home

Entendendo - Sistema Bikefitting Shimano


23 MAI, 2017     Gustavo Figueiredo     5    
     


A cada dia que passa, mais e mais ciclistas se dão conta da importância de realizar um bom bike fit. Porém, existem diversas opções no mercado e entender mais detalhes de cada uma delas é importante para escolher o melhor método, seja você o ciclista ou o lojista que pretende comprar uma ferramenta de bikefit.

O Bike Fit é ajuste da bicicleta ao ciclista e, definições à parte, uma certeza que rege a ciência do Bike Fit é: quanto melhor o bike fit, melhor será sua experiência na bicicleta.

imagem

Na matéria a seguir, você vai conhecer mais sobre o método Bikefitting.com, que pertence à Shimano, desde 2012, quando a gigante japonesa comprou a empresa Holandesa de expertise no fit de milhões de ciclistas.

O método da Bikefitting.com é composto de 3 estágios que funcionam de forma complementar, garantindo ao ciclista (e ao profissional de bike fit), mais informações, além dos dados relativos à medição do ciclista, para aperfeiçoarem sua postura na bicicleta, a performance na pedalada e a experiência total na bicicleta.

Para falar com propriedade sobre o assunto, realizamos todos os processos com o técnico da Shimano Alexander Santo, ciclista e fisioterapeuta responsável pela ferramenta Bikefitting.com no Brasil e América Latina.

Primeiros passos

O processo do Bikefitting.com começa com uma cuidadosa avaliação do ciclista, que inclui uma entrevista prévia, uma rigorosa tomada das medidas corporais do ciclista e uma análise de sua flexibilidade entre outros pontos.

Faz parte do processo, uma minuciosa medição à laser de sua bicicleta. Para isso, ela será colocada em um gabarito onde todas as medidas do seu equipamento serão registradas para posterior comparação e adaptação.

imagem

Batizado de Bike Adjuster, o sistema é todo computadorizado, automático e registra as medidas da bike em um plano cartesiano, onde o X é o valor horizontal e o Y, vertical. Este passo, porém, não é obrigatório, já que a mesma ferramenta será utilizada para transferir os dados colhidos no bikefitting para sua bicicleta.

Estágio 1

O estágio 1, ou bike fit estático, aposta em avançados instrumentos de medição corporal e num grande banco de dados para posicionar o ciclista sobre a bicicleta. Além disso, ele é o ponto de partida para os outros dois estágios, já que é nele que o taco será posicionado na sapatilha e a flexibilidade do ciclista será testada.

imagem

Com o ciclista posicionado na ferramenta torre de medição (usada para tomar as medidas do ciclista), são avaliados o “cavalo” altura do solo até o ponto de contato do selim, tamanho do tronco, tamanho dos braços, largura do ombro e tamanho dos pés. A medição dos ísquios também pode ser feita com uma ferramenta semelhante a uma almofada e outros detalhes como o formato do pé e a inclinação dos joelho também são verificados.

Além disso, é utilizado um gabarito para posicionar perfeitamente o taco na sapatilha "Para achar o ponto ideal, nós localizamos a articulação entre a falange e o metatarso. Depois nós marcamos isso no pé e transferimos a medição para a sapatilha com o gabarito, obtendo um posicionamento correto para o taco", explicou Alexander.

imagem

Depois, todos os valores vão para um banco de dados e é aí que o sistema Bikefitting realmente se diferencia de um bike fit virtual de internet, já que este banco de dados leva em conta geometrias de diferentes quadros de marcas de bicicletas importadas e nacionais, alturas de diferentes pedais, taquinhos e outros dados que permitem que o sistema faça sugestões muito mais precisas.

O banco de dados leva em conta geometrias de diferentes quadros de marcas de bicicletas importadas e nacionais, alturas de diferentes pedais, taquinhos e outros dados que permitem que o sistema faça sugestões muito mais precisas.



Além disso, o software Bikefitting.com está totalmente traduzido para o Português, facilitando o entendimento e a operação do sistema.

Como resultado, o sistema oferece dados para inúmeros ajustes da bicicleta, como altura e posição horizontal do selim, altura, distância e até a largura do guidão. Para completar, o banco de dados é totalmente online e suas atualizações são frequentes, o que torna o processo sempre bastante preciso.

Depois disso, todas as medidas são passadas para sua bicicleta com o Bike Adjuster - o que garante precisão milimétrica na transferência.

Estágio 2

O segundo estágio do sistema Bikefitting, ou Análise da Pedalada, começa com um teste onde o ciclista deverá pedalar/completar 70 rotações da pedivela configurada com os valores obtidos no estágio 1, na bicicleta estacionária do Bikefitting.

imagem

Enquanto pedalamos, os medidores de potência em ambos os braços da pedivela fazem uma análise minuciosa de onde, como e por quanto tempo você aplica potência nos pedais.

