Seção de Fotos Vazia Exclusivo: Avancini comenta sua saída da equipe Sundown para equipe ISD - Pedal
home

Exclusivo: Avancini comenta sua saída da equipe Sundown para equipe ISD

O atleta foi contratado por uma equipe internacional


16 ABR, 2009     Guiné    



O PEDAL entrou em contato com Henrique Avancini e conversou com ele a respeito da sua saída da equipe Sundown, conforme publicado: https://www.pedal.com.br/exibe_texto.asp?id=2923

Realmente, toda matéria condiz aos fatos. Avancini relatou que sua relação com a equipe foi bom, mas queria focar o exterior – corridas internacionais.

Henrique Avancini foi contratado pela equipe profissional ISD Cycling Team para as temporadas 2009 e 2010. A equipe é um “Trade Team UCI” e faz parte de uma espécie de Pro Tour do Mountain Bike. A equipe ISD, que também faz parte do UCI Pro Tour de ciclismo, possui um ramo dentro da equipe que é a equipe de XCO.

Além de Avancini, a equipe é composta por mais sete atletas que são: Christof Bischof da Suíça, Mirko Pirazzoli da Itália, o grego Periklis Ilias e os ucranianos Sergiy Rysengo, Dmytro Titarenko, Evgeniy Medvetsskyy e Oleksander Gerashenko. A equipe é dirigida pelo italiano Andrea Marconni, e os ucranianos Kyrylo Pospyeyev e Emmanuil Beygelzimer, além de outros auxiliares. Enfim, uma poderosa e promissora equipe.

Avancini participará das principais provas do calendário internacional nas próximas duas temporadas, incluindo todas as etapas da Copa do Mundo e também a etapa única do Campeonato Mundial. O principal objetivo da equipe com Avancini é a classificação geral Sub-23 da Copa do Mundo de 2010. Ele relata:

“Estou muito motivado com essa nova etapa da minha carreira. Um dos diretores me conhecia a algum tempo e com as provas no Chipre que eu realizei no começo do ano, começamos a conversar e ele se mostrou muito interessado devido ao bom desempenho que tive nessas provas. Fico triste por deixar minha antiga equipe, a Sundown Bikes, que sempre me apoiou e acreditou no meu potencial, mas sempre busquei retribuir me dedicando ao máximo para obter os melhores resultados possíveis. A equipe ISD é muito unida e tem atletas muito fortes, além de diretores renomados e competentes. Na próxima semana embarco rumo a minha primeira sessão de provas européias que inclui as etapas 2, 3 e 4 da Copa do Mundo de MTB, além de outras provas válidas pelo ranking UCI. Estou tentando manter algumas provas do calendário nacional, as mais importantes, como Copa Internacional, Inox Bike e outras, além do campeonato nacional que já é certo em meu calendário.”

A equipe foi formada através de recursos de uma mega empresa ucraniana, qual seja a ISD, que patrocina vários esportes olímpicos a nível profissional. Portanto, logicamente essa contratação já visa a classificação e a participação de Henrique Avancini nos jogos olímpicos de Londres em 2012.

Avancini acrescenta:

“Com esta contratação estou realmente empenhado na participação e obtenção de um resultado expressivo nos próximos jogos olímpicos.”
Com esta contratação, Avancini é o primeiro atleta brasileiro a se tornar profissional do Mountain Bike olímpico.

“Fico muito feliz por conquistar essa marca, isso foi fruto de um longo trabalho. Já estou entrando no circuito mundial em uma equipe grande e bem estruturada, isso me deixa muito contente e vou continuar batalhando para abrir oportunidades para outros atletas brasileiros”.

Agora Avancini só aguarda a conclusão do processo de transferência, que envolve a CBC e a equipe ISD Cycling Team.

:: Crítica

Parece que essa notícia pegou muita gente de surpresa. Quem imaginaria um atleta do MTB do nosso país sendo contratado por uma equipe do exterior? Não quero desmerecer os nossos atletas, mas que isso sirva para todos aqueles que acreditam e que tenham um objetivo para buscar o seu ideal. Não digo isto para os atletas mais velhos, mas que seja visto pelos os jovens e futuros promissores atletas que estão por vir.

Mas essa notícia mostra o quanto Avancini pedalou e seu pai batalhou até chegar nessa poderosa equipe. Não pensem que por ser nova, não tenha poder. O grupo que dirige a ISD é uma “fábrica” de pilotos. Uma equipe que muitos ficam de olho. Não duvido nada que a gente – imprensa brasileira – publique a sua contratação por outra equipe tradicional depois do seu contrato de 2010. Será? Por que não acreditar?

E digo-lhes mais! Com certeza Henrique Avancini abre um “portão” para que outras equipes do exterior tenham um olhar especial para os nossos atletas. E quem sabe, ele mesmo indique, sendo uma espécie de olheiro. O mercado lá fora necessita de grandes promessas. Atletas de diferentes regiões do planeta.

Não só a família PEDAL, mas todos os bikers do Brasil ficamos felizes e desejamos uma boa sorte na nova equipe e vida como atleta.

Parabéns Henrique! Que você “Avancini” muito mais nas trilhas do mundo!


Comentários



Relacionados