home

EPO não define resultados de corridas de bicicleta, diz estudo


20 JUN, 2016     Gustavo Figueiredo     1    



Um estudo realizado por pesquisadores holandeses chegou a uma conclusão bastante interessante. Segundo o artigo, o hormônio eritropoetina (EPO), que aumenta a contagem de glóbulos vermelhos e o transporte de oxigênio pelo sangue, não teria um efeito tão significativo no resultado de corridas de bicicleta como se imaginava.

imagem

A conclusão foi tomada depois de um teste que consistia em uma corrida de 120km que terminava na subida do Mont Ventoux. Os participantes eram 48 ciclistas bem treinados que foram divididos em dois grupos, um que tomou EPO e outro que tomou placebo durante três meses.

Segundo os pesquisadores do Centre for Human Drug Research (CHDR), os atletas que tomaram placebo demoraram em média 1 hora, 37 minutos e 45 segundos para escalar a montanha, sendo que o grupo do EPO foi 38 segundos mais lento na média.

Ainda mais surpreendente é a revelação que 74% dos que tomaram placebo acreditavam estar tomando EPO, enquanto apenas 38% dos que tomaram EPO acreditavam estar tomando o hormônio real, colocando em dúvida a capacidade de auto percepção do aumento de desempenho.

imagem
Lance Armstrong banido em 2012 por uso de inúmeras substâncias, inclusive o EPO

Em 2012, quando Lance Armstrong foi banido do esporte e perdeu todos os seus títulos, Adam Cohen, um dos professores de farmacologia do CHDR, escreveu um artigo no Journal of Pharmacology alegando que seria "bastante ingênuo" creditar o desempenho de um atleta unicamente ao EPO.

Os pesquisadores responsáveis prepararam este estudo por que, segundo eles, existem dúvidas em relação ao aumento de desempenho causado pelo EPO e que aparentemente ele não faz diferença em uma situação de corrida. Todavia, vale informar que o artigo ainda não está finalizado e ainda devem se passar alguns meses para que ele seja revisado e publicado em um jornal científico.


Comentários

  • avatar

    algorges    Jaraguá do Sul - SC

    algorges    Jaraguá do Sul - SC

    já não falaram que vinho, cerveja, carne de porco também não tem problema?
    3 ano(s) atrás - Denunciar




  • Relacionados