home

Escola de Ciclismo Pedalando Para o Futuro já formou mais de 700 ciclistas em 2014


11 DEZ, 2014     Péricles     1    



Lançado em agosto, o projeto Escola de Ciclismo Pedalando para o Futuro Fase II atingiu a marca de 718 crianças atendidas em cinco cidades do Estado de São Paulo até o fim de novembro. Os participantes receberam aulas e aprenderam a pedalar corretamente dentro das regras de trânsito com aulas práticas e teóricas.

imagem
Martinez Assessoria/Divulgação

Ribeirão Preto, São Joaquim da Barra, Descalvado, Sertãozinho e Leme receberam a escola itinerante em 2014. Para o ano que vem, o objetivo é atender mais 1.202 crianças até julho.

“A escola tem sido muito bem recebida em todas as cidades e escolas. Isso é muito gratificante. Mais ainda porque todas pediram para retornarmos no ano que vem. O projeto cresceu e estamos felizes com isso e com o resultado prático para as nossas crianças”, destacou Flávio Philipino, coordenador do Pedalando para o Futuro.

imagem
Martinez Assessoria/Divulgação

Segundo Philipino, as crianças se mostram muito interessadas pelo uso da bicicleta, uma tendência mundial. “Além de ensinarmos a pedalar corretamente, podemos despertar o interesse pelo esporte. A participação e interação dos atletas da equipe de ciclismo de Ribeirão Preto tem sido muito importante nesse sentido também”.

Os ciclistas profissionais participaram de entregas de certificados e pedalaram junto das crianças em Ribeirão Preto, Leme e Descalvado.

As aulas

São apresentadas às crianças informações de trânsito através da bicicleta, com aulas práticas sobre o tema, além de normas de segurança no trânsito. O objetivo principal é habilitar o jovem ciclista na prática pautado por todas as regras de trânsito.

imagem
Martinez Assessoria/Divulgação

A Escola de Ciclismo tem aulas de segunda à quinta-feira das 14h00 às 17h00. As crianças recebem cartilha, camiseta, squeezes e lanche (diariamente), além do certificado ao final do curso.

O projeto Pedalando para o Futuro tem o patrocínio da Coca-Cola Andina Brasil e da Usina Alta Mogiana, co-patrocínios do Grupo São Francisco, Mineração Jundu, Suporte Rei, Multicarnes, Molyplast e Transportadora Itaobi, e apoios de Metar Logística, Polar Truck Service, Fundição Batatais, Polar Transportes Rodoviários, Centro Oeste, Agrop, NS Brasil, Sanko, Motor Best, Injecon, Fag, Geral Parts, Intral, Transmiro, Mialich Supermercados, LS Nogueira, Associação Terra de Ciclismo, Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, Secretaria Municipal de Esportes Secretaria de Assistência Social e Transerp.

O apoio Institucional é da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte, SELJ e Governo do Estado de São Paulo.


Fotos (3)

foto 0 -  foto 1 -  foto 2 -  Mais Fotos

Comentários

  • avatar

    Roriellison Oliveira   

    Roriellison Oliveira   

    Como faço pra entrar na escola de ciclsmo??
    22 dias atrás - Denunciar




  • Relacionados