc treina alternadamente com uma perna de cada vez. Talvez desdenhem esse tb e inclua la na lista zoadora como pedal saci ou algo do tipo. Mas pra surpresa de vcs, esse treino é usado por amadores e profissionaisWink.


Editado por Fernando_BRA - 28 Mar 2012 as 01:41
>>>> A PERNA TEM QUE QUEIMAR!!! >>>>
Voltar para o topo
dpinho Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Ago 2011
Campinas
Desconectado
Mensagens:210
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de dpinho Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 02:03
Fernando,

Hoje obtive picos de 160 rpm e o "bounce" foi mais baixo nesta rotação, o que me leva a concluir que possuo uma falha mecânica em torno de 120 rpm. A marcha leve ou pesada não apresentou mudanças significativas ou seja, na descida (longa) a 120 rpm ou no plano (curta) a 120 rpm o bounce ocorre, corroborando sua afirmação.
É continuar treinando... uma hora o músculo aprende!
Voltar para o topo
Fernando_BRA Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 04 Out 2009
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:358
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Fernando_BRA Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 02:28
Bom...falei baseado em alguns relatos de amigos de ciclismo de estrada... comigo mesmo, tb não percebo diferença usando relações diferentes, quando começa o bounce, é quando tento passar de 160.

Quando eu tava começando tb percebia a desetabilização quando passava dos 120.

AGora fato é q to muito cru, pois não fico sentado no selim...como eu disse la em cima, fico exatamente na posição como se estivesse sentado, mas na verdade todo peso vai pros pés e mãos. Fico quase enconstando no selim, coisa de mm.  Ainda não sei me estabilizar sentado no selim com a carga comum como se estivesse girando na minha cadência de regime que é 95~100


Editado por Fernando_BRA - 28 Mar 2012 as 02:35
>>>> A PERNA TEM QUE QUEIMAR!!! >>>>
Voltar para o topo
Fernando_BRA Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 04 Out 2009
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:358
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Fernando_BRA Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 02:31
Agora...fala aê... ESSE TREINO É MANEIRO PACAS, NÃO?

HUAHUHAUAHA
>>>> A PERNA TEM QUE QUEIMAR!!! >>>>
Voltar para o topo
poneis Ver Drop Down


Registrado: 09 Abr 2009
São Paulo - SP
Desconectado
Mensagens:4183
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de poneis Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 03:11
Sambar em giro mais alto é normal para quem ainda não treinou o corpo a acompanhar essa velocidade de rotação. Ninguém pode falar "ah, mas a pedalada não é eficiente girando tanto" até ter domínio das cadências altas. O negócio é comprar um medidor de cadência e estabelecer um patamar alcançável, como 90rpm. O cara vai andar a 90rpm em qualquer situação, seja na subida ou na descida. A partir daí, o ideal é ir aumentando aos poucos o giro, em degraus.

Eu ando todo dia de roda fixa e agora consigo manter giros de 120rpm. Meu recorde foi de 160rpm em uma descida, mas competidores de keirin passam dos 200rpm. Girar alto significa andar rápido sem perder o fôlego. Quem anda travado pode andar rápido, mas uma hora acaba a perna e daí não resta mais nada a fazer a não ser afogar.  Quem anda girando, anda rápido e consegue se manter nesse ritmo por períodos longuíssimos.

Em uma longa subida, é possível impor uma velocidade maior sem mudar de marcha, apenas aumentando o giro. Um cara inexperiente vai começar a pedalar em pé para te acompanhar e depois de umas 20, 40 pedaladas, vai se acabar, voltando a sentar e agora pedalando em um ritmo bem mais lento. Você, que gira rápido, consegue manter-se nesse ritmo rápido até o final da subida, abrindo uma vantagem considerável.
Os melhores mecânicos para a sua bike: www.bike123.com.br
Voltar para o topo
dpinho Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Ago 2011
Campinas
Desconectado
Mensagens:210
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de dpinho Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 13:15
Poneis, obrigado pela explicação.
Por isso que gosto de me informar e perguntar aqui no fórum. Sempre tem alguém que sabe mais que a gente.
Valeu. Vou treinando e postando os resultados neste tópico.
Voltar para o topo
arthursoares Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 06 Set 2011
São Paulo
Desconectado
Mensagens:164
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de arthursoares Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 14:00
O Poneis tocou num ponto ótimo. Quer pegar o giro redondo do pedal? Passa uma temporada andando de fixa. Aprende de um jeito ou de outro.
Voltar para o topo
Fernando_BRA Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 04 Out 2009
Rio de Janeiro
Desconectado
Mensagens:358
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Fernando_BRA Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 14:09
Originalmente Postado por poneis poneis Escreveu:


Eu ando todo dia de roda fixa e agora consigo manter giros de 120rpm. Meu recorde foi de 160rpm em uma descida, mas competidores de keirin passam dos 200rpm. Girar alto significa andar rápido sem perder o fôlego. Quem anda travado pode andar rápido, mas uma hora acaba a perna e daí não resta mais nada a fazer a não ser afogar.  Quem anda girando, anda rápido e consegue se manter nesse ritmo por períodos longuíssimos.

