home

Entenda - Capacetes com tecnologia MIPS


22 SET, 2015     Pedro Cury    



A MIPS foi fundada em 2001 por 5 especialistas em biomecânica do Royal Institute of Techonoly (KTH) em Stocolmo (Suécia). A empresa tem uma experiência de mais de 30 anos em medicina e tecnologia preventiva de lesões na cabeça. A sigla significa Multi-directional Impact Protection System ou em português, Sistema de proteção à impactos multi-direcional.

O problema

Através de diversos estudos, a equipe percebeu que os impactos que um ciclista sofre em uma queda não são linearmente de cima para baixo como sugerem os testes de capacetes, mas sim impactos em ângulo. Tal situação gera uma força de rotação na cabeça, fazendo com que o cérebro se movimente dentro do crânio com violência, resultando em lesões que podem ser muito graves.

Naturalmente o cérebro tem um sistema de defesa para essas situações: uma camada fina de membranas, Duraméter, Piamater e Sub-Aracnóide, além do líquido céfalo-raquidiano, que fazem com que o cérebro "escorregue" dentro do crânio e diminua a transferência de energia dos impactos, porém não é suficiente para evitar problemas em situações mais violentas.

A solução - Uma camada adicional que simula a proteção do cérebro


O sistema MIPS simula essa proteção do cérebro, através de uma camada fina de plástico entre a cabeça do ciclista e o capacete. Ao sofrer um impacto em ângulo, o capacete escorrega alguns milímetros por essa camada, dissipando a força rotacional que iria integralmente para a cabeça. Ou seja, é como se tivesse um sistema de proteção adicional.

Por ser uma camada adicional, no caso de um impacto linear, o capacete funciona da mesma forma que os tradicionais. Além disso, o sistema integrado ao capacete não aumenta em quase nada o peso, nem altera o conforto.

Estudos e Tecnologia


O gráfico abaixo mostra o que acontece, segundo a empresa, com o cérebro em um impacto com um capacete com MIPS e outro sem a tecnologia.

imagem
Tecnologia MIPS promete reduzir em até 40% a força de um impacto transmitido ao cérebro

A marca diz que capacetes dotados de sua tecnologia podem reduzir em até 40% as forças transmitidas para o cérebro em um impacto em 45 graus e que nos impactos lineares a proteção é equivalente a de um capacete tradicional.

O site oficial: http://www.mipshelmet.com/

Mais alguns vídeos:
https://www.youtube.com/watch?v=kQ9jRxOp1S0
https://www.youtube.com/watch?v=ZJb3LIupM2A


Comentários



Relacionados