MENU

Entendendo - Tecnologias de produção dos quadros de carbono da Scott

Do processo de criação aos principais tipos de fibra, entenda mais sobre as tecnologias de carbono marca suíça

A fibra de carbono é, atualmente, o material mais utilizado na produção de bicicleta de alto rendimento, com características de leveza, resistência e capacidade de assumir formas variadas sendo apenas algumas de suas vantagens. Porém, desenvolver um quadro de fibra é algo bastante complexo, com diferenças de desenho e de composição sendo variáveis que afetam diretamente o desempenho.

Projeto de carbono Scott
Projeto de carbono Scott    Scott

Existem diversas maneiras de produzir um quadro de carbono, indo do mais simples e genérico molde aberto de origem asiática até modelos ultra-modernos e de altíssima tecnologia como os desenvolvidos pelas grandes marcas do mercado.

Desenvolvimento de quadros de carbono Scott

Pré-produção - A produção de um quadro de carbono Scott começa com o projeto. Em um primeiro momento, uma versão digital em 3D é criada com a ajuda de ferramentas eletrônicas como o FEA (Análise de Elementos Finitos) e o CFD (Dinâmica dos Fluidos Computacional), que analisam detalhes como resistência, rigidez, durabilidade e aerodinâmica antes mesmo da confecção de qualquer protótipo.

Quadros são feitos com vários retalhos de carbono
Quadros são feitos com vários retalhos de carbono    Scott

Vale destacar que um quadro de carbono é feito de mais de 200 pedaços de tecido colados sobre um molde. O formato e a posição desses pequenos "retalhos" é chamado de lay-up. Por isso, depois que o processo de análise digital é feito, um primeiro protótipo permite que a engenharia realize testes reais com o quadro, otimizando assim o lay-up de carbono. Este processo é repetido inúmeras vezes até que o desempenho desejado seja atingido.

Molde convencional X Molde IMP
Molde convencional X Molde IMP    Scott

Um detalhe interessante é que a Scott trabalha com uma tecnologia chamada IMP (Integrated Molding Process), que permite que todos os tubos do quadro sejam unidos em um único processo, garantindo um conjunto muito mais coeso e eficiente.

Produção final - Na fase de pré-produção, apenas um tamanho de quadro é desenvolvido. Porém, para entrar em produção comercial, o modelo ganha outros tamanhos, com os quadros criados passando por novos testes, inclusive com os atletas profissionais patrocinados pela marca.

Nesta fase, a sensação ao se pedalar a bicicleta, algo impossível para a análise de um computador, também é ajustada, modificando e reajustando as características dos quadros nos seus diferentes tamanhos. No fim do processo, quando a bicicleta está no mercado, um cuidadoso trabalho de controle garante a qualidade dos produtos que chegam para o consumidor final.

Vídeo - Como é a criação de um quadro de carbono Scott


Tipos de carbono

Muitas das bicicletas oferecidas pela Scott possuem variações no tipo de fibra utilizada para a construção. Ao todo, o fabricante suíço possui três tipos de carbono com características de peso, preço e resistência variados.

Cortadora laser de carbono
Cortadora laser de carbono    Scott

Apesar das diferenças, todos eles passam pelo mesmo processo de desenvolvimento, com o tecido sendo cuidadosamente cortado a laser, molde IMP e com as áreas de alta precisão como a caixa e o central sendo usinados para garantir tolerâncias perfeitas. Além disso, todo quadro Scott é pintado e adesivado a mão, com quadros saindo da linha de produção aleatoriamente para o processo de controle de qualidade.

Foto 70732

Foto 70731

Quais bikes utilizam cada tipo de fibra?

HMX-SL - SCALE RC 900 SL e Spark RC 900 SL
HMX - SCALE RC 900 WC e Contessa SCALE RC 900 / SPARK RC 900 WC e Contessa SPARK RC 900 / SPARK 900 Ultimate e SPARK 900 Premium / GENIUS 900 Ultimate e GENIUS 900 Tuned / RANSOM 900 & 700 Tuned e RANSOM 910 / Plasma RC / FOIL Premium Disc e FOIL RC Disc / ADDICT RC Premium Disc e ADDICT RC PRO Disc
HMF - Todos os outros modelos em carbono

Desenvolver uma linha completa de bicicletas de fibra de carbono com diferentes opções de peso e preço é algo que somente um grande fabricante de bicicletas pode oferecer. Afinal, o investimento e o nível de tecnologia empregados para atender diferentes públicos precisa ser realmente elevado.

A prova disso são bicicletas como a Spark 920 2018 que você conhecer neste teste do Pedal que, apesar do carbono mais simples, possui em desempenho brilhante e os inúmeros títulos de atletas importantes como Nino Schurter e os ciclistas da equipe Mitchelton-Scott.

Para mais informações, acesse o site da Scott.


Conteúdo Relacionado

Comentários

irado