MENU

Desafio Internacional de Ciclismo - Luiz Pinto é Bi campeão

A Paris-Roubaix do Brasil

Sem dúvidas, a prova do "Paris-Roubaix Brasil" é em Alagoas. Quem nunca foi disputar, deveria ir um dia. Uma competição que mistura todas as modalidades do ciclismo. Sim, isso mesmo: todas. Você pode escolher com qual bicicleta quer participar. Desde uma speed ou mountain bike. Destaque paras as rodas gigantes: Bikes 29".

imagem

Ao longo da corrida, muitas metavolantes são distribuídas, fazendo com que os "speedeiros" façam revezamentos entre si em busca das tais premiações: "dinheiro gordo". Mas a galera do mountain biking não deixa barato e vai alcançá-los nos momentos dos estradões, canaviais, single tracks e paralelepípedos. Quando chega novamente no asfalto, tudo está misturado. Isso faz com que a prova seja emocionante do começo ao fim.

Esse ano, o atleta Fábio Rocha, conhecido como Kiko, se destacou com sua bike de ciclismo e venceu as quatro primeiras metas. Nilton Soares venceu a quinta meta, "Catalão" venceu a sexta meta e Luis Pinto as quatro últimas, num total de 10 metavolantes.

Nesta edição de 2012, o Desafio Internacional de Ciclismo - TV Gazeta completou 9 anos, distribuindo uma premiação em dinheiro de mais de R$43.000,00 ; divididos das seguintes formas apresentadas abaixo:

imagem

imagem

Confira o vídeo da 9ª edição do Desafio Internacional de Ciclismo



Português vence novamente

Com seis horas, 56 minutos e 14 segundos, o português Luis Leão Pinto venceu o 9° Desafio Internacional de Ciclismo TV Gazeta, disputado no domingo (18/11), em Alagoas. Em segundo e terceiro lugar, ganharam respectivamente os goianos Raphael Mesquita, o 'Catalão', e Mário Antônio Veríssimo de Oliveira. Destaque para Catalão, que usou uma bike de Cyclocross - CX.

Como já havia vencido a competição no ano passado, o português tornou-se bicampeão do Desafio.

Em entrevista após a chegada, Luis Leão revelou sua estratégia para garantir a vitória: “Toda prova é difícil. Mas procurei arrancar nas subidas para conseguir aumentar a diferença diante dos demais competidores”, afirmou o português.

Com atletas da elite do esporte nacional e mundial, a competição de longa distância passou por diversos municípios e teve como reta final a orla da Praia de Pajuçara, em Maceió.

imagem

Disputas e chegadas emocionantes

Para quem pensa que Luiz Pinto venceu de sobra, está enganado. O português sofreu para vencer, se destacando apenas nos últimos quilômetros quando alcançou Catalão, Sharlys Silva e Josemberg Nunes "Montoya" , que tinham atacado no primeiro trecho de barro e pedalaram sozinhos mais da metade da prova.

Mario Antônio Veríssimo Oliveira e Sharlys Silva de Oliveira, 3° e 4° colocados, cruzaram a linha de chegada de mãos dadas. Conforme o resultado oficial, apenas 12 centésimos separaram os competidores. Mas a chegada mais emocionante ficou na disputa pela 5ª posição. Em um sprint fantástico, Gilberto Veiga de Gois superou Leisson Mendes por apenas um centésimo de segundo.

imagem

Disputas e categorias diferenciadas para todos

Com o objetivo de entusiasmar os novatos, outras distâncias menores foram incluídas para viabilizar a participação de atletas de vários níveis técnicos na competição (33km, 70km, 111km e 145km). Foram realizadas cinco largadas, sendo duas ocorridas simultaneamente em cidades diferente e três nas passagens dos pelotões pelas outras cidades Alagoanas.

"Tivemos a participação de mais de 400 ciclistas distribuídos entre as cidades de Jaramataia, Taquarana, São Miguel dos Campos e Barra de São Miguel. “Uma verdadeira enxurrada de ciclistas chegando durante todo o dia na cidade de Maceió. Foi um desafio enorme realizar o evento este ano com este formato”, disse Egberto Pedro o organizador geral da competição. “Graças a parceria que temos com a TV Gazeta de Alagoas, afiliada Rede Globo em nosso estado, e a formação de uma equipe forte de comissários que viabilizou tudo. Complementou o organizador.

imagem

O vento e o calor castigaram os competidores

O vento contra constante em 100% do percurso e o calor prejudicou os competidores, que sofreram durante toda a competição. No momento da largada, em Jaramataia, o termômetro marcava 37° Celsius. Por isso, muitos ciclistas cruzaram a linha de chegada esgotados. O oitavo colocado Josemberg Nunes Pinho Montoya chegou ao fim após pedalar por 7 horas e 38 segundos e passou mal logo após completar o circuito. Ele precisou ser atendido pelos socorristas.

Para garantir a segurança dos competidores, os atletas foram escoltados por agentes da Polícia Militar (PM), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) e 59° Batalhão de Infantaria Motorizada (59° BIMtz).

O 9° Desafio Internacional de Ciclismo é organizado pela Associação Arapiraquense de Ciclismo, em parceria com a TV Gazeta de Alagoas e patrocinada pelo Governo do Estado de Alagoas e a Braskem, com apoio de diversos órgão municipais e estaduais de Alagoas.

imagem

Confira abaixo a classificação da categoria de Elite

1°) Luis Leão Pinto
2°) Raphael Mesquita
3°) Mario Antônio Veríssimo Oliveira
4°) Sharlys Silva de Oliveira
5°) Gilberto Veiga de Gois
6°) Leisson Mendes
7°) Alexander Sanchez Calderón
8°) Josemberg Nunes Pinho Montoya
9°) Rodrigo Ribeiro Nunes
10°) André Teixeira de Almeida

Resultados completos

Todos os demais resultados do 9° Desafio Internacional de Ciclismo estão no site Sistime.

imagem

Fotos (98)

foto 0 -  Mais Fotos


Relacionados

Comentários



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.