Estudo aponta que evacuar cidade com bicicletas é 5 vezes mais rápido


5 DEZ, 2016     Gustavo Figuereido     1    



Um estudo realizado por dois especialistas em enchentes chegou a uma conclusão bastante interessante: em caso de desastre natural, a melhor forma de se evacuar uma cidade é utilizando o maior número possível de bicicletas.

imagem

Fedor Baart e Anna van Gils, ambos holandeses, utilizaram como exemplo a megalópolis de Randstad, conurbação formada pelas cidades de Amsterdã, Utrecht, Roterdã e Haia, com 7.2 milhões de pessoas em uma área de 4.300 km.

Depois de analisar os dados, a dupla concluiu que evacuar a área completamente em caso de alagamento utilizando carros seria impossível mesmo com dois dias de aviso. Segundo eles, para retirar 2.2 milhões de pessoas de Haia e Roterdã em oito horas, seria preciso utilizar o equivalente a 86 faixas de estrada.

Utilizando bicicletas, porém, seria possível colocar 100 vezes mais pessoas em qualquer estrada, não só por conta do tamanho reduzido mas também pela facilidade de movimentação para os lados que a bike possui, o que facilita a melhor utilização da via. Com isso, o número necessário de faixas para evacuação cai para apenas 16.

Todavia, a dupla para sabe que nem todos possuem forma física ou bicicletas para fugir da região em caso de alagamento. Além disso, pedalar durante uma tempestade certamente não é nada fácil. Porém, segundo a pesquisa, uma tempestade capaz de alagar a região provavelmente viria com ventos na direção oeste, o que facilitaria a fuga em bicicletas.


Comentários


  • avatar

    Odeni   

    Odeni   

    Você vê uma coisa. A gente tem que criar um movimento para abrir a trans olímpica pelo menos nos finais de semana tem ciclistas de alta performance que não tem lugar para treinar sem contar com deslocamento para o trabalho reduz tempo combustível e dinheiro de passagem e ainda benéfico para a saúde ainda por cima. A você que é ciclista igual a mim embora eu não seja de alta performance mas vamos aderir esse movimento.nós que somos ciclistas na maioria dos casos somos prudentes nós respeitamos nossos espaços só queria sensibilizar as nossas autoridades para esse assunto
    3 mes(es) atrás - Denunciar





  • Relacionados