home

Copa Internacional de MTB #5 - Isabella e Avancini são campeões

Confira tudo que aconteceu em Sauípe


9 OUT, 2013     Guiné    



Após meses de expectativas sobre a etapa do Sauípe, atletas brasileiros, do Chile, Equador e Bélgica subiram nas bicicletas e deram início a grande final da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB). Entre os dias 4 e 6 de outubro, a a Costa do Sauípe, localizada no município da Mata de São, se transformou na capital nacional do MTB.

O domingo, seis de outubro, começou agitado na Arena Sauípe. Mais de 300 bikers largaram para mais uma etapa da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB). Atletas brasileiros, do Chile, Equador e da Bélgica fizeram da quinta etapa da CIMTB umas das mais emocionantes da temporada.

A largada foi dada às 8h da manhã, e a partir de então estava em jogo o título da etapa que seria disputado em três dias de provas, além da decisão de quem seria os grandes campeões da temporada 2013. Na superelite masculina, Henrique Avancini chegou ao Sauípe como líder, mas a diferença de pontos em relação ao Rubinho era pequena, e a situação podia mudar a qualquer momento.

Avancini venceu a prova Contra Relógio e respirou aliviado, mas no sábado de manhã, dia 5, quem dominou o Short Track foi Rubinho Valeriano. E foi assim que os atletas foram para a pista: sem nada definido.

Na primeira volta no circuito de 21 km, Henrique Avancini liderou o pelotão e abriu vantagem, mas na última volta foi surpreendido pela ultrapassagem do belga Frans Claes que pedalou todo tempo no mesmo ritmo e conseguiu ultrapassá-lo nos minutos finais levando para a Bélgica o título de campeão da CIMTB Sauípe 2013.

Apesar do forte calor, o Frans conseguiu administrar bem a prova. “A temperatura estava muito alta, sempre acima dos 30ºC. Eu não estou acostumado a competir nessas condições, porque na Bélgica é muito diferente. A pista é totalmente diferente do que tem na Europa, talvez porque seja muito próxima ao mar. Eu fiz o que tinha que fazer. Trabalhei pesado e consegui fazer uma corrida maravilhosa e fiquei muito satisfeito com a vitória.”

Sobre o nível dos brasileiros, Frans afirmou que os ciclistas brasileiros são muitos nos trechos curtos, como no short track. “Na prova de short track eu não consegui acompanhar os líderes porque eles estavam muito rápidos”, explica.

Mas a chegada mais aguardada era de Avancini ou Rubinho Valeriano que estavam brigando diretamente pelo título. E assim que apontou com 2 horas e 28 minutos, Avancini começou a comemorar a conquista da temporada 2013 da CIMTB.

Segundo o campeão, a prova foi muito difícil. “Hoje eu tive que me defender muito do Rubinho e do Pscheidt, mas no final da terceira volta o Frans me alcançou. Eu tive que levar no limite porque eu realmente queria fechar este ano com a vitória na copa. Eu estou muito feliz” descreve.

De acordo com Avancini, o campeonato deste ano foi muito difícil, pois explorou todas as modalidades do mountain bike. “Foi complicado manter essa regularidade e principalmente se preparar para esta etapa. No campeonato mundial eu sofri uma queda e tive que ficar dez dias sem treinar e isso atrapalhou muito esse final de temporada, mas no fim deu certo” explica.

imagem
Pódio final da Elite Masculino


A situação na elite feminina era completamente diferente. Isabella Lacerda chegou a grande final com uma vantagem de 51 pontos. Só tinha dois fatores que tirariam o título dela: terminar a prova na 10ª posição ou quebrar a bike.

Raiza Goulão chegou à Bahia na terceira colocação, mas mostrou toda sua força ao conquistar o primeiro lugar da prova de sexta. Durante a maratona (XCM) de domingo, Raiza liderou toda prova, mas na cola estava a equatoriana, Alexandra Serrano, que deu trabalho na prova de short track e ganhou com tranquilidade no sábado (6).

Após 2 horas e 2 minutos de prova, Raiza Goulão passou pela linha de chegada em primeiro lugar e escreveu seu nome na Copa como a primeira campeã da etapa do Sauípe. Em seguida, Alexandra Serrano chegou à arena com 2 horas e 3 minutos. Enquanto o público aguardava para ver quem era a terceira colocada, Isabella Lacerda apontava na entrada do evento comemorando o título inédito em sua carreira.

