home

Copa Internacional de MTB 2015 #1 - Resultados do contra-relógio


6 MAR, 2015     Péricles    



O público de Araxá conheceu na tarde desta sexta-feira (6) os primeiros vencedores da 20ª edição da Copa Internacional Levorin de MTB. Sob forte calor, os ciclistas disputaram o Contrarrelógio (XCT), em que cada um completou uma volta no circuito de 5,4 km montado no Tauá Grande Hotel, no Barreiro. Na super elite masculina, Luiz Henrique Cocuzzi (Scott/Shimano Lar), 21 anos, surpreendeu os favoritos e levou a vitória. Na feminina, a mexicana Daniela Campuzano fez o menor tempo.

imagem

Após o anúncio confirmando o resultado final, o próprio Cocuzzi ficou surpreso. "Vou falar que não sei de onde tirei forças para conquistar essa vitória. Eu acreditava ser possível ficar entre os cinco primeiros, mas ser o campeão do Contrarrelógio realmente me deixa muito feliz. É a primeira vez que fico entre os três primeiros na super elite, e logo com uma vitória", comemorou Cocuzzi.

"Meu treinamento é normal para o ano todo e para todas as provas, sempre buscando o melhor resultado em cada competição e corrigindo as falhas. Minha estratégia foi a básica para um Contrarrelógio. Correr o tempo todo concentrado e sempre controlando o ritmo, para não me afobar demais e nem relaxar. Fiz um ritmo constante e deu certo. Estou realmente muito feliz e mais otimista para o Short Track, prova que me identifico muito, e também no Cross Country Olímpico", finalizou o ciclista paulistano.

imagem

Completaram as cinco primeiras colocações Michal Lami (SVK), Henrique Avancini (Cannondale), Rubinho Valeriano e José Gabriel Marques, ambos da AOO Specialized. "Contrarrelógio não é minha prova preferida. Gosto mais de provas coletivas, com atletas próximos para ter um parâmetro de performance. Terminei em segundo e estou bem feliz. Espero ter outro bom resultado no Short Track, apesar do Cross Country Olímpico ser o meu preferido", destacou Michal Lami. "É o dia mais quente desde que cheguei no Brasil, há mais de 15 dias. Porém, sei que é igual para todos", concluiu.

Feminino

Entre as mulheres, o duelo ficou entre Brasil e México. E quem levou a melhor foi a mexicana Daniela Campuzano, 13ª colocada no ranking da UCI (União Ciclística Internacional). Em segundo lugar chegou Raiza Goulão, seguida pela argentina Agustina Apaza. As brasileiras Erika Gramiscelli e Isabella Lacerda terminaram na quarta e quinta colcações, rspectivamente.

imagem

Daniela era só sorrisos após a vitória na abertura da competição em Araxá. "Estou muito feliz com o resultado. Tenho treinado bem e me preparado para buscar sempre as primeiras posições. Para a corrida de amanhã (hoje) espero me manter na frente e repetir esse resultado", disse a campeã, que elogiou o nível técnico das adversárias.

A atleta mexicana também não economizou elogios à Copa Internacional Levorin MTB e à cidade de Araxá. Em sua estreia na prova, Daniela espera que esta seja a primeira de muitas visitas ao Brasil para competir. "Tudo aqui é muito bonito. A natureza, as pessoas. A organização é excelente e adorei a pista. Quero voltar todos os anos", completou.

Raiza subiu ao pódio satisfeita com a segunda colocação, mas quer mais. "Estou feliz com o resultado e espero continuar andando forte, perto da mexicana, que já foi campeã pan-americana, nos próximos dois dias de disputa. É muito bom competir aqui em Araxá, em um evento de alto nível técnico e com uma organização que sempre nos proporciona elgo diferente. O circuito é excelente", afirmou a atleta da equipe AOO Specialized.

Programação do MTB

Em Araxá, os ciclistas das duas super elites (elite e sub-23) masculina e feminina, competem no formato SHC, ou seja, prova dividida em três estágios, em dias distintos: Contrarrelógio realizado nesta sexta (6), Short Track (pista curta) no sábado e Cross Country Olímpico, no encerramento da competição, domingo (8), às 14h. Os atletas das outras categorias disputarão o tradicional XCO, com largada no sábado às 15h30 para a Copa LM Bike de Amadores (exceção à categoria segurança pública). Domingo, as provas começam às 8h.

Demais atividades

O sábado tem uma programação extensa, além das provas: o Passeio Ciclístico Sense Bike, às 14h; o show de manobras radicais com o bicampeão brasileiro de Bike Trial, Diego Vaz, acompanhado pelo Projeto EVOX Live House, às 19h e 20h, e a corrida de montanha CIMTB Night Run XC, com largada às 19h30. Mais dois lançamentos de equipes estão previstos; a Oggi/Isapa/Shimano, às 14h, e a LM/Shimano, às 18h30. Também às 14 horas, os atletas das equipes AOO Specialized e Hoffmann XCO darão autógrafos no estande da Specialized, montado em frente ao hotel, na área destinada aos 50 expositores.

Resultados da super elite

Masculino

1 - Luiz Henrique Cocuzzi (Scott/Shimano/Lar) - 16min40s844
2 - Michal Lami (Eslováquia) - 16min45s920
3 - Henrique Avancini (Cannondale) - 16min49s283
4 - Rubinho Valeriano (AOO Specialized) - 16min53s701
5 - José Gabriel Marques (AOO Specialized) - 16min53s987
6 - Frantisek Lami (Eslováquia) - 17min00S727
7 - David João Serralheiro Rosa (Liberty Seguros/Movefree) - 17min00S756
8 - Lukas Kaufmann (OCE Cannondale) - 17min08s676
9 - José Alberto Merchán (Equador) - 17min10S602
10 - Guilherme Muller (LM/Shimano) - 17min11Sa356

Feminino

1 - Daniela Campuzano (México) - 19min34s979
2 - Raiza Goulão (AOO Specialized) - 20min13s756
3 - Agustina Apaza (Argentina) - 20min23s337
4 - Erika Gramiscelli (Soul Cycles) - 20min31s851
5 - Isabella Lacerda (LM / Shimano) - 20min47s150
6 - Alexandra Serrana (Equador) - 20min53s729
7 - Roberta Stopa (X-Fusion / Damatta) - 21min09s780
8 - Ines Gutierrez (Argentina) - 21min43s096
9 - Noelia Rodriguez (Argentina) - 21min53s516
10 - Sofia Subtil (AOO Specialized) - 22min15s123


Fotos (7)

foto 0 -  foto 1 -  foto 2 -  Mais Fotos

Comentários



Relacionados