Em uma longa subida, é possível impor uma velocidade maior sem mudar de marcha, apenas aumentando o giro. Um cara inexperiente vai começar a pedalar em pé para te acompanhar e depois de umas 20, 40 pedaladas, vai se acabar, voltando a sentar e agora pedalando em um ritmo bem mais lento. Você, que gira rápido, consegue manter-se nesse ritmo rápido até o final da subida, abrindo uma vantagem considerável.


Cacetada, 200 é muito bizarro! Achava que passar dos 180 ja era  dificil pacas, imagina 200!

Valeu pela informação poneis, nunca soube ao certo o que renderia mais, num exemplo como o que vc deu, de subida:  com a freq cardiaca alta num giro rápido ou num mais lento, porém com relação mais pesada

Vou treinar mais tb pra ver como me saio

>>>> A PERNA TEM QUE QUEIMAR!!! >>>>
Voltar para o topo
yiti Ver Drop Down


Registrado: 29 Mai 2008
São Paulo - SP
Desconectado
Mensagens:347
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de yiti Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 14:52
Altas rotações significam mudança no estilo de pedalar na maioria dos casos! Tem que ter um abdomem reforçado para a sustentação do quadril e os movimentos das pernas são diferentes de qdo está a 90 rpm. Acima de 120 rpm muda tudo no que o pessoal costuma falar sobre pedalada redonda. Existe um jogo no movimento do joelho, quadril e braços.. Basta ver um vídeo do Teo Bos qdo ele bateu o recorde mundial (mais de 160 rpm)! Os treinos costumam ser tiros curtos com marcha leves ou acelerações crescentes, 100,105,110 e etc de minuto a minuto por exemplo. Melhora muito a potência no pedal este tipo de treino.

Editado por yiti - 28 Mar 2012 as 18:26
Voltar para o topo
corredor_x Ver Drop Down


Registrado: 01 Mai 2006
-
Desconectado
Mensagens:1480
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de corredor_x Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 15:00

Conheco muita gente que faz treinos de giro na pre-temporada. O objetivo é desenvolver uma característica chamada souplesse, que é a suavidade na pedalada.

Veja que a forca que faz a bike se mover é aquela aplicada pelos pés em direcao normal ao plano formado pelo eixo do pedal e a linha central do braco do pedivela, esta é a condicao ótima.

O treino de giro educa os movimentos e consegue-se manter cadencias altas quando se aplicanda forca nos pedais na condicao ótima.

No rolo solto voce faz isto quando consegue manter um giro alto no pedivela e produzindo um movimento e torque constante na roda, o que é percebido no ruido que o rolo faz: deve ser um zumbido constante. Galopar no selim é falta de souplesse.

Se nao tiver um computador com cadencia voce pode monitorar o treino usando as tabelas abaixo.

Elas mostram a velocidade para uma dada cadencia de acordo com a marcha engatada.

Esta para 90rpm.

C/K 53 39
12 
  50 37
13   47 34
14   43 32
15   40 30
16   38 28
17   36 26
19   32 23
21   29 21
23   26 19
25   24 18

Esta para 110rpm.

C/K 53 39
12
   62 45
13   57 42
14   53 39
15   49 36
16   46 34
17   44 32
19   39 29
21   35 26
23   32 24
25   30 22

 



Editado por corredor_x - 30 Mar 2012 as 13:38
Sent from my Road bike
Voltar para o topo
marcoaleite Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 28 Out 2010
São Paulo
Desconectado
Mensagens:5060
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de marcoaleite Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 16:40
Fernando, em subida se você conseguir girar bem, não precisa ser 120 rpm que acho até inviável em subida, mas girando na casa dos 90-95 rpm você vai conseguir subir muito bem, claro, dentro da limitações de peso, biotipo, etc. O desgaste muscular é pior que o aeróbico, acumula acido láctico e vai te minando, por isso eu evito cadências baixas nas subidas.
Voltar para o topo
hangman Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 23 Mai 2011
Brasil
Desconectado
Mensagens:80
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de hangman Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 17:58
Minha concepção sobre cadência após vários testes é a seguinte!     Isto considerando um mesmo percurso.

     Cadência alta acima 100rpm ou 110rpm, proporciona que se faça menos força nas pernas, mas sobrecarrega o coração aumentando a demanda por oxigênio e aumentando a frequência cardíca!
     Cadência abaixo de 50rpm, você faz muita força sobrecarregando os músculos das pernas, também braços e costas desperdiçando energia perdendo rendimento na repetição do movimento de pedalada, isto por consequência significa que a frequência cardíaca também se elevará.
     
Basicamente e a grosso modo é isso!

