home

Em 2017, equipes terão apenas oito atletas em Grandes Voltas

Organizadores apostam em redução do tamanho das equipes para aumentar competitividade e segurança


25 NOV, 2016     Gustavo Figueiredo    
     


Nada é mais emocionante do que uma Grande Volta - a não ser quando um time forte vai para a frente e controla o pelotão até a linha de chegada. Por isso, a Amaury Sports Organisation (ASO), organizadora do Tour e da Vuelta e a RCS Sport, organizadora do Giro, resolveram reduzir o tamanho das equipes de nove para oito ciclistas.

imagem

Além disso, algumas provas de um dia organizadas pela Flanders Classics também contarão com um ciclista a menos do que no ano passado, totalizando sete para a próxima temporada. As decisões foram tomadas durante a Assembleia Geral da Associação Internacional dos Organizadores de Corridas (AIOCC).

Com isso, espera-se que o controle dos times fortes seja reduzido. Além disso, menos ciclistas também aumentam a segurança, principalmente em momentos em que o grupo tem que se espremer pelo mobiliário urbano comum na Europa.

Reações no pelotão

Embora possa parecer positiva a primeira vista, a decisão não agradou a todos. Jonathan Vaughters, diretor da Cannondale-Drapac considerou a decisão unilaretal. Para ele, o maior problema é que os quadros de atletas já estavam montados com mais ciclistas em mente.

Para ele, informar sobre este tipo de decisão apenas 2 meses antes do início da temporada 2017 foi falta de consideração.

Provas Afetadas Pela Mudança

ASO
Tour de France
Vuelta a Espana
Tour of Qatar
Tour of Oman
World Ports Classics
Paris-Roubaix
Fleche-Wallonne
Liege-Bastogne-Liege
Tour de Yorkshire
Criterium du Dauphine
Arctic Tour of Norway
Tour de l’Avenir
Paris Tours

RCS Sport Races
Giro d’Italia
Dubai Tour
Abu Dhabi Tour
Strade Bianche
Tirreno Adriatico
Milan-San Remo
Milano-Torino
Il Lombardia

Flanders Classics Races
Omloop Het Nieuwsblad
Dwars Door Vlaanderen
Gent-Wevelgem
Tour of Flanders
Scheldeprijs
De Brabantse Pijl


Comentários



Relacionados