Após passar pela chegada, Isabella não se conteve e deixou as lágrimas caírem. Um choro de alegria e sensação de missão cumprida. Ao descer da bike, a atleta se ajoelhou olhando para o céu. “Vim muito focada para esta prova, e sabia que a gente teria muito calor e muito areia. Eu só tinha em mente que tinha que dar o meu melhor e pedalar forte para chegar, mas graças a Deus deu tudo certo” comemora.

Segundo Isabella, ser campeã da CIMTB era seu objetivo para este ano. “Eu estabeleci essa meta. Queria ser campeã da CIMTB, e com as duas vitórias na copa eu consegui ganhar uma boa vantagem para chegar hoje aqui” explica. Mesmo com a vantagem, Isabella não deixou de treinar muito e nem perdeu o foco ao longo dos meses.

imagem
Pódio final da Elite Feminino


Contra Relógio

A prova Contra Relógio fez as honras da casa na sexta-feira, 4 de outubro, e colocou os bikers para pedalar logo cedo. A largada indoor, montada no interior da Arena Sauípe, poupou nossos campeões dos 32ºC, temperatura típica da primavera na Bahia. Saindo da arena os atletas já se depararam com um visual de tirar o fôlego. Logo no início do percurso, os bikers pedalaram próximos as dunas do complexo do Sauípe.

Em seguida, os atletas pedalaram por um campo de golfe e trilhas. Além disso, a galera pôde curtir o visual de uma das lagoas da Mata de São João, e ao cruzar a ponte de madeira, eles puderam sentir a brisa do mar no momento que pedalaram pelo coco garden.

Após percorrer aproximadamente 15 km com a sua magrela Henrique Avancini, atual líder do campeonato, fez o melhor tempo da elite masculina e finalizou a prova com 32 minutos e 34 segundos. “Hoje eu larguei sem a segurança de que poderia vencer. O circuito tem uma dinâmica muito diferente. Andei com um pouco de cautela e tentei forçar mais nos bancos de areias. A prova foi bastante dura, mas foi um bom começo” empolga-se.

E teve gringo conquistando o segundo lugar do pódio. O belga Frans Claes terminou a prova com 32 minutos e 45 segundos. O vice-líder da CIMTB, Rubinho Valeriano, conquistou a terceira colocação e cruzou a linha de chegada com 33 minutos e 6 segundos.

Entre as meninas da elite, apesar do desgaste físico devido ao acumulo de competições, quem se deu bem foi a atleta de Goiás, Raiza Goulão. “A areia tá atrapalhando muito, deixou o circuito muito pesado, mas eu dei o meu máximo, essa prova foi toda no meu limite”, explica. Com a vitória de hoje, Raiza ganhou um gás a mais para brigar pelo título no domingo.

Isabella Lacerda, líder isolada da Copa, conquistou o segundo lugar no pódio ao concluir a prova com 42 minutos e 5 segundos. E não foi só o pódio masculino que teve presença gringa. Representando o Equador, Alexandra Serrano, deu trabalho para as meninas e conquistou o terceiro lugar com 42 minutos e 57 segundos.

Para Avancini, a prova de domingo vai ser muito dura principalmente pelo acumulo dos dias e pelas características do circuito. “É muito difícil vencer os bancos de areia a cada volta e pelo o que eu vi dos treinamentos, algumas seções já pioram, então vai ser muito difícil transpor” ressalta.

Short Track

No sábado de manhã as magrelas invadiram o campo de golfe da Costa do Sauípe. 12 mulheres e 28 homens participaram de uma prova de short track com subidas e descidas rápidas pelo campo. Além da grama, a galera teve que pedalar em alguns trechos com muita areia.

As mulheres tiveram preferência e largaram primeiro. O tempo estipulado era de 25 minutos, e a partir da aí estava aberta mais duas voltas para definir quem seria a campeã da competição. O circuito de 1,2km fez com que as bikers dessem várias voltas, o que acarretou em mudanças de colocação todo o tempo.
Quem largou bem foi Roberta Estopa que assumiu a liderança na primeira volta. Mas a partir da terceira, a atleta equatoriana, Alexandra Serrano, assumiu a liderança do pelotão e permaneceu até a última volta.
Apesar de correr pela primeira vez em uma prova de short track e de ficar longe do MTB devido a uma fratura na clavícula, Alexandra teve profissionalismo para administrar muito bem a prova, conquistando assim o primeiro lugar. “A corrida foi muito bonita, mas também muito intensa por causa dos trechos com areia”, comenta.

