home

Copa Internacional de MTB #4 - Informações

CIMTB chega à Congonhas no mês de agosto


30 JUL, 2013     Guiné    



Depois do sucesso de Divinópolis, a Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB) coloca o pé na estrada novamente e parte em direção à Congonhas, a Cidade dos Profetas de Aleijadinho. Entre os dias 16 e 18 de agosto, a cidade histórica, famosa por ter sido fundada no período barroco brasileiro, sedia a quarta etapa da CIMTB.

Em Divinópolis, a atleta Raíza Goulão de Pirenópolis, Goiás, duelou todo o tempo de prova com a atual líder do campeonato, Isabella Lacerda, e nas últimas voltas ultrapassou a líder e conquistou o primeiro lugar da etapa. Entre os feras, Henrique Avancini venceu pela primeira vez na SuperElite após disputar durante toda a prova com o primeiro colocado da Copa, Rubinho Valeriano.

E agora chegou a vez de Congonhas receber a penúltima etapa da temporada 2013. A Copa está pegando fogo, e o título do pódio está cada vez mais próximo. A menos de 90 dias da grande final, que será realizada na Costa do Sauípe em Outubro, qualquer derrapada pode ser fatal.

Diferente das três primeiras etapas, a Cidade dos Profetas sediará a maratona de MTB (XCM), uma modalidade do mountain bike, na qual a preparação física é peça-chave para quem quiser conquistar os primeiros lugares. Desde a última etapa, os atletas já estão focados para a prova em agosto. “Espero conseguir me destacar novamente em Congonhas, apesar de não ter um desempenho tão grande em maratona, irei dar o meu máximo sempre”, afirma Raiza Goulão.

Tombada pelo patrimônio histórico cultural, o município faz parte do calendário da CIMTB há 9 anos, e a prova atrai cerca de 1300 bikers por ano. Ladeiras íngremes, trechos em terrenos acidentados em fazendas, e a Estrada Real, fazem da maratona de Congonhas uma das etapas mais esperada do ano.

O circuito permanece o mesmo em comparação aos anos anteriores. “Optamos em não mexer na pista porque os atletas adoram o trajeto, pois a cada metro é uma emoção diferente”, explica Rogério Bernardes organizador do evento. A largada da maratona será na manhã de domingo, às 9h30. A pista varia de 38 a 57 km de pura adrenalina, dependendo da categoria. Além do mais, há trechos que irão colocar à prova a habilidade técnica dos atletas, preparação física e determinação em completar a prova.

Além do mountain bike de elite e Copa de Amadores, a CIMTB oferece uma programação completa e diversificada para todos os públicos, em especial os amigos e familiares dos atletas. Para a criançada que está começando a dar os primeiros passos, oCircuito Soul Balance Bike estimula a iniciação no ciclismo.

O Circuito PNE, destinado às pessoas com deficiência, reúne os para-desportistas que dão um show de superação na pista do MTB, mostrando que não existem limites para quem deseja adquirir uma vida saudável aliando os benefícios aos prazeres da prática esportiva

O público que acompanha os atletas e os moradores das cidades-sede também pode participar da programação da Copa. São várias opções de lazer para todos os gostos e idade. O Passeio Ciclístico Sense Bike Colonial FM, irá reunir a turma que gosta de pedalar; um passeio tranquilo pela cidade saindo da rodoviária em direção ao Parque da Cachoeira.

Entre a criançada, o Concurso Soul de Redação e Desenho envolve os alunos da escola pública em projetos nos quais a bicicleta é o tema principal. A turminha precisa dar asas à imaginação e colocar no papel a importância da magrela para a mobilidade urbana, além do bem estar físico e mental.
Desafio da Ladeira

Assim que o sol se pôr na sexta-feira, 16 de agosto, os atletas encaram um desafio que promete tirar o fôlego dos melhores ciclistas de mountain bike do Brasil. O Sprint Eliminator sai
de cena e cede lugar ao Desafio da Ladeira, tradicional prova na etapa de Congonhas. Com categoria feminina e masculina, a prova de Uphill é uma das principais atrações da CIMTB.

Com largada marcada para as 20h, os bikers terão que desafiar a física, em especial a lei da gravidade, ao pedalar por um terreno muito diferente dos convencionais do universo do MTB. O percurso tem início na ladeira mais famosa de Congonhas e terminar aos pés dos Profetas de Aleijadinho. No caminho os ciclistas terão que pedalar por pedras-sabão totalmente lisas e irregulares, o que diminui a aderência dos pneus, dificultando ainda mais a vida dos nossos campeões.

Além de oferecer obstáculos naturais, como a inclinação da ladeira, a prova de Uphill vai esquentar a noite de inverno e agitar o público que irá vibrar com a garra, habilidade dos bikers e a competitividade que promete grandes emoções.

A CIMTB proporciona retorno econômico, social, educacional e ambiental para as cidades envolvidas na temporada. Isso ocorre devido ao número de ações simultâneas.

A programação completa da quarta etapa da CIMTB está disponível no site: www.cimtb.com.br


Comentários



Relacionados