Além de medir a distribuição da potência de pedalada entre as pernas direita e esquerda, o equipamento é capaz de "sentir" em que parte do pedal você aplica mais ou menos força, em cada ângulo de sua pedalada. E o resultado é uma análise incrivelmente minuciosa de seus movimentos, o que ajuda o ciclista a aprimorar sua técnica automaticamente, através dessa leitura e dos gráficos gerados (que são fornecidos ao ciclista).

imagem

"Essa ferramenta fornece uma grande quantidade de dados e muitos treinadores mostram grande interesse nela, já que é possível analisar a técnica e a eficiência do ciclista, o que pode resultar em ganhos reais de desempenho", explicou Alexander.

Estágio 3

O estágio três, ou Ajuste Dinâmico da Pedalada, utiliza a mesma bicicleta estacionária totalmente regulável, uma série de sensores e uma câmera especial para analisar detalhadamente a pedalada do ciclista em tempo real e fornecer uma análise em 3D.

imagem

Para começar, o profissional localizará pontos importantes como articulação do joelho, quadril, punho e tornozelo para posicionar os sensores que serão lidos pela câmera. O sistema computadorizado possui dois modos de visualização dos dados, o Wizard e o Advanced.

No "Wizard Mode" (modo assistente), setas e números indicam com precisão milimétrica o ajuste ideal de cada ponto de contado com a bicicleta, para acomodar melhor o corpo do ciclista. Com o "Advanced Mode", a ferramenta irá mostrar para o profissional que realiza o Fit, uma análise minuciosa do corpo do ciclista, indicando cada ângulo do corpo do atleta durante a pedalada.

imagem

Neste momento, a bicicleta estacionária especial mostra sua grande vantagem, já que ela permite ajustes precisos sem que o ciclista pare de pedalar - algo muito útil, já que quando mudamos um valor, os outros acabam mudando também e acertar tudo isso em uma bike convencional tomaria muito mais tempo.

Em ambos os casos, as medidas do corpo do ciclista podem ser ajustadas dentro de uma janela de valores aceitáveis. Isso quer dizer que seu tronco, por exemplo, pode ser posicionado com mais ou menos inclinação, dependendo do seu objetivo como ciclista.

Conclusão

O sistema Bikefitting Shimano é uma ótima ferramenta que permite um ajuste preciso da bicicleta ao corpo do ciclista mesmo que seja feita apenas o estágio 1. Por nossa experiência, concluímos que ele é suficiente para "encaixar" o ciclista na bicicleta, seja ele iniciante ou veterano.

Todavia, os outros dois estágios serviram como um ajuste fino. Com eles, as duas ferramentas de análise postural e de pedalada servem para realizar pequenas mudanças que podem aumentar a performance do ciclista e melhorar ainda mais sua experiência na bicicleta, funcionando como “a cereja do bolo do Fit” - e com os resultados visíveis em uma tela de computador.

Para saber mais, acesse o site oficial do sistema Bikefitting Shimano.

Confira as lojas que possuem o sistema Bikefitting Shimano.


Comentários

  • avatar

    elder   

    elder   

    Fiz aqui em BH. Foi horrível, acharam a posição do taco no meio do meu pé! E eu expliquei que a sapatilha não tem como colocar mais pra trás pois calço 44 então o taco já esta no fim da guia. Depois baixou meu selim de forma que a panturrilha batia na minha coxa! Ou seja todos ajustes que eu conheço por ,27 anos como ciclista estariam errados. Botei fé neste fit não.
    8 mes(es) atrás - Denunciar


  • avatar

    Beny   

    Beny   

    O texto tem falhas, pois não se ajusta ciclista a bicicleta e a bike ao ciclista..... Ninguém pode determinar o modo q uma pessoa pedala..... É preciso adaptar ela ao seu modo de pedalar, assim ela será mais feliz e a proporção que seu corpo for mudando, mais uma vez se muda a bike, sempre evoluindo de acordo com a quantidade de horas de pedal
    1 ano atrás - Denunciar


  • avatar

    Francisco   

    Francisco   

    Quem no Rio de Janeiro está devidamente capacitado nos 3 estágios para realizar o bike fit?
    1 ano atrás - Denunciar


  • avatar

    Alexandre   

    Alexandre   

    e tem cara que diz que é pegar as medidas do corpo e jogar na altura do selim, mesa.
    2 ano(s) atrás - Denunciar




  • Relacionados