Erika Gramiscelli permaneceu durante grande parte da prova em quinto lugar, mas nas últimas voltas, a atleta aumentou o ritmo e nos minutos finais ultrapassou Raiza Goulão, o que lhe rendeu o segundo lugar. “Sofri muito para pedalar, mas mantive a quinta colocação durante a prova. Faltando 5 minutos para o final as meninas perderam o ritmo e eu consegui encostar nas três primeiras, e no final abracei essa vitória que é importante porque minha briga é direta com a Isabella para levar a Copa este ano”, explica a atleta. A campeã da prova Contra Relógio, Raiza Goulão ficou com a terceira colocação.
Após a largada das meninas, foi a vez dos feras do MTB se alinharem para encarar o circuito com o mesmo tempo de prova e de voltas. Após 25 minutos de prova, foi dada a largada para as duas últimas voltas quando conhecemos o campeão.

Edivando da Souza Cruz largou bem e assumiu o pelotão logo na saída, mas já na segunda volta, Henrique Avancini assumiu a ponta e Ricardo Pchedit aparecia em sua cola. Enquanto os dois finalizaram a segunda volta e pedalavam para ver quem iria assumir a liderança, Rubinho Valeriano que estava em terceiro, cortou os dois pela direita pegando o primeiro lugar. A partir da terceira volta, Rubinho abriu uma vantagem de 22 segundos e pedalou isolado durante grande parte da prova. Na quarta volta, Rubinho disparou deixando Avancini e Pscheidt para trás.

Após passar pela chegada com 25 minutos, Rubinho abriu as duas últimas voltas com 10 segundos de vantagem em relação ao atleta Ricardo Pscheidt. Na cola dele estava Avancini e Edivando, seguidos do o atleta belga, Frans Claes, que administrou muito bem a prova e passou da sexta para quinta colocação.
Na última volta, Rubinho confirmou o que todos já imaginavam conquistando o primeiro lugar com 30 minutos e 6 segundos de prova. Em seguida, 6 segundos depois, Ricardo Pscheidt finalizou a prova com tranquilidade. Edivando da Souza Cruz terminou em terceiro lugar e Avancini ficou com a 4ª colocação.

CIMTB Sauípe Night Run

Parece que o atleta Ernani de Souza gostou mesmo da sensação de ficar no topo do pódio. Após vencer as etapas da Night Run em Araxá e São João Del-Rei e conquistar o 2º lugar em Divinópolis, o atleta correu muito na Bahia para conquistar o topo do pódio mais uma vez. Acostumado a pedalar na Copa de Amadores, Ernani começou a correr este ano na CIMTB Night Run e já foi logo escrevendo seu nome na corrida a pé. O circuito de hoje era especial: trilhas em uma área ambiental com o som do mar ao fundo.
Ernani de Souza largou bem e assumiu a ponta do grupo. O atleta correu tanto que finalizou os 5 km do circuito apenas 18 minutos e 57 segundos. Daniel Alexandre também pegou pódio e conquistou o segundo lugar ao passar pela chegada com 20 minutos e 35 segundos.

Entre as mulheres quem se destacou foi a atleta Márcia Helena, campeã da etapa de Divinópolis, percorreu o circuito em 26 minutos e 18 segundos. Logo em seguida foi a vez da atleta Glaidiany de Cássia cruzar a linha de chegada com 27 minutos e 40 segundos de prova.

Segundo a arquiteta, Isis Diamantino, o circuito estava muito divertido. “A parte mais legal da pista foi o trecho na mata. Estava tudo muito escuro, mas muito bem marcado. Dava para ouvir os barulhos dos bichos. Deu um pouco de medo, mas foi tranquilo” destaca.

A galera correu pelas trilhas próximas a estrada do complexo, invadiram o campo do Sauípe Golfe e seguiram para a mata preservada. Uma experiência incrível, segundo Isis Diamantino.
A CIMTB Sauípe 2013 teve apoio da Odebrecht Realizações Imobiliárias.

[url="http://cimtb.com.br/a-copa/resultados/resultados-2013"]Resultado Oficial[/url]
[url="http://www.flickr.com/photos/cimtb"Fotos Oficiais[/url]

imagem
Foi o primeiro título de Avancini na Elite Masculina da CIMTB


Comentários



Relacionados