MENU

Copa do Mundo de MTB XCO Round #3 - Flueckiger domina

O duro percurso de Leogang foi palco da dominancia de Lacomte no feminino e de grande ação da prova masculina

Leogang mais uma vez apresentou um espetáculo de encher os olhos, seja pelas vistas incríveis da estação de esqui, ou pela bela prova que sua pista abrigou.

Foto 78362


Com as condições de tempo melhorando muito, perto das chuvas torrenciais do início da semana, a pista secou bastante e ficou muito mais rápida. Mas ainda apresentando raízes lisas e valas como na prova de Downhill.

O calor impactou alguns atletas, como o campeão Mathias Flueckiger e Anton Cooper que usaram e abusaram da água nos postos de abastecimento para se refrescarem.

Acompanhem um resumo das provas de XCO.

Cross Country Olímpico - Elite Feminino

Novamente Loana Lacomte atacou desde o apito, e surpreendeu por manter o passo fortíssimo demonstrado no XCC durante uma prova muito mais longa como o XCO.

Foto 78365


Um dos grandes destaques da prova foi a austríaca Laura Stigger. Laura que vive perto da pista de Leogang parecia estar muito confortável no terreno e dominou o grupo perseguidor desde a primeira volta onde lançou um ataque para tentar neutralizar Lacomte. Sem grande adesão do pelotão, Stigger segurou o ritmo e na terceira volta conseguiu escapar junto de Pauline Ferrand Prevot, Jolanda Neff, Halley Batten e Jenny Rissveds.

Um segundo grupo perseguidor se formou logo na sequência mostrando fortes performances da companheira de equipe de Laura, Sina Frei, assim como de Chiara Teocchie e da sprinter inglesa Eddie Richards.

Haley Batten que correu com o número 2 alusivo a sua posição como vice líder da copa do mundo, começou a prova muito bem, pulando junto com Stigger no seu segundo ataque, a jovem americana se mostrou muito combativa, mas acabou por afogar a partir da metade da prova, terminando em décima sexta e que complicou um pouco sua posição no ranking geral.

O dia foi duro também para a bela Pauline Ferrand Prevot, sempre andando perto do seu limite, a etapa foi uma batalha para manter o ritmo das oponentes. Mas o esforço foi recompensado com o quinto lugar.
Foto 78364


Jolanda Neff também andou muito forte nas primeiras 3 voltas, sentindo o cansaço na volta 4 e segurando bem durante a volta seguinte para forçar uma expressiva reação e concluir o dia em quarta, mostrando forte cansaço.
Foto 78363


Jenny Rissveds vem mostrando a cada etapa que a forma física que lhe garantiu a medalha de ouro na Olimpíada do Rio está voltando. Hoje a sueca soube administrar suas energias e guardar um extra para o final, ultrapassando Laura Stigger na última volta em uma ataque sólido que a confirmou na segunda posição, com Stigger em terceira.

Loana Lacomte andou todo o dia isolada na frente, sem grandes ameaças tocou a prova como um grande Time Trial em uma exibição contundente de superioridade física. A pequena francesa cruzou a linha com um grande sorriso, conseguindo ganhar o XCC e o XCO no mesmo fim de semana.

Resultado Cross Country Olímpico - Elite Feminino
1- Loana Lacomte - FRA - 1:17:03
2- Jenny Rissveds - SWE - 1:18:51
3- Laura Stigger - AUT - 1:18:53
4- Jolanda Neff - SUI - 1:19:05
5- Pauline Ferrand Prevot- FRA 1:19:33

Resultados completos no link da UCI

Cross Country Olímpico - Elite Masculino

Prova bastante dura no masculino. As fortes e longas subidas drenaram grande parte do grupo e até mesmo o campeão chegou com uma expressão forte de cansaço.

Logo no início da prova, assim que as coisas se acomodaram pós start loop, um pequeno grupo assumiu a frente com Ondrej Cink, Flueckiger e Cooper já se destacando na primeira volta. Seguidos por um grupo perseguidor bastante próximo e muito diverso.

Foto 78366


O grande favorito Nino Schurter que estreava sua nova nova Scott Spark, após se atrapalhar com os pedais logo na largada do XCC e terminar mal, assim largando na quarta fila no XCO. Nino fez um bom start loop, e saiu em perseguição para recuperar o máximo de posições possíveis, mas acabou cedendo um pouco no meio da prova e se acomodou em décimo sexto.

Uma feliz supresa foi Daniel Mcconnell da equipe Miraflor-Mondraker (onde já correu Raiza Goulão), o australiano andou forte por quase todo o dia no segundo grupo da prova dentro dos top 5 até afogar na última volta, terminando em vigésimo nono, sem apresentar o mesmo ritmo que esposa Rebecca Mcconnell, fiel frequentadora dos podiuns nessa temporada, mas falta pouco.

O francês, Jordan Sarrou fez uma prova sólida, sempre no grupo perseguidor, andando na frente, tomando riscos e puxando o ritmo, mas lhe faltou algo para manter a mesma performance na última volta, fato que o fez terminar em décimo terceiro.

Outro grande nome que não fez um dia tão bom foi, Gerhard Kerschbaumer que pedalou sempre entre os top 20, mas sem demonstrar aquela força de anos atrás quando havia feito fama ao ser um dos primeiros a realmente desafiar Nino, mesmo antes da boa fase de Avancini.
Foto 78369


Kerschbaumer ainda conseguiu garantir algumas posições extras na última volta com o cansaço de outros atletas, terminando a etapa em décimo quinto.

O companheiro de equipe de Avancini, Alan Heterly andou muito forte e consistente liderando o grupo perseguidor no meio da prova, porém na penúltima volta quebrou sua corrente e teve que correr metade da pista, incluíndo a pior subida para poder concertar sua bicicleta e voltar a prova, ainda assim terminando em vigésimo quarto.

Por sua vez, o holandês Milan Vader, que andou muito bem no XCC, começou a prova muito forte, mas um problema mecânico acabou com suas chances, o fazendo cair de sexta para quadragésimo
Foto 78367


O desfecho da prova se deu na penúltima volta com um ataque de Flueckiger, onde Cink não conseguir responder a altura, assim, mesmo cansado, Flueckiger foi abrindo pouco a pouco, principalmente nas descidas, sabendo que o forte do checo seria as subidas.
Foto 78368


Na última volta, o pequeno suíço entrou na última subida com uma vantagem de apenas 8 segundos e conseguir maneja-la na escalada até poder amplia-la na última descida e fechar essa etapa com a vitória.

Resultado Cross Country Olímpico - Elite Masculino
1- Mathias Flueckiger - SUI- 1:15:50
2- Ondrej Cink - CZE - 1:16:05
3- Anton Cooper - NZL - 1:16:05
4- Thomas Griot - FRA - 1:17:16
5- Vlad Dascalu - ROU 1:17:17
Resultados completos no link da UCI


Relacionados

Comentários

Outras notícias

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.