     Mas, há uma faixa de giro onde se obtêm o melhor resultado, entre a demanda de oxigênio e produção de trabalho, (potência = trabalho X tempo) no meu caso minha faixa é entre 85 e 95rpm no plano em contra relógio de 20 min. com frequência cardíaca em média a 95%, onde sustento uma potência em torno de 330W, Já em subidas meu melhor rendimento está com uma cadência em torno de 65 e 75rpm para a mesma frequência cardíaca e potência.

     Conclusão,um cara magro e com uma capacidade aeróbica favorável, pode tirar proveito de uma frequência cardíaca base mais baixa produzindo potência com uma rpm maior.
     Já uma pessoa com compleição física mais (digamos) forte aproveita de sua maior capacidade muscular para gerar potência aplicando mais torque aos pedais em uma cadência menor.

     Cadências exageramente elevadas, a meu ver não trazem nenhum benefício para o acréscimo de rendimento, o que certamente ajuda é:
     Se a pessoa sabe qual a sua faixa de cadência ideal, estruturar em sua rotina, um treino com rotações mais elevadas (em torno de 10rpm) acima de sua faixa provocará adaptações ao organismo que trarão alguns benefícios.
     Sendo que um treinamento com cadências (10rpm abaixo) da sua faixa, também melhora o aspecto da aplicação de força na pedalada, é uma sobrecarga semelhante a uma seção de muscalação, mas estas variações devem ser estruturadas tendo como base suas características, o que é bom para uma pessoa certamente não será para outra, pois a individualidade de fatores como a capacidade de recuperação, VO2, massa muscular, tipos de fibras, estatura devem ser conhecidos para conseguir-se a otimização do rendimento.
     Os comentários que fiz sobre as 10rpm acima ou abaixo foram a título de exemplo, não sendo uma regra, ou estudo baseado em algum autor, mas constatações pessoais.

     Já o comentário de criar um buraco negro com o giro do pé divela em altas rotações foi muito engraçado! Quando tiver a oportunidade vou perturbar alguém com isso!

Editado por hangman - 28 Mar 2012 as 18:07
Tudo na vida são escolhas!
Voltar para o topo
dpinho Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 21 Ago 2011
Campinas
Desconectado
Mensagens:210
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de dpinho Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 18:27
Em qualquer descida com cambio em 39/27 eu quase me teletransporto para um universo paralelo.
Brincadeiras a parte, hoje me concentrei mais e o bump diminuiu um pouco em 120, atingi 133 de pico mas consegui sustentar sem muitos solavancos. Já me disseram que o pessoal de velódromo mantém 180 com os quadris imóveis. Também vou dar atenção aos treinos para fortalecimento do core (abdomen e lombar), que dizem ser fundamental para uma boa pedalada.
Voltar para o topo
corredor_x Ver Drop Down


Registrado: 01 Mai 2006
-
Desconectado
Mensagens:1480
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de corredor_x Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 19:42
Voce tem que levar em consideracao que em bikes de pista se usa pedivelas mais curtos, de 160 a 170mm e isso ajuda bastante. Mesmo assim requer treino específico.
Sent from my Road bike
Voltar para o topo
Aristóbulo Ver Drop Down
Avatar

Registrado: 26 Fev 2011
Recife - PE
Desconectado
Mensagens:501
Opções de Post Opções de Post   Obrigado! (0) Obrigado!(0)   Citação de Aristóbulo Citação de  ResponderResposta Link direto para este Post Enviado: 28 Mar 2012 as 21:10
Originalmente Postado por dpinho dpinho Escreveu:

Em qualquer descida com cambio em 39/27 eu quase me teletransporto para um universo paralelo.
Brincadeiras a parte, hoje me concentrei mais e o bump diminuiu um pouco em 120, atingi 133 de pico mas consegui sustentar sem muitos solavancos. Já me disseram que o pessoal de velódromo mantém 180 com os quadris imóveis. Também vou dar atenção aos treinos para fortalecimento do core (abdomen e lombar), que dizem ser fundamental para uma boa pedalada.

Uma observação à essa questão selecionada... Não sei se um Abdômen forte contribui tanto para a Eficiência da pedalada.

Um abdômen forte é requerido para qualquer tipo de esporte. O abdômen é o principal responsável por manter a rigidez no torso, o que potencializa seus quadris no momento da pedalada.

Abaixo as vantagens de um abdômen em forma:

- Você poderá escalar em marchas mais pesadas.
- Melhorar sua potência no sprint.
- E uma maior resistência, já que haverá uma melhor sustentação corporal.

Recomendo a leitura da página "Abdômen em Forma" da seção "Treinamento" do site Prologo.


Editado por Aristóbulo - 28 Mar 2012 as 21:12
"Eddy Merckx me ensinou: ‘Ataque mesmo que seja dolorido. A dor passa e você vai longe’." Jens Voigt

"Sofra. Sacrifique-se." Bjarne Riis

"Não apenas treine... Treine direito." CTS
Voltar para o topo

 Responder Responder Página  123 4>
  Compartilhar   


Ir para Permissões do Fórum Ver Drop Down

Forum Software by Web Wiz Forums® version 11.06
Copyright ©2001-2016 Web Wiz Ltd.