home

Erick Bruske alerta sobre a segurança no trânsito


14 MAI, 2018     Gustavo Figuereido     3    



O Movimento Maio Amarelo busca a conscientização por um trânsito mais seguro diante do alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. O ciclista Érick Bruske, da equipe Specialized Racing BR, um dos atletas mais talentosos do mountain bike nacional, foi uma das vítimas quando treinava com sua bicicleta no início do mês de fevereiro.

Foto 67733

"O eixo das rodas de um caminhão se soltou e estava bem próximo. Não deu tempo de fazer muita coisa, só consegui tirar um pouco a bike da trajetória do componente" - explicou o catarinense Érick Bruske que sofreu uma fratura do fêmur e escoriações por todo o corpo.

A principal causa de mortes de jovens na faixa de 15 a 29 anos de idade são os acidentes de trânsito. São três mil vidas perdidas por dia nas estradas e ruas ou a nona maior causa de mortes no mundo, segundo estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde).

"Acho de suma importância a conscientização das pessoas em relação ao trânsito, afinal todos fazemos parte dele, seja como ciclista, pedestre ou motorista, cada um desses tem preferências e deveres diferentes" - alerta Érick, de 21 anos, engajado com a campanha global da "Década de Ação para Segurança no Trânsito" decretada pela ONU desde 11 de maio de 2011.

Após 90 dias afastado da bicicleta, fazendo um tratamento intenso de recuperação, Érick voltou a pedalar:

"Foram exatamente 90 dias fora da bike, com acompanhamento diário do fisioterapeuta e muitas horas na cama, sem poder estar me movimentando e mal podendo sair de casa, principalmente nos primeiros 30 dias," - comenta Érick.

De volta a fazer o que mais gosta, o atleta reflete: "essa semana voltei a dar minhas primeiras pedaladas na bike. Foi uma sensação incrível, me senti como se estivesse andando de bike pela primeira vez. O medo ainda é muito grande, ao passar perto de um caminhão grande, seja de bike ou de carro, fico sempre muito nervoso, mas sei que o que aconteceu comigo foi um caso isolado e dificilmente se repetirá."

Érick é um atleta profissional que pedala sempre com os equipamentos de segurança: capacete, luvas e óculos, itens fundamentais para qualquer ciclista.

"Atenção a todo momento! Os acidentes ocorrem na sua maioria em lugares que já estamos acostumados a passar e que muitas vezes andamos distraídos" - alerta o ciclista pentacampeão nacional de MTB.

Neste período fora das competições, o atleta fez questão de acompanhar seus colegas de equipe na CIMTB sob a perspectiva de comentarista da MTB90: "A experiência que a MTB90 me proporcionou em Araxá foi algo que não tenho palavras para descrever. Estar de novo ao lado dos meus colegas de equipe e dos amigos/adversários pela primeira vez após o acidente deu um ânimo muito grande para mim, e tenho certeza que isso me deu um empurrãozinho para conseguir voltar a pedalar ainda mais rápido" - completa Érick que continua na trilha da evolução rumo ao próximo desafio.


Comentários

  • avatar

    Marcos   

    Marcos   

    Parabens erick.pela canpanha .realmente somos vulneralveis os motorista nao respeirta e nao tem dor sol ciclista muitas vezis fui fechado por onibus e caminhao e carro popular covardemente na br 040 um caminhoneiro jogou o caminhao para cima de min consegui sai grassas a deus que possamos tet muito cuidado e Deus por nuita misericordia continua nus guardando um abraço a todos os ciclista
    2 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    José Cosme santos   

    José Cosme santos   

    Na minha opinião Eu acho que,o motorista de carro t em que ter consciência que o mesmo direito dele está na via,o ciclista também tem o mesmo direito, essa é a minha opinião?
    2 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    Ivonete Monteiro de Castro    

    Ivonete Monteiro de Castro    

    Erick parabéns pela.iniciativa quanto a campanha de conscientização de educação no trânsito, esse e o único caminho educar, e estarmos sempre atentos e cautelosos, porquê somos vulneráveis e estamos constantemente correndo riscos...eu tbm no dia 06/05 deste na tarde de domingo sai pela Teotônio Segurado/Palmas/To , para girar de speed, uma das principisl avenidas da capital completamente sem.fluxo de carro, quando num.cruzamento um condutor veio e não fez a parada obrigatória para atravessar, e veio a coledir comigo, graças a Deus, restou com.duas costelas fraturadas e a escápula, mais tenho q ficar aproximadamente 60 dias p voltar a pedalar, como vc disse e preciso ficar quieta nos primeiros 30 dias e isso não é fácil. ..vamos intensificar a campanha para todos os lugares, Cidades, no mundo inteiro para reduzir o número de violência no trânsito, sendo bike, moto, carro e pedestres, onde tds devem compartilhar uma rodovia com mais conciencia humana! !
    2 mes(es) atrás - Denunciar




  • Relacionados