home

Executiva da UKAD faz sérias críticas contra a equipe Sky


2 MAR, 2017     Gustavo Figueiredo    



Nicole Sapstead, Executiva Chefe da Agência Anti-Doping do Reino Unido (UKAD), lançou sérias críticas contra a equipe Sky e a Federação Britânica de Ciclismo (British Cycling). Segundo ela, as recentes investigações que estão sendo conduzidas pela UKAD revelaram que o Dr. Richard Freeman, médico da equipe, não possui um registro adequado do histórico médico dos atletas.

imagem
Foto: Paul Townsend

Segundo ela, a equipe não teve como provar que o pacote médico misterioso recebido durante o Criterium du Dauphine 2011 era apenas Flumicil para Bradley Wiggins, um descongestionante legal.

A investigação começou depois que uma matéria publicada no jornal britânico Daily Mail acusou a Sky de ter transportado um pacote contendo um medicamento indeterminado de Manchester para a França.

A Executiva Chefe ainda comentou sobre a possibilidade do pacote conter Triamcinolona, um poderoso medicamento capaz de aumentar o desempenho de atletas consumida com autorização médica do Dr. Freeman por Wiggins.

"Pedimos o inventário dos medicamentos consumidos mas não conseguimos nada porque eles não tem registro. Não temos registros guardados pelo Dr. Freeman dos eventos que aconteceram durante aquela competição", disse Sapstead.

"O Dr. Freeman mantinha os registros em um laptop que deveria ser usado pela equipe Sky. Nele, todos os médicos da equipe deveriam fazer uploads para um Dropbox, assim todos teriam acesso aos dados. Porém, em 2014 este laptop foi registrado como roubado", explicou.

O pacote misterioso teria sido pedido pelo próprio Freeman, mas foi montado em em Manchester por Phil Burt, fisioterapeuta da equipe. Quando questionado durante as investigações, Burt afirmou não se lembrar do conteúdo do pacote.

A investigação ainda descobriu que medicamentos diversos eram guardados sem registro pela British Cycling, principalmente no Velódromo de Manchester. Além disso, os produtos armazenados pela equipe Sky ficavam na mesma sala.

Ainda ficou demostrado que a British Cycling teria encomendando grandes quantidades de Triamcinolona, mas sem os registros fica impossível saber se ela foi consumida e, se sim, quantos atletas fizeram uso da substância.

Em sua defesa, a equipe Sky afirma que está colaborando com as investigações e que o combate ao doping é um dos pilares de sustentação da filosofia da equipe.







Comentários



Relacionados