home

Copa Internacional de MTB 2014 #4 - Raíza Goulão e Rubens Donizete vencem

Avancini e Isabella são os Campeões.


13 OUT, 2014     Péricles    



Raíza Goulão e Rubens Donizeti vencem a última etapa da Copa Internacional de MTB 2014. Raíza teve seu primeira grande vitória em um grande evento de nível internacional, já Rubinho volta a vencer a após sete etapas de jejum.



Vencedora do dia após liderar a prova desde o início, Raiza Goulão teve seu primeiro triunfo nacional em competições de destaque neste ano. “Minha estratégia deu certo e graças a Deus consegui botar pra fora tudo o que estava segurando desde o começo do ano. Essa sou eu de verdade. Corri hoje (domingo) aqui em São Roque do jeito que eu gosto. Não desmerecendo as adversárias, consegui preocupar-me apenas comigo, esquecendo das rivais”, desabafou.

“O que fez a diferença foi o apoio da minha equipe e todos amigos que me ajudaram muito, assim como minha família. Foi foco total desde o aquecimento, mentalizando sempre o que eu pretendia fazer. Consegui esse excelente resultado e desentalar o que estava preso na garganta. É isso que todos devem esperar de mim. No próximo ano terei um desempenho ainda melhor”, acrescentou. Além de Raiza e Isabella, completaram o pódio Erika Gramiscelli e Noelia Rodriguez, segundo e terceiro lugares, e Roberta Stopa, na quinta colocação.

imagem

Representante do Brasil nas Olimpíadas de Pequim 2008 e Londres 2012, o experiente ciclista Rubinho Valeriano venceu em São Roque, após sete etapas sem chegar ao degrau mais alto do pódio. Depois de largar mal, Rubinho aumentou o ritmo e assumiu a liderança na segunda volta, posição em que se manteve até o fim. Henrique Avancini, Fred Nascimento, Sherman Trezza e Dario Gasco completaram o pódio.

“O circuito era muito técnico. Gostei demais da primeira parte, com essa subida muito dura, que me permitia abrir alguns segundos em relação aos meus adversários. Minha bike aro 27 me ajudou nas curvas e isso fez a diferença. Enquanto a maioria dos rivais usam 29, que dá mais velocidade na reta, optei pelo aro menor. A estratégia deu certo”, avaliou Rubinho.

“O Henrique e o Dario largaram muito bem e abriram bastante, porém, mantive-me nas primeiras colocações. Sabia que teria cinco voltas pela frente e por isso não me afobei e pude recuperar posições depois. Na subida, botei na frente e fui embora. Decidi que não ia parar de fazer força e de sofrer. Essa é a essência do MTB e graças a meu esforço saí vitorioso. Meu pneu murchou, fiquei na dúvida se arriscava ou trocava, mas optei pela estratégia de ir até o fim. Precisava demais dessa vitória”, concluiu o vencedor da etapa.


Comentários



Relacionados