home

Copa Internacional de MTB 2017 #3 - Congonhas - Confira as novidades na largada e na chegada


28 JUL, 2017     Gustavo Figueiredo    



A poeira vai subir em Congonhas (MG) com a Maratona da 3º etapa da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB Levorin). O evento acontece entre os dias 18 e 20 de agosto e está com as inscrições abertas. Enquanto isso, a organização já está na cidade histórica elaborando a logística do evento. Dentre as novidades, local da largada, Congresso Técnico, trechos da pista e outros.

imagem

A largada será na Alameda, em frente ao Museu de Congonhas e Romaria. “Depois da largada os atletas subirão até o início da estrada, que agora esta asfaltada, e pegarão um single track até a estrada da plataforma que é de terra. Logo após, no PC 8, os atletas pegarão um trecho de asfalto até entrar em outra estrada de terra para Santa Quitéria, onde teremos a divisão do percurso para o completo de 62,5 no sábado e o reduzido de 42,5 no domingo”, explicou o organizador Rogério Bernardes.

No ponto mais extremo da pista, no meio do percurso, haverá uma cronometragem com sensor de chip instalado que irá registrar a passagem de todos os atletas. “Haverá sensores instalados também em frente a Basílica na largada e na chegada que será na alameda. O retorno será diferente e com um trecho de single track até chegar na trilha ao lado do Museu. Os atletas vão descer a alameda e, depois do pórtico de chegada, terão uma área exclusiva com fruta e água”, comentou o organizador.

A Romaria será onde acontecerá a premiação, e estará instalado posto médico, feira, área de alimentação que também tem novidades, Lava Bike Puroil, duchas, Neutral Race Support da Sram, secretaria e outros.

Faça aqui sua inscrição para a terceira etapa da Copa Internacional de MTB 2017.

imagem

Reconhecimento do percurso

Atletas de Congonhas estão se preparando para rodar no percurso reduzido a partir do dia 6 agosto. No dia 13, os amantes do mountain bike já poderão reconhecer o percurso completo. De acordo com o empresário morador de Congonhas, Wellington Fernandes Costa conhecido como Guidom, os atletas podem esperar um percurso duro. “Vamos combinar de sair da romaria, às 8h30 para fazer o percurso reduzido no dia 6 e no mesmo horário no dia 13 para fazer o percurso completo”, explicou.

É importante que o atleta que for fazer o reconhecimento do percurso completo esteja preparado, já que o percurso é duro e exige força do atleta. “O percurso é duro. Comparado com outras maratonas é o mais duro pra mim. Muito intermitente”, finalizou o atleta que corre na CIMTB Levorin desde 2011.


Comentários



Relacionados